gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Politica de Software Livre no Brasil, colocada em prática
Contribuído por vd em 19-06-03 13:00
do departamento irmão-brasileiro
Brasil Mahaus escreve "O Brasil tem diversas iniciativas em Linux, e uma destas, que já está em fase de implantação, foi iniciativa nossa. Diversas empresas governamentais do estado do Paraná (sul do Brasil) já estão substituíndo o MSOffice pelo OpenOffice e tem planos de migração do Windows para o Linux. Agora é plano de governo.
Diversas escolas estão recebendo laboratórios onde está sendo utilizado o esquema de boot remoto, com conexão à Internet através de fibras ópticas de 10 mbits. "


Anonimo Cobarde Brasileiro escreve também, "Nesse link para o jornal Estado de São Paulo temos uma grata notícia das terras tupiniquins: o governo federal brasileiro adota com todas as letras a estratégia de privilegiar o SL em detrimento do SP (window$) nas diversas esferas públicas. Interesante notar que o que menos se fala é sobre preços, e sim sobre capacitação e independência técnica. No rodapé da matéria, outro link mostrando que os ianques de Redmond tentaram fazer seu lobby, sem muito resultado... "

Plan9 | Os males do XML  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Anonimo Cobarde Brasileiro
  • Estado de São Paulo
  • Mais acerca Brasil
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    parabens (Pontos:2)
    por zaroastra em 19-06-03 13:40 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Da muito gozo ver que aos poucos estamos a ir para o bom caminho...
    Nem tudo sao rosas no entanto, outros sitios fazem o movimento no sentido oposto, e temos que continuar a "luta'...
    mais uma vez, parabens...
    É como em Portugal... (Pontos:2)
    por cao_negro em 19-06-03 15:40 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Numa Escola Pimaria, com muitos computadores mas com todos os problemas de quem usa windoze:
    os sistemas crasham
    hoje trabalha tudo bem, amanhã talvez (não)
    pagar licenças? a escola não tem dinheiro!

    Enfim uma séria de problemas tecnicos e legais.
    Claro que nós sabemos que quase tudo isto pode ser contornado com SL.
    Com a minha vontade de ver alguns deste problemas resolvidos sugeri que se colocasse SL, ainda por cima sendo o prof. responsavel um homem de esquerda claro que aproveitei esta caracteristica para cascar no imperialismo e nos monopólios e na globalização, etc.
    Resposta do professor: Nós tambem gostamos de utilizar aquilo que os ricos utilizam!
    Tchau ai, vou para a praia a essa tambem vão os ricos e (por enquanto) é free.
    cãoprimentos
    Re:É como em Portugal... (Pontos:1)
    por 4Gr em 19-06-03 15:45 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Qual é a lógica de associar um movimento de Software com uma posição partidária?

    Não consigo compreender!

    Eu apoio o Software Livre e todas as vantagens inerentes e sou democrata acentuadamente de direita. Surge um paradoxo então? Tenho de ser comunista para apoiar o Software Livre?
    Re:É como em Portugal... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 19-06-03 15:51 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Eu percebi o porquê dele ter puxado esse argumento. Basicamente era só mesmo para vender o peixe Software Livre.
    Concordo que o tenha feito, se achou que era uma maneira de convencer a pessoa, e acho triste aquela resposta de um professor.


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Re:É como em Portugal... (Pontos:3, Interessante)
    por cao_negro em 19-06-03 16:54 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Eu faço o desenho:
    O conceito de Software Livre aproxima-se mais de uma posição de esquerda porque é uma partilha daquilo que alguns teem em beneficio da comunidade (palavra que vem de comuna).
    Ao contrario do software proprietário que pertence a alguem, aqui a comunidade é substituida pelo mercado (capitalismo, dinheiro, lucro, ninguem dá nada a ninguem).
    Claro que eu entrei com o professor utilizando aquilo que devido ás suas (dele) ideas poderia faze-lo compreender melhor a minha mensagem
    infelizmente provou-se que ele era mais umesquerdista de trazer por casa.

    Nota:Quando poderes ás de me explicar o que a democracia tem haver com ser de esquerda ou de direita? Não há democratas de esquerda?ROFL
    cãoprimentos
    Re:É como em Portugal... (Pontos:1)
    por 4Gr em 19-06-03 19:22 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Quanto à tua Nota, lê novamente o que eu disse que está lá a resposta!

    Mas para qualquer dos efeitos, segue-se a explicação: o facto de eu ser de direita ou esquerda não implica que seja democrata. Eu apenas demarquei as minhas duas posições políticas: democrata e de direita!
    Pobre gosta é de luxo !! (Pontos:3, Interessante)
    por mpinho em 19-06-03 21:46 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Há uma frase no Brasil, dita pelo carnavalesco Joãozinho Trinta, que diz:

    "quem gosta de pobreza é intelectual, pobre gosta de luxo”

    Talvez por isso o linux seja popular somente nos meios acadêmicos. Reparem que a maioria dos esquerdistas são intelectuais, muitas vezes das classes médias e altas da sociedade.

    Espero que o noso presidente Lula, de origem humilde, não se venda a esses imperialistas.

    O pior são esses projetos de inclusão social em que colocam alguns micros velhos nas favelas, doados por empresas que aproveitam para descontá-los do Imposto de Renda, e ensinam Windows, Word, Excel e Powerpoint, em vez de programar. Viram uns clicadores de botão que nunca terão dinheiro para adquirir os software em que foram adestrados. E daqui a 5 anos estarão totalmente desatualizados...

    Mas ensinar pobres a pensar é sempre perigoso. Eles podem pensar que não são diferentes dos ricos e se revoltarem... Por isso que em nenhum país o poder tem piedade dos estudantes e revolucionários. Logo colocam-nos no paredão.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]