gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Opinião: um direito, um ataque ou uma defesa?
Contribuído por scorpio em 26-05-03 18:15
do departamento divagações
News 4Gr escreve "Saudações!

Embora este artigo fuja do âmbito maioritário do site, isto é, notícias "de Linux e não só...", acho importante discutir um tema, por vezes tão vago, como a opinião de cada um! Num site como o Gildot, em que os comentários constituem
per si, em simultâneo com as notícias, um ponto fulcral, é importante comentar sobre os próprios comentários, para que haja uma harmonia entre utilizadores e mesmo um código de conduta que nos estipule aquando da escrita de mais um comentário, tão divergente como um "lança-chamas", um "informativo" ou mesmo um "redundante".

Na sociedade de hoje em dia, e eu aprendi isso à custa da experiência própria, quem dá a sua opinião está, automaticamente, a criar inimigos. Obviamente, que devemos (e temos) de diferenciar um comentário de uma opinião: uma opinião marca, à partida, uma preferência, uma posição demarcada, enquanto que, por outro lado, um comentário pode ser apenas uma visão redundante dos factos, um complemento, etc... em suma, uma visão mais imparcial!"
"O que se verifica é que, 90% dos comentários no Gildot são, de facto, opiniões dos utilizadores. Então, poderia depreender-se que estão a criar inimigos... inequivocamente, por vezes, nota-se tal facto: uma opinião divergente é motivo para discussão, para separar grupos, para criar heterogeneidade, tal e qual como uma sociedade. Consecutivamente, podemos apelidar o conjunto de pessoas do Gildot como uma comunidade. É a sua característica mais sui generis

Mas, assim sendo, chegamos a uma conclusão: quem dá a sua opinião, cria inimigos. Inimigos talvez seja uma palavra demasiado pesada para descrever aquilo que efectivamente se sucede, logo, não-amigo será mais apropriado. E agora perguntam? E então, devemos deixar de dar a nossa opinião? Ora aqui está o cerne da questão: exactamente o contrário! A todos aqueles que por vezes hesitam, pois têm medo de "represálias" verbais, estamos a perder mais uma opinião, mais um comentário, que poderá até ser muito construtivo. As opiniões divergentes são o motivo de discussões. Caso contrário, se todas as opiniões fossem comuns e convergêssem para o mesmo, poderiamos assistir a algo do género "Gosto deste artigo", com respostas como "Concordo plenamente consigo", etc... Era exactamente isto que iria desvalorizar todo o sentido de discussão, comunidade, opinião, crítica, etc...

Isto é um apêlo: não tenha medo de se expressar, de dar a SUA opinião, e de aprender com a opinião dos outros. Não obstante, faça-o sempre com o máximo de respeito, e certamente a resposta, por mais contrária que seja, manterá o nível de respeito.

Fica... a minha opinião :-) "

Linux em notebook's na Tailandia | Countdown para a compra da Sun ?  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • 4Gr
  • Mais acerca News
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Portanto, de facto... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 26-05-03 18:35 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    na realidade, eu pessoalmente já me abstive de comentar alguns posts de utilizadores que frequentemente acabam por puxar a conversa para outros sítios, porque simplesmente acho uma perda de tempo divagar sobre o assunto X ou Y que nada tem a ver com o artigo original.
    Mas isto sou só eu. Confesso que gosto de ler uma discussão acesa sobre um tema, mas não gosto de perder tempo com mensagens de seres que se julgam mais sapientes que o próximo, porque simplesmente cada um tem a sua experiência de vida e enquanto uns sabem mas disto outros sabem mais daquilo.
    Outro tipo de discussões das quais me afasto frequente são as flames fáceis Anti/Pro Microsoft e/ou Java, os Anónimos Cobardes ou, mais recentemente, o novo bobo da corte: a SCO.
    Volto a frisar, isto sou eu. Há quem goste e quem desgoste. Eu simplesmente passo em frente :)


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Re:Portanto, de facto... (Pontos:2)
    por DomusOnline em 26-05-03 21:16 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://bandalarga.domus.online.pt/
    Independente de cromices que por aí abundem, o facto é que este meio é pródigo em gerar "flames".

    Coisas que num café acabavam em riso e "traga mais uma..." nestes fóruns tendem a gerar guerras.

    vejo isso em fóruns, nos news e nos mails. E reconheço que por vezes até eu que tenho consciência disto não me impeço de exagerar...

    O que fará quem não pára para pensar.
    E depois claro... também há a 'vida real' :)


    Cumprimentos.
    Re:Um exemplo: www.google.pt (Pontos:4, Esclarecedor)
    por pcardoso em 26-05-03 18:35 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://insomni.org
    Código de conduta? Que tal aplicar o bom senso, ter respeito pelas opiniões dos outros, ignorar comentários provocatórios (ou não responder olho por olho, dente por dente)... De que vale um código de conduta se não é (será) respeitado?

    Ando no gildot, macslash, slashdot pelos comentários... Gosto de saber o que pensam as outras pessoas, independentemente se concordo com elas ou não... Não ando por aqui para criar inimigos nem para ser inimigo de ninguém, mto menos chatear-me se o que vou dizer vai ser interpretado como um insulto para outra pessoa.. Para essas complicações já me chega o dia a dia longe do computador.. Digo o que penso, mas peso o que digo.

    Como em tudo na vida, haja calma e bom senso.. Tudo o resto é supérfluo.
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Selva (Pontos:2)
    por Psiwar em 26-05-03 19:42 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    A noção que eu tenho é que quanto mais seres humanos existe num km^2, menos é o respeito que eles tem uns pelos outros. Contando ainda com o anonimato da Internet, podes multiplicar isso por 10.

    No caso em questão, o Gildot ou qualquer fórum de igual ou maior volume de participação, sofre do que eu disse acima. Ou seja, como na vida "real", é fácil desancar uns nos outros porque há muitos mais de onde esses (e as suas opinões) vieram.

    Queria ver quantos de vós seriam tão céleres (palavra da moda) a desrespeitar o próximo e a insultar as suas opiniões se depois não sobrasse mais ninguém com quem conversar/falar/discutir.

    Por essas e por outras... (Pontos:1)
    por gibberling em 26-05-03 20:01 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    É que já não abro a boca há muito tempo, devia existir aqui união, mas o que há mais são feudos e partidos (no sentido lato do termo)...
    Re:Por essas e por outras... (Pontos:2)
    por jpgm em 27-05-03 8:42 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Qual é o sentido lato do termo? Que feudos e partidos existem? Há falta de respeito em alguns comentários sim, como o há em tudo na vida! e como em tudo na vida quem não sabe viver em sociedade e não se adapta acaba sozinho e excluido... Agora virem dizer que isto é um antro com feudos e partidos "no sentido lato do termo" é um pouco exagerado...
    Já houveram aqui discussões sem interesse tal como já cá vi discussões extremamente interessantes. Quanto a códigos de conduta, sigam aqui o que seguem na vida, se quando se anda de autocarro não insultamos o tipo que vai ao lado aqui tambem não o devemos fazer..... Não há regra necessária para aqui ou para qq outro forum que a sociedade e o bom senso já não tenham ditado...
    Desde o não ler, até à moderação e meta-moderação, à participação com artigos interessantes, etc. há toda uma panóplia de meios e ferramentas para criar a tal união e combater os tais feudos e partidos....
    Cumprimentos! zp
    O que disse... (Pontos:1)
    por 4Gr em 26-05-03 20:18 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    ... também pretendo aplicar em mim. Isto porque por vezes escrevemos com o coração e não com a razão. Deixamos o impulso definir os limites, e esquecemo-nos que é função da mente racionalizar as palavras que são proferidas, sempre tendo em conta as consequências. Eu também já escrevi com o coração...

    Tento agir, separando o bom senso da emoção, e aprendi que quando lêmos alguma coisa e respondemos logo, é mais provável escrever um comentário com emoção em detrimento do bom senso e da calma.

    Não é ofensivo exprimirmos a nossa opinião, por muito divergente que seja... mas pode ser caso o façamos com insultos, isto é, quando os argumentos escassam! Não estou isento, mas luto para cada vez mais melhorar as minhas intervenções, quer no Gildot, quer em qualquer outro fórum, quer na própria vida real!
    Re:O que disse... (Pontos:3, Interessante)
    por BlueNote em 26-05-03 23:43 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Olha eu acho-te uma graça do caraças... o teu problema é que escreveste um comentário completamente off-topic e com a mentalidade de um miúdo de 14 anos desbocado, alguém te moderou "para baixo", e bem... e agora vens com este relambório moralista... nem sei como o scorpio aprovou este arrazoado, mas enfim... deve ter acordado magnânimo!
    Re:O que disse... (Pontos:2, Esclarecedor)
    por 4Gr em 27-05-03 10:34 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Pois, efectivamente, foi isso que se sucedeu...

    Mas independentemente disso, não reparaste que eu me apercebi da asneira (raramente a cometo, mas desta vez cometi) e classifiquei a minha atitude como errada. Eventualmente um comentário despropositado, sem nexo. Não julgues que para mim o Karma que aparece na minha página da preferências me faz alguma diferença... continuo a ser feliz sem ele :-)

    E exactamente por me aperceber que errei, quis compensar isso. Talvez tu aches uma atitude moralista, despropositada, hipócrita and so on, mas, para além de fugir totalmente da realidade, não é mais do que a tua opinião.

    Espero que não vejas nem mais um comentário meu que fujo aos meus princípios, às minhas regras de discurso, e em que perco o nível! Raramente isso se sucede (embora tenha acontecido aqui, no gildot), e raramente se sucederá outra vez.


    Re:O que disse... (Pontos:1)
    por 4Gr em 27-05-03 13:35 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Pontos 0, Redundante ? LOL

    Em resposta a um comentário que foi uma crítica pessoal à minha pessoa, e que levou com +3 Engraçado.

    Pouco me interessa o meu karma, se tenho -200 ou 200, só peço ao gajo que anda atrás de mim, a procurar comentários para atribuir 0, para largar a pata e dedicar-se a algo mais útil...
    Re:O que disse... (Pontos:2)
    por mlopes em 27-05-03 14:01 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Quanto mais mostrares que estás importado pior, deixa-os estar que isso passa-lhes.Já houve perseguições bastante piores aqui no Gildot e ignorar é normalmente a melhor forma de acabar com elas, podes ver o caso do leitão que em dada altura cada comentário que fazia era imediatamente inundado com respostas ofensivas, mesmo que fosse um comentário interessante e pertinente, outro exemplo o do gamito que foi completamente perseguido por anónimos, aparentemente devido aos artigos que aprova. Até eu já tive um "corrector ortográfico"(mas não era o utilizador registado "corrector ortográfico", ou não se identificava como tal, as correcções eram feitas por um anónimo) de estimação que me corrigia todos os comentários que eu fazia e às vezes corrigia coisas que estavam bem, enfim..., o melhor mesmo é ignorares, continuares a participar que isso há de passar.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:O que disse... (Pontos:1)
    por 4Gr em 27-05-03 15:12 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    É que como sou recente aqui (já frequento à muito tempo, mas como utilizador registado, muito pouco mesmo) ainda não sabia disso! E já não é a primeira vez, nem a segunda nem terceira que posts meus têm levado perseguição! Mas enfim, vou fazer como dizes, não ligar :-)


    Inimigos? (Pontos:2)
    por dINAMItE em 26-05-03 20:46 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.ferro.eu.org
    Seguindo essa lógica de que quem dá a sua opinião cria inimigos, da qual discordo completamente, por este andar o melhor é nunca nos vermos à frente porque tu deste a tua opinião no artigo e agora eu estou a dar a minha...
    Mas, como gosto de pensar que sou amigo de toda a gente e apenas há uns que gostam mais de mim do que outros, vou dar a minha opinião sem medo de criar inimigos, inamizades ou qualquer outro tipo de "bad vibes": uma opinião mal explicada/fundamentada pode ser interpretada de uma forma diferente da original, isto faz com os receptores fiquem uma ideia errada do emissor. O problema só surge quando se descamba para a falta de educação, aí facilmente se criam inimigos e muito dificilmente se passa alguma mensagem (bem ou mal interpretada). Quem não deve não teme, as opiniões são para se dar e partilhar e por muitas divergentes que as opiniões sejam não há razões para ninguém ser inimigo de ninguém...
    Censura... (Pontos:0, Despropositado)
    por liberdade em 27-05-03 8:12 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    E a censura continua, com a atribuição de '-2' a alguns comentários. Mas os resultados estão à vista... Desde há 4 meses que as visitas têm descido coerentemente...

    ---------------------------------------
    GILDOT *Sux*
    Re:Censura... (Pontos:1)
    por sab em 27-05-03 9:04 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://virtual.inesc.pt/~sab/
    Porque é que dizes que as visitas desceram? É um opinião ou fizeste uma estatística?
    -Sab
    "Um mundo melhor é deixado como um exercício para o leitor, Paul Graham"
    Re:Censura... (Pontos:2)
    por cgd em 27-05-03 10:12 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    stats
    Conclusão (Pontos:3, Esclarecedor)
    por mlopes em 27-05-03 10:51 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Depois de atingir uma média diária de 2295 visitas em Outubro de 2002(começo a minha análise aqui porque é o valor mais alto que é antigindo antes da primeira queda) o Gildot começou a cair até janeiro de 2003 onde registou uma subida para 2233 visitas diárias em média em contraste com as 1975 de Dezembro de 2002, a subida manteve-se em Fevereiro de 2003, com uma média de 2747, para voltar a cair em Março de 2003 para 2406.
    Dia um de Abril acabaram os anónimos, o mês acabou com uma média diária de 2354 visitas, ou seja apesar de ter descido 52 visitas por dia relativamente ao mês anterior, foi a segunda descida mais pequena desde o mês de Outubro de 2003, e foi o quarto mês com maior média de visitas diárias.
    Maio de 2003, está com uma média diária de 2578 visitas, foi uma subida, como se pode verificar, e faz do mês de Maio o segundo mês com maior média de visitas diárias.

    Conclusão:O desaparecimento dos AC's não parece ter tido influência no numero de visitas diárias ao site, mas se teve foi positiva já que numa lista de oito meses (se contarmos a partir de Outubro de 2002) os dois meses que se passaram (ou estão a passar) estão ambos na primeira metade da lista dos meses com mais visitas, se fizermos a estatistica usando os 12 meses disponivéis temos então um resultado ainda mais favorável ao desaparecimento dos anónimos, já que no espaço de um ano ambos os meses estão na lista dos quatro com mais visitas diárias.

    Mais ainda, se calcularmos a média dos oito meses que passaram desde outubro temos uma média de visitas 2354 diárias, que é o numero de visitas médias diárias de Abril e está abaixo da média de visitas no mês de maio, mais uma vez a situação agrava-se se calcularmos a média de visitas diárias no periodo de um ano o que dá 2156.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Conclusão (Pontos:1)
    por RJLouro em 27-05-03 13:15 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    A tua análise está correcta, eu de facto também concordo que o desaparecimento dos AC's teve vantagens. No entanto também se deveria analisar o numero médio de comentários que cada noticia tem, uma vez que os que colocavam comentários como AC, depois do desaparecimento destes devem continuar a ver o site com a mesma periodicidade que viam.

    Era interessante que se colocassem médias relativas a numero médio de comentários por noticia antes e depois do dia 1 de abril, bem como o número de registos que ocorreram no mês de abril. Ou até mesmo o número de registos médios antes e depois de 1 de abril.

    Continuam a haver noticias com poucos comentários, notícias com muitos, continua a haver guerras, flames, comentários interessantes etc. Se no inicio via a medida como um atentado à liberdade de expressão, agora vejo que estava enganado e concordo com a medida.

    Em relação ao tema inicial da discussão, as acções ficam com quem as escreve e ficam sempre escritas sem hipótese de serem editadas. Daí que muitas vezes é salutar haver estas "guerras" desde que as pessoas tenham consciencia de que isto não é ma conversa pessoal com todos os inconvenientes que isso tem. Cabe a cada um partir das guerras para a ofensa ou não.
    Re:Censura... (Pontos:2)
    por Branc0 em 27-05-03 10:49 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Por acaso, segundo as estatisticas, há 4 meses atrás foi o record do ano em termos de visitas para o gildot. Não admira por isso que haja um reajustamento nesses dados e que se baixe um pouco a seguir. Acontece também que, apesar de terem descido um pouco, sempre estão melhores do que antes desse pico.

    Acontece também que se olhares para as médias diárias reparas que este mês tem mais visitas que os ultimos dois meses... quando quiseres suportar os teus argumentos com factos, para a próxima tenta arranjar factos que se ajustem aos teus argumentos.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Adaptar-se (Pontos:4, Engraçado)
    por Gimp em 27-05-03 9:27 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Este relambório todo levou-se a recuar no tempo, 92-93, e recordar como foram os primeiros tempos de chats e coisas do género. No início era tipo anos 60, ingénuos, paz e amor. Entretanto dedica-se mais tempo e passa a rock a la Led Zeppelin e acorda-se para uma realidade de comunicação cujas regras são bem peculiares. A fase seguinte já é heavy-metal com verborreira mental e escrita, e das duas uma, ou se aprende a ter jogo de cintura e capacidade de encaixe ou então regride-se para a fase um mas com personalidade da terceira fase. Com oconsegui produzir um relambório equiparável vamos aos factos: só vê inimigos em cada esquina quem tem mania de perseguição ou então levou com alguma coisa de que não gostou. Já troquei insultos com o mvalente e nenhum dos dois veio fazer relambórios ou submeter posts a choramingar. Falo do teu aritgo de opinião assim como do comentário do que se registou como liberdade. Frequento uma lista de malta que gosta de motos e se reúne todos os Sábados e às vezes trocámos insultos do piorio. Ninguém deixa de aparecer. Chama-se a isso ouvir opinião alheia e acima de tudo aceitar critícas. Há insultos? Ora, insulta-se também, pelo menos desopila-se.


    "No comments"

    Re:Adaptar-se (Pontos:0, Redundante)
    por 4Gr em 27-05-03 10:39 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    E eu não insulto? Os meus amigos ouvem uns quantos vindos de mim.. e vice-versa :-)

    Mas isso é tudo saudável. Agora, é irrefutável que quem marca uma posição, e quando digo posição, não é opinar sobre a cultura da batata na faixa de gaza, mas uma demarcação ideológica que pressupõe ideais bem vincados, cria automaticamente pessoas que vão discordar, e considerá-lo parvo. É inevitável. Se eu agora me assumir como sendo do PSD, vou ter, automaticamente, pessoas que concordam a apoiar-me, e pessoas, que por terem diferentes ideais, vão achar que sou um idiota chapado por defender um partido que vai contra os ideais dele. E claro, também existem aqueles que se mantém imparciais, que é totalmente indiferente se é X ou Y...
    Conclusão (Pontos:2, Engraçado)
    por MrVi em 27-05-03 9:58 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://nuno.eth.pt/
    Resumindo as tuas palavras numa frase, podemos dizer que: "vamos criar novos inimigos para enriquecer o gildot."

    ---------
    Nuno Loureiro
    A minha humilde opinião... (Pontos:1)
    por Vox em 27-05-03 11:55 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    ...sendo está a minha primeira participação não podia perder esta oportunidade para subscrever inteiramente o artigo do scorpio até porque este foca o cerne do Gildot ou seja os artigos e a sua discussão pelos utilizadores. Para mim todas as opiniões são bem vindas mas não se esqueçam da razão que vos trás aqui todos os dias, porque ela faz de nós "linuxlovers" um grupo muito unido neste país à beira-mar plantado.
    You plant a demon seed and you raise a flower of fire.
    Hints... (Pontos:4, Esclarecedor)
    por mvalente em 27-05-03 12:36 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    não tenha medo de se expressar, de dar a SUA opinião, e de aprender com a opinião dos outros.

    Alguns topicos sobre os quais devemos reflectir e q acho estão na base de muitas flamewars que acabam por acontecer no Gildot:

    • muita gente (os relativistas) não sabe argumentar; dá a sua opinião e acha q tem razão apenas pq tem direito à sua opiniao. Qto a apresentar factos que a sustentem... tá quieto.
    • muitos outros (os colectivistas) não sabem respeitar pontos de vista individuais apenas pq "não são a opinião da malta". A "malta" define o que está certo ou errado e ai de quem tenha ponto de vista contrario e factos que o sustentem.
    • outros (os altruistas) até concordavam com uma opinião, um facto ou um ponto de vista. Mas acham que a forma de o dizer não foi a melhor, "existe outra maneira de dizer as coisas", "tem de se ter respeito pelos outros". Passa-se da discussão do conteudo para a discussão da forma
    • Muitos trazem à baila "pontos fracos" pessoais qdo se sentem insultados por um "estupido", "cretino", "irrazoavel" ou qq outra palavra de português de dicionário. Muitas vezes a palavra, tida como insulto, apenas critica o processo de raciocinio e não a pessoa. Mas a pessoa sente-se atingida...
    • Finalmente, mta gente que por aqui anda já devia saber que comunicação mediada por computadores (email, news, gildot) sofre da falta da comunicação não verbal (sorrisos, olhares, gestos de mãos, encolher de ombros). E acaba por se "picar" com posts nos quais interpretam um sentido que o autor não quis dar.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    hummm... (Pontos:1)
    por edsonmedina em 29-05-03 9:29 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Concordo plenamente consigo

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]