gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Taxa TV
Contribuído por vd em 24-05-03 22:22
do departamento eu-pago-tu-pagas-ele-paga...pagamos-todos
Televisão Em Dezembro de 2002, submeti um artigo sobre a re-introdução do pagamento da Taxa TV nos bolsos dos contribuintes, precisamente 5 meses depois os valores "saltam cá para fora".
Segundo a SIC, "A taxa - de 1 euro e 60 cêntimos por mês - vai ser incluída, todos os meses, na factura de electricidade. Feitas as contas, por ano, a "contribuição para o audiovisual" vai custar 18 euros e 20 cêntimos.
Todos os consumidores que gastem mais de 400 quilowatts de electricidade anualmente vão ser obrigados a pagar, o que será a maioria esmagadora."

Esta medida está incluida no plano de financiamento da televisão do estado e o Decreto-Lei deverá ser votado antes do verão, depois de aprovada a Lei da Televisão aprovada dia 20 deste mês em Conselho de Ministros.

Referências: SIC

Chips nas notas de EURO | Java mais aberto  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • SIC
  • Mais acerca Televisão
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Acabe-se com a RTP (Pontos:3, Esclarecedor)
    por jorgelaranjo em 24-05-03 23:50 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://lesi.host.sk/fueg0/
    Eu sou a favor de:
    Se a RTP não dá lucro e é um Elefante Branco para o estado, então venda-se a RTP a outro operador. Se não a querem, vai *para a falência* !
    E pronto!
    :D
    Qualquer dia ainda vamos ter uma taxa para usar a internet não ?
    :D
    Ou pelo menos tirem toda a publicidade da RTP e deixem de fazer programas em que qualquer ZÉ Parvo Porque Eu Apareci nos *Atormentados* ou no *Massa&Pao* e ja posso ser apresentador.

    Tipo BBC Prime. Assim valia a pena pagar.

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    http://fueg0.tk
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por Lowgitek em 25-05-03 1:05 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.youthinkwedo.com
    Não percebo... tirar a publicidade para que ? SE já com a publicidade a pagar parte da dívida é o que é acaba por ser o zé povinho a pagar a conta quanto mas se retirarem toda a publicidade...

    Em relação a vender a um outro operador privado...

    Pergunto-me para quê ?

    Para termos mais uma sic ou tvi... sim porque o privado já deu mostras do que é capaz ou seja programas para encher linguiça como dizem na minha terra. Dou graças por ter cabo e parabólica se não ainda poderia ficar atrofiado do cerebro como muitos a ver a televisão nacional andam a ficar, e isso falando tanto do privado como o do pseudo público.

    Retirar o único meio ainda existente de fazer o estado fazer falar as massas é um erro crasso no entanto não devemos nós contribuintes andarmos a pagar facturas faraônicas para sustentar um elefante branco despesista, apoio algo como aconteceu com a tap, um gestor sério que saiba por aquilo em ordem, que apesar de todas as tentativas dos sectores privados e do grupo de lobbies conseguiu ir para frente mesmo quando tudo apontava para trás.


    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:1)
    por foo em 25-05-03 1:27 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    sempre podes fazer como eu: não vejas tv, compra um livro, ouve um cd :)
    ou então aproveita e dá uma ajuda ao miúdo nos trabalhos de casa e interesa-te pela educação dele.
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por jorgelaranjo em 25-05-03 12:33 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://lesi.host.sk/fueg0/
    primeiro é preciso ter filhos... :D

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    http://fueg0.tk
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:3, Engraçado)
    por racme em 25-05-03 18:03 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    primeiro é preciso ter filhos... :D

    precissamente, mas sem a TV como os fazer...? tas tu a pensar ne?

    Mas o foo deute a resposta,
    ...compra um livro,...
    e se tiver ilustrações ainda melhor :)


    Make World; Not War;
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por jorgelaranjo em 25-05-03 19:22 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://lesi.host.sk/fueg0/
    isto agora e engraçado... mas acho que antes de haver TV havia muitos mais filhos dos casais...

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    http://fueg0.tk
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por BlueNote em 25-05-03 21:36 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Isso é porque antes de haver TV também não havia anticoncepcionais!
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por mlopes em 26-05-03 10:37 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Nem taxa, logo o pessoal tinha mais dinheiro para sustentar as criancinhas. ;)

    Humm.... que maneira mais rebuscada de voltar ao tópico! :)

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por Lowgitek em 26-05-03 8:50 GMT (#40)
    (Utilizador Info) http://www.youthinkwedo.com
    O problema e que eu assisto televisão, mas nunca me lembro de ver os canais nacionais, o que me pergunto é porque é que devo pagar por algo que não uso, não quero contribuir e que de certa parte ja estou a pagar ? :)

    Em relação aos miúdos é sempre uma boa opção visto que cada vez temos menos tempos para eles(pera já estou a falar no plural ? uma já da trabalho que chegue não me dêem mais ideias :])


    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:3, Interessante)
    por henrique em 25-05-03 10:56 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    A tua intervenção revela um desnorte completo...
    Em primeiro lugar, a publicidade na RTP é precisamente aquilo que tem tornado menos pesado o fardo sobre o orçamento de Estado.
    Em segundo lugar, se bem que a RTP tenha programas indistinguíveis de muitos outros nas televisões privadas, também tem muitos que não têm lugar nas televisões privadas que temos. A RTP2 está cheia de exemplos. E não nos esqueçamos que a maior parte da população portuguesa não tem acesso ao Odisseia, História, Discovery, etc. A maior parte da população portuguesa apenas tem acesso a 4 canais.

    A RTP deve gerir melhor os recursos que tem? Sim, sem dúvida.
    A RTP deve melhorar a qualidade dos seus programas? Sim, sem dúvida.
    A RTP deveria acabar com o canal 1? Defendo que sim.
    A RTP deveria acabar com todos os canais e deixar o público confinado ao entertenimento popular dos canais privados? Evidentemente que não!

    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 25-05-03 15:44 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    E não nos esqueçamos que a maior parte da população portuguesa não tem acesso ao Odisseia, História, Discovery, etc.

    Pois é, mas essa grande maioria (que muitos não têm TV Cabo/Cabovisão/satélite por opção e não por falta de meios), também já não vê a RTP2 por opção (o Big Brother é mais fixe...), por isso mesmo que tivessem, não ia mudar muito...

    Apesar de este assunto todo girar mais à volta de aspectos financeiros, convém nunca esquecer que os shares televisivos passam tanto pelos programas como pela mentalidade daqueles a quem se oferecem.
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por BlueNote em 25-05-03 21:41 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Eu não tenho cabo, tenho parabólica ("57 channels and nothing on...") e vejo a RTP2.
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por Arrepiadd em 27-05-03 10:22 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    E não nos esqueçamos que a maior parte da população portuguesa não tem acesso ao Odisseia, História, Discovery, etc.

    Bem, relativamente ao Discovery, é mesmo a maioria da população portuguesa. A TvCabo decidiu, brilhantemente (NOT!) tirar o Discovery da sua programação. Como se qualquer dos outros canais de documentários cobrisse o que o Discovery oferecia...

    Ainda para mais, exactamente quando o Discovery estava a sofrer o processo de transformação para o português de portugal em vez do do brasil.

    Não percebo o porquê de tal decisão e acho uma pena que o tenham feito. Era dos vários canais de documentários o que tinha uma maior ligação à ciência laboratorial, química, biologia, investigação forense e por aí adiante. Fazia falta e era um dos meus canais de selecção.

    É triste que um canal destes saia da programação, mas quem sou eu para dizer alguma coisa...

    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:1)
    por YuggY em 27-05-03 15:04 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    É triste que um canal destes saia da programação, mas quem sou eu para dizer alguma coisa...

    Suponho que sejas um cliente que lhes dá dinheiro todos os meses para que existam! Acho tão estranho as pessoas queixarem-se e continuarem a pagar como se fossem obrigadas a isso...

    Pessoalmente sempre recusei todas as promoções da TvCabo pois não me permitem pagar por aquilo que realmente desejo ver. Provavelmente pagaria apenas o discovery, o odisseia e o história. Tudo o resto é paisagem!

    Os tipos lá dizem que é 'Tecnológicamente Impossível', e eu adoro esta expressão, principalmente quando falada por um promotorzeco qualquer que nem sabe o que é um computador! Não posso deixar de me rir e de poupar os 20€ por mês!
    Re:Acabe-se com a RTP (Pontos:2)
    por mlopes em 27-05-03 15:14 GMT (#63)
    (Utilizador Info)

    Provavelmente pagaria apenas o discovery, o odisseia e o história. Tudo o resto é paisagem!

    Olhe que não, olhe que não, a SIC Radical tem e series fixes, e algumas que já não dão também eram fixes!
    É estranho como às vezes até acho giro ver episódios do star trek de 1900 e troca o passo.


    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Lá era assim... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 25-05-03 0:33 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Nos tempos em que estive em Londres fiquei a saber que lá também existe a Taxa de Televisão.
    Só que lá a aplicação da Taxa é diferente: podes pedir isenção e de vez em quando vai um inspector (de visita marcada!) vêr se realmente não tens uma TV lá por casa.
    Acho esta maneira de fazer as coisas a mais justa de todas, independentemente da qualidade do serviço prestado.
    Cá no burgo, a lei é "comem todos ou não comem nenhum" por isso a injustiça continua. A minha previsão é que o governo cai até ao fim do ano.
    Vou contactar a William Hill a ver se eles estão interessados em abrir uma poll de apostas para o pessoal que estiver interessado em ganhar algum dinheirito com este tipo de previsões :)


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Re:Lá era assim... (Pontos:0, Gozão)
    por 4Gr em 25-05-03 0:50 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Focando a tua "previsão" de o governo caír até ao fim do ano (muito improvável, but wait, estamos em Portugal) vamos tentar vêr o futuro:

    - BE, e os seus pseudo-intelectuais neo-comunistas afirmam-se. Quase 3% de votos obtidos; - PCP, após votos negativos, decidem encerrar o partido. Carlos Carvalhas tem um ataque cardíaco..- PS, dedicam-se, em full time, à pedofília, e aproveitam mais uma bela oportunidade do brilhante povo português para arrasar mais um pouco o país

    Mas felizmente ainda há bom senso, o que permite discernir quem realmente trabalhou no governo. Não é que esteja a defender o PSD/PP (sou filiado na JSD, por isso posso ser suspeito...) mas simplesmente, são a melhor coisa que Portugal tem, embora muito longe de serem perfeitos.

    Quanto à taxa paga, eu concordo. Não é um valor assim tão elevado, e garante melhor qualidade e mais financiamento no serviço!
    Aproveito para manifestar a minha relutãncia em acabar com a RTP1/2, sem dúvidas as melhores estações. Caso isto se sucedesse (felizmente tenho tv cabo...) as pessoas que apenas têm antena podiam-se dedicar a sessões inacabáveis, 24h/dia de novelas interessantíssimas, ou então, ao Big Brother e afins...
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por jorgelaranjo em 25-05-03 0:57 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://lesi.host.sk/fueg0/
    Vamos então rever ...

    Durão Barroso e Pedro Santana Lopes lutam por serem Presidente da Republica, mas quem vai para candidato ? (Acabado Silva)!
    E quem ganha? Mario Só Ares!

    E o que acontece ao PPD/PSD? Bom, já que a ideia de pagar a taxa foi deles e como o Paulo Portas já não pode roubar mais da Amostra então parece que vai cobrar uma taxa aos militantes da JSD que dizem eles não é uma taxa muito alta, logo não se importam de a pagar sozinhos.

    Porque devem ser eles que ligam a TV para ver a RTP 1 sem ser pelo futebol.
    Ainda se fosse para levar o cabo a todas as casas ... (CABO E NAO CABO POR SATELITE) !

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    http://fueg0.tk
    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por smsp em 26-05-03 8:45 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    eu vejo rtp sem ser pelo futebol e, hey, nao sou filiado em nenhuma juventude-whatever.

    consigo, assim de repente, lembrar-me de, por exemplo: sopranos, britcom, telejornal, prós&contras. depois temos o tal serviço público, coisas infimas como o "bom português" (que tanto jeito me vao dando. a d'ontem foi engraçada, porque eu conheço realmente pessoas que dizem "qualqueres", go figure...). bem, só uma pequena amostra.

    ah, and btw, nao há outro serviço jornalistico televisivo em portugal de tanta qualidade :) ok, a sic "descobriu" o caso casa pia, mas vai fechar em breve, ao ritmo que estao a perder empregados para a prisão preventiva. just my 2 cents.
    smsp.

    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Endymion em 26-05-03 15:09 GMT (#48)
    (Utilizador Info)
    Tenho de concordar que a RTP lá se vai salvando em termos noticiosos...
    Re:Lá era assim... (Pontos:2, Engraçado)
    por GotTLoS em 25-05-03 0:59 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Não é que esteja a defender o PSD/PP (sou filiado na JSD, por isso posso ser suspeito...) mas simplesmente, são a melhor coisa que Portugal tem...

    Não tás nada a ser suspeito!! longe disso.
    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por 4Gr em 25-05-03 12:30 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Se fosse pela opinião de muitos conhecidos meus, (do PSD), diriam-me para alistar na JS, esperar que eles voltem ao governo, engendrar um esquema daqueles bem porreiros e ficar rico em pouco tempo... não era mal pensado, mas vai contra os meus ideais!
    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por GotTLoS em 25-05-03 18:44 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Eu penso que a politica não e' propriamente o metodo mais rapido de ficar rico. Mas se tu dizes isso, tu la' sabes que tipo de negocios o PSD anda a fazer ;)
    Ja' agora também um comentario ao teu primeiro post.
    Em primeiro lugar o respeito pelas pessoas e' bonito em qual quer quadrante politico, se isso nao e' habito no PSD, pelo menos la' em casa deviam ter-te ensinado isso.
    Em segundo eu sou a favor da taxa de televisao mas so' deixando a RTP de ter publicidade e ser apenas suportada pelo orcamento de estado e pela tal taxa. Quanto ao segundo canal, penso que e' uma ma' atitude do governo. Aqui como em todos os paises existem minorias que nao tem paciencia para ver certos programas e existe tambem uma enorme maioria que nao tem paciencia para ver outros. Assim podiamos ter uma televisao que agradasse a (quase) todos.
    Inte'
    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por 4Gr em 25-05-03 19:27 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Mas se tu dizes isso, tu la' sabes que tipo de negocios o PSD anda a fazer ;)

    Como acabaste de perceber, esse comentário, indutivo, é nem mais nem menos, uma falta de respeito, mas algo a que eu já estou habituado. Afinal, vive-se em Portugal, 12% são analfabetos e 30 e muitos % votam no PS...

    À parte disto, devo dizer que todos os ideais transmitidos pelo PSD/JSD são incutidos de valor. A crítica que fiz ao PS não tem nada a ver com o partido que defendo/apoio, mas sim comigo apenas. Logo, foi lamentável que tivesses englobado o PSD em afirmações minhas. Pena que tenhas praticado o mesmo.. Pela boca morre o peixe!

    Mas deixando as discussões partidárias de parte, ainda existe uma grande quantidade de pessoas (eu incluido) que gosta de ver programas da RTP2. Como o Big Brother liderou as audiências, depreende-se que, das duas uma: ou os resultados das sondagens não são plausíveis, ou então a maioria da população portuguesa está habituada a maus programas. Ora, como se pode verificar, é a segunda hipótese que permance. Como tal, se seguíssemos audiências, existiriam 2 canais, a passar consecutivamente Big Brothers, entre outros!


    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por GotTLoS em 25-05-03 20:46 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Ainda e' possivel alguem ter opinioes sem ser de nenhum partido? ou todas as pessoas que nao tem a mesma opiniao que tu sao do PS ou sao analfabetas? Mas se queres mesmo saber, sou acima de tudo um democrata e como tal vou votar mas em branco porque os politicos que temos nao me merecem qualquer confianca. (ja' nao sou o unico aqui:)
    Mas adiante.
    Quanto 'as audiencias... inflizmente temo que reflitam o verdadeiro tipo de telespectadores que existem em portugal. Mas isso nao e' razao para que o canal2 seja entregue a essa entidade que e' a sociedade civil (que ninguem sabe quem e') e no canal1 continue a passar o mesmo tipo de programas que tem passado ate' aqui. Essa e' a parte com que nao concordo. E' perfeitamente comportavel ao estado "alimentar" um canal que apesar de ter poucas audiencias ainda "alimenta" os seroes a certas pessoas (pelos vistos tas incluido).
    Inte'
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Arrepiadd em 27-05-03 11:07 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    Como o Big Brother liderou as audiências, depreende-se que, das duas uma: ou os resultados das sondagens não são plausíveis, ou então a maioria da população portuguesa está habituada a maus programas.

    Por acaso são ambas as hipóteses que estão correctas. A segunda não é preciso justificar, no entanto a primeira, se calhar é melhor referir.

    As audiências são medidas, não em toda a população, mas apenas em algumas casas. As pessoas que têm um audímetro, recebem um número e quando vêem um canal, o aparelho regista que o membro número 1, 2 ou qualquer que seja, daquela família está a ver o Sic Notícias, Canal 18, a TVI, whatever... No entanto o problema está na distribuição dos aparelhos.

    Uma distribuição eficiente dos aparelhos de medição, reflectiria (numa menor escala) os vários escalões da população, bem como os vários tipos de acesso a canais de televisão. Se os escalões da população estão bem reflectidos, não sei mas suponho que sim, no entanto o rácio de pessoas que têm o aparelho e tv com 4 canais para os que têm o aparelho e tv cabo está claramente deturpado. Num universo com 850 lares (dados da Marktest), a percentagem com TvCabo é ridícula.

    Existiu há um tempo um projecto para o aumento do número de lares com TvCabo incluídos nas medições de audimetria, mas foi chumbada pelos três canais públicos (não percebo é o que é que estes têm que mandar).

    Os canais públicos limitaram-se a fazer o que lhes devia. Disseram que não a algo que lhes ia baixar a audiência (já que iria dar maior margem ao cabo).

    Pena é que assim não se reflecte a realidade, televisiva, portuguesa...

    Canais públicos não... (Pontos:2)
    por joaobranco em 27-05-03 13:28 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    O termo canais públicos que usas aqui está incorrecto. Estás a referir-te aos operadores hertzianos (os que emitem fora do cabo - a RTP, SIC e TVI). Mas nota que eles são também responsáveis hoje em dia por uma percentagem importante da emissão para os canais não hertzianos (cabo e satélite).

    Quanto ao direito que eles tem de fazer isto: são eles principalmente que COMPRAM os dados de audiometria, logo tem o direito de clientes de pedir que lhe forneçam o que querem ;-). Se os anunciantes estivessem interessados em pagar por dados mais precisos, fá-lo-iam...

    Cumps, JB

    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por RJLouro em 25-05-03 1:05 GMT (#7)
    (Utilizador Info)

    Quanto à taxa paga, eu concordo. Não é um valor assim tão elevado, e garante melhor qualidade e mais financiamento no serviço!

    Se o pagamento de uma taxa fosse significado de melhor qualidade do serviço, eu era o primeiro a concordar com muitas taxas, começamdo pelas famosas propinas no ensino superior. Wake up, estamos em Portugal, independente do partido que governa, a medida só vai servir para o estado amealhar mais dinheiro para gastar noutros fins. Acho que já descobrimos onde vao buscar o dinheiro para as licenças M$ (esta ultima frase era só uma piada)


    Re:Lá era assim... (Pontos:4, Interessante)
    por Lowgitek em 25-05-03 1:15 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.youthinkwedo.com
    Acho piada ....

    PS dedicar-se a pedofilia.... O poder dos media em Portugal controlado por forças da direita completamente é de matar nos dias de hoje.

    O engraçado e que sempre que ha algo que manche ou crie qualquer incomodo no partido que esta no governo, há toda uma engrenagem de fazer noticias e escândalos que abafa rapidamente seja com denuncias falsas ou não (não tenho conhecimento dos factos) acabam por desviar atenção dos que andam na ribalta.
    O mais engraçado e que por essas mesmas alturas aproveitasse para porem em andamento projectos de lei que vao ao bolso do Sr Zé e compania e vão se aprovando as barbaridades que se encontravam em fila de espera em ritmo alucinante, e quando não é isso optsa sempre por falar em futebol.

    Em relação aos dos 3% acabo por achar que faz falta aos 3% terem qualquer coisa a mais, pelo menos só para fazer de conta que naquelas cabecinhas que lá andam por aquele sítio tão nobre ainda tem ideía reais e a pensar naqueles que os la puseram.

    Em relação a porcaria da taxa só me dá vontade de rir, afinal já pago a tv cabo para me prestar o serviço e acabo por ter de pagar novamente ao estado pelo mesmo serviço de difusao, afinal parece me que anda algo mau aqui, ando a pagar duas vezes a mesma coisa. A e se é por causa disso não me importo nada que me retirem todos os canais nacionais, não fazem cá falta nenhuma e por mim bem podiam mandar todos os retransmissores todos ao chão que tb pouco me importava.

    Só é pena que só se abra a boca e sefale mau e em primeira página aquilo que interessa a certos grupos a la vir. Qualquer dia não nos admiraremos nada se tivermos que pedir deputados ali ao lado emprestados...

    Re:Lá era assim... (Pontos:0, Redundante)
    por 4Gr em 25-05-03 12:28 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Pois nem mais, é tudo uma conspiração de ordem mundial, com os media sendo os principais intervenientes. Na verdade, todos os que entraram no processo crime "Casa Pia" são inocentes, e tadinhos, nunca fizeram tal coisa.

    Não vou entrar em divergências relativamente ao PS. Simplesmente, há os que vêm, há os que não.
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por MacLeod em 25-05-03 14:57 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    E como é óbvio, a nossa salvação era o BE no poder e sermos todos ovelhas do Louçã.
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por BlueNote em 25-05-03 21:50 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Quem escreve o que tu escreves só mesmo pelo país estar podre.

    Quando forem engavetar o gajo do PSD de que o expresso falou, aplica o teu raciocínio e vem cá escrever que és de um partido de pedófilos!

    Antes que venhas com merdas, não sou filiado em partido nenhum.

    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por smsp em 26-05-03 8:47 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    realmente é triste as generalizações que se vêm por cá. e eu que pensei que isto era uma comunidade livre de preconceitos, irra.

    OS COMUNISTAS COMEM CRIANCINHAS!
    smsp.

    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por mlopes em 26-05-03 11:19 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    E como disse ontem num dos canais privados o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, convém lembrar que o homem ainda não foi condenado, neste momento é um arguido num processo, sendo que isso não significa que ele seja pedófilo, mas sim suspeito.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 26-05-03 8:46 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://www.youthinkwedo.com
    E ainda há aqueles que continuam sempre a quere politizar a justiça...
    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por 4Gr em 26-05-03 12:38 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    A atribuição de 0 pontos + redundante ao meu post foi ridiculamente facciosa. Devia haver mais cuidado a moderar os posts, mas enfim...

    Post Scriptum - Este, também vai ser moderado da mesma forma, ou leva com um -1?
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 26-05-03 13:37 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://www.youthinkwedo.com
    Não é para tomar partido mas... uma má moderação só se compara a um comentário facista e sem sentido. É triste como se vê a politização de algo que nunca poderá ou não deverá depender da cor política e da opnião pessoal ou de um grupo de pessoas.

    As leis existem e são para se cumprir, e que não o faz arriscasse a ser vítima disso mesmo, excepto quando falamos de países que são como república das bananas em que o poder político esta intressícamente relacionado com o poder judicial. Não há espaço para julgamentos públicos e justiça popular, acho que já é tempo de deixarem a justiça trabalhar e não tentarem tornar isso em mais uma arma de arremesso para futuras campanhas políticas, e acho mesmo que essa preucupação já se vê a nível inter partidario, afinal quem tem telhados de vidro....
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por mlopes em 26-05-03 15:36 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    O teu comentário não é redundante mas é off-topic e portanto despropositado, e nem sequer se pode considerar informativo, interessante ou esclarecedor porque não passa de um comentário idiota e sem conteudo nenhum de interesse, ao nivel do comentário feito pela sopeira que sabe da noticia pelas menssages que correm em rodapé durante a transmissão do BigBrother.

    Para tua informação e em resposta ao teu comentário que alguém moderou para baixo ( e bem na minha opinião), só te posso tentar explicar que um arguido num processo não é culpado e é por esse mesmo motivo que existe ainda um processo, até que o processo acabe e os seus arguidos sejam dados como culpados, todos eles podem ser considerados inocentes, ao contrário do que dizes no teu post.
    Relativamente a terem feito ou não, a ver vamos, para isso mesmo é que decorre um processo, para esclarecer se fizeram, o que fizeram, quem o fez, e quando o fez.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por 4Gr em 26-05-03 19:59 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Então quando a sentença for proferida peço que venham aqui mudar a classificação para +5, Informativo...
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por mlopes em 27-05-03 0:15 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    O facto de se vir a provar (ou não) a inocência dos arguidos (e não estou a querer dizer que penso que eles sejam inocentes, como também não estou a dizer o contrário, até porque não tenho dados suficientes nem autoridade para julgar ninguém) não faz com que o teu comentário deixe de ser uma condenação sem provas e que tenhas condenado e difamado os suspeitos antes mesmo de a justiça os ter condenado, espero que não sejas daqueles que depois vêem dizer que este tipo de situações destroi a imagem de alguém mesmo que depois se venham a provar inocentes, porque o teu comentário é um exemplo de como as pessoas realmente destroem a imagem dos outros antes mesmo de que haja provas daquilo que eles fizeram.

    Se o teu comentário fosse dirigido a alguém que tivesse sido condenado, ou que não estivesse apenas em prisão preventiva, então já não seria grave, de qualquer maneira não mereceria +5 pontos e não deixava de ser off-topic, mas off-topic já esta discussão está desde há alguns comentários atrás.

    Já agora, gostava de deixar aqui claro que apesar de ter dito que o teu comentário é idiota, não te estou a querer chamar idiota, estou simplesmente a classificar algo que disseste (o facto de uma pessoa dizer algo que na nossa opinião é idiota não faz dela um idiota, nem sempre se pode dizer coisas acertadas), e reparei no teu artigo e às tuas referências a inimigos, espero que não me estejas a incluir, já que eu não tenho inimigos nem tenho intenção de os fazer, estou simplesmente a discutir uma posição com a qual não concordo, até porque se não houvesse posições discorantes a discussão não tinha interesse nenhum, era só alguém a dar a sua opinião e uma enxurrada de comentários a dizer "sim senhor!", "muito bem", "concordo", etc...

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Lá era assim... (Pontos:3, Interessante)
    por Gamblit em 25-05-03 12:34 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    O comentário que se segue é a minha opinião pessoal, espero que ninguem a leve muito a peito (como já é costume...)

    IMHO politica = palhaçada, pelo menos em portugal (e mais recentemente fiquei a achar o mesmo dos EUA). Sempre votei em branco porque não apoio palhaços mas também não quero contar para abstenção. Quero que se saiba que não gosto de nenhum, que estão todos errados e que a maior parte deles está lá porque trabalha 5 anos e fica a receber o ordenado para o resto da vida! NINGUEM trabalhou no governo.

    Quem foi o palhaço que deixou que se construissem dois estádios dentro da mesma cidade? Eu sou socio do sporting por outras modalidades que não o futebol (não gosto de futebol), e como tal não gosto que tenha de sair do meu bolso a construção de infraestruturas em duplicado desnecesariamente. Como se disse numa qualquer thread anterior, este pais gira um bocado (NÃO É COMPLETAMENTE como alguem disse) à volta do futebol. O primeiro governo que pusesse benfica e sporting a jogar no mesmo estádio era um governo morto.

    Claro que isto mostra a mentalidade do povo portugues. Quem está no governo só faz o que faz porque ninguém se queixa, porque o povo deixa. Infelizmente somos muito comodistas... Já se viu aqui no gildot várias pessoas que se queixam de tudo e de nada, mas nunca ninguem se mexe (a minha pessoa incluida).

    Voltando ao topic ao qual já fugi muito mais do que devia, concordo com o pagamento da taxa. Mais uma vez a mentalidade portuguesa é a de querer tudo e não pagar nada. É um serviço que temos, é justo que se pague por ele. É um serviço que deixa muito a desejar em termos de qualidade, mas as privadas são piores. E não é sem dinheiro que se melhora! É certo que nem toda a gente faz uso do serviço e que como tal não deveria pagar a dita taxa, mas o esquema que dizem ser usado em inglaterra não serve, toda a gente iria alegar que não via televisão!

    Além do mais, eu posso querer ver um programa na televisão nacional pública uma vez por mês. Tal como uso o hospital apenas de vez em quando e parte dos meus impostos vão para manutenção do hospital (serviço público) acho que não é mais que justo que se pague também uma taxa de televisão (serviço público que também só uso de vez em quando). Há muitas pessoas que assinam a sporTV só para verem um jogo de vez em quando. Qual o problema de "assinarem" a RTP para verem um programa qualquer de vez em quando?
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por TarHai em 25-05-03 13:31 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Nao sei se reparaste nas noticias, mas lodo e corrupcao existe em todos os partidos. A diferenca e que quem tem mais poder costuma ter armadura para se defender.

    A SIC defende o pagamento da taxa? Ela vai ganhar dinheiro com isso? O que se ganha com publicidade nao chega? Nao sou propriamente de direita, mas andar andar a sustentar o lucro de privados com o dinhero dos contribuintes e andar a viciar as regras do jogo. Sinceramente, existem mais onde gastar dinheiro que em televisao.


    ## I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Re:Lá era assim... (Pontos:3, Interessante)
    por Endymion em 25-05-03 14:23 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    O teu comentário parece um artigo tipico do expresso ou do independente, sendo a unica coisa que se aproveita em todo o texto o ultimo paragrafo com o qual concordo.

    Pobre país aquele sem oposição adequada. Ou então seria estilo UK em que os jornais fazem o papel de oposição. Mas espera, os jornais sao qse todos de direita aqui, não é verdade? Estratégia muito eficaz, copyright Bush TM.

    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por 4Gr em 25-05-03 15:42 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Os jornais são de direita...

    Peço desculpa, ainda existe alguém de esquerda?
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Endymion em 25-05-03 16:15 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Em portugal talvez não (talvez o mais parecido que exista seja a Visão pelo tipo de posturas habitualmente assumidas). Mas a titulo de exemplo, o Guardian e o Independent do Reino Unido são considerados moderadamente de esquerda. E "left parties" existem em todo o lado, incluindo nos EUA (The Greens). Mas afinal o que é, para ti ser-se de esquerda? Catalogas tudo automaticamente como comunista?
    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por 4Gr em 25-05-03 19:19 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Não estabeleço uma relação intrínseca entra o comunismo e o esquerdismo, embora uma esteja contida na outra. O comunismo representa algo mais extremista, a típica prática utópica que reflectia os estudos de Marx e os acontecimentos praticos por Lenine, Estaline, Fidel Castro, entre muitos outros...

    Relativamente à esquerda, não tanto extremista, vejo-a como uma ponta solta, baseada numa ideologia algo utópica e, sem dúvida, impraticável. Contudo, não é tão extremista como o próprio comunismo, embora seja uma forma diferente de o praticar.

    No fundo, sou absolutamente contra regimes políticos de esquerda/comunistas!
    Re:Lá era assim... (Pontos:3, Engraçado)
    por Gimp em 25-05-03 23:29 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    "No fundo, sou absolutamente contra regimes políticos de esquerda/comunistas!"

    Sempre que ouves falar de como o Allende foi deposto deves ter um orgasmo. Já não chegava os k7 de esquerda agora temos os k7 de direita que ainda por cima são mais chatos...


    "No comments"

    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por mlopes em 26-05-03 11:21 GMT (#43)
    (Utilizador Info)

    a típica prática utópica que reflectia os estudos de Marx e os acontecimentos praticos por Lenine, Estaline, Fidel Castro, entre muitos outros...

    Para a direita mudam-se os nomes mantem-se as situações: Hitler, Mussolini, blá, blá, blá....


    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Psiwar em 26-05-03 19:47 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    O Hitler a modos que era socialista.
    Mas por exemplo o Salazar era de direita.

    Direita/Esquerda não significa muito nestes casos.
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Endymion em 26-05-03 20:24 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    O nome do partido tinha "socialista" algures pelo meio, mas o fascismo é um sistema de direita. O "PSD" intitula-se "social-democracia" e n é de esquerda, pois n?
    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por Psiwar em 26-05-03 20:54 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    De facto o Hitler em si não gostava de algumas ideias do socialismo, principalmente as que lidavam com a igualdade (sexo, raça, etc). No entanto, o partido Nazi (Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães) cresceu como um movimento socialista e foi assim que conquistou a Alemanha afectada pelo desemprego e pela desigualdade (criada pela republica de direita). Ora o fascismo não passa de uma ditadura nacionalista e é irrelevante a cor politica porque tanto pode sair de um Fidel como de um Salazar.


    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por mlopes em 27-05-03 0:18 GMT (#58)
    (Utilizador Info)
    O "nacionalismo" é uma ideologia de direita, e o partido Nazi sempre foi "nacionalista" ao máximo, talvez a sua politica económica fosse socialista e portanto mais atrativa para a classe trabalhadora, mas a ideologia essa era de direita.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por MacLeod em 27-05-03 15:32 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    Não acho que seja uma ideologia de direita. Aliás, sabes certamente que a URSS era profundamente nacionalista, assim como é a China. Nacionalismo é um conceito egoísta, que habitualmente podemos encontrar nas políticas _extremistas_ tanto de esquerda como direita. Diria que o nacionalismo é característico de uma ideologia totalitária, sem distinção de esquerda ou direita.

    Já agora, ainda sobre o socialismo de Hitler, aqui fica uma boa leitura para um pouco mais de cultura geral política do fenómeno Nazi.

    Re:Lá era assim... (Pontos:2)
    por mlopes em 26-05-03 23:57 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    exactamente, era isso que eu queria mostrar!

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Uma "pequena" reflexão politica (Pontos:2)
    por Endymion em 26-05-03 20:15 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    E não és contra regimes de direita/fascistas? Pah, não queria escrever um texto longo sobre politica (para isso basta o que escrevo no forum futurum europeu) mas já não consigo evita-lo. Sim, concordo que o comunismo é uma visão utopica. A melhor maneira de o justificar será pelas palavras de um autor meu favorito, heinlein:

    "Claro que a definição de valor dos marxistas é ridicula. O trabalho que se queira aplicar para transformar um monte de lama numa tarte de maçã é infrutifero. Permanecerá sempre um monte de lama.. valor zero! Por consequencia, um trabalho feito por alguem inexperiente vai facilmente subtrair valor. Um cozinheiro sem talento pode transformar uma massa de farinha e maçãs frescas, elementos válidos, numa confusão impropria para consumo; resultado:valor zero. Por outro lado, com os mesmos condimentos ou ingredientes de uma tarte de maçã, um bom chefe de cozinha pode confeccionar um doce excepcional, sem que o seu esforço seja maior do que o de um simples cozinheiro ao confeccionar um doce simples.. Estas ilustrações culinarias destroem a teoria marxista do valor - o sofisma do qual deriva a magnifica e completa fraude do comunismo.. (...)"

    No entanto, o capitalismo na sua forma desenfreada actual é igualmente utópico porque parte do pressuposto de que existe um crescimento perpétuo. O sistema capitalista para resultar precisa de se expandir, ad eternum. A economia, ou capital, em ultima instancia está baseada nos recursos naturais: os serviços giram à volta desses recursos, preenchendo espaços existentes. Esses recursos dividem-se em dois tipos: os renovaveis, os quais directa ou indirectamente baseiam-se na energia solar (convertida pelas plantas em alimentos, etc) e na gravidade (marés), e os não renovaveis que no entanto têm a possibilidade de ser reciclados.(combustiveis fosseis, matérias primas...) No entanto o sistema capitalista pressupoe um crescendo de produção e consumo, e isto não é gratuito. Para atingir os niveis de competitividade moderna há um preço a pagar em termos de ambiente, recursos e mesmo pessoas (paises de terceiro mundo), como é perfeitamente exemplificado pelos Estados Unidos, que não poderia manter o nivel de vida actual se não parasita-se constantemente outros países. A dada altura existirá um choque, e o sistema implodirá, da mesma forma que o sistema comunista, embora o efeito possa ser retardado por guerras e outras crises.

    Assim, há um desequilibrio entre consumismo e desenvolvimento sustentavel, desiquilibrio ao qual os partidos de direita tendem frequentemente a ser indiferentes. E é por isso que a meu ver, o sistema menos mau será um meio termo: um capitalismo temperado por responsabilidade social. Algo que tende a existir a nivel europeu, em grande parte devido a um equilibrio de esquerda e direita que não permite a queda em nenhum dos extremos.

    Ironizas acerca da esquerda, mas eu dou valor a qse todos os movimentos politicos portugueses, até mesmo ao PCP. Não confiaria nestes em termos nacionais, mas reconheço que frequentemente fazem um optimo trabalho a nivel autarquico. Fazes piadas acerca do Bloco de Esquerda: pois eu estou contente que existam. Podem ter os seus proprios dinossauros e serem demasiado idealistas.. mas são activos e têm coragem, mandando propostas de relevo que os outros partidos n teriam coragem de assumir, em parte devido aos lobbies corporativos presentes nestes. A titulo de exemplo, temos a proposta do BE relativamente à adopção de software open-source a nivel nacional. Tb aprecio a existencia dos verdes pelos mesmos motivos que o BE, se bem k me pareça que a quercus tem sido mais eficaz como ONG...Qto ao PS, é um partido ora de centro-esquerda, ora de centro-direita, o que é bom em certos aspectos, mas que tem a desvantagem de estar constantemente em lutas internas "alguma vez te perguntaste e investigas-te porque é que Guterres falhou, ou dedicaste-te apenas a escutar más-linguas?". Qto ao PSD é um centro-direita com tendencia por vezes a cair no radicalismo (como demonstrado por ti). Alguns não o conseguem diferenciar do PS, o que é compreensivel (a suprema ironia é que a social-democracia é um termo vulgarmente usado para descrever partidos politicos socialistas europeus "logo, de esquerda"). O Partido Portas para mim é uma piada, e a coligação profana em que se envolveram é uma tragedia tao grande qto a coligação PCP-PEV (os verdes a nivel europeu e mesmo nos EUA têm bastante mais protagonismo que a nivel nacional).

    Assim sendo, para bem da democracia, aprecio a existencia de todos estes partidos. Sou um centro-esquerda não-afiliado. E se te apetece rir acerca da esquerda, força. Mas repara: a Labour Party de Blair, é de centro-esquerda, apesar das suas polemicas escolhas em termos diplomaticos. E Chirac é de centro-direita. Mas ironicamente, o primeiro tem sido mais popular entre os currentes partidos europeus de direita, e o segundo aos de esquerda. O que significa que os conceitos de "direita" e "esquerda" estão a tornar-se cada vez menos relevantes e esbatidos na europa. Pk é que achas que os americanos chamam à europa "socialista"? Para reflectir...

    Re:Lá era assim... (Pontos:0, Lança-chamas)
    por Gimp em 25-05-03 23:18 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Um futuro não muito longínquo: alguém, sem muito esforço, consegue abrir um guarda-chuva dentro do teu recto...


    "No comments"

    Re:Lá era assim... (Pontos:2, Interessante)
    por fhc em 25-05-03 23:37 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    Também sou suspeito, e até pelos mesmos motivos que tu. Mas...

    Bib brother à espanhola? Valha-se o Lugar da História e o Bombordo para pensar que o Ministro Morais Sarmento estava para dar um tiro no que resta de decente no Audiovisual.

    Francisco Colaço

    DEJA VU ? (Pontos:1, Engraçado)
    por tonidosimpostos em 25-05-03 1:52 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    "Só que lá a aplicação da Taxa é diferente: podes pedir isenção e de vez em quando vai um inspector (de visita marcada!) vêr se realmente não tens uma TV lá por casa"
    Eu quando era puto lembro-me da taxa da televisao e do medo das pessoas que fosse o inspector la a casa ver se tinhas tv e nao estavas a pagar a taxa ! LOOOL
    que coisa mais idiota!

    Re:DEJA VU ? (Pontos:2)
    por McB em 06-06-03 19:46 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    De visita marcada, coisa nenhuma!

    As residencias universitarias aqui no UK sao regularmente visitadas pelos fiscais, sem hora marcada...

    Pois... de vez em quando la sai uma multazita!

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Cá também era assim (Pontos:4, Esclarecedor)
    por André Simões em 25-05-03 12:53 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://hesperion.catus.net
    Cá também era assim, até ter sido abolida, com intenções demagógicas, como se disse na altura, por um dos governos do Cavaco.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    Re:Lá era assim... (Pontos:1)
    por SmokeScreen em 26-05-03 13:20 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    Cá também era assim.. ainda me lembro de andar em casa da minha avó a mudar a televisão para dentro do guarda-fatos no quarto, porque ia lá o inspector ver se ela tinha ou não TV...
    Good old days.. :)
    Não é quilowatts (Pontos:3, Interessante)
    por Raman em 25-05-03 18:07 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    O artigo está errado, já que a unidade quilowatt (kW) se refere a potência (taxada no que se costuma denominar taxa de potência, valor contratual e custo fixo), e não à energia (kWh, esta sim ligada ao consumo e custo variável, definida como a energia consumida por um dispositivo de potência 1kW durante uma hora).

    Como podem ver um consumo de 400kWh é bastante irrisório, e qualquer casa que esteja habitada terá, por ex. só em iluminação, uma factura anual bastante superior.

    Quanto à taxa propriamente dita, é mais uma bizarria do estado de subsídios que temos. Eu sou cliente da TVCabo e não estou disposto a ter "pay-tv" do estado. Quero um opt-out que me permita dizer que não quero subscrever os serviços da TV do estado. Já para não falar, a manterem a publicidade e sem garantias expressas de qualidade de serviço, que se torna numa fonte de concorrência deslial para os privados, que já várias vezes se queixaram do facto. Além de que já pago os meus impostos!

    A julgar por esta proliferação de "complementos", como propinas, taxas de rádio, televisão, saneamento, portagens e afins, um dia destes, para que é que são os impostos?

    Quem é que diz que eu não prefiro gastar o dinheiro no Sexy Hot :-) ?
    Função pública é tudo e o resto que se fo... (Pontos:1)
    por srl em 26-05-03 12:40 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    Estamos num país onde a função pública é tudo e o resto é nada. Depois, incha Zé Povinho mais 1,60 euro por mês. Para mais sou aluno de uma escola superior e digo-te que os Serviços de Acção Social (função pública também) demoraram três semanas, a passar-me uma simples declaração de que recebo bolsa. E pergunto eu: Isto é função pública ou função parasitública?
    Sérgio
    A taxa não é nova (Pontos:3, Interessante)
    por joaobranco em 26-05-03 17:03 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    Só uma achega, que parece que ainda ninguém descobriu. A taxa de "contributo para o audiovisual" é nada menos que a antiga taxa para a RDP, que já todos pagamos na factura de electricidade (vão ver na vossa factura, encontram um item chamado "serviço RS").

    Eu por acaso sou a favor de pagar uma taxa por um serviço público de televisão (se ele deve ser fornecido pela RTP ou por outras empresas, isso é para outra conversa). Mas sou contra esta medida do governo, que vai retirar muitos recursos à RDP (sim, eu ouço) e não dar praticamente nada à RTP (façam as contas e vejam quanto dinheiro vai a RTP receber da taxa - penso que não deve pagar 1 dia de emissão).

    Na realidade, isto parece-me uma maneira simples de lixar quer a RTP (as pessoas ficam a pensar que vão pagar uma taxa "de televisão nova" e na realidade a RTP não recebe quase nada) quer a RDP (aquilo que para uma televisão não é quase nada, para uma rádio dá para sobreviver durante muito tempo - a RDP dava lucro, agora vai dar prejuízo e daqui a pouco vamos ter que "fechar canais" para diminuir os prejuízos). Parece-me coerente com aquilo que é a politica deste governo para os restantes serviços públicos.

    Cumps, JB

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]