gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O próximo conceito de PC, convite à reflexão
Contribuído por BladeRunner em 20-05-03 16:22
do departamento oráculo
Tecnologia Endymion escreve "Como imaginam, ou prevêm o próximo conceito de computador pessoal? Gostaria que os membros do gildot discutissem aqui este tema. Quem sabe existam ideias passiveis de ser aproveitadas nas nossas universidades?

Como mote, apresento aqui a minha visão. Na minha opinião, o próximo PC pessoal será... um cubo. Porquê um cubo? Porque é exactamente o numero de interfaces basicas que um PC essencial precisa. E é interessante notar que estamos no limiar do tipo de tecnologias necessarias para fazer algo ao estilo possivel, se é que já não o é."

Este pequeno cubo terá a dupla função de telemovel e computador pessoal, podendo ser ligado a periféricos externos por ligação ao estilo Bluetooth, e baseando a interface humana em holografia/simples projecção.

Não entrando em pormenores sobre o funcionamento interno (há muitos caminhos para lá chegar, desde memoria holografica a novos conceitos de processador, descreve-los aqui a todos seria transformar este artigo num livro..), quero descrever aqui apenas o PC em si, como visto por um leigo.

O proximo cubo-computador em termos externos poderá ser dividido em:
Output visual: LCD ou mini-projector normal/holografico para funcionalidade basica, ligação a oculos LCD, monitor ou projector holo por bluetooth/directamente para melhor qualidade.

Input tactil: Decerto todos aqui já conhecem aqueles projectores de teclado virtual, com sensores I/R.

Comunicações: Emissor/receptor de radio e micro-ondas, para todas as vossas necessidades blue-tooth, wi-fi, radio, telemovel e afins...

Input Visual: Camara digital basica (melhor qualidade, usa-se periferico inteligente.)

Input/output sonoro: diafragma basico receptor de som e emissor de baixa potencia. (como sempre, é possivel usar perifericos para melhor qualidade... ou comprar uma face nova :p)

Alimentação/Ligação directa: correspondente à base do dito cubo, terá portas ao estilo USB e uma bateria recarregavel ao estilo telemovel.

E pronto. Onde estão as drives perguntam vocês? Quem disse que num mundo de web de alta velocidade, e onde podemos ligar PC a PC localmente ou por web seráo indispensaveis? Há sempre a possibilidade de as termos como periferico secundario opcional para backups.

Sendo mais baratos ou caros segundo a complexidade dos componentes internos e externos, modulares no aspecto em k podemos substituir as faces/memorias/cerne ao nosso bel-prazer, com a capacidade de interagir com perifericos inteligentes, com a web e com os utilizadores de uma forma sem paralelo "imaginem as possibilidades que cada interface pode ter.. como reconhecimento de voz, leitura de iris (para segurança)", tendo a portabilidade como vantagem essencial, independente de vir a ser um cubo ou não, decerto o proximo PC virá revolucionar a nossa forma de viver. E quem sabe possa vir a ser tao barato como 100 euros na sua forma mais basica.

E quem sabe tambem, num próximo estagio, se em vez de um cubo... será uma esfera ao estilo Matrix.. ;) Enfim, agora é a vossa vez: como pensam que será o proximo conceito de PC?

Microsoft pode investir em Portugal | O Discurso de R. M. Stallman em Boston  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Endymion
  • Mais acerca Tecnologia
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    O PC está morto. O WC vive! (Pontos:1)
    por Bogomips em 20-05-03 16:52 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    O conceito de computador pessoal (PC) de secretária acho que irá desaparecer, não totalmente, como é óbvio, pois existirão sempre nichos de mercado onde estes sobreviverão.

    Todos nós sabemos que o mercado dos PCs está estacionário senão mesmo a cair e que o dos portáteis floresce a olhos vistos. Na minha opinião essa tendência irá acentuar-se no futuro e acontecerá o mesmo aos portáteis à medida que aquelas coisas que andam a vibrar e a tocar pelos nossos bolsos :), leia-se, *telemóveis*, forem ganhando capacidades tecnológicas ao ritmo actual.

    Aí, quais cubos qual carapuça! Toca a sacar do ex-telemóvel agora denominado computador pronto-a-vestir (Wearable Computer - WC) :)) e ligá-lo à TV através de Wi-Fi para ver o último trailer do "Matrix Re(qualquer coisa)" pois o écran que aquilo traz é tão pequeno que não dá para ver nada de jeito mesmo com o n-lhão de cores que suporta.

    Isso de memórias holográficas e afins já me parece um pouco de Sci-Fi ;)

    -
    Live and Learn, Die and Forget.

    Re:O PC está morto. O WC vive! (Pontos:2)
    por jazzy em 20-05-03 16:55 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    Bah! Quando vi o assunto do teu comentário, pensei que estavas a falar disto.


    Jazzy
    Não é sci-fi (Pontos:2)
    por Endymion em 21-05-03 1:04 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Tudo o que referi, já existe ou é possivel.

    Aqui está um exemplo da utilização do conceito de memória holografica. Aliás, recordo-me que o tema era debatido em revistas e sites ainda em 1998.

    Relativamente a projectores holograficos, a investigação continua em curso mas é um conceito relativamente simples :) Algumas universidades parecem ter pegado activamente no tema, como esta por exemplo. Qto ao resto, já existe e foi comercializado sob alguma forma, como por exemplo o teclado "virtual".

    E respondendo ao comentario do caro leitao, o cubo foi apenas o conceito basico, um exemplo. A forma dependerá dos gostos, da ergonomia e essencialmente da portabilidade.

    Cubo ? (Pontos:1, Redundante)
    por leitao em 20-05-03 17:13 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Um cubo ? Porque nao uma piramide ? Ou uma esfera ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    O próximo conceito de PC, convite à reflexão (Pontos:2)
    por racme em 20-05-03 17:17 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    cubos? (nao tou a ver ninguem andar com um paralelopipedo no bolso)
    esferas? (nao tou a ver ninguem andar com uma bola de bolwing a passear na rua)

    ta provado que por mais pequenos que sejam os telemoveis, pdas, sao incomodos e caem, sim estas coisas caem, e o pessoal nao gosta de coisas que caem :)

    tal como ha 100 anos atras, so vejo sucesso nos pc como relogios de pulso.


    Make World; Not War;
    6 interfaces != 5 faces (Pontos:2)
    por mvalente em 20-05-03 17:20 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Porquê um cubo? Porque é exactamente o numero de interfaces basicas que um PC essencial precisa.

    Pois, referes 6 "interfaces basicas" (no comments) para justificar o "cubo", mas esqueces-te que uma delas nao "joga": está assente no chão :-)

    Está aqui o proximo/presente conceito de PC do futuro...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Eu queria um (Pontos:2)
    por TarHai em 20-05-03 17:22 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    que funcionace como uma maquina de lavar roupa: Plug and play, mete-se roupa suja e detergente, roda-sse o botao e sai roupa lavada.

    Um computador que me permitice dormir descancado, sem ter de andar na sina dos patches, firmware flashes e upgrades.

    Quanto a caixa onde vinha, bom, qualquer coisa silenciosa e q nao ocupe espaco.
    ## I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Se usas as máquinas de lavar assim... (Pontos:2)
    por spyder em 20-05-03 19:03 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    que funcionace como uma maquina de lavar roupa: Plug and play, mete-se roupa suja e detergente, roda-sse o botao e sai roupa lavada. (sic)
    Hmmm... A tua roupa branca costuma andar um bocado corada, e a de cor um bocado "arco-iris", não? :) As maquinas de lavar nao sao *assim* tão triviais :)

    Re:Se usas as máquinas de lavar assim... (Pontos:2)
    por TarHai em 20-05-03 20:28 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Roupa quase toda da mesma cor e lavagem a frio minimizam esses problemas. Alem disso roupa interior hippie ate e giro... as vezes ;)
    ## I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Re:Eu queria um (Pontos:2)
    por Branc0 em 22-05-03 6:53 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Be carefull with what you wish for... you might get it...

    . Isso parece-me mais um computador que tem um utilizador do que um utilizador que tem um computador.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Computadores em Tubos de ensaio (Pontos:2, Interessante)
    por Ghost em 20-05-03 19:38 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Talvez num futuro não tão próximo...Mas existe uma grande possibilidade de os computadores passarem a existir em tubos de ensaio.

    Refiro-me a computadores quânticos, não me vou alargar muito pois o meu conhecimento nesta área é escasso, sou apenas um curioso.
    Deixo aqui 2 links, um da FCUL e um do Digito (cache da google) para quem queira saber um pouco mais.

    Pelo que sei, actualmente já conseguiram que um átomo de cloro efectua-se a operação 1 + 1 = 2 . Pode não ser muito, mas mostra que existe um futuro para esta área.

    Talvez entres os leitores do gildot encontram-se pessoas que possam falar um pouco mais sobre estes computadores. :)

    Cumprimentos,
    Paulo

    Re:Computadores em Tubos de ensaio (Pontos:2)
    por Arrepiadd em 21-05-03 20:55 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Eu já li uma ou outra coisa sobre isso. Acho que um livro da Colecção da Gradiva, Ciência Aberta, de um senhor chamado Jorge Buescu tem um capítulo sobre isso.

    Como já li isto há algum tempo a informação concreta pode não estar completamente acertada, no entanto não deve andar muito longe da verdade concreta. Entre outras coisas a ideia passava pelo facto de a nível quântico um dado qubit (quantum bit) poder estar simultaneamente no valor 0 e 1. Com isto conseguia-se algo como: um computador quântico com 6 bits conseguia factorizar um número com não sei quantos algarismos, em alguns minutos, coisa que num computador clássico precisava de mais do que a actual idade do universo...

    Re:Computadores em Tubos de ensaio (Pontos:1)
    por Ghost em 21-05-03 22:20 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Eu já li uma ou outra coisa sobre isso. Acho que um livro da Colecção da Gradiva, Ciência Aberta, de um senhor chamado Jorge Buescu tem um capítulo sobre isso.

    Pois esse senhor já foi meu Professor, e foi numa apresentação dele que pela 1ª vez ouvi falar nestes computadores.

    Entre outras coisas a ideia passava pelo facto de a nível quântico um dado qubit (quantum bit) poder estar simultaneamente no valor 0 e 1

    Esse é um dos principios da computação quantica, tens todas as possibilidades de estados simultaneamente, assim ao estilo de universos paralelos.
    Tal como o Professor Jorge Buescu uma vez disse, é um conceito um pouco dificil de compreender para nós humanos, porque por exemplo, nós não podemos tar mortos e vivos ao mesmo tempo.

    coisa que num computador clássico precisava de mais do que a actual idade do universo...

    Pelo que sei o tempo de processamento diminui logaritmicamente, portanto, o que num computador normal leva X, então num computador quântico levará log(X).

    Cumprimentos,
    Paulo

    Re:Computadores em Tubos de ensaio (Pontos:2)
    por Arrepiadd em 21-05-03 23:01 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Pelo que sei o tempo de processamento diminui logaritmicamente, portanto, o que num computador normal leva X, então num computador quântico levará log(X).

    Está aí um ligeiro erro, na realidade o tempo de processamento aumenta logaritmicamente. Percebe-se o que querias dizer, mas se o o processamento diminuisse logaritmicamente, era preferível fazer milhões de cálculos a fazer a conta de 1+1.

    Ou eu não percebi o que querias dizer?

    Re:Computadores em Tubos de ensaio (Pontos:1)
    por Ghost em 22-05-03 0:16 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Hum...
    O que eu estava a querer dizer era, se por exemplo uma tarefa demorasse num computador "normal" 10 unidades de tempo, então num computador quântico demoraria 1 (resultado de log(10))unidades de tempo, logo o tempo de processamento, ou seja o tempo gasto a efectura tal tarefa, diminuiria.
    Daí ter dito que diminuia logaritmicamente...

    Penso que o problema aqui seria na definição do tempo de processamento, não sei...ou então realmente expressei-me mal, por vezes o português não é o meu forte...

    Cumprimentos,
    Paulo

    Re:Computadores em Tubos de ensaio (Pontos:2)
    por mlopes em 22-05-03 11:32 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    usando o teu exemplo, algo que demora 10 anos a resolver demoraria log(10) = 2.3025850929940459 anos.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Computadores em Tubos de ensaio (Pontos:1)
    por Ghost em 22-05-03 18:41 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Exactamente, porque temos de considerar o logaritmo nepriano e não o de base 10 como eu fiz no comentário anterior (lapso meu).
    Parece-me que é isso, mas, tal como disse não sou um entendido na matéria.

    Cumprimentos,
    Paulo

    Ian Pearson. (Pontos:2)
    por leitao em 20-05-03 21:34 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Para quem nao tem nada que fazer (e acredita que hoje em dia e' possivel prever seja la' o que for), sugiro a leitura de algumas das previsoes do Ian Pearson (um "futurologista" tecnologico famoso). Apenas como nota, contem quantas das previsoes dele tornaram-se realidade em 2002/2003.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    PCs e bolas de futebol... (Pontos:2)
    por Endymion em 21-05-03 1:21 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Ouve quem me disse-se hje, no gozo, que a próxima forma do PC seria uma bola de futebol (em que poderiamos dar-lhe pontapés à vontade sem problemas). Cá para mim seria um modelo tipicamente português...
    que tal uma versão melhorada do presente (Pontos:1)
    por CREMAToRIO em 21-05-03 14:26 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Quanto a mim o comp do futuro tinha que ter um bom par de mamas fofinhas e um sitio para inserção. Nunca diria "não" e tava sempre pronto para as infidelidades com seres humanos. Para as mulheres serviria o tubo de ensaio referido anteriormente. Agora a sério: Não havia mais nada para discutir aki no gildot? O comp do futuro para muita gente (80% ou mais da população mundial) será um computador parecido ao que tás a usar. Para outros 15% será um bom desktop e um bom portátil e talvez um palmtop. Para os restantes 5%, que se lixe, são demasiado poucos para pensar nisso. desculpem o incómodo. David
    Cube & Stuff (Pontos:1)
    por deathontwolegs em 21-05-03 18:51 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Quando comecei a ler o teu artigo e falaste sobre um cubo e sobre holografica, etc... Pensei que falavas disto, mas depois as questões da portabilidade e afins fizeram ver que não...


    My soul is painted like the wings of butterflies
    Fairy tales of yesterday will grow but never die
    I can fly - my friends

    Cubo ou roupa (Pontos:1)
    por bigs em 22-05-03 0:56 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://nunopereira.cjb.net
    Podemos pensar num PC como sendo algo q tá parado em cima de uma mesa (Desktop), quer como algo que se pode transportar e usar em qualquer lado.
    Possivelmente as duas possibilidades irão evoluir paralelamente, se bem que a versão mais portátil deva ser a que deve evoluir mais, mas a que se põe em cima de uma mesa deverá evoluir alguma coisa.

    Ainda vi há uns dias numa loja uma caixa para PC Desktop que era uma espécie de mala, pois tinha uma pega por cima, se bem que a forma era mais parecida com um cubo do que com a forma habitual de um PC (vi agora no site dessa loja uma caixa semelhante às actuais, mas com a pega), pelo que possivelmente daqui a alguns tempos haverão mais computadores parecidos com esse.
    O futuro dos PCs pode muito bem ser o que foi dito no artigo, em termos exteriores, quanto aos interiores/técnicos não sei, mas a coisa pode evoluir para tantos lados que não digo nada, mas provavelemente passarão a vir com UPS/baterias incorporadas para se poder trabalhar com ele um pouco mais à vontade, mas possivelmente não com tanta mobilidade como os actuais portáteis. Se formos a ver, a evolução desde os primeiros PCs não é assim tanta externamente.
    A evolução maior que eles podem ter poderá mesmo ser o processador quântico, mas quanto a não ter disco, não me parece, pois precisa-se sempre de algum espaço para guardar os programas, os dados, e todas aquelas coisas que temos perdidas nos nossos discos, mas possivelmente os suportes externos tenderão a desaparecer, ou então reduzir-se a coisas iguais aos suportes usados para o vídeo e o audio (como os actuais DVD e CD). Outra coisa que até já não será uma grande evolução pois estamos a chegar perto disso, é a possibilidade de podermos ligar-nos à internet (ou outra rede, ou até redes) a partir de qualquer ponto, tal como os telemóveis (sem esquecer as ligações com fios que existirão sempre, ou talvez não), além de poder ser usados como telemóvel/telefone.
    O Input deve ser algo mais parecido com o tal teclado por I/R e com uma luva que se põe nos dedos do que com o que temos actualmente, podendo ser complementados por reconhecimento de voz (usando instruções por voz para pôr as coisas a correr, ou a digitar texto), além de usar o reconhecimento da direcção para onde estamos a olhar para o "monitor" (ou lá o que seja) como orientador da posição onde queremos o cursor (os botões podiam ser os nossos dedos com o auxílio da tal luva).
    Quanto ao output, não me surpreendia se visse ecrãs em óculos, ou em finas transparências (tipo acetatos ou coisa parecida), mas sem dúvida serão planos e com uma profundidade, na pior das hipóteses, parecida com a dos actuais LCD.
    Possivelmente tudo isto será wireless através do uso do bluetooth ou de algum dos seus descendentes.

    Outra vertente, tal como disse, será a portátil, que poderá muito bem vir embutida na roupa, ou estará num relógio ou em algo parecido com um telemóvel, mas será mais leve e, possivelmente, terá menos capacidade de processamento que os seus primos "desktop" (pois não poderão ser irmãos já que não serão assim tão parecidos), mas certamente terão uma autonomia próxima, ou superior às 12 horas, para poderem ser usados por horas e horas sem parar.

    Sem mais testamento...

    ==========
    Nuno Pereira
    Estudante de Engenharia de Sistemas e Informática
    Universidade do Minho

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]