gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Democracia Digital
Contribuído por chbm em 11-05-03 0:35
do departamento hummmmmmmmmmmmmmmmm
News wysiwyg escreve " Os CTT, têm este mês na sua revista interna (Aposta) um artigo sobre a Democracia Digital, no âmbito da sua participação na Multicert. Leiam tudo aqui, ou para os mais comodistas: "

"DEMOCRACIA DIGITAL

A votação electrónica está a dar os primeiros passos. O e-voting é um conceito que nasce um pouco por todo o mundo, a que os Correios estão associados através da Multicert e da sua plataforma de votação electrónica

A ABSTENÇÃO eleitoral tem aumentado eleição após eleição. Entre os jovens, o absentismo tem sido ainda mais evidente. Como combater esta realidade que traduz uma crescente passividade nos destinos da política? Como inverter as estatísticas que revelam o manifesto desinteresse dos jovens? O conceito de e-voting tem dominado atenções um pouco por todo o mundo. A França já realizou experiências no domínio da votação electrónica na segunda volta das eleições Presidenciais, o Brasil disponibilizou o voto on-line nas eleições de 2000 e a Suíça utilizou este formato num referendo local. Os Governos britânico e alemão também já manifestaram vontade de avançar para esta novidade nas próximas eleições, em 2006.

Por cá, a Multicert, Serviços de Certificação Electrónica S.A., desenvolveu uma plataforma de votação electrónica, via internet, que pode funcionar em complementaridade ou em substituição do tradicional método presencial de voto. Esta plataforma pode ser utilizada como um meio cómodo e seguro de exercer o direito de voto, com benefícios óbvios para os eleitores residentes no estrangeiro ou para os que prefiram votar de uma forma mais confortável. Com o reconhecido interesse dos jovens pela internet, a aposta no voto electrónico poderá despertar as consciências deste segmento do eleitorado. Ainda é prematuro pensar na sua aplicação em próximas eleiçõe leegislativas ou presidenciais, porque o voto electrónico não está previsto na Constituição. Mas estão a ser estudadas propostas, enquadradas nos conceitos de e-government e e-democracy, para serem apresentadas na próxima Revisão Constitucional.

GARANTIA DE SEGURANÇA
No sentido de contrariar os elevados níveis de abstenção e os custos logísticos associados à manutenção das assembleias de voto, este sistema poderá proporcionar aos eleitores um instrumento suplementar para exercer o seu direito, garantindo a total confidencialidade do voto. A Multicert «introduziu as melhores práticas de segurança na plataforma de votação electrónica, garantindo a autenticação do votante, o seu anonimato, a confidencialidade dos dados, a auditabilidade da votação e a integridade dos dados e da plataforma», como assegura em comunicado a entidade certificadora. As questões técnicas de segurança e de auditoria completa do sistema de votação estão assim salvaguardadas pela tecnologia de certificação digital, principal área de actuação da Multicert.

A primeira utilização do inovador sistema desta empresa de certificação, que divide o seu capital pela SIBS (40%), CTT Correios de Portugal, PT Prime e Casa da Moeda (20% cada), foi realizada recentemente pelo Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas, para a eleição dos seus corpos gerentes. O maior sindicato português reviu os estatutos para permitir a possibilidade de votação on-line, a que 2085 sócios recorreram para exercer o seu direito de voto. Os Correios estão desta forma associados à criação da primeira plataforma de votação electrónica nacional, a par e passo com a evolução do País na Sociedade de Informação."

"

E nós a vê-los passar | Microsoft admite que PHP é concorrente do ASP.NET  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • wysiwyg
  • CTT, têm este mês na sua revista interna (Aposta) um artigo sobre a Democracia Digital, no âmbito da sua participação na Multicert
  • aqui
  • Mais acerca News
  • Também por chbm
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    ??? (Pontos:4, Esclarecedor)
    por Gamito em 11-05-03 0:57 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    "A Multicert «introduziu as melhores práticas de segurança na plataforma de votação electrónica

    E que são ?

    (...)

    garantindo a autenticação do votante, o seu anonimato, a confidencialidade dos dados, a auditabilidade da votação e a integridade dos dados e da plataforma», como assegura em comunicado a entidade certificadora.

    Posso ser muito bota de elástico nesta matéria, mas para garantir o supradito, prefiro um biombo e um papel dobrado em quatro.

    "As questões técnicas de segurança e de auditoria completa do sistema de votação estão assim salvaguardadas pela tecnologia de certificação digital, principal área de actuação da Multicert.

    Como disse ?
    Prefiro os elementos da mesa de voto e os respectivos representantes dos partidos junto dela.

    Moral da história: Já não há nada sagrado ?

    Mário Gamito
    my web shelter
    Re:??? (Pontos:2)
    por chbm em 11-05-03 13:06 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    Alguém que me apresente um sistema OpenSource em que todos os componentes instalados são auditados por todos os partidos a votação e que seja double-blind. E depois eu e-voto ou lá como se chama.
    Re:??? (Pontos:2)
    por vaf em 11-05-03 17:24 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Double-Blind?
    Re:??? (Pontos:2)
    por chbm em 12-05-03 10:46 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    Queria dizer, não existe nenhuma ligação entre o voto e o eleitor e vice-versa. (sim, em principio é a mesma coisa :))
    Re:??? (Pontos:1)
    por mad em 11-05-03 18:50 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Gamito estava à espera que num artigo fosse apresentado toda a teoria que sustenta um sistema de segurança deste tipo!?!?!?

    "Posso ser muito bota de elástico nesta matéria, mas para garantir o supradito, prefiro um biombo e um papel dobrado em quatro."

    Cada um tem a sua opinião e a qual respeito, mas penso que devemos ter a mente sempre "aberta" para novos conceitos. Principalmente na área TI.



    Cumprimentos
    mad
    Re:??? (Pontos:1)
    por mad em 11-05-03 19:08 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Penso que não estava à espera que teorizassem mas que dizessem quais as técnicas utilizadas!
    Certamente que alguns destes (http://www.multicert.pt/perguntas.htm) conceitos.

    Quanto à vontade de continuar a "tradição" que é levantar-se ao domingo de manhã antes da missa para ir votar na junta de freguesia mais próxima já é com cada um. :-)


    Cumprimentos
    mad
    e-votacao ?!? (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 11-05-03 1:23 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    A ABSTENÇÃO eleitoral tem aumentado eleição após eleição. Entre os jovens, o absentismo tem sido ainda mais evidente. Como combater esta realidade que traduz uma crescente passividade nos destinos da política? Como inverter as estatísticas que revelam o manifesto desinteresse dos jovens? O conceito de e-voting tem dominado atenções um pouco por todo o mundo.

    O desinteresse dos jovens parece-me ter mais a ver com a forma como a politica e' feita (particularmente em .pt onde o futebol parece andar de mao em mao com a politica dita "seria") e nao com a conveniencia do mecanismo de voto.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:e-votacao ?!? (Pontos:5, Interessante)
    por jorgelaranjo em 11-05-03 11:23 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://lesi.host.sk/fueg0/
    Eu acho que o problema é mais grave do que parece...
    Não será o futebol + politica a estragar tudo.
    Serao mais os casos de corrupção, as pessoas que não são presas, que são presas só para inglês ver, que têm imunidade, que fogem (ou podem) fugir para outros países....

    Bah! Politicos = criminosos de gravata.

    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    http://fueg0.tk
    Re:e-votacao ?!? (Pontos:2)
    por vaf em 11-05-03 17:27 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Politicos = criminosos de gravata

    Ehh... Também não exageres. Há muitos, sobretudo nos dois maiores partidos que o são, mas também vão existindo alguns com um mínimo de hombridade e escrúpulos. Podem é não defender as mesmas coisas que tu (não sei...).

    Mas não pintes tudo de negro. :-)
    Re:e-votacao ?!? (Pontos:2)
    por chbm em 12-05-03 10:47 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    A proposito :)
    Os perigos do voto electrónico (Pontos:3, Interessante)
    por samcruise em 12-05-03 10:55 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.correspondente.net
    Eu tb prefiro os métodos manuais de voto. Aplicar a tecnologia pela tecnologia, é para mim um péssimo princípio. A tecnologia deve aplicar-se quando efectivamente trás vantagens decisivas. Senão, não vale a pena mudar todo o mundo só para fazer qq coisa com computadores.

    Dito isto, relembro a história das votações no Congresso brasileiro (um dos países mais avançados do mundo em votação electrónica): um dos congressitas mais importantes, António Carlos Magalhães, personagem controversa, teve acesso à lista com os votos de cada um dos congressistas. Assim se acabou o mito do voto secreto...
    Notícia do Los Andes e do Clarin. Não me perguntem porque não consigo encontrar notícias brasileiras sobre o caso...

    Sendo um país muito avançado neste campo, vale a pena ler muitas outras notícias no site do Jornal do Voto, também no Brasil.

    E finalmente, uma página portuguesa que aborda superficialmente o caso brasileiro: http://e-voto.di.fc.ul.pt/sev/brasil.htm:

    "A utilização de sistemas electrónicos de votação no Brasil tem sido alvo de extenso debate. [4]Desse debate, apresentam-se como exemplo as seguintes questões:

  • A informatização de todo o processo de votação retira aos eleitores mecanismos de controlo de fraude.

  • O voto dos Brasileiros foi reduzido a um registo electrónico, sem que seja possível recontá-lo ou auditá-lo

  • Não é permitido aos partidos políticos o acesso ao software de votação, que é considerado de segurança nacional

  • Os testes permitidos às urnas de voto são realizados em condições especiais (sendo introduzida uma disquete de teste), pelo que não são confiáveis"


    Face a tudo isto, no dia em que tivermos o voto electrónico, prefiro a abstenção secreta... Não é assim que se promove a democracia.

  • Re:Os perigos do voto electrónico (Pontos:2)
    por samcruise em 12-05-03 14:38 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.correspondente.net
    Agora sim, uns artigos em Português (a busca não estava a ser feita com palavras de português do Brasil...):
    um relato na primeira pessoa do escândalo do Congresso
    outro artigo do Jornal do Comércio Online

    Artigo interessante sobre Critérios para Avaliação da Segurança do Voto Eletrônico

    E, finalmente, um artigo que descreve que o sistema brasileiro usa Windows CE. Ora, se há lugar onde o código fonte TODO tem de estar disponível é num sistema de votação :-)
    . (Pontos:2)
    por cgd em 12-05-03 13:15 GMT (#12)
    (Utilizador Info)

    O grande problema do voto electrónico é impossibilidade de haver autenticação. Ie, saber que uma dada pessoa usou realmente o seu direito de voto e não o cedeu a outra. Não existe nenhuma solução actual que preveja isso. Todos os certificados digitais, etc... constituem dados que podem ser transmitidos uma vez obtidos. As únicas soluções passam por identificar a pessoa por métodos físicos (impressão digital, leitura da retina do olho) nos locais de e-voto.

    Na votação tradicional, essa autenticação é feita humanamente perante documentação do votante (BI+cartão de eleitor)


    -- carlos

    Re:. (Pontos:2)
    por leitao em 12-05-03 15:24 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Na votação tradicional, essa autenticação é feita humanamente perante documentação do votante (BI+cartão de eleitor)

    Embora seja falsificavel na mesma...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Discussão parecida no Slashdot (Pontos:2)
    por samcruise em 15-05-03 19:14 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.correspondente.net
    Apareceu hoje. For the record:
    Doubting Electronic Voting

    twitter writes "The NYT is raising the alarm on electronic voting. After citing expert opinion on the need for a paper trail, they then quote election officials and vendors who dismiss that opinion as the ignorant work of dreamers. The reporter titles his article, 'To Register Doubts, Press Here' and seems less than convinced."

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]