gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Microsoft admite que PHP é concorrente do ASP.NET
Contribuído por BladeRunner em 11-05-03 0:36
do departamento quem-tem-**-tem-medo
Microsoft mlemos escreve "Ao patrocionar esta análise comparativa entre o PHP e o ASP.Net, a Microsoft parece admitir que PHP, como linguagem Open Source vocacionada para o desenvolvimento de aplicações Web, é grande concorrente, senão o maior, de ASP.Net.
É óbvio que PHP é concorrente de qualquer outra linguagem com recursos dedicados ao desenvolvolvimento de aplicações Web. Mas a publicação desta análise comparativa, cheia de meias-verdades ou afirmações baseadas em factos desactualizados que apenas servem para iludir os menos esclarecidos, parece indicar que finalmente a Microsoft vê em PHP uma ameaça não só a ASP.Net mas também ao seu mercado de produtos dedicados à Web como o servidor Web IIS e os produtos baseados em .Net.
Só para rebater um dos pontos associado a um facto desactualizado, existe uma extensão Open Source para o PHP chamada Turck que permite compilar/codificar scripts de PHP, viabilizando assim a comercialização de aplicações de código PHP fechado sem custo para quem as desenvolve.
Esta extensão também faz cache de scripts compilados e optimizados em memória com desempenho que practicamente iguala a melhor das alternativas comerciais."

Democracia Digital | smartphone em PT=Microsoft+ ... Galp !!!  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • mlemos
  • análise comparativa entre o PHP e o ASP.Net
  • PHP
  • Turck
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    PHP - a linguagem. (Pontos:3, Informativo)
    por leitao em 11-05-03 1:17 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Só para rebater um dos pontos associado a um facto desactualizado, existe uma extensão Open Source para o PHP chamada Turck que permite compilar/codificar scripts de PHP, viabilizando assim a comercialização de aplicações de código PHP fechado sem custo para quem as desenvolve.

    Um facto de que te esqueceste de referir, e' que o que o PHP nao faz (comparado ao .NET) e' permitir a abstraccao entre a linguagem que usas e a VM que executa o codigo. Ou seja, o Zend/PHP apenas pode usar "PHP" como linguagem -- enquanto o .NET pode usar virtualmente qualquer lingua.

    Isto e' a grande falha do PHP, e a grande virtude do .NET.

    Quanto ao PHP ser um competidor do .NET -- claro que e', mas de forma alguma e' um competidor ao nivel de coisas como o J2EE -- que e' o que de facto assusta a Microsoft.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:1)
    por foo em 11-05-03 1:42 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    enquanto o .NET pode usar virtualmente qualquer lingua.

    ya, aplicações escritas em lisp por exemplo :) ou melhor ainda, aplicações em que cada componente está escrito numa linguagem diferente :)
    independentemente da linguagem que uses, só podes fazer coisas que o .NET te permita. Pelo que percebi o C# é a linguagem (a nível de sintaxe) que melhor proveito pode tirar do .NET.
    Ora tenta lá programar em .NET com c++ e ter herança multipla, e nem venhas cá falar de unmanaged code, que isso de ter coisas tratadas pelo GC e outras não é para masoquistas.

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:5, Interessante)
    por mlemos em 11-05-03 3:38 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Um facto de que te esqueceste de referir, e' que o que o PHP nao faz (comparado ao .NET) e' permitir a abstraccao entre a linguagem que usas e a VM que executa o codigo. Ou seja, o Zend/PHP apenas pode usar "PHP" como linguagem -- enquanto o .NET pode usar virtualmente qualquer lingua.

    Isto e' a grande falha do PHP, e a grande virtude do .NET.
    Já estou a ver que não conheces o mundo do PHP. :-)

    De facto com PHP podes integrar com várias outras linguagens e tecnologias incluindo Java, Python, .Net (ou via Mono, COM, etc.. De qualquer modo esse não é o ponto relevante. O que é relevante é que uma parte do sucesso do PHP é que pura e simplesmente resolve o problema das pessoas que o usam.

    De facto, do ponto de vista académico, PHP não é uma linguagem tão brilhante. Mas para pessoas e empresas prácticas que precisam resolver os seus problemas hoje com algo que comprovadamente funciona desde há muitos anos.

    A arquitectura do PHP é simples: uma linguagem que pode ser extendida com módulo. Este facto permitiu que muitas pessoas não satisfeitas com as capacidades originais pudesse extender a linguagem para resolver os problemas delas, mesmo que esses não fossem comuns (não sei bem quantas pessoas se interessam por integrar PHP com Python, mas talvez o Mario Valente conheça alguém ;-) ).

    Quanto ao PHP ser um competidor do .NET -- claro que e', mas de forma alguma e' um competidor ao nivel de coisas como o J2EE -- que e' o que de facto assusta a Microsoft.
    Penso que tal como todo mundo que só vive no mundo da Microsoft e desconhece o resto, não estás a ver bem o filme dos produtos Open Source. Presta atenção.

    O PHP por si só não teria o sucesso que teve se não fosse um dos P daquilo que se designa por LAMP: Linux, Apache, MySQL e PHP (ou Perl, ou Python).
    Para derrubar o PHP (ou Perl ou Python), vai ser preciso derrubar o L de Linux, o A de Apache e M de MySQL. É que os utilizadores de uns levam aos outros.

    O maior problema da Microsoft é, quanto a mim, ainda viver com uma mentalidade retrógrada de que para sobreviver no mercado tem de derrubar todos que competem com produtos idênticos.

    O problema é que os produtos Open Source de sucesso como os LAMP são desenvolvidos por comunidades enormes de essencialmente de utilizadores e não de empresas. Ao contrário do que a Microsoft tentou fazer com a Netscape, não dá para levar os utilizadores que desenvolvem os produtos LAMP à falência.

    Como já deves estar a perceber, esta estratégia de tentar queimar os produtos Open Source é uma estratégia burra. Apenas vai ajudar esses produtos a se tornarem mais conhecidos.

    A Sun e a IBM assumiram uma postura mais esperta. Passaram a colaborar pelo menos com o L(inux) e o A(pache). A Sun não só vendem servidores com Linux ou Solaris como opção, como doaram bastante software para a Apache Software Foundation continuar desenvolver grandes projectos baseados em Java.

    A Apple também foi esperta em migrar o seu sistema operativo para um Unix, herdando de graça quase tudo que é Open Source. Agora até já vendem servidores baseados no Mac OS X.

    Penso que aos poucos e naturalmente os produtos Open Source vão desbancando os produtos da Microsoft. Não sei por quantos mais anos esta estratégia da Microsoft de competir em vez de colaborar vai durar, mas não me admirava que dentro de alguns anos tenha de desenvolver produtos cooperantes com LAMP para sobreviver.
    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2)
    por leitao em 11-05-03 14:09 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Esta tua resposta esta' cheia de meias verdades -- passo a clarificar...

    De facto com PHP podes integrar com várias outras linguagens e tecnologias incluindo Java, Python, .Net (ou via Mono, COM, etc.. De qualquer modo esse não é o ponto relevante. O que é relevante é que uma parte do sucesso do PHP é que pura e simplesmente resolve o problema das pessoas que o usam.

    Sem duvida -- podes integrar *outras linguagens dentro do PHP* -- o que nao podes fazer e' por o Zend a correr outras linguagens. E' isso o que o ASP.NET faz. Quanto ao sucesso do PHP, isso e' extremamente discutivel -- haver milhares de websites feitos por pessoas que nao geram revenue destes nao representa sucesso. O que representa sucesso para mim e' ires ao Jobserve, procurares por Java e teres milhares de empregos disponiveis (enquanto no PHP tens meia duzia).

    Para derrubar o PHP (ou Perl ou Python), vai ser preciso derrubar o L de Linux, o A de Apache e M de MySQL. É que os utilizadores de uns levam aos outros.

    O PHP ja' esta' derrubado -- a Microsoft nem precisa tentar. Esta' derrubado por coisas como o J2EE e ASP -- e' mais uma das tecnologias na longa lista dos zombies dos proximos 5 anos.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:1)
    por mad em 11-05-03 17:40 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Gostaria apenas de colocar umas húmildes questões:

    "o que nao podes fazer e' por o Zend a correr outras linguagens"

    Porquê é que queres por o Zend a correr outras linguagens?

    É necessário algo conseguir fazer tudo e mais alguma coisa para vingar?
    Não basta fazer aquilo para o qual foi criado?

    "O PHP ja' esta' derrubado -- a Microsoft nem precisa tentar. Esta' derrubado por coisas como o J2EE e ASP -- e' mais uma das tecnologias na longa lista dos zombies dos proximos 5 anos."

    Porquê?



    Cumprimentos
    mad
    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:1)
    por 4Gr em 11-05-03 18:00 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    O PHP ja' esta' derrubado -- a Microsoft nem precisa tentar. Esta' derrubado por coisas como o J2EE e ASP -- e' mais uma das tecnologias na longa lista dos zombies dos proximos 5 anos. Perdão? Já programei as duas plataformas, ASP e PHP, e garanto da minha experiência profissional que PHP é indubitavelmente melhor. Agora poderia entrar com os detalhes técnicos, mas para quem está indeciso entre estas duas linguagens, então é porque PHP não é para ele!
    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:3, Interessante)
    por mlemos em 11-05-03 18:47 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Sem duvida -- podes integrar *outras linguagens dentro do PHP* -- o que nao podes fazer e' por o Zend a correr outras linguagens. E' isso o que o ASP.NET faz.
    A questão não tem tanto a ver com o que se pode fazer, mas para quem é que isso serve. Como disse isso pode ter interesse para algumas pessoas. Acredito que integração entre linguagens sirva para alguns, mas é óbvio que esses são uma minoria.

    De qualquer modo, para te mostrar como o mundo da Microsoft está em desvantagem por escolha deles, tu de facto podes invocar componentes escritos em linguagens do mundo da Microsoft a partir de PHP, mas o contrário não é verdade.

    Quanto ao sucesso do PHP, isso e' extremamente discutivel -- haver milhares de websites feitos por pessoas que nao geram revenue destes nao representa sucesso.
    Se as empresas geram receita ou não é problema do modelo de negócios de cada empresa e não das tecnologias que usam.

    PHP é uma linguagem vocacionada para aplicações Web. Se pensares só nesse segmento, poderás pensar por exemplo em empresas que geram grandes receitas como a Yahoo and Amazon e que usam PHP. Como disse, o mérito não é de usarem tecnologia PHP ou não, mas sim de terem chegado a um modelo de negócios viável, que como bem sabemos para empresas dedicadas puramente à Internet não tem sido fácil.

    O que representa sucesso para mim e' ires ao Jobserve, procurares por Java e teres milhares de empregos disponiveis (enquanto no PHP tens meia duzia).
    Eu tenho outra leitura desse facto. Realmente, ao contrário do PHP, Java requer muito mais qualificação para desenvolver software. Por outro lado, o Java é mais vocacionado para outras coisas para além da Web. Por isso existem muito mais vagas para Java porque a procura de profissionais qualificados em Java é muito menor que a oferta.

    O PHP ja' esta' derrubado -- a Microsoft nem precisa tentar. Esta' derrubado por coisas como o J2EE e ASP -- e' mais uma das tecnologias na longa lista dos zombies dos proximos 5 anos.
    Não estás prestar atenção. O facto é que a agora sim é que Microsoft está a tentar derrubar o PHP. Isso é que é a novidade. Para que iriam eles fazer esse esforço se não estivessem a sentir o PHP como uma ameaça? Idem para outros produtos LAMP.

    De qualquer modo, o detalhe que não estás a prestar atenção é que enquanto o PHP e outros produtos Open Source continuarem a resolver o problema das pessoas vai continuar a haver mercado para quem se dedique a esses a esses produtos.

    Muitas empresas como as que menciounei já viram isso (IBM, Sun, Apple, só para mencionar as bastante conhecidas) já viram isso, só a Microsoft parece não ter visto que mais vale alinhar com o Open Source do que competir com isso.
    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2)
    por leitao em 11-05-03 18:50 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    PHP é uma linguagem vocacionada para aplicações Web. Se pensares só nesse segmento, poderás pensar por exemplo em empresas que geram grandes receitas como a Yahoo and Amazon e que usam PHP. Como disse, o mérito não é de usarem tecnologia PHP ou não, mas sim de terem chegado a um modelo de negócios viável, que como bem sabemos para empresas dedicadas puramente à Internet não tem sido fácil.

    Mostra-me um URL onde a Amazon.com ou a Yahoo.com esteja a correr PHP e eu dou-te razao.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:3, Informativo)
    por Psiwar em 11-05-03 19:33 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Yahoo & PHP

    Depois temos: "What have sprint.ca, livebid.amazon.com, xoom.com, and mp3.lycos.com in common? All employ one of the Web's hottest server side technologies: PHP, the PHP Hypertext Preprocessor." - Encontra-se esta referência ao PHP na Amazon em diversos sites.

    É um work in progress porque a Amazon é na sua maioria Perl. "Perl has long been the most popular Web programming language and is currently used by companies such as Amazon.com, MP3.com, and Deja.com to run their Websites." - aqui - Ora o Perl e o PHP são da mesma escola, sendo o PHP mais web oriented e o Perl mais system administration oriented.

    Então, preparado para lhe dar razão?


    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2)
    por leitao em 11-05-03 22:06 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Então, preparado para lhe dar razão?

    Nao -- vou-te dizer porque, porque os exemplos que foste arranjar procurando no Google sao todos antigos e metade sao inventados.

    Comecando pela sprint.ca -- posso-te dizer de boa fonte (fui um consultor atraves da Zeus que construiu o portal deles) que o site e' construido sobre um servidor Zeus e que corre com tecnologias de JSP e ASP primariamente. Que eu saiba (e fui responsavel pela infraestructura web de toda a Sprint no Canada) nao tem uma gota de PHP (pelo menos nao tinha 'a 6 meses atras).

    O Livebid da Amazon tem umas coisas de PHP no backend, mas nao e' PHP que de facto faz o trabalho (devias ter investigado mais e ter visto o CV do gajo que escreveu o sistema).

    Quanto 'a xoom.com... who ?

    A mp3.lycos.com esta' na realidade a correr IIS com ASP's...

    Ou seja, de 5 exemplos -- apenas 1 usa a tecnologia que dizes. Try again...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2)
    por Psiwar em 12-05-03 9:36 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Por isso...

    Yahoo... check.

    "O Livebid da Amazon tem umas coisas de PHP no backend"
    Amazon... check.

    "Mas... mas... a Microsoft usa ASP!" - leitão
    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:3, Informativo)
    por mlemos em 11-05-03 19:57 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Parece que não vale a pena dar-te os exemplos que pedes uma vez que já alguém se antecipou.

    De qualquer modo só para complementar, apenas gostaria de lembrar que o criador do PHP - Rasmus Lerdorf - trabalha na Yahoo, precisamente por causa do investimento deles em passar desenvolver sites em PHP.

    Sobre os resultados da adopção PHP vai falar o responsável pelo desenvolvimento do Yahoo! Finance - Michael Radwin - na conferência de Open Source da O'Reilly em Julho.
    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2, Informativo)
    por nbk em 12-05-03 8:02 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Making the Case for PHP at Yahoo!
    http://public.yahoo.com/~radwin/talks/

    Yahoo! Web Hosting
    http://help.yahoo.com/help/us/webhosting/php/

    Yahoo! Travel
    http://travel.yahoo.com/disclaimer.php

    Yahoo! Mobile
    http://sms.mobile.yahoo.com/sms/sendsms.php

    Yahoo! Messenger
    http://messenger.yahoo.com/webmsgr/launcher.php

    Yahoo! Juegos
    http://espanol.games.yahoo.com/download/index.php

    Yahoo! Brasil
    http://br.yahoo.com/x/cadastro.php

    Mais urls provavelmente no Google:
    inurl:php site:yahoo.com -groups

    Bem, e ficamos por aqui que eu tenho algo mais que fazer.

    Have fun,

    @383, Nbk

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2)
    por mlopes em 14-05-03 11:15 GMT (#39)
    (Utilizador Info)

    O facto é que a agora sim é que Microsoft está a tentar derrubar o PHP. Isso é que é a novidade. Para que iriam eles fazer esse esforço se não estivessem a sentir o PHP como uma ameaça?

    A verdade é que nos ultimos tempos cada vez se tem tornado mais vulgar quando estou a navegar encontrar sites em PHP e cada vez menos ASP, e por estranho que pareça não me lembro de entrar uma vez que fosse num site ASPX a não ser no ínicio de 2002 quando estive a fazer um projecto em .NET e tive que andar a ler documentação sobre C#.


    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2, Interessante)
    por RJLouro em 12-05-03 3:12 GMT (#26)
    (Utilizador Info)

    Quanto ao sucesso do PHP, isso e' extremamente discutivel -- haver milhares de websites feitos por pessoas que nao geram revenue destes nao representa sucesso.

    Não? que eu saiba sucesso é representado pelo maior numero de casos, não proprimanente de sucesso. Imagina que tens uma tecnologia que é usada num so caso e que rende milhões de euros. Depois imagina outra que até nem rende quase nada mas é tão popular que toda a gente a usa. Qual tem mais sucesso? Conheço sites amadores muito mais interessantes a nível das soluções que implementam do que muitos sites profissionais. Achas que se php não fosse uma linguagem de sucesso havia um movimento tão grande em volta dele? A quantidade de encontros mensais pelo mundo fora? Ou lês pouco, ou não não queres ler.

    O que representa sucesso para mim e' ires ao Jobserve, procurares por Java e teres milhares de empregos disponiveis (enquanto no PHP tens meia duzia).

    Sim, compara uma linguagem desenhada para web (embora possa fornecer mais com php gtk) com uma linguagem que pode ser incorporada em tudo o que tenha um chip. É no mínimo justo. Depois, a quantidade de pessoas que quer fazer as coisas em java só porque ouve falar tanto em java e pensa que é a melhor coisa do mundo, isso também deve ser levado em conta. Olha, um grande exemplo. Nesse tal famoso jobserve, pesquisa lá por python. encontras quantos? 10? ok, pelos teus calculos, o sucesso é mau. Atão vamos pegar por exemplo em zope, ou ainda melhor, em Gentoo cujo software de gestão de pacotes é todo feito em python. em ambos os casos, o sucesso é algo indiscutível. Mais um ponto para o jobserve a nível de vagas=sucesso. Compara isso sim, php cpm jsp, e mesmo assim jsp é mais poderoso, yet menos popular(ver netcraft).

    O PHP ja' esta' derrubado -- a Microsoft nem precisa tentar. Esta' derrubado por coisas como o J2EE e ASP -- e' mais uma das tecnologias na longa lista dos zombies dos proximos 5 anos.

    Derrubado? por quem? não me vais dizer que foi derrubado por J2EE. Ou por ASP. É que se vamos comparar coisas, que sejam comparáveis. Não vamos comparar uma munição de ak47 com uma moab =)
    Já agora, passa pelo freshmeat e vê o numero de projectos que há feitos em php e compara com o resto da concorrência (link) até mesmo seguindo a tua lógica, php tem 1814 projectos e java, que é uma linguagem muito mais generalista tem 2052. Claro que o freshmeat é uma pequena amostra, e uma grande parte dos projectos são hobbies, mas são feitos por pessoas que programam, e se escolhem php ou outra linguagem é porque sentem que é a indicada, ou por experiência própria ou mesmo por falta de conhecimento de alternativas.

    Só para terminar, daqui a 5 anos falamos =)


    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:1)
    por nbk em 12-05-03 8:05 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    "python"

    O Google e a Redhat tb dão usos interessantes ao python. :)

    @393, Nbk

    Coisas que podes encontrar no site do python... (Pontos:2)
    por mlopes em 14-05-03 12:33 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    Industrial Light & Magic

    "Python plays a key role in our production pipeline. Without it a project the size of Star Wars: Episode II would have been very difficult to pull off. From crowd rendering to batch processing to compositing, Python binds all things together," said Tommy Burnette, Senior Technical Director, Industrial Light & Magic.

    "Python is everywhere at ILM. It's used to extend the capabilities of our applications, as well as providing the glue between them. Every CG image we create has involved Python somewhere in the process," said Philip Peterson, Principal Engineer, Research & Development, Industrial Light & Magic.

    Google

    "Python has been an important part of Google since the beginning, and remains so as the system grows and evolves. Today dozens of Google engineers use Python, and we're looking for more people with skills in this language." said Peter Norvig, director of search quality at Google, Inc.

    NASA

    "NASA is using Python to implement a CAD/CAE/PDM repository and model management, integration, and transformation system which will be the core infrastructure for its next generation collaborative engineering environment. We chose Python because it provides maximum productivity, code that's clear and easy to maintain, strong and extensive (and growing!) libraries, and excellent capabilities for integration with other applications on any platform. All of these characteristics are essential for building efficient, flexible, scalable, and well-integrated systems, which is exactly what we need. Python has met or exceeded every requirement we've had," said Steve Waterbury, Software Group Leader, NASA STEP Testbed.

    Link para a página de quotes do python.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:2)
    por Pink em 12-05-03 13:37 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    De facto, do ponto de vista académico, PHP não é uma linguagem tão brilhante. Mas para pessoas e empresas prácticas que precisam resolver os seus problemas hoje com algo que comprovadamente funciona desde há muitos anos.

    Pois olhe, já trabalhei um pouco com Perl e brinquei um bocadinho com PHP, e juro por tudo quanto é mais sagrado que PHP é brilhante o suficiente para mim!!! 8-D

    PHP é uma linguagem script para resolver um problema. Na opinião de um amigo que trabalhou 2 anos desenvolvendo em PHP, na solução deste problema, PHP é brilhante.

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:PHP - a linguagem. (Pontos:0, Lança-chamas)
    por brandon em 12-05-03 11:00 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    bom mumbling bumblig conversa da treta eh o que parece!

    1. nao usas tens umas luzes de php
    2. programador frustrado em java (sim tiveste que malhar com isso na uni ah força, mas no fim até gostaste e n usas mais nada! it's tha b3st!!)
    3. Desconhecimento total do PHP5
    4. Desconhecimento de features advanced do PHP4
    5. Inumeros case studies de empresas como yahoo a migrar para PHP
    6. mais valia estares calado!

    Hugs!

    a minha .sig já aceita euros:
    just my 0.1€'s.
    estratégia (Pontos:1)
    por moonrider em 11-05-03 6:08 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    O PHP pode uma alternativa para o asp.net mas para a MS não é considerado um concorrente "perigoso", daí desviar a atenção para o PHP em vez de o fazer para o j2ee que é o verdadeiro concorrente ( isto numa perspectiva MS vs Sun ).
    É uma estratégia de marketing para tentar evitar perder clientes para os concorrentes directos, onde mais tarde se torna mais complicado voltar a recupera-los. Enquanto que o PHP além de não "meter medo" à MS, até está disponível para windows e tudo... não precisam mudar de SO nem dar dinheiro ao grande concorrente...
    A MS conhece e aplica melhor que ninguém a expressão "uma mão lava a outra".
    Re:estratégia (Pontos:2)
    por mlemos em 11-05-03 8:20 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Essa teoria faz tanto sentido como alegar que a campanha que a Microsoft faz contra o Linux é para desviar a atenção do mercado da Sun que vende servidores com Solaris. De repente não estou a ver a plausibilidade disso.
    Re:estratégia (Pontos:1)
    por moonrider em 11-05-03 9:26 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    A MS faz ( sempre fez ) campanha anti-Unix, não apenas anti-Linux. Se agora está mais virada para o Linux é porque o Linux está a ter mais sucesso e é algo que os concorrentes directos ( Sun, IBM ) estão a utilizar também. Aí estás na luta da plataforma e não apenas a nível aplicacional... é muito mais grave perder um cliente asp.net em função do PHP do que perder um cliente Windows em função de qualquer *IX.
    Este site é um exemplo clarissimo do que estou a referir.
    Re:estratégia (Pontos:2)
    por ruben dig em 11-05-03 10:51 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.floppy.com.pt
    A animação flash tá demais, e o site a dizer que as empresas estão a abandonar o Unix para o Windows também tem bastante piada. Já que estamos numa de nos rir à gargalhada peguem lá numa recente benchmark comprada pela Microsoft para comparar o win2k3 e o samba http://www.verite st.com/clients/reports/microsoft/ms_netbench.pdf.
    Re:estratégia (Pontos:1)
    por grumpy bulgarian em 11-05-03 13:09 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    não percebi que piada tem o benchmark.
    Grumpy B)
    Re:estratégia (Pontos:2)
    por ruben dig em 11-05-03 14:38 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.floppy.com.pt
    Os resultados, pensava que era mais óbvio.
    Para o hardware que usaram podiam pagar 30c. a uma pessoa como eu ou outra qualquer e punha aquilo a bombar um bocadinho melhor(tipo pelo menos o dobro). É insensato colocar um servidor de luxo como o que usaram e instalar o sistema operativo e pronto ja está. Se estão a usar Linux tem a vantagem ao contrario do win2k3 de optimiza-lo(leia-se compilar kernel mais recente e de acordo com o hardware) para o servidor em causa, uma bomba diga-se de passagem. Vá lá que ainda puseram o redhat advanced server, porque se tivessem a lata de dizer que nao fizeram mais testes porque o redhat professional 8 nao suportava o hardware é que era hilariante.
    Re:estratégia (Pontos:2)
    por quantic_oscillation em 11-05-03 20:26 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://fs-oss.cjb.net
    Is Windows 2003 Server really faster than Linux/Samba?

    " Here comes Windows 2003 Server! And it's faster than Linux, because Microsoft cheated with the benchmarks!
    May 9, 2003

            Summary
            Microsoft claims Windows 2003 Server is twice as fast as Linux, at least when it's used for file serving. I spoke to Jeremy Allison, head of the Samba team, who provided a few insights into the test configurations that don't leap out at the reader because they are hidden away in appendixes to the benchmark document. Allison feels this, in itself, is substantially responsible for the outcome. (1,000 words) "
    pub (c) (Pontos:2)
    por racme em 11-05-03 16:28 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    Todos sabem que ja existia asp antes do Boom do PHP, e que passados 3-4 anos o php domina e continua a dominar.

    A M$ mostra-se preocupada com o php para o ASP.net, eu sinceramente nunca cheguei a perceber porque razao nao se preocuparam eles antes com o dominio do PHP sobre o ASP.

    Esta ideia de querer colar-se a algo que ja existe e que e' bom! dizendo que o seu produto e' afinal ou podera ser ultrapassado por determinada tecnologia nao e' mais que uma manobra de marketing barato.


    Make World; Not War;
    PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:1, Interessante)
    por loops em 11-05-03 18:02 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    No PHP vs ASP (tradicional) as vantagens do PHP eram óbvias e toda a gente sabia disso (a Microsoft melhor do que ninguem). O ASP foi excelente até ser ultrapassado, como tudo um dia é ultrapassado. E não foi ultrapassado pelo PHP, foi ultrapassado pela evolução e as necessidades de hoje no desenvolvimento Web. Quando foi inventado, o ASP foi um Ovo de Colombo, uma ferramenta extraordinária para fazer "sites dinâmicos". Hoje o conceito de "site dinâmico" dá uma certa vontade de rir, uma expressão da historia da WWW, pois agora as coisas são muito mais exigentes e as aplicações online tornam-se cada vez mais complexas. Cada produto tem o seu tempo e já há muitos anos(muitos mesmos)a MS decidiu criar uma plataforma toda nova, o .NET, no qual o ASP.NET se insere de forma extremamente harmoniosa (basta olhar para a partilha de todo o middletear com outras aplicações, os Webservices em ASP.NET ou até o Compact Framework para os dispositivos móveis). E qualquer pessoa que dedica uma parte fundamental do seu tempo ao desenvolvimneto Web e em projectos de média e grande complexidade sabe que o .NET/ASP.NET é uma ferramenta notável. E essa mesma pessoa sabe da loucura que é construir, organizar e manter projectos em ambientes tipo PHP, com exigências cada vez maiores e prazos cada vez mais curtos.
    Lamento dizer isto, e apesar de o PHP continuar a ser excelente para fazer algumas coisas, mas pessoalmente acho que o PHP é uma coisa sem futuro. Fazer um projecto à séria em PHP hoje é um pouco brincar aos programadores, pois provavelmente não têm grandes coisas sérias para fazer.
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:1, Gozão)
    por leitao em 11-05-03 18:53 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    :)

    Ja' estas na lista negra...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:2)
    por Psiwar em 11-05-03 19:44 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    PHP: 12,236,270 Domains, 1,324,036 IP Addresses (fonte)

    Web Server mais usado - Apache 65% - (fonte)

    Módulo mais usado no Apache - PHP 50% - (fonte)

    Ena Pá! É só brincalhões! Nem percebo como é que a Web se aguenta!
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:4, Interessante)
    por mlemos em 11-05-03 20:09 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Lamento dizer isto, e apesar de o PHP continuar a ser excelente para fazer algumas coisas, mas pessoalmente acho que o PHP é uma coisa sem futuro. Fazer um projecto à séria em PHP hoje é um pouco brincar aos programadores, pois provavelmente não têm grandes coisas sérias para fazer.
    Tenho uma certa dificuldade em entender este tipo de argumentação, talvez porque não sei o que é para ti um "projecto à séria".

    Eu tenho projectos de porte razoável totalmente desenvolvidos em PHP que para mim são muito sérios . Um é um compilador que no momento tem 37,000 linhas de código. Outro é um site de componentes prontos para desenvolvimento em PHP que no momento tem 46,000 linhas de código PHP.

    Outras pessoas poderiam dar os seus exemplos de projectos sérios desenvolvidos em PHP. Penso no entanto que só quem realmente desenvolve projectos sérios é que pode falar, por falar é fácil, mas fazer que é bom, é que é difícil.

    Se não tens projectos sérios para demonstrar onde ASP.Net seria muito melhor que PHP, o teu argumento é nulo porque não se baseia em factos.
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:2)
    por mlopes em 14-05-03 12:41 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Eu perguntaria mesmo se uma pessoa que usa expressões como "à seria" pensa mesmo que alguém o levará a sério.
    Mas agora falar e escrever mal tornou-se moda, foi?

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Boa... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por CrLf em 11-05-03 20:51 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Lamento dizer isto, e apesar de o PHP continuar a ser excelente para fazer algumas coisas, mas pessoalmente acho que o PHP é uma coisa sem futuro. Fazer um projecto à séria em PHP hoje é um pouco brincar aos programadores, pois provavelmente não têm grandes coisas sérias para fazer.

    Realmente acho que o teu conceito de sério roça a fronteira do "epa, vamos tentar enfiar tudo quanto é tecnologia buzzword cá dentro". Essa ideia de que ferramentas que têm as provas da sua capacidade a funcionar no terreno não têm futuro só porque apareceu qualquer coisa nova que segundo os seus criadores é a melhor coisa desde o pão às fatias é que pode ser chamada de brincar aos programadores. Um bom programador é aquele que usa a ferramenta adequada ao serviço, não aquele que engole todos os folhetos lustrosos e aplica tecnologias só porque têm luzinhas e supostamente são xpto coisital...

    Faz lembrar há alguns anos aquele hype dos network PCs (analogia completamente aleatória)... O velho PC não tem futuro... viu-se!

    -- Carlos Rodrigues
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:4, Informativo)
    por joaorf em 11-05-03 21:05 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    PHP, ainda que lhe faltem algumas características object-oriented, já possui o suficiente para construir, de forma estruturada e modular, aplicações web complexas.
    O mais importante é um bom desenho da aplicação. Se o programador/analista souber efectuar a divisão em classes que encapsulem, da forma mais completa possível, as funcionalidades dos principais blocos constituintes da aplicação, é fácil reutilizar essas classes PHP noutras aplicações. Fiz isto muitas vezes com enorme facilidade.
    E aqui entra uma das vantagens do PHP: portabilidade. Código de uma aplicação PHP desenvolvida em Windows, pode ser portada para Linux (ou vice-versa) sem ter que mexer em uma única linha de código em 99% dos casos. Mais: PHP funciona com múltiplos servidores Web e em múltiplos sistemas operativos; ASP.NET funciona apenas em um servidor, em um só sistema operativo.

    Além disso, PHP dispõe de um espectacular conjunto de bibliotecas de funções, neste momento com mais de 2000 funções. ASP.NET não deverá ter mais do que 200 funções no total. Qualquer funcionalidade que no PHP basta recorrer a uma simples função, em ASP é necessário escrevê-la ou, então, ir procurar um controlo ActiveX feito por terceiros (e, normalmente, pago). O tempo de desenvolvimento em PHP é, como consequência, menor do que em ASP.

    Tempo de desenvolvimento reduzido, reutilização de código, e maior portabilidade, são argumentos de peso para uma empresa de desenvolvimento web. PHP e JSP estão em condições de proporcionar isso.

    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:1)
    por joaobranco em 12-05-03 11:02 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Além disso, PHP dispõe de um espectacular conjunto de bibliotecas de funções, neste momento com mais de 2000 funções. ASP.NET não deverá ter mais do que 200 funções no total. Qualquer funcionalidade que no PHP basta recorrer a uma simples função, em ASP é necessário escrevê-la ou, então, ir procurar um controlo ActiveX feito por terceiros (e, normalmente, pago). O tempo de desenvolvimento em PHP é, como consequência, menor do que em ASP.

    Não tenho a certeza disto... Acho que um problema grande com o PHP que o ASP.NET não tem é a falta de documentação de qualidade. De que serve ter 2000 funções "built-in" (o que nem sempre é o caso - é preciso compilar o PHP com opções esquisitas para ter algumas destas) se não se sabe quais as opções que existem e como usá-las? A vantagem para tempo de desenvolvimento está do lado da microsoft por causa da MSDN...

    Cumps, JB

    Depende (Pontos:2)
    por CrLf em 12-05-03 11:23 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Depende do que definas por documentação de qualidade. Eu acho que o manual comentado do php é documentação de qualidade, bem como o são muitos tutoriais que por aí há, acerca um pouco de tudo. Por outro lado a documentação da MSDN já se me revelou muitas vezes circular e obscura (pelo menos no que diz respeito ao DirectShow e funções win32).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:2)
    por joaorf em 12-05-03 11:30 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Mais de 80% das funções do PHP estão bem documentadas, a maior parte contendo exemplos.
    Quanto ao esclarecimento de dúvidas, considero o news.php.net + php.faqts mais úteis do que o MSDN.
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:2)
    por mlopes em 14-05-03 12:52 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    O Manual do PHP que está disponivél no site é excelente e documenta as funções do PHP de forma linear e fácil de encontrar.
    Já para ASP descobrir como se faz algo é regra geral uma tortura até que se consiga descobrir em que raio de namespace se lembraram de pôr aquilo que estamos a necessitar, se não aconter como diz o comentário anterior e a função não existir e temos que arranjar alguma forma obscura de a fazer, da única vez que usei ASP passei mais tempo à procura de documentação do que a ler a própria documentação ou a programar, se já não gostava de técnologias Microsoft, menos ainda fiquei a gostar, felizmente neste momento nem tenho o Windows instalado nem em casa nem no trabalho.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:1)
    por loops em 12-05-03 11:15 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    > é fácil reutilizar essas classes PHP noutras aplicações.

    Imagina então criares as tuas classes e poderes reutizá-las quer para uma aplicação Web tradicional, quer aplicações de Webservices, quer para aplicações para os PC's ou até para correrem em Pocket PC's.

    >PHP funciona com múltiplos servidores Web e em múltiplos sistemas operativos

    Pode ser que o "Mono" dê certo e gere um fenónomo curioso. Pessoalmente estou convencido que se o Mono se apresentar estável vamos assistir a uma quase revolução que é a chegada de centenas de milhares de programadores de VB.NET e C# à plataforma Linux.

    >ASP.NET não deverá ter mais do que 200 funções no total

    O ASP.NET não tem 200 funções. O maravilhoso no ASP.NET é que usa as mesmas funções de toda a plataforma .NET. E aquilo a que chamas funções são às milhares, coisa para perderes semanas ou meses a investigar. Sendo 100% object oriented podes ir muito mais longe, criares as tuas funções baseadas noutras do próprio framework acrescentando funcionalidades.

    >procurar um controlo ActiveX feito por terceiros (e, normalmente, pago).

    Não há ActiveX no .NET. E procura na Web e verás que em pouco mais de um ano surgiram milhares de sites com biliões de linhas de código em C# e VB.NET.
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:2)
    por joaorf em 12-05-03 14:01 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Imagina então criares as tuas classes e poderes reutizá-las quer para uma aplicação Web tradicional, quer aplicações de Webservices, quer para aplicações para os PC's ou até para correrem em Pocket PC's.
    Isso é possível já há alguns anos com Java/JSP...
    E, para quem precise mesmo e ainda que não seja uma verdadeira integração com .NET, o PHP também é capaz de invocar código .NET.

    O maravilhoso no ASP.NET é que usa as mesmas funções de toda a plataforma .NET. E aquilo a que chamas funções são às milhares, coisa para perderes semanas ou meses a investigar.
    Referes-te às funções do VB + C + Pascal + etc.? Acho que te encontras intoxicado com hype. A verdade é que, todas somadas, essas linguagens contêm menos funções de relevância para o desenvolvimento web do que PHP!
    E haverá algo em ASP tão versátil e tão pronto a usar como proc_open()?

    Não digo que .NET não seja uma tecnologia interessante. Mas enquanto não existir uma implementação para Linux, não é uma opção recomendável. Por enquanto, é mais uma jaula em que a Microsoft quer meter os clientes para evitar que escapem para o Linux. Quem quiser tecnologia entreprise-level, então que use Java. É uma tecnologia mais madura, com mérito reconhecido, e portável!

    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:0, Redundante)
    por mrmv em 12-05-03 14:08 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Referes-te às funções do VB + C + Pascal + etc.? Acho que te encontras intoxicado com hype. A verdade é que, todas somadas, essas linguagens contêm menos funções de relevância para o desenvolvimento web do que PHP!
    E haverá algo em ASP tão versátil e tão pronto a usar como proc_open()?

    Concerteza que não, vais ter que ler um pouco sobre a .NET framework, talvez consigas expandir um pouco o teu conhecimento e horizontes. De quando em vez convém olhar para o lado com um pouco mais de atenção e não ler apenas as tag lines e com isso inferir que já sabemos tudo. Acho que à muito tempo que não lês muito sobre o que a MS anda a fazer, olha que isso no médio prazo pode fazer com que julgues que andas na crista da onda e com um pouco de sorte estás ultrassado.
    Re:PHP não é adversário à altura de ASP.NET (Pontos:1)
    por brandon em 12-05-03 11:03 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    Isto cheira-me a ministro da informação iraquiano!!!!!, vah vah confessa, aprendeste a falar português!!!

    a minha .sig já aceita euros:
    just my 0.1€'s.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]