gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Ministro português da educação recusa Linux
Contribuído por chbm em 08-05-03 17:56
do departamento não-é-pra-enterrar-dinheiro-?-NÃO-QUEREMOS-MUAHAHAHHAHA
Portugal tyFUZZ escreve "Só mesmo o nosso país (que já não bastava estar de tanga)...
Então é assim: Segundo este artigo publicado no site da distribuição portuguesa de Linux (o Linux Caixa Mágica, para os mais distraídos), o Ministério da Educação, através de um ofício assinado pelo Chefe de gabinete do Ministro da Educação David Justino, recusou a possibilidade de discutir o Relatório sobre a utilização de Software Livre na rede de escolas públicas (Linux) elaborado pela ADETTI".
tyFUZZ continua:
O curioso, é que na resposta por ofício, o Ministério da Educação declina a audiência (!) com o Ministro, mesmo sabendo que não tinha sido sequer solicitada.

A sugestão impressa neste pedido, seria que o documento fosse discutido a um nível mais técnico pelo Ministério. Segundo o mesmo site, "A reacção tardia, negativa e desenquadrada por parte do Ministério da Educação, levam a que o documento seja agora abandonado, não podendo os investigadores da ADETTI deixar de levantar as seguintes questões ao Sr. Ministro da Educação e ao seu Chefe de Gabinete:

- A directiva eEurope 2005 é do conhecimento do Ministério da Educação ? Qual a posição do Ministério relativamente às suas linhas directrizes que apontam para a progressiva utilização de software livre pela Administração Pública?

- A actual infra-estutura informática existente nas escolas Públicas é genericamente satisfatória ? Será despropositada uma análise técnico-económica sobre a mesma, nomeadamente, na actual conjuntura económica de sérias restrições orçamentais?

- Qual o custo anual de licenciamento de software proprietário, nomeadamente Microsoft, e o seu peso no orçamento do Ministério da Educação?

- O facto do documento em causa ter sido redigido por docentes do Ensino Superior público e investigadores de um Centro de Investigação nacional reconhecido (3º centro português de R&D no período 1999-2002, com maior financiamento europeu nas áreas das Tecnologias de Informação), não conferirá algum crédito ao documento?

- Poderá o Ministério da Educação esclarecer claramente a situação de legalidade do software instalado nas escolas ?

- Estará o Ministério da Educação a par de queixas dos professores de informática das escolas, relativamente ao facto de não poderem cumprir o curriculum de disciplinas de informática, cujo programa inclui Linux, por não estar essa plataforma suportada nas mesmas escolas?
"

Pessoalmente acho mais pertinente estas duas questões:
- Qual o custo anual de licenciamento de software proprietário, nomeadamente Microsoft, e o seu peso no orçamento do Ministério da Educação?
- Poderá o Ministério da Educação esclarecer claramente a situação de legalidade do software instalado nas escolas ?

"

ESA em portugal | CEO da Microsoft reúne-se com a Associação Empresarial de Portugal  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • tyFUZZ
  • tyFUZZ
  • este artigo
  • site da distribuição portuguesa de Linux
  • ofício
  • Relatório sobre a utilização de Software Livre na rede de escolas públicas
  • ADETTI
  • Mais acerca Portugal
  • Também por chbm
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Que Anedota!! (Pontos:2, Interessante)
    por tourt em 08-05-03 18:42 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    É de ficar deveras indignado.

    Só gostava que este tipo de notícias tivessem uma maior cobertura e um pouco mais alargada (ex: Telejornal), para que a população saber o que não anda a ser feito para o futuro da nação.

    O ministro não deve estar esclarecido sobre o Linux (não é o primeiro a precisar de explicações).


    Cumprimentos
    Artur Martins

    Minho Campus Party (30 Jun|03 Ago) -> Viana do Castelo
    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por MIPS em 08-05-03 19:08 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    Só gostava que este tipo de notícias tivessem uma maior cobertura e um pouco mais alargada (ex: Telejornal), para que a população saber o que não anda a ser feito para o futuro da nação.

    Falta tanta coisa a fazer pela nacao (especialmente ao nivel da educacao), que esta historia torna-se aborrecidamente irrelevante... e o resto sao cantigas...


    --
    The true face of open-source...

    Re:Que Anedota!! (Pontos:2)
    por xeon em 08-05-03 21:42 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    Todos os problemas que a nossa Educacao padece, vistos independentemente uns dos outros, tornam-se aborrecidamente irrelevantes...

    So' nao vejo onde estao as cantigas ...

    --
    Whatever
    Re:Que Anedota!! (Pontos:2)
    por Gimp em 09-05-03 12:52 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Tantos comentários úteis que podem ser feitos que o teu torna-se aborrecidamente irrelevante...e isso é que é uma cantiga...


    "No comments"

    Re:Que Anedota!! (Pontos:2)
    por Maeglin em 09-05-03 13:35 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    Clap , Clap
    «Nunca discutas com um idiota. Ele colocará a conversa ao seu nível e bater-te-á pela maior experiência» Mark Twain
    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por HiTek DeVil em 09-05-03 2:16 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Não me surpreendo muito... Eu se fosse o Ministro também não aprovava, por vários motivos:

    1º a microsoft dá vantagens nas licenças para estudantes e professores... não estou a ver a MS a continuar a da-las depois de uma coisa destas;

    2º a microsoft possivelmente fará acordos com as escolas com ofertas de PCs com licenças do marabilhastico sistema operativo deles... ora, um PC é um PC... e se já é dificil algumas escolas terem pelo menos um PC, a partir desse momento, passaria a ser mais dificil

    3º quer queiram quer não, manter uma rede linux, em contra partida de manter uma rede MS, é _aparentemente_ mais caro do que uma rede MS (aparentemente, porque enquanto um fix da MS, quando sai, é só click click e já tá, em linux tem que se ter algum trabalho, e o português não gosta disso, e as pessoas que realmente trabalham, nao o fazem de borla.

    4º configurar um sistema MS é quase intuitivo, mesmo que fique mal configurado, mas aparentemente para as restantes pessoas está bem configurado, logo, mais fácil (yeaaaa right) do que um sistema *nix

    Ainda lembro-me de no secundário ter dado o belo do SCO UNIX.... instalado à pressão para fazer-mos os testes sobre unix em sessões de telnet... 'Tou mesmo a ver o ministro a aprovar isso um dia, estou estou... deve de coincidir no mesmo dia em que o santo papa aprovar o aborto :/
    HiTek DeVil
    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 8:36 GMT (#20)
    (Utilizador Info)

    És um bocado toto, porque não se pediu a aprovação de nada sem ser DISCUTIR UM RELATORIO. Mas mesmo assim é facil refutar os teus pseudo-argumentos:
    1º Se a m$ não continua-se a oferecer essas condições estaria provavelmente a violar leis de competição, mas mesmo que não o fizesse até éra uma maneira de nos livrarmo-nos desse cancro que é a m$.
    2º Há alguma lei que proiba a outras empresas ou entidades oferecer computadores às escolas?? Não pois não? Para além disso as escolas não precisam de PC's topo de gama à que saber aproveitar como deve ser o que existe.
    3º Utilizando programas como aptget, up2date e afins, também existem coisas como a gestão centralizada que torna bem mais facil gerir uma rede com GNU/Linux. Francamente acho atrofiante utilizar os produtos da m$ que nunca sabemos realmente o que vão fazer e cujos patchs costumam ser piores que os bugs.
    4º Várias distribuições de GNU/Linux também são muito user friendly, para alem disso, para alguma coisa os alunos estão na escola e se não é para aprender não sei para o que será.

    SCO UNIX não é nem Software Livre nem GNU/Linux, para além disso existem directivas da UE no sentido de que o Software Livre seja introduzido.


    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por HiTek DeVil em 09-05-03 11:20 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Um bocado tótó foi quem te fez as orelhas pois aparentemente soube-te fazer, mas não te soube dar educação... caso não tenhas notado, ou simplesmente não saibas ler, o meu post tem uns contornos bastante sarcásticos, primeiro comecei por mostrar um possível motivo para a recusa (baseado nos protocolos que o Ministério terá, ou não, com a MS), depois comecei a dar as desculpas esfarrapadas que normalmente se dá frente ao "papão" linux.... e dei o exemplo do SCO UNIX, e repara, não disse que era livre, basta ler o que eu escrevi, e não simplesmente dar uma vista de olhos com vontade de flamar tudo o que aparece à frente, disse que já SCO UNIX, quando o tive de dar, foi a fugir, foi feito tudo em cima do joelho e siga para bingo...

    Aconselho-te sinceramente a deixares de ser tão mentecapto e com vontade de simplesmente de flamar antes de ler as coisas, porque senão irás ter muitos amargos de boca no futuro... ou então és assim mesmo por já os teres a tentar defender (fanatica e extremadamente) o teu ponto de vista, sem teres sequer visto que o ponto de vista do outro nem difere, em traços gerais, dos teus....

    Só outra coisa, referiste que não existe nenhuma lei que proiba outras empresas de oferecerem computadores às escolas... ok, indica-me uma que tenha oferecido em massa, tirando a FCCN há uns anos (e só para depois não vires a mandar bocas, FCCN eu sei que não é uma empresa, não á leres que disse que FCCN é uma empresa da mesma maneira que leste no meu posto que SCO UNIX era software livre....).

    Já agora, as crianças que estão na escola, nos primeiros anos interessa primeiro a saber escrever e fazer contas correctamente, do que propriamente aprenderem a usar *nixes and alikes... e se a maioria dos programas didaticos (não digo todos porque seria mentira, mas os que existem para *nixes são irrisorios) e de ensino foram feitos para sistemas windows, diz-me, vais ensinar os putos a usar o que? Autocads? Como compilar o kernel? Como instalar a placa de som e a fazer o download do alsa e compila-lo? E repara, não estou a defender a Microsoft (para o caso de começares já a mandar postas de pescada), simplesmente critico as mesmas pessoas que defendem que seja implementado sistemas Linux nas escolas, quando em muitas escolas não interessa para nada (devido à escala etária dos alunos) por não haver o dito software didatico para essas mesmas plataformas... (Vem-me com nomes de programas didaticos para linux, eu apresento-te já milhentos para windows superiores a esses... e nem os conheço, basta fazer uma pesquisa no google ou na portoeditora)...

    HiTek DeVil
    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 12:49 GMT (#36)
    (Utilizador Info)

    «caso não tenhas notado, ou simplesmente não saibas ler, o meu post tem uns contornos bastante sarcásticos»
    De tanto as ouvir já não sei quando é que falam a sério.

    «e dei o exemplo do SCO UNIX, e repara, não disse que era livre».
    Também não disse que disseste que éra livre, apenas chamei a atenção para essa diferença entre os dois sistemas operativos.

    «ok, indica-me uma que tenha oferecido em massa»
    Se calhar o melhor é consultares o ministério da educação quanto a isso. Para além disso é provável que algumas dessas ofertas tenham sido recusadas em detrimento de ofertas da m$, pois já têm acontecido coisas semelhantes.

    Já agora, as crianças que estão na escola, nos primeiros anos interessa primeiro a saber escrever e fazer contas correctamente, do que propriamente aprenderem a usar *nixes and alikes... e se a maioria dos programas didaticos (não digo todos porque seria mentira, mas os que existem para *nixes são irrisorios) e de ensino foram feitos para sistemas windows, diz-me, vais ensinar os putos a usar o que? Autocads? Como compilar o kernel?
    Existem programas didáticos para GNU/Linux, não existem mais porque não existe procura. Os alunos de uma escola primária não teriam de ter aulas de administrações de sistemas, mas podiam perfeitamente aprender o que é um computador, a utilizar várias aplicações que a maioria dos utilizadores utiliza no dia a dia, como processadores de texto, browsers, etc... Para além disso a utilização do computador pode ser um incentivo para os alunos aprenderem outras coisas.

    «Vem-me com nomes de programas didaticos para linux, eu apresento-te já milhentos para windows superiores a esses... e nem os conheço, basta fazer uma pesquisa no google ou na portoeditora)...»
    Pois mas se calhar não são Software Livre nem te permitem trabalhar sobre uma plataforma de Software Livre.


    Re:Que Anedota!! (Pontos:2)
    por Pink em 09-05-03 13:19 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    «Vem-me com nomes de programas didaticos para linux, eu apresento-te já milhentos para windows superiores a esses... e nem os conheço, basta fazer uma pesquisa no google ou na portoeditora)...»
    Pois mas se calhar não são Software Livre nem te permitem trabalhar sobre uma plataforma de Software Livre.

    E qual a Importância Aparente(©2003 Pink 8-P) do Software Livre para as crianças, professores e diretores??

    Sem querer flamar nem provocar ninguém, mas para estas pessoas Software é ferramenta - eles estão tão preocupados se o Software é Livre quanto estão preocupados se o tênis que usam foi feito na china ou em taiwan... 8-(

    Nunca defenda S.L. com este pessoal falando sobre liberdades e filosofia, porque a maioria deles não liga. Eles não vêem diferença entre o Windows piratão e o Linux (ou Gnu/Linux, como muitos preferem) - só o que importa é que o treco rode os programas deles com o menor custo posssível.

    Reconhecer que tais pessoas são diferentes de você, e portanto precisam ser tratadas (e convencidas) de forma (e argumentos) diferentes é o passo mais importante que qualquer defensor do S.L. deve dar antes de sair por aí defendendo o S.L. E perdoem-me a arrogância, isto não é minha humilde opinião : isto é um fato da vida.

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 13:57 GMT (#44)
    (Utilizador Info)

    «E qual a Importância Aparente(©2003 Pink 8-P) do Software Livre para as crianças, professores e diretores??»
    Em primeiro lugar à que ir mais do que às aparencias (a capacidade de raciocionar é o que nos torna diferentes da maioria dos animais).
    Importância para os alunos?
    Igualdade de opurtunidades de ter o software que se utiliza nas aulas, igualdade de oportunidades de estudar em casa o que se dá nas aulas, igualdade para os alunos de fazerem os trabalhos de casa e outros trabalhos que não sejam feitos nas aulas, tudo isto sem que os alunos tenham de ceder a sua liberdade, ou gastar uma fortuna. Já fui pessoalmente prejudicado por não ter tido nada disto
    Importância para os professores é semelhante à dos alunos, com a vantagem de poderem modificar o software para adequar às suas necessidades especificas
    A vantagem para as escolas é não estarem dependentes de uma empresa, nem de uma solução.
    Há mais vantagens para todos, não vou agora enuncia-las.

    «eles estão tão preocupados se o Software é Livre».
    Mas deviam porque as licenças podem atrofiar as soluções tecnicas. E fazem-no frequentemente.

    «Nunca defenda S.L. com este pessoal falando sobre liberdades e filosofia, porque a maioria deles não liga.»
    Defendo o Software Livre por isso mesmo, pois não tem em si qualquer outra vantagem sobre o software proprietário. E quando se explica correctamente quais as vantagens da liberdade na informática as pessoas percebem e aceitam os argumentos como validos

    «Reconhecer que tais pessoas são diferentes de você, e portanto precisam ser tratadas (e convencidas) de forma (e argumentos) diferentes é o passo mais importante que qualquer defensor do S.L.»
    Não concordo, porque tirando a vantagem de ser livre o Software Livre não tem obrigatoriamente e por defenição qualquer outra vantagem sobre o software proprietário. Acredito que o Software Livre deve ser utilizado principalmente por ser livre, depois vêm outras vantagens casuais e que existem por consequência. Acredito também que éssa é a unica razão que poderá levár as pessoas a deixarem de utilizar software proprietário e a não voltarem a ele.
    Se isso é um fato da vida, então vista-o (estou a brincar).


    Re:Que Anedota!! (Pontos:2)
    por Pink em 09-05-03 15:11 GMT (#53)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    tirando a vantagem de ser livre o Software Livre não tem obrigatoriamente e por definição qualquer outra vantagem sobre o software proprietário.

    Agora quem tá discordando sou eu... 8-)

    Exatamente por ser Livre, o S.L. possui por definição fortes tendências de ser mais barato, mais seguro e mais acessível que o software proprietário. Mas ok, não há "obrigatoriedade" de ser melhor que o S.P.

    Se bem que, fora algumas Leis da Física, não existe obrigatoriedade pra nada - nada é, efetivamente, certo e 100% previsível neste mundo...

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 16:17 GMT (#58)
    (Utilizador Info)

    Adaptanto um ditado popular: "de boas tendências está o inferno cheio"


    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por HiTek DeVil em 09-05-03 11:29 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Já agora, essas das directivas, podes indicar onde posso ver isso? Só conheço recomendações, não conheço essas ditas directivas...

    A comunidade GNU/Linux não avança mais rápido não é devido ao FUD da Microsoft..... o que faz a comunidade demorar a ter um peso realmente preponderante entre o utilizador comum são as pessoas (alguns, infelizmente, por uns pagam os outros) dessa mesma comunidade que nem argumentos sabem ter para defender esse mesmo sistema, com argumentos inteligentes e sem se enterrarem de cada vez que abrem a boca para o fazerem...

    HiTek DeVil
    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 12:52 GMT (#37)
    (Utilizador Info)

    Mencionada no artigo: «A directiva eEurope 2005». Nem todas as leis são obrigações ou proibições, algumas são só conteudos programaticos, ou seja, coisas que se devem ir fazendo, ou como tu lhe chamaste recomendações.


    Re:Que Anedota!! (Pontos:1)
    por HiTek DeVil em 11-05-03 3:58 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    Continuo à espera de um link para isso...
    HiTek DeVil
    Timing... (Pontos:4, Interessante)
    por SUp3rFM em 08-05-03 18:59 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://phalanx-ut.com
    Pois é meus caros, correu-vos tudo mal. Não é por nada, mas o senhor balmer está cá amanhã, a passear pelo nosso burgo e a dar uma palestra na U.Católica, de Lisboa.

    É um caso típico português... É sempre complicado responder face a face a questões que pode ser (eventualmente) complicadas.

    Btw, quando viram o vosso endereço escrito a Comic Sans MS não adivinharam logo a resposta? :)

    A minha anterior assinatura era ainda pior que esta.

    Fazendo um pouco de C.O., ... (Pontos:2)
    por pmsac em 08-05-03 19:16 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    ... sou só eu ou o ofício tem uma vírgula a mais ?


    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Re:Fazendo um pouco de C.O., ... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 08-05-03 20:34 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    lol podes crer! lá vem o caso da virgula outra vez(?)! :)


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Re:Fazendo um pouco de C.O., ... (Pontos:2)
    por André Simões em 11-05-03 0:08 GMT (#68)
    (Utilizador Info) http://hesperion.catus.net
    Ah pois é. Bem vai a educação de um país com um ministro que diz "interviu" (cf. debate na RTP) e cujo gabinete deixa passar erros de palmatória como aquele.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1, Lança-chamas)
    por nmarques em 08-05-03 20:39 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Não sei porque o Ministro devia aceder, afinal com as 15 Toneladas de ouro que foram vendidas do Tesouro Nacional, já deve de dar para uma boa quantidade de licenças de M$ Windoze e Office. De qualquer forma, há que ser realistas, a Caixa Mágica do ponto de vista do utilizador com menos conhecimentos, está mesmo muito longe de fazer frente a um Windows + Office. E já agora, quanto teria o Ministério que gastar com formação aos docentes e administrativos para implementar isso ? Afinal e' dessa formaçao mesmo que o ADETTI quer ir buscar a nota... Ou somos todos cegos ? Nelson

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 0:14 GMT (#16)
    (Utilizador Info)

    O prolema no teu raciocionio é que:
    ADETTI - Associação para o Desenvolvimento das Telecomunicações e Técnicas de Informática, é uma instituição de investigação com fins não lucrativos.

    Metam na cabeça que Software Livre tem a haver com LIBERDADE e não com dinheiro. E se damos importância à liberdade então é isso que devemos escolher. Devemos escolher usár Software Livre por ser livre e não por ser mais barato (felizmente por ser livre permite-nos poder criar as condições para ser mais barato, na maioria dos casos).


    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por nmarques em 09-05-03 9:15 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Olha jovem, achas que alguem com o seu perfeito juizo vai usar servidores com Caixa Mágica ? De todos os utilizadores do forum, eu quase dizia que apenas as pessoas ligadas ao projecto o fariam. Por outro lado, fica mais barato usar Windows + Office para o Ministerio da Educaçao, ou tens dúdvidas ? E ainda te digo mais, temos que aceitar o mainstream, que neste momento e' Windows + Office, se já com windoze e office se veem as aberraçoes que as vezes nos passam a' frente, entao com linux, era muito pior.

    E já agora a Democracia e' isto mesmo, a vontade das maiorias, e a supressao das minorias, aceita esse facto, a maioria das pessoas prefere Windows, e as minorias, sao suprimidas... Afinal o Gildot e' povoado por Democratas e Republicanos, nao por ditadores.

    Quanto a liberdade, entao pq nao vais vender o teu peixe para o mundo empresarial ? Porque vem uma IBM com Red Hat e aniquila tudo há passagem ? Porque as PME's preferem o mainstream ?

    Devemos usar as melhores ferramentas para os fins a que se destinam, e no caso do ensino, desculpa mas tu nao tens produtos OpenSource capazes de rivalizar o Office Suite da Microsoft, nem com a acessibilidade do Windows.

    Essa e' uma guerra que vais perder, e sabes porque ? Porque somos Portugueses, e uma das coisas que sempre caractrizou os Portugueses foi serem casmurros, e quem esta no poder, sempre fez as coisas a' sua maneira, tens mil e um exemplos disto ao longo da historia da naçao. Aceita os factos!.


    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por Tintim em 09-05-03 9:51 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt
    Olha jovem, achas que alguem com o seu perfeito juizo vai usar servidores com Caixa Mágica ? De todos os utilizadores do forum, eu quase dizia que apenas as pessoas ligadas ao projecto o fariam.
    A versão servidor da Caixa Mágica não está ainda totalmente desenvolvida. Por isso, até sair a versão final, não aconselho ninguém a utiliza-la em ambientes de produção.
    Agora a tua utilização do verbo "ir" no futuro ("vai usar sevidores..." ) já ponho em causa. Estamos a trabalhar para que muitas empresas possam a utilizar com vantagens em relações a outras distribuição (e decerto também com algumas desvantagens).
    A questão é que nunca teremos uma melhor distribuição ou um melhor Office se essa atitude derrotista persistir. Há que ser lúcido e apenas utilizar software livre quando ele já está estável e completo mas a avaliação do mesmo deve ser feita periodicamente. Atitudes dogmáticas como a tua "nunca irei utilizar", "é pior" e ´"fica mais caro" são cada vez mais raras e ainda bem.

    Por outro lado, fica mais barato usar Windows + Office para o Ministerio da Educaçao, ou tens dúdvidas ?
    Meter 5 PCs com Linux num universo de 30.000 fica mais caro. Pensar uma migração faseada e equilibrada não tenho a certeza.
    Tenho a certeza é que um governante tomar decisões a 1 ano e pensar "o que é mais barato hohe" é que nos fez chegar à situação onde estamos. É preciso ver mais longe e pensar na tecnologia que a médio prazo pode trazer mais vantagens, sem comprometer o curto prazo.

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por nmarques em 09-05-03 11:13 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    " Agora a tua utilização do verbo "ir" no futuro ("vai usar sevidores..." ) já ponho em causa. Estamos a trabalhar para que muitas empresas possam a utilizar com vantagens em relações a outras distribuição (e decerto também com algumas desvantagens)."

    Espero que tenham o sucesso que desejam, e aprecio o vosso trabalho, mas pelo que vi, até agora e' so' eye-candy. Tens a vantagem de ser em Português, para mim e' uma desvantagem, e obviamente que a vossa equipa de tradutores, já se deve ter deparado com umas quantas situações especiais que são dificeis senão quase impossiveis de traduzir.


    " A questão é que nunca teremos uma melhor distribuição ou um melhor Office se essa atitude derrotista persistir. Há que ser lúcido e apenas utilizar software livre quando ele já está estável e completo mas a avaliação do mesmo deve ser feita periodicamente."

    Existem situações em OpenSource que me agradam, uma delas e' por exemplo o OpenOffice permitir salvar como PDF, dá mesmo muito jeito, por outro lado em Windows com o Office tens que ter o plugin do Adobe Acrobat por exemplo para fazeres o mesmo, isso aumenta a conta um bom bocado se precisares de instalar 100 Workstations, mesmo assim, o OpenOffice não está ao nivel do Microsoft Office. Pode ser que melhor, mas por enquanto nao o e'.


    "Meter 5 PCs com Linux num universo de 30.000 fica mais caro. Pensar uma migração faseada e equilibrada não tenho a certeza. Tenho a certeza é que um governante tomar decisões a 1 ano e pensar "o que é mais barato hohe" é que nos fez chegar à situação onde estamos. É preciso ver mais longe e pensar na tecnologia que a médio prazo pode trazer mais vantagens, sem comprometer o curto prazo."

    Podes sempre tentar ser o homem que vai mudar o mundo, mas vai ser uma tentativa em vão. A curto e medio prazo será muito dificil e mais caro substituir Windows + Office por qualquer soluçao open source. A longo prazo poderá ser uma realidade. Como já disse, e sei por experiencia propria, por exemplo a nivel do secundário, existem mesmo muitos professores que nem com Word sabem trabalhar decentemente, e muitos mais que nao veem nada a' frente do olhos, isto com uma tecnologia acessivel e mainstream, dar formação a toda essa gente seria uma tarefa extremamente cara e longa, ias precisar de um batalhão de formadores para cada localidade para fazer as coisas rapidamente. Podiam sempre ser mais receptivos e lançar um projecto piloto no ambito de ver como seria tal adaptação nisso concordo, mas entrar logo em grandes alterações iria apenas criar chaos e baixar ainda mais o nivel do ensino. Isto será um trabalho e algo para as gerações futuras que serão decerto muito mais técnicas que a actual. Para isto funcionar teria que ser a longo prazo e começar desde já a preparar professores e formadores para quando começarem a exercer a profissão estarem habilitados para uma mudança desse genero.

    Essa será uma das batalhas mais duras de travar.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 13:18 GMT (#40)
    (Utilizador Info)

    Discordo com muita coisa do que tu disseste. Mas queria só saber como vais preparar os professores para a longo prazo mudarem o que existe actualmente se não queres mudár o ensino.


    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por Pink em 09-05-03 14:49 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Enquanto a política "oficial" for "formar" mão-de-obra qualificada para o mercado, nunca.

    As pessoas esquecem-se que, quando finalmente se "formarem", o mercado não será mais o mesmo e elas já entrarão no mercado de trabalho desatualizadas.

    Como ninguém é vidente, é impossível ter certeza o que o mercado de trabalho estará precisando quando os alunos de hoje finalmente se transformarem nos trabalhadores de amanhã.

    Uma saída inteligente é simplesmente não formar profissionais. Ensine as pessoas a aprenderem a se profissionalizar naquilo que for necessário.

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por higuita em 11-05-03 20:10 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    acredita que e' mais simples ensinar alguem que nunca mexeu em computadores a mexer no linux e no openoffice que a alguem que "sabe" usar o windows e o M$ office. (aqui o sabe e' o decorar fazer as coisas sem olhar para o que dizem)

    la' porque o pessoal ja' usa o windows a mais tempo nao quer dizer que o saiba usar, quer o linux, quer o windows precisam de uma formacao minima

    ninguem aqui quer de um dia para o outro apagar todos os windows e meter linux, querem sim e' ir metendo alguns linux, formando gente, para aos poucos esses que ja' aprenderam possam ir ensinando cada vez mais gente

    Higuita
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por pns em 09-05-03 10:56 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Devemos usar as melhores ferramentas para os fins a que se destinam, e no caso do ensino, desculpa mas tu nao tens produtos OpenSource capazes de rivalizar o Office Suite da Microsoft, nem com a acessibilidade do Windows.

    Quem te ouvir ainda pensa que aquela coisa da microsoft, a que chamam office é algo bom.
    E quando dizes que não existem produtos que possam competir com o office, não me venhas com essa, existem e alguns muito antes sequer de existir o office da micro$oft.
    É claro que enquanto formarmos pessoas por exemplo em uord, em vez de processamento de texto, É CLARO QUE NINGUÈM VAI SABER MAIS NADA SEM SER UORD, ninguém nasce ensinado!
    Sinceramente acho que é devido ao office+window$ que a administração pública é o caos que é.

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por nmarques em 09-05-03 11:16 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Até podem existir milhares deles, mas repara que qualquer individuo abre um ficheiro de Word e está acessivel a 90% das pessoas, enquanto que um ficheiro de star writter vai com toda a certeza ser ignorado e provocar dores de cabeça.

    Experimenta por ti mesmo, pegas num email, fazes um anexo com um doc em star writter e envia para toda a tua lista de contactos. Ve quantos mails vais receber de volta a perguntarem o que e'. De qualquer forma depende bastante da tua lista de contactos, mas imagina que o envias para todos os professores existentes em portugal, quantos deles serão capazes de o abrir ?

    nelson

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por pns em 09-05-03 12:16 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    ...e está acessivel a 90% das pessoas ...

    Desses 90%, 90% ou mais, são uords pirateados. 90% das "funcionalidades" do uord não são utilizadas por mais de 90% dos seus utilizadores. 90% dos utilizadores o utilizam de forma errada e produzem conteúdos de qualidade de apresentação duvidosa e ofensiva para os olhos dos leitores do produto final.

    ...pegas num email, fazes um anexo com um doc em star writter...

    Quanto a enviar um anexo em uord ou starwriter, não me parece, nem um nem o outro, apesar do formato starwriter ser aberto, descrito por um dtd e completamente xml que pode ser aberto com qualquer editor de texto, ao contrário do formato uord. Para isso é que servem outros formatos como .pdf.

    E quanto a compatibilidade, isso é relativo, nem mesmo entre versões do office muitas vezes ela existe. E quanto a um ficheiro uord, sabes que informação existe no meio daqueles bits todos? Se existir algum problema com o ficheiro consegues recuperar alguma informação?
    Para não falar nos crashes aleatórios que obrigam os utilizadores a fazer autosave de 3 em 3 minutos ou ainda menos, como tenho tido a oportunidade de assistir com alguma frequência.

    Pedro.
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por nmarques em 09-05-03 14:56 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Compra uma maquina decente e faz uma instalaçao decente do sistema. Controla o nivel de porcaria que instalas na maquina, pq eu nao experiencio o tipo de anomalias que to descreves.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 15:03 GMT (#52)
    (Utilizador Info)

    Pois eu cá tenho uma maquina decente e enquano utilizei window$ nela, tinha esses problemas com frequência, desde que utilizo GNU/Linux, que eles desapareceram, nunca mais a minha maquina crachou (já lá vão 2 anos de utilização) e não não foi preciso comprar uma maquina nova e não eu não tinha porcaria instalada. Se calhar o problema está no sistema. Para além disso não éra suposto o window$ e o software da m$ ser user friendly e mais maduro?


    Já eu ... (Pontos:1)
    por nsp em 09-05-03 15:49 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    Tenho um MS Windows 2000 Professional no trabalho há cerca de dois anos com:
    -> MS Office 2000
    -> MS Visual Studio
    -> MS Visual Studio .NET
    -> MS SQL Server 2000 Dev Edition
    -> Lotus Notes
    -> Cygwin
    -> MS .Net Framewaork 1.0 e 1.1 syde by side
    -> MS .Net SDK
    -> Java SDK
    -> MS Biztalk 2000 Client Tools
    -> Opera 7.1
    -> VmWare
    -> mais algum software menos relevantes
    E no sistema em si _NUNCA_CRASHOU_NEM_TEVE_QUALQUER_ANOMALIA_GRAVE_NO_SEU_FUNCIONAMENTO_
    _

    Bye !
    e ainda ... (Pontos:1)
    por nsp em 09-05-03 16:04 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    -> Acesso SAP -> Cliente Reflection -> MS Commerce Server 2000 Client Tools -> MS Project 2000 -> Quicktime Player -> RealPlayer (Ou Real One que acho que agora se chama assim ) -> McAfee Anti-Virus !!

    Bye !
    Re:e ainda ... (Pontos:2)
    por higuita em 11-05-03 20:15 GMT (#71)
    (Utilizador Info)
    sim, claro... com o kernel NT crashs totais sao mais raros, com o win98 era todos os dias praticamente...

    mas mesmo assim acontecem coisas que nao deviam, nunca nenhuma aplicacao comecou a comportar-se de forma estranha? nao!! entao diz ai o uptime da tua maquina, se nao precisa de reiniciar de semana a semana, ja' deve ter um uptime de pelo menos 6 meses 8)

    Higuita
    Re:e ainda ... (Pontos:1)
    por nsp em 12-05-03 11:40 GMT (#80)
    (Utilizador Info)
    Costumo fazer um reboot diario ao inicio da manhã e é suficiente! Estou a falar de uma workstation e não de um servidor ! Se é essa a solução para não crashar não é um custo muito elevado !!

    Bye !
    Re:e ainda ... (Pontos:2)
    por mlopes em 12-05-03 12:09 GMT (#83)
    (Utilizador Info)
    Para mim é um custo muito elevado, eu por exemplo costumo deixar o computador a trabalhar quando saio, e seria uma "chatice" ter que interromper o que estiver a fazer de manhã para fazer um reboot, até porque eu tenho por hábito quando chego de manhã ir trabalhar em vez de ir tomar café, já que é para trabalhar que me pagam, e se quiser tomar café vou tomar café antes de ir trabalhar!

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:e ainda ... (Pontos:1)
    por nsp em 12-05-03 12:49 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    Eu também deixo coisas muitas vezes a fazer durante a noite e por isso é faço o reboot de manha!!! E como normalmente não tenho programas a correr na minha workstation que demorem mais do que 8 horas não considero o custo muito elevado!!
    Ah e tenho de ter cuidado, se o meu chefe sabe que eu passo 3 ou 4 minutos por dia a beber café ao inicio da manha ainda sou despedido!!


    Bye !
    Re:e ainda ... (Pontos:2)
    por mlopes em 12-05-03 14:10 GMT (#87)
    (Utilizador Info)
    Ainda hoje quando cheguei o meu computador estava a fazer cenas, e eu não lhe mexo desde 6ª feira, felizmente que ele aguenta um fim de semana sem reboot's ;).

    Estou-te só a mostrar que nem toda a gente chega ao trabalho para ir beber café, como é o meu caso, eu prefiro chegar mais tarde e aproveitar esses 5 ou 10 minutos para outras coisas do que estar a chegar cedo e ir para o café, e também tenho mais que fazer do que esperar que o meu computador faça reboots.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Já eu ... (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 16:21 GMT (#60)
    (Utilizador Info)

    Pois eu já usei essa versão de window$, nas aulas e em cybercafés (e em outras infelizes ocasões) e já me crachou várias vezes, apesár de a ter usado menos de 10% do tempo que utilizo GNU/Linux, posso dizer o mesmo em relação a todas as versões do window$ desde a 3.1. O que menos crachou foi o xispê que só usei 4 ou 5 vezes, mas na 3ª crachou.


    Re:Já eu ... (Pontos:2)
    por mlopes em 09-05-03 16:36 GMT (#61)
    (Utilizador Info)
    E já agora também me vais dizer que o Visual Studio nunca te crashou e acabou por obrigar a um rebootzito?

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Já eu ... (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 20:17 GMT (#63)
    (Utilizador Info)

    Ui na escola é em quase todas as aulas, várias vezes, mas essas maquinas verdade seja dita também sofrem algumas atrocidades, por parte de alguns alunos.


    Re:Já eu ... (Pontos:1)
    por nsp em 12-05-03 11:42 GMT (#81)
    (Utilizador Info)
    Já houve aplicações que me crasharam mas nunca foi necessario um reboot por isso!
    Como disse numa resposta acima, eu faço todos os dias um reboot ao inicio da manha e é suficiente! É o tempo de saborear um bom café :o) !

    Bye !
    Re:Já eu ... (Pontos:2)
    por mlopes em 12-05-03 12:05 GMT (#82)
    (Utilizador Info)
    Então consideras que um reboot por dia é um bom exemplo de estabilidade?
    Quando alguém começa a pensar assim é porque se calhar anda a passar tempo demais a usar Windows.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Já eu ... (Pontos:1)
    por nsp em 12-05-03 13:01 GMT (#85)
    (Utilizador Info)
    Não considero o reboot um exemplo de estabilidade mas também não vejo isso como um grande prejuizo em relação a uma _WORKSTATION_ ! Alías uma _WORKSTATION_ deve estar preparada para ser desligada a qualquer momento! Não foi pensada para ter altos uptimes nem tem obviamente estrura para isso.
    A ideia que ter o "nosso" pc com altos uptimes porque é cool é irrelevante para o teu trabalho e logo para empresa que te emprega!

    Bye !
    Re:Já eu ... (Pontos:2)
    por mlopes em 12-05-03 14:04 GMT (#86)
    (Utilizador Info)
    Um pc é feito para funcionar 24/24, e o facto de ser uma workstations nada tem a haver com "ser pensado" para fazer reboot's mas sim com o tipo de uso que se está a fazer.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    You are one Luky Guy! (Pontos:1)
    por pns em 12-05-03 8:54 GMT (#76)
    (Utilizador Info)
    Pois eu com o xispe "professional", com o 2000 era igual, e com alguns dos progs que tu tens, às vezes basta-me não tocar em nada para ele se passar. É claro que nem tem nada a ver com os window$ anteriores.
    Eu acho é que o window$ não gosta de mim, quase sempre que me aproximo de um computador com window$ ele tem a tendência a passar-se, especialmente aqueles acabadinhos de instalar.
    Pedro.
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por pns em 12-05-03 8:59 GMT (#77)
    (Utilizador Info)
    A máquina é decente e a instalação é decente.

    "Controla o nivel de porcaria que instalas ..."

    Sim nesse aspecto tens razão, não devia ter instalado o M$ Office, o M$ Visual Studio, nem o M$ SQL Server, e mais importante não devia ter instalado o Window$.

    Pedro.
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por MacLeod em 09-05-03 16:21 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Para não falar nos crashes aleatórios que obrigam os utilizadores a fazer autosave de 3 em 3 minutos (...)

    E eu a pensar que o autosave era auto porque era o computador que o fazia, e não os utilizadores...

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por higuita em 11-05-03 20:19 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    bem, aqui a piada e' que o default do auto-save era uns 10 minutos (?)
    por de 3 em 3 minutos, para aqueles documentos grandes, acabas por escrever umas linhas, la' vai ele parar por 30 segundos a gravar... optimo para poupar os pulsos de males maiores, afinal nao queremos que o pessal todo escreva muito depressa e depois fique com problemas... 8)

    Higuita
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por MIPS em 09-05-03 14:12 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    Sinceramente acho que é devido ao office+window$ que a administração pública é o caos que é.

    Talvez a coisa mais estupida que houvi nos ultimos anos...


    --
    The true face of open-source...

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por mlopes em 09-05-03 14:22 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    O que quer dizer "houvi"?

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por lmpinto em 09-05-03 17:09 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    Não sabes? É o k fa-zes com as horelhas, k são aquelas koisas à volta dos houvidos...
    É impressão minha, ou a Língua Portuguesa está pela hora da morte? São hífens onde não deviam estar (a melhor que vi até hoje foi "hipóte-se"), são h's a mais, são h's a menos...
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por mlopes em 09-05-03 14:23 GMT (#48)
    (Utilizador Info)

    Sinceramente acho que é devido ao office+window$ que a administração pública é o caos que é.

    Não só mas também!


    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por Gimp em 09-05-03 22:19 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    O copas e o minas, esse é que é a raíz de todo o mal...


    "No comments"

    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por pns em 12-05-03 9:13 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    Sim, porque na administração pública os computadores têm humores!!!
    Eu pergunto porque é que hoje não posso fazer um determinado serviço, e a senhora responde-me que não dá porque o computador hoje não está de bom humor e é melhor não mexer-lhe!

    Pedro.
    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 13:12 GMT (#39)
    (Utilizador Info)

    Olha jovem, achas que alguem com o seu perfeito juizo vai usar servidores com Caixa Mágica ?.
    Se o nivél de suporte for igual ao da versão desktop, eu não usava, mas também não defendi isso, defendo sim a adopção de Software Livre.

    Por outro lado, fica mais barato usar Windows + Office para o Ministerio da Educaçao, ou tens dúdvidas ?
    Para além de mais que duvidas, não é so isso que interessa. Prefiro usár uma solução mais cara, mas que seja livre.

    »E ainda te digo mais, temos que aceitar o mainstream, que neste momento e' Windows + Office, se já com windoze e office se veem as aberraçoes que as vezes nos passam a' frente» Aceita sim, conformar NUNCA.
    «entao com linux, era muito pior.» Mas porquê???? Eu estou muito contente em só utilizar Software Livre, todas as minhas necessidades tecnicas são minimamente satisfeitas, o mesmo não acontece com os meus amigos e colegas que usam so software proprietário.

    «E já agora a Democracia e' isto mesmo, a vontade das maiorias, e a supressao das minorias».
    Pode ser a democracia que existe, mas não me conformo.

    Quanto a liberdade, entao pq nao vais vender o teu peixe para o mundo empresarial ?
    Eu vou não te preocupes. Já não falta muito e entretanto tenho feito uns biscates.

    Devemos usar as melhores ferramentas para os fins a que se destinam, e no caso do ensino, desculpa mas tu nao tens produtos OpenSource capazes de rivalizar o Office Suite da Microsoft, nem com a acessibilidade do Windows.
    Em primeiro lugar estou a defender o Software Livre e não o Open Source. Em segundo lugar produtos como o OO.o, podem não ser tão maduros quanto o office da m$, mas evolui a uma grande velocidade e já satisfaz as necessidades da maior parte dos utilizadores. Em terceiro lugar window$ acessivél? Eu acho aquilo algo cadavez menos user friendly, atrofio-me com aquilo e com as suas ferramentas estupidas que nunca se percebe bem o que vão fazer. Ainda está para vir o dia em que vou ver um utilizador que não seija tecnico de informática ou que não se interesse pelo assunto e que saiba utilizar o window$, ou qualquer software da m$. window managers como o GNOME e KDE são utilizaveis por qualquer utilizador de window$. Digo isto porque ja dei formação de GNU/Linux, não só a utilizadores de window$, como até a pessoas que nunca tinham utilizado computador.

    Essa e' uma guerra que vais perder, e sabes porque ?
    Não vou perder não. Pode demorar o tempo que demorar, mas eu também sou português e por isso sou casmurro e tenho o apoio de outros casmurros. Outra razão é porque aceito os factos, mas não me conformo com os que eu não gosto.


    Re:Portugal tem dinheiro para licenças M$ (Pontos:2)
    por Pink em 09-05-03 14:27 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Devemos usar as melhores ferramentas para os fins a que se destinam, e no caso do ensino, desculpa mas tu nao tens produtos OpenSource capazes de rivalizar o Office Suite da Microsoft, nem com a acessibilidade do Windows.

    Disto discordo veementemente.

    O StarOffice já era uma alternativa viável ao Office desde a versão 5.0, quando ainda pertencia à alemã Star Division. O Office '97 rodava melhor em máquinas com 32 ou 64 mega de memória, mas com 96 mega pra cima o SO5.0 era tão rápido quanto (testes realizados usando WindowMaker).

    Concordo que ainda existam muitas necessidades que o Linux não consegue suprir de forma satisfatória (isto quando simplesmente não supri), mas Office não é uma delas.

    Quanto à acessibilidade, estou em dúvida quanto ao semântica portuguesa desta palavra, mas se for "facilidade de uso", taí outro mito muito, muito FUDido (desculpem, não resisiti à piada!!!). Fui instrutor de informática no Distrito Industrial de Manaus faz algum tempo, e eu te garanto : dando um completo leigo em informática, não há diferença nenhuma na curva de aprendizado entre Windows e Linux com KDE ou Gnome. A dificuldade é em aprender um segundo sistema, não em aprender Linux.

    Imagino que se vc tentar brincar de WindowMaker com a peãozada, eles vão ter dificuldades é em usar Windows depois... 8-D

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    200 pcs com... (Pontos:2)
    por cao_negro em 08-05-03 20:44 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    São 200 pcs cada um com o windows xp e o office xp, sabe é para a direcção regional educação do xxxxxxx
    todos para as escola primárias e secundárias. e que os alunos tem de aprender a trabalhar com computadors M$
    caoprimentos
    Blah blah blah blah renhonho coiso e tal (Pontos:1, Redundante)
    por chbm em 08-05-03 20:47 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    "Blah blah tecido empresarial renhonho renhonho projectos conjuntos coiso e tal aumentar a ligação das empresas às universidades blah blah fomentar a criação de conhecimento etc etc etc promover a qualidade e pois e tal e tal e coisa a modos que é assim"

    "Senhores do Ministério, temos um projecto português que nasceu num núcleo universitário que pretende crescer para uma empresa com o objectivo de aumentar a qualidade do ensino técnico em Portugal"

    "LA LA LA LA LA LA" (com as mãos devidamente colocadas sobre os ouvidos e olhos firmemente cerrados)
    Re:Blah blah blah blah renhonho coiso e tal (Pontos:0, Despropositado)
    por MIPS em 08-05-03 22:14 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    Brilhante, neste teu comentario as partes que fazem mais sentido foram os grunhos e la,la,la's que meteste pelo meio...

    Parabens.


    --
    The true face of open-source...

    Re:Blah blah blah blah renhonho coiso e tal (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Branc0 em 08-05-03 22:56 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Se fosse eu já tinha levado com uns despropositados...


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Blah blah blah blah renhonho coiso e tal (Pontos:1)
    por Simplesmente Anonimo em 08-05-03 23:20 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    dude...ja paravas de trollar o gildot...o que eh demais basta! Acho que a tua sig diz tudo...deves ser o encarregue da M$ Portugal para fazer a campanha de marketing deles (aka espalhar FUD) por terras lusas.
    Re:Blah blah blah blah renhonho coiso e tal (Pontos:2)
    por henrique em 08-05-03 23:40 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    A M$ não costuma contratar tipos tão nabos...
    Re:Blah blah blah blah renhonho coiso e tal (Pontos:2)
    por Gimp em 09-05-03 22:25 GMT (#65)
    (Utilizador Info)
    Força chbm, tou contigo, vamos embora. Este pessoal tropeça e cai de cú em cima dum meco e perdem logo o sentido de humor.


    "No comments"

    Re:Blah blah blah blah renhonho coiso e tal (Pontos:1)
    por bracaman em 08-05-03 22:27 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://picasso.netcanvas.com/~bracaman

    Cuidado com esse fechar de olhos firme... é como dizia o Fontaine numa das suas fábulas: "Com amigo incerto, é um olho fechado e um olho aberto" :)


    --
    "Muda, que quando a gente muda, o Mundo muda com a gente" -- Gabriel, o Pensador

    queixinhas (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 09-05-03 9:14 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    Plano B:
    Senhores do Ministério das Finanças,
    foi colocada à disposição do Ministério da Educação o resultado de estudos conducentes à mudança de fornecedor de software para as escolas públicas.

    O estudo em questão foi levado a cabo pela FCCN, ADETTI e por um grupo de académicos responsáveis pelo projecto Caixa Mágica, e conclui que a adopção de software Linux e Open Office resulta numa poupança efectiva de mais de €15.000.000 por ano, apenas na componente "licenças" para o uso de software.

    A resposta do Ministério da Educação chegou com um atraso de mais de um ano e aparenta não ter nenhuma relação com o repto inicial.

    Perante a urgência em contribuir para a racionalização dos gastos públicos, e verificando que as prioridades do Chefe de gabinete do Sr. Ministro da Educação David Justino não contemplam a melhoria da política de aprovisionamentos das TI para as escolas, vimos chamar a Vossa melhor atenção para o documento que anexamos, manifestando a nossa inteira disponibilidade para prestar os esclarecimentos adequados, e inclusivamente para realizar demonstrações do software mencionado.

    ANACBR (Associação Nacional de Anónimos Cobardes e Búlgaros Rabugentos)


    Grumpy B)

    Para reflectir mais profundamente (Pontos:2)
    por henrique em 08-05-03 23:53 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Se a SuSE e a Mandrake, que são as distribuições com a infraestrutura de desenvolvimento e suporte por detrás muitíssimo superiores, não conseguiram meter Linux nas escolas alemãs e francesas, acham que o Caixa Mágica conseguiria?! Não brinquemos com coisas sérias, meus amigos.

    Se, por um lado, tenho pena que o ensino em Portugal vá continuar microsoftizado por mais uns anos, por outro, talvez tenha evitado muitas pessoas de ficarem vacinadas para todo o sempre em relação ao Linux.
    Isto porque o Caixa Mágica, pior do que um projecto imaturo, é um equívoco. Caixa Mágica é um projecto que nunca deveria ter sido iniciado. Não há nada de específico à realidade portuguesa que justifique a criação de uma distribuição. Vejo como muito mais importante para o Linux em Portugal este programa que recentemente surgiu e que passou quase desapercido. São programas para a realidade portuguesa como esse que o Linux precisa. Não de distribuições. As grandes distribuições estrangeiras servem perfeitamente.

    Apoiado (Pontos:2)
    por cao_negro em 09-05-03 7:31 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    e já agora acrescento este
    caoprimentos
    Re:Apoiado (Pontos:2)
    por tyFUZZ em 09-05-03 15:35 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Quero aqui agradecer-vos, henrique e cao_negro, por terem colocado esses dois links que pessoalmente acho utilíssimos (por estar pessoalmente ligado ao mercado profissional) e que desconhecia completamente.

    Não fazia ideia que o WinRest já tinha sido portado para Linux. (essa sim, a maior surpresa!) - Foi com a ajuda do Wine, ou é uma coisa bem feita?

    Já agora, aqui repito os links, pois podem dar muito jeito a mais alguém:

    WinRest em Linux:
    http://www.grupopie.com/products.php?i d=1177

    MP-Biz - Sistema de Apoio à Gestão:
    http://www.memoriapers istente.pt/opensource/mp-biz/index.html

    ---
    tyFUZZ
    Re:Para reflectir mais profundamente (Pontos:3, Informativo)
    por Tintim em 09-05-03 10:17 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://paulo.trezentos.gul.pt

    o porque o Caixa Mágica, pior do que um projecto imaturo, é um equívoco. Caixa Mágica é um projecto que nunca deveria ter sido iniciado.
    Tenho reparado que existe uma determinada tendência para dizer gratuitamente mal da Caixa Mágica (sem apresentar argumentos) e eu até compreendo.
    É relativamente fácil dizer mal de uma coisa portuguesa porque, que admitamos quer não, "é português e se os outros não conseguriam porque é nós havemos de conseguir?".
    Que se lixe se vem de um Centro de Investigação que desenvolve projectos internacionais com a Siemens, Thales (dep. de R&D da Thompson), Philips, CRL, ... Que se lixe se eles fazem software IPMP utilizado no codec de referência do MPEG, software de referência do JPEG2000 ou desenvolvem para a ESA.
    É cool dizer mal.

    programas para a realidade portuguesa como esse que o Linux precisa. Não de distribuições. As grandes distribuições estrangeiras servem perfeitamente.
    As grandes distribuições já se reuniram com o autor desse programa para ver como podiam os divulgar? Como os podiam integrar? Já estudaram formas de trabalhar em conjuntp? Nós já.
    Percebes agora o desenho completo, ou insistes em olha para o canto da folha?
    A nossa sorte é que por cada um que entra na moda de deitar abaixo o que é português, existem 5 boas sugestões.
    Nesta thread viu-se como os desafios lançados: repartições de finanças, carta à minstra das finanças, etc.. são sugestões que podem fazer a diferença e indicar-nos outras vias para evoluir.

    Re:Para reflectir mais profundamente (Pontos:3, Interessante)
    por MavicX em 09-05-03 11:04 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org
    Epa Tintim eu só não percebo uma coisa. Sendo voçes uma distribuição não comercial, porque é que foram atrás do marketing e lançaram a versão 8.01 em vez da 1.01. Já estam como a Redhat e querem á força chegar a versão 20 antes do fim da decada ?

    Quanto à distribuição em sim tem muitas falhas, nomeadamente na actualização dos packages (kde 3.0 e glibc 2.2.5 sem me esticar mais), não há mailing list de segurança, nem actualização dos packages com bugs de segurança. Ainda tem um longo percurso a percorrer.

    Simplesmente não entendo porque é que não se baseiam noutras distribuições como a Redhat ou a United Linux e não o adaptam à realidade Portuguesa em vez de tarem a desenvolver um produto de fraca qualidade de raiz. Se a Sun, Aurora SPARC Linux, e até a mandrake (mais antigamente) fazem clones do redhat adaptados ás suas necessidades porque não fazem voçes tambem ?
     

    Pedro Esteves

    Re:Para reflectir mais profundamente (Pontos:2)
    por Maeglin em 09-05-03 14:06 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    "Simplesmente não entendo porque é que não se baseiam noutras distribuições como a Redhat ou a United Linux e não o adaptam à realidade Portuguesa em vez de tarem a desenvolver um produto de fraca qualidade de raiz. Se a Sun, Aurora SPARC Linux, e até a mandrake (mais antigamente) fazem clones do redhat adaptados ás suas necessidades porque não fazem voçes tambem ?
    "

    Bolas , até parece que foi a ti que mandaram fazer o Caixa Magica. Se eles querem fazer de raiz , fazem !! Chiça !
    Que mania esta de estar sempre a mandar bocas sobre as inicitaivas dos outros... e sobretudo para denegrir.
    Conheces a expressao "ou f**es ou sais de cima ! "... ?


    «Nunca discutas com um idiota. Ele colocará a conversa ao seu nível e bater-te-á pela maior experiência» Mark Twain
    Re:Para reflectir mais profundamente (Pontos:2)
    por MavicX em 09-05-03 15:30 GMT (#54)
    (Utilizador Info) http://www.startux.org
    "Conheces a expressao "ou f**es ou sais de cima ! "... ?"

    Queres que eu sai de cima para eles serem fodidos ??

    Pedro Esteves

    Re:Para reflectir mais profundamente (Pontos:2)
    por higuita em 11-05-03 20:28 GMT (#73)
    (Utilizador Info)
    de comentar que o governo alemao esta' a financiar activamente varios projectos relacionados com o linux e kde...
    talvez tenham achado que faltavam pequenas coisas para fazer uma mudanca mais radical, porque ninguem investe com a intencao de nunca usar o producto...

    Higuita
    Adopção de Linux pelos governos (Pontos:2, Interessante)
    por Hagar em 09-05-03 8:34 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Sem querer dizer que a distribuição Caixa mágica é a mais indicada para o senário portugues, a adopção de sistemas livres por parte do governo é inevitavel. Faz parte das directivas do programa eEurope promovido pela Uniao Europeia.
    Pena que o nosso governo continue a submeter-se aos lobbies dos US.
    Ainda não se apercebeu do efeito que uma medida como esta teria.
    Ao adoptarem linux nas escolas, para alem de reduzirem drasticamente os custos do parque informatico, o linux deixava de ser "aquele bicho aterrador que so os geeks usam". Pelos menos as pessoas ja o tinham visto e até trabalhado com ele.

    Outros governos ja tomaram esse passo como a França, Alemanha, China, Koreia...etc.

    Não se pode sair deste estado de tanga sem tomar decisões para reduzir os custos. Dá muito trabalho... Aumentar os impostos é mais facil....

    Alguns links de interesse:
    http://lwn.net/Articles/3122
    http://www.inq7.net/inf/2002/aug/17/inf_27-1.htm
    Educação... talvez não seja por aí .... (Pontos:1)
    por gass em 09-05-03 9:29 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Talvez o linux deva ser empregue em áreas onde faça mais falta do que na Educação.
    Se querem que o linux domine (ou entre) na admnistração pública deve ser pelas suas capacidades... penso que a addetti deveria ter efectuado o seu estudo a começar, por exemplo, por uma repartição de finanças, onde se requer segurança e estabilidade, e se trabalha com apenas 2 programas: o do ministério das finanças (acho eu!!!) e o word/office. Aí, criado uma adaptação do programa para linux e utilizado o openoffice, poderia ser que eles fossem na cantiga.
    neste caso, a formação seria mínima e o ganho seria enorme.

    Gostaria de ver a adetti responder a este desafio.. muito mais interessante que o da educação... pois nesse caso, lidamos com muitos mais problemas.

    aqui fica a o desafio e a opinião!
    tb a .... falta de leitura... (Pontos:1)
    por gass em 09-05-03 10:41 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Como estava com um pouco de pressa, apressei-me a comentar e não li o documento apresentado pela adetti. O facto de estarem a testar linux em 50 escolas merece, de facto, um pouco mais de reflexão! o facto é que, apesar de resumido, o documento é bastante explicativo.

    Gostaria de propor à direcção do Projecto Caixa Mágica que disponibilizasse as versões do software disponível (kernel, kde, etc...) bem como abrisse um pequeno fórum de utilizadores registados para que estes pudessem trocar ideias e comentários acerca do s.o. Gnu/linux Caixa Mágica. Penso que seria bastante construtivo.

    Cumps-
    Um pouco se senso comum... (Pontos:2)
    por aknot em 09-05-03 10:01 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Acho que nao faz sentido nunca ostracizar um sistema operativo em funcao do outro. Temos que ter em atencao que e' importante saber tanto de um como de outro.

    Toda a gente sabe que vai "apanhar" computadores com windows ao longo da vida e que as probabilidades de encontrar computadores com linux tambem e' grande, ja que "esta na berra".

    Desde que instalei linux 'a mais de meia duzia de anos tive sempre hipotese de ter "dual-boot". Porque nao usa-lo tambem nas escolas?

    Tanto e' uma mais valia pessoal saber linux como saber windows. As pessoas ficam mais bem preparadas se souberem os 2, nao ficam limitadas a pensar que so existe windows ou linux, ficam com a mente mais aberta a novas experiencias e podem fazer a sua escolha, o que tambem e' importante.

    aknot

    Re:Um pouco se senso comum... (Pontos:1)
    por Init em 09-05-03 13:38 GMT (#43)
    (Utilizador Info)

    «Acho que nao faz sentido nunca ostracizar um sistema operativo em funcao do outro. Temos que ter em atencao que e' importante saber tanto de um como de outro.»
    Se calhar é por isso que sempre preferi um metodo ciêntifico.
    Eu não quero utilizar, nem utilizo de livre vontade qualquer software proprietário e quanto menos souber dele melhor me sinto, apenas me interessa saber se cumprem standards abertos e quais.
    «Toda a gente sabe que vai "apanhar" computadores com windows ao longo da vida» Luto para que se utilize o que se quér e não que se apanha. Não desejo a ninguem a infelicidade de apanhar um window$ pela frente.

    Desde que instalei linux 'a mais de meia duzia de anos tive sempre hipotese de ter "dual-boot". Porque nao usa-lo tambem nas escolas?
    Pá à anos que só utilizo GNU/Linux nas minhas maquinas, não necessito de window$, nem dos maleficios do software proprietário. A unica razão (tirando algumas excepções controladas em quantidade e no tempo) pela qual admito a existencia de software proprietário é para mostrar que também existe e pouco, mais não deve ser utilizado como ferramenta utilizada para cumprir o programa.

    «As pessoas ficam mais bem preparadas se souberem os 2»
    As pessoas ficam mais bem preparadas se aprenderem a utilizar software em geral e não qualquer implementação de uma solução em particular.


    Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer.... (Pontos:2)
    por mlopes em 09-05-03 11:01 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Gostava de saber se a ANSOL está a pensar tomar alguma atitude em relação a isto, e se estiver qual?

    Já agora, independentemente do que a ANSOL fizer (ou não), eu propunha que se organizasse aqui um "abaixo assinado".

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:2)
    por mlopes em 10-05-03 10:17 GMT (#66)
    (Utilizador Info)
    Não há respostas??? Será que o pessoal da ANSOL não lê o Gildot ou estarão todos muito ocupados a nomear uma comissão que vai nomear uma comissão que vai nomear a comissão que vai decidir as alterações que devem fazer no website?

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:1)
    por Init em 10-05-03 11:32 GMT (#67)
    (Utilizador Info)

    A decisão de se vai actuar e como cabe à direcção da ANSOL, que provávelmente ainda não reuniu desde que este post foi colocado, pelo menos eu não dei por isso.
    Também não há pressa porque o governo e as outras instituições públicas mechem-se devagar. Pelo menos demoraram seis meses a responder-me a uma proposta de trabalho voluntário.


    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:2)
    por higuita em 11-05-03 21:16 GMT (#74)
    (Utilizador Info)
    mandar piadas e' facil nao...
    e que tal entrares para a ANSOL e comecares, para alem de propor, fazer coisas tambem?

    e' que sabes, os recursos humanos sao limitados e com tempo livre limitando tambem, principalmente tendo em conta todas as areas que a ansol participa... mas tu queres que a direcao faca uma reuniao de urgencia em menos de 24 horas para teres uma resposta ao teu post...

    deves pensar que o pessoal anda a brincar na ANSOL, mas os assuntos sao demasiado serios para serem tratados sem pensar.
    La' porque tu achas que eles nao estao a fazer o que queres/o que tu farias, nao quer dizer que ja' nao fizeram muita coisa importante

    Higuita
    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:2)
    por higuita em 11-05-03 21:29 GMT (#75)
    (Utilizador Info)
    esqueci-me disto:

    nomeadamente, uma das coisas que a ANSOL ja' pediu, foi voluntarios para actualizarem o site...

    Higuita
    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:2)
    por mlopes em 12-05-03 10:38 GMT (#79)
    (Utilizador Info)
    Este meu segundo comentário foi mesmo para ver isto, eu estava a pensar: "pôe-se um comentário com uma questão pertinente, ninguém responde, mas se por acaso alguém diz mal, de repente já toda a gente tem tempo para comentar". Custava muito a algum elemento explicar naquele que será em principio o maior fórum de discussão sobre software livre (e não só....) em Portugal se iam ou não fazer algo e porquê?

    Para tua informação quando a ANSOL apareceu eu juntei-me à sua mailing list, e contribui com sugestões e assisti às discussões de como iria ser a organização, etc..., ainda dei umas sugestões que até foram usadas no primeiro logotipo deles :D.

    Mais tarde o endereço de e-mail que eu usava deixou de existir e nunca mais me juntei à mailing list (que neste momento nem sei se ainda existe, já que no site não há referências), nem fiz tentativas de me juntar à associação porque não me identifico muito com ela, apesar de concordar com os príncipios de defesa do "Software Livre".


    mas os assuntos sao demasiado serios para serem tratados sem pensar.

    Sendo assim então devem estar a nomear uma comissão para nomear a comissão que nomeia a comissão para tratar dos assuntos e assim têm a certeza que pelo menos a comissão é escolhida a dedo!


    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:2)
    por higuita em 13-05-03 10:02 GMT (#88)
    (Utilizador Info)
    Eu sou apenas socio da ANSOL, mas apenas vi as tuas mensagens bastante depois de teres feito o 2º post que ja' estava 24 horas desfasada d0 1º...

    o que quero dizer e' apesar de haver pessoal da ANSOL no gildot, isso nao quer dizer que estejam aqui todos os dias, quanto mais reparar num post perdido no meio de tantos...
    lembra-te tambem que o pessoal da direccao da ansol tem vida profissional e pessoal e que o tempo infelizmente nao da' para tudo

    mas mesmo que tivessem reparado nao implica que sequer respondessem, pois dizer o que? que nao concordam com a posicao do Min.Edu.? isso toda a gente sabe...
    so' se tivessem alguma informacao mais pertinente (tipo "estamos em contacto com o secretario xyz") )poderias levar uma resposta, senao havia pouco para dizer...

    como ja' reparaste, o site da ansol precisa de grandes actulizacoes, a mailinglist, o documento para inscricao de socio e muitas outras coisas estao perdidas no meio do site, mas os poucos que estao a trabalhar ja' nao teem tempo para isto...
    corrige umas coisas nas paginas,que todos agradecem... por pouco que seja, e' melhor que nada

    Sendo assim então devem estar a nomear uma comissão para nomear a comissão que nomeia a comissão para tratar dos assuntos e assim têm a certeza que pelo menos a comissão é escolhida a dedo!

    de onde raio vais buscar isto?
    era bom que houvesse comissoes na ANSOL, queria dizer que havia mais gente e a quere trabalhar, neste momento sao meia duzia do pessoal da direccao que praticamente fazem tudo, sem comissoes e sem ajuda na maioria dos casos

    nao sei se dizes isto por causa da indecisao sobre o logotipo (ja' que falaste nele), mas esta indecisao aconteceu porque havia varias opinioes sobre o assunto, pouca gente para decidir algo por maioria e muitas ideias muito vagas e muito medo de ter um simbolo com aspecto que prejudicasse a imagem (leia-se, demasiado amador) em vez de melhorar

    na ultima assembleia geral, um dos socios propos a criacao de um grupo de trabalho para arranjar mais grupos de trabalho...claro que e' ridiculo e nao foi criado, mas mostra que existe muito pouca gente realmente a fazer coisas( provavelmente por falta de tempo livre e/ou falta de vontade), apesar de haver (boas) ideias

    Higuita
    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:2)
    por mlopes em 13-05-03 12:58 GMT (#89)
    (Utilizador Info)

    era bom que houvesse comissoes na ANSOL

    Não sei se existem ou não, quando uso a expressão "comissões para nomear comissões" estou a usá-la como "força de expressão" para dizer que a ideia que dá é que sempre que uma associação de defesa de software livre poderia ou deveria surgir, a ANSOL, que no meu conhecimento é a única associação deste género em Portugal, não aparece devido a problemas burocráticos, ou pelo menos assim se costumam justificar.

    nao sei se dizes isto por causa da indecisao sobre o logotipo

    Não, até porque assisti na mailing list à discussão sobre o primeiro logotipo e não foi demorada, depois quando mudaram para o novo não faço ideia de como se terá passado, digo isto porque, como já expliquei, sempre que existe uma situação de atropelo do "Software Livre" em Portugal a ANSOL nunca aparece, e aparentemente porque os seus membros não tiveram tempo para tomar uma decisão sobre o que deveria ser feito, às vezes faz-me lembrar a "People's Front of Judea" no life of Brian.

    Não estou com isto a querer deitar abaixo, estou só a deixar a sugestão de que talvez fosse vantajoso não serem tão burocráticos.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Isto recusou, mas lamber os c*lh*es do ballmer. (Pontos:2)
    por higuita em 13-05-03 18:02 GMT (#90)
    (Utilizador Info)
    não aparece devido a problemas burocráticos, ou pelo menos assim se costumam justificar.

    os problemas burocraticos ja' passaram, hoje em dia a ansol esta' activa, tem feito varios contactos com politicos, eurodeputados e participado em muitas conferencias

    o que tu falas e' outra coisa, tem pouca visibilidade, o que se percebe, ja' que sao poucos e contactos politicos sao importantes, mas pouco visiveis (e muitos seria imprudente publicita-los, pois poderia prejudicar contactos futuros)

    Conferencias nas escolas e em reunioes empresariais nao teem o publico que geralmente anda por aqui, no gildot, logo tambem nao melhora a visibilidade no mundo informatico, apesar de melhorar a visibilidade para os jovens informaticos e empresarios

    tu estas a espera mais de uma FSF, mas a verdade e' que a ANSOL ainda e' muito jovem, muito desconhecida, com pouca representacao, poucos contactos com a imprensa e praticamente sem €€ para investir em campanhas publicitarias ou defender grandes causas causando muito ruido
    e para nao variar, tem pouca gente a trabalhar, nos seus tempos livres, que tambem infelizmente sao poucos

    Se achas que algo esta' mal, faz algo para mudar isso, nao estejas a espera que os outros o facam por ti, pode acabar por nao ser feito nada ou ser feito de forma que tu nao aches correcto

    Higuita

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]