gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Linux como alternativa em tempo de crise
Contribuído por vd em 06-05-03 9:34
do departamento alternativo
Linux rsantos escreve "Em tempos de crise, as empresas viram-se para dentro e procuram reduzir custos, pois as receitas tendem a diminuir. A adopção de sistemas operativos Linux em ambientes empresariais poderá revelar-se uma boa estratégia, no sentido da redução de custos em software, e assim permitir às empresas investir noutras áreas.
Estas são as conclusões que se podem tirar de um artigo publicado no 'dn negócios', no passado sábado. No artigo, é noticiado o facto da ADETTI, núcleo de investigação do ISCTE, ter promovido a ideia junto das empresas e utilizadores. "

vd: Eu deixaria a ressalva de que, de facto se pode poupar muito com o investimento em software livre, contudo o grande problema é a não aposta em suporte técnico especializado, ou a falta dele em larga medida.

Mais uma Linux Instalation Party - UA | PeopleSoft lança produtos em Linux  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • rsantos
  • artigo publicado no 'dn negócios'
  • ADETTI
  • ISCTE
  • Mais acerca Linux
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Mensagem errada... (Pontos:3, Informativo)
    por quantic_oscillation em 06-05-03 11:14 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://fs-oss.cjb.net
    "Não é fácil e também não dá milhões. Mas é de borla..."

    sempre a passar-se a mensagem errada.

    o ser grátis é só a cereja no topo do bolo, mas o importante é:

    Nós falamos de Software Livre
     
    Re:Mensagem errada... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por mlopes em 06-05-03 11:56 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Isso não impede de se conseguir arranjar de borla, exeptuando claro o suporte e o tempo de gravação de um CD, mas se considerarmos esses valores então nem a pirataria é de borla.
    Por isso acho que neste caso a menssagem não está errada até porque mesmo os valores de que falei podem ser ultrapassados com um CD emprestado sem que se esteja a cometer nenhum crime.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por quantic_oscillation em 07-05-03 12:19 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://fs-oss.cjb.net
    isso é verdade para ti que conheces a GPL/BSD/X11 licences etc.

    se o jornalista tivesse mencionado as liberdades conferidas pela GPL, aí tudo na boa...


    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por vd em 06-05-03 13:37 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Discordo. :)

    A mensagem pode induzir em erro, isso sim, senao vejamos.

    "Não é fácil e também não dá milhões. Mas é de borla, é acessível e pode ajudar as empresas a reduzir despesas fixas em software, ampliando assim as suas margens de negócio."

    Um dos factores inassociaveis ao linux e' de facto o factor gratis, mas o jornalista ainda refere que e' acessivel e pode ajudar as empresas a reduzir as despesas em software. Qualquer uma das afirmacoes e' verdadeira. Talvez se fosse por ordem diferente a coisa tinha mudado de figura, mas "ficou assim".

    Pessoalmente preferia ver que os factores acessivel, facil, competitivo, potente, sejam maiores que o factor "borla". Mas as pessoas do "outro lado" vao ver o linux, pelo menos por enquanto, assim; de borla.

    Compete a no's, profissionais, referir outros factores que nao sao enumerados quando se fala em linux.

    Tambem por nao existir marketing que apoie o linux, as pessoas que o usam e que podem ter uma opiniao diferente, normalmente usam o factor (extremamente apelativo de massas) borla, como factor essencial para captar "clientes".

    Dai a minha referencia para o facto de nao ser totalmente verdade, ser de borla, porque tem de se gastar em suporte tecnico especializado.

    //vd
    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por Branc0 em 06-05-03 17:14 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Não te esqueças que para windows também tens que pagar o suporte técnico especializado. Olha que um MSCE (pelo menos neste país) não ganha tão mal quanto isso...


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por vd em 07-05-03 10:04 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Esse suporte existe para windows, esta' "organizado" e funciona (bem ou mal).

    Para Linux e' raro encontrar e quando se encontra, o investimento serve para manter em regime freelance ou entao nao acreditam no que fazem.

    //vd
    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por Branc0 em 07-05-03 21:21 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    No mercado, seja ele de suporte a Linux seja ele o mercado das batatas fritas, encontras tudo... basta pagar.

    Se me vieres dizer que é mais caro o suporte linux que o suporte microsoft acredito em ti, mas também não se pode ter tudo de borla ... which is the point anyway :)


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Mensagem errada... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Branc0 em 06-05-03 17:12 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    o ser grátis é só a cereja no topo do bolo, mas o importante é:bla bla

    Mas importante para quem? Se calhar para ti o importante é ser livre, se calhar para o departamento de desenvolvimento o importante é ser open, se calhar para a contabilidade o importante é ser de borla, se calhar para o helpdesk o importante é ter suporte e até se calhar o importante para a mulher da limpeza é que esteja desligado para não desligar os cabos.

    A importância é uma coisa relativa, para um jornal da área económica é óbvio que ser de borla é que é importante.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Mensagem errada... (Pontos:1)
    por Init em 07-05-03 0:33 GMT (#28)
    (Utilizador Info)

    ...se calhar para o departamento de desenvolvimento o importante é ser open...
    Se for open como o shared source de nada adianta, o que realmente interessa é eu ter a liberdade para o estudar e modificar.

    ...se calhar para a contabilidade o importante é ser de borla...
    Não é de borla, pode até ser mais caro e sim tou a falar de aquisição e não da prestação de suporte e de serviços. É Livre e não gratuito, essa liberdade é que em certas condições facilita o ser gratuito, mas é preciso várias condições verificarem-se, na maioria dos casos é que aconte, mas não é que tenha que acontecer.
    Permite poupar dinheiro? Claro que sim! Mais do que com soluções proprietárias? Claro que sim! Mas não está escrito em lado nenhum que é obrigatorio que o seja. Isso só acontece quando se aproveita correctamente e de mente livre as condições especiais criadas pela licença e pelos modelos de negocios associados a este tipo de licenciamento, caso contrário dá barraca.


    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por Branc0 em 07-05-03 9:05 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    You missed the all point. Pára de pensar como um techie e pensa como um patrão.


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por quantic_oscillation em 07-05-03 12:21 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://fs-oss.cjb.net
    um jornal seja ele económico ou não serve para informar, da maneira que o fizeram foi para desinformar...
    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por mlopes em 07-05-03 13:59 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Não me parece que seja assim tão grave, lembro-me por exemplo de uma situação na minha opinião muito mais grave há cerca de um ano, vi uma revista em português chamada "Guia do Linux", por curiosidade comprei, e deparei com uma pergunta de um utilizador "O que quer dizer GPL?", e um dos colaboradores respondia algo do género "GPL é a general program license e quer dizer que podemos alterar o programa mas este tem que ser sempre distribuido gratuitamente", as palavras podem não ser estas mas o que lá dizia era isto, o que como se pode ver não só falha no nome da licença com também na explicação do seu conteúdo.
    Isto sim parece-me que acaba por ser um erro grave numa revista que estaria especializada numa área e pelo seu conteúdo era evidentemente dirigida a "newbies" e entre outros erros mais ou menos graves dos quais já não me lembro encontrava-se este.
    Neste caso especifico o artigo não diz nenhuma mentira, se calhar (e tal como dizes numa resposta acima) está a assumir demasiado conhecimento por parte dos utilizadores, mas isso não faz da afirmação falsa, porque o Linux não é necessáriamente gratuito mas também não é necessariamente pago.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Mensagem errada... (Pontos:2)
    por vd em 07-05-03 14:27 GMT (#38)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Essa revista e' dos leitores e para os leitores, ou seja, feita por leitores (sejam eles quais forem) para ser lida pelos mesmos leitores (sejam eles tambem quais forem ;) ).


    //vd
    Re:Mensagem errada... (Pontos:3, Interessante)
    por mlopes em 07-05-03 14:57 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Isso não torna o erro menos grave, não havia um editor?
    De qq maneira o ponto não é "de quem é a culpa do erro" mas sim o mostrar aquilo que me parece um erro grave comparativamente com um artigo que não está incorrecto, no máximo poderá estar errado no modo como apresenta a situação, mas a verdade é que não é dificil arranjar o Linux à borla, e ao contrário do que às vezes se parece querer passar o Linux é "livre" e pode ser "grátis".

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    - (Pontos:2)
    por nmarques em 06-05-03 11:56 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    «Enquanto centro de investigação, tentamos desenvolver tecnologia e depois passá-la à sociedade»

    Devia ser mais algo to tipo "tentamos vender o nosso peixe"... o termo "passá-la", está giro... faz-me lembrar o Kurt Cobain com "Serve the Servants", e muito honestamente, com a diversidade de distros, distros mesmo sem serem de origem portuguesa como a Red Hat ou a SuSE conseguem ser superiores em tudo, e o suporte em tuga nao e' assim tao mau como isso. Pelo menos nao são sacos sem fundo de bugs e quase impossiveis de instalar, para nao falar em velocidades de download de 12Kb's que desmotivam qualquer um.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Just my 3 cents (Pontos:4, Informativo)
    por Gamito em 06-05-03 12:58 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    Desculpem lá, mas pôr as coisas em termos de "o tempo é de crise, vamos usar Linux porque é de borla" é uma farsa.
    É mau para o Linux, porque faz passar a ideia de que só é bom por ser à borla e "quando houver dinheiro, compramos uma coisa cara".

    O Linux a impor-se tem que ser pelos seus méritos e não pelos seus lindos olhos.

    Onde trabalho, administro três servidores Linux há vários anos e se eles cá continuam é porque fazem bem o seu trabalho, porque se não fizessem já tinha ido à vida.

    Outro aspecto é que para muitas empresas (médias e grandes e sei por experiência própria) é indiferente gastar umas centenas ou mais de contos a comprar digamos, Microsoft ou ter software livre à borla. Para empresas habituadas a comprar máquinas industriais que custam dezenas de milhar de contos, comprar um Windows 2003 server são peanuts. Qualquer patrão assina uma ordem de compra dessas de cruz se o informático-mor lhe disser que aquilo é que é bom.

    Deixemos então o choradinho pelintra de que o Linux é bom porque é de borla e enalteçamos as suas vantagens técnicas.
    Por exemplo, podemos mostrar os nossos logs de hoje dos Apaches e escarrapachar a carrada de Code Reds e nimdas que ainda por aí andam.

    Mário Gamito
    my web shelter
    Relação Qualidade / Preço (Pontos:2, Informativo)
    por nsp em 06-05-03 13:37 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Acho que é tudo uma questão de equilibrio!
    O Linux não é, de certeza, o melhor sistema operativo do mundo mas é de borla e faz bem a maior parte das coisas que sistemas mais caros fazem!
    Assim, tem uma relação qualidade/preço fenomenal!

    E em relação às grandes empresas as coisas não são muito diferentes. Qualquer director assina de cruz um MS Windows 2003. Mas qualquer grande empresa tem logo à partida 3 ambientes (desenvolvimento,qualidade e produção) cada um com várias maquinas e com diverso software. E a soma de todo o software necessário não é assim tão baixa para nestes tempos de crise ser assinada de cruz.

    Bye !
    Re:Relação Qualidade / Preço (Pontos:2)
    por Gamito em 06-05-03 13:40 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    "nestes tempos de crise"

    Crise ? Qual crise ?
    A dos bolsos da classe média que trabalha por conta de oitrém e tem a casa para pagar e o pão para pôr na mesa ? Essa sim...
    ... o resto são cantigas de embalar.

    Mário Gamito
    my web shelter
    Re:Relação Qualidade / Preço (Pontos:2, Interessante)
    por nsp em 06-05-03 13:48 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Desculpa mas não concordo!
    Trabalho numa grande empresa portuguesa e estou ligado a algumas opções de software que foram feitas nos ultimos dois anos e acredita que o factor custo ganhou, "nestes" tempos de crise, uma importancia muito grande!

    E a prova que o que se passa na empresa em que trabalho não é caso unico é o numero de telefonemas de comerciais de empresas de software (muitas multinacionais) a "oferecerem" os seus produtos por vezes a 50% do preço de há dois anos atras! Como não vendem os preços baixam!

    Bye !
    Re:Relação Qualidade / Preço (Pontos:2)
    por Gimp em 06-05-03 14:19 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    "Trabalho numa grande empresa portuguesa e estou ligado a algumas opções de software que foram feitas nos ultimos dois anos e acredita que o factor custo ganhou, "nestes" tempos de crise, uma importancia muito grande!"

    Tal como houve a loucura dos portais e wesites de 1 milhão, também nas empresas se gastou rios de dinheiro em "aplicações" que ainda esperam por melhores dias para funcionar. Depois da música dos "consultores-sereias", alguns responsáveis pela massa acordaram com a "crise" e agora toca a apertar o cinto.

    "E a prova que o que se passa na empresa em que trabalho não é caso unico é o numero de telefonemas de comerciais de empresas de software (muitas multinacionais) a "oferecerem" os seus produtos por vezes a 50% do preço de há dois anos atras! Como não vendem os preços baixam!"

    A massa era tanta que a bebedeira foi geral. Malta a ganhar somas exorbitantes de $, não sou contra o facto de alguém ganhar $, há que ter é tino, empresas a cobrar exorbitâncias por aplicações de merda...Resultado, a galinha esgotou-se. Toca agora mas é a atacar o sector público que é o que ainda dá leite e tentar vender com a margem de lucro possível ao sector privado. Enfim.
    Para terminar, um breve comentário ao artigo. Aqui na empresa comecei com um servidorzinho de fax há 2 anos que funciona silenciosamente. Hoje já são 6 servidores e que em que 3 deles estão em cluster. A importância cresceu e estou a fazer pressão para que cresça ainda mais. Felizmente que o começo não foi porque era barato mas porque houve uma necessidade e avancei com a sugestão de usar linux. Neste momento, para quem trabalha comigo, o linux representa qualidade, para os que chegam, é de borla mas rápidamente são "reprogramados" eheheh. Claro que a última coisa de que falo é que é de "borla", já que isso é uma entre as outras qualidades. Onde estou a batalhar mais e que de futuro é o argumento a abater é o de não haver suporte. É com isto que um se deve preocupar.


    "No comments"

    Re:Relação Qualidade / Preço (Pontos:1)
    por nsp em 06-05-03 14:53 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Parece-me que estamos os dois de acordo!
    Como eu disse aqui atras é tudo uma questão de equilibrio!
    Certamente, confiando que és um bom profissional, quando decidiste avançar para os clusters Linux sabias quais eram as limitações e quais as opções existentes e de certeza que concluiste que fazia o que pretendias com menos custo do que outros sistemas mais elaborados!

    Bye !
    Re:Just my 3 cents (Pontos:2)
    por vd em 06-05-03 13:47 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    porque faz passar a ideia de que só é bom por ser à borla e "quando houver dinheiro, compramos uma coisa cara".

    A sociedade em que nos inserimos e' exactamente esta. Enquanto houver dinheiro compra-se a coisa mais cara e quando houver menos, ja' se vai ao supermercado da esquina.

    O Linux a impor-se tem que ser pelos seus méritos e não pelos seus lindos olhos.

    Concordo! Ha' que passar 'a segunda fase de sensibilizacao das massas, do "borla" para "it works" :)

    Para empresas habituadas a comprar máquinas industriais que custam dezenas de milhar de contos, comprar um Windows 2003 server são peanuts.

    Sao de borla ;) Porque e' oferecido ;)

    Qualquer patrão assina uma ordem de compra dessas de cruz se o informático-mor lhe disser que aquilo é que é bom.

    Basicamente e porque compram "windows 2003 server" e nao "um servidor que funcione sempre, seja eficaz e tenha seguranca".

    Deixemos então o choradinho pelintra de que o Linux é bom porque é de borla e enalteçamos as suas vantagens técnicas.

    E' a segunda parte do trabalho de marketing que e' necessario fazer.

    Por exemplo, podemos mostrar os nossos logs de hoje dos Apaches e escarrapachar a carrada de Code Reds e nimdas que ainda por aí andam.

    Nao conheco nenhum ambiente empresarial que ainda possua o bug do codered, ao passo que os ambientes caseiros 'e aos montes.

    //vd
    Re:Just my 3 cents (Pontos:2)
    por Gimp em 06-05-03 15:53 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Começo a pensar que a tão falada "crise" veio dar a oportunidade que faltava ao linux em Portugal para se tornar mais visível. E não acredito que depois de verem as coisas a funcionar alguém seja maluco para deitar tudo fora só para comprar o windows XPTO, mas sempre haverá casos em que interessa gastar dinheiro(ironia)...

    P.S. Conheço o caso de um responsável pela informática de certo grupo que há 1 ano me dizia que linux era bom para brincar mas que para empresas nada. Há pouco tempo apresentou o orçamento para um sistema de segurança chave na mão foi corrido pelo mesmíssimo presidente. Final da história: contratou um linux expert e montou tudo em ambiente caseiro ;-).


    "No comments"

    Re:Just my 3 cents (Pontos:2, Interessante)
    por rsantos em 06-05-03 16:19 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    "o tempo é de crise, vamos usar Linux porque é de borla"
    Mas essa frase é sua. Não consta do artigo.

    Aquilo que disse, e também é o que consta no artigo, é que em "tempos de crise" - julgo que aqui estamos de acordo: os tempos são de crise - as empresas tendem a racionalizar os custos. Ora tendo em conta que o Linux é "de borla", parece-me óbvio que isso o poderá favorecer na hora das empresas escolherem.

    "O Linux a impor-se tem que ser pelos seus méritos e não pelos seus lindos olhos."
    Errado. O Linux tem de impor-se pelos seus méritos e pelos seus "lindos olhos". É aquilo a que se chama a relação "qualidade/preço".

    Is this the meaning of life?....Ah! It's Lear again!
    Re:Just my 3 cents (Pontos:3, Interessante)
    por nmarques em 06-05-03 19:16 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Fazem bem o seu trabalho porque sao bem administrados... Porque infelizmente em PME's o que mais vejo e' servidores linux, Mandrake e' o mais comum, prontinhos a serem postos abaixo por um puto diabolico qualquer a correr codigo maléfico que axa na net. Nesse ponto de vista eles sao iguais a M$ ou a qualquer outro. A questão de ser ou nao gratuito, nao interessa Mário, mais de metade das empresas que conheço ligadas a TI ou mesmo empresas que vivem de paginas e afins usam software nao licenciado ou crackado ou como quiseres... Não me parece que o preço seja um factor importante. Cumps, nelson

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Re:Just my 3 cents (Pontos:2)
    por Gamito em 06-05-03 20:00 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    Pois, precisamente. Estamos de acordo.

    Mário Gamito
    my web shelter
    Re:Just my 3 cents (Pontos:2)
    por quantic_oscillation em 07-05-03 12:22 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://fs-oss.cjb.net
    precisamente o ponto de vista que o artigo DEVERIA ter feito passar e não a tanga do ser de borla.
    Cu$tos e beneficios (Pontos:3, Interessante)
    por Dante em 06-05-03 19:28 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    A Empresa onde trabalho actualmente (uma grande empresa), que tem o software todo legalizado (como deve ser!) tem despesas altissimas em licensas de SO's, CALS, ets, na ordem das centena de milhar de euros por ano!!! Agora digam lá quem é que assina uma despesa destas de cruz, principalmente quando ouvem falar muito por alto numa coisa chamada "linuz ou linus" que até é de borla? a minha experiencia +/- recente com o redhat 8 levou-me à mesma palavra que aqui á uns anos atrás: PERSISTENCIA. de facto, existe muita documentação, muitas opiniões, muitas ajudas (tudo muito disperso... linuxdocs, howtos, newsgroups, etc) mas também existem muitos bugs, muitas incoerencias, etc. e depois existe sempo o problema da "comunicação com o exterior"... p.e. quem é que arrisca ter linux no escritorio se depois não tem a certeza se o documento x ou a folha y vão abrir exactamente da mesma forma que uns formatos propriatários que andam muito por aí? E depois... diz-se aos clientes para nos mandarem o ficheiro noutro formato (e eles mandam-nos passear? Daí que um passo excelente era o estado impor o tao pouco falado/entendido anteprojecto que obrigaria as entidades estatais a optarem SEMPRE por sistemas abertos! ... PS: já escrevi mais neste post que em todos os meus outros acumulados até aqui no gildot... isto cansa :-)
    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por Gamito em 06-05-03 20:04 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    "p.e. quem é que arrisca ter linux no escritorio se depois não tem a certeza se o documento x ou a folha y vão abrir exactamente da mesma forma que uns formatos propriatários que andam muito por aí?"

    Posso dizer-te que acabei de escrever um livro em co-autoria com outra pessoa. Por imposição da editora, tivemos que o escrever em Word.
    Devias ver a confusão que deu. Eu com Word XP, o outro autor com Word 97 e a editora com não sei o quê.
    Foi tal a confusão e desformatação entre os três, que teve que ser a editora a fazer a verificação final da paginação, índice, índice remissivo, dimensionamento das figuras, etc.

    Também já estive numa empresa com tudo legal e se é verdade que havia alguns Offices legais, também havia muito OOo. Era uma questão de se ver caso a caso quem precisava do quê.

    Mário Gamito
    my web shelter
    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2, Interessante)
    por MIPS em 06-05-03 21:57 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    Se houve confusao parece-me ser mais porque nao soubeste usar o Word -- nao me parece que tenha sido por compatibilidade entre versoes.


    --
    The true face of open-source...

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por Gamito em 06-05-03 22:09 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    Realmente é verdade. Não sei usar o Word.
    Mas o Word não é para quem não sabe usar o Word :P ?

    Agora a sério... deves estar a gozar. Então um gajo escreve um texto num Word, abre-o noutro, aparece completamente diferente e isso deve-se a eu não saber usar o Word ?

    Mário Gamito
    my web shelter
    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2, Esclarecedor)
    por MIPS em 06-05-03 22:24 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    Agora a sério... deves estar a gozar. Então um gajo escreve um texto num Word, abre-o noutro, aparece completamente diferente e isso deve-se a eu não saber usar o Word ?

    Sim, pode ser. Versoes diferentes teem funcionalidades diferentes, e quando duas pessoas escrevem o mesmo documento utilizando versoes diferentes parece-me ser prudente usarem um conjunto de funcionalidades que seja comum nas duas versoes. Nao te parece ?


    --
    The true face of open-source...

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2, Informativo)
    por Gamblit em 06-05-03 22:38 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Problema resolvido então! Quando faço um documento no OpenOffice uso apenas funções q sei que funcionam na suite M$ ou vice-versa. Não me parece que essa tua solução seja muito inteligente/conveniente. Eu também já tive problemas com documentos editados em diferentes versões da suite M$ e eram documentos que chegavam a usar funções tão avançadas como ter apenas lá o texto escarrapachado com umas imagens... Cada vez mais me parece que as pessoas aceitam os erros da Microsoft de bom grado. A dita editora obriga a que o formato seja Word e depois tem de verificar se tudo está correcto porque nunca se sabe... IMHO TeX seria um sistema MUITO mais indicado para o caso. Mas lá está, são apenas opiniões...
    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2, Esclarecedor)
    por MIPS em 06-05-03 23:07 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    Quando faço um documento no OpenOffice uso apenas funções q sei que funcionam na suite M$ ou vice-versa. Não me parece que essa tua solução seja muito inteligente/conveniente.

    Conveniente, talvez nao -- inteligente talvez ja' seja. Quando tens duas versoes de um produto onde as release notes dizem especificamente que algumas funcoes sao incompativeis (como por exemplo, a divisao do layout em colunas entre o Office97 e o OfficeXP), talvez nao seja particularmente inteligente utilizar essa funcao (ignorando o que as instruccoes dizem) e depois culpar a Microsoft por o software "nao funcionar como se espera".


    --
    The true face of open-source...

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por Arrepiadd em 07-05-03 7:18 GMT (#29)
    (Utilizador Info)
    Quando tens duas versoes de um produto onde as release notes dizem especificamente que algumas funcoes sao incompativeis (como por exemplo, a divisao do layout em colunas entre o Office97 e o OfficeXP), talvez nao seja particularmente inteligente utilizar essa funcao (ignorando o que as instruccoes dizem) e depois culpar a Microsoft por o software "nao funcionar como se espera".

    Portanto, se entre o Office XP e o Office 97 não se podem sequer usar tabelas, o que é que podemos usar? Só texto? Ou também se pode usar Bold e Itálico? É que por essa ordem de ideias, a Microsoft pode muito bem por interoperabilidade apenas ao nível de texto base (ou mesmo nenhuma interoperabilidade) e tu também não te podes queixar de forma alguma.

    Faz sentido? A mim não

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:3, Esclarecedor)
    por leitao em 07-05-03 8:14 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Faz sentido? A mim não

    Nesse caso tens a opcao final de qualquer consumidor: nao gostas nao compras. Toda a gente te agradece.


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por mlopes em 07-05-03 15:22 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    A não ser que...a editora assim o exija!

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por leitao em 07-05-03 15:48 GMT (#43)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Muda de editora -- ou preferes que a editora mude so' para ti ?


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por mlopes em 07-05-03 15:59 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Nem sempre isso é possivel. Mas quem escreveu o livro e passou pela situação talvez te consiga esclarecer melhor.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:1)
    por Gamblit em 07-05-03 19:28 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    Apenas a titulo de informação, os ficheiros que me dão o dito problema estão em Word97 e estou a tentar abri-los em Office2000. Não uma diferença de duas gerações de software mas sim de uma. No entanto o numero de incompatibilidades é apreciavel.

    Depois existe outro pequeno detalhe: quando vais gravar um ficheiro no Word2000 (por exemplo) tens a opção de escolher o formato em que desejas gravar. Se ele te deixa gravar em formato Word97 não significa isso que ele entende a estrutura desse formato? Se a entende e consegue gravar nela então porque é que não consegue abrir ficheiros nesse mesmo formato? Creio que existem duas opções (que eu não testei): Ou o Word anuncia que grava em Word97 e se tentares depois não abre como deve ser na versão 97 do Office (significando isso que mesmo a funcionalidade anunciada não está presente) ou ele realmente grava bem esse formato e não o abre decentemente por alguma razão desconhecida até porque se grava as estruturas de dados já devem estar implementadas.
    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por Pink em 07-05-03 20:03 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Já experimentou salvar em Rich Text Format (.RTF)?

    Confesso que não costumo criar documentos com grandes formatações, mas sempre que troco arquivos com outros computadores (e offices), uso o .RTF. Não me lembro de ter tido nenhum problema grave (normalmente é uma fonte que falta).

    Se não for por outro motivo, .RTF não transmite vírus de macro....

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:1)
    por Init em 07-05-03 23:53 GMT (#50)
    (Utilizador Info)

    Mas e se o formato exgido for .doc??? Parece que éra este o problema.


    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por mlopes em 08-05-03 11:10 GMT (#52)
    (Utilizador Info)
    Questiono-me se a maioria do pessoal não comia com uns .rtf com a extenção .doc sem se queixar!
    E já agora qual o problema de quem exige .doc abrir o .rtf com o word e salvá-lo com o formato Word xx?

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por Pink em 08-05-03 16:48 GMT (#55)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Renomeia para ".DOC" na marra.

    Ninguém vai perceber a diferença... Nem o Word... 8-)

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    funcionalidades comuns != tabelas (Pontos:2)
    por blind em 06-05-03 23:54 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Já me aconteceu ter um documento em word XP com uma tabela distribuida por *varias* paginas(sem + nenhuma mariquice, apenas inserir tabela(x colunas,y linhas)) e ao abrir no word 2000 só aparecer o conteudo da primeira pagina e as restantes paginas aparecerem em branco...
    será que as tabelas não são comuns ás 2 versões. Não te parece ?
    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por mlopes em 07-05-03 15:18 GMT (#40)
    (Utilizador Info)

    Realmente é verdade. Não sei usar o Word.

    Não era suposto o Word estar em todo o lado porque é fácil e toda a gente o sabe usar? ;)


    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por vd em 07-05-03 9:59 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    [...] também havia muito OOo

    Blasfémia! ;)


    //vd
    Re:Cu$tos e beneficios (Pontos:2)
    por Gamito em 07-05-03 15:32 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    Porque é que julgas que eu não gosto dele :P ?

    Mário Gamito
    my web shelter
    E' preciso ter cuidado... (Pontos:2, Informativo)
    por MIPS em 06-05-03 22:00 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    A reducao de custo em empresas e' insignificante quando se muda apenas de sistema operativo. O que custa muito dinheiro sao as aplicacoes, nao sao os sistemas operativos. Nao estou a ver uma empresa a saltar de (por exemplo) um file/print server de Windows para Linux apenas para poupar uns 500/1000 Euros por ano quando estao a pagar 15000 pelo sistema de contabilidade, ou 100000 pelo sistema de ERP.


    --
    The true face of open-source...

    Re:E' preciso ter cuidado... (Pontos:2)
    por Gamito em 06-05-03 22:02 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.dte.ua.pt/~gamito
    Bingo!

    Mário Gamito
    my web shelter
    Re:E' preciso ter cuidado... (Pontos:1)
    por gass em 07-05-03 19:51 GMT (#46)
    (Utilizador Info)
    Bingo

    Pequena PME da minha mãe:
    7 desktop e 1 servidor de aplicações/backup:
    7 licenças de win 98 - 150 €;
    1 licença netware servidor 200€ ??
    9 licenças netware desktop = 200€
    microsoft office 700€??
    Programa de contabilidade/imobilizado/salarios 1500 €

    TOTAL = 2750 € = 550 contos

    Toda esta rede era feita em condições com 1 servidor linux, estações linux e openoffice;
    mudança de programas de trabalho (facilita a mudança, mas não sei se a Câmara dos técnicos de contas tem para linux)

    a não ser por obrigação, cerca de 300 contos compensa a manutenção do software, mais que não seja porque as operadoras deste ... nem vale a pena explicar a sua abertura para novas aprendizagens (que coisa é esta? como tava dantes, tava bem!?!!).

    Cumps.

    Re:E' preciso ter cuidado... (Pontos:1)
    por MIPS em 07-05-03 21:55 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://www.usethesource.com/articles/03/01/03/1331203.shtml
    Nao percebo muito bem a que conclusao e' que estas a tentar chegar -- mas por 550/ano pagas a um "especialista de Linux" 50 contos por mes para manter o software... boa sorte em encontrar um...


    --
    The true face of open-source...

    ... 550/ano?? (Pontos:1)
    por gass em 08-05-03 8:29 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    nops... 550 contos que custou o software. portanto... numa pme, a realidade é... win, por enquanto!
    Re:... 550/ano?? (Pontos:2)
    por mlopes em 08-05-03 11:16 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    E quem é que tratou das instalações e trata de resolver os problemas que possam surgir nas máquinas? Essa pessoa não é paga?

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:... 550/ano?? (Pontos:1)
    por gass em 09-05-03 9:31 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    Apenas manutenção (actualização) do programa de contabilidade, apenas ... e esse custo é +/- igual em qualquer lado.
    licenças (Pontos:1)
    por gass em 09-05-03 9:31 GMT (#57)
    (Utilizador Info)
    aqui o que se discute são licenças de utilização de software.
    Re:licenças (Pontos:2)
    por mlopes em 09-05-03 11:03 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Então se a discussão passa exclusivamente pelo preço das licenças temos 550 contos do windows contra 0 do Linux, não percebo então a tua conclusão de o Windows ser a opção!

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:E' preciso ter cuidado... (Pontos:1)
    por rsantos em 08-05-03 14:36 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    Usar exemplos como argumento, não serve. Pois trata-se de um exercício indutivo.
    Aquilo que se afirma é que software grátis é mais barato que software pago. Alguém duvida disto?
    Quanto aos custos de manutenção, aprendizagem e adapatção, levam sempre tempo e algum dinheiro. Mas, a médio prazo, as vantagens parecem-me óbvias.

    Is this the meaning of life?....Ah! It's Lear again!
    Re:E' preciso ter cuidado... Isto é p/ empresas (Pontos:1)
    por gass em 09-05-03 9:34 GMT (#58)
    (Utilizador Info)
    é preciso fazer uma análise de custo, não só de dinheiro vivo, mas tb de tempo.

    na relação tempo+dinheiro vs fs/oss , numa pme, ele pode perder, pois existem muitas em que os recursos humanos são desde logo contra e o patronato tb - mesmo pagando mais.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]