gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O utilizador de Linux - Manifesto
Contribuído por scorpio em 01-05-03 12:50
do departamento manifesto
Linux mr. f. escreve "O utilizador de Linux

Antes de mais este nao se trata de um manifesto anti-moral e ditatorial sobre o porque de se usar Linux (ie. o kernel e todo o software open source associado).

Trata-se da minha visao pessoal do que receio que venha a ser o conceito de se usar esta tecnologia para fins demasiados egoistas ou destruidores de conhecimento. As razoes porque um opta por usar Linux devem ser merecedoras de valor por diversos pontos.

"

Em primeiro lugar, Linux nao e' concerteza o sistema operativo mais usado ao cima da Terra, nem tao pouco o mais intuitivo e muito menos o mais antigo. No entanto, ele foi um sistema operativo criado a partir do conhecimento intrinsseco da informatica e pela vontade de criar algo novo, algo para um fim pessoal mas sobretudo para desenvolver criar e aprender o funcionamento do que e' hoje o sistema motor da informacao global. Foi desenvolvido de pessoas com conhecimentos para pessoas com conhecimentos, para desenvolver ou mesmo apenas pelo prazer de brincar com a tecnologia. Nos dias que correm ja' nao e' assim. Qualquer pessoa tem mais facilidade em usar esta tecnologia, assim como criar novo software (propriedade intelectual) com ela. O receio comeca quando as coisas se tornam demasiado simples, acessiveis, faceis de obter e faceis de usar (estupidificacao ou progresso? suponho que seja uma escolha individual).

Num mundo onde existe uma competicao quase perpetua e' dificil separar o trigo do joio e muitas vezes alguem pode *usar* Linux apenas porque e' *fixe* ou *e' estavel e eu nao sei porque mas ouvi dizer* ou ainda *agora vou inventar aqui uma coisa qualquer para impressionar o pessoal e vou-me portar como um completo parvalhao para ter um pouco de atencao*. De facto, nao e' por alguem usar um sistema facil ou dificil que se ve a sua propriedade intelectual (aka esperteza), nem as suas intencoes, nem a sua vocacao. Podem-se tirar alguma conclusoes superficiais, mas de grao fino, comparativamente ao que realmente acontece. O tipico, e esperto ao meu ver, utilizador de um sistema operativo usa-o para aquilo que quer. E *querer* pode ter varios significados, ocorre-me criar um relatorio, ou uma tabela de despesas/receitas empresarial, criar 2 segundos de animacao digital ou ainda jogar o ultimo jogo da moda.

O que me parece errado e' alguem gabar-se de que usa um sistema em detoriamento do outro sem qualquer razao. Como por exemplo: eu criei a minha propria distro de Linux entao eu sou o maior porque:

facto 1: estou a gabar-me por isso toda a gente vai ficar a saber que eu sou o maior.

facto 2: e' muito dificil seguir as instrucoes do existente linuxfromscratch.org e criar a minha propria distro.

facto 3: se a minha distro tem um nome que ninguem ouviu falar e' a melhor.

O que as pessoas que talvez se esquecam ou nao se querem lembrar e' que e' o John Smith que trabalha na Intel ou a Abdul Hindu que trabalha na IBM que realmente e' o l33t, o h4x0r, o individuo que nunca se gabou e de quem nunca ouviu falar mas que cria toda a espantosa diversidade de sistemas moldaveis e adaptaveis para o uso pessoal (mundial).

Se um desejar criar algo eu espero que crie. Nao que use, mas que crie, nem que seja uma ideia, e quando achar conveniente a diga ou a use ou divulgue mas nao se elogie a si proprio porque se consegue o que conseguiu (e para minha tristeza normalmente e' muito menos do que seria de esperar da nossa especie) foi porque se apoio no trabalho de muitos que morreram ou que ninguem vai ouvir falar. As razoes que rodeam o Open Source em geral nao vao ser discutidas mas um ponto fica acente.

Qualquer pessoa pode adoptar qualquer ideologia, e' isso que faz a humanidade tao fantastica mas divulgar o conhecimento sempre foi a unica forma de evolucao.

O Manifesto.

Sendmail SMTP AUTH e Sapo ADSL | IPv6 em Casa  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Intel
  • Mais acerca Linux
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    ... (Pontos:2, Esclarecedor)
    por PimpMastah em 01-05-03 13:40 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    So boring
    Re:... (Pontos:2)
    por pcardoso em 01-05-03 14:48 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://insomni.org
    É verdade... O autor podia pelo menos utilizar caracteres acentuados... Esqueceste-te de meter COUNTRY=351, 850, C:\DOS\COUNTRY.SYS e KEYB PO no autoexec.bat e config.sys? :)

    Li com algum custo o texto e fiquei sem saber ao certo o seu objectivo... É contra ter alguém a gabar-se de ser l33t por criar a sua distro? Então parabéns para ele e continuemos com a nossa vida...

    l8r!


    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Re:... (Pontos:1)
    por PimpMastah em 01-05-03 15:47 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Indeed

    é daquelas cenas que lemos com velocidade exponencial. Isto é uma palavra de cada vez, depois duas, depois quatro e depois desistimos.

    Pode ser que dê para uma das flames wars habituais. É só esperar que o mvalante e o leitao acordem. (exemplo meramente aleatório)

    Entretanto vou escrever um post para o scorpio aprovar sobre o estado do tempo amanhã em kuala lumpur
    Re:... (Pontos:2)
    por MacLeod em 01-05-03 16:27 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    é daquelas cenas que lemos com velocidade exponencial. Isto é uma palavra de cada vez, depois duas, depois quatro e depois desistimos.

    Exacto... Por acaso achei piada ao primeiro parágrafo, está bem escrito. E justamente quando ia a pensar "vou passar este texto a um dos meus amigos com poucos conhecimentos técnicos", continuo e penso "pfff". Em relação ao exponencial, talvez seja mais gaussiano (começas subitamente a ficar com muito interesse, até que te apercebes da misturada e de repente estás à procura de outro link para clicar).

    Em relação aos flames, então agora não tinha sido o jorgelaranjo o novo detentor do título "bate mais no ceguinho"? ;-) Deviam fazer uma nova secção do Gildot chamada "one2one" em que se reuniam dois gurus (ou aspirantes) com as respectivas hordes de seguidores. Havia um artigo que continha apenas o texto: "O meu mercedes é maior que o teu.", e depois começava a batalha...

    Re:... (Pontos:4, Esclarecedor)
    por pcardoso em 01-05-03 16:33 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://insomni.org
    Espero que não resulte numa flamewar em torno do autor como aconteceu com o João Paredes, já que aí ninguem respeita ninguém. Depois de ler os comentários deu-me vontade de não voltar ao gildot...

    Bah.. aquilo parecia um recreio de uma escola primária a discutir quem tinha mais berlindes.
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Re:... (Pontos:1, Despropositado)
    por jig em 01-05-03 17:03 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Os meus berlindes são maiores que os teus
    Re:... (Pontos:2)
    por pcardoso em 01-05-03 17:21 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://insomni.org
    então olha... mete-os onde couberem! :)

    piada fácil, eu sei, mas... é feriado e tou farto de escrever código PHP.. sempre ajuda a passar...
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    Re:... (Pontos:1)
    por PimpMastah em 01-05-03 17:30 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Vi por alto essa história. O truque é não ler os comentários. é fubar mesmo
    Diconário precisa-se. (Pontos:2)
    por André Simões em 01-05-03 14:04 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://hesperion.catus.net
    Se um desejar criar...
    Isto soa-me a portunhol. Português não é com certeza. Quanto ao resto, concordo na generalidade. No entanto é preciso algum cuidado na escrita, em qualquer ocasião, mas mais ainda quando se propõe algo como um Manifesto.

    ---
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    "Tudo nos é alheio: apenas o Tempo é nosso."

    What ? (Pontos:2)
    por leitao em 01-05-03 16:41 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Nao percebo o objectivo, nem a "bottom line" desta mensagem...


    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information

    Re:What ? (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 01-05-03 18:46 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    Não costumo concordar muito contigo, mas neste caso, tenho de te dar 100% de razão...


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    ? (Pontos:2)
    por mvalente em 01-05-03 17:05 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    receio que venha a ser o conceito de se usar esta tecnologia para fins demasiados egoistas.

    As razoes porque um opta por usar Linux devem ser merecedoras de valor por diversos pontos.

    Decide-te... ou as razões de cada um (ie egoistas) são más, e portanto tens "receios", ou então são "boas", e portanto "merecedoras de valor".

    Cumprimentos

    Mario Valente

    deve custar.. (Pontos:3, Engraçado)
    por hununu em 01-05-03 19:20 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://dequim.ist.utl.pt
    Estou a ser mau, mas ler este artigo no Gildot deve doer a quem submete artigos 10x mais interessantes e que são rejeitados.


    \oo/
    Re:deve custar.. (Pontos:2, Informativo)
    por scorpio em 01-05-03 19:43 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://eurotux.com/
    Poooois, e eu estou a ser mau (mas com conhecimento de causa) quando digo que se calhar não são submetidos artigos assim tão interessantes no GilDot.
    Re:deve custar.. (Pontos:1)
    por hununu em 02-05-03 0:39 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://dequim.ist.utl.pt
    Bom, resta-me então apenas pensar que um editor é na prática apenas uma pessoa que aprova ou não aprova artigos. :-) (sim, eu sei que a maior parte das pessoas tem mais que fazer e não quero entrar por aí)

    No entanto, e tentando estabelecer uma ordem cronológica não custava muito divulgar coisas como por exemplo o PF estar cada vez melhor e pasme-se o mais incauto, ter aparecido uma mensagem numa ML de FreeBSD a dizer que foi mesmo portado para o FreeBSD 5.0 :-)

    Continuando a falar de FreeBSD e como estamos numa de divulgar entrevistas de um tal site na internet ;), que tal esta excelente entrevista que me parece esclarecedora (e ao mesmo tempo mostrando a variedade que existe nesta equipa) sobre a posição do FreeBSD neste mundo face a outros sistemas operativos, quer ao nível de desktop, quer de servidores. A thread a este respeito no nosso amigo bsd /. parece-me ter pontos de vista muito interessantes.

    Voltando ao PF e OpenBSD, parece ter passado ao lado do Gildot ter sido lançado a versão 3.3...No entanto, e mais compreensível de ter escapado ao mais distraído, é a fraca participação que está a ter a nmap survey deste ano. :-)

    Como nota final e como parece que o Gildot está receptivo a notícias de ciência (nem que sejam disfarçadas ;) convido todos os interessados a visitarem esta colecção de artigos sobre o SARS.

    Sim, se calhar devia ter submetido vários artigos sobre estas e outras coisas...


    \oo/
    Re:deve custar.. (Pontos:2)
    por vd em 02-05-03 11:19 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Nem todos sao fans do *bsd ...

    Quem seja que se chegue 'a frente:
    http://www.gildot.org/submit.pl

    //vd
    Re:deve custar.. (Pontos:1)
    por hununu em 02-05-03 15:01 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://dequim.ist.utl.pt
    Nem todos sao fans do *bsd ...

    Metade do meu post não era de bsd. :-)


    \oo/
    Reparos (Pontos:1)
    por Init em 01-05-03 19:22 GMT (#14)
    (Utilizador Info)

    «...e todo o software open source associado...»
    O nome mais adequado para a maioria desse software é Software Livre.

    «...e pela vontade de criar algo novo...»
    A ideia que tenho é que o Linux foi criado com o objectivo não de criar algo novo, mas sim de aperfeiçoar o conceito de algo que já exisitia.

    «(propriedade intelectual)»
    Não é propriamente a isso que no universo do Software Livre e do sistema GNU/Linux se dá mais importância, aliàs o Software Livre tem por objectivo eleminar o poder da propriedade intelectual.


    Esquisofrenia aguda (Pontos:1)
    por macTeK em 01-05-03 19:56 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Na minha opinião, julgo sinceramente que esta obra-prima deve ter sido escrito por um puto de 15 anos que passou a noite de ontem a "pastilhar" demasiado e hoje na ressaca decidiu criar o seu Manifesto. Yeah! Let's do a Teenage Riot in the 1st of May.

    Mas é bom surgirem tratados deste tipo aqui no GilDot, para que os camaradas editores fiquem a saber a responsabilidade pesada da sua tarefa. Eu sou a última pessoa a favor da censura, mas editar significa necessariamente filtrar, cortar, eliminar. Porque senão o GilDot fica atulado de bostas andantes como estas.
    Re:Esquisofrenia aguda (Pontos:2)
    por pcardoso em 01-05-03 23:51 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://insomni.org
    sinceramente pensei o mesmo sobre o autor... parece uma composição feita para a disciplina de português em que o professor deixou escolher o tema.

    o autor meteu umas quantas palavras esquisitas para o professor (linux, opensource, etc), obfuscou o texto com umas palavras caras e pronto.. tá feito.. agora entrega-se ao professor (q por não perceber do assunto até lhe deu uma nota alta só para n ter q o aturar mais) e vai-se ao sapo procurar por linux.. encontra-se um fórum chamado gildot e submete como artigo."este pessoal deve curtir isto", pensa ele...

    inicialmente pensa que lhe vão encher o ego com comentários como "Qual John Smith e Abdul Hindu! Este Mr F. é que é um l33t h4x0r!!!" e afins, mas com o desenrolar da discussão vai-se divertindo enquanto tem as, ahem, mentes brilhantes do gildot (chamemos-lhes assim à falta de melhor nome) tenta decifrar o conteúdo do que escrevinhou... e com este texto não há desencriptador/descodificador que valha! ninguem quer começar qq coisa do tipo do RC5 do distributed.net para perceber o significado disto?

    ;)
    I live the way I type; fast, with a lot of mistakes.
    and the point is ?... (Pontos:2, Interessante)
    por moonrider em 01-05-03 23:47 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    O receio comeca quando as coisas se tornam demasiado simples, acessiveis, faceis de obter e faceis de usar

    O receio de quê e por parte de quem ? O "poder" da tecnologia só existe nas mãos de quem a sabe usar. O facto de teres acesso a boas ferramentas só por si não faz de ti um bom profissional.

    E qual o motivo de tantas questões existenciais em torno da utilização do linux ? Eu pensei que este tipo de questões tinha sido ultrapassado. O linux é um sistema operativo como qualquer outro, apenas o usa quem o quer usar e qualquer pessoa tem a liberdade de o fazer e da forma que bem entender, desde que obedeça às limitações legais.
    ... (Pontos:1)
    por MrVi em 02-05-03 0:29 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://nuno.eth.pt/
    élou?!

    ---------
    Nuno Loureiro
    hmmm (Pontos:1)
    por Drune em 03-05-03 14:31 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    No meio desta imensidão de palavras caras e sem sentido.. ha uma coisa que concordo com o post:
    "o conhecimento sempre foi a unica forma de evolucao"
    Quanto ao resto do manifesto..NO COMMENTS! :\ mt mau mesmo...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]