gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Jogos "alternativos"
Contribuído por BladeRunner em 07-04-03 10:59
do departamento games
Jogos mvalente escreve "Um fim de semana a ler o "High Score! The Illustrated History of Electronic Games" e a dar uma "trepa" em VirtuaFigher 4 a uns amigos, assim como uma capa da Edge intitulada "Bored to death of videogames?", provocaram uma subita necessidade de procurar jogos alternativos (particularmente para Linux).

E existem de facto coisas "interessantes" por aí: desde updates aos oldies como sejam o FreeCiv (clone open source do Civilization) ou o Falcon's Eye (interface gráfico para o NetHack) até a coisas novas como o EgoBoo (um japanime RPG Zelda-like) ou o já falado Cube (um FPS Quake-like).

Mesmo assim, nada de tão "alternativo" e que me dê tanto gozo de jogar como o Rez, o unico jogo que nos últimos 5 anos me conseguiu impressionar. Aceitam-se recomendações e apontadores para mais jogos "alternativos" (auto-excluem-se os FPS tipo Quake, os RPGs tipo Final Fantasy, os RTS tipo Starcraft e os simuladores de futebol, desportos radicais e corridas de carros)...

Cumprimentos

Mario Valente"

A vitalidade do Politicamente Incorrecto | Red Hat 9  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • mvalente
  • "High Score! The Illustrated History of Electronic Games"
  • VirtuaFigher 4
  • Edge
  • FreeCiv
  • Falcon's Eye
  • EgoBoo
  • já falado Cube
  • Rez
  • Mais acerca Jogos
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    One game to conquer'em all. (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 07-04-03 11:55 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Who needs alternatives when you have Grand Theft Auto 3 - Vice City (PS2).
    "I triple guarantee you, there are no American soldiers in Baghdad.", Mohammed Saeed al-Sahaf, Iraqi Minister of Information
    eu ainda sou do tempo... (Pontos:3, Interessante)
    por grumpy bulgarian em 07-04-03 12:30 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    tenho a impressão que com o passar dos anos houve demasiada concentração de titulos nos tipos mais standard de jogos como esses que o MV descreve. espanta-me que não haja mais reedições do jogos como os que havia no ZX Spectrum, que podiam ser altamente melhorados em maquinas que fazem graficos 3d melhor que o Spectrum e sem estar limitados a 41K. um que eu gostava bastante era o SPINDIZZY. era todo passado num mundo 3D e o nosso boneco era um pião. era um jogo de habilidade. aquilo re-feito com base no unreal ficava um espectaculo :)
    Grumpy B)
    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:3, Informativo)
    por ^magico^ em 07-04-03 13:04 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    E aqui está um link com informação para os interessados.
    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:3, Informativo)
    por mvalente em 07-04-03 13:45 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    um que eu gostava bastante era o SPINDIZZY.

    ...que era uma copia descarada do Marble Madness (arcade) do qual mais tarde saiu o original para o Spectrum.

    Ambos eram também dos meus preferidos. E concordo que refeitos num qq engine 3d era boas ideias :-) (hmmmmm.....;-)

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 07-04-03 14:23 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://10.10.11.2
    E concordo que refeitos num qq engine 3d era boas ideias :-) (hmmmmm.....;-)

    acrescentava-se um modo multiplayer e respectivo chat, sangue e vísceras quando o pião (GERALD) se espetava...

    sempre que se acabasse uma secção era apresentada uma foto de uma gaja jeitosa e estava feito o hit do ano! :)
    Grumpy B)

    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:3, Informativo)
    por pcardoso em 08-04-03 1:07 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    oi!

    não é preciso sonhar mais...

    existe um clone em 3d, chamado Marble Blast de uma companhia chamada Garage Games (o site deles, garagegames.com não funciona de momento).. não sei o grau de semelhança com o original, mas este é bastante viciante. existem versões para mac, linux e windows, exactamente iguais.

    qdo comprei o meu Mac foi um jogo q um colega meu me copiou e fiquei viciado. saquei depois a versão linux e não descansei enquanto não completei os níveis do demo.. ando a pensar registar para matar o vício. o demo agora é mto fácil para mim :)

    cumprimentos,
    pedro
    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:1)
    por Pink em 07-04-03 18:27 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    No meu tempo, era Elite, Space Rogue, Sun Dog... 8-)

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:1)
    por Pink em 08-04-03 22:38 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Falando em SunDos, achei uns links interessantes:

    1) Site "oficial" do jogo, de um dos designes do mesmo.

    2) Site na sourceforge, onde o SunDog Ressurrection Project está sendo levado à cabo.

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:4, Esclarecedor)
    por rsantos em 07-04-03 20:40 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    No fundo, aquilo que todos (nesta discussão) queremos, não é jogos novos com melhores gráficos ou mais reais em termos de jogabilidade, até porque isso são aspectos cujo avanço é inegável e continuará a ser muito acelerado.
    O que todos queremos é que se fizessem jogos como se faziam dantes. Jogos cujo realismo de movimentos e imagem deixava tanto a desejar que os criadores se viam obrigados a puxar pela imaginação. E fizeram verdadeiras pérolas. Quando dizem que gostavem de ver uma reedição de um jogo do ZX Spectrum, mas que aproveitasse a capacidade das máquinas actuais, estão a desmascarar aquele que é o problema de fundo. A falta de imaginação dos actuais criadores de jogos, ou pelo menos, da sua grande maioria.

    Is this the meaning of life?....Ah! It's Lear again!
    Re:eu ainda sou do tempo... (Pontos:1)
    por [Cliff] em 07-04-03 23:16 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Apesar de perceber o teu ponto de vista, não posso concordar com ele. Eu acho que hoje ainda se fazem pérolas (pelo que ouvi falar do Vice City, o Metroid Prime ou pelo que eu vi, com muito gosto, no Halo) só que nós (que carregamos o fa(r)do de acharmos que os jogos de antigamente é que eram bons, e realmente eram(!)) é que já não temos tempo para explorar um jogo a fundo.
    Eu adoro jogar o Street Fighter II no MAME. Acho que é um dos melhores jogos que já vi, mas não penso por isso que os jogos de "stikada" hoje em dia são maus. Eu adoro o Street Fighter II porque perdi literalmente horas nas arcades a meter chapa e só tenho boas memórias desses tempos. Idem para um dos primeiros jogos de motas no PC que joguei - o GP Cycles da Accolade - mas não é por isso que olho com desdém para o Moto GP para a XBox.
    Mas lá está, perdi horas a jogar aqueles jogos, já lhes conheço as manhas e hoje em dia já não consigo pegar num jogo com o mesmo entusiasmo depois de um dia de trabalho.
    Quantos de vocês conseguem?
    Andam por aí jogos que me deixam em baixo, não porque são maus, mas porque eu gostava mesmo de perder mais tempo com eles, como por exemplo o Medal Of Honor, que é o meu FPS de eleição (quem já jogou em Omaha Beach em multiplayer sabe do que estou a falar ;), ou o último série NASCAR da Papyrus (á está o multiplayer online a falar mais alto) com o qual eu perdi horas de sono porque as corridas online começavam às 9/10PM EST.

    Reparo que os vossos comentários são saudosistas, não pela qualidade dos jogos de antigamente, mas certamente pelas memórias que vos trazem.
    Sendo assim, como diz uma música, o q foi não volta a ser, e torna-se difícil perder tempo a adorar um jogo quando a vida profissional e pessoal não o permitem.
    Eu também gosto de recordar as velhas pérolas mas definitivamente hoje em dia fazem-se pérolas maiores. O tempo é que já não chega para as apreciar ;)


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Classicos (Pontos:3, Interessante)
    por nmarques em 07-04-03 13:05 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Nada como correr o emulador de um Z80 e dar uma volta pelo Chuckie Egg, Manic Miner, Jet Set Willy II, Sir Lancelot, Target: Renegade e mais alguns do genero :]

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Rez..... (Pontos:4, Engraçado)
    por humpback em 07-04-03 13:21 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.felisberto.net
    Aqui a uns tempos encontrei num site qualquer um review deste jogo. O site era qualquer coisa do tipo geek girls ou girl players ou algo do estilo, e a parte gira é que este jogo parece que vem com um "joystick" extra que mais não é do que uma pequena placa em que o jogador se senta e a placa vibra....
    Digamos que a rapariga que estava a fazer o review gostava muito do namorado pois ele jogava bem e ela é que ia sentindo as vibrações ;)

    PS: Depois de procurar um pouco encontrei o tal review... está aqui .


    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    Re:Rez..... (Pontos:3, Informativo)
    por mvalente em 07-04-03 13:52 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    O meu Rez foi comprado na Europa e nao traz esse extra.... que fique claro ;-)

    Nao sabia dessa edição, mas como está indicado no link que referiste, o jogo com esse extra é uma edição especial, aparentemente so disponivel no Japão.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Rez..... (Pontos:1)
    por pns em 07-04-03 23:39 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Não percebo o que é que os japoneses têm a menos que nós ;)
    Bounce (Pontos:2)
    por ^S^ em 07-04-03 14:28 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.zbit.pt/~luis
    Tenho mesmo muita pena que so' consiga jogar esta perola no meu 9210 (deve haver disponivel para outros, uma vez que a plataforma e' symbian).

    Podem ver detalhes (poucos) aqui, e existem niveis adicionais para o jogo aqui.

    Ja' agora, se alguem souber de algum jogo, nem que seja apenas algo parecido, para Linux ou Mac OS, diga.

    Cheers.
    ^S^
    Criatividade precisa-se! (Pontos:5, Interessante)
    por Andrade em 07-04-03 15:16 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net
    Nos últimos tempos, assiste-se na indústria dos jogos a uma fortíssima crise de criatividade. É verdade!

    Contudo, ainda consigo tocar em 3 / 4 jogos diferentes por ano, num total aproximado de 3 mil jogos que anualmente me chegam às mãos.

    O último jogo a chegar nestas condições chama-se Postal 2, é um FPS´s que à primeira vista parece ser igual aos outros, mas não é.

    Eve Online é mais um interessante jogo que ainda está em fase beta. É um Massive Multiplayer Game, bem engraçado. Neste campo tens o Freelance que se afasta de todos os outros jogos porque não exige nenhum pagamento mensal. Tem o selo da Microsoft mas é um excelente jogo.

    Splinter Cell para PC está muito interessante, bem como o Raven Shield que na minha opinião vai, se a Ubi Soft quiser, destronar o Counter-Strike.

    Outro jogo que vai arrasar com as nossas vidas pessoais é o Sims Online. Participei na fase beta do jogo e posso jurar que aquilo é mesmo viciante. Para quem gosta de jogos de estratégia gráfica, tem o Planetarion que apesar de ser pago é é um excelente jogo.

    Por último, temos o American Operations, um jogo que acabou de receber um servidor português e que está a ter uma fortíssima adesão.

    Hoje, como sempre recebi uma carrada de jogos e o mais curioso é que noto um aumento de jogos para Xbox e PS2 à medida que nos aproximamos do verão. Bem, vou acabar de terminar a minha análise ao Panzer Dragon Orta :D

    Re:Criatividade precisa-se! (Pontos:2, Interessante)
    por [Cliff] em 07-04-03 15:31 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    hmmmm concordo com a crise mas nem tanto com ser de criatividade. As poucas indies que ainda por aí andam, se querem ter um bom jogo publicado têm de assegurar ao publisher que aquilo vai fazer dinheiro e ponto final.
    Infelizmente torna-se cada vez menos previsivel saber se um bom jogo vai ou não fazer dinheiro, hoje compensa muito fazer uma grande hype em volta de um título qualquer mesmo que esse jogo não seja grande espingarda. (hence, falta de jeito lol)
    Por isso acho que esses indies deviam lançar o jogo para Linux =) Nós aproveitamos qualquer coisita que apareça! :) Os jogos que vêm com a distribuição da SuSE até me causam arrepios.
    BTW, estou extremamente curioso para ver o Postal 2 :) Já li uma preview daquilo e fiquei com água na boca, apesar de ter encostado o primeiro a um canto assim que o joguei pela primeira vez.
    Falando em jogos e deixando a plataforma PC de lado, estou a contar os dias até sairem o Fable,BC e o Halo 2 :)


    Nada do que foi escrito deve ser levado em consideração...
    Jogos comerciais para Linux (Pontos:2, Informativo)
    por blacksheep em 07-04-03 15:35 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    A maior parte não são criativos (são apenas portes), mas de qq forma, se alguém quiser comprar um jogo comercial para Linux, a maior parte estão aqui.
    Re:Jogos comerciais para Linux (Pontos:2)
    por humpback em 07-04-03 21:31 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.felisberto.net
    O problema desse site é os valores escalabrosos que eles pedem.... 45 dolares pelo quake3? Quando se compra a versao para windows e se saca o binario da ID? E este é exemplo solto porque eu conheço, falta saber os outros.


    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    Recomendo-vos um... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 07-04-03 18:28 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    Gridrunner ++.

    É do Jeff Minter. Isso diz-vos algo? É pouco provável, em Portugal, já que cá o mundo de 8 bits resumia-se ao Spectrum. Mas...

    Bem, experimentem o jogo, no link que indiquei. É lindo. E é só um zip de 2.8 MB...


    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Re:Recomendo-vos um... (Pontos:2)
    por mvalente em 07-04-03 19:15 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    É do Jeff Minter. Isso diz-vos algo? É pouco provável, em Portugal, já que cá o mundo de 8 bits resumia-se ao Spectrum

    Jeff "Yak" Minter ? O homem mais pedrado dos videogames :-) ? Dos lightsynths no AtariST e do "Atack of the Mutant Camels" (aka Gridrunner) no Commodore 64 ? O nome diz-me algo ;-)...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    PS - Dois jogos que não são do Jeff Minter mas que foram portados por ele, são as duas boas razões para comprar um Atari Jaguar: o Tempest 2000 e o Defender 2000 (sendo que o Defender original (arcade) é *O* jogo; play it online)

    Re:Recomendo-vos um... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 13-04-03 23:29 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://www.dehumanizer.com
    Sim, é esse. :) Mau, com isto já são 2 gostos em comum: Yak e Ayn Rand. :)

    Já experimentaste o GR++? O que achaste?

    "It is every citizen's final duty to go into the tanks and become one with all the people."
    - Chairman Sheng-ji Yang, "Ethics for Tomorrow"
    Antigos e' que sao bons!! (Pontos:2)
    por higuita em 07-04-03 20:50 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    todos os jogos que fui jogando, com o passar do tempo comeco cada vez mais a achar que os jogos antigos, apesar de visualmente muito mais pobres tinham muito mais conteudo, eram muito mais divertidos e adictivos...

    ainda me lembro de um dos meus jogos preferidos, que mesmo para a altura era simples e basico, o "jumping jack" do spectrum... a jogar a vez com mais gente era uma festa!!

    hoje em dia o que jogo e' principalmente o xnethack (nao gosto do falcon eye, a prepectiva isometrica acho que e' demasiado, dificulta ainda mais o jogo do que ja' e'), o koules (para multiplayer e' excelente, mas mesmo em single e' muito bom e dificil... o problema sao as teclas 8), o freeciv e o liquidwar (este sim um jogo muito original e divertido, como daqueles como ja' nao se fazem)
    tenho nos meus bookmarks o bzflag ja' a algum tempo para experimentar, mas pouco tempo e muita coisa para fazer... 8(

    tambem gosto bastante de um jogo de windows, o shogun total war (vou ver se tenho tempo para jogar o shogun medieval), sendo este quase a unica razao porque ainda tenho windows em casa (ja' que starcraft funciona bem no linux com o wine 8)

    e claro, ainda tenho muitas boas recordacoes do tempo que jogava Quake- Team Fortress num clan (ou fora dele), mas as bototas todas, a falta de tempo (porque comia muito tempo mesmo) e a falta de visao de alguns de como aquilo era uma diversao e nao o espelho dos seus egos ou a vida real, tiraram a piada e obrigaram-me a deixa-lo

    boas recordacoes tenho tambem do archmage, um jogo online via web, onde a diversao acabava por ser mais a interaccao com os outros reinos (pessoas e clans) do que o jogo em si, principalmente para a funcao que geralmente desempenhava, de diplomata e um dos coordenadores de guerra, onde os jogos de interesses e as redes de aliancas podiam ser totalmente destruidas com mal entendidos e acidentes (ou nao 8) e provocar uma guerra envolvendo dezenas de aliancas e centenas de pessoas de ambos os lados expalhadas por todos os fusos horarios e ambos os hemisferios

    de qualquer forma, depois de experimentar outros jogos sinto sempre que volto para o mesmo... eles nao me cativam o suficiente, tornam-se monotonos...

    o jogo a que volto e' sempre o (x)nethack, simplesmente o melhor jogo que ja' joguei e que provavelmente aquele que nunca irei conseguir acabar sem ser em explore mode (e mesmo em explore mode... 8)

    Higuita
    Re:Antigos e' que sao bons!! (Pontos:1)
    por plexar em 07-04-03 23:18 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    todos os jogos que fui jogando, com o passar do tempo comeco cada vez mais a achar que os jogos antigos, apesar de visualmente muito mais pobres tinham muito mais conteudo, eram muito mais divertidos e adictivos...

    Não será também um pouco de nostalgia a funcionar? Pelo menos para mim, torna-se um bocado dificil de explicar a algumas pessoas como consigo passar horas com um emulador e uma data de joguinhos, quando poderia estar numa partida de UT..

    Talvez por termos crescido a jogar esses jogos, que nos identifiquemos mais com esses tempos (diga-se de passagem que nessa altura também já havia bastante lixo/clones..)


    Plexar.
    Re:Antigos e' que sao bons!! (Pontos:2)
    por higuita em 10-04-03 15:30 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    pode ser um pouco de nostalgia, mas e' verdade mesmo que os jogos de hoje em dia sao mesmo uma seca, depois do entusiasmo inicial, uma pessoa enjoa com facilidade, enjoando muito mais rapido se o jogo ja' e' uma variante de algum que ja' enjoamos no passado

    os jogos modernos, na maioria, nao sai mais do que copias mais bonitas de jogos antigos e por vezes, pelo caminho, perdendo a jogabilidade e todo o interesse real do jogo original

    basicamente estao a pegar em receitas antigas e meter muita cobertura de acucar, em vez de procurar inovar (no sabor, nao no aspecto, que e' importante mas nao essencial, como se pode comprovar pelo nethack, liquidwar e muitos outros)

    os jogos antigos talvez nos apelem mais por na altura terem sido novidade, ficando na memoria a diversao de explorar essa novidade...hoje as suas copias sao isso mesmo, copias, sem "sumo"

    Higuita
    Another one (Pontos:2)
    por nmarques em 07-04-03 22:13 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Já agora, e flame quem quiser, mas está na hora "de vender o meu peixe"... Que tal um Death Illustrated ? a versão 0.4 conta com mais uns maps, o binario está mais robusto, servidores para FreeBSD, Linux e afins... e um port para Linux que corre muito bem com os drivers da nvidia! Ideal para LAN Parties e para descarregar um arsenal em cima dos amigos... e isto dentro de um livro de BD com themes que vão desde idade média até ao mais avançado Sci-Fi!

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    John Carmack about Death Illustrated: (Pontos:2)
    por nmarques em 07-04-03 22:23 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    "Not bad at all for a newbie programmer. My first game was better though. Obviously anybody can see that with the success I've had in the past. Only the strong will survive and the weak fades out."

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Pontifex 2 (Pontos:1)
    por plexar em 07-04-03 23:56 GMT (#24)
    (Utilizador Info)

    O jogo consiste na construção de pontes as quais têm de aguentar vários testes de resistência..

    Não é propriamente uma grande coisa, mas pelo menos é diferente..

    É pago, existem versões para linux e win, e podem experimentar as demos para ambos os sistemas.


    Plexar.
    Chega uma tecla (Pontos:2)
    por Xmal em 08-04-03 0:26 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://gsd.di.uminho.pt/cbm
    Genial é conseguir criar um jogo que faz parar a respiração e em que basta uma tecla para jogar.
    É o caso do SF Cave para Palm OS.

    E, já agora, This software is open source under "The modified BSD license.". Um raro exemplo, pois quase tudo o que há para Palm OS é comercial.

    Re:Chega uma tecla (Pontos:1)
    por nbk em 08-04-03 6:43 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.mrnbk.com/
    Boas.

    Eu no Palm costumo jogar estes:

    Car ( micromachines like )
    HardBall ( arkanoid-like game )
    Hot Pipes ( pipes strategy )
    P-Jongg ( vicio do caraças, já cheguei a gastar um par de pilhas a jogar o mahjongg, lols )
    SimCity Classic ( isto é o chamado must num palm )
    Solitaire ( pra manter o ranking )
    Zap!2000 ( shoot'em'up )

    Já agora que se está a falar de jogos, alguém em portugal possui um bicho destes?

    GP32

    http://www.gamepark.co.kr/
    http://english.gamepark.com/

    Gostei muito das várias reviews que vi, achei-o um bom all-in-one ( jogos, mp3's, divx, etc ), e tenho-o na minha target list.

    Sem mais,

    @276, Nbk


    Frequency & Amplitude (Pontos:1)
    por Sadino em 08-04-03 9:37 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Experimenta o Frequency, considerado por muitos reviews um dos jogos mais originais dos últimos tempos, a par do REZ. http://www.gamespot.com/ps2/puzzle/frequency/index.html Ainda não o joguei mas estou a pensar ir à Feira da Ladra para o comprar :-) Entretanto está para sair a sequela, Amplitute http://www.gamespot.com/ps2/puzzle/amplitude/index.html
    Em dias de "nostalgia c/ qualidade".. nada de novo (Pontos:2)
    por pls em 08-04-03 16:38 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Eu fui uma das vitimas do Mário Valente no "Virtua fighter 4" este fim de semana. O moço claramente domina (com o "shaolin", com os outros é mais acessível... :-).

    Joguei o "Rez" e é de facto... diferente. É a experiencia mais psicadelica e hipnotica em formato "jogos de video" que conheço. Não é um jogo para todas as ocasiões, para uma "partidinha rápida", para descontrair uns minutos. É mesmo para se jogar em televisões gigantes, com som bem alto, de preferencia "perto de mais" e sem a "cara metade" (ou "rebentos") a interromper. Recomendo para quem tiver o ambiente (e televisão/projector e um bom amplificador).

    O "High Score! The Illustrated History of Electronic Games" é FABULOSO. Muito, muito giro. Aproveitei para passar os olhos na cópia do Mário e... já mandei vir a minha. É um achado. Até dá mais gozo rever os classicos quando se conhece a história que está por trás de cada jogo, as caras dos autores e o contexto em que foi lançado. Está lá a história de quase todos os arcades, das várias consolas, personagens marcantes, até aos dias de hoje (Xbox, PS2 e Gamecube)...

    Eu ando há uns anos numa de " Nostalgia com qualidade ", " Monopolio " e " StarCraft ". Emuladores de arcades (como o "Mame") e de computadores classicos ("Amiga", "Commodore 64" e "Spectrum") são as minhas fontes preferidas de jogos. jogos "nativos" de PC é mesmo só o "Monopolio" (que também jogo no Palm) e o "StarCraft" (que se joga todos os dias na MrNet durante pelo menos uma horita ao final do dia).

    Francamente desde o Quake (que estou enjoado de "1st person shooters"). Joguei horas a mais na "Esoterica". Não sei como é que o Mario ainda aguenta jogar este tipo de pessegadas. Tenho o "return to Castle Wolfenstein" e francamente é uma seca. É uma trampa tecnicamente evoluida... juntar historinhas "tipo filme" de serie "B" ao jogo não ajuda nada ( é nas palavras do Mario o"been there done that" com a CinemaWare no Amiga e os clássicos; "it came from the desert", "defender of the crown", "rocket ranger"... ou os "wing commander"...). Jogar filmes não tem piada nenhuma. "Parece giro", até "é" giro, mas só as primeiras 1000 horas. Depois volta-se à separação dos dois formatos (i.e. joga-se "pac-man", ou uma porra qualquer bem feita, e alugam-se os filmes no video clube): jogam-se bons jogos e alugam-se bons filmes, por oposição a jogar um mau filme e um jogo qualquer repetitivo que supostamente move a acção do filme.

    Uma nota para o "Grand Theft Auto 3 - Vice City (PS2)" (recomendado pelo Leitão numa das respostas deste thread): é tecnicamente brilhante, com uma banda sonora fabulosa com destaque para o canal de rádio de hard rock (vale a pena "carregar o jogo", "entrar no carro" e deixar a telefonia ligada como som ambiente). Mas é uma trampa de jogo. O formato muda de "1st person" para "3rd person", misturam-se mini-jogos de carrinhos/motas/etc, e à parte de ser provavelmente dos melhores jogos disponíveis para a PS/2 (a par do "pro evolution 2", "metal gear solid" e "gran turismo") a unica inovação que apresenta é a qualidade da implementação de ideias velhas e gastas.

    Em consolas de ultima geração já só consigo jogar "pro evolution 2" (PS2), "Wave race" (gamecube) e "Advance Wars" (Gameboy Advance). Na geração anterior houve surpresas interessantes: "Mario Tennis", "Mario Golf", "Wave Race" (todos na Nintendo 64) fizeram (e fazem) as minhas delicias. O "Mario 64", "Legend of Zelda" e "F-Zero" recolheram a minha admiração pela qualidade mas não me cativaram como jogador.

    Enfim... há muita coisa boa para se jogar... até porque os jogos classicos "não desapareram". Francamente não me parece que se ganhe alguma coisa com a conversão para plataformas actuais de muitos deles (3d e placas do poly-morphing-caraças-fong-shading são irrelevantes para muitos deles; até atrapalham se mal utilizados e retiram grande parte da piada).

    PLS
    Re:Em dias de "nostalgia c/ qualidade".. nada de n (Pontos:2)
    por mvalente em 08-04-03 17:24 GMT (#30)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Francamente desde o Quake que estou enjoado de "1st person shooters". Joguei horas a mais na "Esoterica". Não sei como é que o Mario ainda aguenta jogar este tipo de pessegadas.

    Nota bem: eu *continuo* a jogar Quake(world). Nao jogo nenhuma das novas pessegadas (QII,QIII,Unreal,etc). É como continuar a jogar Chuckie Egg ou Rally X. "O jogo é um bom jogo.." e portanto continua-se a jogar :-)

    o "StarCraft" (que se joga todos os dias na MrNet durante pelo menos uma horita ao final do dia).

    Desde o Stonkers e do Dune 2 que estou enjoado de isometric 3D real time strategy games. Joguei horas a mais na FCUL. Nao sei como é que o Paulo ainda aguenta jogar este tipo de pessegadas

    :-)

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Jogos "alternativos" (Pontos:1)
    por Grizzly em 08-04-03 18:54 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Aconselho a jogar os velhinhos Fallout / Fallout 2.

    O segundo é provavelmente o melhor CRPG jamais feito (batendo inclusivé jogos mais modernos da própria Black Isle como o Torment e o Baldur's Gate II.

    Estamos a falar de um jogo que já "acabei" para aí umas 3 vezes, e de cada vez que joguei foi sempre diferente...

    É turn-based (algo cada vez mais raro num mundo que parece dominado pelo RTS) e tem uma mecânica de jogo genial e ainda por cima é dos jogos com mais humor negro que já vi até hoje (por exemplo no decorrer do jogo pode-se encontrar a infame Holy Hand Grenade of Antioch)...

    Ok, é um jogo Windows, mas hoje em dia pode ser comprado por tuta e meia nas linhas brancas da Fnac/Worten/Amazon e corre lindamente no Linux com cenas tipo Wine: Screenshot do Fallout a correr em Linux

    --->
    Grizzly
    Outros Alternativos: Aventuras (Pontos:1)
    por tourt em 09-04-03 1:33 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Este post está a ter um desenvolvimento interessante, pois pensava que alguém iria mencionar alguns dos jogos que mais gostei... mas não.
    Eu não sou do tempo dos amiga nem dos spectrum. O meu primeiro pc era uma bomba... um 486 DX33.

    Como qualquer jovem, usei a dita bomba para divertimento(...e não só), e sempre gostei de jogos que tivessem humor, intriga, mistérios, etc.

    Dos que joguei, destaco os seguintes:
    • Full Throttle: (1995/96, Lucasart) Forum - Um clássico! Foi dos que me deu umas boas gargalhadas

    • Phantasmagoria:(1995, Sierra) Game Mainpage | Ranking- Ainda não tinha a idade para jogar isto, era um jogo enorme (7 CD's!!!). Era muuuito sinistro. Mesmo com uma SB16 e boas colunas de carro, cria uma atmosfera... infelizmente não consegui chegar ao fim porque tive de o devolver. :((

    • Normality: (1996) - Ranking Um pouco bizzaro na altura, mas tinha gráficos e uma história muito engraçada. E as tarefas eram coisas das mais absurdas.

    • Jorneyman Project Turbo: (1996/97) Review-Somos um viajante no tempo com missões para resolver. Um jogo algo fácil.

    • Phantasmagoria 2: A puzzle of Flesh(1996, Sierra) Ranking| Review- Evolução do anterior, mas não tão bom como o primeiro.

    • Vortex- Esta aventura pareceu-me nas mãos e foi uma óptima surpresa. Mas não me recordo bem como era a história.

    O que ainda quero encontrar para jogar:
    • The Dig (1995) Ranking- Apenas joguei a demo.

    • Jorneyman Project Turbo 2 - Este nunca cheguei a jogar o versão completa, mas a demo era muito boa, em comparação ao primeiro.

    • Grim Fandango: (Lucasart) - Description. Joguei o jogo até que o CD2 estava avariado... arghhh. Era bom demais.

    • Zork Nemesis:(1996, Activision) - Review|Ranking. Este jogo apenas joguei a demo, e nunca mais o vi. É um jogo de puzzles e enigmas algo elaborados.

    • Todos os Monkey Island (1,2,3,4) - Já joguei o 3 e 4, mas o CD2 de ambos tinha o mesmo sindroma do "fandango"

    Alguém já jogou alguns destes jogos?


    Cumprimentos
    Artur Martins
    Minho Campus Party 2003 (30 Jun|03 Ago)
    Re:Outros Alternativos: Aventuras (Pontos:2)
    por mlopes em 09-04-03 12:58 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Joguei e acabei o Grim Fandango e todos os Monkey Island!
    Também joguei e acabei da mesma editora o Loom, o Indiana Jones III e o Indiana Jones IV - Fate of Atlantis.
    Ainda dei uns toques no "Sam & Max" e no "Day of the Tentacle" ou qq coisa do género, mas nunca os acabei.
    Ainda neste género tambêm me lembro de jogar e acabar o "Sherlock Holmes", um jogo com 20MB o que na altura era uma coisa enorme.

    No woman ever falls in love with a man unless she has a better opinion of him than he deserves.

    Re:Outros Alternativos: Aventuras (Pontos:2)
    por McB em 18-04-03 14:02 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Ena, ena, alguem mencionou os fabulosos "Sam & Max Hit the Road" e o "Day of The Tentacle"...

    Consegui acabar os dois! :P
    Bons velhos tempos do meu 10º ano em que ainda gostava de jogar computador!

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Outros Alternativos: Aventuras (Pontos:2)
    por Maeglin em 10-04-03 12:56 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Para grande felecidade minha Lucas fez esta press release :

    "SAN RAFAEL, Calif. -- May 21, 2002 -- Full Throttle, one of the most loved classic adventures from LucasArts Entertainment Company LLC, returns in a long awaited action packed sequel for next generation consoles and PC in 2003. The follow up to the award winning game from 1995 will once again feature one of LucasArts' most popular and enduring characters, the swaggering outlaw biker Ben, leader of a renegade motorcycle gang called the Polecats. The free wheeling action-adventure will offer a humorous original story, furious bare knuckle fighting, and the thrill of high speed biking.

    "Full Throttle is one of LucasArts' greatest and most beloved original games," says Simon Jeffery, president of LucasArts. "We can't think of a better brand or character to lead LucasArts' charge into a new era of original game development. Ben so perfectly symbolizes our legacy and yet has just the right mix of attitude and edge to appeal to a new generation of game players"


    «Nunca discutas com um idiota. Ele colocará a conversa ao seu nível e bater-te-á pela maior experiência» Mark Twain

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]