gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Cyclone: o C com segurança
Contribuído por vd em 02-02-03 21:39
do departamento código-seguro
GNU Ghost escreve "Pode-se ler aqui o seguinte:
"Cyclone is a programming language based on C that is safe, meaning that it rules out programs that have buffer overflows, dangling pointers, format string attacks, and so on. High-level, type-safe languages, such as Java, Scheme, or ML also provide safety, but they don't give the same control over data representations and memory management that C does (...) The goal of Cyclone is to give programmers the same low-level control and performance of C without sacrificing safety, and to make it easy to port or interface with legacy C code."
Parece-me interessante e promissor, mas, ao mesmo tempo utópico...
Será que é altura de por de lado documentos como este e simplesmente "migrar" para o Cyclops?"

"Pessoalmente, penso que grande parte daqueles que têm o C ou C++ como linguagens preferidas não irão mudar,mas, possivelmente os programadores de java irão ver no Cyclops novas potencialidades.

Deixo ainda outra referencia ."

Space Shuttle Columbia explode | Telemóveis no Metro de Lisboa só em 2004  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • gildot
  • referencia
  • aqui
  • este
  • Mais acerca GNU
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Cyclone: A Safe Dialect of C (Pontos:2, Informativo)
    por bracaman em 03-02-03 1:03 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Só faltou o site do projecto: aqui.

    O conceito parece interessante, mas para já parece estar tudo muito prematuro (v. 0.4).

    De qualquer das formas convém estar atento à evolução do *produto*..

    Cumps


    stackguard (Pontos:1)
    por RaTao em 03-02-03 9:36 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Este parece ser mais complecto... Mas também existe o stackguard.

    De qualquer modo este tipo de "maneira de minimizar problemas" não me parece uma solução... Embora sejam melhores que nada, claro. Mas, a julgar pelo sucesso do stackguard, não me parece que venha a ter muita saída.

    OARS, segundo o Theo, o openBSD vai passar a ter uma stack não-executavel (3 hours, 2 minutes and 48 seconds w/o a blah blah blah)... A ver vamos! =)

    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    dialectos (Pontos:3, Interessante)
    por cgd em 03-02-03 12:12 GMT (#3)
    (Utilizador Info)

    Dialectos não obrigado. O problema do cyclone (e outras extensões de C que de vez em quando aparecem) é que não são carne nem peixe. I.e. por um lado não é compatível com C, logo precisa de compiladores específicos, de mais um ambiente com que andar atrás. Por outro lado, também não constitui uma linguagem nova, porque querem manter compatibidade (que não existe) com C! Mais vale assumir-se logo uma linguagem nova como aconteceu com o java (da qual eu nem sou sequer um grande entusiasta).

    Seja como for, este assunto já tinha sido discutido há já algum tempo no slashdot. A versão que eu tenho na minha máquina (de nov 2001) é a 0.2, o que dá a ideia da coisa estar a evoluir muito lentamente.

    A melhor que lá vem: C is *supposed* to be dangerous, damnit.


    -- carlos

    Re:dialectos (Pontos:1)
    por Pink em 03-02-03 17:00 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.PinksWorld.8m.com
    Coisa nova por coisa velha, prefiro Oberon.

    Bytecode transportável por rede, JIT, Ponteiros com Garbage Collection e o ambiente mais louco que eu já vi (mas existem compiladores para Unix, pros que não agüentam viver sem um comando de linha). Tudo isto desde 1985.

    Se não bastasse, é cria de mestre Niklaus Wirth.

    []s,
    Pink@Manaus.Amazon.Brazil.America.Earth.SolarSystem.OrionArm.MilkyWay.Universe

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]