gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O e-mail é meu!
Contribuído por scorpio em 14-01-03 14:09
do departamento bedtime-reading
Portugal jneves escreve "Já tinha lido na Visão, e apareceu agora na Visão Online um artigo sobre uma decisão da CNPD sobre a privacidade das comunicações no local de trabalho. Afinal há regras... Recomenda-se a leitura. "

Reforma do secundário: protesto virtual. | Ministra das finanças ao ataque  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • jneves
  • Visão Online
  • artigo sobre uma decisão
  • CNPD
  • Mais acerca Portugal
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Privacidade (Pontos:2, Esclarecedor)
    por mad em 14-01-03 14:38 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    A privacidade das pessoas não está em causa, mas é necessário,tal como nos telefones de uma empresa, criar um sistema de inibição para que os empregados não "exagerem" da privacidade! :)

    Cumprimentos
    mAd

    "Insight is something I always see to be harming more than words ever will do."
    Thom Yorke
    Re:Privacidade (Pontos:2)
    por mvalente em 14-01-03 22:49 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Senão, como numa empresa que conheço e que assumia e tolerava o uso com bom senso, temos linhas de 2Mbps saturadas com o pessoal a "sacar" gajas e MP3 e com o CDRW em full tilt.

    Resultado: quando foram apresentadas as estatisticas à administração foi cortado o acesso Internet à toda a gente, com excepção de um punhado de pessoas. Têm email e é um pau; a alternativa, um proxy com acessados logados e filtrados, era muito "censura", "pidesca" e era uma "trabalhera" com esta tolice toda da CNPD. Podiam ter com bom senso; podiam ter com "regulação"; assim não têm a ponto de um corno. São as "vantagens" dos sistemas regulados, colectivistas e não neo-liberais.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Privacidade (Pontos:2)
    por Montanelas em 16-01-03 9:11 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.war-zone.net
    Abusam e depois fodem-se! Muito bem feito!
    O Chico-Esperto pensa sempre em cima do joelho, incapaz de levantar a cabeça para ver ao longe, pois tem a espinha partida e os olhos cravados no umbigo.
    ao pequeno stress é logo apontado a porta da rua (Pontos:3, Informativo)
    por racme em 14-01-03 14:50 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    3. Princípios gerais relativos à utilização e controlo do e-mail e Internet
    1. Perante a massificação dos meios de comunicação é ilógico, irrealista e contraproducente que, no contexto da relação de trabalho, se proíba – de forma absoluta – a utilização do correio electrónico e o acesso à Internet para fins que não sejam estritamente profissionais.


    Esta linha diz tudo, mas o problema é mesmo nâo ser despedido com justa causa. Ou muito dificilmente, será aplicar estas regras a quem está a contractos a prazo ou a recibos verdes, que ao pequeno stress é logo apontado a porta da rua.

    Portugal jneves escreve "Já tinha lido na Visão, e apareceu agora na Visão Online um artigo sobre uma decisão da CNPD sobre a privacidade das comunicações no local de trabalho. Afinal há regras... Recomenda-se a leitura. "

    O artigo da Visao a alertar para situações ocorridas na Media Capital é bastante interessante. Terá sido esta a causa de tanta polémica? Consultar um site de noticias onde aparece um flash com um conteudo interactivo é o mesmo que consultar um jornal no local de trabalho e por-mo-nos a fazer as palavras cruzadas.




    B0rn to frag!
    ph34r da powa of da daemon =)
    Re:ao pequeno stress é logo apontado a porta da ru (Pontos:2)
    por pmsac em 14-01-03 15:02 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    Onde anda o CO quando se precisa dele ? Contratos, e não contraCtos ;)
    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Re:ao pequeno stress é logo apontado a porta da ru (Pontos:2)
    por racme em 14-01-03 15:25 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    muito obrigado pela correcção. Fizes-te-me relêr o post, e reparei que afinal nâo está mal escrito.

    ATENCÃO! ATENCÃO! ATENCÃO!
    Portanto alerta a toda a comunidade internauta onde está nâo deve estar não.

    Agora também temos um RobinOrtoGráfico esse fiel amigo e ajudante do BatmanCorrectorOrtográfico
    Muito Obrigado aos dois! :D



    B0rn to frag!
    ph34r da powa of da daemon =)
    Re:ao pequeno stress é logo apontado a porta da ru (Pontos:2)
    por pmsac em 14-01-03 15:59 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    Santo fumo!

    Se não te importas, prefiro ser o PlasticMan, tem, err, outras vantagens... ;)

    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Re:ao pequeno stress é logo apontado a porta da ru (Pontos:2)
    por racme em 14-01-03 16:00 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    "Fizes-te-me relêr o post,"... cada vez melhor..

    sou eu, muito obrigado


    B0rn to frag!
    ph34r da powa of da daemon =)
    Re:ao pequeno stress é logo apontado a porta da ru (Pontos:2)
    por nmarques em 14-01-03 15:06 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Olha na empresa onde trabalho e' proibido... de forma ABSOLUTA qualquer utilizacao de email privado, por isso e' que foram tomadas as devidas providencias para que isso nao aconteca... Nas estacoes de trabalho e' impossivel, dado o esquema que foi montado, isto em muito por parte de documentos oficiais dos nossos clientes que sao "Trade Secret", confidenciais e que nao podem sair para o mundo exterior... Por outro lado o que a empresa optou foi por por uma sala com 20 workstations Dell, para uso livre, sem qualquer acesso a documentos confidenciais, com uma linha propria e rede propria... Queres fazer algo de privado, usas aquelas maquinas no teu tempo livre. End of the Story. Funciona Perfeitamente.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...I
    Re:ao pequeno stress é logo apontado a porta da ru (Pontos:2)
    por racme em 14-01-03 15:18 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://rmitz.org/freebsd.daemon.html
    Por outro lado o que a empresa optou foi por por uma sala com 20 workstations Dell, para uso livre, sem qualquer acesso a documentos confidenciais, com uma linha propria e rede propria...

    humm ... isso é bastante interessante :/
    era engraçado que na cafetaria ao lado do micro-ondas estivessem maquinas com acesso a internet


    B0rn to frag!
    ph34r da powa of da daemon =)
    O problema é que são regras (Pontos:1)
    por samcruise em 14-01-03 16:25 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.correspondente.net
    Isto são apenas recomendações da CNPD.

    Em caso de litígio real, não há garantias de protecção legal porque não são leis. Creio que continua a não haver protecção adequada, portanto.
    Embora calcule que em tribunal seja possível equivaler a correspondência electrónica à correspondência física. O problema é usar uma "caixa de correio" da empresa.

    A melhor solução é mesmo separar as coisas: mailbox oficial de trabalho e mailbox externa para assuntos pessoais. Funciona sempre.

    Re:O problema é que são regras (Pontos:2)
    por jneves em 14-01-03 16:40 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    E a correspondência à correspondência física diz que ela é privada e inviolável, mesmo a que vai para o local de trabalho... Queres melhor protecção ?
    Re:O problema é que são regras (Pontos:1)
    por samcruise em 14-01-03 18:56 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.correspondente.net
    Correspondência física...
    Há empresas que abrem o correio dos colaboradores consoante o nome apareça antes ou depois do nome da empresa. Supostamente, considera-se a correspondência como um canal de trabalho que pode ser inspeccionado e aberto para registo (de entradas).

    Há alguma lei que regule isto? Senão, a mesma dúvida impõe-se para o email.

    Pelo que percebo, as recomendações da CNPD são bastante fortes, mas dão também margem às empresas. De resto dizem "deve", não dizem "tem"...
    Como é? (Pontos:1)
    por ParadoXo em 14-01-03 17:37 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    No entanto está escrito:

    Todas as pessoas têm direito ao respeito da sua vida privada e familiar, do seu domicilio e da sua correspondência.
    Convenção europeia para a Protecção dos Direitos do Homem e das Liberdades Fundamentais

    E o correio electrónico não é correspondencia também?
    Apesar de ser relativo à empresa, essa caixa de correio é do empregado enquanto ele for um trabalhador dessa empresa?
    Como é? Onde está a fronteira?

    Na minha opinião não é tão simples assim, e pode dar-se a abusos muito grandes por parte do empregador, independentemento do uso que o empregado dá do seu mail.


    Cumprimentos.
    Pedro.

    "In order to make an apple pie from scratch, you must first create the universe."
    Carl Sagan, Cosmos
    Re:Como é? (Pontos:1, Redundante)
    por leitao em 14-01-03 21:21 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Apesar de ser relativo à empresa, essa caixa de correio é do empregado enquanto ele for um trabalhador dessa empresa?

    Nao, nao e' -- e se e', nao devia ser. Afinal quem paga o teu acesso internet/e-mail no emprego e' o empregador, nas es tu. Queres usar o teu e-mail para fins privados, usas de casa.

    Claro que a maioria dos empregadores toleram (e devem tolerar) o uso pessoal da internet/e-mail aquando na empresa, mas nao me venham dizer que o teu e-mail da empresa e' privado: nao e' -- nem deve ser. Se for, ai sim -- vao-se ver abusos.


    "Arguing on the Internet is like running in the Special Olympics -- Even if you win you're still retarded."

    Re:Como é? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por xeon em 15-01-03 1:06 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    //sarcastic text
    Cuidado, Leitao...

    Nao escrevas notas pessoais no papel do empregador com a caneta do empregador porque nao e' teu e da' direito ao empregador de ler (e reter) as tuas notas...

    Nao assines cheques com a caneta que o empregador te 'deu' porque o empregador tem direito a ler o seu conteudo (afinal usaste propriedade dele para o escrever...)

    // end of sarcastic text

    Nao sejamos tao redutores...

    O mail de trabalho deve ser usado para trabalho e qualquer utilizacao do mesmo que possa ser _lesiva_ 'a entidade patronal deve ser primeiro desencorajada e, caso nao seja suficiente, proibida por normas internas. Em ultimo caso, devem ser tomadas medidas que impecam que tal aconteca. E nisto estou 500% de acordo. (Eu bem vejo a largura de banda / espaco em disco / tempo de trabalho perdidos com pr0n, mp3, e-postais, chain-letters e lixo afim que passa na rede onde estou 'pendurado' ... e isso NAO e' de borla).

    Por outro lado, se me for possivel aceder ao meu mail PARTICULAR a partir da empresa mas de forma a que NAO lese a entidade patronal, NADA NEM NINGUEM lhe dao direito a ler/monitorizar/logar/whatever o que eu leio ou escrevo.

    De qualquer das formas, bom-senso impoe-se (como em tudo na vida, ergo ).

    --
    Assinaturas com mais de 4 linhas sao rudes.
    Se me enviar alguma mensagem com uma assinatura
    maior que 4 linhas esta' implicitamente a autorizar-me
    a fazer o que quiser com a mesma (a .sig nao sera' lida)
    Re:Como é? (Pontos:1)
    por MrVi em 15-01-03 10:49 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://nuno.eth.pt/
    Se vais por aí, o aceder ao teu pr0n, mp3, imagens, etc no teu email particular a partir da empresa, tb tem custos, pois a largura de banda não é de borla! :)

    O lesar a empresa é muito relativo. O que é que lesa mais? o espaço em disco/largura de banda que ocupas/gastas com o teu mail, ou o tempo que o perdes a ler/ouvir/ver na hora de trabalho?

    Acho o ultimo muito mais prejudicial para a empresa. No entanto, as pessoas com bom senso, compensam esse tempo.

    ---------
    Nuno Loureiro
    Re:Como é? (Pontos:1)
    por ParadoXo em 15-01-03 8:47 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Mas nem sequer é isso que está em causa, pois apesar de isso tudo ser do empregador a correspondência é dirigida ao empregado, sendo essa correspondência profissional ou não.


    Cumprimentos.
    Pedro.

    "In order to make an apple pie from scratch, you must first create the universe."
    Carl Sagan, Cosmos

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]