gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
UMTS ainda mais longe
Contribuído por vd em 13-12-02 23:55
do departamento era-uma-vez-num-espectro-distante
wireless jazzy escreve "Segundo um artigo do Público, a ANACOM sugeriu ao governo o adiamento da entrada em serviço do UMTS para Janeiro de 2004.
Esta sugestão só vem confirmar que a crise nas telcos ainda está para durar, não se antevendo a bonança que supostamente virá depois da tempestade. "


vd: Como se não bastasse, a Nokia (de acordo com o Digito), diz que os terminais móveis no futuro vão ser mais caros.
Por sua vez, os consumidores Portugueses nunca foram grande adeptos de grandes tecnologias nem tão pouco telemóveis topo de gama.

Basta ver que os de gama baixa-média, são usados no bolso de qualquer português. Se juntarmos a isto o facto de os telemóveis andarem ao preço da chuva, leia-se, trocados por pontos em postos de abastecimento ou afins, obtemos uma característica óbvia; Os portugueses não vão certamente aderir a um provável UMTS.

O wap, por ser caro foi um fiásco e agora considero que o MMS vai ser apenas um tiro no escuro nos gostos do portugueses.

Ao passo de ser a segunda geração, vai ser apenas uma medida com a qual os operadores vão tomar consciência que, quanto mais caro o terminal ou tecnologia, menos aderentes.

Falta referir que portugal já atingiu o valor máximo de clientes móveis...

Kits de auto-instalação para Internet de banda larga gratuitos | A dar-lhe com o Python...  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • artigo
  • de acordo com o Digito
  • Mais acerca wireless
  • Também por vd
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    nao percebo (Pontos:2)
    por racme em 14-12-02 1:29 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    isto é uma contradição autêntica!

    está provado por A+B que mercado existe, so nao percebo que tal como com o mercado de carros em que cada familia tem pelo menos 1 ou 2 chegando algumas aos 3 estes tem de ser comparativamente ao mercado europeu de gama mais baixa.

    Reparando nos mercados Asiaticos onde os telemoveis de Topo sao dados, apostando nos contractos de fidelização.
    Constacta-se que mercado nacional para as comunicacoes moveis existe o problema sao os precos desporpocionais ao salario medio. So mesmo baixando os precos dos telemoveis de topo de gama se pode ver Portugueses com Ferraris e Mercedes no bolso!


    B0rn to frag!
    ph34r da powa of da daemon =)
    UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:3, Interessante)
    por spyder em 14-12-02 1:45 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    OK, isto é a minha opinião, baseada no que sei sobre UMTS. Posso estar perfeitamente enganado, ou pode faltar-me algum pormenorzinho que justifique tudo :-)
    O UMTS é daquelas ideias brilhantes que se deviam ter ficado pelo papel; tendo em conta que a maior parte das pessoas (pelo menos, em Portugal) querem o telefone para voz e SMS, para que raios queremos UMTS?
    Para começar, ainda ninguém me conseguiu demonstrar que usar um protocolo packet switched tenha alguma vantagem sobre um circuit switched, (para voz). Para dados, a vantagem é óbvia, mas já temos GPRS a funcionar sobre a actual infraestrutura GSM. Tudo bem que a largura de banda não é a mesma... Mas quem raios precisa de 2 Mbps num telefone celular?
    As vantagens anunciadas do UMTS passam pelo "roaming em todo o lado" e "o uso das mesmas frequências em todo o lado". Sim, pois... Mas nos US, o CDMA já está "alive and kicking"; e pelo que sei (posso estar enganado), o UMTS (W-CDMA) não usa o mesmo espectro. Até onde vejo, continuamos com o mesmo problema de hoje (ou tens um telefone multi-band, ou não há roaming US/resto-do-mundo).
    As restantes "vantagens" são coisas do tipo "voz + dados simultaneos" (que já temos com GPRS), tráfego assimétrico (para quê?), largura de banda ajustável (OK, até é giro, mas mais uma vez, para quê num telemóvel?) e coisas afins...
    Ou seja, para o comum dos mortais, as vantagens sobre o GSM (com GPRS para os fans de mobile-data) estão algures entre "nulas" e "zero"...
    E a parte que me deixa mesmo baralhado... Como é que os operadores pagaram somas tão absurdas pelas licenças?

    UMTS? Podem deixá-lo morrer já e devolver as licenças, for all I care... Mas por favor baixem os preços do GPRS... 10 EUR por 2 Mb de tráfego é absurdo...
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2, Esclarecedor)
    por moonrider em 14-12-02 13:04 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Mas quem raios precisa de 2 Mbps num telefone celular?

    O objectivo do UTMS não é exclusivamente devicado à aplicação em telemóveis, mas também em serviços que hoje em dia estão suportados em linhas dedicadas, ADSLs e afins e com mais elevada QoS. Os operadores móveis vão poder entrar num mercado que actualmente é dominado exclusivamente por ISPs.
    Se vale a pena ou não, apenas o tempo dirá... é positivo como inovação tecnológica ( caso contrário tinhamos estagnado no GSM, já que "serve para tudo" ); quanto aos valores envolvidos, são somas "normais" para operadores móveis, já gastaram mais em projectos falhados e vão continuar a investir noutros que terão sucesso... é simplesmente evolução do mercado.
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por spyder em 14-12-02 15:22 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Sim, essa do UMTS também servir para fornecer conectividade "normal" é interessante... Mas prefiro 802.11b para isso. (ou as "mesh networks" que começaram a aparecer nos US).
    Quanto ao $$$... Acreditas mesmo nisso? Nesta fase do campeonato em que se andam a despedir pessoas (perdão, optimizar recursos) e cortar outras despesas para poupar mais uns milhares? Sim, sim... Contas por alto... As licenças portuguesas custaram, se bem me lembro, 20 milhões de contos cada. O que dá, valores redondos, para pagar 500 contos por mês (mais despesas associadas), durante 10 anos, a 150 funcionários. Chama-lhe normal...
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por Cyclops em 14-12-02 17:17 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.1407.org
    Acho que isso é muito mau feitio, foi muito mais normal do que os restantes operadores europeus, desculpa lá... :)
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por spyder em 15-12-02 1:32 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Sim, Cyke. Mas não queiras meter Portugal na mesma "liga" que a restante Europa. O governo Alemão, como exemplo extremo, recebeu das operadoras de UMTS cerca de 10 mil milhões de contos. De acordo com o INE, esse valor em 2000 representava mais de metade do PIB português (19 mil milhões e uns trocos) :-)
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por vd em 14-12-02 15:58 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    A experiência diz-me que quando se muda de uma tecnologia para outra mais evoluida muda-se por razões "nobres", seja;

    - Novas funcionalidades que justifiquem a mudança
    - Melhoramento de equipamento com menos prejuizo para vários sectores
    - Tecnologia de ponta a preços acessiveis
    - Aumento de produtividade

    E nunca por apenas ser "giro", por ser útil andar com uma ligação de 2mbits dentro do bolso por milhares de euros, nem tão pouco por funcionalidades sobredimensionadas ou mal aproveitadas.

    O UMTS é o espelho de tudo o que de mal pode acontecer.
    É caro para os operadores, inutil em funcionalidades para 90% da população (a chamada normal, tipo "Zé"), caro para o utilizador final e sem serviços "realmente" apelativos.

    Agora voltando ao comentário;
    O GSM + GPRS faz exactamente tudo o que o mercado pode querer num espaço temporal de 10 anos.
    Realmente e honestamente, não estou a ver o mercado português a aderir em massa ao UMTS.
    No entanto considero que o MMS (segunda geração) possa servir de barómetro de analise de mercado.

    É capaz de ser uma questão de tempo...

    vd
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:3, Engraçado)
    por Dehumanizer em 14-12-02 15:03 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    A pensar assim, "640k *would* be enough for everybody"...

    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:1)
    por flipoide em 14-12-02 19:56 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    "Para começar, ainda ninguém me conseguiu demonstrar que usar um protocolo packet switched tenha alguma vantagem sobre um circuit switched, (para voz)."

    Para ti, como consumidor, nenhuma. Para os operadores, a vantagem é essencialmente conseguirem meter mais clientes a falar na mesma banda (por outras palavras, mais cliente == mais $$$$).

    --
    1000110 1101100 1101001 1110000

    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por spyder em 15-12-02 1:15 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Para ti, como consumidor, nenhuma.
    Precisamente. Para mim, como consumidor, ainda não há nada que me apele no UMTS, nem nada que me convença a mudar... Os terminais são mais caros (subsidiam-se), mais feios (isso resolve-se, mas vejam a "máquina de barbear" de um artigo que está agora na página principal...), e maiores (uma questão de hábito).
    Tecnológicamente, não tenho vantagens. A única razão que vejo para mudar, neste momento, é que as operadoras descontinuem as redes GSM...
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:1)
    por flipoide em 15-12-02 12:16 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    "mas vejam a "máquina de barbear"

    Isso até é bom para aqueles que nunca têm tempo para fazer a barbar de manhã. Assim já podem fazer a barba sacando o telemóvel! :o) Acho que o próximo passo será incorporar o corta-unhas no telemóvel! :D

    --
    1000110 1101100 1101001 1110000

    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por xeon em 15-12-02 2:56 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    O' Spyder ...
    "Mas quem raios precisa de 2 Mbps num telefone celular?"

    "640k should be enough for anybody" - Gates, 1981

    Tu tem la' cuidado com o que advogas :>


    --
    "One World, one web, one program" - Microsoft Promo ad.
    "Ein Volk, Ein Reich, Ein Fuhrer" - Adolf Hitler
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 15-12-02 19:21 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Obrigado! :)

    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por spyder em 15-12-02 22:14 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Do meu ponto de vista, não são situações muito comparáveis... 640K de RAM seriam suficientes se o software dos PCs não tivesse evoluido para precisar de mais que isso.
    Se quiserem olhar do lado oposto, as aplicações evoluiram porque havia mais RAM disponível nos sistemas... Mas o que é que vai aproveitar 2Mbps num telefone celular? Vais ligar a tua rede de casa ao telemóvel? Ou talvez o escritório? Ah, já sei... Acreditas que os 2 Mbps dão jeito para transmitir vídeo, e os videofones móveis vão "pegar" (apesar de os videofones fixos terem sido um flop). Sim, porque o que os adolescentes mais querem é que os pais lhes telefonem às 3 da matina e vejam exactamente onde eles estão... :-)
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 15-12-02 23:47 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Acho que não estás a ver tudo... Mas também posso estar errado, é claro.

    Eu não tento (nem quero tentar) ver o que é que a maior parte das pessoas pode querer de um telemóvel... como dizes, a maior parte das pessoas (tias, sobretudo :) ) só usa os telemóveis para *falar*, e os mais atrevidos começam a usar essa coisa complicadíssima chamada SMS... mas muitas vezes enviam uma mensagem vazia, e só depois outra com o que querem dizer... enfim. :)

    O que eu vejo é o que é que *eu* posso querer de um telemóvel. Admito que não sou um grande mercado, mas também acho que, neste aspecto, não devo ser assim tão único. :)

    E o que é que eu quero de um telemóvel? Basicamente, que seja um super-PDA (ou mini-PC), ligado constantemente à net (sem aquela coisa ridícula do "vou ligar-me à net para ver/fazer/enviar algo, mas não posso demorar muito, porque estou a gastar $..."), com uma velocidade decente. Sim, isso inclui voz, SMS, email, WWW (e não WAP) e, se quiser, videoconferência (quando AMBOS os lados quiserem, não é coisa para funcionar *sempre*), envio de snapshots (.JPG) ou pequenos filmes/sons, etc..


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por spyder em 16-12-02 10:44 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    O que eu vejo é o que é que *eu* posso querer de um telemóvel. Admito que não sou um grande mercado, mas também acho que, neste aspecto, não devo ser assim tão único. :)
    Não és. Eu também acho piada a tudo isso, mas a "geek-crowd" não é de forma nenhuma representativa do mercado...
    E o que é que eu quero de um telemóvel? Basicamente, que seja um super-PDA (ou mini-PC),
    Handspring Treo, Palm Tungsten W, e mais alguns
    ligado constantemente à net (sem aquela coisa ridícula do "vou ligar-me à net para ver/fazer/enviar algo, mas não posso demorar muito, porque estou a gastar $..."), com uma velocidade decente.
    GPRS pode passar os 100kbps, dependendo do chip e do operador. Uso-os com alguma frequência, e para mim, tem sido suficiente... (Instant Messaging no telefone, mail no telefone, WWW no telefone... já são realidade _hoje_)
    Sim, isso inclui voz, SMS, email, WWW (e não WAP)
    Já os tens a todos com GPRS, e pessoalmente não me posso queixar da qualidade da "linha".
    e, se quiser, videoconferência
    OK, este admito que não tens ;-)
    envio de snapshots (.JPG) ou pequenos filmes/sons, etc
    Like... MMS? :-)

    Resumindo e complicando... O UMTS, como novidade, traz-nos videoconferência... Parece-te justificação para tanto hype (e tanto $$$ gasto)?
    Re:UMTS, telemóveis, Hype, e $$$ (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 17-12-02 0:01 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    "gestores de empresas"? Livra, não me insultes! :)

    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Vejam isso pelo lado positivo... (Pontos:2, Engraçado)
    por Endymion em 14-12-02 3:10 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Menos terminais moveis, cerebros mais saudaveis...
    Big FLOP! (Pontos:2)
    por CrLf em 14-12-02 22:59 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Vai ser um flop, se chegar a ser alguma coisa, pelo simples facto de que promete demais. O UMTS é suposto ser a melhor coisa desde o pão às fatias mas nunca mais é uma realidade nas mãos dos utilizadores. Entretanto outras tecnologias vão sendo melhoradas ou aparecendo para dar hoje aquilo que o UMTS promete para o futuro. Quando finalmente entrar em funcionamento já será obsoleto ou não trará nada de novo. Hoje é vaporware simplesmente.

    -- Carlos Rodrigues
    Deixem-nos trabalhar (Pontos:1)
    por sincronia em 15-12-02 15:40 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.haxmen.org/
    Não devia precisar de lembrar a ninguém que num mercado livre CADA QUAL FAZ O QUE LHE DÁ NA BOLHA.
    Não devia haver intervenção governamental nos meios produtivos, da mesma forma que uma comissão moderadora ou reguladora, seja qual for o nome que adopta e neste caso ANACOM, não deve ser tomada como uma figura paternal, devendo sim, impedir deturpações de mercado e abuso de poder. Se eu empresa X detentora de uma licença UMTS válida com prazos pré-definidos para lançamento de serviço tiver condições de o fazer tanto melhor, caso contrário o problema é meu, não é preciso que definam as datas por mim. Uma licença, como o nome indica representa o poder de usufruto de algo, neste caso espectro electromagnético. Não deve NUNCA influir nas políticas estrategico-comerciais das empresas presentes no mercado e a quem foram atribuidas licenças. Da mesma forma que não é preciso "aconselhar" ou informar quem quer que seja que a introdução do produto foi atrasada ou adiantada. Num mercado livre, cada empresa responde apenas aos accionistas, para quem tentam maximizar o valor. Tudo o resto é acessório e dispensável. É incrivel num país que há tanto tempo reclama a libertação de uma economia bacoca e atrasada ainda não haja a capacidade de iniciativa necessária para que alguém se apresente como figura de proa apenas por estar no mercado, por oposição aos actuais amigos no governo.

    Se um dos artigos que escrevi esta semana para o Semanário tivesse chegado à impressão, por certo a discussão sobre o objectivismo necessário ao bom comportamento dos mercados já estaria a ser levada a outras instâncias, como os patrões da indústria que tardam a abrir os olhos.

    A todos quantos concordarem que é necessária uma pedrada no charco, aconselho-os a enviarem um e-mail para o dito jornal, para rts@semanario.pt, com o "Subject: Tragam o Pimenta de volta!", e o mesmo texto no corpo da mensagem. Podem fazer CC para o geral@semanario.pt.

    Depois não digam que não têm opções, foi-vos acabada de dar uma.

    Tenho dito.

    Clique aqui, faça-se ouvir.
    Re:O UMTS é daquelas ideias brilhantes que se devi (Pontos:2)
    por spyder em 15-12-02 1:47 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Sem querer ser mauzinho... Gente como a OniWay? Como a Tele2 norueguesa que devolveu a licença? Como o consórcio (Blue, ou coisa parecida) de que a BT fazia parte para as licenças italianas, e que desistiu apesar de já ter enterrado 2 bilhões de Euros à cabeça? Como a Deutsche Telekom que desistiu da candidatura na França? Como a Orange que devolveu a licença em Espanha?
    É verdade, houve muito dinheiro investido... Mas também já há gente a desistir antes de perder ainda mais...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]