gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Liberalização em perigo
Contribuído por js em 18-11-02 18:55
do departamento das-canalizações
News Filipe escreve "Segundo um artigo do Expresso, o modelo de liberalização das telecomunicações que chegou a ser sonhado para Portugal - o desenvolvimento de um mercado aberto, competitivo e inovador - está por um fio. Se no sector dos telemóveis todos os rumores apontam no sentido da consolidação em apenas dois operadores (TMN e Vodafone) - com o falado mas ainda não confirmado não arranque da Oniway e posterior venda da Optimus à Vodafone -, na rede fixa, o operador histórico (Portugal Telecom) continua a dominar o mercado de uma forma esmagadora."

1 filme em 1 minuto | OpenSource Backdoors  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Filipe
  • um artigo do Expresso
  • Mais acerca News
  • Também por js
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    grande novidade!!! (Pontos:2, Interessante)
    por RaTao em 18-11-02 19:34 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Com a avanço que a PT leva (apenas 100% da base instalada);
    com a perspectiva da compra, pela PT, de todo o cobre que anda enterrado;
    com o LL (local loop, lacete local) que nunca mais deixa de ser exclusivo da PT;
    e por último, mas não menos importante, com o tipo de concurrência desleixada que anda para aí...

    ...esta noticia é uma GRANDE NOBIDADE, CARAGO!!!!!

    P.S. De qualquer modo esperemos que se faça alguma publicidade a este tipo de situação para dificultar um bocadinho a vida à PT.

    P.S.2. Por outro lado estas noticias devem fazer as acções da PT subirem... hmmmmmm venha o diabo e escolha!! :>


    Regards,
    Nuno Silva aka RaTao
    Infraestrutura. (Pontos:1)
    por moonrider em 18-11-02 19:38 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Suponho que ninguém tem ( ou teve ) alguma dúvida quando à continuidade da PT na liderança das telecomunicações da rede fixa. Isto explica-se muito simplesmente pela infraestrutura que a PT detém e que demorou ANOS a ser construida. Nenhum operador móvel português actualmente tem capacidade para construir uma rede com as mesmas dimensões e qualidade que a PT ( leia-se PT = eu, vocês e todos os contribuites que não vão ler este post ) construiu ao longo destes anos. Daí continuarem apenas na aposta na rede móvel que é um negócio super rentável ( para a TMN e Vodafone, pelo menos e por enquanto ).
    Teria existido liberalização se a rede fixa pertencesse e fosse regulada por uma entidade independente de qualquer operador e a PT apenas mais um cliente dessa entidade. Como isso não aconteceu e não vai acontecer, a PT, no formato actual e bem conhecido, apenas poderia ter um concorrente sério em Portugal, e esse operador tem o nome de Telefonica.

    Nas telecomunicações, quem detém a rede, tem o poder. Isto é inquestionável. :-)
    Re:Infraestrutura. (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 18-11-02 20:59 GMT (#3)
    çõ éú à çõ óv é ção pra ti também :-)
    Re:Infraestrutura. (Pontos:2, Interessante)
    por moonrider em 18-11-02 21:27 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Desculpem... versao legivel. :-)

    Suponho que ninguem tem ( ou teve ) alguma duvida quando 'a continuidade da PT na lideranca das telecomunicacoes da rede fixa. Isto explica-se muito simplesmente pela infraestrutura que a PT detem e que demorou ANOS a ser construida. Nenhum operador movel portugues actualmente tem capacidade para construir uma rede com as mesmas dimensoes e qualidade que a PT ( leia-se PT = eu, voces e todos os contribuintes que nao vao ler este post ) construiu ao longo destes anos. Dai­ continuarem apenas na aposta na rede movel que e' um negocio super rentavel ( para a TMN e Vodafone, pelo menos e por enquanto ).
    Teria existido liberalizacao se a rede fixa pertencesse e fosse regulada por uma entidade independente de qualquer operador e a PT apenas mais um cliente dessa entidade. Como isso nao aconteceu e nao vai acontecer, a PT, no formato actual e bem conhecido, apenas poderia ter um concorrente serio em Portugal, e esse operador tem o nome de Telefonica.

    Nas telecomunicacoes, quem detem a rede, tem o poder. Isto e' inquestionavel. :-)
    Re:Infraestrutura. (Pontos:2)
    por xeon em 18-11-02 22:10 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    So' te esta' a escapar um detalhe menor: e' que a infrastrutura de telecomunicacoes actual NUNCA DEVERIA PERTENCER 'A PT, mas sim a uma entidade _PUBLICA_ que deveria vender a sua utilizacao a TODAS as operadoras (PT incluida) pelo mesmo preco.
    Assim seria possivel uma liberalizacao de facto do mercado.

    E' por demais evidente que o esquema de pseudo-liberalizacao das telecomz em Portugal foi para "CEE ver".

    Nao tenham ilusoes: nao ha' liberalizacao de mercado enquanto um dos 'competidores' detiver praticamente TODO o controlo sobre a infrastrutura que ao fim e ao cabo nos saiu dos bolsos ... e que "corre o risco" de comprar ao preco da chuva ...


    --
    "One World, one web, one program" - Microsoft Promo ad.
    "Ein Volk, Ein Reich, Ein Fuhrer" - Adolf Hitler
    Re:Infraestrutura. (Pontos:2)
    por leitao em 18-11-02 23:49 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Tens razao -- mas esqueceste-te de referir que o estado e' o maior detentor de "equity" na PT ;-)


    "Monogamy is for guys that can't get pussy." --Steve-O.

    Re:Infraestrutura. (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 19-11-02 0:24 GMT (#8)
    Um comentário Anónimo porque não sei bem se ainda tenho conta ou, muito menos, qual seria a minha password.

    Atenção!! Não esquecer que o Estado representa a população portuguesa na sua generalidade. E não estou aqui a falar se 30% ou 40% ou 50% votou no A ou no B, mas sim na figura do Estado na nossa sociedade.

    Sim foram os contribuintes que pagaram a rede, mais precisamente o Estado que investiu nela, directa ou indirectamente. Quando dizemos que foi com o nosso dinheiro é uma constatação demasiado simplista. O Estado poderia tê-lo aplicado só em barragens...

    Aquilo que se diz é que o Estado, em nossa representação, tenciona vender algo que "construiu/ajudou a construir".

    Será a PT que vai comprar a rede? Sim é o mais provável.

    Seria mais justo criar uma empresa "do Estado" que gerisse a rede e a alugasse? Provavelmente, para as empresas privadas seria, à primeira vista, mais justo. Mas todos nós sabemos como funcionam as empresas "do Estado", logo, também não iriam haver garantias que a ideia fosse luminosa.

    Não está o Estado a tentar proteger uma das principais, e mais importantes, empresas do tecido empresarial português? Na minha opinião sim e nessa perspectiva acho que o faz muito bem.

    Se a rede fosse vendida aos diversos operadores não seria mais facil o "take-over" por empresas internacionais? Eu acho que sim, seria mais facil comprar parte de uma empresa, do que uma empresa única, com o tamanho da PT, detentora da principal rede de telecomunições fixa. Embora eu não tenha grandes dúvidas de que, a médio prazo, será uma ou mais empresas estrangeiras (europeias ou não) a tomar conta aqui do panorama nacional.

    Isto é só um conjunto de ideias/dúvidas, que muitos de nós também já tiveram/têm, mas por vezes, pelo modo como se diz/escrevem certas coisas, parece que é tudo fácil.

    O problema é que a larga maioria de nós não vê a "BIG PICTURE" e depois tira conclusões deficientes, cria opiniões menos correctas, enfim tem as vistas curtas.

    Não se pode ver a PT como um bicho papão, a PT faz o que pode para proteger a sua empresa, a sua organização. Qualquer um faria o mesmo. Temos é que evitar que esse comportamento não ultrapasse determinados limites. Infelizmente parece-me que a ANACOM não os define, ou não os controla, ou não os obriga como deveria.

    Acho que o problema não está tanto na PT mas sim na nossa entidade reguladora e no poder que ela tem ou não tem para "obrigar" a que o mercado funcione sem vicios.

    OpenMind é o que interessa... ouvidos e olhinhos bem abertos.

    Cumprimentos,
    Rodrigo
    Re:Infraestrutura. (Pontos:2)
    por leitao em 19-11-02 0:37 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Não está o Estado a tentar proteger uma das principais, e mais importantes, empresas do tecido empresarial português? Na minha opinião sim e nessa perspectiva acho que o faz muito bem.

    Hummm... talvez, mas acho que a explicacao mais logica e' seguir o "money trail" e verificar que a PT e' uma fonte de receitas segura para o estado, e sem este ter que aumentar os impostos!

    Se a rede fosse vendida aos diversos operadores não seria mais facil o "take-over" por empresas internacionais?

    Se calhar (embora duvido), mas repara que isso nao seria necessariamente uma coisa ma' para as carteiras dos portugueses.

    O problema é que a larga maioria de nós não vê a "BIG PICTURE" e depois tira conclusões deficientes, cria opiniões menos correctas, enfim tem as vistas curtas.

    Yep -- concordo com o que dizes. Embora a minha opiniao e' simples: $$$. O estado nao se podia estar mais a ca*ar se sao nacionais ou estrangeiros que gerem a infra-estructura de comunicacoes. Numa economia cada vez mais interdependente, vais ver que os estados vao ficar cada vez menos "nacionalistas" e mais "economicistas". O caso da PT e' simples: a PT paga dividendos (e muitos! 0.16$ por accao) -- e' isto ao que o estado olha. Garanto-te que quando a PT comecar a perder dinheiro (nunca) la' vem a conversa da privatizacao completa.

    Acho que o problema não está tanto na PT mas sim na nossa entidade reguladora e no poder que ela tem ou não tem para "obrigar" a que o mercado funcione sem vicios.

    Agora foste ao cerne da questao! Bem dito!


    "Monogamy is for guys that can't get pussy." --Steve-O.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]