gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O Linux e a Matemática
Contribuído por scorpio em 05-11-02 20:15
do departamento math
Linux Gamito escreve "Viva, O startux.org publicou dois artigos da autoria do Mestre José Ernesto Jardim (o nosso utilizador Zeusfaber) sobre o uso do Linux aplicado à Matemática.
Atendendo a que muitos dos utilizadores que por aqui e pelo startux.org andam são estudantes universitários, acho que dão uma leitura interessante."

Windows cheaper than Linux, says Microsoft | NASA quer acabar com dúvidas sobre ida à Lua  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • startux.org
  • Mais acerca Linux
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Ainda existem bons users (Pontos:3, Interessante)
    por humpback em 06-11-02 11:07 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.felisberto.net
    Os dois artigos estam MUITO bons e servem para mostrar que existem ferramentas para o trabalho matematico em Linux (sem ter de recorrer ao MatLab e afins).
    O problema do ensino é mais complexo pois os professores usam as ferramentas que "são boas" e conhecidas e nao querem saber dos preços, e depois os alunos ao chegarem ao mercado de trabalho toca a ter de pagar para usar as ferramentas que conhecem. Isto é verdade em todas as áreas (quem é que aqui ja teve um professor a usar nas aulas um octave? Ou um Postgresql ? )
    Eu pessoalmente ja me encontrei numa situação onde tive de colocar uma workstation da digital a funcionar para uma mestranda. Ela queria o matlab e a univ nao tinha o matlab para Digital Unix mas ia comprar, no entretanto eu instalo na maquina o octave. Depois de ela testar as simulações que tinha, ver que era rapido, que os resultados estavam 100% correctos, diz ainda que queria o Matlab, pois ja estava mais acostumada (dont ask what diference was, i dont know neither did she). La veio o Matlab, la se instalou.... Um mes depois a tipa desiste do mestrado :) . La ficou um maquina de centenas de contos de hardware/software parada num canto.
    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism
    Re:Ainda existem bons users (Pontos:4, Engraçado)
    por Gimp em 06-11-02 11:55 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Umas vergastadas com pau de marmeleiro era o que ela e quem deu autorização para esse gasto inútil de dinheiros públicos, mereciam.


    "No comments"

    Re:Ainda existem bons users (Pontos:3, Engraçado)
    por Psiwar em 06-11-02 12:14 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Ele não diz se a Universidade onde ele anda/andou é pública. Se for, é quase um crime a pessoa que autorizou esses gasto não ter sido "arrumada" do lugar, após ter tido um exemplo concreto que provava que não precisava de efectuar esse gasto.

    Ó colega, mas estamos em Portugal

    Huh? Ahh... desculpa lá... esqueci-me. =]
    Re:Ainda existem bons users (Pontos:2)
    por TarHai em 06-11-02 14:36 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Concordo que o artigo esta bom.

    Eu revejo-me no que dizes. Uso extensivamente e intensivamente o mathematica, que gosto muito e recomendo a quem tiver (ou a quem trabalha para quem tem) dinheiro para o comprar e manter actual.

    Agora estou em transicao e ando a procura de um programa com caracteristicas de linguagem e grafismo semelhantes. Pelo que vi do mupad e maxima, vai ser dificil.

    ---
    Re:Ainda existem bons users (Pontos:4, Informativo)
    por slug em 06-11-02 15:20 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    O que falta especificamente ao MuPAD ?

    Convém não esquecer o NumExp para quem quiser contribuir.

    E em relação ao Octave, gosto muito e uso diáriamente.E usar funções optimizadas em C com a GSL, ligadas dinamicamente também é interessante. Também há quem prefira o SciLab como alternativa.

    Como está no artigo, no SAL encontra-se de tudo.

    Re:Ainda existem bons users (Pontos:2)
    por TarHai em 06-11-02 20:48 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Falta um front-end tao eficaz como o do mathematica. A anologia com a linha de comando pareceu-me antiquada, talvez pq me fez lembrar um maple jurassico que tinha num 486 a uns anos.

    Quanto a linguagem de programacao, pareceu-me (muito superficialmente) que o mathematica e o mais distante relativamente ao maxima e maple mais proximos uns dos outros.


    ---
    LIcenças (Pontos:1)
    por slug em 06-11-02 15:23 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Eu pergunto melhor: quem é que já teve um prof/lab a usar um MatLab/Mathematica/Etc, com todas as toolboxes, com as licenças regularizadas para as máquinas que usa ou que os alunos usam ? :)
    Re:LIcenças (Pontos:1)
    por mar_ori em 06-11-02 17:29 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    MatLab
    Eu.

    No meu curso usa-se muito disso inclusive váru«ias toolboxes (e simulink) que não existem no octave.
    No entanto acho que há para aí uns dois ou três laboratórios que não têm todas as licenças regularizadas :(.
    Re:LIcenças (Pontos:2)
    por TarHai em 06-11-02 20:36 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Mathematica 3.0, com todas as licencas em sistemas operativos legais.

    O upgrade para a ver 4 a um ano (?) era 90% do preco do pacote novo... ainda uso a 3.0 :P


    ---
    Re:LIcenças (Pontos:2)
    por MacLeod em 07-11-02 23:34 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Eu já tive uma cadeira (que ainda existe), onde há um laboratório com cerca de 10 maquinas todas com o IDL com licença (por acaso nem dá para correr bem o programa sem a licença).
    kOctave (Pontos:1)
    por jadrian em 06-11-02 18:04 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Um frontend bastante jeitoso para octave: O autor diz que tb dá para usar com Matlab http://arcus.mine.nu/kde/koctave/ http://apps.kde.com/nf/2/info/vid/8009 (este fim de semana deve fazer o upload da nova versão com pequenas correcções) Tb parece engraçado mas ainda não experimentei bem: http://kmatplot.sourceforge.net/ J.A.
    Toolboxes (Pontos:3, Interessante)
    por bgravato em 07-11-02 1:42 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Eu sou um indiscutível adepto do linux e uso "quase" só linux no dia-a-dia nos "meus" pc's. Por outro lado, estudo eng. de electrónica e de telecomunicações numa universidade onde quase quase todos os pcs correm windows (98, nt e 2000), e agora até já oferecem licenças do XisPe aos alunos.

    Nas cadeiras em que é necessário efectuar simulações e cálculos matemáticos mais elaborados, especialmente que envolvam cálculos com matrizes ou vectores, a ferramenta de eleição é o MatLab.

    Já experimentei o octave, o scilab e um outro, tendo perdido mais tempo com o octave, no entanto, acabei por desistir e por me conformar que tenho que usar o matlab, por meia duzia de razões.

    Alguem perguntou o que é que o octave não tem que o matlab tem... a resposta é simples: Toolboxes!
    A vantagem do matlab não está no matlab em si mas nas toolboxes que existem para este (em várias áreas, nomeadamente, processamento de sinal, controlo, comunicações e outros que tais). Toolboxes essas que não encontrei para o octave.

    Além do mais, tal como já foi referido, os professores usam todos matlab, por isso nós também temos que trabalhar com o matlab, e fazer os trabalhos em matlab. Claro que podia tentar fazer os mesmos trabalhos em octave, mas depois teria que os fazer em matlab para entregar ao professor e seria trabalho a dobrar.

    E aqui está outra diferença entre octave e matlab... é que estes dois programas são "parecidos", mas não são "identicos", e código que funciona no matlab, não funciona no octave, ou tem resultados diferentes, eu próprio testei isto e a maior parte dos programas que tinha para o matlab não funcionavam no octave. Isto porque o octave tem algumas pequenas diferenças.

    Ao contrário do windows, que agora até dão as ditas licenças de borla, o matlab não é sequer disponibilizado aos alunos para instalar em casa, as licenças disponíveis apenas cobrem as máquinas existentes na universidade.

    Obviamente que não deve haver um único aluno do curso, que não tenha uma cópia pirata em casa, no entanto, estas cópias piratas apesar de serem relativamente fáceis de encontrar para o windows, são difíceis e encontrar para linux/unix (eu pelo menos não consegui encontrar... se alguem tiver e queira partilhar... podemos trocar uns emails anónimos ;) ).

    Alem disso o Matlab ainda tem outros "add-ons" como o simulink ou o sisotool que penso que não existe equivalente para o octave ou outra alternativa "free".

    Por todas estas razões e mais algumas, vou ter que continuar a usar o Matlab (versão para windows)

    Cumprimentos,
    Bruno Gravato.

    P.S.: quando falei em cópias piratas, estas são apenas para fins didácticos e serão apagadas num espaço de tempo inferior a 24h :-P

    Re:Toolboxes (Pontos:2)
    por raxx7 em 07-11-02 11:44 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://raxx7.no.sapo.pt/
    mailto:etralex@ua.pt :-P
    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Toolboxes (Pontos:2)
    por bgravato em 07-11-02 15:11 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Esses endereços de email vão deixar de existir...
    Quando fizeres a renovação dos logins vais ver :-P

    Alem disso se tentares fazer a renovação online e usares o mozilla provavelmente vais ver uns erros de MS VBSCR1PT na autenticação e vais ter usar o IE.

    Outra dica: para fazer o login na página da renovação tens que usar o outro email da forma a12345@alunos.det.ua.pt que vai passar a ser o único que vais ter direito :P

    Só ainda não consegui apurar quanto tempo vai levar até desactivarem as contas antigas (só faço a renovação depois de saber este pormenor, não vá o diabo tece-las :P)

    Já agora... qual é a versão e a release que tens? ;-)

    Cumprimentos,
    Bruno Gravato.

    Re:Toolboxes (Pontos:2)
    por raxx7 em 07-11-02 18:32 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://raxx7.no.sapo.pt/
    6R12, se conseguir que me devolvam o CD, anda perdido no GLUA :-))
    Essa do mail é que não me deixa nada descansado...

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]