gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Xis-éMe-éLe em .pt
Contribuído por scorpio em 30-09-02 16:29
do departamento xml
Web mvalente escreve "Não, não me estou a referir a mais esta barbaridade do DNS nacional mas sim ao uso do XML em projectos especificos.
Uma pesquisa no Google por documentos em .pt com XML no titulo apresenta como resultado cerca de 199 documentos. Não se pode dizer que sejam muitos. Já uma pesquisa no Google por documentos em pt com extensão .XML devolve como resultado cerca de 2500 documentos. Um bocadinho melhor, até verificarmos que a grande maioria são documentos gerados automaticamente pelas ultimas versoes do M$ Office ou, quando não, são documentos em simples HTML, em que os autores apenas alteraram a extensão do ficheiro.
Será que o pessoal do Gildot podia contribuir com alguns links para projectos reais para ficarmos com uma ideia do "state of the art" do XML em Portugal ? Da minha parte ficam desde já os links para sites por nós montados, o dAaZ (XML+CSS) e para Jogos Oninet e Downloads Oninet (XML+XSL em IE6; links para outros browsers). E já agora, o que acham de um tópico sobre XML ?
Cumprimentos, Mario Valente "

Thin clients, sim ou não ? | Advocacia e Negocios  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • mvalente
  • esta barbaridade do DNS nacional
  • XML
  • pesquisa no Google por documentos em .pt com XML no titulo
  • pesquisa no Google por documentos em pt com extensão .XML
  • dAaZ
  • Jogos Oninet
  • Downloads Oninet
  • links
  • para
  • outros
  • browsers
  • tópico
  • Mais acerca Web
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    NumExp (Pontos:1, Informativo)
    por gc em 30-09-02 17:04 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Nós no projecto NumExp (http://numexp.sourceforge.net/client2.html) estamos a desenvolver um renderizador MathML para a ajuda online. MathML é uma aplicação de XML.

    Aproveito a publicidade para lembrar que estamos receptivos a contribuições para o projecto. Precisamos de programadores de C, GTK+, GNOME.

    Re:NumExp (Pontos:2, Interessante)
    por mvalente em 30-09-02 17:36 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Cool! Looking good! É impressao minha ou o Mozilla já faz rendering de MathML? Há alguma razão especial para estarem a produzir um renderer de raiz ao inves de usar o Gecko e "customizar" com XUL ?

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:NumExp (Pontos:1)
    por gc em 30-09-02 17:49 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Desculpa, mas não vamos usar Mozilla num programa de matemática! O mozilla é um monstro autêntico, não queremos de forma alguma ligar o nosso programa a essas bibliotecas.

    Teria mais sentido argumentar que podíamos usar GtkMathView, mas temos algumas razões para o não fazer, sendo a principal que é divertido fazer um renderizador MathML. ;)

    Obrigado pelo comentário!

    Re:NumExp (Pontos:3, Informativo)
    por Strange em 30-09-02 18:25 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.no-ip.org/
    É um monstro baseado numa framework para desenvolvimento de aplicações multiplataforma. Não penses em Mozilla, pensa antes em XPCOM, XUL, etc.. (como se deve pensar em Qt e não em Konqueror.)

    A vantagem de terem começado por usar o XPCOM/XUL é que tinham 90% do trabalho já feito para o cliente, além de que os que têm já o Mozilla instalado (c/ MathML) não precisariam de outro cliente.

    hugs
    Strange

    Re:NumExp (Pontos:2, Interessante)
    por gc em 01-10-02 15:39 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Isso de multiplataforma... sinceramente, não estou minimamente interssado em suportar Windows. A meu ver, Windows só é bom para jogos.

    Quanto a reutilizar código, claro que o reutilizaria se o achasse bem feito. Claro que o Gecko é o melhor motor que temos de renderização de HTML, mas deixa muito a desejar em termos de eficiência (memória e velocidade). Para além de que o Mozilla, pelo menos até ao 1.0, ainda usa as fontes X11, com todos os seus problemas. Admira-me que tenham conseguido renderizar MathML com fontes X11!

    De qualquer forma, que raio de plataforma que eles foram inventar! XPCOM, XUL?! Que raio de nomes! Gosto mais de GTK+, CORBA e Bonobo :)

    E não podemos misturar plataformas. Já temos o exemplo do Galeon, que apesar de ser um excelente browser, ao usar o Gecko tem que usar uma dúzia de bibliotecas de suporte a XPCOM / XUL. Vê-se depois na memória ocupada:

    14014 gjc 9 0 30236 29M 17696 S 0.0 11.7 1:01 galeon-bin

    30MB! Does quais 17MB são de DLLs! Porquê?.. tem as bibliotecas dinâmicas do GNOME e do Mozilla.

    Reutilizar código é muito bonito na teoria, mas na práctica nem sempre é tão simples. Da mesma forma, pode-se correr perfeitamente aplicações KDE num desktop GNOME, mas há um preço a pagar em memóra...

    Cumprimentos.

    Link corrigido (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 30-09-02 18:23 GMT (#4)
    Ja agora fica o link que funciona:
    Já uma pesquisa no Google por documentos em pt com extensão .XML
    e
    pesquisa no Google por documentos em .pt com XML no titulo

    Cumprimentos
    A.C .
    Re:Link corrigido (Pontos:2)
    por mvalente em 01-10-02 7:34 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Agradecido. Não tinha reparado no erro.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Mais 1 exemplo... (Pontos:1)
    por ssn em 30-09-02 22:20 GMT (#6)
    (Utilizador Info)

    Segundo esta descrição, o linxs funciona usando XML+XSL.


    Metabase e MetaL (Pontos:4, Informativo)
    por mlemos em 01-10-02 1:18 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Desde há mais de 3 anos que tenho 2 projectos em particular que fazem uso bastante significativo de XML:

    • Metabase - Pacote de abstracção de acesso a bases de dados SQL
    • Este é um pacote de classes de objectos em PHP que permite aceder a inúmeras bases de dados SQL de forma independente do SGBD, assim semelhante ao JDBC para Java e outros para outras linguagens, em alguns aspectos indo bastante além desses, de forma que mudando de base de dados, não é preciso alterar nada no código das aplicações que usam esta API.

      Um dos aspectos é o facto de para além do acesso possibilitar a criação das bases de dados propriamente dita a partir de uma definição do esquema de tabelas, campos, índices e sequências, através de um formato baseado em XML que permite descrever esquemas de forma independente da base de dados usada.

    • MetaL - linguagem de meta-programação baseada em XML
    • MetaL é o nome de uma linguagem de alto nível que a partir do mesmo código fonte permite gerar programas e componentes em diversas linguagens-alvo, como PHP, Java, Perl, etc... O código fonte dos programas escritos em MetaL é baseado em XML.
    Ambos projectos são Open Source (licença BSD - copiem e modifiquem à vontade).
    Re:Metabase e MetaL (Pontos:2)
    por mvalente em 01-10-02 7:48 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Destes eu estava a par ;-).

    O Metabase não posso dizer q me interesse sobremaneira, isto porque já existem "coisas" semelhantes.

    O MetaL é mais interessante e algo parecido ao que estamos a fazer no dAaZ (se vires o source code percebes). Infelizmente nao encontro links nenhuns com exemplos do source em MetaL e respectiva "compilacao" para a linguagem target. Só mesmo fazendo o download ?

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Metabase e MetaL (Pontos:2)
    por mlemos em 02-10-02 4:23 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    O Metabase não posso dizer q me interesse sobremaneira, isto porque já existem "coisas" semelhantes.
    Bem, eu não conheço nenhum sistema que permita criar e manter esquemas de bases de dados a partir de definições de esquemas independentes da base de dados em XML. Obviamente eu não conheço tudo. Se era isso que estavas a pensar como coisas semelhantes, poderias mencionar alguns URL?
    O MetaL é mais interessante e algo parecido ao que estamos a fazer no dAaZ (se vires o source code percebes).
    Interessante. O código do dAaZ é público? Se sim, onde posso encontrar?
    Infelizmente nao encontro links nenhuns com exemplos do source em MetaL e respectiva "compilacao" para a linguagem target. Só mesmo fazendo o download?
    Bem, eu não era para abrir o código do MetaL tão cedo. Ainda não está maduro e e eu não tenho muito tempo para dedicar ao projecto porque tenho outras coisas prioritárias para fazer.

    Porém, como preciso de desenvolver um módulo para definição de mapas de persistência de objectos em bases de dados relacionais (SQL) com geração automática de esquemas de base de dados e classes de acesso, abri o código agora para facilitar o acesso de algumas pessoas interessadas no projecto.

    Por isto, não tinha me preocupado muito com estes detalhes. Mas tens razão. Acabei de actualizar o site com uma página de amostras de código que apresenta códigos de exemplo em MetaL e código e documentação gerados em PHP e Java.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]