gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
RedHat com versão 8.0 para breve
Contribuído por AsHeS em 18-09-02 12:22
do departamento releases
News ^S^ escreve "A RedHat prepara-se para lançar a versão 8.0 da sua já bem conhecida distribuição RedHat Linux. Esta versão será lançada brevemente, talvez ainda este mês. Já amada por alguns e detestada por outros como foi possível ler em vários sites conhecidos ([1],[2]) e aqui mesmo no Gildot, apresentará desta vez algo realmente inovador, um desktop comum, seja Gnome ou KDE. As novidades não deverão ficar por aqui, contando-se também com Gnome2.0, Mozilla 1.1 e OpenOffice.org, entre outros. Fico ansiosamente à espera do lançamento! O artigo original pode ser encontrado aqui. "

IOL+Vizzavi | Aceder ao file system do Linux em W2K  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • gildot
  • Red Hat
  • ^S^
  • [1]
  • [2])
  • aqui
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Bingo ou Limbo (Pontos:3, Interessante)
    por vd em 18-09-02 13:46 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Pois é, depois de ler o artigo original, acho que esta versão dever-se-ia chamar de "Bingo".

    "Red Hat won't attempt to unseat Windows and Office, but will aim for more targeted corporate segments such as call centers at financial institutions needing only Word and Excel spreadsheet, or a technical audience that uses one or two productivity applications, he said. Another segment would include users of technical workstations who can consolidate their high-end CAD/CAM and EDA applications and productivity applications on one desktop machine, rather than having separate Unix-based workstations and PCs."

    "We think Linux will start gaining traction [on the desktop] in the next six to 12 months."

      Both GNOME and KDE are over 5 years old now, and there is no sign of either going away any time soon. While Red Hat has no intention of forcing cooperation on the two projects (or ability to do so), we don't think it is in our best interest, or our users' best interest to have two separate unrelated desktop universes within our product.

    Cumprimentos,
    vd
    Red hat... (Pontos:2, Informativo)
    por nmarques em 18-09-02 14:25 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Eu penso que a Red Hat no fundo o que esta a fazer e' implementar de forma independentemente o utilizador use KDE ou GNOME tenha as mesmas opcoes, as mesmas ferranamentas de configuracao e no fundo nao ser um Desktop GNOME ou KDE, mas sim um desktop Red Hat... Pelas screenshots que vi, quer estejam a usar GNOME ou KDE, pouca diferenca se nota nisto, pessoalmente penso que e' uma grande aposta, de qualquer forma os utilizadores insatizfeitos podem sempre fazer download do ximian Gnome caso queiram gnome ou mesmo da distro base do gnome, ou do KDE se for o caso...

    De qualquer forma, "way to go Red Hat!!".

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it.../I
    Re:Red hat... (Pontos:2)
    por CrLf em 18-09-02 17:46 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    os utilizadores insatizfeitos podem sempre fazer download do ximian Gnome caso queiram gnome ou mesmo da distro base do gnome, ou do KDE se for o caso...

    Nem é preciso, basta mudar o theme e voilá.

    -- Carlos Rodrigues
    como fica o KDE no meio desta historia toda. (Pontos:2)
    por racme em 18-09-02 15:46 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    shared libraries
    by Edward Moyse on Monday 16/Sep/2002, @18:25
    A lot of you people are missing the point slightly. Sure RH can do whatever they want to a GPL'd desktop, and I'm all for making Linux easier. However, by choosing GTK apps instead of KDE ones in many instances RH have weakened KDE, both by damaging the interoperability of KDE apps, and forcing a user running KDE on null to have vastly more shared libraries loaded. KDE is going to appear a slow, quirky, memory hog - something I think is unfair. Finally, of course people can choose other distros, but RH is by far the biggest, making this a very bad bit of PR for KDE.


    ...no reino de Quelthalas...
    im awake, im awake!
    Re:como fica o KDE no meio desta historia toda. (Pontos:2)
    por nmarques em 18-09-02 16:15 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    E quem nao gosta saca os pacotes oficiais do KDE e instala... Ou tambem querem a papinha toda feita ? Ainda me lembro dos tempos em que sacava os pacotes actualizados, compilava e instalava... e ??? Nao gostam mudam de lugar, instalam debian, slackware ou mandrake...

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it.../I
    Re:como fica o KDE no meio desta historia toda. (Pontos:3, Interessante)
    por ^magico^ em 18-09-02 16:52 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Este problema é exactamente o mesmo que aconteceu aos "outros" browsers aquando a inclusão do Internet Explorer no Windows.

    Para quê tantos problemas, bastava abrir o IE (duh?) e ir a por exemplo http://www.mozilla.org/ ou a uns tantos mais, e sacar outro browser?

    Pois o problema, é que se criticou tanto esse pequeno "pormenor" e agora neste caso já é diferente?

    É óbvio que a RH ao simplificar (uniformizar) os desktops (como eu sempre apregoei) vai facilitar a vinda dos chamados "Antónios" e é óbvio que eles não vão sacar o KDE (sabem lá eles o que é isso). Por isso, é com toda a razão que o pessoal do KDE se está a sentir prejudicado com esta situação.

    É uma situação dificil de resolver, mas talvez a RH devia fazer uma coisa: pegar realmente numa base e mandar às urtigas a compatibilidade, criando uma API de desenvolvimento simples (será que não vão fazer isso?) a qual seria a fundação de um "verdadeiro" RH desktop.

    Cumps,
        Fernando Silva
    Estupidagens (Pontos:3, Interessante)
    por CrLf em 18-09-02 18:00 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Por isso, é com toda a razão que o pessoal do KDE se está a sentir prejudicado com esta situação.

    O pessoal do KDE é estúpido é o que é. Mais estúpido porque correr aplicações GNOME dentro do KDE não aumenta assim o número de libs carregadas, muito menos porque muitas dessas aplicações a que chamam GNOME (onde é que o mozilla é GNOME...) não usam mais do que o GTK+. Os tipos do GNOME é que tinham razão para se queixar, correr algo tão simples como a kcalc fora do KDE trás toda a tralha KDE para a memória.
    Acho que deviam era ter juízinho, um desktop aparentemente lento prejudicaria mais a imagem da Red Hat, porque os "Antónios" instalaram o Red Hat e vêm o chapéu encarnado por todo o lado e sabem lá o que é o KDE (como tu disseste) do que qualquer um dos desktops.

    A licença sob a qual está o KDE permite fazer alterações, e mesmo que se pudesse questionar a moralidade das alterações, estas até seriam perfeitamente razoáveis.

    Começo a dar razão ao RMS acerca das questões de licença que rodeavam (e ainda rodeiam) o KDE. Com a Trolltech por trás a impedir que se façam aplicações comerciais com QT e pior ainda, a impedir que aplicações free passem a comerciais, juntamente com a atitude birrenta e infantil (de que o Mosfet é o expoente máximo) do KDE quase que parece que se quer gerar ali um monopólio qualquer... (o que aviso desde já que não acredito).

    É uma situação dificil de resolver, mas talvez a RH devia fazer uma coisa: pegar realmente numa base e mandar às urtigas a compatibilidade, criando uma API de desenvolvimento simples (será que não vão fazer isso?) a qual seria a fundação de um "verdadeiro" RH desktop.

    Isso é que seria ruim, muito ruim. O linux é tudo acerca de compatibilidade, já para não falar que reinventar a roda seria estúpido.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estupidagens (Pontos:1)
    por Lowgitek em 18-09-02 18:49 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Ja vi que o vosso problema em dizer que o KDE é mais lento do que o gnome por utilizarem aplicaçoes kde em ambiente não kde ... Continuo a dizer ainda estou para ver gnome na minha maquina que seja mais rápido que o meu kde nas mesmas circunstancias.
    E não, não uso nem RH, nem MDK, nem qualquer coisa com rpm lá dentro.

    E sim Viva o KDE ;) abaixo a RH etc etc.. tou no gozo a licença é GPL é o que é e tal como tudo no linux quem quiser usa quem nao quiser não usa e se der na telha de a RH querer mudar as coisas quem perde são eles e os utilizadores da sucata do chapeu vermelho e respectivos famigerados (ou lá como se escreve a palavra ;) )


    Re:Estupidagens (Pontos:2)
    por CrLf em 18-09-02 22:19 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    Ja vi que o vosso problema em dizer que o KDE é mais lento do que o gnome por utilizarem aplicaçoes kde em ambiente não kde ...

    Ninguém disse que o KDE era mais lento do que o GNOME, eu estava a falar de correr aplicações GNOME no KDE e vice-versa.

    Continuo a dizer ainda estou para ver gnome na minha maquina que seja mais rápido que o meu kde nas mesmas circunstancias.

    Bem, o nautilus é definitivamente mais lento do que o Konqueror (no gnome 1.4) mas de resto ou as aplicações de gnome são tão rápidas quanto as do KDE ou são mais rápidas (as GTK+ only).

    E não, não uso nem RH, nem MDK, nem qualquer coisa com rpm lá dentro.

    <flamebait>Estou mesmo a ver, Debian.</flamebait>

    E sim Viva o KDE(...)

    Sim, viva o KDE, mas abaixo os (alguns) putos de fraldas que o desenvolvem.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estupidagens (Pontos:1)
    por Lowgitek em 19-09-02 19:48 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Missed the point....

    O que eu queria dizer não era mais nada como, pouco me importa as alterações que a RH faça ao KDE ou ao Gnome porque simplesmente não uso nada, ou pelo menos evito utilizar qualquer coisa que venha num formato RPM, ate porqque na finalização do meu comentario destaquei que se há uma coisa boa realmente no linux mesmo para aqueles que ainda possam ter dúvidas, e a liberdade de escolha na solução, mas tu deves ser do grupo dos tapadinhos anonimos que para mandar flames ca para fora estão sempre prontos a preencher o espaço visual vazio.

    Keep going...

    Re:Estupidagens (Pontos:2)
    por Lowgitek em 20-09-02 13:11 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    E ouviste me falar bem da debian em algum lado ? pelo menos aqui nesta thread....

    Btw. Uso Gentoo. E sem dúvida a RH respeita os Standards os deles.... No comment. E como uma outra grande empresa do mundo dos binários...
    Re:Estupidagens (Pontos:2)
    por CrLf em 20-09-02 16:13 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://crodrigues.webhop.net
    E já agora, o Red Hat 7.3 já é LSB 1.2 compliant.

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Estupidagens (Pontos:1)
    por Lowgitek em 20-09-02 18:48 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Eu não estava a bater em ninguem, antes pelo contrario, até porque não fui que andei a tirar conclusões clubisticas primeiro ;), apenas estava a defender a minha posição, posição esta que é de prefirir usar um sistema alternativo ao uso de binários. . Em relação ao clube eu acho que sou do clube democratico onde se pode escolher, não gosto, não uso e não é por nada, até acho que o redhat 8.0 promete muito, simplesmente prefiro não o usar, -- no flame bait -- .

    Em relação aos standards tb não disse que a RH era a pior de todas, antes pelo contrario, mas apenas destaquei o facto de até bem pouco tempo o uso do binário ser algo não muito agradável nestas paragens porque destuava um pouco da realidade da altura, penso que agora já esteja mais estabilizado e a rh esteja mais calminha mesmo assim e sempre quando pode la tenta enfiar as maozinhas para poder ser um pouquinho mais a maneira deles, penso que já possuem um pouco desse direito visto o seu peso e a sua importÂncia e cota do mercado, mas okay, mais uma vez entramos no ponto de quem nao quer não usa, que haja alternativas para que o povo não viva só de futebol e de telenovelas.

    Era só isso. ;)


    Re:Estupidagens (Pontos:2)
    por TarHai em 19-09-02 19:12 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    A motivacao da redhat e clara: quer vender um linux com desktop impessoal aos seus clientes, que nao querem saber de gnomes nem de KDEs nem de nada que nao seja RedHat Linux. Assim sendo, adotaram o gnome, que sempre gostaram mais, e gnomizaram o kde, incluido-o so porque os outros distribuidores tambem o incluem.

    Se bem percebi, grande parte da contenda tinha mais a ver com a RH ter extirpado o help->about KDE de uma beta. O mosfet nao tem nada a ver com o assunto nem com o KDE. Ja a um par de anos que ele anda embirrado com toda a gente do kde, desde que o liquid, o seu querido decalque do aqua da apple, nao mereceu a adoracao que ele lhe achava devida.

    Quanto a velocidade de carregamento, as aplicacoes KDE tem a maior parte dos componentes comuns deslocadas para as libs do kde.

    Sim, arrancar uma instancia do kwrite fora do kde e lento a arrancar, mas fazer o mesmo ja com o kde carregado e /quase/ instantaneo.
    Mesmo as aplicacoes mais complexas como o kdevelop e os compoentes koffice arrancam dentro do kde bastante rapidamente. A unica excepcao e o konqueror, que se arrasta no arranque, com ou sem KDE.

    ---
    Re:como fica o KDE no meio desta historia toda. (Pontos:2, Engraçado)
    por faustino em 19-09-02 15:41 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Qual é o problema dos Antónios ??
    Eu gostava de ter uma assinatura gira.
    Re:como fica o KDE no meio desta historia toda. (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 18-09-02 18:45 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    Por isso, é com toda a razão que o pessoal do KDE se está a sentir prejudicado com esta situação.

    Deviam ter pensado nisso antes, e faziam uma licença que tornasse impossível a redistribuição do KDE com aplicações não-KDE integradas no desktop.

    Isso seria ridículo.


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes

    Re:como fica o KDE no meio desta historia toda. (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 19-09-02 13:42 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    É mais do género: tu fazes um programa que consideras bom, alguém altera-o para ficar uma m*rda (no teu ponto de vista) e distribui-o com o mesmo nome que lhe deste.

    Podem fazer isso. Mas tens todo o direito de não gostar.


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:como fica o KDE no meio desta historia toda. (Pontos:2)
    por vd em 19-09-02 9:59 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://paradigma.co.pt
    Todos sabemos que a RedHat apoia mais o Gnome, ponto final.

    A RedHat não tem nenhuma obrigação para com o KDE para o quer que seja. Ela própria quer dar aos utilizadores mais opções, mas quando se tem de um lado uma comunidade mais aberta a opiniões e com mais "hackers", será nada mais que normal o desenvolvimento sobre o Gnome.

    Para além de, muito provavelmente, o KDE ainda não mexeu o "cu" para sequer tentar cooperar ou ajudar a RH.

    O KDE só fica na história se alguem lá de dentro se lembrar em cooperar com a RH. Until then, quem ganha é o Gnome.

    Cumprimentos,
    vd
    Pessoal DO KDE (Pontos:3, Interessante)
    por nmarques em 18-09-02 19:45 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Claro que o pessoal do KDE se queixa, mas porque raio nao compreendem eles que por exemplo a Red Hat tem muito mais pessoal ligado ao GNOME que ao KDE, logo e' de esperar que se sintam mais a vontade para hackar o GNOME para as condicoes que axas necessarias, por outro lado porque e' que o people do KDE nao se oferece para ajudar a Red Hat a melhorar a situacao do KDE no Red Hat ? Por comodismo ? Por elitismo ? Ou simplesmente porque e' mais simples andar de forum em forum a mandar bitaites e a tentar denegrir a imagem de uma das empresas que mais contribuiu para o linux tal como o conhecemos hoje ? Nao esquecendo o merito de outras empresas como por exemplo a SuSE... e ja agora, pela circunstancia tira-se uma conclusao obvia, talvez demasiado obvia, a Red Hat limita-se a nao ser um "packager" mas sim uma empresa bastante activa no desenvolvimento do linux em geral... ao contrario de outras empresas que basicamente nao passam de packagers e mais parecem parasitas de mercado...

    Isto parece mais uma campanha anti-RedHat que outra coisa... nao gostam, nao querem, entao porque usam ? Teem mais alternativas, e podem viver na vossa tocazinha com o que preferirem e deixarem-se de guerrinhas contra uma entidade das mais activas e que mais contribuiu/contribui para melhorar a posicao do linux em geral e uma aproximacao mais simples ao potencial utilizador de desktop... Tantos apreguam campanhas de evangelizacao de novos utilizadores mas no final, continuam a manifestar-se contra projectos que realmente manifestam um grande potencial e que podem virar a medio prazo a posicao da popularidade de Desktop's linux... Enfim... Nao compreendo, mas tambem nao me pagam para compreender.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it.../I
    estupidificação dos utilizadores (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 19-09-02 11:37 GMT (#16)
    esta teoria de que é preciso pôr tudo igual e de preferência até não chamar as aplicações pelos seus nomes, pois isso pode afectar o cérebro dos pobres utilizadores é completamente idiota, tanto por parte da redhat como da Sun.

    básicamente é a mesma estratégia da m$, muitas das pessoas por e simplesmente não sabem que browser usam, dizem que é o da m$, mas não sabem o seu nome, é óbvio que isso interessa à propaganda da m$ visto que eles dizem que o seu sistema operativo traz tudo para tornar as pessoas felizes!!

    qual é a legitimidade da redhat em chamar a um mozilla simplesmente "browser para navegar na internet" ou qualquer outra coisa do género???

    e quem diz mozilla diz kde, eu presumo que a GPL protege o nome do programa, caso ele vá correr sem alterações para além de cosméticas, pegar no código fonte e criar a partir dali, tudo bem pode-se dar outro nome, agora fazer um simples theme e chamar outra coisa???

    será que os utilizadores não têm cérebro suficiente para decorar meia dúzia de nomes dos programas que mais usam??

    eu quando ainda usava m$-window$, só usava o SO, todas as outras aplicações eram escolhidas a dedo para a tarefa que eu tinha em mente, depois de encontrar as 7 ou 8 aplicações que mais jeito e melhor trabalhavam para o fim que tinha em mente, não ia à procura de outras, limitava-me a fazer-lhes upgrades.

    será que os utilizadores são assim tão estúpidos que não podem fazer escolhas??

    a resposta é que não, mas é do interesse das empresas, e neste caso da redhat com o GNU/Linux que como já detém a maior parte do mercado, está a tentar fazer exactamente o que a m$ faz, ou seja fazer e já acontece, que quando se fale em GNU/Linux se diga redhat.

    quantic_oscillation

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]