gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O software livre e os melões
Contribuído por BladeRunner em 28-08-02 16:00
do departamento melões
Verdinhas Parece que a moda de os projectos free as in beer and as in speach precisarem de/solicitarem financiamento, veio para ficar.
Desta vez é o Samba Team a solicitar ajuda monetária e a anunciar um patrocinador para o alojamento do seu site.
Extrapolando, será que o paradigma de desenvolvimento de software free as in beer começa a dar sinais de cansaço ?
O próprio Samba Team parece sentir a necessidade de justificar este apelo ao fim de 10 anos de auto-suficiência.
Será a velha história de quem paga aos programadores ?
Como resolver este problema que ao que parece começa a ganhar volume ?
Será necessário um novo paradigma de negócio(?) para o desenvolvimento deste tipo de projectos ?
E do ponto de vista do marketing ?
Como vender algo aos big shots que aos seus olhos parace viver de caridade ?

O principio do fim do MP3? | Kyocera SmartPhone  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • solicitar
  • Mais acerca Verdinhas
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    sim (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 28-08-02 16:16 GMT (#1)
    Será necessário um novo paradigma de negócio(?) para o desenvolvimento deste tipo de projecto ?

    SIM! Toda a gente precisa de comer!

    Re:sim (Pontos:1)
    por elmig em 28-08-02 16:53 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.alunos.ipb.pt/~ee3931/
    Sim mas pode-se fazer qq coisa para poder "comer" e ter como hobby apoiar o desenvolvimento de software. Isto até devia ser considerado trabalho comunitário.
    Quanto a viver disso... é possivel através da venda de suporte a empresas, media, documentação, publicidade, contribuições anónimas, ter um patrão que patrocine tempo/dinheiro/recursos.

    Claro que isto não é aplicável a qq projecto. Tem de ser bom e chamar a atenção senão ninguem se interessa.

    "Big brother is watching you, and little brother is too. When big brother goes to sleep, little brother goes through his stuff."

    Re:sim (Pontos:1, Esclarecedor)
    por inerte em 28-08-02 17:11 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.inerciasensorial.com.br/
    O problema é que qualquer software fica melhor quando se coloca mais tempo e experiência nele. Ou seja, os programadores, idealmente, tem que trabalhar na coisa como se fosse um trabalho normal, mais de 8 horas por dia. Isso ajuda ele a evoluir melhor e mais rápido.

    É díficil ser consultor/suporte e programador ao mesmo tempo, o ideal seria um dos dois. Não que as pessoas não consigam, mas estou pensando do ponto de vista de avanço do soft. Mais tempo = melhor software.

    De qualquer maneira, aí que mora o problema. O consultor deve começar a ganhar dobrado, pra pagar ele e o programador.

    Atençao! Esse seria a situação ideal, alguém programando, e muito, no soft. Pra alcançar essa situação em software livre é difícil. Não é impossível claro, e força o trabalho em equipe em todos os níveis (IMHO, um ótima coisa).

    --
    Julio Nobrega. Porque eu também não sei fazer.

    Re:sim (Pontos:2, Esclarecedor)
    por jpgm em 28-08-02 20:02 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Essa história de se programar projectos sérios como hobby não passa de um mito, algo como o samba não pode ser programa de horas livres...
    repara nas seguintes contas:
    uma semana: 168 horas
    trabalho (5*8): -40 horas
    dormir (7*8): -56 horas
    tempo casawork (5*3): -15 horas
    noite sexta e sabado (2*8): -16 horas
    ressaca dia seguinte (2*5): -10 horas
    ida ao cinema: -5 horas
    ler um livro: -5 horas
    ler e escrever no gildot: -2 horas
    tempo que sobra: 19 horas

    ou seja, um programador de tempos livres tem 19 horas por semana para fazer um projecto como o samba!! achas real? eu não!
    abraços!!!!
    Cumprimentos! zp
    Re:sim (Pontos:2)
    por MavicX em 28-08-02 20:39 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    "ler e escrever no gildot: -2 horas "

    Quem me dera a mim só perder duas horas por semana a ler e a escrever no gildot.

    Pedro Esteves

    Re:sim (Pontos:2)
    por jpgm em 28-08-02 22:06 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    perdeste 5 min a escrever esse post, eu perdi 10, 5 a escrever este e outros 5 a seguir o teu link!
    Cumprimentos! zp
    Re:sim (Pontos:2)
    por mvalente em 28-08-02 23:12 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Pois é, mas amanhã estás cá caido...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Apoio técnico Gildot (TM) Premium (R) Express (c) (Pontos:2)
    por jmce em 29-08-02 5:41 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    Quando estava no Complexo Interdisciplinar da UL, numa encarnação anterior, tínhamos no gabinete (ao lado de uns 7 dossiers de documentação do... muito software livre que na altura já usávamos) um dossier onde entre outras coisas mais extra-curriculares (como o MIT Lock Picking Guide, de que infelizmente pouco li) mantínhamos uma cópia impressa do alt.suicide.holiday FAQ.

    Sorry por só poder resumir a recomendação a um RTFM, e por este este M em especial ser particularmente F... Seguir as instruções não é coisa que eu deseje a ninguém (quase ninguém?), mas enfim, pelo menos serve como resposta com uma solução tecnicamente viável para conseguir abandonar o Gildot, e dar respostas úteis em conteúdo técnico é sempre o melhor a fazer nestes fóruns.

    Por outro lado, talvez o alt.sysadmin.recovery (se o leitor estiver a passar pela dura fase sysadminica da vida) seja um bom grupo de apoio. Note-se no entanto que nesse grupo é fortemente desencorajada a publicação de Informação Útil (e o ponto 1.11 da recente versão 0.85a do ASR FAQ confirma que a tradição se mantém), daí eu ter começado pelo outra recomendação, de uso mais expedito.

    Se tudo falhar, pelo menos dá para apanhar a pista de alguns clássicos da Interne que mostram como se pode aproveitar tempo livre (ou gastar tempo precioso que não estava livre) de formas mais criativas e interessantes do que algumas a que às vezes (nos piores momentos) nos entregamos no Gildot :-)

    É como o sexo, de graça é melhor... (Pontos:2, Engraçado)
    por elmig em 28-08-02 21:23 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.alunos.ipb.pt/~ee3931/
    um projecto com essa ambição não nasce numa semana, nem num mês. Aliás qnts anos já passaram? O projecto está concluído? Nem pensar...

    A beleza disso está em fazer as coisas por amor. Andar o dia todo a pensar e se eu fizesse assim... humm... chegar a casa e ir direitinho para o computador.
    Projectos com esta dedicação só podem triunfar.

    É como o sexo, de graça é melhor :P

    "Big brother is watching you, and little brother is too. When big brother goes to sleep, little brother goes through his stuff."

    Re:É como o sexo, de graça é melhor... (Pontos:2)
    por jpgm em 28-08-02 22:01 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Percebo honestamente o que queres dizer, e acho que é de facto uma perspectiva bonita e perfeita da coisa, infelizmente não acredito que seja praticável.... pelo menos numa escala que permitisse projectos realmente grandes e de desenvolvimento longo e sustentado.

    Sempre achei que free speech era um direito e que
    free beer era um bonus! Não me custa nada pagar por uma aplicação gnu que cumpra o que eu pretendo se vir nela uma seriedade e maturidade como vejo no samba!

    Cumprimentos! zp
    Re:É como o sexo, de graça é melhor... (Pontos:2)
    por Cyclops em 28-08-02 22:04 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.1407.org
    Percebo honestamente o que queres dizer, e acho que é de facto uma perspectiva bonita e perfeita da coisa, infelizmente não acredito que seja praticável.... pelo menos numa escala que permitisse projectos realmente grandes e de desenvolvimento longo e sustentado.

    /dev/hda5 5044156 2339712 2448212 49% /

    Devo estar sob o efeito de LSD então... porque eu nem sequer fiz uma full installation :)
    Re:É como o sexo, de graça é melhor... (Pontos:2)
    por BlueNote em 29-08-02 17:08 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Oh jeitoso... tás-te a esquecer que as distros são financiadas pelas receitas que conseguem com as vendas das versões in-a-box e com os serviços que prestam... e que muito software livre é financiado pelas distros...
    Re:É como o sexo, de graça é melhor... (Pontos:2)
    por ribeiro em 30-08-02 8:56 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    Rigth... Então vê lá se vais trabalhar todos os dias por amor, já que achas isso tão bom.
    E depois, veres toda a gente a tirar lucros do teu trabalho...
    Pera ai, ... aqui em Portugal não trabalhamos de graça, mas também não andamos muito longe... ;-
    --
    Re:É como o sexo, de graça é melhor... (Pontos:1)
    por elmig em 30-08-02 16:17 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.alunos.ipb.pt/~ee3931/
    Se ninguém tivesse "hobbys" esquisitos com computodares o Linus não teria criado o Linux. E muito provavelmente não existiria o Gildot.
    A relaidade nem sempre tem de ser má.

    "Big brother is watching you, and little brother is too. When big brother goes to sleep, little brother goes through his stuff."

    Re:sim (Pontos:2)
    por Cyclops em 28-08-02 22:01 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.1407.org
    trabalho (5*8): -40 horas
    Huh? Eu tenho 35, e na França a semana é de 35 horas (ou seja, há quem trabalha menos (baixa 10 a 0 horas)

    dormir (7*8): -56 horas
    Dormir 8 horas é apenas o "standard" mas há muitos informáticos que dormem menos em média, digamos 6, 7 horas (baixa entre 7 a 14 horas)

    tempo casawork (5*3): -15 horas
    No meu caso: 5*1 (tira 10 horas até penso que dará uma média melhor)

    noite sexta e sabado (2*8): -16 horas Alto, estás a contabilizar ao dobro! (tira 16 horas).

    ressaca dia seguinte (2*5): -10 horas
    Poucos são tão bêbados! (tira 10 horas).

    ida ao cinema: -5 horas
    Se ainda fosse cerca de 6 horas, mas 5 não é credível. De resto, a maioria não vai mais do que uma vêz por semana ao cinema (logo tira cerca de 3 horas)

    ler um livro: -5 horas
    Parece razoável, mas talvez seja pouco (acrescenta mais umas 0 a 5 horas)

    ler e escrever no gildot: -2 horas
    Que exagero... numa hora ou menos ainda incluis a /. :) (tira uma hora)

    tempo que sobra: 19 horas

    Pela minha revisão sobram entre 60 a 82 horas por semana! O tempo mais que de sobra para meter vida pessoal e algum trabalho comunitário, ou hobby, ou arte do código.
    Então e as gajas? (Pontos:3, Engraçado)
    por Branc0 em 29-08-02 8:24 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Cambada de geeks... metem tempo para tudo menos para a mulher ou a namorada :P


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:Então e as gajas? (Pontos:2)
    por jazzy em 29-08-02 9:22 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    Não podia estar mais de acordo...

    Será que um "Get a life!" se aplica aqui?


    Jazzy
    Há um pouco de tudo, hobbies incluídos... (Pontos:2)
    por jmce em 29-08-02 5:02 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    Um bom programador talvez tenha:

    1. mais motivação para programar do que para muitas horas de cinema e noitadas de diversão (e até do que essas horas todas de leitura (supondo-a apenas leitura de lazer) e portanto (conforme tenha ou não outros constrangimentos familiares) MAIS do que essas 19 horas;
    2. qualidade suficiente para fazer trabalho MUITO interessante com muito MENOS do que 19 horas por semana...

    Acho sempre divertido quando alguém (quem sabe como auto-justificação por falta de competência própria no domínio ou falta de motivação pessoal ou simplesmente incapacidade de ver que o mundo à volta é mais rico do que a mesquinha/provinciana visão pessoal) tenta provar que X é impossível enviando uma mensagem para um fórum que corre num sistema operativo cuja existência seria então... improvável? Ah, e grande parte do software que uso há imenso tempo (e praticamente só uso software livre) não existe e é apenas uma alucinação, pelo menos o que foi feito em... "horas livres". :-)

    Será falta de contacto com a história da coisa?

    MySQL AB factura 5 milhões de dólares (Pontos:2, Interessante)
    por mlemos em 29-08-02 1:28 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    O problema de muitas pessoas envolvidas com os projectos Open Source é de serem demasiado idealistas e terem aversão à palavra lucro.

    Caridade e peditórios é coisas de quem não pode ou não quer trabalhar em coisas determinados por outros.

    A empresa MySQL AB formada pelos autores desta famosa base de dados que antes eram consultores, vive de dar formação e do desenvolvimento pago por empresas que solicitam determinadas características que precisam. À custa disso já facturam 5 milhões de dólares por ano e têem filiais próprias na Suécia, Alemanha e Estados Unidos.

    Se estes moços do Samba se deixassem de mentalidade de desenvolvimento apenas das coisas que lhes dá na cabeça e elaborassem um plano de negócios virado para o desenvolvimento coisas especificamente viradas para clientes pagantes, não precisariam de estar com esta atitude de pedinte.
    Re:MySQL AB factura 5 milhões de dólares (Pontos:2)
    por Psiwar em 29-08-02 2:54 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Exactamente... (com excepção dos chars esquisitos que por aí entraram)

    O facto de ser free (livre) não implica que tem que ser tudo free (grátis). É bem possível conciliar o desenvolvimento de uma ferramenta open source e oferecê-la de graça, com coisas como formação, funcionalidades extras para clientes, licenças comerciais, suporte técnico e porque não... (pasma-se) donativos.

    (ai, onde estão os pontos de moderador quando estes são precisos)
    Re:MySQL AB factura 5 milhões de dólares (Pontos:1)
    por mlemos em 29-08-02 5:09 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Exactamente... (com excepção dos chars esquisitos que por aí entraram)

    É um bug do Mozilla 1.1 que actualizei ontem. Como diria o poeta: new version, new bugs :-)


    Re:MySQL AB factura 5 milhões de dólares (Pontos:3, Esclarecedor)
    por raxx7 em 30-08-02 0:51 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://raxx7.no.sapo.pt/
    Bug do Mozilla? Tens a certeza que não é porque tens UTF-8 como encoding por omissão em vez de ISO8859-15.
    A propósito, quando é que vamos começar a encontrar <meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=ISO-8859-15"> no HTML do Gildot?

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]