gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Vivemos numa simulação de computador?
Contribuído por jmce em 10-08-02 20:27
do departamento 101100011111000000001111111111111...
Terra Anonimo Cobarde escreve "Encontrei uma tese de um docente chamado Nick Bostrom do Departamento de Filosofia da Universidade de Yale, onde se coloca a possibilidade de vivermos num mundo a la Matrix. Fica aqui uma breve introdução:
This website features scholarly investigations into the idea that you might literally be living in a computer simulation. Films like The Matrix and novels like Greg Egan's Permutation City have explored the idea that we might be living in virtual reality. But what evidence is there for or against this hypothesis? And what are the implications? The original paper featured here, "Are You Living in Computer Simulation?", presents a striking argument showing that we should take the simulation-hypothesis seriously indeed, and that if we deny it then we are committed to surprising predictions about the future possibilities for our species.
O que é que os leitores do Gildot pensam sobre o assunto? "

Era uma vez a privacidade... | Como fechar um open relay?  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • tese
  • Nick Bostrom
  • Mais acerca Terra
  • Também por jmce
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    I LOVE THE MATRIX (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 10-08-02 21:17 GMT (#1)
    I LOVE THE MATRIX
    I LOVE THE MATRIX
    I LOVE THE MATRIX
    I LOVE THE MATRIX
    He is THE ONE! (Pontos:2, Interessante)
    por jorgelaranjo em 10-08-02 23:34 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.naecum.com/fueg0/

    Falaram do nonio e fui lá ver...

    De facto aqui está:
    " A revista discover publica este mês um número especial de aniversário dedicado aos próximos 20 anos. Entre outras coisas interessantes de que talvez se fale noutras notícias, eles propõem 20 maneiras diferentes de a espécie humana se extinguir nos próximos 20 anos."
    (...) "Afinal é tudo um sonho: cenário Matrix" "

    Outro link engraçado é este:http://coursesa.mat rix.msu.edu/~hst306/documents/indust.html
    Não viram nada de interessante no URL ??
    E para terminar aqui fica o comment mais porreiro que já vi nos últimos tempos...
    Oops... desculpa lá... Eu queria dizer: aqui...



    Cumprimentos,
    Jorge Laranjo
    01100110 01110101 01100101 01100111 00110000
    novidade? (Pontos:4, Interessante)
    por André Simões em 11-08-02 1:37 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://hesperion.catus.net
    Sinceramente não vejo grande novidade na ideia. Tal como a pessoa em questão deve saber e melhor do que eu, uma vez que é de Filosofia, há 2500 anos atrás já Platão dizia exactamente a mesma coisa, usando no entanto conceitos diferentes, num mundo sem computadores (mas onde já se usava a palavra kybernetikos - cyberneticus). A ideia de que vivemos num mundo virtual, reflexo de uma realidade diferente e superior, é antiquíssima. Alguém se lembra do celebérrimo mito da caverna, com mais de 2500 anos?
    Tal como a muitos outros conceitos milenares, muitas vezes o simples facto de se lhes meter roupagens modernas, com uma ou outra adaptação (como neste caso), torna-as aparentemente revolucionárias, quando muitas vezes são tão antigas como o próprio Homem. Veja-se o caso dos polémicos reality shows. Na Grécia antiga, em Atenas, praticava-se um sistema idêntico de nomeações e votações para expulsão periódica de cidadãos considerados indesejáveis, há mais de 2500 anos. Não tinha, claro, o ar techy das votações por sms, nem cenas de sexo em directo, nem o glamour de uma Teresa Guilherme, mas o conceito é basicamente o mesmo.
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    Re:novidade? (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 11-08-02 11:02 GMT (#6)
    (Utilizador Info)

    nem o glamour de uma Teresa Guilherme,

    Brrrrrr!!!


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes

    Bah (Pontos:2)
    por chbm em 11-08-02 14:08 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    Toda a gente sabe que a Terra é um supercomputador construido para saber a pergunta que tem como resposta '42'.
    Re:Bah (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 11-08-02 16:23 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    www.amazon.co.uk

    Secção "books", procura "Hitch Hiker's Guide to the Galaxy".

    Adiciona ao shopping cart, paga, espera uma semana, e recebes um belo livro em casa.

    Lê. Depois agradece-me. :)


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Bah (Pontos:2)
    por pmsac em 11-08-02 21:10 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    Procura e encontrarás... www.chapel42.com

    Assim não gastas tanto $$.

    E dou-te mais uma pista: registo no gildot é de borla!


    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Re:Bah (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 12-08-02 8:31 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Esse é um site de religião... e o Douglas Adams era ateu. Cuidado...


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Bah (Pontos:2)
    por pmsac em 12-08-02 10:24 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    Não argumentes comigo, argumenta com eles... :)

    Como eu disse, procura e encontrarás: o url não é assim tão descabido.


    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Re:Bah (Pontos:2)
    por js em 12-08-02 13:31 GMT (#20)
    (Utilizador Info)

    O Douglas Adams era ateu? Isso sugere um interessante problema teológico: Pode um deus ser ateu?

    Re:Bah (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 12-08-02 13:44 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Não sei. :)

    Mas sugiro-vos a leitura do último livro dele, publicado depois da sua morte, "The Salmon of Doubt". Tem muitos artigos escritos por ele, alguns há décadas, alguns de menos de uma página. E é absolutamente genial.

    A história em si, que dá nome ao livro mas ocupa apenas 1/3 dele, não chega aos pés de artigos sobre chá, a relação dele com 2 cadelas que corriam com ele quando fazia jogging, a letra Y, alguns dos seus autores preferidos, os Beatles, entrevistas a jornais e revistas, evolução... e ateísmo.

    Podia ficar aqui a citar temas, mas é mesmo melhor "gastar dinheiro sem mais nem menos", como disse o jovem de há pouco :) e comprar o livro. :)


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Bah (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 12-08-02 13:19 GMT (#19)
    (Utilizador Info)

    e, btw, deixa-me que te diga, comprar um livro de certeza que nao e' gastar dinheiro "assim sem mais nem menos", como tu dizes. especialmente se e' um classico essencial como este. ao optar por nao o comprar estas a privar-te a ti mesmo de um pedacinho de historia.

    Eu não teria dito melhor.


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes

    Re:Bah (Pontos:2)
    por js em 12-08-02 13:40 GMT (#21)
    (Utilizador Info)

    "42" é a resposta à Pergunta Fundamental sobre a Vida, o Universo e tudo o mais.

    O livro que te sugeriram é um dos melhores livros cómicos que conheço. Lê-o. Toda a gente que leu o livro o recomenda!

    Certa vez uma Civilização quis saber a resposta à pergunta fundamental sobre a vida, o universo e tudo o mais. Fizeram um grande computador que ficou milhões de anos a descobrir a resposta. A civilização manteve o computador geração após geração, e no dia marcado todos se reuniram para saber a grande resposta. Era uma ocasião única. A resposta à pergunta fundamental sobre a vida, o universo e tudo o mais ia ser conhecida! E eis que, chegada a hora solene, o computador revela a resposta: 42.

    Claro, depois a Civilização foi fazer um computador ainda mais complicado e esperou mais um monte de milhões de anos para saber qual é a pergunta...

    Mas se em vez de ires ler o livro continuas aqui a fazer perguntas, começas a parecer-te com uma certa civilização... e a resposta é 42!

    Claro que sim (Pontos:2)
    por js em 12-08-02 13:55 GMT (#23)
    (Utilizador Info)

    Claro que vivemos numa simulação de computador. O computador chama-se "Deus".

    Houve um filósofo a escrever recentemente teses sobre isto? Uau! E alguém as pagou? Espectacular! Acho que isso prova que não vivemos numa simulação, pois os autores da simulação não deviam ser capazes de prever uma estupidez tão grande...

    Mas se vivemos numa simulação, o giro era fazermos uma simulação dos autores da simulação para os ver a fazer a simulação de nós...

    Re:Claro que sim (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 12-08-02 14:03 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    O pior, pior mesmo era descobrir que somos todos personagens do "The Sims"... :)

    Por exemplo, quando fazemos uma burrice tipo metermo-nos com uma simpática jovem quando a namorada/mulher foi à casa de banho, foi porque alguém clicou em nós e nos mandou fazer isso...


    "To underestimate one's self is as much a departure from truth as to exaggerate one's own powers"
    - Sherlock Holmes
    Re:Claro que sim (Pontos:2)
    por jmce em 12-08-02 14:15 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/
    "It's not my fault, the algorithm made me do it..."
    Re:Claro que sim (Pontos:2)
    por pmsac em 12-08-02 14:22 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    A namorada/mulher de quem ?

    Se for a tua, é burrice (ou ousadia, no mínimo);

    Se for a da "simpática jovem"... UAU! ;)

    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]