O futuro das Telecom's.
Contribuído por BladeRunner em 23-07-02 14:56
do departamento pôrra-não-é-Telecom's-é-Telecoms
telecom leitao escreve "O The Economist publicou esta semana o que eu considero o melhor artigo sobre a situacao actual da industria de telecomunicacoes (Worldcom a afundar, Deutsche Telecom a caminho, governo frances a injectar dinheiro na France Telecom, etc.) e qual sera' o seu futuro. Aconselho vivamente a leitura."

Netvisao - Unsecure - User hijacking | Reino Unido define plano para o uso de OSS.  >

 
gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • The Economist
  • artigo
  • Mais acerca telecom
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    pôrra-não-é-Telecom's-é-Telecoms (Pontos:2)
    por leitao em 23-07-02 15:23 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/

        Pedantic'r us

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:pôrra-não-é-Telecom's-é-Telecoms (Pontos:2)
    por Gamito em 23-07-02 16:02 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.gamito.org/
    :P

    Mário Gamito
    www.gamito.org
    Re:pôrra-não-é-Telecom's-é-Telecoms (Pontos:3, Engraçado)
    por TarHai em 23-07-02 17:09 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Podias ter argumentado mais airosamente que não é uma aplicação errada do plural em inglês, mas a contracção do calão portugues "telecomes".


    ---
    Re:pôrra-não-é-Telecom's-é-Telecoms (Pontos:2)
    por leitao em 23-07-02 17:17 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    true :-)

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:pôrra-não-é-Telecom's-é-Telecoms (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 23-07-02 18:37 GMT (#9)
    Ja' que estamos numa de ser pedanticos, "porra" nao leva nenhum acento circunflexo.

    Soluções (Pontos:1)
    por jazzy em 23-07-02 15:49 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    This month a consortium of European telecoms firms, all of which compete with former monopoly incumbents, complained to the EU's competition commission that the incumbents are engaged in "methodological anti-competitive behaviour" by refusing to open up their local networks to competitors. Mario Monti, the EU's competition commissioner, [...] said he might soon launch further investigations
    Ai, ai a PT que se cuide...
    So new revenue cannot come from new subscribers either, which is what has recently fuelled the mobile-phone industry. Instead, it will have to come from new services for which customers are prepared to pay.
    Os serviços que o artigo propõe, nomeadamente para as comunicações móveis, não me convencem. Dou um exemplo: alguns telemóveis Nokia têm jogos que permitem (pelo menos) dois jogadores em que os telemóveis comunicam pelo interface IR. Nunca vi ninguém a usar esta funcionalidade. No entanto, concordo que o caminho no curto prazo será esse e não o UMTS.

    Jazzy


    Jazzy
    Telemóveis (Pontos:1)
    por k em 23-07-02 20:33 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Ah, já tive umas férias à beira da piscina a jogar cobrinha com colegas :) Alguns deles andam por aqui.
    O problema aí era que nem toda a gente tinha um nokia. Fiz-me entender?
    --
    k
    Re:Telemóveis (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 23-07-02 20:44 GMT (#12)
    Uhh, 'a beira da piscina, jogar 'a cobrinha, nem todos tinham telemoveis da Nokia... Ou seja, brincaram com a cobrinha uns dos outros? :D Ai meus filhos, isso e' pecado!!!
    e a PT (Pontos:2)
    por racme em 23-07-02 16:10 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    (Worldcom a afundar, Deutsche Telecom a caminho, governo frances a injectar dinheiro na France Telecom, etc.)

    ...e os portugueses a serem xulados a forca toda, enchem bolsos a PT


    ...no reino de Quelthalas...
    im awake, im awake!
    Nacionalizar a Estrutura de Rede? (Pontos:3, Interessante)
    por Psiwar em 23-07-02 16:44 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.netcode.pt
    Gostaria de assinalar este ponto, que é apresentado como uma das causas para as dificuldades das telecoms:

    "To be fair, when digging up the ground and laying fibre, it makes sense to lay far more than is currently needed. If you are laying 24 strands, you may as well lay 240. The problem was not that individual firms laid too much fibre, but that there were so many firms building almost identical networks. In the United States, more than a dozen national fibre backbones were constructed; a similar duplication happened in Western Europe."

    Como se sabe, a infrastutura de rede em Portugal está na mão da PT e também já se sabe que eles não abrem mão dessa infrastutura. Assim, qq outro operador que queira prestar serviços de comunicações tem que andar a pagar taxas de utilização à P e a única alternativa a não ser xulado pela PT é criar a própria estrutura de comunicações para prestar esses serviços. Mas como foi apresentado no artigo (e faz sentido), essa duplicação de redes é contra-produtivo e em último caso pode ditar a falência dessas telecoms. Pq realmente, ng precisa de 3 linhas de cabo e 5 de telefone a chegar a casa pois não? (claro que não é dessa duplicação que se está a falar :P)

    No entanto, esta monopolização dos recursos por parte de uma única empresa é mau para o consumidor final porque sem competição, não há qualidade nem melhoria nos preços. Na minha opinião, o estado deveria comprar faseadamente a infrastura à PT e passar a administrar a utilização da rede nacional. Passava a cobrar taxas às empresas que quisessem utilizar a infrastutura e aproveitavam esse dinheiro para melhorar o equipamento quando fosse preciso. Para mim, não faz sentido que algo tão importante para o desenvolvimento de um país (como é por exemplo a rede de estradas), esteja nas mãos de uma empresa (quase totalmente) privada e seja motivo de estagnação de uma actividade. Claro que depois, não se quer uma rede informática cheia de buracos como é a rede de estradas... mas isso é outro assunto. =)

    Relativamento ao tópico, o hype é que tem andado a colher vitimas. Foi assim com o WAP e assim será com os telemóveis 3G. As empresas de telecomunicações e de novas tecnologias tem que perceber que não é o hype que vai determinar o sucesso de um determinado produto ou serviço mas sim se o consumidor final está interessado ou não. Eles tém que instalar fundações sólidas e depois esperar que as pessoas mostrem interesse, e não gastar rios de dinheiro com a arrogância de dizer que isto ou aquilo é fixe e vocês vão querer usar.
    Re:Nacionalizar a Estrutura de Rede? (Pontos:1)
    por jazzy em 23-07-02 17:24 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    Na minha opinião, o estado deveria comprar faseadamente a infrastura à PT e passar a administrar a utilização da rede nacional.
    Era exactamente isso que tinhamos antes da privatização da PT. O estado, através da PT, detinha uma infra-estrutura de telecomunicações e através dela cobrava taxas a quem utilizasse essa infra-estrutura.

    Jazzy


    Jazzy
    Re:Nacionalizar a Estrutura de Rede? (Pontos:3, Interessante)
    por mvalente em 23-07-02 19:08 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Na minha opinião, o estado deveria comprar faseadamente a infrastura à PT e passar a administrar a utilização da rede nacional.

    O Estado podia era criar uma entidade semelhante à REN (na rede electrica) e alugar a infraestrutura aos varios operadores. Nao e' a melhor solucao, visto que os "cabos e condutas" já nao podem ser considerados um "monopolio natural".

    Melhor ainda: o Estado deixava a rede nas maos da PT mas dava direitos de passagem ao resto dos operadores nas suas infraestruturas (esgotos, caminhos de ferro, postos de electricidade, etc). E liberalizava o acesso a uma serie de faixas do espectro electromagnetico. Acabava-se a PT rapidamente.

    Melhor ainda: em vez de pensar em vender a infraestrutura TODA à PT (negocio do caraças quando o mercado está como está), faz um leilão e vende diversas partes (por distritos ou concelhos por exemplo) aos varios operadores, num processo semelhante ao desmembramento do monopolio da AT&T e da criação das varias baby Bell. Mas sem as trafulhices feitas no caso da televisao por cabo (onde a empresa do grupo PT teve direito de preferencia).

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Nacionalizar a Estrutura de Rede? (Pontos:2)
    por Gimp em 23-07-02 22:14 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Advogo o mesmo. Mas atenção, as zonas a criar teriam que ser bem distribuídas ou comunicações só no litoral...


    "No comments"

    Re:Nacionalizar a Estrutura de Rede? (Pontos:2)
    por Maeglin em 24-07-02 10:23 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Mario, andas distraido... A rede È do estado , apenas cedeu por 30 ou 35 anos a exploração dessa rede a PT em troca de alguns cobres.
    "When I answered where I wanted to go today, they just hung up" (Unknown Author)
    Re:Nacionalizar a Estrutura de Rede? - OINK! (Pontos:2)
    por grumpy bulgarian em 23-07-02 20:56 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.wired.com
    Na minha opinião, o estado deveria comprar faseadamente a infrastura à PT e passar a administrar a utilização da rede nacional. Passava a cobrar taxas às empresas que quisessem utilizar a infrastutura e aproveitavam esse dinheiro para melhorar o equipamento quando fosse preciso

    curiosamente, as eleições legislativas travaram o movimento inverso ao que referes. na realidade, o que temos cá em Portugal é uma rede que pertence ao Estado, mas que está a ser explorada em regime de concessão exclusiva pela PT durante mais cerca de 35 anos (explorada no bom sentido :) . Em troca a PT Comunicações presta um serviço básico de comunicações em todo o país. as restantes empresas do Grupo PT prestam os serviços mais avançados.

    ora, desde que a PT obteve a concessão para trabalhar desta forma, já investiu do seu dinheiro para garantir que o serviço básico de comunicações funciona, além de ter as bases para o desenvolvimento de serviços de maior valor acrescentado. o investimento em causa é suficiente para a PT reclamar que podia bem passar a ser a dona a infraestrutura basica de telecomunicações de Portugal, porque não há mais quem o faça, e acaba por ser injusto daqui a 35 anos um outro hipotetico concessionario usufruir dos investimentos realizados pela PT.

    como o País está de tanga(tm) o governo anterior considerou seriamente a alienação da Rede à PT, e o Cherne ainda nao pegou no assunto, mas a coisa pode voltar a ser pensada. temos então um caminho inverso ao que acontece no Canadá, p.e., e já aqui foi mencionado, que é a estrutura pública (cabos, casas onde se arrumar os comutadores, postes, condutas, etc) ser usada por todas as empresas que tenham licença, EM CONDIÇÕES DE IGUALDADE, que é algo que hoje não acontece. se hoje ha queixas dos operadores privados em como a PT Comunicações os prejudica em relação à PT Prime, Telepac, PT Multimedia, imaginemos o que aconteceria se a propriedade da rede fosse mesmo deles!

    se a venda da rede a PT fosse adiante, tenho a convicção que seria o mesmo que o estado admitir que afinal a liberalização das telecomunicações em Portugal foi um fracasso, mais vale voltarmos ao mesmo, e reforçamos a PT, que e para nao nos arriscarmos a um dia os Espanhois comprarem isto tudo!

    nessa latura voltariamos a ouvir os protestos daquela malta que em 1999 clamava por uma liberalização dos mercados, mas apenas para em 2000 ir pedir à PT Prime para acompanhar os preços de linhas e comunicações que lhes foram propostas pelos privados :-/
    Grumpy B)

    Re:Nacionalizar a Estrutura de Rede? - OINK! (Pontos:2)
    por joao em 23-07-02 21:48 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    O medo dos espanhóis só serve para proteger os incompetentes e preservar os interesses dos grandes lobis portugueses, os quais, se fossem tão bons a competir no campo da economia, como o são a competir pelos favores do estado, seriam os mais competitivos e inovadores do mundo.

    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura
    Re:Nacionalizar a Estrutura de Rede? (Pontos:2)
    por xeon em 24-07-02 10:31 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    Nao devo trazer nada de novo 'a discussao, mas...

    Mais ainda, isto e' so' um exercicio de raciocinio.

    IMHO, aquando da 'liberalizacao' das comunicacoes em pt, a rede (backbone+localloop) deveria ter ficado numa 'empresa' controlada a 100% pelo estado e TODAS as operadoras (incluindo a PT) pagariam exactamente a mesma coisa para utilizar a infrastrutura.

    Da maneira que a 'liberalizacao' foi feita, a PT esta' em clara vantagem em relacao aos seus concorrentes (o que nao me parece muito correcto a nivel legal ... mas nao sou advogado para o dizer ).

    Basta o facto de que, para voz, o cliente final NAO tem que marcar o 1030 para fazer chamadas pela PT, enquanto tem que marcar o 10x0 para usar qq outra operadora (nao, a desculpa do 'complicado' ou da 'predefinicao by default para a PT' nao me convence).

    Note-se o que foi feito com a liberalizacao das TVs: a RTP foi partida em 2: RTP e TDP, e os custos da utilizacao da TDP eram iguais para a RTP e para as outras TVs (embora as novas operadoras de TV tenham optado por construir a sua propria rede).

    O raciocinio ta' confuso (eu sei ..) e provavelmente nada de novo vem 'a discussao.
    Again, e' so' um exercicio de raciocinio :-P
    -- Reading the FM