gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Porque não utilizar Internet Explorer, Outlook, ...
Contribuído por scorpio em 30-06-02 18:59
do departamento os porquês
Microsoft Paulo Rocha escreve "Ao ler os artigos e comentários do Gildot encontram-se entusiásticas e apaixonadas defesas do open source (e do Linux em especial), ao ponto de fazer qualquer visitante recém-chegado pensar que este site é frequentado, na sua esmagadora maioria, por defensores deste paradigma de desenvolvimento e distribuição de software. Até é possível que o seja. Mas quando consultamos estas estatísticas somos confrontados com outra realidade: 1 em cada 3 utilizadores acede ao Gildot utilizando Internet Explorer. Há algo de errado aqui...

Vamos especular um pouco sobre esta discrepância entre a "paixão pelo open-source" e a fria realidade das estatísticas:

  • Os intervenientes no Gildot são, quase todos, fãs do Linux. Mas os entusiastas da Microsoft são apenas espectadores, não participando nas discussões. Daí que contribuem para as estatísticas, mas raramente veiculam as suas opiniões.
  • Os intervenientes no Gildot são, quase todos, fãs do Linux. Mas, compreensivelmente, por vezes sentem-se na necessidade de utilizar o Windows. E quando acedem à Web, é-lhes indiferente como o fazem, e normalmente utilizam o Internet Explorer porque já vem com o Windows.
  • A Microsoft tem um bot a mandar hits para diversos sites no mundo, em especial para o Gildot.

Acho que quase todos concordarão que apenas a segunda hipótese é plausível. E, infelizmente, das três hipóteses, é a mais preocupante. A mais preocupante porque revela um indisfarçável desconhecimento (ou indiferença) por uma questão que, pelas razões que procurarei expor a seguir, é indissociável do futuro do Linux, não só no desktop como também no servidor. Continuem a ler...

Background

Desde os famosos "Halloween documents" vindos a público há uns anos, que se sabe que uma das estratégias principais da Microsoft é diminuir a interoperabilidade do seu software de rede. Interoperabilidade designa a capacidade de dois dispositivos hardware ou software comunicarem entre si. Um dos grandes princípios sobre o qual a Internet assenta é a interoperabilidade ao permitir que hardware e software diferente, correndo em sistemas operativos diferentes possam comunicar entre si, com base em protocolos comuns.

A estratégia da Microsoft para diminuir a interoperabilidade passa pela criação de protocolos proprietários e secretos (ou extender protocolos existentes). O objectivo é simples: retirar capacidade competitiva aos seus concorrentes (de entre os quais, o Linux é o mais temido). Esta estratégia ficaria admiravelmente sintetizada na frase "Embrace, Extend, Exterminate". Isto é, primeiro abraçar uma nova tendência tecnológica, depois criar extensões a essa tecnologia de forma a tornar a versão Microsoft incompatível com as restantes, depois oferecer o software juntamente com o Windows e, como consequência, criar as condições para o estabelecimento de um standard de facto que acaba por exterminar a concorrência.

O abuso de posição dominante da Microsoft ao incluir o Internet Explorer no Windows, foi a primeira demonstração pública da "Embrace, Extend, Exterminate". Mas já antes a Microsoft havia utilizado tácticas abusadoras. Há uns 12 anos atrás, para eliminar o seu rival DR-DOS, a Microsoft colocou mensagens de erro no Windows 3.0 quando um utilizador pretendia instalá-lo sobre o DR-DOS. Mais tarde isto viria a ser levado a tribunal e a Microsoft, percebendo que não conseguiria ganhar a acção e para abafar o caso, indemnizou os accionistas da Caldera, empresa então detentora dos direitos do DR-DOS, numa soma avultada. Mas já era tarde, pois o DR-DOS já se tinha eclipsado e o seu criador, Gary Kildall (criador do CPM e da ROM BIOS), já tinha falecido...

Há receios que a estratégia "Embrace, Extend, Exterminate" possa vir a assumir contornos mais tenebrosos. Leiam, a este respeito, a última crónica do Robert Cringely. Atenção especial deve merecer, também, a lei das patentes de software que, caso seja aprovada na União Europeia, poderá representar uma catástrofe de proporções difíceis de avaliar (Samba e Wine são alvos potenciais).

O que se pode fazer para lutar contra esta estratégia monopolizadora? Várias coisas. A mais simples, e aquela sobre a qual vou falar é evitar ao máximo utilizar software Microsoft de rede. Abordarei os exemplos mais populares:

  • Internet Explorer
  • Outlook
  • Windows Media
  • Messenger

Porquê, prioriatariamente, o software de rede e não outro software Microsoft? Depois de lerem as linhas seguintes, penso que compreenderão a razão.

Porque não Internet Explorer?

Sites "optimizados para IE" são sites que correm deficientemente (ou não correm mesmo) em Linux. Praticamente todos os servidores web guardam logs das visitas, logs estes que servem para produzir estatísticas. Nestas estatísticas encontra-se sempre a percentagem de visitantes que utilizaram o browser X, Y, Z, etc. Esta última estatística serve, frequentemente, para os responsáveis pelo site decidirem se "vale a pena ou não a empresa esforçar-se por manter o seu site compatível com o browser Y ou Z". Quando uma empresa pensa no investimento que representa a produção de um site, e do tempo adicional que é necessário investir para tornar um site compatível com browsers não-IE, surge a pergunta "Mas para quê o esforço quando, segundo as estatísticas dos nossos servidores, 95% dos navegantes na Web usam IE?"

Como já devem ter entendido, isto é grave. E os utilizadores de Linux sabem-no bem, à medida que vão notando que cada vez mais sites incorporam funcionalidades disponíveis apenas em Internet Explorer, não se preocupando minimamente com outros browsers, muito menos com standards. Daí que cada "hit" num webserver que se der com um Internet Explorer é mais um hit para as estatísticas da Microsoft e, por conseguinte, maior probabilidade de os sites passarem a ser desenvolvidos sem preocupação com os standards. Mais um site "optimizado para IE" significa mais dificuldades de penetração para o Linux.

O conselho é, pois: em Windows, Macintosh e Solaris, evitem ao máximo utilizar aceder à web utilizando Internet Explorer. Por razoes óvias, não configurem o Konqueror ou o Opera para se identificarem como MSIE, a não ser em último caso (e, mesmo assim, em Konqueror optem por criar excepção específicas para um site ou domínio e não por alterações globais do user-agent).

Porque não Outlook?

Se existe uma categoria de software chamada de "anti-vírus", o Outlook deveria pertence à categoria "pró-vírus". Na verdade, a maioria dos vírus actualmente em circulação, são propagados pelo Outlook. Mas não é só. Quando em Outlook se recebe um Email HTML com referências externas, sempre que se consulta o Email, sem o percebermos estamos a dar hits Internet Explorer num servidor Web (porque o browser embebido no Outlook é um controlo Active X do IE). Terceira razão: de browser podemos mudar de um minuto para o outro; mas de cliente de Email é mais difícil. Um cliente de Email é um software que cria hábitos, cria dependências. Se bem que software como o Mozilla/Netscape e Eudora permitam converter as caixas de Email do Outlook, a maioria dos utilizadores receia esta operação (infundadamente, mas receia) e não a faz. Qual é o resultado disto? A taxa de utilização do Outlook é tão elevada que a Microsoft poderá até começar a fazer o seu "extend" dos protocolos SMTP, POP3, IMAP e levar a sua avante. Só não o fez já devido à quota de mercado significativa que o servidor SMTP Sendmail ainda tem.

O conselho é, pois, utilizar os clientes de Mail/News alternativos que existem para Windows: Netscape/Mozilla, Eudora, Agent, etc.

Porque não Windows Media?

O Windows Media é um dos mais poderosos cavalos de batalha da Microsoft para conquistar mercado ao Linux a nível de servidores, e impedir que o Linux cresça a nível desktop. E poucas são, ainda, as pessoas que se aperceberam disto. A explicação é a seguinte: o principal concorrente da Microsoft nesta área é a Real Networks. A Real fabrica o famoso Real Player (agora Real One), assim como o Real Server, Real Producer, Streaming Proxy, etc. Apesar do protocolo Real Audio/Video ser proprietário e secreto tal como o Windows Media, a Real faz servidores para Linux, Solaris e outros Unixes. Para além de servidores, a Real mostrou preocupação em fazer, também, clientes para Linux, Solaris, HP-UX e diversos outros Unixes (assim como para Macintosh).Ao oferecer o servidor de streaming media com os seus Windows 2000 Server (e superiores) e ao incluir o Media Player juntamente com todos os Windows, a Microsoft quer cativar as estações de rádio, televisão e sites para trocarem o Real Media, o MP3 e o Quicktime por Windows Media. Os proprietários dos sites ficam seduzidos com a ideia de o servidor de Windows Media ser "grátis" (esquecendo-se, obviamente, que uma licença do Windows 2000 Server custa mais de 1000 Euros) e assim, aos poucos, a Microsoft vai consolidando a sua posição no mercado dos servidores.

Como é óbvio, o objectivo da Microsoft aqui não é ganhar dinheiro com a venda de servidores de streaming media, já que estes são incluídos com as versões servidor do Windows. O mercado do streaming media não é objectivo em si, mas apenas um meio. O objectivo é vender servidores Windows e, ao mesmo tempo, dificultar a eventual posterior migração desses servidores para Linux ou Solaris (simplesmente porque não existem servidores de Windows Media para estes SOs). E é também para dificultar a adopção do Linux no desktop: se um utilizador estiver habituado a escutar rádio com Windows Media, e não o conseguir fazer em Linux, terá mais uma razão para utilizar Windows. E o utilizador leigo vai acabar por culpar o Linux por "nem sequer ter software para ouvir aquela emissão"...

Qual é a atitude que um utilizador Linux consciente deve tomar, então? Obviamente evitar, ao máximo, utilizar Windows Media. E escrever para os sites que disponibilizam conteúdo em Windows Media e que não dão uma alternativa aos utilizadores Linux (por ex., Real Media, MP3, Ogg Vorbis, etc.) a reclamar que não consegue aceder a esse conteúdo e sugerindo que o site disponibilize conteúdo nos formatos suportados em Linux (enumerando aqueles atrás mencionados).

Porque não Messenger?

Com o Messenger, a Microsoft está a querer conquistar mercado ao AOL Instant Messenger e ao ICQ. Embora o protocolo do Messenger não seja muito difícil de descodificar, a verdade é que quantos mais utilizadores eles conseguirem fidelizar ao Messenger, mais utilizadores acabarão por conseguir fidelizar ao Windows, ao Hotmail e a outros serviços da empresa.

Numa estratégia em tudo análoga ao que fizeram contra a Netscape, a Microsoft incluiu o Messenger no Windows XP, por omissão. E a forma como o fez foi particularmente descarada: primeiro, aquando da instalação do Windows XP, o utilizador não pode escolher se quer o Messenger ou não; segundo, não dá a possibilidade de o desinstalar posteriormente; terceiro, e para cúmulo, o Messenger é iniciado automaticamente com o Windows! Só num menu obscuro, não desvendável pela maioria dos utilizadoes, é que é possível desactivar o arranque automático do Messenger (mas não desinstalá-lo).

O AOL Instant Messenger e o ICQ são ambos da AOL, empresa que detém o Netscape. Tem-se falado nos planos da AOL para adoptar o Netscape como o seu browser padrão. Estão agora a ver o porquê da cruzada da Microsoft para impingir o Messenger, não estão?
E a estratégia está, uma vez mais, a resultar. Contrariando tudo o que se poderia pensar, há muitos utilizadores a mudarem de ICQ para Messenger...

Conclusão

Penso que fui suficientemente claro nos argumentos que expus. Como podem ver, não há qualquer "fundamentalismo" aqui. Apenas o reconhecimento de um facto evidente: há um guerra velada da Microsoft contra o software open-source (mais especificamente aquele com licença GPL) e contra o software proprietário que possa, directa ou indirectamente, ajudar o Linux.

Quis mostrar, também, que a utilização do software Microsoft acima citado não é um acto inócuo. Pelo contrário, utilizar esse software (seja em que sistema operativo for) é estar activamente a prejudicar o open-source. "

Projeto TinyCOBOL na língua portuguesa | ICANN exclui internautas do seu conselho  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Netscape
  • última crónica do Robert Cringely
  • lei das patentes de software
  • Paulo Rocha
  • estas estatísticas
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por MavicX em 30-06-02 19:42 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Realmente tenho de admitir que o Iexplorer é de longe superior aos outros todos (operas, mozillas, whatever), se há coisas boas da Microsoft é o Iexplorer e o excel, Só tenho pena de não ter uma sparc ou uma pa-risc para poder correr o Iexplorer em unix.

      Não concordo com essas opiniões que não se deve usar programas Microsoft ou proprietários só porque são evil, mesmo sendo melhores. Qualquer dia até me pedem para usar o gimp em vez do photoshop porque a Adobe mandou o hacker russo para a prisa.

    P.S. Quantos aos outros programas sinseramente tenho outras opções melhores.

    Pedro Esteves

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:4, Interessante)
    por CrLf em 30-06-02 21:27 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    (...)o Iexplorer é de longe superior aos outros todos[...]se há coisas boas da Microsoft é o Iexplorer e o excel(...)

    Só dizes que o IE é de longe superior a todos os outros porque a maioria dos sites são optimizados para ele, o que é um ciclo vicioso. Na realidade o IE é uma grandessissíma trampa como browser, come tudo o que é HTML marado, o que faz com que páginas aparentemente boas no IE apareçam completamente destruídas noutro. Basta observar onde é que os tipos do Konqueror passam a maior parte do tempo... a fazer workarounds para HTML defeituoso.

    Quanto ao excel realmente é mais fácil dizer que é melhor do que experimentar alternativas. Quantas pessoas são capazes de encontrar (e usar) o que excel tem a mais do que os outros? (Se tem alguma coisa).

    (...)não se deve usar programas Microsoft ou proprietários só porque são evil(...)

    Ser proprietário não é ser evil mas ser Microsoft... muito provávelmente é evil.

    (...)Qualquer dia até me pedem para usar o gimp em vez do photoshop porque a Adobe mandou o hacker russo para a prisa(...)

    Seria uma razão como outra qualquer. E o Gimp consegue fazer muitas das tarefas que o Photoshop faz (aqui o Photoshop é claramente superior, claro).

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por racme em 30-06-02 21:51 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    que o Iexplorer é de longe superior aos outros todos (operas, mozillas, whatever)

    discordo, onde esta um ctrl-T ou um F9 no IE??!

    se dizes q o IE e melhor pq os outros sao piores, ou pq tadito bem tentaste entrar na pagina mas esta nao funcou em moz!!! ;(

    A culpa nao e do browser mas sim de quem fez o referido site.
    Mail Massification é a unica coisa q te posso dizer.

    O melhor browser é aquele q respeita as normas e os standards da W3c, e caso nao saibas o mozilla cumpre as regras do jogo.
    O IE, esse cumpre outras regras, as regras dele e as do mercado.


    .:What Are you doing Arthas?!
    .:Im succeeding you, my FAtherrr!!!!
    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por higuita em 01-07-02 1:57 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    realmente nota-se que nao deves ter experimentado muito os outros...
    no maximo, as ultimas versoes de cada um, sao iguals

    ora experimenta meter os plugins todos que tens no IE no mozilla, meter o quickload (o mesmo truque usado pela M$ de pre-carregar os dll no arranque, mas sempre no mozilla _e'_ facultativo) e comecar a usar as tabs

    muitos queixam-se do mozilla, mas nem por isso tentam sequer, experimentaram o mozilla numa das series M?? e nao gostaram, logo ficaram com as ideias feitas

    com os plugins instalados, quase todas as paginas funcionam, apenas aquelas que o webdesigner e' incompetente e' que podem dar problemas (e mesmo estas estao a melhorar de dia para dia, mais uma vez gracas ao aumento dos hits de mozillas e aos emails)
    se o bpinet.pt, um dos maiores e mais complicados sites que apenas funcionava no IE, ja' tem praticamente tudo a funcionar para o mozilla, temos de dar gracas aos aumentos dos hits de mozilla e a quantidade de emails que receberam de clientes
    a netcabo igualmente...

    o IE ser mais rapido... com o quick lunch activo o mozilla abre mais rapido que o IE no meu K6-3 450 com 384Mb ram
    depois de abrir o 1º, melhora mais, usando tabs melhora ainda mais
    rendering das paginas? tirando um caso especial de tabelas que existe um bug que as torna lentas, e' igual ao IE, nao noto diferenca
    apenas noto diferenca que o IE usa um cache mais agressivo e muito maior... abres o mozilla aumentas o tamanho do cache para o mesmo nivel do IE e para nunca verificar ou verificar apenas uma vez por sessao
    ja' vi a cache agressiva do IE trazer varios problemas, paginas que mudam pouco, quando mudam ele nao as mostra, nem com o refresh... e' preciso mesmo apagar a cache

    funcionalidades? tirando o copy/paste de imagens, mais nada me atrai no IE que nao exista no mozilla
    para mim, as tabs, o clique com o botao do meio num link abrir paginas nova nova tab/janela, copy/paste ala X (configuravel no prefs.js segundo me lembro) sao coisas que ja' nao passo sem elas
    funcionalidades tipo o index.dat a monotorizar tudo que eu faco (apenas com o DOS ou linux se pode apagar) ou o activeX (ve o artigo lop.com) nao obrigado

    se achas o mozilla pesado em maquinas antigas, usa o kameleon (ou la' como se chama)

    ja' disse isto tambem uma vez, volto a repetir... se gostam tanto do IE, no minimo usem um proxy qualquer tipo webwasher ou privoxy (ex-junkbuster, bastante melhorado) para mudarem o user-agent para algo nao IE (mozilla, opera, lynx!!, qualquer OS, qualquer versao)

    assim e' menos um IE nas estatisticas e mais um outro qualquer...
    isso ira fazer com que as paginas antigas acabem com os velhos codigos proprietarios e usem os codigos standard

    pelo menos quebra o ciclo viciado de "pagina apenas IE ->outros browser desistem de aceder -> IE com 98% dos acessos ->pagina continua so' IE"

    Higuita
    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 9:56 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Ok como o teu artigo foi o mais completo vou fazer um resumo porque frefiro o IE em relação aos outros.

      Epa eu já ando nisto á algums anos e começei no mundo dos browsers com o mosaic á já bastante anos, porque era simplesmente o unico. Com o aparecimento do Netscape foi como uma lufada de ar fresco. Ainda surgiram umas versões do mosaic até a 3.0 cerca de 1997, mas o netscape liderou o sector rapidamente do inicio. Tambem muitas das pessoas que trabalhavam no mosaic foram trabalhar para a netscape. Nos fims de 95 principios de 96 (já não me recordo) surgio o IE 1.0 que na altura comparado com o Netscape estava 7 furos abaixo, a microsoft adou-se á arrastar até ao 3.0 sendo apenas marginal, a versão 3.0 já estava bastante rapida mas perdia muito em feuters em relação á netscape. Foi com a introdução do IE 4.0 que muitos fizeram a mudança (incluindo eu), embora o browser fosse lento e pesado introduzio uma coisa espetacular chamada off-line o hostórico e cache, que para as pessoas como eu que tinham ligações de 33k poupava muito tempo e dinheiro. Durante esse tempo a Netscape começou a perder rapidamente mercado e as comparações entre o netscape 4.x e o Iexplorer eram frequentes. Com a introdução do IE 5.0 a Microsoft veio por fim selar o destino da Netscape. Não só continha todas as feuters do 4.0 como era mais rápido e com menos bugs. Em 99% dos artigos de opinião diziam que o Ie 5.0 batia o Netscape 4.x. Desde o 5.0 em 98 prai a Microsoft só introduzia pequenas variações com o 5.5 e o 6.0 de modo a tornar com menos bugs e mais rapido e mais compativel.

    A Netscape foi á falencia não pelo IE ser integrado no windows mas porque era pior. Embora essa parte da integração tenha ajudado, mas nunca com shares de 95%-98%. A netscape para reverter as tendencias, resolveu fazer a maior campanha de markting da sua história e lançar o mozilla, que foi totalmente escrito por eles nos primeiros tempos e mesmo agora 90% ou mais é escrito pelo mesmo pessoal da Netscape, tirando alguns dos cranios que sairam da Netscape depois da venda á AOL. Entretanto com as contribuições da comunidade o mozilla tem-se desenvolvido mas ainda estando algo longe do IE na minha opinião.

    Com o aparecimento do mozilla 1.0 e do netscape 7 e com a popularidade do Opera as coisas estão a mudar lentamente. Mas não culpem os webmasters por fazerem pages para Ie uma vez que durante muitos anos era o unico browser (tirando o netscape 4.x) e as pessoas abituaram-se a ele. È claro que já usei o mozilla e o opera e gosto bastante deles mas pessoalmente ainda gosto mais do IE (e gostos não se discutem), pode ser que isso mude no futuro, mas de momento o IE é mais rapido, ocupa menos memoria com milhentas paginas abertas, é mais simples, e compativel. E para finalizar antes aposto no Opera do que no mozilla pelas mesmas razões.

    Pedro Esteves

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por Gimp em 01-07-02 10:53 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    A Netscape foi á falencia não pelo IE ser integrado no windows mas porque era pior.

    ~Poissss, meu amigo, estás enganado. Como tu, muitos outros tinham modems 33 ou até menos, e porque no windows vinha o IE, o pessoal, como era preguiçoso e teso começaram a usar o IE...porque fazer download do Netscape era um pouco caro e nem aqueles cd que vinham nas revistas ajudaram. E claro, o (mau) hábito leva ao resto.


    "No comments"

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 11:29 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Claro que não. Ainda usei muito o netscape 3.x e principalmente o 4.x em Linux só que sem offline e histórico e temporary internet files como deve ser, os custos de lêr umas pages online ficavam astronomicos. Foi por causa disso que o Ie vingou em muitos lares. Mesmo hoje em dia o mozilla/netscape tem um offline e historico da tanga, só que com cable/adsl isso já não interessa muito.

    Pedro Esteves

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por higuita em 05-07-02 4:26 GMT (#140)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    isso pode ter ajudado, mas a principal razao mesmo era que um ja' vinha instalado o outro nao...

    e sacar 14Mb com modems 28800 era algo que se tentava evitar a todo o custo

    alem de que a maioria nem sequer sabe instalar coisas, logo se ja' vem instalado, e' a unica coisa que usa

    se o IE e o netscape 4.x fossem os dois instalados no window$, como acontecia nas faculdades, vias que a grande maioria usava mesmo o netscape

    e para piorar as coisas, o netscape 4.x parou no tempo completamente e a M$ aproveitou bem para evoluir e corrigir os seus principais problemas...

    usar um browser desactualizado (e por vezes instavel) durante 2 anos levou mesmo os fas do netscape a mudar (uns para o IE, outros para o opera, outros para o mozilla M? )
    estes sao os 1º a voltar a ser convertidos de volta com o mozilla pois a sua passagem sempre foi devido as mas condicoes de velocidade e estabilidade do 4.x, nao porque nao gostavam dele ou que gostassem do IE

    Higuita
    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 01-07-02 13:41 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    ...perdia muito em feuters em relação...

    O que e' uma "feuter" ? [feature ?]


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 14:00 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Se fosse só o erro de gramatica que tivesse no texto tava eu bem :-)

    Já que não tems nada que fazer bem podias apontar todos os erros gramaticais e meter no post de resposta a este.

    Pedro Esteves

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por mazevedo em 01-07-02 15:04 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://mazevedo.welcome.to
    Começando logo por ti...

    Tems [sic] ou tens?
    ----
    //\anuel /|zevedo

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 01-07-02 15:32 GMT (#49)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Nao, estava genuinamente a perguntar o que era porque nao estava a perceber o contexto de certas frases! Nao estava a gozar!

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 16:25 GMT (#60)
    (Utilizador Info)
    É o habito do pessoal estar sempre com ironia nos comentários :-)

    É claro que é "features" ou "paneleirices" na lingua de Camões.

    Pedro Esteves

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:1)
    por joaorf em 01-07-02 14:53 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    IE 4.0 [...] introduzio uma coisa espetacular chamada off-line o hostórico e cache

    Introduziu? Essa foi boa. Acho que quando surgiu o Netscape 4 devias andar distraído pois essas características estavam lá todas.

    A Microsoft não inovou em praticamente nada em termos de browser. O browser, com todas as funcionalidades a que actualmente estamos habituados, foi uma criação da Netscape:

    • Foi a Netscape que criou os cookies
    • Foi a Netscape quem fez a primeira especificação de plugins em browser.
    • Foi a Netscaoe quem primeiro embebeu applets Java em páginas.
    • Foi a Netscape quem criou o Javascr1pt.
    • Foi a Netscape quem criou o SSL.
    • etc. etc.

    E podias também ter referido que, desde a versão 3, o Netscape permite fazer Print Preview e o IE só introduziu isso na versão 5.5!

    E quanto ao look, o IE 4 era de causar vómitos, comparado com a elegância do design do Netscape 4.

    Re:Iexplorer vs outros (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 15:20 GMT (#47)
    (Utilizador Info)
    Vai lá ver o offline e o historico do Netscape 4 e compara com o IE 4 para ver se tem comparação :-)

    E tems razão o Netscape 4 foi das melhores coisas a sair da mão da netscape e ainda extremamente usado em maquinas com menores recursos embora já tenha muitos anos. Infelizmente nunca apareceu um netscape 5 e perderam o comboio ai, quando surgiu o Ie 5 e não souberam responder, depois meteram-se com processos judiciais em vez de inovar e fazer melhor (está bem que tinham razão). Só passado 3-4 anos é que parece que estão novamente a apanhar o comboio com o mozilla.

    Pedro Esteves

    Mozilla forever... (Pontos:1, Interessante)
    por Lameiro em 30-06-02 19:49 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.lesi4ever.com
    Só quero dizer 3 coisas:
    1. Antes de mais, muitos parabéns pelo artigo.
    2. Resta-nos o consolo de saber que o Mozilla lidera o ranking...
    3. Eu era 80% anti M$, a partir de agora sou 90%...

    -=[ Lameiro ]=-
    Onde se acede ao Gildot (Pontos:1)
    por taf em 30-06-02 20:12 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Convém ter em conta que por muito que se use linux , não é obrigatório que onde se acede ao gildot não se esteja em casa ou no lugar de trabalho , onde não se controla o software que se está a usar ...
    Não querem obrigar todos os PC's dos cybercafés e das faculdades a usar unicamente Linux ...
    Por exemplo , neste momento estou a usar Mozilla sobre Windows ... (servidor corre linux...)
    Quando houver drivers para o chipset integrado do portatil que uso leva com Linux ... Agora que o Mozilla está vários escalões acima do IE , disso não há grandes dúvidas , so as tabs valem a mudança ...


    Quanto à parte do OutLook , é simplesmente dos piores programas que já meti os olhos em cima, tirando o facto de ser instavel , as falhas de segurança são no mínimo hilariantes ...
    Re:Onde se acede ao Gildot (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 30-06-02 23:20 GMT (#12)

    Obrigar os cybercafes a usar só GNU/LINUX não mas eles ao menos poderiam usar tambem GNU/LINUX, em Lisboa que eu saiba só há um que o faça e é no Pavilhão do Conhecimento.


    Re:Onde se acede ao Gildot (Pontos:2)
    por xeon em 01-07-02 16:48 GMT (#65)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    Ou entao sugerir 'a A$$OFT uma visitinha aos cibercafes ...
    Claro que eles tem todos as licencas para os produtos que usam.
    Claro que seria uma visita somente para cumprir calendario...


    -- Reading the FM
    Messenger (Pontos:1, Redundante)
    por Strange em 30-06-02 20:13 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.no-ip.org/
    Parabéns pelo artigo, só tenho contra a opinião sobre o messenger. Os seus concorrentes têm práticas iguais à Microsoft, com código fechado e alterado de modo a remover interoperabilidade com software de terceiros.

    Entre os três, escolho nenhum, mas por vezes utilizo o messenger e o icq. E sempre prefiro o messenger, pois posso usar o serviço com um simples telnet...

    hugs
    Strange

    Messenger vs. ICQ (Pontos:2)
    por henrique em 30-06-02 22:07 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    só tenho contra a opinião sobre o messenger. Os seus concorrentes têm práticas iguais à Microsoft, com código fechado e alterado de modo a remover interoperabilidade com software de terceiros.

    Pelo menos, o ICQ não te obriga a abrires uma conta num SpamMail, oops! Hotmail...
    Além disso, o ICQ lançou agora o ICQ2Go que é um ICQ que corre num applet de Java. Neste produto, a ICQ Inc. prestou atenção à compatibilidade com Unix (eu uso-o frequentemente no Mozilla em Linux). Só isto, já bastaria para o preferir em relação ao Messenger.

    Outra vantagem que vejo no ICQ face ao Messenger é o ICQ já contar com clones muito bons para Linux. Ao haver uma transferência de utilizadores do ICQ para o Messenger, a interoperabilidade dimininui. Podem até surgir clones do Messenger para Linux, mas demorará uns 3 anos até estes terem a mesma qualidade dos clones de ICQ (ou pode até demorar mais tempo, dada a aversão orgânica que os developers de Linux têm por produtos Microsoft).

    Além disso, até existe uma implementação Unix de um servidor ICQ para redes internas. É a melhor solução de instant messaging interoperável (suporta clientes Windows e Unix) para redes locais. Conheço duas empresas que a usam.

    Falei em qualidades objectivas do ICQ (desconheço o AOL IM, por isso não me pronuncio). Depois há as qualidade subjectivas: para mim o ICQ é um programa muito mais giro e criativo do que o Messenger :-P

    Re:Messenger vs. ICQ (Pontos:2)
    por leitao em 01-07-02 13:43 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Pelo menos, o ICQ não te obriga a abrires uma conta num SpamMail, oops! Hotmail...

    Nem o Messenger -- podes ter um e-mail qualquer -- eu uso o do Yahoo! por exemplo.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Messenger vs. ICQ (Pontos:2)
    por nmarques em 02-07-02 8:25 GMT (#99)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Gabber... Jabber ?? Sempre usei MSN sobre linux sem problemas com o gabber... ? Melhor ainda, tens ICQ/AOL/Netscape/MSN tudo num so cliente... Um cliente com uma lista de contactos para quase tudo... Queres melhor?

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it.../I
    Re:Messenger vs. ICQ (Pontos:1)
    por Nocturno em 02-07-02 14:49 GMT (#112)
    (Utilizador Info) http://nocturno.nsk.no-ip.org
    Sim o centericq ;)
    Re:Messenger vs. ICQ (Pontos:2)
    por mlopes em 02-07-02 15:11 GMT (#113)
    (Utilizador Info)
    That's not the point, a questão aqui é que ao utilizares MSN estás a contar para as estatisticas, e a ajudar o monopólio da Microsoft.

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Messenger vs. ICQ (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 01-07-02 16:16 GMT (#57)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    3 pontos pelo comentario idiota!

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:Messenger vs. ICQ (Pontos:2)
    por mlopes em 01-07-02 16:41 GMT (#64)
    (Utilizador Info)
    Caso não saibas o Yahoo Messenger não tem nada a haver com o MS Messenger, inclusivé existe a versão para linux, solaris e freebsd!

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Messenger vs. ICQ (Pontos:2)
    por mlopes em 02-07-02 10:05 GMT (#102)
    (Utilizador Info)
    Ok, percebi mal!

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Messenger (Pontos:2, Informativo)
    por pedro em 30-06-02 23:35 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    psi

    uso pq tenho messenger, icq e yahoo no mesmo sítio. não tenho dúvidas que quanto a im qqcoisa baseada em jabber é o futuro.
    -- bgp is for those who can't keep it static long enough
    Re:Messenger (Pontos:1)
    por Lameiro em 02-07-02 12:14 GMT (#105)
    (Utilizador Info) http://www.lesi4ever.com

    Também tens o Gaim.


    -=[ Lameiro ]=-
    o dominio do mozilla (Pontos:3, Esclarecedor)
    por racme em 30-06-02 21:01 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Pra mim estes dados chegam pra confirmar o dominio do mozilla,
    acho q a tactica é, ja q nao podes usar outro SO, pelo menos utilizas um browser opensource. Este mozilla tanto pode ser o galeon , netscape, o proprio mozilla ou todo e qualqer browser baseado no gecko

    1 149677 47.53% Mozilla 2 99966 31.75% MSIE 3 60425 19.19% *Linux* Jul 2001
    1 117579 46.39% Mozilla 2 85504 33.74% MSIE 3 45547 17.97% *Linux* Aug 2001
    1 2380 37.27% Mozilla 2 2328 36.45% MSIE 3 1599 25.04% *Linux* Sep 2001
    1 160824 47.72% Mozilla 2 100162 29.72% MSIE 3 69128 20.51% *Linux* Oct 2001
    1 122989 43.23% Mozilla 2 99389 34.93% MSIE 3 55854 19.63% *Linux* Nov 2001
    1 135439 46.71% Mozilla 2 86520 29.84% MSIE 3 61288 21.14% *Linux* Dec 2001
    1 159356 47.46% Mozilla 2 111925 33.33% MSIE 3 58391 17.39% *Linux* Jan 2002
    1 124972 40.66% Mozilla 2 123116 40.05% MSIE 3 53192 17.30% *Linux* Feb 2002
    1 137231 39.43% Mozilla 2 133767 38.43% MSIE 3 70217 20.17% *Linux* Mar 2002
    1 155517 41.92% MSIE 2 133720 36.04% Mozilla 3 72448 19.53% *Linux* Apr 2002
    1 178651 43.36% Mozilla 2 142610 34.61% MSIE 3 82084 19.92% *Linux* May 2002
    1 153571 43.78% Mozilla 2 122493 34.92% MSIE 3 55520 15.83% *Linux* Jun 2002

    É engracado notar q desde janeiro o uso do mozilla vinha a descrescer, tendo o IE ganho no mes de abril.
    Mas desde essa altura voltase a notar uma nova recuperacao.




    .:What Are you doing Arthas?!
    .:Im succeeding you, my FAtherrr!!!!
    nada a declarar? (Pontos:0, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 30-06-02 22:45 GMT (#9)
    brilhante artigo
    idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2, Interessante)
    por m3thos em 30-06-02 22:58 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://mega.ist.utl.pt/~mmsf
    Quando usamos uma determinada aplicação, devemos fazê-lo porque essa aplicação nos serve melhor do ponto de vista técnico e prático (é melhor, mais rápida, mais segura, facil de usar, e faz aquilo que eu pretendo que ela faça, etc...) e não porque é feita por pessoas que partilham um modelo de desenvolvimento com o qual eu me identifico ideológicamente.

    Quando uso qualquer aplicação, uso-a porque é boa, não porque defente os pobres de áfrica ou porque posso ver o seu código.
    É claro que tenho em conta esses factores, mas a prioridade está sempre na qualidade. Já fazem lembrar aqueles idealistas que criticaram algumas das pessoas que desenvolvem activamente o kernel linux porque estavam a usar o bitkeeper que não era gpl. E muitos refilaram que se o usam era porque era melhor.(entre eles, Linus)

    Se queremos que linux ocupe uma maior cota de mercado isso tem de se dever por ser melhor e não por ser ideológicamente mais bonito.

    Se eu uso uma aplicação proprietária em detrimento de uma open source, então o opensource tem de fazer melhores produtos para eu o usar, isto porque eu não tenho de levar o movimento ás costas, o movimento é que tem de ser suficientemente grandioso para conseguir superar os seus adversários.

    Gosto do modelo open source pois acho que ter o código aberto e disponivel ao publico é benéfico para o continuo aumento da sua qualidade, e o linux kernel, os *bsd's e alguns outros unices provam isso tal como outras aplicações. Mas não me podem pedir para usar software com licenca gpl feito por amadores no tempo livre e sem grande mérito técnico só porque é gpl. Poupem-me.

    Existem grandes programas que não são gpl e os quais são da mais alta estirpe, e ás vezes nem sequer podem ser open source por motivos de segurança (por exemplo, ter os sistemas de aviónica de aviões caça open source não me parece boa ideia...) E também não vou defender nem usar código rasca só porque é open source.

    A lei do mercado é uma boa lei, e normalmente ganha o melhor, o grande problema é como se avalia o melhor :-p

    Se o modelo open source funciona ou não, bem.. depdende dos nossos critérios, mas se realmente chegar a dominar o mercado desktop, torna-se inevitável admitir que funciona.. No mercado dos servidores.. acho que já mostrou funcionar e bem...


    Miguel F. M. de Sousa Filipe handle: m3thos email: mmsf@rnl.ist.utl.pt More Human than Human.

    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:0, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 30-06-02 23:30 GMT (#13)

    Discordo abertamente da tua opnião!!!!

    Esse principio de que o unico factor que deve de pesár é a qualidade tecnica, é tambem aplicavel às ditaduras, geralmente é nestas que a produção económica e intelectual, principalmente nos estádos fascistas, pois defendem a guerra.


    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:1, Despropositado)
    por leitao em 01-07-02 13:45 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Grande argumento... lindo! brilhante! pragmatico!

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 15:39 GMT (#51)
    (Utilizador Info)
    Quem é que te disse a ti que as ditaduras são sempre más ?

    Foi graças ás "ditaduras economicas" que os Paises Asiaticos se desenvolveram após a segunda guerra, e depois fizeram a sua transacção para democracias autoritárias. Ou seja essas ditaduras toleravam-se pelo apelo ao factor economico e de crescimento do país.

    E é em parte á condicionalidade politica da ajuda internacional ao desenvolvimento que os Paises em Africa não sai da cepa torta. Ou seja só recebem apoios dos organismos internacionais se desenvolverem uma democracia tipo ocidental. O que não é possivel num contexto multi-etnico e ge guerras constantes pelo poder. Ou seja nem sempre a democracia é boa e eficiente e contribui para o desenvolvimento, principalmente o conceito de democracia ocidental.

    P.S. Vou ter exame disso amanha

    Pedro Esteves

    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:1)
    por XIS em 30-06-02 23:35 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://xis.ipfixo.com/
    Concordo com (quase) tudo. Especialmente com a ideia de que o software deve ser apreciado na perspectiva do utilizador, e não dos(s) seu(s) autores.
    Mas...

    A lei do mercado é uma boa lei, e normalmente ganha o melhor, o grande problema é como se avalia o melhor :-p

    ... acho que a lei do mercado não é uma boa lei. Sabonete com cheiro a povo, anyone? Ou, posto de outra maneira, aceitar cegamente (liberalmente?) a lei do mercado é aceitar um principio de nivelação pela mediocridade. Nesse sentido, afirmo que...
    • O Linux não é um "tazo"
    • O Open Source Software não é "radical"


    Já agora, "ideologistas" e não "idealogistas". É que há que recusar o "embrace and extend" tambem na lingua portuguesa.

    xis
    Equívocos e confusões (Pontos:4, Esclarecedor)
    por joaorf em 01-07-02 0:44 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    As tuas observações incorrem em alguns equívocos e confusões.
    1. Ninguém disse que não há software proprietário bom, muitas vezes melhor do que software open-source. O autor do artigo não questionou a necessidade de utilizar o Windows. Ao admitir a necessidade de, por vezes, utilizar o Windows está implicitamente a dizer que existem alturas que é preciso utilizar software que não tem alternativas open-source, ou que tem mas são com a qualidade pretendida.

    2. O artigo original não se referia ao Visio, ao AutoRoute Express ou a outro software desse género. Referia-se apenas ao uso de 4 programas. Programas estes:
      • Cujo uso é activamente prejudicial ao Linux.
      • Cujas alternativas existem.
      • Cujas alternativas ninguém no seu perfeito juízo considerará "feitos por amadores no tempo livre e sem grande mérito técnico". Com efeito, o Mozilla, o Real Player e o ICQ são até globalmente melhores do que ps seus rivais Microsoft.

    3. Dizer que "Se queremos que linux ocupe uma maior cota de mercado isso tem de se dever por ser melhor" é uma falácia completa. Todos sabem que a qualidade está longe de ser o principal factor de sucesso de um produto. Senão, o VHS não teria vencido o Beta e o Video2000, os processadores Intel não venderiam mais do que os Motorola, e o IBM PC não teria vencido a guerra dos computadores pessoais já que nos anos 80 era dos piores modelos de computador pessoal à venda no mercado!
      O Real Player é melhor do que o Windows Media Player, o ICQ é melhor do que o Messenger, e o Mozilla em breve tornar-se-á melhor do que o IE (em muitos aspectos já o é agora). Mas não é por isso que vão ganhar o mercado. Mais do que a qualidade, são as estratégias comerciais e capacidade de marketing, associados ao Espírito de Manada do cidadão comum, que constituem os principais factores que influenciam o sucesso de um produto. A Microsoft é uma empresa poderosíssima que tem a capacidade de ditar o software que as pessoas vão usar. Não porque este seja necessariamente melhor. Mas simplesmente porque é da Microsoft e é incluído no Windows. E depois há as manobras de bastidores. Sabes porque é que a TSF, Rádio Comercial e outras rádio cujas emissões estão alojadas no SAPO usam exclusivamente Windows Media Player? Porque a Portugal Telecom fez um acordo com a Microsoft. E aí está! Quantos são os concorrentes que têm capacidade negocial para ganharem uma parceria com uma empresa com a PT?

    4. Por último, os países capitalistas desenvolvidos já há muito que compreenderam que os monopólios e oligopólios tendem a gerar abuso de posição dominante, são prejudiciais ao mecanismo de concorrência e, consequentemente, ao são funcionamento do mercado. Por essa razão, pendem acções na Justiça americana contra a Microsoft por abuso da posição dominante. Há pessoas que não entendem o porquê destas acções judiciais contra a Microsoft. Eu vou explicar com uma analogia:
      Imagina que uma grande empresa de retalho como o Continente decide passar a vender óculos a preço de custo. O Continente poderia fazê-lo porque os eventuais prejuízos nesse artigo podem ser compensados pelos lucros nos milhares de outros produtos que vendem. Além do factor preço, o sucesso imediato estaria assegurado porque muitas pessoas visitam o Continente para comprarem outros produtos, e acabariam por ver logo os óculos (nem precisavam de gastar dinheiro em publicidade nos media). Qual seria o resultado disto? É fácil de concluir que, em breve, todas as lojas de óculos iriam à falência. Ao contrário do Continente, essas lojas dependem exclusivamente da venda de óculos, não podendo sobreviver caso as vendas desse artigo desapareçam.
      Agora substitui "Continente" por Microsoft, e "óculos" por, exemplo, por Windows Media Player e Windows Media Server...
      Esta analogia não deve ser interpretada à letra. A capacidade de uma grande empresa não se resume apenas ao poder de fazer "dumping" de preços. Uma grande empresa tem poder para influenciar o mercado de diversas maneiras, algumas delas abusando da sua posição dominante. O que a Microsoft tem vindo a fazer é oferecer software para aniquilar a concorrência, e a diminuir a interoperabilidade desse software. E isto acaba por ser, não apenas mau para o Linux, é geralmente mau para a economia e para a sociedade em geral.

    Re:Equívocos e confusões (Pontos:1)
    por freax em 01-07-02 1:41 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://guilherme.host-valley.com
    O que a Microsoft tem vindo a fazer é oferecer software para aniquilar a concorrência, e a diminuir a interoperabilidade desse software.

    Desculpa lá, mas se eu abro uma empresa que tenha a haver com informática ou não, o meu objectivo é tentar produzir produtos melhores que os outros para os deitar abaixo e predominar o mercado.
    Essa justificação não é válida. Isso é mercado ... "guerra" entre empresas !

    Não gosto do software da microsoft, mas eles "jogaram" bem com marketing e souberam entram no tempo certo aos utilizadores que queriam facilidade e capacidade nos seus programas quer eles estourassem ou não ... e conseguiram senão não vias tantos win's por aí.

    Para isso os outros têm q s mecher, sendo open source ou não.E estamos a conseguir não só pela qualidade do software que vai aparecendo mas também pela popularidade do linux.
    E podes reparar numa coisa. O caso do OS X ... tem um SO impecável mas não vejo ninguém a reclamar algumas partes do código que estão fechadas ! No entanto toda a gente bate palmas. Tudo bem que mesmo assim contribuiram com muito código mas não deixa de ser uma oportunidade de poderem fazer o q a microsoft faz neste momento controlando software.

    Resumindo, apenas acho q mercado é mercado e a Microsoft ganhou durante uns anos.

    []'s
    Re:Equívocos e confusões (Pontos:3, Interessante)
    por vaf em 02-07-02 2:23 GMT (#92)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Desculpa lá, mas se eu abro uma empresa que tenha a haver com informática ou não, o meu objectivo é tentar produzir produtos melhores que os outros para os deitar abaixo e predominar o mercado.

    Podes perfeitamente querer desenvolver o teu produto de maneira a que ele seja o melhor, claro. É isso que todos nós fazemos. Não tens é o direito de armadilhar os teus concorrentes e prejudicar os teus consumidores com estratégias obscuras e prácticas anti-concorrenciais.

    Não gosto do software da microsoft, mas eles "jogaram" bem com marketing e souberam entram no tempo certo(...)

    "A Microsoft é uma excelente empresa de marketing que está a corromper a indústria da informática."

    ...prejudicando milhões de pessoas e consequentemente a economia mundial, não tenhas dúvida disso.
    Re:Equívocos e confusões (Pontos:3, Interessante)
    por vaf em 02-07-02 2:14 GMT (#90)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Imagina que uma grande empresa de retalho como o Continente decide passar a vender óculos a preço de custo. O Continente poderia fazê-lo porque os eventuais prejuízos nesse artigo podem ser compensados pelos lucros nos milhares de outros produtos que vendem. Além do factor preço, o sucesso imediato estaria assegurado porque muitas pessoas visitam o Continente para comprarem outros produtos, e acabariam por ver logo os óculos (nem precisavam de gastar dinheiro em publicidade nos media). Qual seria o resultado disto? É fácil de concluir que, em breve, todas as lojas de óculos iriam à falência. Ao contrário do Continente, essas lojas dependem exclusivamente da venda de óculos, não podendo sobreviver caso as vendas desse artigo desapareçam.
    Agora substitui "Continente" por Microsoft, e "óculos" por, exemplo, por Windows Media Player e Windows Media Server...


    Só acrescentar uma coisa: O software tem uma particularidade importante em termos económicos, é que o custo vem practicamente apenas do desenvolvimento e não da produção e distribuição. Isto faz com que tenha uma curva de oferta completamente elástica [Economia] em que o custo de produzir mais unidades é practicamente irrisório, desprezável na maioria das situações.

    O que faz com que o exemplo que deste ainda se agrave mais porque enquanto o Continente ainda teria algum prejuízo se a procura dos óculos aumentasse muito, a Microsoft, por seu lado, tanto se lhe faz que distribua mais cópias, o custo é o mesmo.

    Por esta razão é que o mercado do Software tende a ter oligopólios. E está mais que provado que os oligopólios e, no extremo, os monopólios são prejudiciais para o mercado em geral, produtores ou consumidores.
    Re:Equívocos e confusões (Pontos:1)
    por m3thos em 02-07-02 2:18 GMT (#91)
    (Utilizador Info) http://mega.ist.utl.pt/~mmsf
    Deixa-me também dizer umas coisas

            Quando escrevi isto não foi como resposta directa ao texto do artigo, mas sim para dizer uma coisa simples, não concordo em fazer guerra contra a MS por esta fazer jogo sujo, nem em "defender gpl ou a filosofia GNU" com unhas e dentes, porque embora simpatize com o open source, não gosto de misturar politica e idealogias nestas coisas como tentei mostrar no texto anterior.
            Uma coisa é eu usar aplicações que são concorrentes á MS e tente fazer força para que linux se torne mais popular e por isso ganhe força e expressão suficiente para que coisas como radios com broadcasting em windows media não possam defender-se por detrás de "A maior parte dos nossos ouvintas acha mais facil usar, e esta tecnologia da MS é a unica que nos dá o que precisamos" etc...e eu até faço um pouco disso..mas é porque vejo que realmente as alternativas são melhores em termos qualitativos

            Epá.. mas eu não tenho feitio de andar ai feito geek a evangelizar o meu pai e a minha irmã e todos os meus colegas etc.. a usarem algo que eles não kerem usar...só pk o windows é evil... eles que usem o windows deles..é a escolha deles, são livres de fazer isso.. e não gosto que me vejam como uma "testemunha de jeová".
    Agora quando a minha irmá me pede pra "arranjar o pc" pois o windows crashou, é que digo, não recuso-me a por isso outra vez com windows pk já sei que daqui a 3s meses vou ter de o fazer outra vez porque isso ficou cheio de virus e lento como tudo. (embora que com o meu pai por exemplo, nem tenho trabalho pois ele consegue manter o seu computador em bom estado)

            Quanto ao "efeito manada", quem ganha é o marketing e não o melhor etc..:
    - Estou-me a marimbar para o efeito manada e se as pessoas são ou não são iludidas por marqueting e publicidade enganosa, sempre existiram e sempre existiram esses efeitos manadas, o que interessa é que eu e muito mais gente não vai nessas cantigas, portanto tentar usar o mesmo marqueting e publicidade para ganhar cota de mercado para o linux é para min ir pelo mesmo caminho, portanto linux tem é de ser bom, e temos de ter a esperança de que as pessoas não são assim tão burras assim e até conseguem escolher acertadamente.. ou não.
            E em relação a lutar contra esse tipo de influências, tráfico de influências e monopólios.. são precisas duas coisas:
    1º tornar o linux cada vez mais mainstream e facil de usar de modo a que seja demasiado "grande" para ser ignorado quando se escolhe software.
    2º ter pessoas apoiantes do linux em posições estratégicas do mercado para termos lobbies e influencia..
    Ou seja ter apoiantes no linux desde o topo da piramide "corporativa", até à base.

            E por exemplo, o messenger, eu uso-o no linux, tenho uma conta no hotmail para usar na web de modo a não ter spam nos mails "de casa e de trabalho" e uso-o simplesmente porque os meus amigos o usam.. se todo resto do pessoal usa o messenger, vou usar o icq pra falar com quem?
    Isto é um exemplo simples de que simplesmente não dá pra tar a convencer 20 e tal pilantras a mudarem pro icq, e converem também os seus outros amigos a usarem icq (porque eles só vão usar o icq se os amigos deles tiverem icq.. certo?) E olha, se não consegues vencê-los, junta-te a eles! :-)

            Mas por exemplo já disse a amigos meus que andavam constantemente com problemas no pc, e só usam o pc pra mail, word, net e mp3s que se continuarem a ter probs meto-lhes linux e ensino-os a safarem-se naquilo e que é mais rápido e é bom ..etc...pois o linux recentemente já começa a tornar-se uma alternativa razoavel para leigos nestas coisas, com o kde3 e o gnome2...amadurecimento do openoffice e mozilla...etc..mas só propus isto pk sei que já tinham considerado usa-lo depois de algumas conversas banais...

    Miguel F. M. de Sousa Filipe handle: m3thos email: mmsf@rnl.ist.utl.pt More Human than Human.
    Re:Equívocos e confusões (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 02-07-02 6:52 GMT (#96)

    O marketing ilude a maioria, é nisso que tu tás enganado. Se assim não o fosse, pensas que ainda haveria empresas de marketing, pensas que as empresas gastariam o que gastam em marketing?? N deves tár bem a ver a ordem de grandeza dos valores envolvidos numa campanha de marketing.


    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:1)
    por Lameiro em 01-07-02 14:28 GMT (#39)
    (Utilizador Info) http://www.lesi4ever.com
    "A lei do mercado é uma boa lei, e normalmente ganha o melhor,..."

    Estás a querer dizer que o M$ Windows é um bom sistema operativo. Desculpa mas já vi melhores...


    -=[ Lameiro ]=-
    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por leitao em 01-07-02 15:42 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Estás a querer dizer que o M$ Windows é um bom sistema operativo. Desculpa mas já vi melhores...

    Acho que ainda nao percebeste. Nao ha' um sistema operativo *bom*, e um sistema operativo *mau*.

    No que um sistema operativo falha, outro tem qualidade. E' por isso que tens os lobbies dos Mac's, outro dos ia32/Windows, outro dos ia32/Linux e outro do ia32/FreeBSD.

    Nao podes dizer que o M$ Windows e' "um mau sistema operativo" sem colocares isso no contexto do utilizador. Para mim o Solaris e' um bom sistema operativo (porque sei tirar proveito dele) mas para o meu pai e' uma merda (porque nao sabe tirar proveito dele) -- para um utilizador medio o Windows95/98/2000/NT e' um "bom" sistema operativo porque lhes permite serem produtivos no que fazem, para mim e' um sistema operativo "+/-" porque 'as vezes server para o que faco (desktop) e outras nao (servidor).

    Sempre que vem pessoal falar dos meritos relativos de sistemas operativos ninguem poem as coisas em contexto relativo -- o que e' o mesmo que comparar um carro com um camiao -- nao se pode comparar, sao coisas diferentes. Nao podes dizer que o teu camiao e' melhor que o meu carro, nem eu posso dizer o contrario.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    carro vs camião -> windows vs linux (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 16:40 GMT (#63)
    (Utilizador Info)
    E que tal "o meu camião faz tudo o que o teu carro faz" e "o teu carro não faz tudo o que o meu camião faz"

    Ou seja eu posso me deslocar no camião e transportar passageiros como o teu carro, mas tu não podes transportar carga como o meu camião. Neste contexto será que não se podem comparar e escolher o camião.

    Assim neste contexto o "windows 2000 server faz tudo o que o linux faz", e o "linux não faz tudo o que o windows 2000 server faz". Logo windows é melhor porque tem mais utilizações.

    P.S. Notem que eu não introduzi o elemento de eficiencia ou performance ou eficacia.

    Pedro Esteves

    Re:carro vs camião -> windows vs linux (Pontos:2)
    por mazevedo em 04-07-02 0:04 GMT (#133)
    (Utilizador Info) http://mazevedo.welcome.to
    Também é preciso ver, vendo a analogia do camião:

    E que tal "o meu camião faz tudo o que o teu carro faz" e "o teu carro não faz tudo o que o meu camião faz"

    Existe sempre um segundo lado. Quero-te ver a percorrer ruas apertadas ou estacionar o "camião" entre dois carros. Ou, para que quero eu um camião se transporto quase sempre no máximo 3 pessoas (com conforto) e 2 ou 3kg de compras? E o consumo de combustível? E a velocidade?
    ----
    //\anuel /|zevedo

    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por xeon em 01-07-02 17:04 GMT (#66)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    Achei piada a "para um utilizador medio (...) porque lhes permite ser produtivos no que fazem (...)".

    MUITA piada.

    Um exemplo:
    Na empresa onde trabalho, centenas de pessoas usam o PC SOMENTE para mail+processamento de texto (leia-se escrever uns documentos 'normais').
    Alem desses, ha' outro grande grupo de users que usam o PC para correr uma meia duzia de aplicacoes (helpdesk+mail+frontends para contabilidade... that kind'a stuff).

    Gostava que me explicasses onde e' que o sistema operativo influi aqui...
    Mais ainda, se os PCs corressem p.ex. Linux, sem que os users tivessem acesso 'a root account, 90% dos problemas que o suporte tem, desapareceriam.
    Sim, porque os programinhas sacados da net + os programinhas que vem nos CDs das revistas nao iriam funcionar (ou entao, como nao sao root, nao os poderiam instalar sequer ...)

    Sejamos claros: as empresas usam Windows porque desconhecem que existem alternativas fiaveis, baratas e porque ainda acham que "Linux nao tem suporte" (como se a m$ tenha ... ) e "Teriamos que formar tecnicos" assim como outras desculpas de tal teor.

    Leitao, nao tentes desculpar a utilizacao do Windows dessa forma. EU uso windows em casa para jogar. E' uma 'optima' consola de jogos (com o HW certo, claro). No trabalho uso Linux. Nao brinco em servico (leia-se com as 2 interpretacoes possiveis).

    De cada vez que leio threads destas, so' me lembro de uma afirmacao: "A inteligencia no mundo e' uma constante; a populacao esta' a aumentar".
    -- Reading the FM
    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por mlopes em 01-07-02 18:00 GMT (#67)
    (Utilizador Info)
    clap, clap, clap, tens toda a razão!!!!!
    Quantas vezes já me perguntei isso mesmo, porquê que as empresas em vez de instalarem Windows nos utilizadores que não precisam, não lhes espetam com um Linux com um Windowmanager só com os icons para aquilo que é necessário para o trabalho?
    Já sei que vão aparecer os habituais velhos do restelo a dizer que para isso as empresas precisavam de ter técnicos informáticos que soubessem o que estão a fazer! Mas assim pergunto eu, se os que lá estão agora não sabem o que andam a fazer, o quê que estão lá a fazer? Se calhar deviam estar em casa a aquirir conhecimentos para se tornarem técnicos competentes para voltarem de novo para o mercado de trabalho!

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por leitao em 01-07-02 18:18 GMT (#68)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Sejamos claros: as empresas usam Windows porque desconhecem que existem alternativas fiaveis, baratas e porque ainda acham que "Linux nao tem suporte" (como se a m$ tenha ... ) e "Teriamos que formar tecnicos" assim como outras desculpas de tal teor.

    Ok, vamos assumir que essas sao as razoes.

    A empresa onde trabalhas tem um tecnico de Linux (tu) e ja' certamente explicaste que Linux *tem* suporte. Logo, nao ha' (segundo o que dizes) da empresa ainda ter Windows.

    Explica-me entao por favor porque e' que a empresa ainda nao mudou tudo para Linux ?


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 5:54 GMT (#124)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    medo da mudanca/inercia (aplica-se a tudo nas empresas... quanto maior, maior a inercia...mudar de fornecedor, mudar de instalacoes, mudar de OS, mudar equipamento, etc)
    nao so' a inercia da empresa, mas tambem a inercia das pessoas, sem um empurrao, sem incentivos nada nunca muda...

    a 2º razao e' a pirataria... se ja' nao pagam e nao pelo software, porque vao arriscar mudar para outro igualmente "gratis" e ainda por cima sem "suporte" (como se eles usassem o suporte inexistente da M$, quer copias piratas, quer legais)

    a 3º razao e falta de tempo, excesso de trabalho...
    mudar uma empresa de win98 para win2k ja' e' um feito complicado, quanto mais se for preciso dar formacao e mais helpdesk no inicio a explicar como o novo sistema radicamente diferente funciona

    Higuita
    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 19:15 GMT (#70)
    (Utilizador Info)
    "Mais ainda, se os PCs corressem p.ex. Linux, sem que os users tivessem acesso 'a root account, 90% dos problemas que o suporte tem, desapareceriam. "

    És mesmo ingenuo. Olha provavelmente és o mesmo Xeon que costumava andar na Ptnet. Tems de ir algum dia ao #linuxhelp para veres a quantidade de perguntas basicas que os users te iam fazer. Desde como copio coisas até como aumento as fontes. O linux é melhor, mas não mais facil, isso podes apostar e no momento em que tiveres 500 desktops linux em vez de windows tems 500 vezes mais perguntas.

    Essa desculpa que os users instalam tudo e lixam os windows todos, tambem já tem solução. O windows 2000 e xp já á muito que tem suporte de users normais em vez de administradores, é só uma questão de configurares e definir os previlégios.

    A questão do suporte em Linux é fundamental, e não por acaso que é a Alemanha e a França que tem mais linux na função publica, e com suse e mandrake respectivamente. Se amanha a função publica ou uma grande empresa (por exemplo um banco) muda-se os seus computadores todos para linux, gostava de ver onde ias buscar os tecnicos de suporte necessarios.


    Pedro Esteves

    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:1)
    por Lameiro em 02-07-02 12:39 GMT (#107)
    (Utilizador Info) http://www.lesi4ever.com
    Nao podes dizer que o M$ Windows e' "um mau sistema operativo" sem colocares isso no contexto do utilizador.

    Um bom SO é aquele que cumpre na íntegra as suas funções: uma delas é a protecção de memória. Se o Windows fizesse isso bem feito, certamente não sabíamos o que é um BSOD...

    PS: Nem mesmo o utilizador mais leigo gosta de um BSOD, mesmo que não saiba que isso aconteceu por incompetência do SO.


    -=[ Lameiro ]=-
    Re:Abaixo a Moderacao (Pontos:2)
    por buffer em 02-07-02 12:51 GMT (#108)
    (Utilizador Info) http://xpto dot org
      PS: Nem mesmo o utilizador mais leigo gosta de um BSOD, mesmo que não saiba que isso aconteceu por incompetência do SO.
    Um utilizador "leigo" está a utilizar Windows e leva com um BSOD. Pode não gostar, mas vai pensar que é normal porque o Windows é feito pela Microsoft e muitos dos "leigos" pensam que se a Microsoft não faz melhor ninguém faz.

    -- what was my problem with man You ask? No.. I ask you what was man's problem with me..
    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por leitao em 30-06-02 23:56 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Isso de na lei do mercado ganhar o melhor é o maior disparate que li. Com a lei de mercado ganha quem tivér o melhor marketing, tens um exemplo disso na liderança do mercado de OS por parte da m$, bem como nas aplicações de produtividade.

    Explica-me por favor o que defines como a "lei de mercado" ?


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por leitao em 01-07-02 13:37 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Entao se e' a escolha dos consumidores, nao achas que os consumidores (incluindo eu e tu) teriam de ser incrivelmente estupidos para comprarem algo que nao funciona, mas tinha um anuncio "muito giro" ? Se calhar os consumidores sao capazes de fazer escolhas razoaveis baseado nos criterios deles -- logo a lei do mercado e': a escolha dos consumidores baseados nos seus criterios pessoais. E como tal, os criterios pessoais de muitos consumidores apontam para que o IE/Windows seja uma escolha boa *para eles* -- e como tal, a lei do mercado de facto funciona.
    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por leitao em 01-07-02 15:35 GMT (#50)
    (Utilizador Info) http://scaletrix.com/nuno/
    Os consumidores não são estupidos, são ignorantes, que vivem, num mundo criado pelo marketing.

    Deixa-me adivinhar, e em 1957 tambem caiu um OVNI em Roswell, New Mexico nao foi ?


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:idealogistas vs pragmáticos (Pontos:2)
    por MavicX em 01-07-02 16:32 GMT (#62)
    (Utilizador Info)
    Epa não uses lei do mercado para isso. vou-te dar outras expressões melhores. Que tal :

    "Sociedade consumista" ou "economia Consumista"

    Lei de mercado serve para outras coisas que não a teoria da escolha.

    Pela lei do mercado os consumidores tentam maximizar a sua utilidade e portanto todas as ecolhas que fazem são racionais e certas.

    Pedro Esteves

    Um artigo excelente (Pontos:2, Esclarecedor)
    por joaorf em 01-07-02 1:31 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Este artigo é a síntese mais admirável que já li sobre os perigos colocados ao Linux pela não-interoperabilidade Microsoft. Ultimamente, o Gildot estava a desinteressar-me cada vez mais pelos artigos fracos que os editores deixavam publicar. O teu artigo é, por isso, uma lufada de ar fresco!

    Curiosamente fiz uma reclamação tal como a que sugeres fazer aos sites que têm conteúdos sonoros (ou vídeo) apenas em Windows Media Player. Foi há escassas semanas atrás quando, para meu espanto, verifiquei que as emissões na Internet da MegaFM, RFM e RR tinham deixado de ser transmitidas em MP3 para passarem a ser feitas em Windows Media. Este foi o Email que enviei para a RFM (info@rr.pt):

    Exmos Srs.,

    Foi com enorme decepção que constatei que a RFM havia deixado de efectuar transmissões na Internet em formato MP3, para passar a fazê-lo em Windows Media.

    Eu, tal como um número crescente de pessoas (com especial realce em estudantes universitários), utilizo Linux e outros sistemas operativos da família Unix.

    Acontece que, enquanto software de leitura de streaming MP3 está disponível em praticamente todos os sistemas operativos incluindo Linux, Windows Media é um formato que conta com software de leitura apenas em Windows e Macintosh.

    Uma alternativa a MP3 poderia ser Real Media já que o Real Player está disponível em Windows, Macintosh, Linux, Solaris, AIX, Compaq Unix, HP-UX, e diversos outros sistemas operativos. Para além disso, existem servidores de Real Media para Linux, Solaris e Windows.

    O que se pensaria se as emissões hertzianas da RFM só pudessem ser recebidas por rádios Grundig? Absurdo, não? Pois, ao optar por Windows Media, a RFM está a fazer algo semelhante na Internet.

    Com os melhores cumprimentos,
    (assinatura)

    Recebi uma resposta a este Email (nada mau!). Leiam só:

    Olá João

    Agradecemos os seus e-mail e comentários que merecem sempre a nossa melhor atenção.

    A alteração dos formatos das nossas emissões online deve-se, por um lado, ao facto de o Windows Media Player estar presente numa grande base de computadores e o acesso às emissões ser muito mais transparente e fácil para os utilizadores com menos conhecimentos informáticos. Efectivamente, tivemos um feedback intenso sobre as emissões em MP3 e muitas dificuldades com os sistemas de rede Proxy e firewalls, que se viam, na esmagadora maioria dos casos, impedidos de aceder às emissões.

    Por outro lado, prendemos a médio prazo implementar algumas funcionalidades interactivas nos nossos Sites que só a tecnologia da Microsoft fornece (neste momento) e que, certamente, serão do agrado dos nossos ouvintes.

    Finalmente, obtivemos uma melhoria substancial da qualidade das emissões, com um consumo de largura de banda, para os nossos ouvintes, significativo.

    Estamos conscientes da limitação das versões para outras plataformas que não PC ou Mac. Sabemos também que uma alteração tão profunda como a que presentemente efectuámos causará sempre alguns incómodos a alguns utilizadores, porém, no compto geral, esperamos estar a facilitar este processo para os ouvintes.

    Felizmente, o feedback tem sido francamente positivo.

    Estou ao seu inteiro dispor para esta ou qualquer outra questão.

    Atenciosamente,
    Miguel Maio
    Coordenador Renascença Internet

    Esta resposta é interessante já que é reveladora dos critérios que presidem à tomada opções técnicas em muitas empresas actuais. Compra-se um software, ou porque se ouviu dizer que é o melhor, ou porque "é o que está a dar", ou simplesmente porque não se conhece outro! Todas as "potencialidades" do Windows Media mencionadas, já existem no Real Player há, pelo menos, 3 anos! Provavelmente, o Windows Media foi impingido à RFM por uma dessas muitas empresas ligadas ao ramo da Internet que há por aí. Eles nem sequer se lembram que existem utilizadores em outros sistemas operativos. A triste realidade é que a maioria dos profissionais de IT não conhece as alternativas, ou conhece mal e opta pela via mais fácil, aquela que eu costumo designar de a via da manada.

    Re:Um artigo excelente (Pontos:2)
    por ribeiro em 01-07-02 6:26 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    O que tenho visto é não é uma questão de os "profissionais" de IT não conhecerem alternativas. É mais uma questão de ser uma tecnologia que não dominam e, mais importante, à qual resistem activamente (em pt).
    Chegou-se ao cumulo de num projecto com um cliente com um ambiente UNIX e que detestava Windows, e com um integrador que favorece Unix como eu, cismarem que *tinha* que ser Exchange, e sub-contratarem uma pessoa para esse efeito. eh
    No intervalo de configuração dos outros servidores e firewalls, nada me impedia de configurar mais uns servidores de e-mail.
    Dá para perceber?
    --
    Re:Um artigo excelente (Pontos:2)
    por js em 01-07-02 15:49 GMT (#53)
    (Utilizador Info)

    Se bem entendi, na resposta é referido que muitos utilizadores se queixavam de não ter acesso ao MP3 devido a bloqueios em proxys e firewalls. Se calhar o fenómeno Napster fez com que muita gente excluísse o MP3 dos proxys para proteger a largura de banda do escritório... Será assim? Será que isto é estatisticamente significativo? Era interessante saber...!

    Estatisticas de browser tendem para IE (Pontos:2)
    por ribeiro em 01-07-02 6:28 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    Excelente artigo, digo desde já.
    Quanto às estatisticas eu sou um dos culpados. O meu Opera identifica-se como IE.
    Mas chamo a atenção que o vosso browser não se identificar como IE, não têm acesso ao OWA (leitura de e-mail em Exchange via Web). Mais uma da M$ para obrigar a usar Exchange...
    Abraços, Rui
    --
    Re:Estatisticas de browser tendem para IE (Pontos:1)
    por ampf em 01-07-02 8:59 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Como é que posso mudar um squid para alterar o nome dos Agents (de IE para outra coisa qq).

    Brigado

    Re:Estatisticas de browser tendem para IE (Pontos:2)
    por ribeiro em 01-07-02 9:04 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    Vê o squid.conf.default, tens uma string que modifica o user-agent. Não me recordo qual é. Agora, chamo-te a atenção que isto pode interferir com pessoas a acederem a sites tipo bancos on-line. Faz uns testes depois de fazeres isso.
    Abraços,
    Rui
    --
    Re:Estatisticas de browser tendem para IE (Pontos:2)
    por dINAMItE em 01-07-02 10:37 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.ferro.eu.org
    Eu já acedi muitas vezes ao OWA pelo Lynx, Netscape e Opera.
    Re:Estatisticas de browser tendem para IE (Pontos:2)
    por ribeiro em 01-07-02 12:12 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    Aqui apenas consegui aceder quando mudei a identificação do Opera para IE.
    De outra forma, negava-me o acesso.
    --
    Re:Estatisticas de browser tendem para IE (Pontos:1)
    por pedro em 04-07-02 0:23 GMT (#134)
    (Utilizador Info)
    permite-me discordar disso do owa... mozilla (win/unix), links, w3m, netscape 4.7x, you name it, nunca fiquei sem acesso ao owa.
    -- bgp is for those who can't keep it static long enough
    Não concordo com a parte do outlook (Pontos:1)
    por flipoide em 01-07-02 10:30 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Se bem que software como o Mozilla/Netscape e Eudora permitam converter as caixas de Email do Outlook, a maioria dos utilizadores receia esta operação (infundadamente, mas receia) e não a faz.

    É verdade que o moz consegue importar os settings do outlook, mas quando tens o outlook configurado com várias pastas (personal folders), filtros e afins, o moz simplesmente fica confuso e não faz o que é suposto (importar tudo do outlook).
    Já li num site qualquer (não sei qual é o link agora, mas a página era um estudo sobre os 10 maiores problemas de usabilidade do moz) que para o moz tenha sucesso no campo dos clientes de email (lê-se substituir o outlook/outlook express) é preciso que o moz consiga importar TUDO do outlook de uma forma fácil e simples. Quando o microsoft lançou o outlook este conseguia importar TODO os settings da concorrência (eudora e netscape).

    PS: Uso o mozilla como o default mailer e já passei pela fase de "importar as coisas do outlook" e sei o que é que estou a falar. :(

    --
    1000110 1101100 1101001 1110000

    Re:Não concordo com a parte do outlook (Pontos:1)
    por Lameiro em 01-07-02 14:36 GMT (#41)
    (Utilizador Info) http://www.lesi4ever.com
    "Quando o microsoft lançou o outlook este conseguia importar TODO os settings da concorrência (eudora e netscape)."

    Deve ser a única parte do Outlook que funciona a 100% sem nos oferecer um crash ou um BSOD...


    -=[ Lameiro ]=-
    Qual será? (Pontos:2)
    por mlopes em 01-07-02 14:29 GMT (#40)
    (Utilizador Info)

    • Os intervenientes no Gildot são, quase todos, fãs do Linux. Mas os entusiastas da Microsoft são apenas espectadores, não participando nas discussões. Daí que contribuem para as estatísticas, mas raramente veiculam as suas opiniões.
    • Os intervenientes no Gildot são, quase todos, fãs do Linux. Mas, compreensivelmente, por vezes sentem-se na necessidade de utilizar o Windows. E quando acedem à Web, é-lhes indiferente como o fazem, e normalmente utilizam o Internet Explorer porque já vem com o Windows.
    • A Microsoft tem um bot a mandar hits para diversos sites no mundo, em especial para o Gildot.

    É quase a dois, mas não é bem, o facto é que a maioria das pessoas não tem capacidade de decisão, avaliação, preserverança ou coêrencia!
    Fala-se muito e faz-se pouco, reclama-se, mas mexer-se para causar melhoramentos, tá quieto!
    Conheço uma muita gente que é (ou afirma a plenos pulmões ser) anti Microsoft, e que se sentem enojados com as atitudes desta, mas continuam a usar Windows, mesmo em computadores onde não correm nada que não haja em sistemas alternativos (Linux por exemplo), continuam a usar IE quando não fazem nada com o IE que não pudessem fazer (por vezes melhor) com o Mozilla, e a usar Outlook, sem que utilizem as features malucas que podem levar alguêm a não utilizar outro cliente de mail!


    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Qual será? (Pontos:1, Redundante)
    por TarHai em 01-07-02 15:26 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    A principal razao e comodidade. Fazer dual-boot ou mudar de browser nao e o percurso de energia minima para muita gente.

    Pelo menos para mim, se tenho que estar no windows ou no iexplorer, tenho inercia em mudar de browser so para ver o gil. Ainda mais inercia tenho se a maquina nao e a minha e nao tem o mozilla instalado.

    So uso o windows por obrigacao. "Usar" nao e bem o termo, e mais lutar contra a filosofia "stupid user" que povoa muitos programas windows. Exemplos dessa filosofia sao o word andar a esconder as entradas dos menus, o odioso clip saltitante e os titulos com luzinhas a piscar no word.


    ---
    Re:Qual será? (Pontos:1)
    por henrique em 01-07-02 16:05 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    se tenho que estar no windows ou no iexplorer, tenho inercia em mudar de browser so para ver o gil.

    Para ver o Gil???!!
    Ó Paulo Rocha, andaste a gastar o teu latim em vão. Há tipos que simplesmente "não atingem"...

    Re:Qual será? (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 5:43 GMT (#123)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    ou contrario dos outros, vou tentar explicar como se fosse para um puto de 10 aninhos...
    pode existir mais gente que ainda nao atingiu o objectivo...

    no gildot podes vir com o browser que quiseres, aqui nao existe qualquer problema, aqui ninguem liga as estatisticas e faz paginas a pensar nelas...

    agora _sempre_ que fores a outros sites, usa um outro browser que nao o IE, para assim eles terem menos quota de IE e fazerem menos paginas que funcionam unicamente em IE (ou para mudarem as paginas actuais que so' funcionam em IE para algo mais compativel)

    e quem diz IE, diz todos os outros productos M$ que lutam pelo monopolio usando coisas fora do standards e incompactiveis com tudo o resto

    Higuita
    Re:Qual será? (Pontos:2)
    por TarHai em 03-07-02 11:06 GMT (#126)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    O que refiro e que este tipo de movimentos/condicionalismos requer um consumo adiconal de energia que muitas vezes nao se esta para dispender face a outras prioridades mais imediatas.

    Estou a usar a 90% konqueror e a 10% mozilla. Neste momento nem tenho particao de windows na minha workstation.

    TH

    PS: Explicar algo como se fosse para um miudo de 10 anos e sempre a melhor estrategia para explicar seja o que for.
    ---
    Re:Qual será? (Pontos:2)
    por mlopes em 03-07-02 11:30 GMT (#127)
    (Utilizador Info)
    Lê a minha assinatura, acho que diz tudo sobre isso!

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Qual será? (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 20:19 GMT (#131)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    nao requer nenhum consumo adicional de energia, o objectivo nao e' andar a saltar de um para o outro, e' mesmo deixar de usar ferramentas que sao incompactiveis e monopolistas

    se nao existissem ferramentas correctas era uma coisa, mas elas existem, sao tao boas como as outras, porque usar as outras que apenas vao reforcar o monopolio?

    o normal e' acabar por descobrir que quase tudo funciona perfeitamente com as ferramentas correctas, que elas sao boas e nao ficam a perder em relacao as outras da M$

    a grande maioria usa aquelas ferramentas apenas porque esta' habituado a usa-las, todo que saia fora do habito fica automaticamente marcado como "mau" ou refeitado porque necessita alguma nova aprendizagem

    as pessoas teem de lutar contra a preguica e usar _realmente_ as outra ferramentas, tendo esta accao de imediacto duas grandes reaccoes:
    1-deixa-se de usar a ferramenta incompactivel e nonopolista, o que implica que vai diminuir o seu poder de impor a sua vontade e ignorar as outras
    2-as pessoas acabam por aprender o basico da nova ferramenta, ultrapassar a 1º barreira e deixam de sentir-se ignorantes na nova ferramenta, que elas ou a ferramenta nao fazem nada de jeito, descobrem que conseguem fazer quase tudo
    isso abre-lhes os horizontes para poder usar ainda mais ferramentas novas, quebra a inercia natural e a tendencia de fugir de volta para o "mundo conhecido" assim que encontram qualquer adversidade

    PS: Explicar algo como se fosse para um miudo de 10 anos e sempre a melhor estrategia para explicar seja o que for.
    8)
    nao era meu objectivo gozar-te ou insultar-te, mas sim fazer o contrario dos outros posts, em vez de insultar, explicar melhor e de forma simplificada.
    nao so' para ti, mas para todos que podessem ter dado apenas uma leitura diagonal ao artigo e ter ficado com a ideia errada

    a ideia por detras do artigo e' bem importante para ficar mal esclarecida

    mas nao e' simples dizer tudo o que ele disse a um miudo de 10 anos, e' preciso cortar MUITA coisa e depois o pessoal mais velho vai perguntar "porque, como, quando, onde, etc"...logo nem sempre e' a melhor forma ... 8)


    Higuita
    Re:Qual será? (Pontos:1)
    por henrique em 04-07-02 3:09 GMT (#135)
    (Utilizador Info)
    Não há "movimentos/condicionalismos" alguns. É simplesmente usar o Mozilla ou o Netscape ou o Opera em Windows, sempre. Só naqueles casos raros em que só possível utilizar determinado site com o IE, é que se utiliza este. Não vejo onde é que está o "consumo de energia"...
    Outlook? Eis a razão... (Pontos:1)
    por mvitorino em 01-07-02 15:03 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    ------------
    outro; mas de cliente de Email é mais difícil. Um cliente de Email é um software que cria hábitos, cria dependências. Se bem que software como o Mozilla/Netscape e Eudora permitam converter as caixas de Email do Outlook, a maioria dos utilizadores receia esta operação (infundadamente, mas receia) e não a faz.
    --------------

    Isso pura e simplesmente não é verdade. O meu arquivo de Outlook tem 7 (sete) anos arquivados - em 95 ainda chamava-se Internet Mail and News e nem o Opera, nem o Mozilla, nem o Netscape conseguem converter esta base de dados monstruosa.
    Para mim, ter um arquivo de email é muito mais importante do que usar ou não produtos Microsoft, pelo que me mantenho fiel ao Outlook. Tenho, no entanto, de obrigar o email a limpar os pés à entrada. Por causa das viroses, claro. :-)

    um abraço,

    m i g u e l   v i t o r i n o, Blog
    Onde se lê "Opera", deve ler-se "Eudora", claro... (Pontos:1)
    por mvitorino em 01-07-02 15:06 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    .
    Re:Outlook? Eis a razão... (Pontos:1)
    por henrique em 01-07-02 16:03 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    nem o Mozilla, nem o Netscape conseguem converter esta base de dados monstruosa.

    Quando foi a última vez que tentaste essa operação com o Mozilla?

    E já experimentaste ver se o Eudora converte?

    Muitas vezes basta apenas vontade, porque as ferramentas existem. O que aconte, na maior parte dos casos, é que as pessoas acomodam-se e nem têm vontade de mudar. É por isso que há "software que cria hábitos, cria dependências"...

    Re:Outlook? Eis a razão... (Pontos:1)
    por mvitorino em 01-07-02 16:23 GMT (#59)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    Quando foi a última vez que tentaste essa operação com o Mozilla?
    E já experimentaste ver se o Eudora converte?

    Mozilla 1.0 RC1, Eudora 5.0

    "software que cria hábitos, cria dependências"...

    E achas que isso é mau, só por si? Estamos a falar dum inócuo produto de software, não duma droga.
    Tirando a questão das viroses, o Outlook Express funciona e tem as características necessárias para agradar à esmagadora maioria dos utilizadores.

    um abraço,

    m i g u e l   v i t o r i n o, Blog

    Re:Outlook? Eis a razão... (Pontos:1)
    por blacksheep em 01-07-02 18:42 GMT (#69)
    (Utilizador Info)
    >>"software que cria hábitos, cria >>dependências"...

    >E achas que isso é mau, só por si? Estamos a >falar dum inócuo produto de software, não duma >droga.
    > Tirando a questão das viroses, o Outlook >Express funciona e tem as características >necessárias para agradar à esmagadora maioria >dos utilizadores.

    O autor do artigo só estava a constatar um facto, não a dar a sua opinião!

    Não é mau q um cliente de mail crie hábito.
    No entanto, é muito melhor que esse hábito seja criado no mozilla ou netscape, pois não ficas "agarrado ao sistema operativo"!
    Re:Outlook? Eis a razão... (Pontos:1)
    por henrique em 02-07-02 2:52 GMT (#94)
    (Utilizador Info)
    E achas que isso é mau, só por si?

    No caso de a dependência ser de um dos quatro programas apontados pelo Paulo Rocha, é mau. Sem dúvida.

    Estamos a falar dum inócuo produto de software, não duma droga.

    A utilização do Outlook não é inócua, sobretudo depois de seres inoculado por um vírus :-)
    Mas os problemas da utilização do Outlook não se resumem à virose. O artigo original explica bem porque não se deve utilizar esse software.

    Re:Outlook? Eis a razão... (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 5:37 GMT (#122)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    nao consegues importar as caixas?!

    entao presumo que tenhas erros nas caixas, ja' tentaste aceder as mensagems? copiar todas a mensagems para uma nova pasta/mailbox

    eu tou farto de arranjar caixas do OE avariadas... grande parte das vezes ela parece OK, quando se tenta compactar, quando atinge um certo limite, quando se clica no email errado e' um pesadelo

    a 1º coisa que tens de fazer e' ter a certeza que nenhuma das tuas caixas tem nenhum erro, senao nem sequer a importacao do outlook funciona la', quanto mais dos outros

    e depois de ter visto ja' muitas pessoas a perderem emails gracas as caixas do OE, nao aconselho a ninguem ter muitos emails numa so' caixa, naunca se sabe quando a partir de certo ponto todas ou algumas deixam pura e simplesmente de funcionar
    (e sim, sempre ultimas versoes do OE e patchs)
    Higuita
    As pessoas usam quando tomam contacto.... (Pontos:3, Interessante)
    por quantic_oscillation em 01-07-02 20:09 GMT (#71)
    (Utilizador Info) http://homepage.oninet.pt/095mad/opensourceforever.html
    Concordo com o que foi escrito pelo Paulo Rocha, e passo a descrever uma pequena
    estória.

    Uso GNU/linux desde 1998, embora só a partir do início deste ano é que o uso
    exclusivamente em casa, ou seja faço tudo o que quero apenas com o GNU/Linux, e
    agora quando uso fora de casa o windows, aquilo mete-me uma certa impressão,
    pois não existe copy/paste a la gpm, não há multiplos "workplaces" virtuais, a
    memória parece sempre ser pouca etc, etc, já para não falar nos crashs, e sim
    tenho apanhado n crashs em computadores de amigos meus que têm instalado o
    xispe.

    Quanto a estória cá vai, no final do ano passado tive de ser operado, devido a
    uma doença crónica que me chateia brutalmente desde à 7 anos, a terrível doença
    de crohn, a mesma que tem a cantora Anastacia.

    Devido ao lento pós-operatório, e como vivo em Odivelas, o concelho às portas de
    Lisboa, resolvi ir conhecer a biblioteca de Odivelas, uma bela e bem equipada
    bibiloteca, principalmente no que concerne à sua rapidissíma rede informática.

    Como ia lá diversas vezes, comecei a dar-me bem com as pessoas que estão à
    frente do projecto internet dessa biblioteca, como sou completamente viciado em
    software livre, comecei a falar-lhes do FS/OSS, eles acharam interessante e
    pediram-me para lhes instalar um pc com GNU/Linux para ver se as pessoas se
    assustavam com aquilo ou se por outro lado gostariam do que lhes era oferecido.

    Pois bem,instalei a distribuiçao Mandrake GNU/Linux versao 8.2, com o KDE,
    realplayer, experimentei o crossover para ter acesso ao quicktime e realmente
    aquilo funciona muito bem, tem uma instalaçao "no brainer", instalei ainda o
    Openoffice.org 1.0 em PT, e claro o Mozilla 1.0 com os plugins, java, xpdf,
    flash, e por fim o Opera 6.0, já me ia a esquecer, instalei tb o Xine, funciona
    lindamente.

    Instalei tb o "Tux Race", os putos quando descobriram o jogo não largaram o pc,
    fiquei admirado com a qualidade e rapidez da placa gráfica da ATI com chip Rage
    no OpenGL.

    O computador está sempre a ser usado, as pessoas não têm o mínimo de medo ou de
    traumas em usá-lo, desde o Openoffice.org até ao mozilla e ao Opera, de vez em
    quando, quando lá estou vou dando umas dicas sobre a utilização do Mozilla e
    Opera, por causa dos tabs etc, as pessoas ficam admiradas, pois muitas das
    "features" do Opera e do Mozilla não existem no pseudo-browser que costumam
    usar.
    Devo dizer que uso o Opera desde 1998 como unico browser, até ter saido a versão
    1.0 do Mozilla, ainda quando usava o windowze, quer se queira quer não no meu pc
    cel300a com 512Mb de ram e ligação via modem, o Opera é um campeão de
    velocidade.

    Por falar nisso, devo dizer que a 1ª coisa que fazia quando fazia uma
    reinstalação de windowze, era instalar o Eudora, opera, staroffice, freeagent,
    etc, basicamente so usava o sistema operativo windowze, todas as outras
    aplicações não eram da micro$oft, é claro que estava a construir um castelo de
    areia, pois por mais qualidade que tenham as outras aplicações, a construção
    faz-se sobre um fundo de lodo.

    Se não podem ou não querem usar GNU/Linux ou os diversos *BSD's pelo menos usem
    outras aplicações que são bem melhores que as que a m$ tem, é este o concelho
    que dou a todos os meus amigos, é por isso que acho de grande importancia o
    projecto que ja postei aqui no GILDOT o TheOpencd Project este projecto mostra bem a
    quantidade e qualidade de software aberto existente para a plataforma windowze,
    ou seja as pessoas têm muitas alternativas e de boa qualidade, nós que as
    conhecemos só temos de as divulgar às pessoas que por e simplesmente desconhecem
    que existe algo para além dos muros da m$.

    Os outros computadores da biblioteca usam o m$-win2000, mas tb instalámos neles
    o Opera o Mozilla e o Openoffice.org.

    Mas é aqui, na divulgação de alternativas, que as supostas revistas de
    informática existentes em Portugal deviam se concentrar, o problema e que não
    são revistas de informática, mas sim amplificadores do ruído, FUD de redmond, e
    da PTelecom e sus muchachos.

    Veja-se o exemplo paradigmatico do programa supostamente de serviço publico que
    se chama 2010, é um autêntico hino à propaganda da m$,telepac etc etc...

    Ainda nunca os ouvi falar do Openoffice.org, assim que sai qualquer coisinha dos
    lados de redmond, por mais parva que seja, tem logo lugar de destaque.

    Já agora que estou com a mão na massa, gostaria de perguntar ao mvitorino
    "Outlook? Eis a razão... " se por acaso já experimentou importar esses mail's
    todos com o Kmail ou o Evolution??
    Se não tentastes tenta, não perdes nada por isso.

    E ainda "Tirando a questão das viroses, o Outlook Express funciona e tem as
      características
    necessárias para agradar à esmagadora maioria dos utilizadores."

    Essa emagadora maioria, é a tal que não sabe que existe vida para além da m$,
    mais uma vez volto a perguntar, já experimentaste o Evolution??

    Desde quando é que eu necessito de um pseudo-programa de mail que faz coisas que
    eu não quero sem que lhe seja pedido.

    Ontem fui ao site Enigmail e
    instalei no Mozilla o Enigmail, um "plugin" lindinho e muito funcional para
    termos GNUpg/PGP no mail do Mozilla.

    Cada vez mais temos software livre com cara laroca, e muita qualidade, ao
    contrário de outros que têm muitos bugs (oops são features) ícones e corzinhas,
    mas esqueceram-se da qualidade.

    Mas infelizmente há gente que apesar de saber que existem alternativas continuam
    a gostar de ser enganados....
    MS security patch EULA
    gives Billg admin privileges on your box
    , já agora só um cheirinho da coisa...

    ""You agree that in order to protect the integrity of content and software
    protected by digital rights management ('Secure Content'), Microsoft may
    provide security related updates to the OS Components that will be
    automatically downloaded onto your computer. These security related updates may
    disable your ability to copy and/or play Secure Content and use other software
    on your computer. If we provide such a security update, we will use reasonable
    efforts to post notices on a web site explaining the update.""

    Sigam o link anterior e leiam o resto no TheRegister


    quantic_oscillation
    Re:As pessoas usam quando tomam contacto.... (Pontos:1)
    por mvitorino em 01-07-02 20:38 GMT (#72)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    Já agora que estou com a mão na massa, gostaria de perguntar ao mvitorino "Outlook? Eis a razão... " se por acaso já experimentou importar esses mail's todos com o Kmail ou o Evolution??

    Não. Nem o tenciono fazer. O meu único Linux da casa está a funcionar como servidor. E sem GUI, como Deus manda :-) Obviamente não vou mudar de sistema operativo por causa dum simples leitor de email, por muito fantástico que este seja.

    Se não tentastes tenta, não perdes nada por isso.

    A não ser tempo ;-)

    "Tirando a questão das viroses, o Outlook Express funciona e tem as características necessárias para agradar à esmagadora maioria dos utilizadores."
    Essa emagadora maioria, é a tal que não sabe que existe vida para além da m$,

    Se me permites, a tua posição revela falta de contacto com o utilizador médio. Mesmo um programa simplório como o Outlook Express é usado apenas a meio gás pelo comum dos mortais. Não são muitos que usam as capacidades de filtragem, fazem gestão de folders, multi-accounts, assinaturas digitais, templates, etc, etc.
    Ou seja, o Outlook Express chega perfeitamente para o que fazem no dia a dia. Não precisam de maior, melhor ou mais vistoso. E não esquecer o quinto mandamento da informática: "If it's not broken, don't fix it" ;-)

    um abraço,

    m i g u e l   v i t o r i n o, Blog

    Re:As pessoas usam quando tomam contacto.... (Pontos:1)
    por gibberling em 01-07-02 21:53 GMT (#77)
    (Utilizador Info)
    Acho estranho que defendas o que EU acho que é o tendão de Aquiles da Microsoft, em termos de segurança e viroses - o Outlook - lá porque é simples não implica que seja bom, à paleta do Outlook anda toda a gente, todos os dias a levar com todos os vírus possíveis e imaginários. Segundo esse 5º mandamento da informática (if it's not broken, don't fix it) deve fazer muito sentido nos dias que correm, por exemplo imaginemos que pego aqui no meu cd do Windows 2000 (original), instalo, configuro um servidor simples de um site anti-linux e "como não está estragado, não o arranjo", vamos ver quanto tempo ele se aguenta online... ;)
    Re:As pessoas usam quando tomam contacto.... (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 5:28 GMT (#121)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    se nao queres sair do windows, que tal experimentar o sylpheed win32 ou o sylpheed claws win32

    e' rapido, pequeno, leve, simples, eficaz mas mesmo assim cheio de capacidades
    e nao vai contra os standards da net, pelo contrario, tenta usa-los unicamente
    pode nao ser tao bonito como o OE, mas tambem podes brincar com os themes do GTK

    o problema continua a ser o mesmo... habito, as pessoas usam as 1ºs coisas que aparecem, escolhem uma e depois teem muita inercia a mudar, mesmo que o outro seja tao bom ou melhor

    e' um maldicao... e' bom, mas como nao e' igual, nao sei usar, nao interessa...

    Higuita
    Re:As pessoas usam quando tomam contacto.... (Pontos:2)
    por BlueNote em 02-07-02 9:53 GMT (#101)
    (Utilizador Info)
    Acho piada à descrição que fazes da garotada quando descobriu os joguinhos em linux porque me lembra o que se passou na 1.a mega-LIP do Porto, em 2000: a miudagem não se atrapalhava nada, usava kde, gnome, whatever, encontrava logo os joguinhos e passaram horas super-felizes a desbundar :-)

    Os graúdos é que cruz-credo: linux?; ai que coisa; que é isto? um botão com um K; onde estão os programas?; tem word? ai que coisa tão complicada; etc...

    O problema está nos... jogos. (Pontos:1)
    por Psiwar em 01-07-02 21:42 GMT (#76)
    (Utilizador Info)
    Eu diria que a grande dificuldade em destronar o Windows está nos jogos de computador. A verdade é que a nível do PC não existe competição à Microsoft. E como já diz o ditado, "De pequenino é que se torçe o pepino."

    Todos os presentes que compraram o seu primeiro computador para jogar jogos levantem a mão. Ena, levantaram todos. (ou quase todos :P) Pois é, a juventude do mundo (e não só) utiliza a maior parte do seu tempo ao computador a jogar jogos. E quem é que oferece a maior escolha (senão a escolha toda)? É o Windows. Existem (ou existiram) algumas tentativas para lançar esse mercado em Linux mas apesar do ocasional sucesso (como a Loki...até fechar) foi uma tentativa falhada. Primeiro, porque existem poucos utilizadores de Linux no desktop e segundo porque ainda menos vão comprar os jogos.

    Ora assim as crianças vão crescer como users de windows e como se sabe, hábitos são muito dificeis de perder, principalmente quando se passa ao mundo do trabalho. E a M$ soube aproveitar bem este facto e por isso lançou a sua divisão de jogos com jogos como Ages of Empires e Dungeon Siege (que são boas bostas mas hey, não é a opinião geral) e mais recentemente a sua consola X-Bosta. (ao que parece segue os padrões de qualidade do resto dos produtos M$ e crasha que se farta).

    Felizmente ou infelizmente, acredite-se ou não, não é tornando o Windows num ambiente cheio de aplicações open source ou alternativas que se vai mudar as mentalidades relativamente à utilização do PC... mas sim pelos jogos. Enquanto o Linux não se transformar (também) numa máquina de jogos nunca irá conseguir vencer a guerra. A guerra é para conseguirmos que algo tão importante como é o computador, não esteja refém de um sistema operativo proprietário e sem qualidade.
    Re:O problema está nos... jogos. (Pontos:1)
    por gibberling em 01-07-02 22:03 GMT (#79)
    (Utilizador Info)
    Na guerra pelo desktop a batalha só será ganha, sem sombra de dúvida, quando os jogos correrem nativamente em linux, porque ninguém vai perder horas a configurar o Wine para correr um jogo que já saíu há 6 meses/1 ano. Todos querem comprar um cd e metê-lo a correr no PC sem mais demoras, mesmo quem tem uma consola por vezes não resiste a querer jogar a última bomba para PC ( se o hardware o suportar;) Mas existe um grave problema de arquitectura que impede tudo isto, que é o lindo X (cof, cof), e até se resolver este "pequeno" (leia-se grande) problema a maior parte dos jogos irão ser sempre versões inferiores dos que correm em Windows.
    Re:O problema está nos... jogos. (Pontos:2)
    por mlopes em 02-07-02 10:40 GMT (#103)
    (Utilizador Info)
    Os jogos, não vão começar a aparecer para Linux por milagre! Se reparares bem no artigo, o artigo sugere aquilo que deves fazer se queres que as empresas que fazem desenvolvimento de jogos, sites e aplicações, passem a fazê-lo tambêm para Linux!

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    E não só... o problema é o warez!! (Pontos:2)
    por BlueNote em 02-07-02 13:27 GMT (#109)
    (Utilizador Info)
    Ainda bem que falas em jogos, porque isso nos leva a uma dificuldade ainda maior à penetração de linux no desktop: para linux não há warez!

    As ferramentas comerciais e os jogos têm de ser comprados e as suas licenças pagas, uma vez que não há um esquema generalizado de pirataria -- o acesso a coisas raras é escasso, uma vez que a maioria dos utilizadores particulares (neste contexto, não empresariais) de linux só correm software livre e/ou de licenciamento gratuito.

    Como nenhum utilizador particular (e poucos empresariais, mas isso é outra conversa) de Windows paga os CorelDraws, Offices, AutoCADs, EasyCDCreators, EudoraPros OrCADs, MatLabs, HalfLifes, TombRaiders, CARTs, TheSIMS, Quakes, etc, mas ARRANJA VERSÕES PIRATA e sabe que para linux teria que os pagar, prefere ficar com o Windows! Afinal de contas, presentemente não paga nada para usar Windows...

    Re:E não só... o problema é o warez!! (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 5:13 GMT (#119)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    grande verdade

    o linux nao tem tanto apoio porque a grande maioria do pessoal nao paga o que tem no disco...
    se tivesse de pagar, queria ver se gostavam tanto do window$ e afins...
    finalmente iriam poder comparar a relacao qualidade/preco do linux com o resto e apanhar uma supresa

    queria ver quantos e' que iriam pagar para manter o habito de usar o window$ e melhor ainda, pagar pelas actualizacoes e pelos bugs todos

    Higuita
    Re:O problema está nos... jogos. (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 5:21 GMT (#120)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    o problema esta' tambem nas pessoas nao saberem julgar os jogos... o que interessa e' a hype, os graficos, muitos CDs, etc...
    nem que o jogo seja uma bosta, a hype faz o jogo

    no linux existem muitos jogos optimos que poucos conhecem... e sao realmente bons jogos, pois mesmo nao tendo o grafismo dos parentes no windows dao muitas mais horas de divertimento

    um jovem de hoje em dia que joge o nethack diz que e' uma bosta (nao e' 3D?! TEXTO!!! que horror... as interfaces graficas sao tao "basicas") mas se o jogar realmente vai ver que e' um dos melhores jogos criados
    o freeciv nao tem nada a perder em relacao aos parentes do windows, a nao ser os graficos
    o koules e' um jogo excelente... quantos o conhecem?

    existem tambem jogos em linux com bom aspecto, tipo o gtron e varios outros que usam motores 3D
    mas como nao teem HYPE, nao interessa, sao desconhecidos

    de referir que grande parte destes jogos tambem corre no windows, mas o problema e' mesmo o pessoal nao os conhecer, nao haver grandes hypes de publicidade

    Higuita
    Fanáticos... (Pontos:1)
    por Prisoner em 01-07-02 21:58 GMT (#78)
    (Utilizador Info)
    Boa noite... Eu sou utilizador de Windows desde sempre, não por falta de interesse em conhecer o Linux mas por falta de possiblidades. Já o cá tive instalado, até já encomendei distribuições Linux por correio, mas, infelizmente, na minha área não conheço ninguém que me possa ajudar, e (peço desculpa pela minha falta de vontade) prefiro ler um bom livro a ler megabytes de How-TO's.

    Em relação ao artigo, queria só dizer algumas coisas:
    - eu uso o Windows XP antes mesmo deste ser lançado oficialmente e, que me lembre, nunca crashou (é a build 2600 claro).
    - Vocês não podem dizer que o mozilla é melhor que o IE só por causa das tabs. É que, só por acaso, eu uso o NetCaptor, que é um browser que usa o render do IE mas tem tabs :)
    - Também não podem dizer que o mozilla é mais rápido que o IE, porque de facto, não é. A menos que estejam a falar do IE 5.0. Já nem me lembro da performance desse: quando vi o 6.0 fiquei apaixonado. Não pelos iconezinhos mas pela rapidez. Carrega depressa e faz o render também muito depressa.
    - Sempre usei o Outlook Express e também nunca tive problemas. Muito menos viroses.
    - Já ouvi muitos criticos que avaliaram o Real Player e o WMP, e disseram que o formato deste ultimo tinha uma melhor qualidade sonora.

    Por ultimo, queria também dizer que simplesmente, acho tanto o KDE como o Gnome programas muito mais feios e instáveis que o Windows (e olhem que eu uso theme "Classic" no WinXP).
    Agora flamem aí com força...

    - Prisoner

    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por gibberling em 01-07-02 22:11 GMT (#81)
    (Utilizador Info)
    BTW o teu post é um flame puro... isto é +/- um site de Linux/OSS

    Ainda bem que és feliz com o teu Windows XP, eu sou feliz com o meu Slackware 8.1, e é assim que deve ser.

    One more "PRISONER" of Microsoft...
    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por Prisoner em 01-07-02 23:31 GMT (#83)
    (Utilizador Info)
    Eu sei que site é este, mas continuo a vir cá porque nunca perdi a esperança de um dia conseguir usar linux :) A sério, eu gostava muito de o saber usar, simplesmente não sei.
    Contudo, embora não seja grande apreciador da Microsoft, tenho que admitir que alguns, senão a maioria dos comentários que aqui estão são de autênticos fanáticos...
    Por outro lado: gostavas que toda a gente concordasse com tudo o que aqui se diz? Porquê, é bom para o teu ego? Não gostas que te contrariem? Pois olha, apesar de ser um sonho para mim usar Linux, pode-se dizer que estou relativamente bem servido com o que actualmente tenho. Estás escandalizado não?
    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por ashes em 02-07-02 1:25 GMT (#88)
    (Utilizador Info) http://www.grupolinux.org/~ashes
    Boas ...

    Eu sei que site é este, mas continuo a vir cá porque nunca perd Eu sei que site é este, mas continuo a vir cá porque nunca perdi a esperança de um dia conseguir usar linux :) A sério, eu gostava muito de o saber usar, simplesmente não sei. i a esperança de um dia conseguir usar linux :) A sério, eu gostava muito de o saber usar, simplesmente não sei.

    Como podes então dizer que o Windows, IE e afins são melhores que o linux. ?
    A partir do momento em que tenhas usado o linux e usufruído das suas potencialidades, aí sim ... Aí aceito a tua opinião, posso ou não concordar, mas uma coisa é certa, eu aceito-a.
    Desculpa, mas não posso concordar com a tua opinião neste caso em particular !
    Eu em casa uso linux, e não troco .. Sim também tenho o windows xispe, e sim tambem usei antes de sairem as versões finais.
    E a minha opinião é: " O linux é melhor" . Pronto é esta a minha opinião, podes aceitar ou não ... és livre disso. Mas ao menos posso fundamentar, pois já usei várias versões quer do windows, quer do linux. E neste momento não tenho problemas em afirmar que no PC de casa tenho dual-boot.
    Outro aparte, se tens problemas em ler manuais .... contra isso nada a fazer, se queres a papinha feita ... pronto tu lá sabes ..
    Aparece um dia numa LIP, e instala o linux, vai usando, testando ... enfrentar os problemas que possam surgir, e verás, que um dia mudas a tua opinião ...
    Tenho dito

    HoDiE MiHi CrAs TiBi

    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por Prisoner em 02-07-02 14:10 GMT (#110)
    (Utilizador Info)
    Por favor, eu nunca disse que o Windows era melhor que o Linux. Eu bem sei que não é. Simplesmente acho que às vezes exageram...
    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por Prisoner em 01-07-02 23:33 GMT (#84)
    (Utilizador Info)
    Outra coisa... Desculpa mas não sei onde é que ofendi alguém... Não era a minha intenção, mas não sei onde o fiz. Deves ser mais um fanático que pensa que tem sempre razão e que toda a gente devia usar Linux.
    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por gibberling em 02-07-02 0:43 GMT (#86)
    (Utilizador Info)
    Pelo teu tom de resposta, o fanático aqui és tu e lamento imenso que não consigas utilizar Linux, mas sabes que mais, o problema é teu, não meu, não estejas à espera de subserviência por parte da comunidade, porque isso ninguém dá, nem deve dar, se estás bem servido bom para ti... Eu também estou.

    Provavelmente estavas à espera que todos te caíssem em cima com mais flames. No meu caso estou-me perfeitamente a cagar para o que tu pensas e quem é que tem razão. Não vi aqui nenhum fanatismo por parte de niguém, só da tua parte, já que falas no plural e ninguém pensa da mesma maneira.

    Take it easy...


    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por ampf em 03-07-02 14:21 GMT (#128)
    (Utilizador Info)
    "Pelo teu tom de resposta, o fanático aqui és tu e lamento imenso que não consigas utilizar Linux, mas sabes que mais, o problema é teu, não meu, não estejas à espera de subserviência por parte da comunidade, porque isso ninguém dá, nem deve dar, se estás bem servido bom para ti... Eu também estou."

    Esta é uma reação típica de um nerd que acha que sabe mais que os outros e que nasceu ensinado.

    Todos podem aprender as coisas. É perfeitamente viável que prefira um Livro a um HOWTO. Apesar do HOWTO ser de índole prática um Livro tem "espaço" para se debruçar sobre outros aspectos (vantagens, desvantagens....)

    P.S. - so para que não digam que não experimentei *nix, tenho no meu portatil (com "ainda" pouco uso) e em 3 servidores de uma instituição que trabalho.

    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por gibberling em 03-07-02 18:08 GMT (#130)
    (Utilizador Info)
    Nerd é a tua mãe! :P

    A minha reacção foi devida à má educação do Prisoner, chega aqui e chama fanáticos a todos... está à espera de quê... Tenham santa paciência...

    Prefiro f*der a ler livros e Howtos... Existem prioridades caro Windows geek ;)

    Fica bem


    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por Prisoner em 03-07-02 20:49 GMT (#132)
    (Utilizador Info)
    Santo Deus, tu tens a mania da perseguição ou quê? Onde é que eu fui mal educado com alguém? Se eu dissesse "São todos uns filhos da...", ainda tá bem, mas só disse que achava que alguns eram fanáticos por causa dos argumentos que estavam a tentar impor.
    Não fui mal educado com ninguém e até acho que justifiquei a minha opinião. És é muito susceptível. Take it easy...
    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por ampf em 04-07-02 8:24 GMT (#136)
    (Utilizador Info)
    Quem tem que ter paciência és tu. Essa estúpida ideologia do "eu é que sei" é a ideologia dos ditatores.

    Quanto a prioridades, tu lá sabes a tua vida e as tuas necessidades. Não precisas de vir para aqui dizer isso pq ninguém te perguntou nada.

    Nem vou responder a essa do "Windows geek". Não sei a tua idade nem quero saber mas se calhar já uso Linux à mais tempo que tu e, apesar de não ser um purista (who cares!) acho que cada um dos SOs é bom para coisas distintas. Por exemplo Excel com VBA, webquerys, SOLVERs, analisys toolkit não tem nada a ver com a folha de cálculo do staroffice.
    Ou, por outro lado, as capacidades de scr1pting do Linux em que consegue automatizar "quase" tudo.

    Ponto 1: em termos de servidores, não troco Linux por nada
    Ponto 2: em termos de desktop, DEPENDE! Um é bom para DTP (office - apesar de ser possível com o crossover usá-lo no Linux, ainda não testei) e o outro para desenvolver SW para web (java, scr1pting em php........)

    Cada um deve escolher de acordo com o uso que dele vai dar. Não se deve é marginalizar os outros nem achar que "o meu é melhor que o teu". Pahh isso são ideias da escola primária. Grow up.

    Tenho dito

    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por gibberling em 04-07-02 19:35 GMT (#139)
    (Utilizador Info)

    Não sei a tua idade nem quero saber mas se calhar já uso Linux à mais tempo que tu(...)

    (Ou seja és melhor do que eu! E mais velho! LOL!)

    Não se deve é marginalizar os outros nem achar que "o meu é melhor que o teu". Pahh isso são ideias da escola primária. Grow up.

    Parece-me uma contradição... ou não?

    Aprende a ler e escrever primeiro... E ganha juízo... armado em cavalheiro... pffffff...


    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por ampf em 05-07-02 10:20 GMT (#141)
    (Utilizador Info)
    (Ou seja és melhor do que eu! E mais velho! LOL!)

    Velho: ainda não :) Melhor que tu: não sei, não te conheço. De qq maneira, são tuas as palavras, não minhas. Só estava a refutar a afirmação de "windows geek" e não a contradizer-me.

    P.S. - não volto a entrar em mais "flames" contigo. Já vi que nada muda nessa massa cinzenta. Não sabes ouvir...
    P.S. - pahh se vais dizer que mais vale alguma massa cizenta do que nenhuma, poupa o trabalho

    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por Psiwar em 02-07-02 2:12 GMT (#89)
    (Utilizador Info)
    Quando começas um post com o título fanáticos estás mesmo a pedir flames e a denegrir a tua própria opinião. De facto o crescimento de fanáticos do Linux começa a ser preocupante. Mas isso é tema para outra conversa e não devias ter começado o teu post assim.

    Por outra lado temos aqui uma pessoa que tem interesse em conhecer o Linux e encontra dificuldades em começar. Não seria melhor a comunidade dar-lhe links e material por onde começar?

    Prisioner, de facto o IE é mais rápido que o Mozilla (sendo o Opera mais rápido que o IE) mas o que não percebes aqui é o conceito está por detrás das "browser wars". A M$ inclui no IE algumas funcionalidades proprietárias que as pessoas que fazem sites podem aproveitar, isso leva a ir aparecendo um número crescente de sites IE only. O que faz com que a Internet deixe de ser o mundo maravilhoso e livre que tanta popularidade lhe deu, para ser algo cada vez mais ao sabor das corporações e interesses comerciais. Logo, se podes usar o Mozilla em vez do IE, usa. Os teus filhos irão agradecer.

    - A maior parte dos utilizadores de Outlook nunca sabe que apanhou uma "virose". No entanto eu recebo 3 virus por dia no meu email, vindos de utilizadores de... Outlook.

    - KDE e Gnome, feios e instáveis? É porque nunca viste um deles bem configurado e quitado à maneira. =)

    Esta é a parte em que acendo o lança-chamas para te queimar... :P
    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por Prisoner em 02-07-02 14:11 GMT (#111)
    (Utilizador Info)
    Boas...
    Desde já agradeço o tom da tua resposta :)

    Eu não critiquei a existência de sites IE-only nem sequer esse monopólio que a Microsoft está a tentar conseguir. Isso é um facto mais que sabido. O que eu critiquei foram as opiniões de pessoas que dizem que o Mozilla é melhor que o IE só por causa de uma feature que ao fim de contas, se procurarmos bem, também encontramos no IE. Entretanto, já saquei o Opera 6.04 e vou voltar a utilizá-lo (sim, voltar).

    - Não estarás a confundir MS Outlook com Outlook Express? E a propósito, eu não uso o primeiro, mas sempre ouvi falar nos bugs de segurança deste. Não estarão eles já corrigidos? Pelo menos os mais explorados? Neste caso, a culpa deve-se aos utiliazdores que usam uma versão antiga sem qualquer patch ou os bugs continuam mesmo lá e a MS nao faz nada para os corrigir?

    - Desculpa, mas estou sempre a ver em revistas (sim, já cheguei a comprar revistas de Linux na esperança que me ajudassem) KDE's e GNOME's que por acaso até estavam bem porreiros mas... nunca consegui saber como é que fazem isso :)
    Re:Fanáticos... (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 4:57 GMT (#117)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    se consideras o netcaptor como o IE, entao fica sabendo que eles vai permitir usar o gecko (o motor do mozilla) nele...
    e ja' agora, vai ao www.mozdev.org e diz-me onde o IE e variantes teem aquelas capacidades todas disponiveis ou em construcao
    nisso nao existem quaisquer duvidas, o mozilla tem muito mais capacidades que o IE... talvez no IE7...

    quer o outlook quer o outlook express estao cheio de bug que permitem os virus entrar e executar
    eles usam a mesma tecnologia por traz (o IE)

    agora como o M$ outlook e' pago, vem no office, eles fazem mais patchs para ele e mais rapidamente pois a sua utilizacao mais empresarial os obriga a isso
    o outlook express por vezes esta' varios meses ou anos com bugs por corrigir e o proprio metodo de corrigir e' idiota... para corrigir um bug geralmente tens de sacar um novo IE+outlook express (varios MB), para depois descobrir que ja' vem desactualizado e precisa de mais patchs... para depois se aparecer outro service release que te obriga a sacar outra vez uma data de MB

    finalmente, se nao queres aprender a usar linux e ja' estas habituado a usar o window$, isso e' la' contigo, agora dizer que XYZ e' mau, sem sequer saber usa-lo, e compara-lo com ABC, que se sabe usar bem e' ridiculo...

    como posso eu dizer que os ETs sao feitos e burros se eu nao conheco nenhum (bem, tirando uns profs meus da faculdade 8)

    se estas a espera que o linux fique como o windows, para nao teres de aprender um sistema novo, podes tirar o cavalinho da chuva...
    e aprender linux nem sequer custa assim tanto, depois de se perceber certas coisas basicas, mas exige vontade de aprender (a mesma que tiveste de ter para passar do win9x para winChisPe, ou vais-me dizer que te sentiste em casa no ChisPe quando o comecaste a usar?)

    Higuita
    Re:Fanáticos... (Pontos:2)
    por mlopes em 02-07-02 10:49 GMT (#104)
    (Utilizador Info)

    Também não podem dizer que o mozilla é mais rápido que o IE

    Mesmo sentado ao meu lado, tenho vários utilizadores do IE, de facto o IE deles arranca um pouco mais depressa que o meu Mozilla, mas não tenhas a minima dúvida, que durante a utilização o Mozilla dá bailes, em velocidade, ao IE, especialmente em sites com JS! Por exemplo num site que tem 7 dropdown menus a serem validados com JS e em que uns deles têem conteudos dependendo da escolha em outros, o site no Mozilla abre e mostra-me imediatamente os conteudos, enquanto em IE tenho que esperar cerca de 5 segundos até ver alguma coisa dentro dos dropdowns! Outro teste com resultados semelhantes aconteceu em sites com menus daqueles que te mostram uma div com opções quando passas com o rato sobre as opções do menu principal!

    Se achas mesmo que o IE é mais rápido dá exemplos concretos, que se eu tiver duvidas faço o teste em condições semelhantes às que descreves!


    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Fanáticos... (Pontos:2)
    por higuita em 03-07-02 5:08 GMT (#118)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    bem, para mim, em PCs com bastante memoria , o IE6 e o mozilla 1.0 com o quick launch activo demora o mesmo tempo a arrancar, podendo-se escrever no mozilla 1º que no IE
    a abrir novas janelas, o IE e' mais rapido (pouco), mas com as tabs o mozilla ganha
    a fazer o rendering em muitos sites nao se nota nada, mas em sites complicados o mozilla costuma ganhar, principalmente com muito javascr1pt e coisas novas de html e css

    e' capaz de te fazer muito mais diferenca se tens algo da pagina no cache ou nao do que a velocidade dos dois, como usas mais o IE e como este tem uma cache enorme por default, presumo que digas que o IE e' mais rapido por causa disto

    sobre o media player, a M$ aposta bastante nele, logo presumo que existam muitos "criticos" que dizem muita coisa (tal como aqueles que fazem relatorios sobre linux, mas esquecem-se de referir que recebem $$ da M$)
    ate' podera' ser que o wmp tenha um pouco mais de qualidade, mas eu nunca notei... o que interessa mais e' que o servidor da realaudio e' pago e o do wmp nao (apena se esquecem de dizer que tens de pagar a licensa do windows que esta' por baixo...)


    Higuita
    Re:Fanáticos... (Pontos:1)
    por jazzy em 02-07-02 8:21 GMT (#98)
    (Utilizador Info)
    Caro AC: o facto de não concordar com as ideias do Prisoner (eu tb não concordo, por sinal) não lhe dá o direito de desconsiderá-lo (irra, associar uma pessoa ao Sr. Gates. Mais vale mandá-lo à m***a). Aceitemos a pluralidade de ideias... Jazzy
    Uma mensagem a passar em diante (Pontos:2, Interessante)
    por joaorf em 02-07-02 2:36 GMT (#93)
    (Utilizador Info)
    Muitos já reconheceram que o artigo do Paulo Rocha está muito bom. Porém, daqui a uns dias, quando o artigo tiver sido empurrado para o arquivo do Gildot por um torrente de novos artigos, arrisca-se a ficar esquecido. E há muitos leitores do Gildot, momentaneamente ausentes, que não o vão ler.

    O que eu sugeria ao autor é que crie uma página Web onde o artigo esteja disponível. De preferência, o site deverá ter a funcionalidade de permitir o envio do artigo por Email a um amigo.

    Os nossos Emails são diariamente inundados de forwards idiotas. Porque não aproveitar essa tendência compulsiva que algumas pessoas têm em fazer forwards, para ajudar a divulgar artigos prementes como este?

    Re:Uma mensagem a passar em diante (Pontos:1)
    por Antonio Manuel Dias em 06-07-02 23:13 GMT (#143)
    (Utilizador Info) http://maracuja.homeip.net
    Este artigo está disponível em http://maracuja.homeip.net/geral/artigos/IE_nao .
    Antonio Manuel Dias http://maracuja.homeip.net - hold fast to the one noble thing -
    Artigos relacionados aqui no Gildot (Pontos:2)
    por Ricardo Dias Marques em 02-07-02 9:50 GMT (#100)
    (Utilizador Info)

    Boas,

    Antes de mais, parabéns também ao Paulo Rocha pelo seu artigo.

    Julgo que poderá ter interesse a leitura de alguns artigos relacionados aqui no Gildot:


    Um abraço a todos, Ricardo
    Re:ok IE Nao nem Windows Media.. disposto a mudar (Pontos:2)
    por mlopes em 05-07-02 11:21 GMT (#142)
    (Utilizador Info)
    É melhor submeteres um artigo sobre isto, para ir para a primeira página! aqui é bastante provável que pouca gente o veja e por isso venhas a obter poucas ou nenhumas respostas!
    De qq maneira aconselho-te a usar o formato Real que é o mais standart e funciona em quase todo o lado!
    Podes tambêm utilizar mp3!

    Mas tenta submeter mesmo o artigo para a página principal, porque assim não há de faltar gente disposta a ajudar!

    Marco Lopes

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]