gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Projeto TinyCOBOL na língua portuguesa
Contribuído por jmce em 30-06-02 12:46
do departamento MOSTRA-NA-TELA-"alô-mundo"
News Hudson escreve: "O projeto TinyCOBOL dá um grande passo para os programadores COBOL de língua portuguesa! Para que os programadores COBOL brasileiros/portugueses tivessem mais acesso ao projeto, foi criado uma homepage na língua portuguesa sendo realizado também a tradução dos manfiles e documentação existente no projeto, disponível nos formatos MAN e HTML/PDF/PS/DVI/SGML, respectivamente. Houve a criaçao também de um WikiWikiWeb, que é um sistema de groupware, aonde pode-se reunir e agrupar informações facilmente, sendo que a maioria dos tutoriais estão escritos em português! Qualquer usuário pode acessar e fazer as modificações da maneira que achar melhor. Há também uma secção relativa a COBOL no CIPSGA com todos os tutoriais que são retirados do WikiWikiWeb e com download das versões do TinyCOBOL, para facilitar o uso do TinyCOBOL pelos programadores COBOL em geral."

Tux? | Porque não utilizar Internet Explorer, Outlook, ...  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Hudson
  • TinyCOBOL
  • homepage na língua portuguesa
  • WikiWikiWeb
  • secção relativa a COBOL no CIPSGA
  • Mais acerca News
  • Também por jmce
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Re:.. (Pontos:0, Despropositado)
    por PimpMastah em 01-07-02 18:06 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Essa alusão ao futebol é desnecessária e estúpida.

    Eu não gosto de brasileiros, e é sabido que eles também não gostam de nós. Volta não volta ouço a minha mãezinha a dizer as novelas retratam o "português" é sempre aquele tipo colonialista e *esclavagista* que oprimiu o brasil durante anos.

    Também tens os exemplo da brilhante série "sai de baixo" que toda a gente gosta mas, de vez em quando, lá mandam a piadinha anti-pt.

    Mas não é por causa disto que não respondi ao artigo original (a acredito que a maior parte das pessoas partilhe das mesmas razões)

    Já pensaste que mete nojo ver brasileiros a apregoar documentação em "português" ? É a história de sempre.

    E depois... cobol? Tens noção que só há meia dúzia de pessoas neste país que se interessam sériamente por cobol e que têm mais de 50 anos? Ou seja, tens um post sobre documentação em brasileiro de uma linguagem completamente obsoleta. Porque é que achas que ninguém respondeu?

    Re:.. (Pontos:1)
    por PimpMastah em 01-07-02 18:08 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Peço desculpa pelos erros ortográficos :) Escrevi depressa e carreguei no enviar em vez do antever por acidente.
    Re:.. (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 02-07-02 0:06 GMT (#7)
    Eu sou brasileiro e, como a maioria de nós, descendente de portugueses. Eu não vejo nenhuma raiva por parte de nós, no máximo se contam anedotas de português :-) O português falado aqui realmente tem algumas diferenças mas todos nos entendemos. Quer vocês queiram quer não somos a maioria dos lusófonos no planeta. Hoje em dia todos querem aprender inglês dos EUA e não da Inglaterra, que já os colonizou. Além disso, o autor do projeto é brasileiro e portanto tem todo o direito de escrever segundo o modo que aprendeu.
    Re:.. (Pontos:2)
    por nmarques em 02-07-02 9:52 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://morgul.xpto.org
    Em 1640 uma esquadra sobre o comando de um almirante britanico saiu de pernanbuco para interceptar uma esquadra portuguesa que vinha a socorro da comunidade portuguesa. A esquadra britanica tinha sobretudo nativos do brasil e recuou, ou foi posta em fuga quando nativos do brasil fecharam os poroes da polvora e recusaram-se a fornecer polvora para os canhoes dizendo "Portugueses nao ajudam a matar Portugueses, nem matam portugueses".

    De qualquer forma os holandeses oprimiram muito mais que os Portugueses, veja-se que foram proprios nativos brasileiros a ajudar os portugueses a correr com os holandeses de la para fora... De qualquer forma toda a informacao que vi em sites governamentais brasileiros retratam sempre o portugues como um aliado e amigo e nao com a descricao que descreves. Xeno...

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it.../I
    Re:.. (Pontos:1)
    por PimpMastah em 02-07-02 11:32 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Sim, pequenino :) Mas o que chega cá são as novelas e não o discurso dos sites governamentais.

    E aposto que é o mesmo que acontece em cada favela :)
    Re:.. (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 02-07-02 11:17 GMT (#9)
    "E depois... cobol? Tens noção que só há meia dúzia de pessoas neste país que se interessam sériamente por cobol e que têm mais de 50 anos? " Saiba que tenho muitos amigos brasileiros que estão a ganhar um bom dinheiro em Portugal com COBOL, DB2 e Mainframe...coisas do passado que as grandes empresas insistem em manter vivas gastando milhões...
    Brasil e Cobol, Cobol e Brasil (Pontos:2, Esclarecedor)
    por CRPilger em 02-07-02 14:14 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://charles.pilger.inf.br
    Pois é... Deixe-me ver: brasileiros fazem muitas piadas em cima dos portugueses, chamando-os de burros. A gente vê notícias como essa e até pensa que pode ser verdade... Mas essa é uma generalização, assim como é uma generalização chamar de burro alentejanos, além do que besteira tudo que é ser humano faz, logo dizer que isso é uma característica de um povo é um erro. Pessoalmente não vejo aqui no Brasil nenhum sentimento anti Portugal. O que vejo são brincadeiras, piadas, quando muito. Se alguém tem sentimentos anti-portugueses aqui isso se deve mais à ignorância, como qualquer outro preconceito. E num post aqui falaram sobre novelas. Oras pitangas! Se for para levar novelas como retratos da sociedade, quero só lembrar que recentemente a Rede Globo conseguiu fazer uma novela cuja história se passava na Bahia e que quase não tinha negros na história. Levando em conta que 80% da população baiana é formada por descendentes de africanos, é algo absurdo, assim como foi absurda a cena de candomblé com figurantes brancos. Ou seja: se alguém quiser ver a realidade brasileira em novelas perde tempo. E quanto ao Sai de Baixo... Oras, esperar seriedade de um programa que tem um humor é no mínimo uma contradição. E o Cobol? Não, não vou defender o Cobol. Odeio o Cobol, já programei nessa linguagem e fico com coceira só de olhar uma procedure division. Mas tem empresas que tem muita coisa desenvolvida nele. Sistemas bancários, que trabalham com uma quantidade enorme de dados, quantidade essa digna de botar muito servidor SQL bom no chão, usam e abusam de Cobol. Tenho um amigo (que por sinal adotou o nick irônico de "Old Dino") que tem seu ganha-pão desenvolvendo para Cobol. Ele odeia a linguagem, mas sabe que é um nicho muito bom em termos salariais. E antes que alguém comente que é loucura uma empresa trabalhar com uma linguagem tão antiga só quero lembrar que as versões mais recentes da linguagem tem suporte a OO e outras coisitas mais. A linguagem ainda vive e evolui, ao contrário do pensamento de quem acha que só porque a linguagem tem anos e anos de vida não presta mais. Se for por isso joguemos as várias bibliotecas científicas em Fortran que tem por aí e que já foram para lá de testadas e depuradas que existem por aí, assim como o Unix, um conceito de sistema operacional que tem mais de 30 anos e é maduro. Ou será que vamos todos abraçar o Windows XP e o C# só porque são as coisas mais recentes que tem no mercado hoje?
    Re:.. (Pontos:1)
    por McB em 11-07-02 17:55 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Concordo contigo nisso tudo....
    Mas...
    Isso tira o mérito a quem fez este projecto?
    Porque foi um brasileiro que fez isto, então deve ser ignorado?
    Não estás a buscar justificações completamente idiotas?

    Nota bem que concordo contigo quando te referes à frase "Será que ainda és dos muitos que vivem enganados na mentira que os brasileiros adoram Portugal?".

    Claro que não, para eles Portugal é A PORTA PARA A EUROPA..

    Mas, anyway, PARABÉNS pelo desenvolvimento do projecto.
    Há um par de anos atrás, programar em Cobol para Linux era um pesadelo autêntico (conheço casos de pessoas que tiveram que usar emuladores de *BSD, salvo erro, para poderem desenvolver em Cobol!)

    Yours,
    McB!

    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux
    Re:Telegrama (Pontos:1)
    por McB em 11-07-02 18:13 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    "Manoel", só se for na tua terra...

    Yours,
    McB!
    They told me it need Windows 95 or better, so I chose Linux

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]