gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
CG - C for Graphics
Contribuído por AsHeS em 17-06-02 23:04
do departamento linguagems
News WhiteShadow escreve "Mais uma vez a NVidia tenta inovar, criando uma linguagem de alto nível (semelhante ao C++) exclusivamente para gráficos. Segundo eles, "Cg is C for graphics. "The idea is to move the programming of GPUs to a higher level language, rather than the low-level assembly coding that has been required in the past. Assembly language programming is fine for short programs, but it gets quite difficult to extend as GPUs become more highly programmable and support longer and more flexible programs. Higher level language programming allows developers to express themselves more directly, without getting into as much detail of the hardware operation. Developers can create and modify programs easily, and they will be compiled to run well on any hardware." E o melhor de tudo é que os programas de CG supostamente correm em OpenGL e DirectX quase sem modificações! Espreitem mais sobre o assunto no site oficial e leiam esta entrevista. Que dizem sobre isto? Vai ter sucesso? "

Teleport para quando? | ADSL mais cara da europa ..... onde ?  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • WhiteShadow
  • NVidia
  • site oficial
  • entrevista
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Commodity Graphics Processing (Pontos:1)
    por lbruno em 18-06-02 12:18 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://i.hate.spammers.yi.org/~lbruno/
    Higher level language programming allows developers to express themselves more directly, without getting into as much detail of the hardware operation.
    The idea is to move the programming of GPUs to a higher level language, rather than the low-level assembly coding that has been required in the past.

    Ou seja, os programadores de jogos irão poder abstrair-se dos detalhes específicos do hardware. Tornar-se-á indiferente programar para uma placa gráfica X ou para uma placa gráfica Y, desde que seja suportada pelo CG.

    Portanto, se esta linguagem for adoptada pelos outros fabricantes de placas gráficas, estabelecer-se-á um mercado em que cada um deles ficará mais vulnerável à concorrência. Isto porque se torna fácil trocar de gráfica, dentro do mercado de gráficas que suportem CG.

    O resultado é uma quebra nos preços, levando a um mercado de placas gráficas baratas e totalmente intercambiáveis.

    Esta táctica da NVidia permitir-lhes-á aumentar a sua quota de mercado, se os outros adoptarem este standard. Duvido que isto venha a acontecer. Divide and conquer é o lema deles.

    Cheers,
    Luis Bruno


    Cheers,
    Luis Bruno

    Re:Commodity Graphics Processing (Pontos:1)
    por jazzy em 18-06-02 17:02 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    O resultado é uma quebra nos preços, levando a um mercado de placas gráficas baratas e totalmente intercambiáveis.

    Esta táctica da NVidia permitir-lhes-á aumentar a sua quota de mercado, se os outros adoptarem este standard. Duvido que isto venha a acontecer. Divide and conquer é o lema deles.

    Clarifica este raciocínio, pf.

    Se percebi bem a ideia, também se pode dar o caso de a nVidia ter mais a perder do que a ganhar...

    Re:Commodity Graphics Processing (Pontos:1)
    por lbruno em 18-06-02 21:33 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://i.hate.spammers.yi.org/~lbruno/
    No caso da NVidia, se eles já têm a maior parte do "share" só têm a perder.

    Cheers,
    Luis Bruno

    Cheers,
    Luis Bruno

    Re:Commodity Graphics Processing (Pontos:1)
    por gggm em 18-06-02 21:09 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Por acaso a quota de mercado da nVidia no que se refere ao mercado doméstico, ao qual é dirigido, segundo me pareceu, este standart, não é já de cerca de 99,9%?
    Re:Commodity Graphics Processing (Pontos:2)
    por higuita em 19-06-02 2:17 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    99,9% deves estar a sonhar...

    1º existem ainda milhares de placas antigas por ai, a minha savage4 da' bem para os meus gastos (pena nao er suporte 3d para linux )

    2º, deves estar a pensar em PC novos, mas mesmo assim, elas sao caras, compras uma kyro bem mais barata ou uma ati, mais inteligentemente construida e tambem muito boa
    sim, existem as MX e tralhas assim, mas metade delas sao para aldrabar os clientes, exageradamente limitadas na memoria, no gpu ou na frequencia

    ainda a dias fui a uma loja minha conhecida e eles estavam a vender uma ati 7500 para trocar uma velha nvidia tnt2

    Higuita
    grande noticia (Pontos:2)
    por racme em 19-06-02 3:18 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    esta so pode ser uma grande notica,

    tendo em conta o suporte da nvidia pra linux, ja consigo imaginar(pelo menos consigo ;D) o ppl a programar um jogo em CG q tanto funca com directx pra windoze como com opengl pra linux.

    Vamos ver se a ati morde o isco, e criam um standard.


    .:}The Power to Serve{:.
    Re:grande noticia (Pontos:1)
    por Shadow em 19-06-02 12:13 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    tendo em conta o suporte da nvidia pra linux, ja consigo imaginar(pelo menos consigo ;D) o ppl a programar um jogo em CG q tanto funca com directx pra windoze como com opengl pra linux.

    Tens uma imaginação muito fértil, então. O Cg não serve para escrever jogos. O Cg não serve para escrever "programas". O Cg não é nenhuma linguagem portável que funcione em vários sistemas.

    O Cg não passa de uma linguagem de "alto nível", mas que apenas serve para escrever os chamados shaders, que até aqui são escritos em assembly especificamente para cada placa gráfica. A grande "inovação" da nVidia, carregadinha de hype e PDFs de 4MB que pouco ou nada de concreto dizem (sim, eu estive a ler, e não gostei do tempo que o xpdf demorou a desenhar o logotipo da nVidia :D), parece ter confundido muita gente --- o Cg não substitui o OpenGL nem o DirectX, mas sim permite escrever shaders que podem ser usados quer em programas escritos para OpenGL quer para DirectX.

    Quanto ao "suporte da nvidia pra linux", não posso deixar de meter uma colherada --- lembrem-se que a nVidia prometeu mundos-e-fundos open-source (nos tempos da Riva TNT) e depois brindou-nos a todos com drivers binários. Eu, que uso BSD e estava à espera do open-source da nVidia, fiquei a ver navios com uma Riva TNT na mão. Do meu bolso não sai nem mais um tostão para a nVidia.


    Re:grande noticia (Pontos:2)
    por racme em 19-06-02 14:11 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Tenho de travar essas tuas tuas palavras.

    Dei gracas pelo suporte da nivida pra linux, e referi q seria muito mais facil se pudesses fazer rotinas em CG q tanto funcionariam em OpenGL em Linux como com Direct3d pra windoze.
    Nao sei onde descobriste o resto q pra ai falas.
    Onde digo q so vais escrever os jogos so em CG?!?

    Eu, que uso BSD e estava à espera do open-source da nVidia, fiquei a ver navios com uma Riva TNT na mão.
    Compreendo a tua frustacao pelo nao suporte da nvidia pra FBSD. Mas eu, Que tenho aqui 2 Geforces dou gracas, e digo novamentes dou gracas pelo suporte da nvidia pra Linux.

    Ninguem com FBSD vai comprar uma GeForce4 V8460 ULTRA pra depois descobrir q nao existe suporte do fabricante pra FBSD!!? É ridiculo nao !? é o mesmo q aqueles tipos q gritam com todos pois qerem suporte total pro seu modem USB em linux. E quando lhe perguntamos pq raio compraram um USB em detrimento de um com placa de REDE, dizem que é porque é mais facil e rapido configurar USB em windows. Sem palavras!!

    Isto é o que o pessoal responsavel pelo projecto FBSD/Nvidia diz, nao sou eu.

    Q: Why doesn't NVIDIA just release the whole source code?
    A: Various parts of the source code for the NVIDIA drivers are proprietary, as they belong to third party companies. For example, SGI contributed parts of the OpenGL driver. NVIDIA can't just take SGI's code and release it to the public. Luckily, most of the platform specific code can be collected in a kernel module, which is what happened with the Linux driver port. This is much like what we are trying to do for FreeBSD.

    Q: Does NVIDIA know you're doing this?
    A: Yes, we've been in contact with NVIDIA and have sought to resolve license issues as well as asking technical questions. At first, they were incredibly helpful and considerate, which really surprised us.

    Do meu bolso não sai nem mais um tostão para a nVidia.
    Pois do meu bolso saiu depois de ter descoberto q tinham muito bom suporte pra linux :D
    Epa e se te serve de algum consolo, eu jogo Quake3 em linux mas geralmente corro 3 servidores quake no meu Xe3 com FreeBeDaS 4.5 e nao vejo qualquer problema nisso. ;)

    FBSD:The power to serve ;D
    Linux: The power to joy ;)

    http://fbsd-nvdriver.sourceforge.net/
    http://nvidia.netexplorer.org/

    ftp://ftp.jurai.net/users/winter/nvidia/freebsd_nvidia-1.0-2315_1_3_4_2.tar.gz
    ainda nao tens suporte pra total pra GL


    .:}The Power to Serve{:.
    Re:grande noticia (Pontos:1)
    por Shadow em 19-06-02 19:24 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Dei gracas pelo suporte da nivida pra linux, e referi q seria muito mais facil se pudesses fazer rotinas em CG q tanto funcionariam em OpenGL em Linux como com Direct3d pra windoze.

    Não quero entrar numa discussão inútil, mas o que se leu no teu post original é programar um jogo em CG q tanto funca com directx pra windoze como com opengl pra linux. Se de facto sabes que o Cg não é uma linguagem para construir um jogo completo, mas apenas os shaders para esse jogo, então o que disseste não faz muito sentido. E resolvi fazer o post porque várias pessoas com quem falei pareceram ficar com a ideia de que o Cg de facto era uma linguagem completa que servia para desenvolver jogos e afins, e que ia ser uma revolução enorme pois bastava escrever um jogo em Cg e podia-se correr em Linux com OpenGL, e em Windows com DirectX.

    Se de facto não era isso que querias dizer, as minhas desculpas.

    Ninguem com FBSD vai comprar uma GeForce4 V8460 ULTRA pra depois descobrir q nao existe suporte do fabricante pra FBSD!!? É ridiculo nao !?

    É. Mas não foi isso que me aconteceu. No longínquo ano de 1999 tive necessidade de comprar uma placa gráfica. Nessa altura a nVidia ainda não era o gigante que é hoje, mas a Riva TNT (que tinha saído há pouco tempo) era das melhores placas no mercado. Nessa altura, a nVidia dizia que estava a preparar-se para lançar drivers open-source para XFree86 em Linux. Assim sendo, achei que a TNT me ia servir, visto que sendo os drivers open-source facilmente seriam portados para outros SOs.

    E de facto a nVidia chegou a lançar drivers 100% open-source. No entanto, os drivers estavam muito longe de serem bons, visto que não usavam todas as capacidades da placa (lembro-me em particular que não suportavam leitura de texturas via AGP, entre muitas outras coisas). Estes drivers, apesar de serem péssimos, chegaram a funcionar em FreeBSD, e ainda hoje existe o port, muito embora só funcionem no XFree86 3.3.x.

    Depois deste infeliz lançamento, a nVidia decidiu que não ia fazer mais nada open-source, e os drivers para Linux passariam a binário. Como eu não estou disposto a correr Linux nesta máquina por causa da placa de vídeo, mandei a nVidia dar uma volta e aprendi a nunca mais confiar neles. A partir de agora, placas gráficas só com especificações disponíveis.

    Quanto ao resto do teu post, entramos noutra questão --- quando os drivers binários da nVidia me fazem o X crashar, para onde é que me viro ? Sem source não posso tentar descobrir a causa do encravanço, e com BSD duvido muito que a nVidia me vá dar alguma ajuda. E pelo que já ouvi, os drivers da nVidia funcionam muito bem em alguns sistemas, mas muito mal noutros.


     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]