gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O Homem na Lua
Contribuído por Xmal em 28-05-02 22:00
do departamento lunaforming
Aliens Afinal o Homem nunca esteve na Lua. Através de um artigo no Techmania chega-se a uma página deliciosa onde com argumentos mais ou menos credíveis se constroi a teoria de que a NASA nunca chegou a colocar ninguem na Lua.
Animada a veia da teoria da conspiração, o fiel Google rapidamente faz surgir um série de paginas cada vez mais curiosas sobre o tema. Eis alguns exemplos: One giant leap for lunar skeptics, NASA Masonic Conspiracy.
Para mais, deixo um query (faked+moon+landings ) apropriado.
(para quem se estiver a deixar convencer pela fotografia do cross hair fica aqui um link para a explicação

CE investiga .NET Passport da Microsoft | StarOffice passa a ser pago a partir de amanhã  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • link
  • Techmania
  • página deliciosa
  • One giant leap for lunar skeptics
  • NASA Masonic Conspiracy
  • faked+moon+landings
  • Mais acerca Aliens
  • Também por Xmal
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    A verdade! (Pontos:3, Engraçado)
    por chbm em 28-05-02 22:59 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    A prova definitiva que as aterragens na Lua e o Space Shuttle são produções de Holywood, aqui.
    Não é bem assim... (por Mr.e) (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 28-05-02 23:26 GMT (#2)
    Quem conhece o site www.enterprisemission.com e o seu mentor, Richard C Hoagland (nas teorias de quem Arthur C Clarke se inspirou para escrever a odisseia no espaço), sabe que ele é um dos mais dedicados e respeitados investigadores deste tipo de assuntos envolvendo teorias da conspiração, mas neste aspecto o seu background e inside info deram azo á escrita de algumas páginas que refutam todas estas alegadas provas que não fomos á Lua. Leiam estes 4 artigos e tirem desde já as vossas conclusões, de uma vez por todas...

    Who Mourns For Apollo?
    Who Mourns For Apollo? - Part II
    Who Mourns For Apollo? - Part III
    Apollo Hoax Advocates Look -- But They Don't "C"

    PS: Não me apeteceu criar uma conta aqui, por isso o "Anonimo Cobarde"... :-P
    os xfiles ja foram (Pontos:2)
    por racme em 29-05-02 5:58 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    humm, tu nao vias os xfiles quando num tempo em q a TVI era a quarta Tv nacional e ainda dava algumas series de culto.

    num sei em qual episodio foi ;) mas tava la, a cena da aterragem na lua, e os primeiros passos foram todos fantochada filmada la num barracao da Area 51

    Pra mim nao ha mais verdade verdadeira q a do mulder e a da scully


    .:}The best thing I ever did with windows was download Linux{:.
    beautyfull minds :D (Pontos:2)
    por racme em 29-05-02 6:17 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    algumas das mentes brilhantes q assinam os artigos ;)

    The idea of a spinning globe is only a conspiracy of error that Moses, Columbus, and FDR all fought...
    "The facts are simple," says Charles K. Johnson, president of the International Flat Earth Research Society. "The earth is flat."

    (...)

    Rene has since published a book called The Last Skeptic of Science, which concludes Sir Isaac Newton and Albert Einstein knew virtually nothing about physics.
    "I've got 200 footnotes in that book," Rene said. "No one wants to believe that Newton was a lying son of a . . . "

    New Jersey carpenter and self-taught physicist Ralph Rene

    (...)

    Being a conspiracy theorist apparently isn't without risks. Kaysing claims numerous attempts have been made on his life. Once, he insists, a radio transmitter was napalmed during his 1975 appearance on a talk show in San Jose, Calif.
    "Of course, that's been covered up," Kaysing says.

    Kaysing began the movement in 1975 with his self-published book We Never Went to the Moon. His other work includes Never Pay Income Taxes Again and contributions to supermarket tabloids.


    .:}The best thing I ever did with windows was download Linux{:.
    its the matrix thing all over again .... (Pontos:1)
    por K` em 29-05-02 8:34 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.geocities.com/alex_j_p
    you must choose the red pill , or the blue pill

    choose wisely neo !

    para mim , os astraunautas aterraram na lua , mas , foram comidos por.... aliens !!!! que ( como nos filmes mostram , têm metamorfose) se meteram nos fatos e vieram pra terra pra se alimentarem dos corpos humanos !!!

    ( um dos aliens pode ser o bin laden !!! )

    sériamente ... pra mim , verdade ou nao verdade .... como explicam gastar tanto dinheiro numa viajem á lua , se nem sequer as autoestradas são acessiveis para o portugues comum fazer todos os dias ou "ainda"(o guterres prometeu ... eu ainda tenho esperança) nao haver flat rate da telecom?! vale a pena uns morrem á fome para outros irem á lua ... viva os ricos !!!

    (mod this down , delete it from gildot , i dont care , e eu usei a lingua inglesa por que me apeteceu)
    Re:its the matrix thing all over again .... (Pontos:3, Interessante)
    por Xmal em 29-05-02 8:44 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://gsd.di.uminho.pt/cbm
    vale a pena uns morrem á fome para outros irem á lua ... viva os ricos !!!

    A economia e o progresso não são uma coisa assim tão linear. Há muita tecnologia que é usada hoje em dia (por pobres e ricos) que foi desenvolvida no programa espacial. Deixo aqui alguns exemplos.

    Sem progresso, nunca teriamos abondonado os tempos em que se morria de frio em cima de depósitos de carvão natural (onde é que eu li isto?).

    Re:its the matrix thing all over again .... (Pontos:1)
    por K` em 29-05-02 9:26 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.geocities.com/alex_j_p
    concordo contigo , é necessario haver progresso.

    mas , também é necessario existir um equilibrio.Eu julgo que esse equilibrio nao existe.
    Re:its the matrix thing all over again .... (Pontos:2)
    por Xmal em 29-05-02 9:44 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://gsd.di.uminho.pt/cbm
    Ok. Tambem concordo que há muito a melhorar em termos de equilibrio.
    Re:its the matrix thing all over again .... (Pontos:2)
    por BlueNote em 29-05-02 17:18 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Não sei de que te queixas, o Reagan, o Bush pai e o Bush filho já fizeram tantos cortes na NASA que eles já não fazem praticamente nada no espaço!!!
    Re:its the matrix thing all over again .... (Pontos:2)
    por joao em 29-05-02 11:51 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    Todo o empreendimento tem um custo de oportunidade. Se desenvolves tecnologia para ir à Lua, não desenvolves tecnologia para resolver problemas cá na Terra, como a SIDA, por exemplo. Não podes estar à espera que os efeitos indirectos da pesquisa espacial sejam maiores para resolver o problema da SIDA do que os efeitos directos da pesquisa sobre SIDA.

    Para alem disso, projectos megalomanos têm efeitos perversos no sistema democrático porque concentram recursos em poucos burocratas. Demasiados recursos nas mãos de alguns burocratas tornam a currupção mais apetecivel e as decisões erradas com consequências terriveis mais provaveis.

    Por isso há duas perguntas a que temos que responder:

    • O que gera mais progresso, projectos que têm como objectivo resolver problemas reais, ou projectos que têm como objectivo resolver problemas simbólicos?
    • O que é mais democrático, transferir recursos para os burocratas, ou deixar que a liberdade dos agentes economicos determine o que é que deve ser feito?


    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura
    O progresso não é linear! (Pontos:2)
    por zaroastra em 29-05-02 12:17 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    O progresso não é linear, a actividade cientifica também não.
    Quem jogou qualquer jogo de civilização, sabe que existem descobertas que s'o é possível realizar apos termos descoberto outra coisa noutra area (que na vida real muitas vezes parece não ter nada a ver)
    Leiam por exemplo What's the Use of Basic Science?

    Um trecho:"In this paper I shall argue that the search for fundamental knowledge, motivated by curiosity, is as useful as the search for solutions to specific problems"

    Existem milhares de coisas que foram descobertas sem que aparentemente tivessem uma utilidade, e as vezes até permaneceram assim durante muitos anos.
    No entanto se não tivessem sido descobertas teriam impossibilitado o progresso de muitras outras areas.

    Temos o exemplo da penicilina. Mas muitos outros milhares. todos nos sabemos o que disseram do telefone na altura, e no entanto sem telefone, hoje não teriamos comunicações por satelite.

    O colocar do homem na lua pode não ter servido para melhorar a qualidade de vida dos povos de paises menos desenvolvidos, mas sem ele nunca teriam surgido as modernas comunicações, provavelmente não davamos por ela dos buracos no ozono, etc, etc.

    Conclusão: Atacar problemas conceptuais pode trazer beneficios bem reais, o que no caso da viagem a lua fica comprovado pelo URL da nasa postado algures nesta thread.

    Conlusão 2: Obviamente que nos podemos questionar da escolha, e argumentar que o dinheiro empregue se utilizado noutras areas seria melhor. Como faltam maquinas do tempo teremos que permanecer na duvida.
    Re:O progresso não é linear! (Pontos:2)
    por joao em 29-05-02 12:29 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    Mas repara que a tua argumentação vai contra os grandes projectos e a favor da dispersão dos recursos por pequenos projectos. Porque se de facto nós não sabemos onde estão as soluções, é muito má ideia procurá-las todas no mesmo sítio.

    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura
    Re:O progresso não é linear! (Pontos:2)
    por zaroastra em 29-05-02 14:44 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    A argumentação não 'e s'o minha. Le o artigo referido no link do meu post anterior.
    Eu concordo com ela, mas não estou minimamente qualificado para a defender "ponto por ponto".
    Quanto a procura-las (as soluções) todas no mesmo sítio, a conjugação de esforços necessários para resolver um grande problema incide sempre por resolver muitos pequenos problemas.
    As viagens espaciais, a bomba atomica, a luta contra o cancro, decifrar o genoma humano, são todos grandes projectos, que pela sua complexidade representam evoluções em muitas pequenas áreas.
    'E muito mais dificil fazer "ciencia pura" do que "ciencia practica", pois os resultados da segunda são muito mais visíveis.
    O lutar contra um problema definido, penso eu que acresce moralização e motivação a equipa. Provar que era possível realizar "sonhos" teve um contributo essencial para a evolução da humanidade.
    Será isso um ponto de vista correcto, em especial analizando segundo a gestão de recursos?
    Talvez não. Todo o esforço para fazer as piramides, o coliseu, a muralha da china, e outras tantas grandiosas obras da humanidade nos ultimos 5000 anos, seria provavelmente melhor aproveitado p.e. em formação, investigação, etc.
    O que 'e certo 'e que todos os povos nunca ligaram nenhuma a isso, e preferem fazer obras grandiosas que os destaquem dos demais. (quer sejam piramides, ou um passeiozito a lua).
    Seriamos no entanto pouco racionais se negassemos as vantagens que tais loucuras ofreceram do ponto de vista tecnológico. (Mesmo que não tenham sido investimentos "eficazes" os seus resultados positivos (e mesmo os negativos) estão a vista de todos)

    Z
    Re:its the matrix thing all over again .... (Pontos:2)
    por Branc0 em 29-05-02 11:11 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Mas porque é que os americanos não podem gastar dinheiro numa viagem à Lua só porque os portugueses não têem dinheiro pa mandar cantar um cego?

    Qual é a logica do raciocionio? É suposto haver uma ligação?


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    Re:its the matrix thing all over again .... (Pontos:2)
    por BlueNote em 29-05-02 17:26 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    As viagens à Lua não ficaram muito caras. Gastaram muito menos do orçamento dedicado pelos governos americanos da época ao armamento.

    Ainda hoje, tudo o que é investido nos programas da NASA pela administração Americana (e já agora, em I&D 'tout-court') é para aí 1/10 do que é gasto em armamento e forças armadas, que são triliões de dólares por ano!

    Por isso, a questão está mal formulada. Como já foi defendido noutro post, a investigação não produz resultados não-lineares. As técnicas estudadas para cultivar plantas em situações limite como em viagens espaciais deram como resultados aplicações práticas em técnicas de rega gota-a-gota que tornaram àreas desertas em produtivas em Israel e na Andaluzia... isso contribui para diminuir a fome, que é, antes de mais, um problema político e não científico. Mesmo com a produção actual, não há razões científicas para haver fome neste planeta.

    lua.. (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 08-06-02 12:58 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Do you believe they put a man on the moon? R.E.M
    Re:Deja vu (Pontos:2)
    por Xmal em 29-05-02 14:30 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://gsd.di.uminho.pt/cbm
    Há casos registados de "Deja Vu" com a observação dessa página desde meados de dezembro de 1998.

    Nada que não passe com duas ou três cervejas ...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]