gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Inovações em software
Contribuído por vaf em 17-05-02 18:31
do departamento desmistificações
Tecnologia cgd escreve "David A. Wheeler tem uma página interessante. Tem diversos artigos e software útil. Este artigo, fala-nos de inovações em software. Após a sua escrita, chegou a uma conclusão interessante... "
[vaf: Nas conlusões pode-se ler: "none of the key software innovations have been produced by Microsoft, (2) Microsoft's key products are essentially copies of previous products, and that (3) Microsoft's key technologies aren't innovative either. Microsoft has always ``chased the tail lights'' of real innovators.", entre outras coisas.]

Linux na Reuters | 3º Encontro Linux em Cantanhede  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • página
  • artigo
  • conclusão
  • Mais acerca Tecnologia
  • Também por vaf
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Inovacoes ? (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 17-05-02 23:11 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www10.brinkster.com/nunol/
    vaf: Nas conlusões pode-se ler: "none of the key software innovations have been produced by Microsoft, (2) Microsoft's key products are essentially copies of previous products, and that (3) Microsoft's key technologies aren't innovative either. Microsoft has always ``chased the tail lights'' of real innovators.", entre outras coisas

    Bom, quer gostes quer nao a Microsoft trouxe muita gente ao mundo da computacao atravez da forma como comercializou os seus produtos.

    Mas em relacao 'a "inovacao", tambem podes argumentar que virtualmente nenhuma empresa de software de facto "inventou" coisa alguma -- pois a maioria do desenvolvimento "inovador" tem sido feito em ambientes academicos, de R&D ou militares (UNIX - Bell Labs, GUI - Xerox Park, interfaces homem-maquina - Ivan Sutherland/MIT, TCP/IP - DARPA, a Web - CERN, etc.). Tambem podes argumentar que o Knuth desde que escreveu a sua serie de livros nao deixou muito mais para inovar -- mas na realidade nao acreditas nisto pois nao ?

    No extremo, para muitas "inovacoes" podes sempre encontrar um precedente -- o GUI nao foi o Xerox Park mas sim o Ivan Sutherland em 1963, e podes mesmo dizer que os principios dos computadores automaticos foram criados no seculo 19.

    Logo, na minha opiniao, "Inovacao" nao e' apenas a "invencao" de um principio nunca antes usado, mas sim tornar esse principios util e acessivel 'as pessoas -- e nesse sentido, inovou a IBM, a Sinclair, a Lotus bem como a Microsoft.

    Regards,


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Inovacoes ? (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 18-05-02 8:38 GMT (#3)
    (Utilizador Info)

    Bom, quer gostes quer nao a Microsoft trouxe muita gente ao mundo da computacao atravez da forma como comercializou os seus produtos.

    Isso é como dizer que a Britney Spears trouxe muita gente ao mundo da música... :)


    "We have no choice! Our Communist overlords will slay us if we fail in our mission!"
    - A chinese military officer, "Tales of Suspense" #50, 1964

    Re:Inovacoes ? (Pontos:2)
    por leitao em 18-05-02 13:18 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www10.brinkster.com/nunol/
    Nao... mas e' como dizer que a Madona trouxe muita gente ao mundo da musica pop... o que ate' e' verdade nao e' ?

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:Inovacoes ? (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 20-05-02 9:14 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Não sou fã da Madonna, mas a idéia que tenho é de que a música dela não é tão reles como os produtos da MS.

    Talvez "o McDonalds trouxe muita gente ao mundo da fast food"?


    "We have no choice! Our Communist overlords will slay us if we fail in our mission!"
    - A chinese military officer, "Tales of Suspense" #50, 1964
    Re:Inovacoes ? (Pontos:2)
    por Gimp em 19-05-02 9:03 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Bom, quer gostes quer nao a Microsoft trouxe muita gente ao mundo da computacao atravez da forma como comercializou os seus produtos.

    E? Onde é que a inovação fica no meio disto? A forma como comercializou os produtos , pelo menos o primeiro nem foi muito inovadora. Comprou uma treta a que mudaram o nome para MS-DOS e a mamã foi falar com um dos executivos da IBM(descrito no próprio livro do BillG). Eu diria que o facto de muitas pessoas terem acedido ao mundo dos computadores, que não o da computação, pois nem todos que tocam num computador começam a programar, foi o aparecimento de máquinazinhas como o Spectrum e mais que isso o PC-AT da IBM. Tivesse vindo com o MS-DOS ou o raio que parta instalado, a revolução foi a acessibiliade de preço. A inovação que a Micro trouxe foi o das pessoas cometerem crime sem problemas de consciência, desligar e ligar as máquinas porque apareceu uma caixinha engraçada a dizer que cometeu uma operação "ilegal"??? e acharem natural,etc,etc,etc...O que chateia é ver frases como "features inovadoras chamadas link..." durante a instalação de um reles windows...


    "No comments"

    Re:Inovacoes ? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por vaf em 20-05-02 12:27 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Viva,

    A citação do artigo original que eu fiz neste artigo foi mais para dar um pouco de sal (e conteúdo) do que propriamente por uma questão pessoal de argumentação. Ou seja, por acaso até concordo com a parte que citei, mas não quero que a tomem como a minha posição...err.. "assumida explicitamente". Se me faço entender. :-)

    Mas, uma vez que concordo com o que citei, vamos a isto.

    Bom, quer gostes quer nao a Microsoft trouxe muita gente ao mundo da computacao atravez da forma como comercializou os seus produtos.

    Exactamente, a Microsoft apenas inovou na forma de distribuir a tecnologia e vendê-la às pessoas. E nesse aspecto foram uns génios. Sem escrúpulos, mas foram uns génios. Há uma frase que eu costumo dizer que acho que se aplica muito bem: "A Microsoft é uma excelente empresa de marketing que está a corromper a indústria da informática".

    E é isso mesmo, em termos de marketing eles são uns tipos extremamente competentes, pois conseguem não só fazer com que milhões de pessoas usem os seus produtos, mas - melhor ainda - que milhões de pessoas acreditem piamente que eles são practicamente os únicos inovadores em tecnologia, e que portanto toda e qualquer alternativa que haja é... em vão, no mínimo. É esse sentimento de pertença que vai sendo criado e fomentado que origina outros sentimentos tais como o nosso FUD, que não é mais do que o medo de perder algo que se adquiriu como pertença, sociologicamente falando. ("O meu querido windowzinho!...").

    O resultado é que essas pessoas - atrevo-me a dizer - lavadas ao cérebro, tenham o sentimento que a Microsoft é que nos leva onde nós queremos ir amanhã e o resto é só malta que atrapalha a inovação, quando o que acontece é exactamente o contrário.

    A quantidade de vezes que nós ouvimos as outras pessoas fora do meio tecnológico da informática dizer coisas como: "Atão não foi a Microsoft que inventou a Internet?" até ao mais simples "Ah... então o Linux é um programa do windows...".

    Bonito, não é?

    Como o artigo demonstra, durante todo o seu percurso, a dita empresa pouco ou nada inovou em termos tecnológicos, nem sequer na sua mais recente bandeira da inovação (.NET), as inovações são significativas. Talvez uma ou outra... o Common Language Runtime Bindings e pouco mais. No geral a MS fez aquilo que sempre fez, pegou no que ja existia, empacotou, fez-lhe um bibelot bonito, gastou rios de publicidade (assumida ou dissimulada em conferências) e lá fez lavagem cerebral a mais uns milhares incautos intelectuais.

    Mas deixando a deriva crítica, sim, podes perfeitamente argumentar que a maior parte da inovação foi feita nos meios académicos, não o nego. Não reclamo a inovação para os concorrentes da Microsoft, mas sim a quem a fez.

    Inovacao" nao e' apenas a "invencao" de um principio nunca antes usado, mas sim tornar esse principios util e acessivel 'as pessoas

    Exactamente, a distinção entre inovação e invenção é clara e NMO, extremamente importante. Agora, vejamos uma coisa: se uma empresa apenas pega em tecnologias existentes e arranja maneira de as tornar acessíveis às pessoas ela de facto inovou, mas não inovou em tecnologia. Inovou em marketing.

    Tu aqui estarás muito mais à vontade que eu para falar pois conhecerás muito melhor a história da tecnologia informática, e saberás dizer quais as inovações de cada empresa que foram no âmbito estrito da tecnologia. Agora, do que eu conheço da Microsoft, poucas são as inovações estritamente tecnológicas e é apenas nesse sentido que eu argumento.
    Quem inova, na maioria das vezes não lucra... (Pontos:2, Informativo)
    por Nom_de_plume em 18-05-02 2:35 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    ...por falta de visão estratégica.

    Lembro-me de há uns anos atrás ter lido num artigo de economia qualquer, que na maioria dos casos não são os inovadores que lucram com as suas novidades.

    Basicamente o que acontece é o seguinte: Alguém têm uma ídeia. Constroí uma ídeia, melhora a produção, cria um mercado, convence os clientes, adapta o produto, etc, etc... e quando finalmente está a obter o retorno do investimento... aparecem uns gajos que o estiveram a observar e que resolvem entrar então no mercado...

    Só que... Não tiveram que fazer todo o investimento do inovador, e os seus lucros que aparecem mais cedo vão mas é para conquistar o mercado ao inovador!

    Onde é que já vimos isto... É uma estratégia moderadamente conservadora e extremamente oportunista. Em vez de criar inovação, a Microsoft ou concorre (e bloqueia os seus competidores com as estratégias do costume) limpando os concorrentes, ou nota o seu sucesso e resolve comprá-los (graças ao seu já enorme cash-flow)...

    MORAL DA HISTÒRIA: Sê discreto... introduz as tuas inovações onde te substimem ou arrancas a fazer o que muita gente faz e depois viras 90 graus noutra direcção, apresentando a inovação, mas sustentando o esforço, com os lucros da outra actividade.
    Re:Quem inova, na maioria das vezes não lucra... (Pontos:2, Informativo)
    por tripas em 20-05-02 8:46 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    "Inovações" à la microsoft: MS-DOS (QDOS) Windows (System do Mac) Windows NT (OS/2 3.0 - projecto que morreu à nascença) Doublespace (Stacker) C Sharp (Java) etc. etc.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]