gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Gamespot.com inicia uma nova era
Contribuído por AsHeS em 29-04-02 12:07
do departamento pagar-pa-ver
News Andrade escreve "O maior site de jogos do mundo, com uma afluência diária superior às 2 milhões de page views, inicia no próximo dia 1 de Maio uma nova era: a dos conteúdos pagos. Passo a explicar...A partir do dia 1 de Maio, o site passa a dispor de duas áreas de jogos: uma gratuita e uma paga. Todas as criticas, previsões e especiais estarão ao dispor de todos os utilizadores gratuitamente durante 7 dias e depois desse perídodo serão restrictas. Podem ler a carta de Vince Broady Cofounder, GameSpot. Resta-nos a versão portuguesa . Alguns rumores dizem que outros sites de jogos e com outros conteúdos americanos irão seguir o exemplo do Gamespot.com."

Mecanismos eficientes de combate ao SPAM | Mandrakde tem $$$ ou não ?  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • carta
  • portuguesa
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Sim (Pontos:1, Despropositado)
    por Sein em 29-04-02 12:50 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Acho bem, pode ser que comecem a dar lucro e nao fechem como tem acontecido com alguns por falta de dinheiro. E espero que ponham mais qualquer coisinha especial para quem paga.
    Re:Sim (Pontos:1)
    por humpback em 30-04-02 1:19 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Mais um exemplo de boa moderação, uma mensagem que merecia 2 pontitos, leva com 0 e rotulo de despropositada.... Mais uma vez se vê que um site com o volume de mensagens do gildot não precisa nada de um sistema em que todos possam votar.

    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism
    Ninguém vive do ar... BTW, e PayPal em Portugal? (Pontos:1)
    por mlemos em 30-04-02 1:36 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.ManuelLemos.net/
    Acho bastante razoável. Para disponibilizar os conteúdos disponíveis no site e ao mesmo tempo pagar a todos os funcionários da empresa bem como todas as contas de conectividade à Internet que cresceram exponencialmente com a audiência durantes todos este s anos, parece-me mais do que justo que os utilizadores mais assíduos viabilizem o site e a empresa que o faz funcionar pagando por um serviço que quanto a custo de produção nunca foi gratuito para a empresa.

    Estou curioso para saber se o modelo de cobrança adotado vai ter o sucesso necessário para garantir a sobrevivência. Mas acredito que esta é a única saída para muitos sites de conteúdo, não só de jogos, mas de qualquer tipo, uma vez que o mercado de publicidade nos sites já teve os seus dias.

    Claro que quem não pode pagar ou não acha o serviço suficientemente motivante, vai poder continuar a aceder a um volume limitado de conteúdo, e por isso não se podem queixar porque poderiam até nem poder aceder a nada.

    A propósito, acredito que alguns sites sobreviventes em Portugal vão cada vez mais pensar em iniciativas como esta, se é que já não as puseram em prática.

    Eles adotaram o PayPal como forma de pagamento. É bem prático e não requer "pedidos de joelhos" às concessionárias de cartões de crédito para processar os seus pagamentos. Porém, em Portugal tem um problema, consta que ao contrário de grande parte da Europa (incluindo a Espanha), não é possível transferir créditos do PayPal para contas bancárias em bancos portugueseses. Perguntei ao suporte do PayPal mas não me souberam explicar. Alguém sabe se será alguma barreira legal ou é uma limitação do Paypal mesmo?

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]