gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Crise Energetica
Contribuído por scorpio em 09-04-02 8:35
do departamento juice
News leitao escreve "O The Economist tem correntemente um artigo muito bom sobre uma potencial crise energetica devido a uma eventual subida do preco do petroleo. Considerando o que se passa no medio oriente actualmente, esta subida e' preocupante e pode-nos afectar a todos -- inclusive a industria IT que a nivel mundial gasta uma fatia consideravel dos gastos energeticos. "

Off-Topic mas importante: Estadios Vs Hospitais | Lesbian Linux  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • The Economist
  • artigo
  • Mais acerca News
  • Também por scorpio
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    crise energética (Pontos:1)
    por ribeiro em 09-04-02 9:13 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://ruka12.tripod.com
    Com uma potencial crise energética apenas posso dizer uma coisa:
    - vamos todos trabalhar para os Emirados Arabes Unidos, já!
    :)
    --
    Re:crise energética (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 09-04-02 10:17 GMT (#4)

    o que tu precisas é de um dicionário.
    "emirado: país governado por um emir"
    e o que é um emir perguntas tu ?
    "emir: título dado aos chefes de certas tribos muçulmanas e aos descendentes de Maomé"


    Ainda bem! (Pontos:3, Interessante)
    por mlopes em 09-04-02 9:47 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Pode ser que assim se comece finalmente a investir em energias alternativas, em vez de seguir no tipico estúpido comportamento humano de utilizar até acabar, e depois ficam todos "à rasca" porque compraram um carrinho e já não conseguem arranjar combustivel.

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Ainda bem! (Pontos:2)
    por leitao em 10-04-02 9:04 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www10.brinkster.com/nunol/
    Hammm... isso quer dizer que tens paines solares a fornecer energia 'a tua casa, e um carro hibrido electrico/gasolina ?

    Bem me parecia que nao...

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:Ainda bem! (Pontos:2)
    por mlopes em 10-04-02 9:53 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Não tenho nada disso, mas podes crer que assim que se tornarem uma alternativa viável vou fazer os possivéis por por passar a utilizá-los!
    Garanto-te que se essas fontes de energia alternativa não estão mais desenvolvidas, não é de certeza por culpa minha.

    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Ainda bem! (Pontos:2)
    por leitao em 10-04-02 11:15 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://www10.brinkster.com/nunol/
    Não tenho nada disso, mas podes crer que assim que se tornarem uma alternativa viável vou fazer os possivéis por por passar a utilizá-los!

    A razao porque nao sao viaveis e' porque custam muita $$$ e tu nao os comprarias.

    Garanto-te que se essas fontes de energia alternativa não estão mais desenvolvidas, não é de certeza por culpa minha.

    Na realidade a culpa e' tua porque nao tens dinheiro para as comprar... e como nao tens, ninguem vai gastar $10,000,000,000,000 para desenvolver a tecnologia alternativa -- a nao ser que exista uma motivacao muito forte para o fazer (e.g., acabarem as reservas de petroleo).

    Como podes ver e' facil de explicar a razao porque ainda nao surgiram alternativas aos combustiveis fosseis em vez de culpar logo os Arabes e o governo corrupto dos USA.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Re:Ainda bem! (Pontos:2)
    por mlopes em 10-04-02 11:36 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    a nao ser que exista uma motivacao muito forte para o fazer (e.g., acabarem as reservas de petroleo).

    O meu post inicial diz isto mesmo, ainda bem que surge um motivo muito forte para ver se encoraja os investidores a investir em alternativas, estamos ambos a dizer o mesmo.

    Quanto à culpa ser minha por não ter dinheiro, não concordo, os preços altos deste tipo de técnologias deve-se ao pouco desenvolvimento que têm por falta de financiamento dos investidores, se houver investimento e consequentemente desenvolvimento e vulgarização, estas fontes de energia ficam mais baratas e eu já posso fazer a minha parte, contribuir comprando produtos que as utilizam!


    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Ainda bem! (Pontos:2)
    por leitao em 10-04-02 12:20 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www10.brinkster.com/nunol/
    Quanto à culpa ser minha por não ter dinheiro, não concordo, os preços altos deste tipo de técnologias deve-se ao pouco desenvolvimento que têm por falta de financiamento dos investidores, se houver investimento e consequentemente desenvolvimento e vulgarização, estas fontes de energia ficam mais baratas e eu já posso fazer a minha parte, contribuir comprando produtos que as utilizam!

    Exacto -- mas o meu argumento e' que a falta de investimento deve-se exactamente ao facto de existir ainda uma alternativa barata! (petroleo)

    Mas de facto tens razao, acho que no fundo concordamos um com o outro ;-)

    Regards,


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

    Fuel cells! (Pontos:3, Informativo)
    por mvalente em 09-04-02 10:42 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Get your own fuel cell now!

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Fuel cells! (Pontos:2)
    por Xmal em 09-04-02 11:02 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://gsd.di.uminho.pt/cbm
    Tenho a impressão que as Fuel Cells são apenas uma solução para o armazenamento de energia, uma vez que para obter o seu combustivel é preciso um considerável gasto energético.

    E a nova "fusão fria" há noticias novas ?

    Re:Fuel cells! (Pontos:2)
    por mvalente em 09-04-02 11:11 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Nao. As fuel cells sao geradores de energia a partir da combustao de hidrogenio. A obtencao do hidrogenio para queimar é, de facto, cara. Mas...

    Hydrogen is usually found bound to other elements, such as oxygen and carbon, which means it must be extracted using electricity. And where does much of the world's electricity come from? You got it -- oil. If the predictions by automakers are correct, hydrogen-powered fuel-cell vehicles will begin to appear in delivery and public fleets in the next ten years. And it will probably take another 20 years before they become pervasive. But with gas prices rising to two dollars a gallon in the United States, the economics may change soon. While the gallon equivalent of hydrogen now costs $3 to produce, it is nearly twice as efficient as gasoline.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Fuel cells! (Pontos:2)
    por Xmal em 09-04-02 12:05 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://gsd.di.uminho.pt/cbm
    Já agora, e no que toca há fusão, segundo este artigo a nova esperança de fusão fria ainda está longe de ser confirmada, mas tambem não está posta de parte.
    Re:Fuel cells! (Pontos:2)
    por MacLeod em 09-04-02 22:35 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    A fusão a frio, tal como é apresentada é uma adrabice de primeira. Resulta de uma flutuação quântica e tem uma probabilidade incrivelmente baixa de acontecer, do género do efeito de túnel. Quem vos disser que a fusão a frio tem futuro está a mentir. Não é a minha área, mas tive a oportunidade de falar com um dos mais proeminentes físicos portugueses na área da fusão, e segundo ele a opinião da comunidade é quase unânime em classificar a fusão a frio como um barrete. Aliás, até há uma história curiosa relacionada com os últimos cientistas que vieram anunciar a fusão a frio (cientistas Mormon com elevada autoestima e uma grande teimosia -- acabaram por cair no ridiculo por teimar tanto tempo num processo que não era passível de ser reproduzido).
    Todos gozaram, mas... (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 09-04-02 11:12 GMT (#8)
    Quando o Durão Barroso falou durante a campanha eleitoral que poderia vir aí uma guerra no médio-oriente toda a gente gozou, incluindo o cobre rodrigues, mas infelizmente se calhar havia alguma razão para preocupações....
    Re:Todos gozaram, mas... (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 09-04-02 12:42 GMT (#11)
    Não há já uma guerra no médio-oriente desde que o mundo é mundo?
    Ainda bem (Pontos:1)
    por henrique em 09-04-02 12:21 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Uma crise dessas só pode ser bom. É dessa forma que se prestará a devida atenção às fontes energéticas alternativas.

    Se acontecer como em 1973, onde na Alemanha se proibiu utilizar o carro ao Domingo, então excelente :-)

    Re:Ainda bem (Pontos:1)
    por grumpy bulgarian em 09-04-02 15:23 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://oink.com/bizarrity/bizarrity.html
    no outro dia, na Sic Noticias, um estudioso de assuntos do Medio Oriente (a quem nunca faltará trabalho...) dizia que no médio oriente, ao contrario do que acontece em outra paragens, nao há grande iniciativa por parte das naçoes ocidentais em promover a implantação de regimes democráticos.

    o sujeito resumiu a ideia numa só frase: "enquanto o médio oriente vender o petróleo e comprar as armas, o ocidente nao está muito preocupado com aqueles conflitos".

    no Gildot, o pessoal ja manifestou favorecer a alternativa de não comprar o petróleo (concordo).

    mas já que o forum se está a afastar do seu tema original (de forma sistematica, mas inteligente) aproveito para recomendar um discurso (graaaande) do Bill Clinton, já como ex-presidente, que foi capaz de passar uma série de ideias interessantes (IMHO, claro), sem arriscar arranhar a "unidade nacional" que é tão importante para os US se manterem em guerra, sem grandes disturbios no próprio território. não percam: http://www.bbc.co.uk/arts/news_comment/dimbleby/index.shtml


    Grumpy B)

    e a russia ? (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 09-04-02 22:15 GMT (#13)
    Serio ? E a Russia ?
    Tem ainda bastante capacidade para fornecer petroleo, e so nao fornece mais porque fez um acordo com a OPEP para manter a sua quota... Porque o que a Russia queria mesmo era aumentar ainda muito mais a sua quota... Portanto nao vejo ainda um grande problema.
    Agora se falarem de especulacao no mercado do "pitroleo" entao a historia já é outra :)

    Onde a crise não chega (Pontos:1, Interessante)
    por gaZ00a em 09-04-02 23:39 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    é aos EUA. Este país detém as maiores reservas de petróleo no mundo e insiste em não dispôr delas... chamem-lhes imperialistas, mas parvos não parecem ser. Pelo menos têm alguma visão estratégica que lhes vai permitir não só fazer a transição para as energias alternativas de forma suave como ainda vender à Europa a preços abusivos e desvalorizar cada vez mais o Euro. Basta ver o efeito que a subida do preço do P. tem na guerra Euro/Dolar. Os EUA dão-se ao luxo de minimizar completamente os efeitos da crise energética, não deixaram de inundar o mercado interno de carros de gama média com esbanjadores motores V6 em 1973, enquanto na Europa são bem conhecidos os efeitos devastadores da falta de P.. A grande diferença é que amarrados às empresas petrolíferas está a Europa e o resto do mundo incluíndo os EUA, mas só este país é que terá capacidade para fazer face à crise se aqui na Europa continuarmos a fazer o jogo da Shell outros que taís, qual pandilha de salteadores do ouro negro.
    Re:Onde a crise não chega (Pontos:2)
    por leitao em 10-04-02 13:05 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www10.brinkster.com/nunol/
    é aos EUA. Este país detém as maiores reservas de petróleo no mundo e insiste em não dispôr delas... chamem-lhes imperialistas, mas parvos não parecem ser.

    Ou es burrinho, ou nao andas a fazer o trabalho de casa: Reservas de petroleo por pais, repara que os US nem aparecem no top 10.

    Basta ver o efeito que a subida do preço do P. tem na guerra Euro/Dolar. Os EUA dão-se ao luxo de minimizar completamente os efeitos da crise energética, não deixaram de inundar o mercado interno de carros de gama média com esbanjadores motores V6 em 1973, enquanto na Europa são bem conhecidos os efeitos devastadores da falta de P..

    Na Europa nao falta petroleo, o que te esqueces e' que 70% do preco que pagas sobre a gasolina e' imposto que vai para os maravilhosos governos Europeus, enquanto nos US nem chega a 15%.


    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]