gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Prisão ou Ferraris...
Contribuído por BladeRunner em 04-04-02 23:17
do departamento ácaros-no-colchão-estamos-na-primavera
Teenagers com demasiado tempo livre... mvalente escreve "Espera-se que um artigo publicado no Jornal de Negocios por uma Marta Lopes (jornalista ? directora de marketing ? especialista em "hackerismo" desde a semana passada?) com o titulo "«Hackers» e Ferraris" seja só resultado de uma brincadeira de 1 de Abril, data do artigo.

Espera-se que sim. De outra forma ficam as opções de "mau jornalismo" ou então "mau marketing".

Para medir o nivel do dito, fica a citação: "Ser «hacker» é que está a dar. Desde quebrar códigos de segurança por encomenda até aceder a números de cartão de crédito por «brincadeira», vale tudo. Os prémios são de dois tipos: Ferraris ou prisão.". Nuff said ...

Cumprimentos

Mario Valente"

GUADEC report | Bill Gates ao telefone com o PM do Canadá  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • mvalente
  • Jornal de Negocios
  • Marta Lopes
  • «Hackers» e Ferraris
  • Mais acerca Teenagers com demasiado tempo livre...
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    DUH! (Pontos:2, Lança-chamas)
    por CrLf em 04-04-02 23:43 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Bem que podia começar por aprender a escrever Português, porque parece que não distingue o singular do plural...os "hacker" está por todo o artigo.
    Depois de ler e considerando o país em que estamos acho que esta senhora deveria dedicar-se ao ponto cruz, passe o machismo.

    -- Carlos Rodrigues
    Se for 1º de Abril... (Pontos:3, Engraçado)
    por Gimp em 04-04-02 23:56 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    ...até se desculpa alguma coisa. Caso contrário, LÔRA BURRRAAAAAAAAAAAA!!!!!!


    "No comments"

    Re:Se for 1º de Abril... (Pontos:2, Engraçado)
    por racme em 05-04-02 5:05 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    ;)
    Ela tem desculpa e uma daquelas louras com as sombracelhas pretas!

    logo e meia burra! 1/2burra



    .:}50 anos sobre a Terra e sobre o Mar{:.
    Pub (Pontos:1)
    por BuBbA em 05-04-02 0:40 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://www.BuBix.net
    Se a sua onda for outra, siga a sugestão da BBCNews. Pegue num computador portátil equipado com um cartão de conexão wireless e uma lata de batatas fritas Pringles! Não conhece? É uma lata fininha, alta, com tampas metálicas e o interior revestido a uma fina película de alumínio. Pode dizer-se que é uma embalagem de umas batatas fritas estaladiças e salgadas que são uma delícia!

    Será que lhe pagaram?

    Carta aberta (Pontos:3, Informativo)
    por humpback em 05-04-02 1:03 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Isto que segue é uma copia do mail que eu enviei a Sra Marta Lopes:

    Como ja deve saber foi colocado um link para a sua noticia no site de "hackers" http://www.gildot.org .

    Este mail serve apenas para fazer alguns reparos:

    1-"Quando é que apareceram os «hacker», é que não se sabe."

    Revela falta de pesquisa, se for a http://www.google.com que é um motor de pesquisa na internet desenvolvido pelos "hackers" Sergey Brin e Lawrence Page e lhe perguntar:

    "What is a hacker?" vai obter como primeiro link a uma pagina com um texto do Sr. Eric S. Raymond (outro hacker famoso), se ler com atenção está lá:

    "....hackers build things, crackers break them...." !

    Em suma minha senhora, existe uma grande comunidade de pessoas que pode ficar bastante ofendida com o seu insulto, pois não se esqueça que ignorancia não é desculpa.

    2-"..informal, onde 67% das redes não têm o sistema de criptografia de sinais de rádio ligado.."

    O problema é que mesmo com a encriptacao ligada esta nao serve de muito, pois a sua base de segurança é má, ou seja, se quer saber mais procure ( o termo airsnort é capaz de ser um bom ponto de partida).

    3-"Pois é Larry, não basta a proibição de comprar um Mig 21, de ser mais pobre que o Bill Gates e agora ainda é preciso enfrentar as críticas dos amigos e de outros tantos «conhecidos»?"
    Eu nao quero defender o Larry pois ele nao precisa da minha defesa, mas já que o compara com o Sr. Bill Gates sabe por acaso de alguma vez que o Sr.Bill Gates tenha feito um desafio destes?
    Se consegui chegar a securityfocus comparou o numero de artigos sobre oracle com os de Windows (NT/W2k/XP)?

    4-"Muitos dos ataques vêm de dentro da própria organização"

    Prontos, não podia ser tudo mau no artigo. Na verdade mais de 45% dos ataques feitos por crackers são ataques internos, mas acho bom dizer que copiar um ficheiro de excel com os contactos dos clientes para uma disquete não é motivo para ninguem se gabar, alem de não entrar na estatistica dos 45%.

    Espero poder continuar a ler artigos seus, e que os proximos estejam melhor documentados.

    Atenciosamente

    Gustavo Felisberto

    PS: Uma copia deste e-mail vai ser colocada no tal site gildot.org


    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism

    Re:Carta aberta (Pontos:1)
    por racme em 05-04-02 5:11 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Espero poder continuar a ler artigos seus, e que os proximos passem pela moderacao do gil para que estejam melhor documentados

    =)



    .:}50 anos sobre a Terra e sobre o Mar{:.
    Re:Carta aberta (Pontos:2, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 05-04-02 8:28 GMT (#8)
    >Prontos, não podia ser tudo mau no artigo

    Nem podia ser tudo bom na tua carta aberta. Espero continuar a concordar com as posições assumidas nas tuas cartas abertas e que comeces a escrever "Pronto" e não "Prontos" (famoso erro de português #4569, falha do nosso sistema educativo #35)

    Re:Carta aberta (Pontos:1)
    por humpback em 05-04-02 13:04 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Depois de ler o artigo e mandar o mail foi ver um pouco mais sobre a empresa onde esta senhora trabalha, e fui giro ver que a senhora diz mal do CEO da Oracle e depois vi isto lá no site.
    Logo se o Oracle é a bse de muitos produtos da e-chiron, e se ate eles sabem que o oracle tem problemas algo não bate certo.

    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism
    Re:E tu ? (Pontos:1)
    por humpback em 05-04-02 15:41 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    eu ao menos tenho a coragem para usar o meu nome.
    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    apt-get install anarchism
    q raio (Pontos:2, Engraçado)
    por slug em 05-04-02 7:15 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    e logo agora que já escolhi a cor do ferrari é que voçês me dizem que o artigo não presta??

    sinceramente já desisti do jornalismo (científico, IT, etc) português, é cada incompetente que dá dó!

    Quem é Marta Lopes? (Pontos:3, Informativo)
    por grumbler em 05-04-02 8:38 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    uma Marta Lopes (jornalista ? directora de marketing ?

    A resposta á tua questão está no fim do próprio artigo.. A dita senhora é responsável de marketing da e-Chiron, o que obviamente não a absolve dos crassos erros verificados no artigo..

    Por outro lado, tendo em conta que a senhora é directora de marketing de um ASP, talvez o artigo não tenha sido tão incendiário por mero desconhecimento da causa.. mas isto digo eu...

    --
    What, Me Worry?

    Re:Quem é Marta Lopes? (Pontos:2)
    por mvalente em 05-04-02 16:35 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    A minha questão "jornalista ? directora de marketing ? " era obviamente retorica, Goncalo :-). Claro que li ate' ao fim do artigo.

    A pergunta retorica foi feita precisamente para por em questao um obvio artigo de FUD por parte de alguem que, por um lado e' "jornalista" (ou pelo menos escreve artigos), e por outro e' "directora de marketing". Parece-me claramente que ha' aqui algum conflito de interesses. Que podem nao causar problemas desde que se saiba separar as coisas. Mas neste caso parece-me evidente demais a postura de "cuidado com este problema tao grande que por acaso nós podemos resolver".

    Quanto ao conhecimento de causa: ou o tinha ou nao tinha. Se tinha, no artigo nao o demonstrou; se nao tinha, nao devia escrever o artigo.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Quem é Marta Lopes? (Pontos:2)
    por grumbler em 06-04-02 8:33 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Obviamente que existem conflistos de interesses, mas infelizmente como todos sabemos o jornalismo "informático" é o que é, e a grande maioria dos artigos que surgem na imprensa diária mais não são do que reescrever os press-releases (as vezes sem sequer corrigirem erros ortográficos).

    De qualquer das formas, como é mais do que óbvio, a postura deste artigo não é nada inocente, e para isso, infelizmente, quanto mais incendiário melhor

    --
    What, Me Worry?

    Re:Quem é Marta Lopes? (Pontos:2)
    por grumbler em 06-04-02 8:33 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    Obviamente que quando estou a referir-me a artigo estou a falar do texto escrito pela Marta Lopes, e não ao post original do Mário :-)

    --
    What, Me Worry?
    Palavras para quê (Pontos:2)
    por mlopes em 05-04-02 10:01 GMT (#10)
    (Utilizador Info)

    "(...)Percebeu alguma coisa? Eu também não(...)"

    Ignorance is Bliss...., especialmente quando se pensa que todos os outros tambêm o são!


    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    E' uma atitude Portuguesa concerteza... (Pontos:3, Interessante)
    por leitao em 05-04-02 13:50 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://linuxfreesite.com/~nunoleitao/
    E' de facto uma atitude Portuguesa. Como em geral ninguem faz melhor, critica-se quem tenta fazer alguma coisa. O que interessa se o artigo e' 60,70,80 ou 90% correcto ? A publicacao onde saiu *nao e' tecnica*, nem tem ambicoes de ser. Logo, a audiencia do artigo nao tem ambicoes de perceber os argumentos tecnicos mas sim a "big picture" do que ela esta' a falar.

        Se querem criticar (o qual eu sugiro que nao facam muitas vezes) -- devem-no fazer aos vossos pares, i.e., pessoas com qualificacoes tecnicas. Podem-me criticar a mim se eu disser que o MD5 e' um algoritmo criptografico simetrico -- mas nao podem criticar a senhora porque ela nao sabe a diferenca entre um "hacker" e um "cracker". Tal e qual como de certeza muitos de nos nao sabem distinguir entre o que e' um mercado vertical e um horizontal -- enquanto ela provavelmente sabe.

        Por exemplo, ja' vi bacoradas de chorar no gildot quando toca a economia e negocios em geral, mas no entanto esses erros perdoam-se porque a discussao nao esta' no contexto ideal -- neste caso o artigo da senhora e' igual -- o contexto dela e' diferente do nosso.

        Como tal, se for necessario criticar deve-se fazer *construtivamente*, explicando 'a senhora o que esta' errado e porque. Ou melhor ainda, os criticos podem submeter uns artigos como deve ser 'as publicacoes e revistas portuguesas em vez de virem mandar bacoradas para o Gildot.

        "Os caes ladrao, a caravana passa."

        Muito boa tarde senhores e senhoras.

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:E' uma atitude Portuguesa concerteza... (Pontos:2)
    por leitao em 05-04-02 13:51 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://linuxfreesite.com/~nunoleitao/
    Antes que venha a barragem de criticas do costume, "ladrao" deve-se ler "ladram" -- demasiadas coisas para fazer ao mesmo tempo.

    echo '[dO%O+38%O+PO/d00]Fi22os0CC4BA64E418CE7l0xAP'|dc
    Re:E' uma atitude Portuguesa concerteza... (Pontos:2)
    por MavicX em 05-04-02 14:53 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    "Tal e qual como de certeza muitos de nos nao sabem distinguir entre o que e' um mercado vertical e um horizontal -- enquanto ela provavelmente sabe"

    Essa é facil e tambem é de cariz tecnologico duvido que ela saiba a diferença sendo de Markting.

    Normalmente essa expressão de mercado vertical vs horizontal tem a ver com os e-marketplaces e com a sua classificação. Onde os verticais tem a ver com empresas do mesmo ramo de actividade e os horizontais destiguem-se por venda de productos e serviços não relacionados com a actividade da empresa (por exemplo compra de material de escritório).

    Olha se ela não sabe á uma coisa chamada fontes e editores, ou que vá escrever artigos de markting e deixe os tecnologicos para quem sabe.


    Pedro Esteves

    Re:E' uma atitude Portuguesa concerteza... (Pontos:2)
    por cgd em 05-04-02 15:25 GMT (#24)
    (Utilizador Info)

    Por exemplo, ja' vi bacoradas de chorar no gildot quando toca a economia e negocios em geral, mas no

    Mas quando alguem "post"a no gildot, está a expressar uma opiniao. A sua. Apenas.

    Quando alguem escreve um artigo, está a fazer chegar informacao, supostamente correcta e esclarecida, a um publico lato (mais ou menos, conforme os "media" usados).

    Nao sao situacoes comparaveis mediante o contexto.

    cya


    -- carlos

    Re:E' uma atitude Portuguesa concerteza... (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 05-04-02 16:38 GMT (#32)
    peço imensa desculpa mas quando escreves no gildot é uma coisa, quando escreves numa revista que te paga para não dizeres calinadas é algo bem diferente. e para além disso como é habitual quem toma as decisões mesmo em TI, a maior parte das vezes é o engravatado com um MAster em economia gestão etc etc, e são estes que lêm estes artigos, e se calhar são graças a artigos desta categoria que depois vão para produtos com a qualidade made by bill
    Re:E' uma atitude Portuguesa concerteza... (Pontos:4, Interessante)
    por mvalente em 05-04-02 17:03 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    E' de facto uma atitude Portuguesa

    Qual, a minha ? Deves-me estar a ver de oculos...

    Como em geral ninguem faz melhor, critica-se quem tenta fazer alguma coisa.

    Eu faco alguma coisa. E, passando a imodestia, acho que melhor. Mas mesmo que pior, tenho legitimidade para criticar.

    a audiencia do artigo nao tem ambicoes de perceber os argumentos tecnicos mas sim a "big picture" do que ela esta' a falar.

    Pois. O problema e' que a "big picture" está errada. Nao é 10 nem 20 nem 70 por cento.

    Se querem criticar devem-no fazer aos vossos pares,

    E' o que faco. Mas isso significa o que ? Que os "impares" podem dizer as barbaridades que quiserem ?

    mas nao podem criticar a senhora porque ela nao sabe a diferenca entre um "hacker" e um "cracker".

    Mas nao e' isso que se critica. O que se critica é a obvia "wrong big picture". E o conflito de interesses: obvio artigo de FUD com a solucao no fim do artigo ("me liga, vai!")

    Tal e qual como de certeza muitos de nos nao sabem distinguir entre o que e' um mercado vertical e um horizontal -- enquanto ela provavelmente sabe.

    Eu por acaso tb sei. Mas acredita que nao me ponho a escrever artigos sobre "mercados diagonais" e o desaparecimento dos outros e assino por baixo "Mario Valente, director de mercados diagonais".

    os criticos podem submeter uns artigos como deve ser 'as publicacoes e revistas portuguesas em vez de virem mandar bacoradas para o Gildo

    Como a "critica" inicial veio de mim, continuo a dizer que me deves estar a ver de oculos. Eu vou submetendo uns artigos aqui e ali, sejam publicacoes, revistas ou gildotes. Quando o faco assumo que nao sao bacoradas, mas nao estou livre que outros tenham opiniao diferente e conhecimentos maiores do que os meus e, portanto, sejam de facto bacoradas. Se assim for, têm os outros o direito de reclamar "bacorada". Por isso tb eu me reservo o direito de, neste caso, reclamar o mesmo.

    "Os caes ladram, a caravana passa."

    Pois até poderá passar. Os camelos que a constituem e os camelos que se lhe juntarem fazem obviamente o que lhes compete. Este cao faz tb o mesmo e, pelo menos, fica com o gosto de ladrar. Do ponto de vista inverso: passam e desaparecem muitas "caravanas"; mas os "caes" sao os que ficam. Nao vao em "comboios"....

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Lenda ... (Pontos:1)
    por taf em 05-04-02 13:51 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    "Diz a lenda que, nos primórdios dos anos 70, os engenheiros da IBM detectaram um erro nos computadores (daqueles do tamanho de uma sala) e, depois de muitas horas de pesquisa, descobriram uma barata carbonizada ao pé de um emaranhado de fios, provocando a interrupção de algumas ligações. E assim surge a palavra «bug» para a definição de erro informático."

    ARG !!! Nem sequer pesquisas históricas a "reporter" sabe fazer ...
    BTW. Não é lenda ...
    Re:Lenda ... (Pontos:2)
    por mlopes em 05-04-02 14:06 GMT (#19)
    (Utilizador Info)

    os engenheiros da IBM detectaram um erro nos computadores (daqueles do tamanho de uma sala)

    Que grande que era o erro!


    "They that can give up essential liberty to obtain a little temporary safety deserve neither liberty nor safety."

    -- Benjamin Franklin, 1759
    Re:Lenda ... (Pontos:0, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 05-04-02 14:23 GMT (#21)
    1 . Por acaso a barata não estava carbonizada
    (só porque as máquinas eram muito grandes não quer dizer que as operações lógicas utilizassem energia suficiente para carbonizar uma barata)
    2. não estava ao pé de um emaranhado de fios
    (só porque as máquinas eram gigantescas não quer dizer que fossem mal desenhadas)
    3. A barata estava morta e a tocar em alguns contactos electricos que, ao invés provocar a interrupção de algumas ligações, estabeleceu a ligação entre alguns contactos.
    4. Na história nunca foi referida uma barata, a palavra BUG significa insecto sendo tudo o resto é pura extrapolação.
    5. Todos estes exageros são provenientes do típico jornalismo especulativo, tendencioso e alarmante que se faz em Portugal em todas as áres.
    6. Como é possível que uma história com apenas 4 linhas esteja tão mal contada e tenha tantos erros históricos.
    7. Ainda falam das criancinhas que não sabem o nome do primeiro rei de portugal!!!

    Não Admira!!!
    Re:Lenda ... (Pontos:2)
    por cgd em 05-04-02 15:29 GMT (#25)
    (Utilizador Info)

    li algures, que a designacao de erros por "bugs", ja vinha dos finais do seculo XIX, e que a historia do bicho, ja sera mais urbanmyth que outra coisa. mas é uma questao de investigar melhor (antes de se escrever um artigo sobre o assunto, por exemplo).


    -- carlos

    Re:Lenda ... (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 05-04-02 15:49 GMT (#27)
    Ovi dizer que era o Soares
    Re:Lenda ... (Pontos:1)
    por PimpMastah em 05-04-02 17:34 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    O que aprendi numa das primeiras aulas de introdução à programação no IST, foi que o termo "Bug" apareceu quando Charles Babage estava a construir a sua máquina analítica e descobrira que havia um insecto qualquer numa das rodas dentadas.

    Lembro-me que o prof disse que até tinha sido a senhora Ada Lovelace que descobriu lá o bicharoco.. (a primeira debugger feminina, na volta :))

    Re:Lenda ... (Pontos:1)
    por Sodki em 06-04-02 1:21 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://www.rnl.ist.utl.pt/~hmtr/shining_kingdom
    ada lovelace aka o primeiro programador :)
    I'm really easy to get along once you people learn to worship me!!
    snake oil..... (Pontos:1, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 05-04-02 14:08 GMT (#20)
    Bem o Bruce Schneier já falou sobre este empresa há bastante tempo: http://www.counterpane.com/crypto-gram-9902.html#snakeoil
    Ainda sobre o "bug" (Pontos:3, Informativo)
    por cgd em 05-04-02 16:00 GMT (#28)
    (Utilizador Info)

    nao se consegue retroceder à origem exacta da palavra bug para descrever pequenos erros, mas um ponto assente, é que era definitivamente usada nos finais do sec XIX, dado que se encontraram escritos do Thomas Edison, mencionando "bug" como pequenos erros:

    3. a defect or imperfection, especially in a new plan or design. Now colloquial or Standard English. {Citations} 1878 T. Edison, in Josephson "Edison" 198: "Bugs" -- as such little faults and difficulties are called -- show themselves and months of anxious watching, study and labor are requisite before commercial success is reached. 1889 in OEDS: Mr. Edison, I was informed, had been up the two previous nights discovering "a bug" in his phonograph -- an expression for solving a difficulty. 1909 in Ware "Pass. English" 53: The phraseology of Edison, to judge from his day-book records, is synthetic, strongly descr1ptive, and quaint... A "bug" is a difficulty which appears insurmountable to the staff. To the master it is "an ugly insect that lives on the lazy and can and must be killed." [Remaining citations snipped.]

    a historia da senhora, que era militar dos EUA, e trabalhava no MARK II, é verdade, e passou-se em 1945. aqui está a foto do bug e do memo que ela escreveu (entretanto a senhora morreu, como almirante, em 1992).

    mais links sobre o assunto:
    google, mencao sobre o uso do termo no passado
    mais google: bug no passado
    outr a ref ao passado
    historia da senhora, acontecida em 1945

    cya


    -- carlos

    Re:Ainda sobre o "bug" (Pontos:2, Engraçado)
    por pmsac em 05-04-02 17:30 GMT (#34)
    (Utilizador Info) http://2130706433/
    Afinal era uma traça, não uma barata...
    -- pmsac.oO(Cogito sumere potum alterum)
    Re:Incomodo? (Pontos:3, Informativo)
    por joao em 05-04-02 13:26 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    A Meganet Corporation tem uma página na internet. E o concurso do Ferrari está lá. A página parece ser legitima. Tem um Page Rank igual a 6. O testo que citas, no original era assim: "Virtual Matrix Encryption, or VME, is the industry's only commercially available, unbreakable encryption engine. Utilizing a combination of Virtual Matrices and a 1,048,576 bit symmetric key, VME is impervious to brute force attacks. " Isto faz sentido para alguém?

    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]