gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Política, Direitos Humanos e OpenSource ! ou, LAMP
Contribuído por AsHeS em 21-03-02 10:28
do departamento facil-barato-e-poupa-se-€€€
News Zeusfaber escreve "Bom dia! Hoje na wired saiu um artigo muito interessante sobre um activista dos direitos humanos que testemunhou contra Milosevic no tribunal de Haia. Uma das questões mais interessantes foi que ele utilizou a combinação (explosiva) LAMP para fazer toda a análise de dados, e defende que o software livre ajuda muito as ONG, pois permite que qualquer pessoa possa repetir a análise sem ter de gastar rios de dinheiro em software. É um óptimo exemplo a favor do OpenSource! Fiquei contente por partilhar qualquer coisa em comum com este activista. Leiam que vale a pena em página Cumprimentos,EJ "

[AsHeS]: Um extracto ... "Ball added it was important to note that human rights work "is best served by free software, so that any group who wanted to reproduce my work could do so without a huge investment. I did the data processing using Python, we used MySQL, and all the data coding teams used Linux and Apache. "For me, software might not be a huge expense, and I could have used any software I wanted to -- but for a group in the developing world software expenses might be insurmountable."

Local loop português dá direito a puxão de orelha | Intranets em Escolas - Como e para quê?  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Wired
  • página
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Belo artigo (Pontos:1, Redundante)
    por Gamito em 21-03-02 10:44 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://gamito.freezope.org/
    Parabéns Zeusfaber

    Mário Gamito
    ... (Pontos:3, Interessante)
    por Dehumanizer em 21-03-02 10:55 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    LAMP agora "stands for" Linux, Apache, Mysql e Python?

    E então se for Perl? :)

    E não é estranho, activismo a favor de software livre num tribunal em que estão a ser julgados crimes contra a humanidade?

    Parece aquela anedota do tipo super-forreta cuja mulher morre, e ele vai ao jornal para anunciar isso. Chega lá e diz que quer pôr "Maria morreu". Respondem-lhe que o mínimo que vai pagar são 5 palavras, se forem menos não paga menos. Ele pensa um pouco, e diz que então quer "Maria morreu. Vendo Corsa 94."


    "We have no choice! Our Communist overlords will slay us if we fail in our mission!"
    - A chinese military officer, "Tales of Suspense" #50, 1964
    Re:... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Zeusfaber em 21-03-02 11:45 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    A definição de LAMP foi retirada de um artigo aqui no gildot há algum tempo, em que o autor se referia a sua utilização para ambos os casos (Pyhton ou Perl) uma vez que ambas as linguagens desenpenhavam o mesmo papel neste conjunto. Acho que é um problema de pouca importância, o que está em causa é a utilização de um conjunto de ferramentas OpenSource que formam uma "suite" muito poderosa de trabalho. Eu pessoalmente não trabalho com estas linguagens ... Uso R para análise de dados.

    O teu comentário faria sentido se assumirmos que o software OpenSource é de pior qualidade do que o proprietário. E que para poupar dinheiro estariamos a pôr em causa um julgamento importante. Não é essa a minha opinião !

    O importante da utilização de software opensource por ONGs é a possibilidade de repetição das análises por todos. Se utilizassem software proprietário, por exemplo SAS, 90 % das Instituições/Países do mundo não poderiam repetir os cálculos devido ao preço proibitivo deste programa.

    Mais, se pretendermos "democratizar a globalização" temos que ter em atenção estas questões. Caso contrário o que fazemos é globalizar os mais pobres/menos desenvolvidos, tornando-os poços de recepção de meta-informação com a qual não poderão trabalhar, a menos que contratem as Instituições/Países desenvolvidos.

    Diga-se de passagem que este tem sido o paradoxo das políticas de cooperação levadas a cabo pelos ex-colonizadores.

    Sem dúvida que o software OpenSource pode ter um papel importante no desenvolvimento dos países do chamado terceiro mundo. No Linux Journal de Janeiro veio uma entrevista com o Ministro da Tecnologia da Costa Rica, sobre a sua política de utilização de linux (nas escolas para ensinar estudantes de informática, se bem me lembro).

    Por outro lado, se queremos uma justiça democrática, então todos têm que ter acesso às ferramentas necessárias para a "praticar", seja acusar ou defender.

    EJ

    PS: se leres a entrevista ele diz que não tinha problemas de dinheiro e que poderia comprar qualquer programa.
    Re:... (Pontos:1, Despropositado)
    por Dehumanizer em 21-03-02 12:41 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Acho que não percebeste o que eu disse.

    Eu NÃO estava a falar de software (livre ou não). Duvido que haja maiores apoiantes de software livre aqui do que eu!

    Só contestei (e contesto) o ser apropriado ir falar de software livre num julgamento de genocídio e outros crimes contra a humanidade.

    É como estares no funeral da tua mãe e um amigo teu chegar ao pé de ti e pôr-se a falar do Quake 3.


    "We have no choice! Our Communist overlords will slay us if we fail in our mission!"
    - A chinese military officer, "Tales of Suspense" #50, 1964
    Re:... (Pontos:2)
    por Zeusfaber em 21-03-02 14:18 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Ele no tribunal não fala de software. No relatório que a ONG a que pertence fez e na entrevista é que o assunto é focado.
    Re:... (Pontos:1)
    por rollerball em 21-03-02 12:31 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Eu ia jurar que LAMP foi criado para _Linux_Apache_MySql_Php :o)!

    Rollerball - The world most dangerous game !
    Não é? politica, direitos humanos e Software Livre (Pontos:2, Informativo)
    por falco em 21-03-02 12:57 GMT (#6)
    (Utilizador Info)

    Gostava de chamar a atenção, para a utilização indevida da denominação Open Source em vêz de Software Livre, pois não são a mesma coisa, e a utilização indevida gera confusão para quem não sabe o que é Software Livre ( explicação).


    Re:Não é? politica, direitos humanos e Software Li (Pontos:1)
    por falco em 21-03-02 13:04 GMT (#7)
    (Utilizador Info)

    ops!!

    escrevi mal o link, este sim está bem. :)


    Re:Não é? politica, direitos humanos e Software Li (Pontos:2)
    por Zeusfaber em 21-03-02 14:22 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    A tradução é minha. Na entrevista ele refere-se a free software.
    LAMP Linux Apache Mysql PERL-PHP-PHYTON (Pontos:1)
    por racme em 21-03-02 22:52 GMT (#10)
    (Utilizador Info)

    E pra quem disse q o termo lamp surgiu no Gildot, aqui fica um quote, q saquei na net,
    não q isso prove alguma coisa mas, ;)

    "The term LAMP originated in Germany and is gaining currency among North American developers as a shorthand for the suite of tools that serious open source Web developers use."
    E penso q o primeiro a usalo foi um jornalista,
    se alguem decobrir diga.

    site da rede oreilly sobre lamp.
    www.onlamp.com

    Re:LAMP Linux Apache Mysql PERL-PHP-PHYTON (Pontos:2)
    por Zeusfaber em 22-03-02 9:24 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Boas

    Não há dúvida que a comunicação escrita é complicada !

    Eu não disse que o termo LAMP foi criado no gildot ! Disse que retirei a definição de um artigo que li aqui no gildot. São coisas diferentes. Se a pessoa que fez esse artigo na altura tivesse dado uma definição errada, a culpa seria minha, porque não me dei ao trabalho de verificar se estava certa.

    Acrescento que este tipo de comentários são pouco interessantes e em nada contribuem para adiscussão que é proposta pelo artigo. Veja-se que apenas 1 comentário se refere à questão essencial da utilização de software livre pelas ONGs ...

    EJ

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]