gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Mandrake com falta de $$$
Contribuído por BladeRunner em 12-03-02 19:48
do departamento rendimento-mínimo-garantido
Linux Anonimo Cobarde escreve "É verdade! Estão a implorar por alguns tostões... Vejam os detalhes nesta página."

monge escreve "Como se pode ler aqui, a Mandrake está a atravessar alguns problemas financeiros. Como solução, eles convidam-nos a juntar ao clube deles, pagando uma pequena contribuição. Apesar de não ser a minha distro de eleição, não deixa de ser uma má notícia, visto ser a distro que se preocupou mais em ser user-friendly."
[BladeRunner]: Não sei se é a mais user friendly, mas lá que tem o filesystem mais embaralhado que já vi, lá isso tem.

Oracle + swap | Os treze líderes intocáveis  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • página
  • aqui
  • Mandrake
  • Mais acerca Linux
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Hummm... (Pontos:3, Informativo)
    por Gamito em 12-03-02 20:01 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://gamito.freezope.org/
    Algo vai podre no reino da Dinamarca...

    Então não eram estes os bacanos que já eram maiores do que a Red Hat ???

    Ou uma distro desktop oriented não dá ?

    O Mário Valente sempre tem razão ?

    Mário Gamito
    Re:Hummm... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Lamego em 12-03-02 21:07 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.ptlink.net
    Graças ao Mandrake linux actualmente tanto a nível doméstico com a nível profissional utilizo Linux durante 90% do meu tempo (mas s sim ser o único a utilizar linux numa empresa cuja plataforma standard é MS obriga algumas vezes utlizar o PC de um colega.)
    Não sei se é o melhor porque desde que comecei a utilizar mdk não tenho investido tempo a testar outras distribuições, de qualquer forma se achas que existe um factor real entre o suporte financeiro de uma solução e a sua qualidade, presuponho que software MS para ti signifique qualidade :)

    Nota: Acredito que existam muitas outras pessoas a utilizar Linux a 100% com outras distribuições que não pedem suporte financeira desta forma, mas cada distribuição com a sua política, e no caso da MandrakeSoft parece-me legítima esta posição.
    Re:Hummm... (Pontos:2)
    por MavicX em 13-03-02 22:15 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Acho que desktop não dá muito papel. As distros que parece que estão a dar melhor são a Suse e a Turbolinux. A suse toda a gente conhece, e no mercado europeu empresarial é claramente a mais usada principalmente na Alemanha. A turbolinux é lider do mercado asiatico (principalmente China e Japão). Mandrake e todas as outras não parecem fazer muito papel no mundo empresarial.

    A Red Hat é ainda a lider mas com a compra pela AOL não sei bem onde é que se vai situar.

    Pedro Esteves

    Deves viver de ar (Pontos:3, Interessante)
    por Lamego em 12-03-02 20:54 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.ptlink.net
    Pedir esmola ? A maior dificuldade para o movimento OpenSource é exactamente a falta de financiamento do trabalho que é desenvolvido o que obriga os programadores mesmo os mais adeptos de software livre a trabalharem maioritáriamente em aplicações fechadas e comerciais uma vez que tal como é demonstrado pela mentalidade de apresentação deste artigo, o software livre não é devidamente apoiado.
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por Gamito em 12-03-02 21:00 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://gamito.freezope.org/
    "tal como é demonstrado pela mentalidade de apresentação deste artigo,(...)"

    Também não gostei e como entretanto surgiu uma submissão com outro link sobre o assunto, resolvi transformar o artigo num 2 ein 1 e mudar-lhe o título.

    Mário Gamito
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por nmarques em 13-03-02 12:53 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Tu sabes o que sao 11 milhoes de Marcos (alemanha) ? achas pouco ? Foram oferecidos a FSF pelo governo alemao para desenvolver linux. O governo dos EUA aprovou um investimento de 25 BILIOES de dolares ao longo de 20 anos para o desenvolvimento de linux para aplicar na defesa!... Achas pouco ? So que nestas fatias a Mandrake nao mete as patas, porque nenhuma grande instituicao, com excepcao da Compaq viu futuro naquilo!... Agora que a HP prepara-se para devenvolver a distro deles, e a Compaq e' HP, a Mandrake ta-se a ver sem nota... que pena... O CEO deles so pode ser um grande lerdo... :) Ve o caso dos 300 milhoes de dolares da Red Hat em banco... E' uma distro lame, para lame people e a Mandrake e' dirigida por um lerdo maior ainda que os que usam mandrake!.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por Lamego em 13-03-02 13:30 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.ptlink.net
    Desculpa, já me esquecia que o Linux é apenas para l33ts como tu :)
    Além disso é habitual ler esse tipo de comentários a pessoas que do Mandrake só ouviram falar em "user-friendly", é típico insultar algo que os outros conseguem fazer com meia duzia de cliks de rato só porque nós o gostamos de fazer com meia duzia de comandos
    Há uma grande diferença entre clickar por clickar, e clikar sabendo o que se está a fazer. Se és assim tão conhecedor do Mandrake como "lame" era bom saberes justificar e não entrares em comparações e insultos que mais parece um puto de 15 a dizer que não gosta daqueles desenhos animados.
    Re:Deves viver de ar (Pontos:1)
    por humpback em 13-03-02 15:04 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    O problema do clicar é que muitas vezes as pessoas apesar de saberem o que esta por tras (configurar por exemplo em mandrake a partilha de ligacao a net) acabam por nao ir la confirmar, o que é uma pena pois mesmo quem sabe o que esta a fazer e depois cai no "point and click" depois deixa buracos bem giros. (eu falei da partilha de ligacao pois quando fui a verificar as regras de iptables aquilo estava a deixar alguns buracos bem giros).
    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por nmarques em 13-03-02 16:51 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Precisamente... Acertas-te em cheio... ainda por azar as maquinas sobre o meu dominio nenhuma tem X... Deixa la ver.. Tas a falar em interfaces baseados em ncurses e dialog ? Tsk... nem isso... se for preciso desactiva-se a parte web de Cobalt RaQ e dou-te vi e vamos ver onde os clicks te levam... Afinal os clicks so interessam para os MSCE onde saber onde se faz os clicks e' que interessa porque a nivel de protocolos ou low level... caugh... caugh...

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por Lamego em 13-03-02 18:28 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.ptlink.net
    E desde quando é que alguem utiliza X num servidor :) ? Dás-me vi e consigo fazer o mesmo que faço com um click demoro é na maior parte das vezes muito mais tempo, mas há muita gente que não teve a sorte de ter accesso ao Linux na fase em que eu tive nem tem a mesma capacidade de aprendizagem a nível da informática. O Linux deve ser um sistema aberto a todo o tipo de pessoas e não apenas a IT-Pros... já chega de elitismos!
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por nmarques em 13-03-02 21:56 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Que elitismos ? Pessoalmente nao vejo e' valor no Mandrake... Todos nos falamos da Microsoft, bla bla, se fores a ver a coisa e' a mesma... a microsoft ripou codigo ate mais nao, outro comprou-o a terceiros, ou comprou empresas... Muito codigozinho do Windows foi ripado do BSD, basicamente porque a licenca o permite, veja-se o celebre caso da Stack de TCP, mas passando a frente, a guerra anti linux da Microsoft, nao e' contra o linux em si, mas contra a GNU licence que nao lhes permite o mesmo que a do xBSD permite... A unica coisa que eles sabem fazer e' GUI's... Assim como a Mandrake, pouco ou nada de trabalho serio desenvolveram, veja-se a SuSE que destacou uma equipa de programadores para o XFree, veja-se o trabalho da redhat em prol do gcc e do kernel... etc etc... A Mandrake nunca vi assim nada de relevante, la vao os patches do Alan Cox no kernel, uns patches da redhat no kernel, veja-se que eles queriam uma distro optimizada pra i586/i686, e nem foram capazes de resolver o problemazito que o pgcc tinha, e abandonaram a ideia... Basicamente e' por coisas assim que nao gosto muito da Mandrake, sao tao sanguesugas como a M$, so o objecto e' diferente!... A unica coisa sao mesmo os GUI's. Para nao falar que a Mandrake usa bastante software nao OpenSource na distro deles... Como a conheces, ja sabes a que me refiro.

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por Lamego em 14-03-02 8:50 GMT (#32)
    (Utilizador Info) http://www.ptlink.net
    Ah, o teu problema é com os GUIs, cada um investe na área que tá mais vocacionado, vale mais uma equipe Mandrake a investir nos GUIs porque os sabe fazer bem do que certas e determinadas equipes que se metem em àreas que não dominam acabando por introduzir bugs que comprometem todo um sistema e não apenas uma dist.
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por nmarques em 14-03-02 10:15 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Yeaps... Mandrake cooker!. Ves como ate sabias :P

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:Deves viver de ar (Pontos:2)
    por pls em 13-03-02 13:09 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    o software livre não é devidamente apoiado.

    Deve ter qualquer coisa a ver com ser "livre" e as pessoas não pagarem pelos CD's, caixinhas e manuais...

    Quem compra as distribuições está a fazer a sua quota parte no processo de o "apoiar". Quem não compra não está. Se não houver gente suficiente não há dinheiro suficiente.O modelo de negocio nem é complexo de entender. Aparentemente não há gente suficiente pelo que vai falir.

    Se não falir porque um monte de gente paga $5 por mês será um exemplo giro de caridade ou de um clube de entusiastas. No segundo caso temos um modelo de negocio diferente... mas que vive da mesma premissa; ou vende e resulta ou não vende e não resulta.

    PLS
    Re:Deves viver de ar (Pontos:1)
    por humpback em 13-03-02 15:09 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    >Quem compra as distribuições está a fazer a sua quota parte no processo de o "apoiar".

    Apoiar a distribuição, e todos os milhares de packages que la vem? Quem da uns centimos a cada um deles? O carmelo que mantem a bash se recebesse um centimo por cada instalaçao estava podre de rico.

    isto que eu acabo de dizer entra muito em linha com a teoria que esta a aparecer dos micro pagamentos. Se existisse uma forma facil de um gajo dar 5 centimos ao tipo da bash (gnu), ao gajo do apache, e ao tipo do kino eu alinhava logo. A questao sao os custos que os bancos nos metem por transacoes. Os bancos querem as grandes corporacoes a funcionar, onde um gajo paga e bem seja pelo que for, os micropagamentos nao podem existir neste modelo.
    Gustavo Felisberto
    72ef1d7183eb2ea89420b94c0cf3e1f1

    A mentalidade "borlista" (Pontos:1, Despropositado)
    por Astrónomo em 12-03-02 23:52 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Existe uma aversão instintiva a pagar dinheiro por software. Talvez isto seja assim porque o software é imaterial, não tem volume.
    Com o advento do freeware e do código aberto, este sentimento foi, digamos, legitimado. Isto acarretou que se instituísse uma mentalidade "borlista".

    Há malta que é incapaz de dispender 2 cts que seja num software. Ao mesmo tempo, são capazes de dar dezenas de contos pela última placa gráfica XPTO super-aceleradora, a última placa de som, etc. Esta mentalidade borlista é um forte travão à expansão do Linux e é por isso que a SuSE decidiu, e muito bem, não distribuir ISOs das suas distribuições. Alguém ouviu dizer que a SuSE está com dificuldades?...

    O Linux é um software de esquerda e, como tal, assenta num modelo económico menos eficiente que o software de direita (do qual a Microsoft é o expoente máximo). Só empresas que cobrarem pelos seus produtos é que sobreviverão. A lógica é simples: quem vai pagar por aquilo que pode ter de borla?

    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 13-03-02 0:15 GMT (#6)
    De esquerda?

    Vê lá o que o ESR tem na página dele:

    "I am an armed man, prepared to use deadly force to defend my life and my freedom. I support the Second Amendment and firearms rights. See my firearms page for more.

    If you think freedom works and is worth extending, both on and off the net, please consider joining the national Libertarian Party and your state affiliate. You can take the Nolan Quiz to find out how much you have in common with libertarians."

    O Paulo Portas não diria melhor (aliás, o tal "Libertarian Party" cheira muito a direitinha)...

    Cuidado com as associações a esquerdas e direitas. Software é bits e os bits, como se sabe, são apartidários...


    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por Astrónomo em 13-03-02 0:43 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    ESR? Quem é esse gajo? Agora falamos em código ou estamos num daqueles concursos de televisão onde é preciso adivinhar palavras partindo de um pequeno conjunto de letras?
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 13-03-02 10:40 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    RMS é root mean square, ou rede multi-serviços, claro. :)

    LBT é muito menos usado, porque pouca gente sabe que o 2º nome do nosso amigo finlandês que adora saunas e teve um Sinclair QL antes do seu primeiro PC (leiam a auto-biografia!) é Benedict.


    "We have no choice! Our Communist overlords will slay us if we fail in our mission!"
    - A chinese military officer, "Tales of Suspense" #50, 1964
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 13-03-02 10:35 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Acho que estamos na thread errada para discutir isto. :) Mas não se tinha chegado, na outra, à conclusão de que "esquerda" e "direita" eram conceitos sobretudo económicos?

    Depois, nunca ouvi, ou ouvi falar de, o PP a defender o porte de armas. Alguém já ouviu?

    Por último, o ESR, sem dúvida, não é "igual" a software livre. Aliás, ninguém é, se bem que o RMS é talvez o que se aproxima mais de se "igualar" ao conceito.

    Em relação a ser "borlista"... Tenho comprado (mesmo) todos os OpenBSDs desde o 2.7 (o último é o 3.0, são semestrais). E é porque acho que *merecem*. Não tem nada a ver com o facto de não haver ISOs oficiais (até porque se encontrariam facilmente ISOs não oficiais, se quisesse).

    Mas concordo que muita gente, infelizmente, usa Linux ou coisas semelhantes porque é barato / de graça, e porque funciona melhor, não por razões ideológicas. No meu caso, são ambas as razões, mantendo um Windows 2000 como máquina de jogos. :)


    "We have no choice! Our Communist overlords will slay us if we fail in our mission!"
    - A chinese military officer, "Tales of Suspense" #50, 1964
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:1, Redundante)
    por Astrónomo em 13-03-02 0:47 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Houve um imbecil que classificou o meu post de "Despropositado". Acho que há, de facto, um problema de analfabetismo funcional no nosso país e até aqui no Gildot isso se manifesta.
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por Lamego em 13-03-02 8:01 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://www.ptlink.net
    Só não o fiz eu porque estou a participar no artigo, a tua extrapolação política é completamente despropositada, e fora de contexto. Aqui a questão nada tem a ver com o pagamento de software (até porque uma distribuição é apenas um pacotae integrado e customizado de um SO e várias aplicações/utilitários), mas sim com o suporte financeiro para pagar um trabalho onde o produto final não oferece este tipo de contrapartida.
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por Astrónomo em 13-03-02 16:51 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Constato que existe uma certa dificuldade do pessoal para fazeres análises globais...

    O que se passa com a Mandrake é paradigmático e merece que seja colocada num contexto mais amplo. O que este exemplo coloca em causa é o modelo económico assento no software gratuito.

    É evidente que o pagamento do software é uma questão central do problema. Mas tu preferes o termo "suporte financeiro"? Estamos a brincar com palavras ou quê?? De onde é que vem esse suporte financeiro senão primordialmente da venda dos pacotes e serviços associados a esses pacotes?

    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por raxx7 em 13-03-02 5:01 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://raxx7.no.sapo.pt/
    Exacto.
    Mas também são associações como "software de esquerda" que contribuem para reforçar a mentalidade borlista.
    Pessoalmente encaro o software grátis mais como algo que os criadores fazem por gosto e proveito pessoal do que algo que é feito com o objectivo de ajudar os outros.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:1)
    por Jynx em 13-03-02 10:29 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://www.frenetik.net
    Em minha casa habita as seguintes distros + os bsd´s ;) , compradas oficialmente :

    Linux Slackware 7.1
    Linux Slackware 8

    Suse 6.1
    Suse 6.3

    Redhat 5.2
    Redhat 6.2
    Redhat 7.1

    OpenBSD 3.0

    FreeBSD 4.5

    Em casa, tenho ADSL, e facilmente teria todas as distros grátis que eu decidi comprar, agora se me perguntares a mim, se voltaria a comprar as distros e os BSD´s todos de novo, a minha resposta seria : SIM !
    Isto porque ao comprar senti-me minimamente ajudar os projectos envolvidos...

    Maiores Cumprimentos...

    Jynx

    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por nmarques em 13-03-02 12:55 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Os 11 milhoes de marcos e os contractos com o Deutche Bundesbank sao suficientes para a SuSE sobreviver sem problemas jovem... Para que chatearem-se com o mercado domestico ? Isso e' pros pequenos!

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por pls em 13-03-02 12:59 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Para que chatearem-se com o mercado domestico ? Isso e' pros pequenos!

    A Microsoft faz um pipo de massa nesse mercadinho de nada para os pequenos...

    PLS
    Re:A mentalidade "borlista" (Pontos:2)
    por nmarques em 13-03-02 22:33 GMT (#31)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Fez ? Os maiores rendimentos da Microsoft sao no ramo das grandes "corporations", Educacao e formacao, MSCE!... Nao no consumidor final!... Ai domina a pirataria, e e' a fatia do mercado que mais prejuizo da!...

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Open Source vs Free Source (Custos) (Pontos:1)
    por rollerball em 13-03-02 11:19 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    Eu concordo, com qualquer pessoas aqui, que o software open source tem muitas vantagens em relação ao software fechado mas a questão é que desenvolver codigo para software fechado custa o mesmo que desenvolver para software aberto!

    Se te tiver uma "software house" que produz software "open source" a sua unica fonte de receita é o suporte tecnico a esse software. Se o meu cliente tiver uma boa equipe de TI's a trabalhar com ele, poderá nem sequer precisar do meu suporte.
    Assim fico nesta situação, gastei muitos euros no desenvolvimento do meu software e não consigo facturar para cobrir as despesas quanto mais para ter lucro.

    E este é o problema/dilema de todas as empresas que produzem software "open source". Claro que algumas pela sua especificidade ou qualidade sobrevivem e prosperam mas serão sempre poucas. E fundamentalmente, é obvio que é um modelo de negocio muito mais arriscado!

    Penso que a unica solução é caminhar para um caminho software em regime "open source" pelas qualidades inerentes mas com um custo de aquisição.

    Rollerball - The world most dangerous game !
    Humm... (Pontos:2)
    por pls em 13-03-02 12:51 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Alguns pontos sobre esta questão:

  • O comunicado da Mandrake sugere que isto é um problema de "curto prazo". Não é. É um problema de fundo. O modelo de negócio deles está a revelar-se deficitário. A solução de curto prazo baseada em "caridade" não me parece muito apelativa particularmente para quem estiver interessado a comprar parte do capital da empresa na bolsa.

  • Não acredito em caridade para com empresas. Ou resultam ou falham, o mercado é que decide quem merece viver e morrer, e se não resulta fechem a empresa. A redhat funciona? Fine, vive bem e fará os respectivos donos gajos ricos... a Mandrake não funciona? Fine, feche as portas.

  • É curioso o entusiasmo com que a comunidade de utilizadores de linux vive os "periodos de sucesso" e a indiferença com que vivem os de "insucesso". Em ambos os casos sem qualquer preocupação em suportar estas empresas e os portes de software comercial para Linux. "Yuppi a Corel está a portar o Corel Draw" alterna com "estão a fechar o desenvolvimento para linux... não faziam falta nenhuma". Qual é que queremos afinal? Queremos o dreamweaver em Linux? Queremos o Office em linux (corre bem em OSX e é _LINDO_ de morrer...)? Queremos photoshop? Ou não? Queremos o que estamos dispostos a pagar e a quantia ronda o custo de puxar as ISO's ou de piratear o software?

    Não se pode "conservar o bolo" e "comer ao mesmo tempo". Como comunidade que quer programadores em full time a trabalhar tem de encontrar forma de os sustentar... ou então ficar contente com o que eles resolverem oferecer e apreciar as ditas ofertas.

    PLS
  • Apenas uma nota... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-03-02 21:31 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    A mandrake ja faz isso desde o lançamento da versao 8.1 e fim da versão 8.0. Ou seja pedia aqueles que pudessem que ajudassem a causa coisa que o fix entusiasticamente com a versão 8.0 e 8.1.

    Simplesmente porque acredito na distribuição e penso que a mesma tenha muito em oferecer.

    Qaunto a mim sempre que me for possivel tentarei ajudar da melhor maneira a mesma. A mandrake nao esta a beira da falência nem muito menos sofre de um mal que algumas distribuiçoes começam a ter ou seja useres a deixarem de a usar para irem parar para outra como a mandrake...

    Força Mandrake!
    e quem puder realmente os cds sem manuais são bastante baratos para quem puder, é quase como um mulçumano ir a meca uma vez pelo menos na sua vida não é obrigado mas quase a comprar uma distrozinha la de vez em quando.

    Cheers
    Retoque a nota... (Pontos:2)
    por Lowgitek em 13-03-02 21:34 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Acabei por ver que o meu comentario poderia dar origem a certas dúvidas, o que realmente acho é...

    Não penso que a falencia esteja eminente mas um pouco mas de massa ajudava os gajos dai o apelo. O objectivo deles é simples ter massa para poder lutar de igual com uma RH.
    Já enviei a minha contribuição (Pontos:2)
    por Astrónomo em 16-03-02 2:09 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Nunca utilizei Mandrake. Talvez não venha a utilizar nos próximos tempos. Porém, considero a Mandrake uma empresa útil ao Linux: é user-friendly, é um dos grandes apoiantes do projecto KDE, é Europeia.
    Por isso, dei 68 Euros à Mandrake e sinto-me bem por tê-lo feito.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]