gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Star Office a pagantes...
Contribuído por BladeRunner em 24-02-02 23:46
do departamento StarOffice-6.0-nicht-mehr-gratis
News gibberling escreve "Ao que parece segundo o /. confirma-se o que não passava de um rumor há uns tempos, o StarOffice 6.0 vai ser pago nas versões Windows e Linux, pelos vistos as boas "borlas" estão a acabar. Notícia original em alemão no heise online..."

Nokia partilha know how com a concorrência | In(Segurança) ou talvez não?  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • gildot
  • /.
  • heise online
  • Mais acerca News
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    "nao ha almocos gratis" (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 25-02-02 0:26 GMT (#1)
    Como dizia o velhinho adam smith :) E ja agora, vamos todos comprar trancas [ (c) M.V. 2k2 ] para proteger os nossos servidores....
    Vae victis! (Pontos:4, Interessante)
    por André Simões em 25-02-02 0:29 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://hesperion.catus.net
    É uma pena, e uma derrota pesada para o desktop linux. Era a única "suite" office aceitável (pelo menos das que conheço, espero estar enganado) para Linux, e depositava muitas esperanças na versão 6, que, ao que parece, vai acabar com o incompreensível desktop integrado das versões anteriores, que as tornavam mastodônticas e inutilizáveis para um P-MMX com 64 de RAM (o meu).
    Agora, confronto-me com as seguintes opções: office da M$, comercial - staroffice 5.x, gratuito mas elefântico - staroffice 6, comercial. Claro que escolho o da M$, pois o Soffice perdeu a única vantagem que detinha, e o da M$, quer queiramos quer não, é o que os colegas de trabalho usam. Além de que continuo sem conseguir que o staroffice faça aquilo de que necessito... Assim, entre 2 suites comerciais, obviamente escolho a mais eficiente.


    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)

    Re:Vae victis! (Pontos:1)
    por slug em 25-02-02 1:45 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    o Astronomo já disse tudo , mas aqui vai uma pequena informação que pode ser encontrada em About Us :

    (...) Future versions of StarOffice software, beginning with 6.0, will be built using the OpenOffice.org source, APIs, file formats, and reference implementation.(...)

    Re:Vae victis! (Pontos:2)
    por MacLeod em 25-02-02 11:00 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Olá.

    Já há uns tempos tinha lido um comentário do André sobre um assunto semelhante, ferramentas de edição de texto em Linux. Porquê continuar a usar o pesadíssimo StarOffice (mesmo o 6 é pesado) e não evoluir para LaTeX?
    Há alguma coisa que o LateX não consiga por si na edição de texto? Entre as várias vantagens do LaTeX, é que uma pessoa só se precisa de preocupar com a escrita, todo o layout e formatação são automáticos (com qualidade profissional), se bem que cada pequeno pormenor seja configurável. Por isto não necessita de um interface pesado e corre em PCs com muito poucos recursos (na pior das hipoteses demora um pouco mais a compilar). E há imensos packages adicionais, uma comunidade enorme à volta do projecto.
    Eu desde que experimentei LaTeX não consegui voltar a usar o Word. Consigo fazer tudo o que quero, desde fazer diagramas de Feynman, por imagens em jpg, e até fazer apresentações tipo powerpoint (com o foilTeX e o ppower4)! Acho que LaTex+emacs é uma combinação poderosíssima.

    Aqui fica um óptimo guia para começar (e de referência).

    Re:Vae victis! (Pontos:2)
    por TarHai em 25-02-02 11:10 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Para comecar ate se pode usar o famoso lyx

    http://www.lyx.org

    E um processador de documentos que usa o TeX por baixo. Existe uma versao nativa para KDE e tudo :)
    ---
    Re:Vae victis! (Pontos:1)
    por xyz em 25-02-02 11:32 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    Ainda não existe a versão nativa em kde, a menos que te estejas a referir ao klyx, este é baseado numa versão muito mais antiga do lyx, a versão 0.12. Actualmente está-se a desenvolver uma versão nativa em kde que está incorporada no código base do LyX, ao contrário do klyx que surgiu independentemente do código do lyx.

    Esta versão está em desenvolvimento, assim como a versão para o gnome. A ideia é ter um núcleo único, com diferentes "frontends". Um desse interfaces que já está previsto é baseada em curses, ou seja em modo de terminal.

    A próxima versão a sair será a 1.2.0 e espera-se que as versões nativas para kde e gnome estejam concluidas na versão 1.3.0.


    Re:Vae victis! (Pontos:2)
    por MacLeod em 25-02-02 22:45 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Eu tive uma má experiência com o LyX. Durante o pouco tempo que o instalei pareceu-me pesado, com um interface nada intuitivo e muito pouco agradável para por expressões matemáticas (que aliás, nem tem suportado nos botões ou menus algums símbolos mais avançados que estão em packages como o amssymb (por exemplo, os simbolos de produto e soma directa). Depois, ocupava imenso espaço no disco, demorava a começar e o output não era brilhante. Nem sequer olhei para o código gerado por aquilo, mas se for do género do Scientific Workplace, é para esquecer.
    Re:Vae victis! (Pontos:1)
    por slug em 25-02-02 23:01 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    já uso o Lyx há vários anos e nunca encontrei limitações...pesado em que??;em que computador testaste isso???

    quanto às expressões matemáticas, costumo usar directamente os comandos em LaTeX pois fica mais rápido do que andar a carregar em botões. o output, é do LaTeX pois ele chama o TeX! o Lyx não é mais que um frontend para LaTeX, puro e simples com a vantagem de se poder usar o LaTeX directamente para quem quiser...

    quem não souber peva de TeX tb o usa sem problemas: tem boa documentação, tutoriais, etc.

    Re:Vae victis! (Pontos:1)
    por henrique em 25-02-02 13:46 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    O LaTeX e o StarOffice/OpenOffice não se destina ao mesmo tipo de utilizadores, nem ao mesmo tipo de tarefas. Não só a facilidade de utilização do último é muito maior, como o LaTex não traz uma folha de cálculo, um programa de desenho vectorial poderoso, um programa de apresentações com todo o tipo de efeitos especiais. Digo eu...
    Re:Vae victis! (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 25-02-02 17:04 GMT (#12)
    eu só uso LaTeX para processamento de texto

    quanto ao programa de desenho vectorial, tens N à escolha, é só uma questão de procurar.
    para desenhos simples (vectoriais) uso o xfig, para esquemáticos eléctricos/electrónicos uso o gEDA / xcircuit / electric / etc. existe o DIA e muitos outros!

    -- slug

    Re:Vae victis! (Pontos:2)
    por MacLeod em 25-02-02 22:35 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Eu disse que estava a falar de ferramentas de edição de texto. Quanto ao tipo de utilizadores, é discutível. É certo que existem (como já foi dito) "frontends" para LaTeX que facilitam imenso a escrita, abrindo assim o LaTeX a um leque de utilizadores, digamos, tecnicamente menos hábeis.
    Mas eu não acredito que o LaTeX (mesmo sem frontend) não possa ser utilizado por utilizadores comuns nos mais diversos trabalhos. Suponhamos um utilizador que necessita de processamento de texto para uma série de diferentes tarefas. Se já existir um género de "template", com o preâmbulo e em caso de maior configuração, um .sty, o utilizador só necessita de passar a informação no seu editor de texto favorito (ok, e saber uns quantos comandos, menos de 10, todos intuitivos). Não precisa de se andar a preocupar com a formatação: alinhar este texto, será que ponho estas letras maiores, este Word faz parágrafos estranhos, etc... O LaTeX, desde que alguém já tenha feito o template, torna-se muito simples para o utilizador comum. Se não houver template também não é uma coisa do outro mundo, os comandos são mesmo intuitivos.

    Em relação a não ter um programa de apresentações com efeitos especiais, discordo. Aconselho vivamente a lerem esta comparação entre as várias soluções de apresentação baseadas em LaTeX e pdf. Eu tenho uma muito boa experiência com o ppower4 e foilTeX, já usei em apresentações e é muito bom. Tem vários tipos de efeitos, transições de slides e a vantagem de poder fazer copy paste das coisas que já tinha feito em LaTeX. Dá imenso jeito para expressões matemáticas complicadas onde usar o equation + powerpoint era suicídio.

    Re:Vae victis! (Pontos:2)
    por André Simões em 25-02-02 22:32 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://hesperion.catus.net
    Bom, o meu problema é que sou muito muito preguiçoso! Mas como estou há várias semanas sem windows e tenho mesmo de me adaptar, acho que sim, que vou mesmo experimentar o LaTeX. Obrigados pelas dicas!
    Omnia aliena sunt: tempus tantum nostrum est. (Séneca)
    Re:Vae victis! (Pontos:2)
    por MacLeod em 25-02-02 22:52 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Só mais umas, se optar por editar o LaTeX directamente em vez de usar uma coisa tipo Lyx, o emacs tem o highligh sintax, que dá imenso jeito para diferenciar texto dos vários comandos. Para tal, basta abrir ou gravar um ficheiro .tex (para o emacs aplicar o filtro TeX/LaTeX), ir ao menu "Help" > "Options" > e activar a opção "Global Font Lock". Ao contrário do que aparece em alguns tutorials, não é preciso dar comandos do tipo "\´org\~ao" para escrever "órgão", ou acentos em Português. Dá para escrever normalmente, com todos os caracteres latinos usando o package "inputenc", pondo a seguinte linha antes de \begin{document}:

    \usepackage[latin1]{inputenc}

    Boa sorte :)

    Existe sempre o OpenOffice (Pontos:3, Informativo)
    por Astrónomo em 25-02-02 0:41 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Não é trágico. Estou certo que será bastante mais barato do que o MS Office. E para os forretas, existe o OpenOffice que continuará a ser gratuito. Para aqueles que não estão a par, o OpenOffice é a versão open-source do StarOffice. Digamos que está para o StarOffice, como o Mozilla está para o Netscape.
    As únicas vantagens aparentes do StarOffice comparativamente ao OpenOffice é trazer já uma grande quantidade de templates e trazer o corrector ortográfico.
    One word!!! (Pontos:2)
    por mlopes em 25-02-02 2:36 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Openoffice... não que eu goste muito, para o uso que eu dou a este tipo de ferramentas, o Abiword e o Gnumeric chegam-me perfeitamente e são muito mais leves.
    Star office 6 beta (Pontos:2)
    por MavicX em 25-02-02 11:58 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Se alguem quiser sacar o beta que já está bastente bom ainda pode faze-lo. em http://www.planetmirror.com/pub/staroffice/6.0beta/

    Quase de certeza que o Staroffice 6 final vai parar ao "warez" como os produtos Microsoft. Vai ser só uma questão de procurar. É por isso que adoro a Net, tudo se arranja.

    Pedro Esteves

    Re:Star office 6 beta (Pontos:2)
    por pls em 25-02-02 20:01 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Quase de certeza que o Staroffice 6 final vai parar ao "warez" como os produtos Microsoft. Vai ser só uma questão de procurar. É por isso que adoro a Net, tudo se arranja.

    Não te incomoda roubar?

    Essa postura vinda de utilizadores de linux não ajuda muito a plataforma a ter empresas a escrever software. Tens exemplos como a Loki e a Corel.

    PLS
    Re:Star office 6 beta (Pontos:2)
    por MavicX em 26-02-02 14:16 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Eu não disse que ia sacar (roubar), provavelmente vou usar o OpenOffice para Linux e continuar a usar o Staroffice á borla para Solaris. Mas é só para fazer ver que existem sempre maneiras de dar a volta a uma situação.

    Quanto á segunda questão. Ui se fosse por causa do warez então a Microsoft já tinha fechado as portas, tirando as empresas não conheço quase ninguem que tenha software legal.

    O caso da Corel e da Loki chama-se oportunismo e hype do Linux. Queriam fazer "easy money" á custa do Linux e lixaram-se, nunca me pareceu que tivessem um projecto coerente com cabeça tronco e membros.

    Pedro Esteves

    Re:Star office 6 beta (Pontos:2)
    por Lowgitek em 25-02-02 21:31 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Pedro tenho que te dar na orelha ehehe warez ? Para que dude ? Então ficamos com o openoffice que ao meu ver ta muito melhor que o staroffice ou pelo menos se iguala agora com a vantagem de ser realmente gratuito e outro talvez deixe de o ser.


    Re:Star office 6 beta (Pontos:2)
    por jpgm em 25-02-02 22:02 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    É assim tão imoral dar dinheiro por software que vocês já o estão a recusar antes de saber se virá com um preço justo ou não?
    Não me parece que seja, não me importo de pagar um preço justo por um package de software de que goste, tal como não me incomoda pagar por um bom livro ou por um bom cd (por um bom cd costuma incomodar-me mais, afinal não é propriamente ao artista que estou a pagar.... :-)
    Afinal qual é o stress.... Acho que se pretendemos que seja feito cada vez mais software de qualidade para o Linux temos de fazer alguns sacrificios, e isso inclui, entre outras coisas, sacrificio monetário....
    Cumprimentos! zp
    Re:Star office 6 beta (Pontos:1)
    por henrique em 26-02-02 15:18 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Estou completamente de acordo contigo. Instituiu-se uma mentalidade que acha que o software tem que ser de borla, e as empresas que não o disponibilizarem de borla estão a "roubar-nos".
    Isto é completamente irracional, para não dizer injusto para quem tem que viver do desenvolvimento de software.
    Re:Star office 6 beta (Pontos:2)
    por Lowgitek em 27-02-02 22:25 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    O preço já se sabe e é a volta de 15 contos ou... 7,5 euros or something like that.

    E não sou contra a comprar software, principalmente eu que até bem pouco tempo todas as minhas distros eram todas originais e bem pagas. O que é óbvio e se tiver boas alternativas ao pago e se esse até for de graça porque é que vou andar a pagar é só por isso. O que sou contra é andar no warez por software que merece o seu preço bem pago e com utilidade e qualidade isso não.
    Solaris x86 (Pontos:1)
    por lmalmeida em 26-02-02 8:33 GMT (#21)
    (Utilizador Info)
    Agora só resta saber se é gratuito para quem tem o solaris para x86....

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]