gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
WTF is .NET?
Contribuído por jmce em 15-02-02 0:54
do departamento três-em-um
Microsoft CrLf escreve "Para quem se pergunta o que raio é realmente essa coisa do .NET este artigo [fonte: Slashdot] fornece a resposta. Quem tiver paciência para o ler todo vai ficar mais elucidado porém acho que muita gente vai continuar a pensar... Java."
Um artigo muito interessante também discutido no Slashdot é o "One Runtime to Bind Them All"; ou de como no Common Language Runtime se pode usar qualquer linguagem... desde que nos limitemos a um dialecto que não passe de "C# com outra sintaxe", uma espécie de skin do C#: "proprietary technology presented as the apex of openness, and a strongly biased system presented as language-neutral".
E há, claro, o artigo da Salon sem vergonha de usar o Gutenberg a acompanhar jóias como "Science fiction utopia made real, thanks to Bill Gates".

Operadoras em vias de extinção, desta vez é a HLC | Windows XP Keygen  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • gildot
  • CrLf
  • artigo
  • Slashdot
  • discutido no Slashdot
  • "One Runtime to Bind Them All"
  • artigo da Salon
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por jmce
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Miguel Icaza e CLR (Pontos:2)
    por MavicX em 15-02-02 12:29 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Depois de ler os varios mails do Icaza na mailing list da gnome, acho que ele tem razão numa coisa o CLR é bastante bom para projectos com varias linguagems como é o caso do Gnome. Mas para que é que alguem vai embarcar num novo projecto com varias linguagems, se pode só usar uma. Varias não só complica o debug e a manutenção como é necessario mais coders especialistas em diferentes linguagens. Parece que o CLR se destina a ajudar mais a trazer velhas aplicações para o .NET do que a produzir novo codigo.

    Pedro Esteves

    Re:Miguel Icaza e CLR (Pontos:1)
    por nsp em 15-02-02 13:04 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Viva !

    Não concordo com "Parece que o CLR se destina a ajudar mais a trazer velhas aplicações para o .NET do que a produzir novo codigo.".

    O que o CLR permite é dar hipotese de cada um usar a linguagem com que está mais familiarizado. E num modelo de desenvolvimento por modulos é muito utíl. Em relação à manutenção tem a desvantagem de não permitir uma centralização de conhecimentos mas em projectos muito grandes isso também não é possivel. Além do mais cada linguagem tem a sua vocação e assim pode-se usar a linguagem mais adequada para cada caso mantendo a mesma plataforma.

    Bye !
    Java (Pontos:4, Informativo)
    por MavicX em 15-02-02 13:02 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Já agora é só para dizer que o Java SE (standart edition) 1.4 já saiu.

    "Version 1.4 advances rich client application development and provides the foundation for standards-based, interoperable Web services that can be built and deployed today! "

    Gostei do today ao contrario do .NET

    As novas feuters mais importantes são:

    O drag and drop (através do swing), o novo JDBC 3.0 para a ligação com as bases de dados, o Java web start, e o suporte para IPv6.

    Mais em http://java.sun.com/j2se/1.4/index.html


    Pedro Esteves

    Re:Java (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 15-02-02 13:48 GMT (#5)
    Qual é que é o problema do "today" ? Estás-me a dizer que não passei o ultimo mês a desenvolver toda a estrutura B2B duma distribuidora em dot.net usando C#, Webservices e XML? Meu, acorda ! Já trabalho com o dot.net desde Agosto do ano passado, e o VStudio foi lançado oficialmente na terça-feira, e o download do framework 1.0 está disponível há mais de um mês....
    Re:Java (Pontos:2)
    por MavicX em 15-02-02 18:47 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Sim eu tambem brincava com o beta do Vstudio. O que quero dizer é que o .NET ainda é muito recente e não se sabe os bugs, ao contrario do Java que já anda cá á muitos anos e é muito mais maduro.

    Pedro Esteves

    Re:Java (Pontos:2)
    por MavicX em 15-02-02 19:12 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Olha só mais uma cena essa estutura corre só em Windows né ? Se quiseres por isso num Linux (ou outro SO) sem pagar as licenças do 2000 sever consegues ? Se tivesses desenvolvido em Sun One ao menos sempre tinhas mais liberdade de escolha.

    E quando descobrirem algum remote exploit como os que descobrem diaramente para o IIS vais logo a correr pachar isso ? Ou disses-te ao cliente que os security bugs já estavam incluidos no preço ?

    Pedro Esteves

    Re:Java (Pontos:2)
    por drdude em 15-02-02 22:48 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    O cliente tem dinheiro para pagar as licenças MS, por isso siga! Alem que ser um "pioneiro" no .NET deve ser bom para o CV do programador...

    Ora a questão é, será que o resultado do produto desenvolvido em .NET compensa pagar as licenças MS, quando comparado a soluções OpenS?
    Re:Java (Pontos:1)
    por nsp em 15-02-02 14:15 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    A tecnologia Java carece de uma remodelação muito grande. O problema é a falta de organização de recursos. Qualquer pessoa que vá ao site da tecnologia Java depara-se com muitos packages que implementam as mesmas features. Embora a liberdade de escolha seja muito bonita, claro que em versões seguintes nem todos os packages tem continuidade e então se escolheu o "errado" ...

    Embora a Sun esteja a tentar agrupar algumas coisas com o j2se e j2ee ainda ficam muitas pontas soltas. Era importante definir um só caminho para o desenvolvimento de cada área. Até porque se centralizarem esforços provavelmente o resultado final será melhor.

    Bye !
    Re:Java (Pontos:2)
    por Lowgitek em 15-02-02 14:23 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Até que enfim tava a ver que não ehehe :)) tou farto dos betas vou ja começar a sacar ;)

    Mavicx entao ja voltaste a bulir? eheheh

    Elton Machado.
    Re:Java (Pontos:2)
    por cgd em 15-02-02 15:41 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    é a edicao merlin, a proxima sera a tiger.

    as coisas mais uteis (IMHO), sao a nova keyword assert e (finalmente) uma API para logging. ficaram de fora os printf/scanf que fazem de facto uma imensa falta.

    ver: isto.


    -- carlos

    Re:Java (Pontos:2)
    por MavicX em 15-02-02 19:00 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Pois tems razão. Java é uma coisa do passado ao contrario do .NET :-)

    Já agora já podes sacar o J2SE 1.4 para windows linux e solaris e aproveita e saca o forte 3.0 for java á borla para essas plataformas tambem.

    Quando o .NET e Visual Studio derem em Linux ou Solaris e forem os dois á borla, posso pensar mudar, entretanto fico-me pelo passado. E tu podes ficar com o futuro que o Bill Gates quer.

    Pedro Esteves

    Erm... (Pontos:3, Engraçado)
    por Branc0 em 15-02-02 13:19 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.syners.org
    Visual Studio.Net is going to change the world -- no doubt about it -- so it's time to suck it up and jump on the bandwagon. Microsoft says so. The world's largest companies also say so.

    Então se é assim está bem... eu acredito... *g*


    "Se vi mais além do que outro, é porque estava nos ombros de gigantes."
    Sir Isaac Newton

    velocidade (Pontos:2)
    por drdude em 15-02-02 22:55 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    será que isto quer dizer que agora as aplicações a correr em Windows feitas em .NET vão ser uma lentidão?

    Pois pelo o que eu precebo, existem 2 tipos de JITs... um mais optimizado que o outro. Ou seja, um perde mais tempo a arrancar o programa pois está a compila-lo, para que depois seja mais rapido a executar... o outro elimina a espera no entanto a execução será mais lenta pois não optimizou a compilação JIT. Mesmo que faça cache das coisas... nada me parece que seja tão rapido como native-code. Mas se compilares o teu programa para native-code já não necessitas do CLR, que supostamente é um dos pontos fortes do .NET!

    Continuo a achar que o .NET é uma copia do Java com 5 anos em de experiencia alheia donde aprender e copiar. O ponto mais forte do .NET não me parece ser os WebServices pois isso podes ter virtualmente em qualquer linguaguem e ambiente de desenvolvimento, nem me parece ser o CRL, o ponto mais forte parece ser o facto que a MS tem milhoes de developers, e esses agora vão ser todos obrigados a mudar pq a MS os "obriga".

    O que aconteceu ao tal J# ou J++ que há uns meses atras até apareceu para download? O C# é uma copia descarada do Java, no entanto falha redondamente em alguns aspectos, e até a posição do C# no .NET é pouco relevante.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]