gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
GNOME + .NET
Contribuído por BladeRunner em 03-02-02 9:27
do departamento for-the-GNOME-advocates-only
Gnome CrLf escreve "Esta entrevista ao Miguel de Icaza é realmente assustadora... O homem está tão entusiasmado com a arquitectura .NET que quer que esta seja a base do GNOME no futuro.
Remotamente (muito remotamente) até poderia ser boa ideia mas assim de repente... será que o Icaza é um microsoft-borg disfarçado ou um fiel seguidor do KDE? Spooky...
PS: Ideia pior só mesmo portarem o GNOME para javascr1pt... "


[BladeRunner]: Segue transcrição de duas perguntas da entrevista (engraçado como ele não responde à muito boa primeira questão):

P: But isn't there a danger of legitimizing the Microsoft platform - with Microsoft being an enemy of free software,?
R: Well Microsoft really does develop some really interesting technology. Not to go too far, but Microsoft is probably used by most people out there. Some scientists use TeX or LatEX but for most people Word is the thing that writers use these days. It might not be the best, but they do a pretty good job.
P: When it comes to .NET they've done a really outstanding job.
R: (...) But .NET is a really nice platform to build on. (...) It's strategic for us - lots of people will develop applications in .NET

Elevador espacial | Site do World Economic Forum atacado  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • CrLf
  • entrevista
  • Mais acerca Gnome
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Drug Abuse? (Pontos:2)
    por Cyclops em 03-02-02 12:25 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://greymalkin.yi.org
    Cada vez mais me convenco de que o Miguel anda a tomar uns cogumelos ou umas pastilhas esquesitas antes de ir falar em publico :(

    Esta do gnome ser baseado em .NET e das mais infelizes que alguma vez vi. Que haja bibliotecas para suporte a GNOME no .NET ainda va que va, agora abencoar o C durante anos, justificar a gtk+ e o gnome em C durante anos com bons motivos, e agora de repente...

    Miguel, no uses estupefacientes por favor!
    Re:Drug Abuse? (Pontos:4, Interessante)
    por mvalente em 03-02-02 19:37 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    CrLf:
    Esta entrevista ao Miguel de Icaza é realmente assustadora... O homem está tão entusiasmado com a arquitectura .NET que quer que esta seja a base do GNOME no futuro. Remotamente (muito remotamente) até poderia ser boa ideia mas assim de repente... será que o Icaza é um microsoft-borg disfarçado ou um fiel seguidor do KDE? Spooky...
    Cyclops:
    Cada vez mais me convenco de que o Miguel anda a tomar uns cogumelos ou umas pastilhas esquesitas antes de ir falar em publico :(

    O que eu cada vez mais me convenco e' que anda por aqui muita gente que nao sabe do que fala. E arreia a torto e a direito na M$ seja bom ou seja mau...

    Longe de mim ser um defensor da M$. Ha' coisas que fazem bem (p.ex. o Office) e ha' coisas que fazem mal (p.ex. o Windows). Para ja', aparentemente, o .NET e' algo que esta' a ser bem feito, baseado em padroes e com a participacao de terceiros. O paradigma (finalmente realizavel) da computacao distribuida, de uma engenharia e industria de componentes de software e dos Web services e' algo que pode vir revolucionar o mundo dos computadores e da programacao tal como o conhecemos. A arquitectura .NET pode ser de ENORME importancia para o Linux/Unix e para outras linguagens que nao sejam o VB e VC++.

    A quem esta' de facto interessado em participar e trabalhar e ganhar dinheiro com a informatica nos proximos 10 anos, sugeria que começasse a olhar seriamente para XML, CSS3, XSLT, XMLRPC, SOAP, ICE, UDDI, WSDL e outras coisas do genero. Depois podem usar tudo isto na plataforma/OS/linguagem que quiserem, que puderem ou que vos obrigarem...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por Cyclops em 03-02-02 23:59 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://greymalkin.yi.org
    Eu reclamei de basear o gnome em .net, e nao contra o .net. Nao tenho nada contra suporte para gnome no .net, mas basear o gnome em .net? Fear...
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por CrLf em 04-02-02 2:42 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Apesar de achar que o .NET é uma ferramenta da Microsoft no caminho da World Domination(TM), não estava necessáriamente a malhar no .NET apesar de não me cheirar muito bem (confesso que não conheço a peça o suficiente para dar uma opinião definitiva). Agora basear o GNOME no .NET? Eu gosto de Java mas se me dissessem que iriam basear o GNOME no Java acharia uma ideia igualmente estúpida! Isto claro IMHO!

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 04-02-02 11:37 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Esqueces-te que no meio desses protocolos/linguagems todas de mencionar o PASSPORT , que é a base da estratégia .NET em que para acederes ao serviços provavelmente vais ter de arranjar um. O objectivo da Microsoft é que toda a gente tenha um passport deles para se identificar e para ser identificado em qualquer lado que vás. É quase como um BI mas que neste caso deixa rasto para a microsoft ver o que andas a fazer.

    Segundo ponto, embora existam algums compiladores para o .NET quer com o mono da gnome, quer com o compilador que a microsoft está a fazer para o FreeBSD. Não sei planos de mais compiladores para outras arquitecturas e So's. Mas em principio o mono deve ser portavel mas não é 100% Microsoft e pode sempre dar problemas de incompatibilidade.

    Terceiro ponto, só podes desenvolver em Microsoft e em mais lado nenhum. Embora o Visual Studio .NET seja bastante bom só vai correr em Microsoft e nunca em outros SO's.

    Quanto aos beneficios da .NET tems razão está bem pensada e pode ser que a computação verdadeiramente distribuida arranque mas em plataformas Microsoft a correr por trás porque não tou a ver a microsoft a criar mais valias para outros SO's.

    Ao contrario a plataforma rival a SUN ONE embora seja mais modesta, é uma plataforma mais real e open, o java já é usado por muita gente e tems tudo á borla e para todos os SO's.
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por cgd em 04-02-02 12:29 GMT (#14)
    (Utilizador Info)

    o PASSPORT nao tem de estar forcosamente ligado ao .NET. alias, o .NET tem estado a ganhar alguma consenso em toda a linha, EXCEPTO no PASSPORT.

    toda a gente esta a procura de alternativas, e o XNS parece ser um bom candidato, mas a ver vamos. ver aqui.

    quanto aos planos que desconheces, ficas a conhecer mais um, da comunidade GNU: dotgnu.

    quanto à sunone, foi uma tentativa patetica da sun dizer que tinha uma alternativa, quando nao tinha. a sun pegou no java+j2ee e disse: olhem , nos ja temos tudo o que a microsoft esta a dizer que vai ter. mas de facto, falta a alternativa a PASSPORT (mas isso nao é um grande problema, porque ninguem quer o PASSPORT) e falta o conceito de servicos, que é o que estao a tentar vender.

    outro problema da sun, é que fez girar tudo a volta do java, o que foi um erro. como dizia o JWZ, o java é/sao demasiadas coisas ao mesmo tempo, e acaba por ser algumas boas, outras medianas, e outras mas. Na .NET houve separacao de entidades, e no futuro, ate se podem vir a ver coisas como programar em JAVA para a plataforma .NET.


    -- carlos

    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 04-02-02 13:44 GMT (#19)
    (Utilizador Info)
    Opá não digas asneiras é claro que a SUN ONE tem uma alternativa ao Passaport vai a http://www.projectliberty.org/ e não é da SUN como o passaport é da Microsoft. Não me venhas com tangas do XNS, toda a gente sabe que vai ser o passaport a triunfar.

    Quanto ao JAVA, olha é a linguagem mais usada a nivel empresarial e está para durar. O J2EE é usado já e é uma realidade para milhares de empresas, duvido que passem a usar .NET.

    E se não sabes o .NET apareceu porque a Microsoft perdeu no Tribunal e não quer pagar licenças á SUN pelo Java. Por isso afastou-se do Java e do J2EE e criou o C# e o .NET para não ficar atrás e ganhar algum dinheiro.

    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por cgd em 04-02-02 14:47 GMT (#23)
    (Utilizador Info)

    bom, a julgar do que ouvi na apresentacao feita pela sun em portugal, sobre o sun-one, fiquei com a ideia que o liberty era ainda uma INICIATIVA. ou seja: nada em concreto. mas talvez consigas explicar-nos a todos onde e como se pode usar o liberty.

    tb gostava de saber, QUEM é que sabe que vai ser o passaport a triunfar, quando mesmo os parceiros da .NET têm reservas ao passport. alias, qualquer pessoa tem reservas ao passport, e alias, qualquer pessoa porá sempre fortes reservas a qualquer tentativa de controlar os seus dados. especialmente se isso for feita de forma singular.

    quanto ao java, duvido que seja a linguagem mais usado a nivel empresarial. alias, duvido MUITO. acredito que seja a linguagem com que se iniciem mais projectos (novos, portanto). eu proprio iniciei um ha cerca de um mes em java.

    e ja agora, antes de usares expressoes como "nao digas asneiras", ou "e se nao sabes[...]", pensa que talvez, mas so talvez, nao sejas detentor de todo o conhecimento universal, ou talvez, mas so talvez, existam pessoas que saibam um bocadinho, mas so um bocadinho, mais que tu..

    cya


    -- carlos

    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 04-02-02 16:54 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Ok Carlos tems razão fui um bocado agressivo no outro comentário.

    Quanto ao liberty, o standart ainda não está pronto, mas não á pressas o .NET ainda agora está a começar.

    É claro que o Java é a linguagem mais usada nos programas novos que se estão a desenvolver. O Cobol e o C/C++ provavelemente tem mais aplicações em Uso.

    Quanto ao passaport logo veremos quem tem razão e se a maquina de Markting da Microsoft não levará a melhor.

     
    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por racme em 05-02-02 6:08 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    Epa J2EE sim Sun One é q não, então tao a fazer tudo ao contrario,(ou talvez nao), sim a solucao na minha opiniao, passa pelo uso do JAVA mas faltamlhe uma IBM e talvez uma ORACLE pro KO final a .NET!!

    Sosinhos q nao vao la. A IBM virouse pro Linux, a Oracle deu um chega pra la ainda a semana passada a Sun, etc, isto nao é nada de monta, mas mostra q as relacoes ja foram coisas do passado.

    Epa esta historia dos "Webservices" ja aqui ha uns anos a SUN a tentou pegar com as suas JAVAStations, lembramse daqueles sparcs azuizinhos!? E a IBM tb com os seu Network Computers a correrem JavaOS, etc.

    Poix e se bem me lembro a coisa morreu!
    A maquina de marketing da M$ estoirou por completo pra mais ao anunciar o seu ultimo brinquedo o WIndows95!

    E claro, eu bem me lembro, puto como era, queria la saber de thin clients queria era atufulhar o meu comp com programas, jogos, mais jogos enfim queria um FAT muito FAT PCCCC.

    ISto tudo pra dizer q agora a M$ voltou a pegar na ideia, mas usando outras palavras, talvez precavendose dos erros "dos outros".

    O problema e q "os outros" é q se deviam juntar novamente e eles proprios sim precaverem-se dos seus erros do passado.

    "Rien ne va plus"
    vamos ver, os dados tao lançados
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 05-02-02 12:21 GMT (#36)
    (Utilizador Info)
    "mas faltamlhe uma IBM e talvez uma ORACLE pro KO final a .NET!! "

    Ups podias dizer outras empresas porque essas estam 100% com o Java.

    A plataforma Java que vem com o suse é da IBM e não da SUN, e o Oracle 8i e 9i não podia ter mais java integrado.

    Acho que essa a força do JAVA ser apoiado por mais de que uma grande empresa.

    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por racme em 06-02-02 2:45 GMT (#45)
    (Utilizador Info)
    isto e o q da tar a postar no GIL atraves do lynx! ;)
    MAS dá, f0d4z3!
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por mvalente em 04-02-02 12:47 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Esqueces-te que no meio desses protocolos/linguagems todas de mencionar o PASSPORT , que é a base da estratégia .NET
    Segundo ponto, embora existam algums compiladores para o .NET quer com o mono da gnome, quer com o compilador que a microsoft está a fazer para o FreeBSD. Não sei planos de mais compiladores para outras arquitecturas e So's

    Primeiro, o .NET é independente do Passport. Podes usar o .NET sem obrigatoriamente usar o Passport. Nao confundir portanto as 2 coisas e aniquilar a validade de uma delas (o .NET) por causa da outra (o Passport, que de facto é a "tentativa" da M$ de manter o controle; mas que não vai passar).

    Segundo: compiladores de .NET ?! Fica clarissimo que não percebes nada do que estás a falar. Deixa-me ajudar-te: o .NET é um framework. É um conjunto de funcionalidades e formatos, definidos num (wannabe) standard. Não é uma linguagem e, por isso, não tem compiladores ou interpretadores nativos. Os compiladores que referes são aqueles aos quais a M$ vai acrescentar um conjunto de modulos/libraries que permitem mais facilmente criar aplicacoes .NET. Isso não muda o facto de que podem ser criadas aplicações .NET em qq outra linguagem/platafora/SO, não sendo necessário compilador especifico nenhum.

    Terceiro ponto, só podes desenvolver em Microsoft e em mais lado nenhum.

    Nao sejas tonto.

    Espero que te tenha esclarecido as tuas graves duvidas e ignorancias.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 04-02-02 13:32 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Os "compiladores" como deves saber é principalmete para o C# e tambem para VB.NET que são a base do .NET . Ok vais falar do CLR que suporta outras linguagems conhecidas(exepto o java) mas duvido que na genaralidade para alem dessas duas sejam usadas outras.

    Tems razão o .NET é um framework mas que neste momento só existe em NT e para poderes correr em outras plataformas precisas dele. O mono pode parecer muito interessante mas nunca vai ter o apoio da Microsoft e vai ser sempre um Outsider um passo atrás.

    Ao contrario o J2EE é suportado em todas as plataformas e é um standart.

    Quanto as Passaport tems razão não é obrigatório e eu tambem não disse que era. Mas que o vais usar isso vais, do ponto de vista das empresas ele é optimo para recoher informação, o problema é uma coisa que está a cair em desuso chamada privacidade.

    Dizer que a plataforma .NET é open é para rir, nada vai ser open, vai ser tudo controlado pela Microsoft, não sejas anjinho olha para o passado.

    Olha quanto as minhas duvidas e ignorancias elas devem ser esclarecidas pelo futuro, e espero que tenhas razão e que o .NET não seja mais uma passo para a World Domination.
    Re:Drug Abuse? (Pontos:3, Informativo)
    por mvalente em 04-02-02 14:13 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Ok vais falar do CLR que suporta outras linguagems conhecidas(exepto o java) mas duvido que na genaralidade para alem dessas duas sejam usadas outras. Tems razão o .NET é um framework mas que neste momento só existe em NT e para poderes correr em outras plataformas precisas dele.

    Eu acho é que te devias calar um bocadinho porque senão vais mesmo parecer um tolo.

    Hint: não respondas antes de *leres bem* os docs sobre Perl and Python for .NET (mais coisas aqui). Se ficares com duvidas, visita a area do Google sobre .NET Programming Languages ou esta lista completa de linguagens para o .NET.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Drug Abuse? (Pontos:3, Interessante)
    por MavicX em 04-02-02 14:40 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Como eu disse "genaralidade" das aplicações.

    O Python e o Perl e algumas dessas linguagems podem ser muito bonitas mas não se comparam a linguagems como o Java ou o C# que foram especificamente criadas para isto. Se não percebes isso não há nada a fazer.

        Quanto ao VB.NET é só pela razão que é extremamente usado hoje em dia para plataforma NT a nivel empresarial e penso que ainda vai ser usado em .NET .

    Cumprimentos

    Pedro Esteves
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por vaf em 06-02-02 17:10 GMT (#47)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    "Quando um programa relativamente simples escrito em C# pode ser transformado em C apenas com um editor a fazer replaces, podemo-nos perguntar qual é a necessidade de uma linguagem nova" - Um destacado Professor Universitário Português na área de redes e Sistemas Distribuídos.

    O meu humilde palpite é que se trata de uma tentativa de conseguir o que a MS não conseguiu com o Java da SUN.
    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por racme em 05-02-02 5:41 GMT (#32)
    (Utilizador Info)
    tas a falar das ports de python e perl pra windoze da activstate!!
    O unico contributo em q o "perl" como o conhecemos, possa servir pro .NET é nos modulos pra SOAP e XMLRPC

    Poix quando alguem fala q "...o .NET tem o suporte deste e daquele..." "...ta tudo com o .NET, so tu é q nao" BLABLABLA isso é atirar areia pros olhos.

    A M$ pagou/investiu no desenvolvimento Perl/Phyton pra Windows!
    Podes dizer q a M$ pagou a activestate pra portar o perl pra sua platforma em contra partida esta alem do IDE Komodo, baseado no mozilla, está a desenvolver um IDE Visual Perl e Visual Phyton pro .NET, q em principio saira no Visual Studio 7

    A activestate esta a aproveitar o q a licença GPL lhe da, usar o codigo como bem entender.

      E vejamos tb q o perl ficou um pouco relegado do mundo *nix desde o surgimento do PHP. Muita gente achou aqui a opurtunidade porreira pra levantar o perl, mas muitos protestaram, mas tb como tamos a falar de GPL ninguem pode fazer nada.

    Duvido q se criem modulos especificos .NET pra perl pois ai a M$ teria de abdicar do seu.

    Mas essa é q é a beleza do GPL!
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por vaf em 06-02-02 17:15 GMT (#48)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    A GPL não dá o direito de usar o código como bem entender, atenção!
    (link)
    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por racme em 08-02-02 4:55 GMT (#55)
    (Utilizador Info)
    Compara la com esta
    Programming Languages for the Java Virtual Machine

    "Poix mas o Java ja tem 7 anos!"
    Mas o .NET ja conta com quase com 3!

    pq voltar ao Zero e comecar tudo de novo?

    E nao me venhas falar em evolução! ;)


    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por blackTiger em 05-02-02 22:06 GMT (#44)
    (Utilizador Info)
    Ok vais falar do CLR que suporta outras linguagems conhecidas(exepto o java) mas duvido que na genaralidade para alem dessas duas sejam usadas outras.

    O da M$ não suporta java mas se alguem se quiser dar ao trabalho pode escrever suporte para ele (alias o proprio compilador de C# do Mono é bastante baseado no Guavac, um compilador de Java). Pelo que me lembro o projecto Mono está aberto a possiveis contribuidores nesse campo.

    Tems razão o .NET é um framework mas que neste momento só existe em NT e para poderes correr em outras plataformas precisas dele. O mono pode parecer muito interessante mas nunca vai ter o apoio da Microsoft e vai ser sempre um Outsider um passo atrás.

    Pode não ser compatível com o .NET da Microsoft mas porque não apostar num .NET totalmente open-source. Alias tenho esperança que se o Mono for pra frente e quando a MS se "esquecer" de cumprir os standards, o Mono se torne uma boa alternativa open-source. O Java e todas outras as linguagens podem ser integradas e o Gnome pode continuar a ser escrito em C, C++, Java, Perl, Python ou qualquer linguagem que seja suportada.

    Ao contrario o J2EE é suportado em todas as plataformas e é um standart.

    O Java em si é uma plataforma e continuo a dizer que pode ser integrado com o .NET.

    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por darkangel em 04-02-02 18:31 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Bom, só para te fazer parecer um bocado mais estúpido ao fim de tanta asneira: http://www.icsharpcode.net/OpenSource/SD/
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 04-02-02 12:33 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Esqueci-me no outro Post de dizer mais um acronimo que a .NET vai usar chama-se ASP.net, sim ASP de active server pages sem falar no Biztalk que é outra "maravilha" que só corre em NT.

    Quem quiser aprender alguma coisa sobre o .NET e SUN ONE (J2EE) deve ler este extenso mas exelente paper. http://www.theserverside.com/resources/article.jsp?l=J2EE-vs-DOTNET
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 04-02-02 12:38 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Só para meter a conclusão.

    "
    As far as Microsoft.NET, that is far from an altruistic initiative. It is a monopolistic initiative dressed in altruism. Microsoft has been claiming that .NET is about open and interoperable web services, when in reality Microsoft is already making their web services closed and proprietary. Microsoft will likely increase the costs of their solutions if a monopoly can be achieved, and innovation will be slowed down significantly."

    Tá tudo dito.


    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por Devils_Advocate em 05-02-02 6:49 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Não está tudo dito. Estou-me nas tintas para as polémicas. O J2EE é excelente, mas o .NET também.

    Quanto ao .NET, a maior parte dos meus colegas trabalham em J2EE actualmente, e eu tenho estado nos últimos meses a desenvolver .NET. As impressões que temos trocado é que o .NET é um excelente produto, com inovações importantes. A simplicidade de construção de webservices por exemplo, em que apenas nos concentramos no que é importante, deixando para o framework tudo o resto (a criação do WSDL, o SOAP, a consola de testes do webservice no browser, etc,etc) é um autentico ovo de Colombo. E não me lixem, mas aqui a MS vai uns passos mais à frente. Há coisas inovadoras, há coisas que finalmente são como sempre deveriam ser, e há coisas que foram copiadas até do Java. Há de tudo. E o tudo é uma plataforma de desenvolvimento para a Web (e não só) finalmente orientado por objectos, código todo compilado, namespaces, data caching, caching de páginas totais ou parciais, caching de objectos em páginas, facilidade de configuração de autenticação, Web controls, user controls, databinding, dados XML, debugging, etc,etc tudo harmoniosamente bem organizado num framework com uma facilidade incrível de utilização (sim, há pormenores fantásticos pelo seu poder e simplicidade de implementação). Mas tudo isto não quer dizer que o seja melhor que o J2EE... é bom, aliás muito bom, e basta. Estamos a falar de concorrência saudável. E acho inacreditável quando grande parte do .Net assenta em standards como o XML (todo o núcleo de dados do .Net transporta dados em XML mesmo que não usemos XML), o SOAP, o WSDL, etc, etc... venham a falar de world domination.

    Como ficamos ? Eu acho que se está a passar precisamente o contrário. A MS é tão má, tão bicho papão, que a maior parte das pessoas anda a falar do que não sabe e não tem humildade para reconhecer que há coisas muito interessantes no .NET. Eu falo por mim, em que já sinto uma certa dificuldade (até hostilidade) em convencer as pessoas a dedicarem algum do seu tempo a olharem para isto, pois de todos os lados só me dizem: Java, J2EE, Java, J2EE, Oracle, Java ! Sinceramente não vejo onde está a dominação, antes pelo contrário, só vejo uma obsessão colectiva contra a MS. De que lado está a dominação ? Às vezes não entendo tanta hostilidade, porque eu toda a vida desenvolvi nas ferramentas que preferi, quer por razões tecnológicas, quer pela informação disponível para me ajudar a desenvolver. Nunca me apontaram armas à cabeça para usar VB,VC, Delphi,Java, PHP ou ASP.

    PS: E por favor não confundam .NET com Passports e afins. O Passport é uma tentativa da MS para entrar nos serviços. E mesmo aqui há muita confusão. O conceito de te poderes autenticar apenas uma vez em vez de espalhares os teus dados em dezenas de outros sites no fundo é um bom conceito. P ser uma coisa interessante, mas vai falhar porque tudo o que envolva segurança e privacidade provavelmente falha. Mas há muitas coisas que falham todos os dias. O tão badalado conceito de ASP está a falhar pelas mesmas razões. As empresas tem medo de passar informação interna para sistemas exteriores.
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por Gimp em 05-02-02 11:56 GMT (#35)
    (Utilizador Info)
    Eu falo por mim, em que já sinto uma certa dificuldade (até hostilidade) em convencer as pessoas a dedicarem algum do seu tempo a olharem para isto, pois de todos os lados só me dizem: Java, J2EE, Java, J2EE, Oracle, Java ! Sinceramente não vejo onde está a dominação, antes pelo contrário, só vejo uma obsessão colectiva contra a MS.

    Faz-me lembrar os tempos em que falava às pessoas sobre linux. Era cá uma hostilidade! Só diziam windows, windows e windows! Só dificuldades hehehe. A diferença é que no linux tu tens acesso ao código ao contrário do .Net...

    Às vezes não entendo tanta hostilidade, porque eu toda a vida desenvolvi nas ferramentas que preferi, quer por razões tecnológicas, quer pela informação disponível para me ajudar a desenvolver. Nunca me apontaram armas à cabeça para usar VB,VC, Delphi,Java, PHP ou ASP.

    "Mas chefe, se desenvolvermos nesta plataforma, sai mais barato e é super fiável! Não interessa, o meu sobrinho disse-me que a última versão do Access é demais!!" Não é uma arma, mas desarma qualquer um não é?


    "Preciso mudar o nome de um ficheiro! Faça rm " in BOFH stories zZzZz

    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por darkangel em 05-02-02 14:36 GMT (#38)
    (Utilizador Info)
    Faz-me lembrar os tempos em que falava às pessoas sobre linux. Era cá uma hostilidade! Só diziam windows, windows e windows! Só dificuldades hehehe. A diferença é que no linux tu tens acesso ao código ao contrário do .Net...

    Xissa, que vocês linuxers-com-o-tipico-espirito-tacanho-e-redutor-slashdot/gildot são estúpidos até dizer chega. O que é que tem a ver uma coisa com a outra? Queres que eles te dêm a source do kernel32.dll para usares .net? A arquitectura é aberta, estúpido. A API é bem documentada e os valentes rapazes da Ximian estão a portar o framework para que tu possas programar coisas de jeito sem teres que ver um "start menu" à frente.

    Só dizem *merda* nesta thread. A maioria dos pseudo-informáticos que habitam por aqui limitam-se a meia dúzia de clichés redutores, destrutivos e idiotas anti-MS. São completamente estúpidos!!! Falam, falam, falam mas não sabem do quê.

    Aprecio sinceramente os comentários onde se fazem comparações entre a tecnologia disponível no J2EE e no .NET. Pessoalmente trabalho em Java e J2EE e com .NET a vários níveis, desde o ADO até ao ASPX. Conheço relativamente bem as potencialidades de cada um e as respectivas limitações. A diferença entre mim (e as poucas pessoas que fazem comentários sensatos e inteligentes nesta thread) e o resto desta gente (linuxers-com-o-tipico-espirito-tacanho-e-redutor-slashdot/gildot) é que eu sei trabalhar com qualquer tecnologia disponível e sei usá-las para o que é mais apropriado, em vez de usar a abordagem habitual por aqui que é usar perl ou python. (já agora, espero que te seja muito produtivo teres a source do interpretador de perl, suponho que leias um bocadinho da source todas as noites....)

    Espero sinceramente que haja um bom IDE de C# para linux (existe um -> OPEN SOURCE
    Enfim.... who cares.
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por Gimp em 05-02-02 16:23 GMT (#41)
    (Utilizador Info)
    Xissa, que vocês linuxers-com-o-tipico-espirito-tacanho-e-redutor-slashdot/gildot são estúpidos até dizer chega.

    Pelos vistos a hostilidade não é coisa do passado. O senhor, que é um iluminado, reage muito mal a comentários jocosos...

    O que é que tem a ver uma coisa com a outra? Queres que eles te dêm a source do kernel32.dll para usares .net? A arquitectura é aberta, estúpido.

    A framework é copyrighted pela Micro e já anunciaram que tencionam arranjar maneira de cobrar ou impedir o uso de informação. Quanto a ser estúpido, penso que o menino deve mas é ir mudar as fraldas que traz na cabeça...

    valentes rapazes da Ximian estão a portar o framework para que tu possas programar coisas de jeito sem teres que ver um "start menu" à frente.

    Os valentes têm tantas boas ideias que a Ximian é um fracasso...

    Só dizem *merda* nesta thread. A maioria dos pseudo-informáticos que habitam por aqui limitam-se a meia dúzia de clichés redutores, destrutivos e idiotas anti-MS. São completamente estúpidos!!! Falam, falam, falam mas não sabem do quê.

    Veio parar ao local errado. Isto não é o IRC...Mais uma vez, aconselho-o a mudar de fraldas. Dodot de preferência, que ouço dizer que são as mais absorventes...

    A diferença entre mim (e as poucas pessoas que fazem comentários sensatos e inteligentes nesta thread)

    O mais acertado que disse. Há uma diferença, o menino é parvo.

    e o resto desta gente (linuxers-com-o-tipico-espirito-tacanho-e-redutor-slashdot/gildot) é que eu sei trabalhar com qualquer tecnologia disponível

    UAAAAHHH!!!(onda mexicana...)QUE GIROOOO!! e sei usá-las para o que é mais apropriado, em vez de usar a abordagem habitual por aqui que é usar perl ou python.

    Acho que devia era usá-las para a produção de papel higiénico...(já agora, espero que te seja muito produtivo teres a source do interpretador de perl, suponho que leias um bocadinho da source todas as noites....)

    Poissss! Que besugo este gajo é! Vai-te curar meu...


    "Preciso mudar o nome de um ficheiro! Faça rm " in BOFH stories zZzZz

    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por darkangel em 05-02-02 18:19 GMT (#42)
    (Utilizador Info)
    pah.. se tu tivesses nascido 3 meses mais tarde já vinhas com carroça.... :)
    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por Gimp em 05-02-02 18:54 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    É verdade, tive que me contentar com o burrinho que és eheheh.


    "Preciso mudar o nome de um ficheiro! Faça rm " in BOFH stories zZzZz

    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por MavicX em 05-02-02 12:33 GMT (#37)
    (Utilizador Info)
    Niguem disse mal da tecnologia .NET que alias acho bastante boa e com muitas inovações.

    O que se está a discutir é se é uma tecnologia Open ou pelo contrario proprietária. O problema é a Microsoft tirar mais valias dessa nova tecnologia e impôr mais um monopolio no mercado.

    Re:Drug Abuse? (Pontos:2)
    por vaf em 06-02-02 17:31 GMT (#51)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Exactamente. Já se percebeu que a tecnologia, tirando o Passport não é má de todo. Agora a questão central é se é proprietária, patenteável, sujeita a direitos sobre o uso, etc...

    Porque essas questões, que por vezes merecem o desprezo de muitos engenheiros e técnicos, são as mais importantes a longo prazo. E é graças a coitadinhos como esses que não conseguem ver a importância dessas questões, não têm visão a longo prazo, que hoje temos um oligopólio que é prejudicial a milhões de utilizadores no mundo inteiro, que despreza os consumidores, armadilha os concorrrentes e abafa a inovação.

    Não podemos secundarizar a importância do licenciamento ou, se quisermos, da "abertura" da solução. O critério técnico não pode ser suficiente. E neste campo eu estou bastante céptico. A Microsoft nunca jogou justo e não me parece que seja agora que ela se vai tornar num mecenas da sociedade global.

    Abram os olhos, está à vista de todos.
    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por racme em 05-02-02 4:35 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Epa contigo a Microsoft nao precissa de gastar dinheiro em pub, ja tas lavadinho ;)

    "Para ja', aparentemente, o .NET e' algo que esta' a ser bem feito, baseado em padroes e com a participacao de terceiros."

    Tens a certeza do q dizes ou so uma certeza aparente!?
    que terceiros sao esses ?! MCPs?!?

    "A arquitectura .NET pode ser de ENORME importancia para o Linux/Unix e para outras linguagens que nao sejam o VB e VC++."

    alem dessas da parte da M$ as unicas faladas foram o C# e ASP.NET(1)

    "O paradigma (finalmente realizavel) da computacao distribuida, de uma engenharia e industria de componentes de software e dos Web services..."

    Pq é q isto me lembra algo do tipo arquitectura Cliente/Servidor, pra ai anos 70/80. Sera q a M$ reinventou a roda!?

    "...Web services e' algo que pode vir revolucionar o mundo dos computadores e da programacao tal como o conhecemos"

    cuja motivacao principal e o negocio. Vao te ao bolso com uma pinta q nem imaginas. E onde a joia pra entrares no clube, é a cedencia de todos os teus dados pessoais.
    Agora sim poderei dizer q a minha vida e um jogo.

    (1) VB.NET(r),VC++.NET(r),C#(r) e ASP.NET(r) sao marcas registadas da Microsoft(r) Corporation(r)
    Re:Drug Abuse? (Pontos:3, Esclarecedor)
    por mvalente em 06-02-02 9:41 GMT (#46)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Epa contigo a Microsoft nao precissa de gastar dinheiro em pub, ja tas lavadinho ;)

    Yup, that's me: Brainwashed by M$ since 1995.

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Drug Abuse? (Pontos:1)
    por racme em 06-02-02 17:19 GMT (#50)
    (Utilizador Info)
    EPa como disse, antes tavas "sujo",
    agora ja tas lavadinho 8)

    Ainda bem que não uso Gnome (Pontos:2)
    por MavicX em 03-02-02 12:51 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Bem esse gajo está a matar o Gnome com as suas ideias. Só as milhares de horas que ele e outros programadores já meteram nesse "Mono" em vez de estarem a desenvolver o Gnome 2 que é atrasos a seguir de atrasos.

    Quanto á plataforma .NET é uma maneira de a Microsoft fazer a world domination's, e o Icaza está a tornar isso real. Mas duvido que essa plataforma chegue a algum lado no mundo empresarial, porque existe a plataforma SUN ONE que é a que eu utilizo e que está a ser adoptada pelas grandes empresas, desde a IBM á SUN, Oracle, SAP e muitas outras. E corre em todos os SO's e plataformas desde Windows a Linux como a maior parte de outros Unix's.

    Usem KDE e Sun One em vez de "monos" de gnomes.
    Re:Ainda bem que não uso Gnome (Pontos:0, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 03-02-02 14:53 GMT (#3)
    >Bem esse gajo está a matar o Gnome com as suas ideias. Só as milhares de horas que ele e outros programadores já meteram nesse "Mono" em vez de estarem a desenvolver o Gnome 2 que é atrasos a seguir de atrasos

    Estamos num mundo livre e o GNOME é GPL. O Miguel faz aquilo que bem lhe der na cabeça, ele assinou algum contrato contigo em como ia desenvolver o Gnome 2 agora?

    Re:Ainda bem que não uso Gnome (Pontos:2)
    por Lowgitek em 03-02-02 16:29 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.ideiasdigitais.co.pt
    Hey MavicX Amen to That ;)

    Este gajo do gnome deve andar nas drogas ou então recebeu já uma choruda contribuição dos fulanos que gostam de contribuir para a educação e projectos infantis e afins..

    Eu vi algo num post acima... Javascr1pt ??

    Acho que os gajos do gnome andam meio trocados e não sabem a quem vender a alma se a SUN que mau ou bem ainda é sempre melhor que MS que penso ser totalmente "incompativel" com a filosofia do gnome e afins..

    Anyway SUN ONE pra cima dos gajos e logo se vê.
    Re:Ainda bem que não uso Gnome (Pontos:2)
    por CrLf em 03-02-02 15:45 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    (...)quase na totalidade 200 megas(...)
    (...)quase 120 megas..(...)

    Ainda bem que sabes o que é memória partilhada por processos... Provavelmente também és daqueles que diz "Xiii, o X está a ocupar 100Mb...mas eu só tenho 64...".

    -- Carlos Rodrigues
    Re:Ainda bem que não uso Gnome (Pontos:2)
    por higuita em 04-02-02 0:50 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025/
    bem, so se for o teu KDE ou Gnome, o meu pode comer memoria mas nunca o vi a comer mais de 60Mb

    agora, se tens capacidade de memoria limitida, usas um desktop manager mais leve tipo o XFce

    e se apenas queres um WM, que tal o blackbox ou o fluxbox?! ira' gastar menos memoria que um xterm aberto.

    tens de procurar as ferramentas certas para o trabalho certo nas condicoes certas, lembra-te disto.

    muito me divirto a ver pessoal a meter as ultimas versoes de tudo sem pensarem se realmente precisam delas...
    ainda recentemente vi um gajo a querer instalar o window$ CHisPe num P200 com 64Mb, por razao nenhuma a nao ser para poder dizer que tem a ultima versao
    (claro esta', desistiu rapidamente)


    Higuita
    Outra entrevista de Miguel de Icaza sobre .Net (Pontos:2, Informativo)
    por Ricardo Dias Marques em 03-02-02 19:37 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Existe outra entrevista de Miguel de Icaza sobre .Net em:

    GNOME's Miguel de Icaza on .NET
    http://www.oreillynet. com/pub/a/dotnet/2001/07/09/icaza.html

    A entrevista foi dada em Setembro de 2001, à O'Reilly Network, na secção Open Source .NET do .NET Devcenter

    Um abraço a todos, Ricardo

    Standards ...(slightly offtopic) (Pontos:1, Despropositado)
    por xeon em 04-02-02 14:35 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    Depois de ler isto no log de um W2K (sim, leram bem ... um 2000Server, nao uma versao de 1980 ...), cada vez me acredito mais nas capacidades da Micro$oft de seguir standards e de os querer divulgar (obviamente que o .NET tambem vai seguir todos os standards. Obviamente.):

    "Registration of the DNS record 'gc._msdcs.xxxx.pt. 600 IN A
    19y.yy.yy.yy' failed with the following error:

    DNS server unable to interpret format"

    (dominio e IP mascarados para proteger inocentes :-P )
    --
    We are born naked, wet and hungry. Then things get worse.
    Netscape (Pontos:2)
    por Gimp em 04-02-02 16:29 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    Rebuscando na minha memória, logo passível de erro, mas uma framework como o .Net já não era falado pela Netscape aqui há uns anos atrás?


    "Preciso mudar o nome de um ficheiro! Faça rm " in BOFH stories zZzZz

    Re:Netscape (Pontos:3, Esclarecedor)
    por xeon em 04-02-02 16:38 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://pthelp.org
    Assim como os "Directory Services" que a Microshit "inventou" com o Active Directory ... que e' algo que a Novell ja' tem implementado (e bem) desde os principios dos anos 90 ... (NDS, 4those who care).

    Havia uma pagina qq (nao me lembro do link ...) que demonstrava que a M$ em TUDO o que fez, somente se limitou a copiar o trabalho (ou as ideias) de outros ...

    Inovacao, right ?

    --
    We're born naked, wet and hungry. Then things get worse.
    Re:Netscape (Pontos:1)
    por racme em 08-02-02 4:42 GMT (#54)
    (Utilizador Info)
    desculpa tas a falar do MAcOS ?!

    "...certo dia Gates levantou-se da cama e lembrouse de criar um Recycle Bin..."

    ah nao, esquece! ;)


    Java vs .Net (Pontos:2)
    por Gimp em 04-02-02 18:15 GMT (#27)
    (Utilizador Info)
    Um pequeno exemplo de porque uma qq framework desenvolvida à volta do Java terá sempre o meu apoio(atenção, isto a médio prazo!). Um servior de produção AS/400. Alguns servidores à volta a supportar variados serviços, a correr diferentes OSes. Se quiser ir mais além do XML vou usar .Net? Não! E passo a explicar: 1º- Não tou a ver a IBM a portar o .Net para AS/400 assim como também não estou a ver a Micro a fazê-lo, é demasiado Intel-concentric e aversa a outros OSes. 2º- Quer se goste ou não, é o Java que domina. Aqui atrasado li um artigo sobre uma sondagem que uma publicação(ZDNET?) fez sobre .Net e Java para aplicações web e o uso de Java era maioritário(+60%). O engraçado é que em 2 dias o resultado mudou à custa de hits fraudulentos provenientes da rede da Microsoft(meio fora de contexto, mas exemplificativo sobre o que o pessoal usa e vai usar para aplicações). 3º- E último. Por muito fanático que possa parecer, e vou ser acusado disso, se qualquer esforço da Microsoft para estabelecer normas na indústria não o for numa GPL-way, para mim é /dev/null directo. Exemplo: proxy server da Micro. Experimentem usar algo que não seja Microcaca para aceder à net e depois digam de vossa justiça.


    "Preciso mudar o nome de um ficheiro! Faça rm " in BOFH stories zZzZz

    Re:Java vs .Net (Pontos:2)
    por Strange em 04-02-02 22:46 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.yi.org/

    1. Prefiro uma framework independente da linguagem, com ferramentas/bibliotecas decentes.
    2. .NET poderá ser facilmente portado para outras arquitecturas se a implementação free de que se fala aqui trabalhar bem.
    3. Claro que o Java domina, afinal o .NET apenas se encontra na sua fase inicial, e ainda não finalizado, enquanto que o Java já tem alguns anos de existência e foi amadurecendo conforme as necessidades da comunidade.
    4. Normas prefiro ISOs e RFCs, que depois sejam estritamente seguidos para não dar azo a incompatibilidades.
    5. Não prefiro o .NET ao Java, nem vice-versa. Não uso muito o Java e não conheço assim muito bem o .NET. De resto, há algumas semelhanças entre as duas linguagens: ambas têm por origem e dono companhias grandes orientadas para o lucro e não muito abertas (embora a Sun seja muito mais aberta que a Microsoft) e ambas têm como objectivo serem independentes da arquitectura e distribuídas

    hugs
    Strange

    Re:Java vs .Net (Pontos:1)
    por racme em 05-02-02 4:55 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    "Não uso muito o Java e não conheço assim muito bem o .NET. De resto, há algumas semelhanças entre as duas linguagens: ambas têm por origem e dono companhias grandes orientadas para o lucro e não muito abertas"

    O JAVA ja ta quase tao aberto como qualquer licenca GPL, podes pegar nas sources e criar a tua Java VM completamente diferente de outra, o q nao podes e vende-la! ;)

    Epa aconselhote a ler a entrevista ao criador do JAVA James Gosling na Linux magazine do mes passado.

    O tipo e um tanto macaco relativamente ao fsf, e vem um pouco na visao da Sun, mas macaco por macaco, dizme qual o q preferes ;)
    Izcaia responde na Gnome List (Pontos:1)
    por racme em 06-02-02 17:17 GMT (#49)
    (Utilizador Info)
    Ao contrario do (ex)futuro patrao de Izcaia, Gates William The III q estave presente no Worldeconomic forum,
    Stallman disse em Porto Alegre que o Miguel tem muito q explicar! ;)

    Before starting though, I would like to ask my readers to forget
    everything they have heard about .NET, because it is a marketing term
    used to describe many different Microsoft projects, and there is a lot
    of information both correct and incorrect about it floating around.


    So all this fuzz its a dream?? I thought it was real! ;)

    My goals with Mono are very specific, and I will address those
    shortly, but for the sake of getting things done, please forget
    everything you have heard about .NET.


    Now i know it was a dream! ;)


    * What is Mono?
            Mono is an implementation of three pieces of technology:

                    * A compiler for a new programming language, similar
                        to Java, called C#.

                    * A virtual machine for the Common Intermediate
                                    Language (CIL) byte codes.

                    * A set of libraries that encapsulate useful routines
                                and classes: from hash tables, to XML manipulation,
                          to database management, to GUI applications, to web
                        construction tools.

                    These are usually referred in the Microsoft world as the `.NET
            Framework' as opposed to .NET. When I say `.NET Framework' here,
            I am talking about these technologies.

            Seasoned industry programmers will notice that the above is
            very much like Java and the Java VM. They are right, the above
            is just like Java.


    Desculpa a pergunta mas pq nao suportar mais JAVA!

    The CIL has one feature not found in Java though: it is
            byte code representation that is powerful enough to be used as a
            target for many languages: from C++, C, Fortran and Eiffel to Lisp
            and Haskell including things like Java, C#, JavaScript and Visual
            Basic in the mix.

            I wish I had the time to go in more detail, but for the sake
            of this argument, the above will suffice.


    suffice!??! nao vai nao, essa informacao ta completamente errada!
    existem varias linguagens de programação suportadas em JAVA.
    Como suporte pra Prolog por exemplo.

    Although Ximian can only finance the work of a C# compiler
            (that is all the resource I have at my disposal), I want to
            encourage other people to work on free implementations of other
            compilers.


    Pra quê trabalhar "free" pra Microsoft se eles pagam aos outros programadores!

    My experience so far has been positive, and I have first
            hands experience on the productivity benefits that these
            technologies bring to the table. For instance, our C# compiler is
            written in C#. A beautiful piece of code.


    Em vez de criarem um compilador de C# em C# por que nao uma extensao pra Gcc pra suportar c#!
    E dizme la uma coisa como e onde e q compilaste o o compilador em C#?!

    So when you copy your binary from Windows that was compiled
            with the Visual Studio.NET and run it on your Unix platform,
            it will just integrate nicely with your GNOME desktop.


    yuppie ja nao preciso do wine pra correr o Notepad.exe!

    * GNU was based on a proprietary technology.

            GNU is a free re-implementations of Unix. Linux is a
            re-implementation of the Unix kernel. Before the advent of Linux
            and the Berkeley Unix, Unix was a proprietary technology, built by
            ATT (which back in the day, was a monopoly).


    SIm e depois, nao tentes justificar os teu actos com os dos outros! ;)

    Still, developers took what was good from Unix, and
            reimplemented a free version of it. Down to the Unix programming
            language: C (which was also invented at ATT). Even C++ was
            invented at ATT.

            Think of Mono as following the same process: we are bringing
            the best technology out there to our beloved free software
            platform. And at the same time it serves to be a magnificent
            upgrade on the development platform.


    E continua...
    Epa desculpem, LOL, o q e q a M$ inventou assim de tao bom ate agora!?!? o dodonet? ;)

    E qual é a "BEst technology out there" o dodonet? q é baseado como bem dizes no melhor que o JAVA tem pra oferecer.
    Mais uma vez pq nao suportar mais JAVA! OH, I got it, Evil Sun you bastards!!

    But what makes the .NET Framework technologies interesting is
            that they are evolutionary technologies:

            * The runtime can be linked into an application.

                  Example:

                    bash$ cat hello.c
                    #include
                    main (int argc, char *argv [])
                    {
                            mono_init (argc, argv);
                            mono_assembly_load ("classes.dll");
                            mono_ves_execute ("Class.Main");
                    }

                      So existing applications can be "extended" with Mono, take
                          a piece of code like Gnumeric, and write a new chunk of it
                  using Mono for example.

            * There is no language switch required.

                You can keep using your fav language, and gradually start
                writing new pieces of code in another language that runs
                with all the benefits of "managed" execution.


    EPA nao sei porquê mas aquele "classes.dll" ali nao soa bem!
    Qual era aquela historia do P4 da Intel,
    Era pedido aos programadores pra pegar nas suas aplicacoes e correrem novamente
    sobre compiladores pra Ithanium pra tirar maximo partido das caracteristicas do P4. lol

    * GNOME 4

            As you might realize by now, GNOME 4 is not planned, it is not
            possible to know what is in there. So my comments on GNOME 4 only
            reflect the fact that I personally believe that people will see
            that Mono is an interesting platform to write new applications.


    ainda nem a beta do 2 saiu e vocs ja falam no 4 ?!?

    * Fighting the System.

            The .NET Framework will exist in the Windows world, and
            because of this they will be widely deployed. It is a pointless
            battle to pretend that boycotting the use of those technologies
            will have any kind of effect on their reach.


    Eu consigo boicotar os transgenicos! Eu consigo boicotar a Macdonalds! ;)
    Eu bem posso usar o KDE, blackbox, enligthenment, ou mesmo so o xwindows.

    * Other uses of Mono

            Despite my love for Mono as a tool for writing GNOME
            applications and giving developers new tools to write code in less
            time, there is an extra advantage in having a free implementation
            of the .NET Framework for Unix:

            * Windows developers know how to write code for it.

            * Lets make it easy to bring developers from the Windows world
                into our platform.

            * Training materials, tutorials, documentation, tips and
                        tricks are already available in large quantities, lets
                leverage this.


    A la Euronews. Sem cometarios!

    * Mono Financing
    ...
            Some people wonder if we have got a Microsoft investment or
            contract (because I like this Microsoft technology). The answer
            is no. But I would take one if they wanted to fund my free
            software project ;-) Man, I wonder what that would be like!

            Implementing the .NET Framework is a massive effort, and I
            want to enroll as many contributors as possible.


    Epa agora é que fui a casa de banho vomitar! ;)

    * API compatibility.

            I believe that the `Embrace and Extend' philosophy is bad for
            users and developers. Whether its a large corporation doing it,
            or ourselves. I want to be as compatible as possible with the
            APIs that were published by Microsoft.

    ...
            So far all it seems like everything in .NET can be emulated in
            our environment.


    Como o Alan disse, a equipa do Samba tb se fisgou nessa e depois tramaramse!


    * Richard Stallman

            I am not sure what people told Richard Stallman about my
            plans. Given the confusion surrounding .NET, it is very possible
            that people were asking `Miguel wants to depend on Passport' or
            something just as bad as that.


    Os dois vao tar na Fosdem e eu vou la tar pra ver,
    quem quiser vir nao se esqueca de trazer a caixa com tomates e camara de filmar! ;)


            I would like to thank Nat Friedman for providing moral,
            technical support all these years and his unconditional
            friendship. It has been a fun adventure.

            Without Nat I would probably have gone crazy by now.
    ...

    Miguel.


    Mais uma vez como o Alan Cox disse, acho q nem ele te vai salvar! 8)
    Re:Izcaia responde na Gnome List (Pontos:2)
    por vaf em 06-02-02 17:46 GMT (#52)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/vaf12086/
    Link para o comentário do Alan Cox? Gostava de ver.
    Re:Izcaia responde na Gnome List (Pontos:1)
    por racme em 08-02-02 4:59 GMT (#56)
    (Utilizador Info)
    epa e pra ja ;)
    Re:Izcaia responde na Gnome List (Pontos:2)
    por blackTiger em 06-02-02 23:03 GMT (#53)
    (Utilizador Info)
    Desculpa a pergunta mas pq nao suportar mais JAVA!

    O Gnome já tem suporte para Java, mas para C# ainda não. Le mais aqui.

    suffice!??! nao vai nao, essa informacao ta completamente errada! existem varias linguagens de programação suportadas em JAVA. Como suporte pra Prolog por exemplo.

    Ja vi o um programa a funcionar que foi escrito em C# e em Lisp. A integração que se tinha a nivel de programação era bastante simples e eficaz. Como nunca vi o Java a fazer isso não posso comentar...

    Em vez de criarem um compilador de C# em C# por que nao uma extensao pra Gcc pra suportar c#!

    Por acaso existem planos para isso e nada o impede no futuro. Para já começaram por um compilador stand-alone. Le mais aqui.

    E dizme la uma coisa como e onde e q compilaste o o compilador em C#?!

    Por acaso acho que foi compilado com as ferramentas de C# do Windows mas neste momento o compilador já se compila a si próprio (é escrito em C#). Le a noticia no /.

    ainda nem a beta do 2 saiu e vocs ja falam no 4 ?!?

    Simplesmente porque a versão 4 é a tal versão em que ele quer fazer uso do Mono.

    Eu consigo boicotar os transgenicos! Eu consigo boicotar a Macdonalds! ;) Eu bem posso usar o KDE, blackbox, enligthenment, ou mesmo so o xwindows.

    Mas se houver um .NET open-source e se valer a pena usá-lo para que boicotá-lo? Cada um usa o que preferir não é? ;)

    Epa agora é que fui a casa de banho vomitar! ;)

    Espero que já a tenhas limpo ;)

    Aproveita e le a FAQ sobre o Mono. Isto resume-se à história do costume, quem gostar usa, quem não gostar não usa. No mundo poen-source existe alternativa pra tudo

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]