gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Novo recorde de alarvidades batido pelo Portugaldiario
Contribuído por AsHeS em 30-09-01 19:39
do departamento jornalistas-destes-ha-muitos
Portugal pls escreve "Ler disparates na imprensa é normal, mas estes dois artigos sobre segurança e hacking na Internet batem tudo o que já li... com a ajuda de um "hacker" (NOT!) não identificado a jornalista Maria Helena Fonseca escreve no primeiro de dois artigos esta preciosidade (entre outras): "Um "hacker" é, geralmente, «um vândalo que invade sites e destrói tudo o que pode»".
Seguida de um artigo não assinado sobre segurança em Portugal onde figuram calinadas de elevado nível, tipo "Há o sistema Unix, «em que não é fácil trabalhar» e que é «patrulhado diariamente por empresas de segurança» e a chamada "firewall".

Esta última «actua como um labirinto», isto é, ao tentarmos entrar num determinado programa «deparamo-nos com muitas portas e perde-se muito tempo a descobrir em quais é que se pode entrar. É um processo moroso que dá tempo para a empresa de segurança detectar de onde vem o sinal e descobrir quem é o intruso». E assegura: «Estes dois sistemas juntos garantem a 98 por cento a segurança do site»." Enfim, a não perder... "

Privacidade | Astroturfing  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • pls
  • artigos
  • artigo não assinado sobre segurança em Portugal
  • Mais acerca Portugal
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    ...mas vocês leram o artigo? (Pontos:2, Interessante)
    por elclip em 30-09-01 20:21 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://na-cama.com

    Numa só leitura comparativa, apanhei o seguinte parágrafo:

    Para quem não sabe, o termo "hacker" abrange qualquer especialista em sistemas de segurança na internet, não tendo necessariamente intuitos destrutivos. Mas há aqueles, mal intencionados ("crackers", ou "lammers"), que são geralmente «vândalos que invadem sites e destroiem tudo o que podem». Às vezes «por gozo», outras vezes «para manifestar algum tipo de revolta e desacordo», diz a fonte.

    ...que não condiz com o texto que apresentam aqui: ...esta preciosidade (entre outras): "Um "hacker" é, geralmente, «um vândalo que invade sites e destrói tudo o que pode»".

    (para quem estiver distraído, o uso da palavra geralmente na notícia colocada aqui é, no mínimo, declaradamente enganadora...)

    Confesso que não li o resto do artigo do portugal diário (foi a primeira vez que lá fui, e o único benefício que tive foi adicionar o http://ads.mediacapital.pt/ ao meu filtro de banners), mas dada a disparidade dos textos, acho que também não vou ler o resto desta thread aqui...


    http://na-cama.com - um sítio para descansar, finalmente...
    Re:...mas vocês leram o artigo? (Pontos:2)
    por pls em 30-09-01 21:51 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Eles alteraram o texto (depois do meu post aqui)... eu entretanto tinha deixado um longo comentário no próprio portugal diário, e um outro curto. Alteraram o texto, publicaram o comentário curto e cortaram o "longo".

    Mas o que meti aqui no post foi "cut & paste" do que estava no ar na altura.
    Calinadas? (Pontos:2)
    por Strange em 30-09-01 20:23 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.yi.org/

    Estive a ler o texto, e não encontrei muitas calinadas.

    Afirmas que se diz lá: "Um "hacker" é, geralmente, «um vândalo que invade sites e destrói tudo o que pode»".

    Eis o que encontrei lá:

    • "Hackers" mal-intencionados (especialistas em informática que utilizam os seus conhecimentos para provocar danos em sistemas)...
    • termo "hacker" abrange qualquer especialista em sistemas de segurança na internet, não tendo necessariamente intuitos destrutivos.
    • Mas há aqueles, mal intencionados ("crackers", ou "lammers"), que são geralmente «vândalos que invadem sites e destroiem tudo o que podem». Às vezes «por gozo», outras vezes «para manifestar algum tipo de revolta e desacordo»...

    Portanto, classifica hackers como especialista em informática, e os crackers ou lammers como os vândalos. Não posso considero como muito errada esta afirmação...

    Também não encontrei qualquer referência a Unix ou sequer a "patrulhado" e nem a firewall..

    O que se passa? Mudaram os textos?? Ou estou a dar em maluco...

    hugs
    Strange

    Re:Calinadas? (Pontos:1)
    por elclip em 30-09-01 20:31 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://na-cama.com

    Acho que fomos vítimas de "fundamentalismo activista miópico lamu", que é uma deturpação mental característica de quem não percebe bem o que está a ler mas acha que deve ser contrário às suas crenças de qualquer forma...

    É por estas e por outras que os hackers legítimos, as pessoas que trabalham em segurança informática a sério ("chapéus brancos", do "americano" white hats) e os utilizadores (na sua maior parte agnósticos) de sistemas operativos variados (entre os quais o Linux, mas não só) são prejudicados pela ignorância.

    Que não é necessariamente dos media, ou dos suits (corporate entities), ou sequer dos mouse engineers: é muitas vezes dos crominhos que andam por aí a ser l33t...


    http://na-cama.com - um sítio para descansar, finalmente...
    Re:Calinadas? (Pontos:2)
    por pls em 30-09-01 21:52 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Dizia isso mesmo... o texto foi alterado.
    IOL, IOL, IOL. (Pontos:2)
    por fog em 30-09-01 21:09 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.fog.nu/
    Qual é o espanto? Isto é apenas Media Capital no seu melhor.

    Mas alguém leva a sério a informação jornalistica da Media Capital ?!!
    Re:IOL, IOL, IOL. (Pontos:2)
    por pls em 30-09-01 22:00 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Eu levo... Gosto bastante do "Portugal diário". Não é frequente ler mais disparates lá do que em qualquer outro jormal on-line.
    Paulo Laureano (Pontos:2)
    por joao em 30-09-01 21:35 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    Esta notícia é divertidissima. Caso não tenham reparado, foi submetida pelo pls aka, Paulo Laureano, que tem sido muito elogiado no gildot pelos seus artigos na sic online. A julgar pelos comentários dos outros leitores, o pls mete agora o pé na argola porque, na pressa de criticar a concorrência (IOL/TVI), não consegue reproduzir com fidelidade o que leu.

    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura
    Re:Paulo Laureano (Pontos:3, Informativo)
    por pls em 30-09-01 21:49 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Os textos foram alterados "depois de eu ter feito a submissão aqui na gildot"... o que coloquei na notícia foi "cut & paste".

    Não tendo conhecimento disto o teu post faz todo o sentido. Mas acredita que não tenho pressa nenhuma para "criticar a concorrência" (são meus clientes também; o software em que corre o Portugal diário foi escrito por mim).
    Re:Paulo Laureano (Pontos:2)
    por joao em 30-09-01 22:36 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    Peço desculpa e retiro o que disse.

    Excepto uma coisa: esta notícia é mesmo divertidissima. :)

    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura

    Re:SiteMaker (Pontos:1)
    por NokiaMan em 03-10-01 14:10 GMT (#39)
    (Utilizador Info)
    http://poe.mrnet.pt/sitemamer
    ------------------------------ - BigBrother is Watching You - ------------------------------
    Re:SiteMaker (Pontos:1)
    por NokiaMan em 03-10-01 14:10 GMT (#40)
    (Utilizador Info)
    http://poe.mrnet.pt/sitedoc
    ------------------------------ - BigBrother is Watching You - ------------------------------
    Re:Paulo Laureano (Pontos:2)
    por pls em 09-10-01 2:07 GMT (#44)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Foi escrito por ti? Não quererás dizer foi escrito pela minha empresa?

    :-)
    that´s it...
    br> PS-Ve la se disses ao gajos da SIC.online para mudarem o MS-IIS+Vignette para Apache+SiteMaker Ps2-

    Tenho de respeitar as apostas que fizeram. E o Sitemaker não existia quando começou o projecto da SIC, pelo que não foi sequer considerado uma opção.

    Quando é que sai a versão OpenSource do SiteMaker ?

    Final de Outubro, pelo menos para os hackers nacionais...

    PLS
    Estavão mesmo lá (Pontos:1)
    por gggm em 30-09-01 21:36 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Estive agora a ler os artigos e realmente eles tinham sido corrigidos, o que quer dizer que tinham menos erros, digo corrigidos pois uma passagem de olhos pelos comentarios feitos a ambos os artigos, da para perceber que as calinadas que foram descritas pelo artigo estavam la.
    Re:Estavam mesmo lá (Pontos:1)
    por elclip em 30-09-01 21:48 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://na-cama.com

    As "calinadas", 5 minutos depois do post da "notícia" _aqui_, não estavam lá. Fui lá ver outra vez, e são os mesmos artigos, com os mesmos comentários.

    Das duas uma:

    • Ou aprovar notícias no Gildot demora muito tempo (o que não me parece)
      Ou as "calinadas" nunca estiveram lá, e foi mesmo mau parsing do pls, que parece não ter visto o fim do artigo e continuou a ler os comentários
  • Tendo em conta a latência média de um portal comercial (capaz de continuar inexoravelmente em direcção ao abismo quando um tema já está esgotado, sem corrigir NADA) e as gotinhas de veneno que ainda escorriam do post aqui, inclino-me para a segunda hipótese (até alguém recuperar da cache de um qualquer Google lusitano eventuais versões anteriores dos artigos, para o gáudio das hostes iletradas em português e em senso comum...).


    http://na-cama.com - um sítio para descansar, finalmente...
    Re:Estavam mesmo lá (Pontos:2)
    por pls em 30-09-01 21:58 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Aprovar o meu post aqui demorou umas horas... e entretanto havia muitos comentários (um deles do Fernando Soares, que é o responsável técnico do iol) a chamar a atenção para as "preciosidades" apresentadas. O comentário do Fernando, que estava na página do portugal diário também desapareceu).

    Entendo porque não fazem uma "errata" ou "nota de alteração" ao artigo que estava no ar. Mas é uma pena.
    Re:Estavam mesmo lá (Pontos:2)
    por buffer em 30-09-01 22:17 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://xpto dot org
    Ou aprovar notícias no Gildot demora muito tempo (o que não me parece)

    Não te parece.. okay.. já vi artigos a demorar "quase" uma semana para serem aprovados ..

    -- what was my problem with man You ask? No.. I ask you what was man's problem with me..
    Re:Estavam mesmo lá (Pontos:1)
    por scorpio em 01-10-01 9:54 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://gil.di.uminho.pt/~scorpio/
    Depende da relevância desses artigos. Chama-se linha editorial, que existe em todo o lado.
    Re:Estavam mesmo lá (Pontos:2)
    por buffer em 01-10-01 13:26 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://xpto dot org
    Não tou a discutir isso.
    A questão é que ele disse duvidar que os artigos demorassem a aparecer, e a verdade e´que, em alguns casos, [ se quiseres, onde os artigos são de menor importância ], passa "bastante" tempo entre a submissão do artigo, e a aprovação do mesmo.

    -- what was my problem with man You ask? No.. I ask you what was man's problem with me..
    Ufff! (Pontos:4, Esclarecedor)
    por CrLf em 30-09-01 22:51 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Mas será que não há ninguém à face deste planeta que saiba o termo hacker não tem nada a ver com quebrar sistemas? Porque é que passam a vida a dizer "Um hacker não tem intuitos destrutivos, só fura sistemas para adquirir conhecimentos", isso já é um cracker! E os comentários ao primeiro artigo estão cheios disto!

    Hacker: tipo que tem uma "obsessão" por adquirir conhecimentos ou criar algo relacionado com uma determinada área, não necessáriamente a informática (exemplos: Albert Einstein, Gauss, e Richard Stallman, Linus Torvalds, Alan Cox :) ).

    Ah! E... You are never a hacker, others only say you are!

    Os meus 2 cêntimos de Euro.

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think we can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    hacker - definição (Pontos:2)
    por bgravato em 01-10-01 0:17 GMT (#20)
    (Utilizador Info)

    Fui consultar o meu dicionário de inglês-português (já é antiguinho e não deve ser grande coisa, mas é o que tenho...)

    Procurei por hacker e eis o que encontrei:

    hacker, s. machado (para abrir fendas nas árvores de que se extrai a seiva); aquilo ou aquele que corta ou que fende.

    Cumprimentos,
    Bruno Gravato.


    Re:hacker - definição (Pontos:2)
    por leitao em 01-10-01 18:11 GMT (#33)
    (Utilizador Info) http://linuxfreesite.com/~nunoleitao/
    precisas de um dicionario novo...

    -- "Why waste negative entropy on comments, when you could use the same entropy to create bugs instead?" -- Steve Elias
    Sinceramente (Pontos:2, Interessante)
    por Confidencial Souce em 30-09-01 22:54 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://www.zdnet.pt
    Eu reparei no artigo da referida jornalista, mas sinceramente por questões éticas não costumo criticar o trabalho dos outros colegas de profissão. Neste caso o Paulo esteve mal pois devia, ter feito como eu que me calei.

    É fácil criticar o trabalho dos outros, mas o Paulo deve saber tanto ou mais do que eu, que normalmente o nosso trabalho é realizado sob pressão, sem tempo para verificar possíveis erros, possíveis calinadas, etc, etc.

    Mais difícil mesmo é criticar o nosso próprio trabalho...

    Seja da concorrência ou não, é lamentável que se critique o trabalho de colegas de profissão!


    "I don't even know the lady and she calls me a son of a bitch! I DON'T NEED THIS SHIT"

    Re:Sinceramente (Pontos:2)
    por CrLf em 30-09-01 23:37 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Bem, acho que as críticas são sempre úteis, principalmente quando vêm de um colega de profissão (afinal de contas os mais habilitados a criticar). Talvez com bastantes críticas começem a preocupar-se em evitar publicar artigos que básicamente só podem ser apelidados de vómito. E a pressão não é desculpa, afinal de contas são os jornalistas os maiores responsáveis por transmitir informação e deveriam ser os primeiros a zelar por transmitir informação correcta em vez de entulharem o cérebro aos leitores com meias-verdades, especulações, e puros erros. São pressionados? Ok, temos pena, isso não os isenta de zelarem pela correcção, cada um tem a sua cruz e talvez a pressão seja a do jornalista.

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think we can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    Eu não sou jornalista... just a teenage dirtbag:-) (Pontos:2)
    por pls em 01-10-01 0:05 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Eu não sou jornalista. Sou um geek, como a maioria do pessoal que por aqui anda, administrador de sistemas como outros tantos frequentadores da gildot, e um apaixonado pelo linux e bsd's.

    Apareço na imprensa (congressos, seminários, etc) porque alguém me convida e me dá liberdade para dizer/escrever/aparecer. Aparentemente alguém os deve ler/ouvir/ver e lá vão repetindo os convites. Go figure :-))

    Ora, neste tipo de ocasiões tenho as atitudes que se esperariam de qualquer outro utilizador da gildot, e tento partilhar com o resto do pessoal o que vou encontrando de interessante pela Internet. Não tenho presentes (desconheço) as regras de ética e relacionamento em profissionais da comunicação social. Não fazia a mais pálida ideia que os jornalistas não se criticavam em público. Dado que me confundem tantas vezes com jornalistas,0 o melhor é comprar um manual de deontologia e entender um pouco melhor como se relacionam. Alguém conhece um?

    Em resumo; foi uma atitude "normal" e "aceitável de geek" e não uma "falta de chá" de todo o tamanho de um jornalista (que não sou). :-)
    Re:Sinceramente (Pontos:2)
    por grumbler em 01-10-01 11:17 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    que normalmente o nosso trabalho é realizado sob pressão, sem tempo para verificar possíveis erros, possíveis calinadas, etc, etc.

    A questão da pressão não me parece muito aceitável para admitir erros crassos como os descritos no artigo. Ou melhor digamos de outra maneira. Imaginemos q eu sou um sysadmin da zdnet.. e que por causa da pressão cometo um erro e a zdnet fica inacessivel durante umas valentes horas.. Acharias aceitável? Ou se perde todo o email dos utilizadores porque ás 4 da manhã fui acordado e por causa da pressão cometi um erro.. é aceitável?

    --
    What, Me Worry?

    Re:Sinceramente (Pontos:1)
    por mlopes em 01-10-01 14:53 GMT (#30)
    (Utilizador Info)
    Pressão??? Eu estou a ler bem? Pressão????
    Então agora a pressão serve como desculpa para se andar a encher pneus?
    Quando um jornalista escreve um artigo, o objectivo de o fazer, não é mostrar trabalho ao patrão, o objectivo é transmitir um serviço de interesse para o publico, se o serviço não tem interesse as pessoas não leem e as publicações fecham.
    Então pelo que posso concluir desta tua afrimação é que para ti ser jornalista é estar sujeito à pressão de encher uma página com letras sem se preocupar com os conteudos! Afinal quem é que tem tempo para trabalhar quando estamos tão ocupados a fingir que o fazemos.
    Pressão (Pontos:1)
    por Confidencial Souce em 01-10-01 20:10 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.zdnet.pt
    Quando eu afirmo trabalhar sob pressão, não é trabalhar pressionado ou para o patrão, mas sim, trabalhar o mais rapidamente possível para que a notícia saia o mais depressa possível.
    "I don't even know the lady and she calls me a son of a bitch! I DON'T NEED THIS SHIT"
    Re:Pressão (Pontos:2)
    por CrLf em 01-10-01 23:20 GMT (#36)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    (...)trabalhar o mais rapidamente possível para que a notícia saia o mais depressa possível.

    Não melhorou nada, a notícia tem de sair correcta ou o mais correcta possível (acima de um certo nível), a pressa não é justificação. Se é para despejar boatos ou descarregar erros eu também posso ser jornalista.

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think we can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    Re:Pressão (Pontos:1)
    por Confidencial Souce em 03-10-01 20:54 GMT (#42)
    (Utilizador Info) http://www.zdnet.pt
    (...)a notícia tem de sair correcta ou o mais correcta possível...

    A nossa "pressa" não significa desleixo da nossa parte, tanto mais porque temos revisores que fazem a revisão ao próprio texto. Mas deves saber que quem noticia mais depressa é aquele que ganhará.

    Existe uma certa desconfiança, da parte dos geeks e na maior parte com muita razão, mas não podem esquecer que existem bons profissionais que lutam pela sinceridade e pelo profissionalismo com isenção do seu próprio trabalho.


    "I don't even know the lady and she calls me a son of a bitch! I DON'T NEED THIS SHIT"

    Re:Pressão (Pontos:1)
    por mlopes em 04-10-01 14:27 GMT (#43)
    (Utilizador Info)
    Já chega, não te enterres mais.
    Hacker? (Pontos:4, Informativo)
    por jmv em 01-10-01 9:45 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Se me permitem, segue-se um pouco de trivialidades sobre a origem do termo "hacker".

    Hackney é uma região a norte de Londres onde, durante o século XVIII, abundavam pastos onde eram criados cavalos digamos "pouco qualificados". Era hábito dos carroceiros irem lá buscar os cavalos para o trabalho mais duro, cavalos esses que passaram a ser designados por "hack"s (quem é amante dos livros do Sherlock Holmes deve recordar a expressão "hackney cab"). Os "sport man" victorianos tinham sempre um ou mais "hunters" (que ele transportava em conforto) e um "hack" para o transportar a ele e à carga.

    Com o tempo o termo evoluiu para "hacker" e passou a designar qualquer profissional mal qualificado: alguém que fazia as coisas "às três pancadas". No jornalismo de Fleet Street designava aquilo que costumamos chamar de "tarimbeiro": alguém com idade, mal pago, a quem são dados os piores trabalhos e que cumpre mal e sem entusiasmo.

    O verbo "to hack" passou também a significar "fazer as coisas com mais violência do que subtileza" e, de algum modo, à noção de violência.

    Parece-me portanto natural que o termo "hacker" não seja visto de forma particularmente positiva.
    find my definition (Pontos:2)
    por buckley em 01-10-01 12:00 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://www.buckley.f2s.com
    Bem, para tirar de uma vez por todas estas "definições" a limpo (se é ke alguma vez será possível fazer isto!) fui à procura de várias na net. Comecei pelos IMHO patético sitesa e b.

    Sem duvida o melhor site que encontrei com a definição mais aproximada da minha de hacker foi esta. Mas definições que se aproximam muito da minha ideia de hacker tb podem ser vistas aqui, aqui ou aqui.

    Mas de resto, fica o jah anteriormente falado texto da siconline, aqui. Nice enough and completely off topic :) é este.

    Um abraço

    "Track number one; Mississipi number one, number two, number three and number four", Flaming Lips
    No meu dicionario ... (Pontos:1)
    por Artik Vodka em 01-10-01 13:50 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Longman 'Active Study' Dictionary Of English

    Página 319, ínicio da letra H

    hack^1 /haek/ v [I + adv/prep;T] to cut roughly, violently, or in uneven pieces: They hacked a path through the forest. | They hacked away at the brambles. | The victim was hacked to death.

    hack^2 n 1 a horse kept for riding 2 a ride on a horse, often in the countryside 3 a writer who does a lot of poor quality work

    hack-er /'haeker/ n a person who spends a lot of time using a computer, especially one who secretlyu tries to use or change information in someone else's computer

    Página 169, letra C

    crack-er /'kraeker/ n 1 a thin unsweetened BISCUIT; cheese and crackers 2 a small cardboard tube covered with coloured paper and containing a small present; crackers are often pulled open at CHRISTMAS

    Agora, pergunto-me, se a jornalista terá pago alguma coisa pela "informação" que a sua fonte lhe deu.
    É que se pagam para dizer bacoradas, também não me importo de arranjar um completo mensal pro meu ordenado :)

    Um Artik Vodka fresquinho por favor

    How To Become A Hacker (Pontos:2)
    por fog em 01-10-01 14:01 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.fog.nu/
    Já agora para quem quiser aprender a ser hacker tem sempre o Hacker HOWTO
    where is the bread ? (Pontos:1)
    por vd em 01-10-01 19:03 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Depois destas tangas todas...
    Ainda ninguem sabe onde e' que estava o pao do diariodigital..
    Quer dizer.. pra proxima facam um mirror disso...

    Cumprimentos,
    vd

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]