gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
TV Digital
Contribuído por BladeRunner em 29-08-01 17:14
do departamento para-ver-telelixo-digital
Televisão avalon escreve "Caros leitores,
Com a chegada da TV Digital, tenho-me perguntado o que vai ser da tecnologia 16:9 actual. Será que ainda vale a pena comprar um televisor analógico 16:9 enquanto não aparece a TVD em massa? Será que o formato 16:9 ainda vai vingar (até agora não consegui ver o ecrã expandido...) ou mais vale ficarmo-nos pelo 4:3?
Por outras palavras, vale a pena ter um sofisticado Sony 100Hz de 500" e torradeira embutida ou mais vale esperar a ver o que sai dentro de 1 ano?"

Kernel Tuning .... Howto ?!?! | Finalmente um anti-virus para Linux, ou não...  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Mais acerca Televisão
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Televisão digital... (Pontos:5, Interessante)
    por TheLarch em 29-08-01 19:18 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Os televisores que temos hoje no mercado representam o canto do cisne dos aparelhos de TV tal como sempre os conhecemos(CRTs analógicos). Apesar de sofisticados (e caros), a resolução continua abaixo dos 800*600 (dado que é o que os standards actuais prevêm e suportam). É essa a razão porque necessitamos de Set-Top boxes para aceder às emissões digitais actualmente disponíveis por satélite e cabo, e em breve, às emissões da tão falada Tv Digital Terrestre. Ao contrário do que aconteceu com a passagem da Tv a P/B para cor (em que os aparelhos antigos continuara a funcionar tão bem quanto antes), no caso da relação de ecrâ de 4:3 para 16:9 os operadores têm que ter em conta que uma emisão optimizada para 16:9 irá prejudicar a base (muito maior) de clientes que não dispõem de televisores 16:9. No caso da TV Digital é ainda mais complicado, pois os aprelhos analógicos, obviamente ignoram os sinais digitais, e mesmo as Set-Top boxes estão longe de ser soluções milagrosas, pois para além do custo acrescido que envolvem, cada Set-Top box pode servir apenas 1 televisor, o que deixa as casas com + do que 1 televisor (acredito que se trate igualmente de uma maioria) numa situação aquém do ideal. A "solução" será converter todo o parque instalado em televisores digitais, mas como é obvio, isso irá demorar muitos anos para que as emissões analógicas possam pura e simplesmente desaparecer, libertando assim o precioso espectro que ocupam. Quando as vendas de televisores digitais de matriz activa for finalmente superior às dos "velhos" CRTs que nos acompanharam até agora, aí sim, podemos realmente falar de uma nova dimensão na televisão, que passará a ser interactiva e de Alta-Definição (dependendo dos interesses dos operadores...). Também nessa altura se tornará evidente para todos as limitações do DVD!! ;)
    Re:Televisão digital... (Pontos:1, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 30-08-01 8:56 GMT (#2)
    A Sony já tem televisões que suportam ambos os sistemas (analógico/digital) em simultâneo. Ver aqui.
    Re:Televisão digital... (Pontos:0, Lança-chamas)
    por raxx7 em 30-08-01 15:10 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Posso estar enganado mas acho que os sistema PAL (que usamos na europa) tem 625 linhas.
    A maioria das pessoas fica bastante satisfeita com a resolucao dos sistemas actuais (pelo menos eu fico). O pormenor mais incomodativo sao os ruidos que afectam facilmente a transmissao analogica. Nos EUA apostaram num formato de alta definicao (HDTV) e a coisa nao corre bem. Para poderes aproveitar isso precisas de equipamento que te permita produzir os conteudos em alta definicao (logo, mais caro) e televisores cujo preco nem e' bom dizer. Como resultado, ha' poucas horas de emissao semanal em formato digital e poucos televisores vendidos.
    Quanto as set-top-boxes ate' sao uma solucao milagrosa: sao suficientemente baratas para os operadores do Reino Unido as oferecerem aos clientes. Sempre e' melhor do que comprar uma TV nova. Finalmente, que hype e' esse dos TFT? Um bom CTR cria imagens muito melhores que qualquer TFT que eu tenha visto.

    Remember to be the Killer, not the Victim! (Nuklear Girl)
    Re:Televisão digital... (Pontos:1)
    por TheLarch em 30-08-01 16:43 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    O problema das "set-top boxes" é precisamente colocar-nos à mercê dos operadores (estes só "oferecem" uma: quem quiser aceder às emissões a partir de um outro televisor fica a chchar no dedo). Quanto à resolução, pode parecer suficiente agora (pessoalmente nunca considerei "suficiente"), mas à medida que se vulgarizarem sistemas de projecção e televisores realmente grandes (2m de largura, por exemplo... ;), as resoluções actuais irão parecer realmente ridiculas (o caso americano não é um bom exemplo: passar de Never Twice the Same Colour para os sistemas actuais criados de acordo com os interesses da indústria e que uma vez mais são inferiores - e incompatíveis com o DVB europeu). Aqui o que interessa é acabar com a a HDTV e usar o espectro reservado para negócios mais lucrativos como o UMTS... Quanto ao TFT não me lembro de ter defendido esa tecnologia. Defendi sim generícamente a matriz activa, mas nenhuma das tecnologias actuais está suficientemente amadurecida hoje em dia para que possa ser encarada como uma alternativa credível (tanto em qualidade absoluta como na relação qualidade/preço) aos CRTs, mas estarão em breve. Um bom ponto de partida para mais informação sobre os formatos digitais penso ser http://linuxtv.org


    Have phun!!!
    Re:Televisão digital... (Pontos:1)
    por corhel em 31-08-01 0:46 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Também nessa altura se tornará evidente para todos as limitações do DVD!! ;)

    Já agora gostava de saber quais são essas limitações, pois não fiquei esclarecido com o teu comentário...Obrigado
    Re:Televisão digital... (Pontos:1)
    por TheLarch em 31-08-01 1:05 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Os DVDs têm várias limitações (o "region coding", "Macrovision", e a falta de suporte "oficial" para Linux, bem como as condições de licenciamento em geral que o tornam um instrumento de poder da MPAA mais que qualquer outra coisa). Mas as "limitações a que me refiro têm a ver com a resolução usada pelos DVDs que não é mais que uma aproximação aos actuais sistemas analógicos, isto é: identica a uma emissão DVB via satélite (ou cabo, mas neste caso não posso comentar...). Se formos ao pormenor, a maioria dos DVDs R1 tem até uma resolução mais baixa que a televisão europeia. Isso deve-se à aproximação que fazem ao sistema americano NTSC (que por acaso até é o mesmo usado no Japão que já é R2...). Onde quero chegar é que o DVD parece muito bom quando visto num televisor de 80 cm, por exemplo, e se compararmos o sinal ao que temos na TV analógica que é sensivel a ruídos e "fantasmas". Se comparado com uma boa emissão DVB via satélite, a diferença fica-se pelos menus. Agora, se formos comparar esse DVD com uma resolução de 7..*5.. (lamento não saber os valores exactos...)com uma emissão de Alta definição ( 19..*12.. )num ecrâ com 2m ou mais de largura, aí facilmente se aplicarão as comparações que hoje se fazem entre o DVD e o "velho" VHS.

    Espero ter esclarecido desta vez... ;)
    Re:Televisão digital... (Pontos:1)
    por corhel em 31-08-01 15:04 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Esclareceste sim, obrigado desde já. No entanto o problema não me parece grave. Nem sequer me parece um problema pra dizer a verdade. Uma TV com 2m ou mais de largura? Isso nem cabe na minha sala... ;)
    Re:Televisão digital... (Pontos:1)
    por TheLarch em 31-08-01 16:29 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Mas um projector já cabe, não? ;)
    Re:Televisão digital... (Pontos:1)
    por corhel em 01-09-01 1:19 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Caber é capaz...agora...ca$er já não sei ;)
    mais algumas achegas (Pontos:2, Informativo)
    por BlueNote em 30-08-01 9:45 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Para "complicar" o panorama, acresce dizer que uma (maioria?) de emissões da futura tv digital continuará a ser 4:3 para maximizar a oferta de "canais de tv" pelo operador da plataforma (gastam muito menos largura de banda) e portanto o 16:9 será provávelmente reservado apenas para canais "premium"...
    Re:mais algumas achegas (Pontos:1)
    por TheLarch em 30-08-01 17:02 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Perdão, mas penso que está a confundir relação de ecrâ com resolução: o sistema PAL/PAL+ usa as mesmas 625 linhas quer opere em 4:3 ou 16:9. Aliás é essa mesma a vantagem da evolução PAL+ - em vez das 625 linhas serem distribuidas pela imagem do filme transmitido + as barras horizontais pretas que compõem a emissão, a emissão codifica apenas a imagem pretendida (na relação 16:9), mantendo as 625 linhas na imagem pretendida em vez de as diluír nas barras horizotais. O que realmente necessita de muito mais largura de banda, são as emissões HDTV (Alta Definição), que propõe resoluções de 19..*1220 (mais coisa menos coisa... contra os 7..*5.. pixels - valores já para uma relação 16:9 (não sei os valores certos...). Mesmo assim, a Alta Definição digital (que usa o mesmo MPEG2 dos DVDs mas com o dobro da resolução ;) usa menos espectro do que as emissões PAL actuais. Se não estou e erro, o espaço ocupado por uma emissão analógica, permite 6 canais digitais com a mesma resolução (podendo mesmo aumentar de acordo com a taxa de compressão utilizada), e talvez 2 ou 3 em HDTV (1 na pior das hipóteses). Por isso, a questão da largura de banda é igualmente relativa...

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]