gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Visual Basic ou Delphi ou x?
Contribuído por js em 22-08-01 23:39
do departamento bem-me-quer,-mal-me-quer
perguntas Anonimo Cobarde escreve "Tenho em vista dois projectos para produção de software. Um deles envolve uso de bases de dados (inserir, editar e selecionar registos, manter a base de dados, interacção com browser (para abrir URLs), etc), e o outro envolve networking (comunicação, envio/recepção de mensagens, etc.) e processamento de ficheiros XML. Estes projectos têm que ter uma Interface de Utilizador Gráfica."
No desenvolvimento, a pergunta é: Que linguagem usar, Visual Basic ou Delphi? Ou outra?

Ao pensar na linguagem, estou indeciso entre usar Visual Basic ou Delphi. Em princípio escolheria o Delphi, pois penso que a linguagem em si é mais robusta (pascal) do que o VB (basic). Mas estou aberto a outras sugestões (sobre estas ou outras linguagens).

Gostaria de receber conselhos sobre qual a melhor linguagem para os projectos, tendo em atenção que o GUI terá de ser fácil de fazer (pois não é para ai que vai a maioria do tempo de desenvolvimento). E também era interessante que ambos os projectos fossem compatíveis com Windows e Linux. Penso que o Kylix compila código de Delphi em Linux. Mas nunca usei, e não sei até que ponto é compatível, e com que versão do Delphi. E com quais desktops (kde, gnome, x windows?) é compatível. Se me puderem elucidar neste ponto tambem agradeço.

Conselhos? "

Rasterman's E17 ataca GNOME e KDE!! | A diferença de um Kernel AlanCox ou oficial  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Mais acerca perguntas
  • Também por js
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    tanta coisa que poderia ser, e que tal... (Pontos:2, Esclarecedor)
    por ruben dig em 23-08-01 0:08 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    PHP parece que faz isso tudo o que tu queres.
    Um bom sítio para leres uns artigos sobre ligação a BDs, networking e XML.
    PhpBuilder
    como é obvio Php.net
    e Zend
    Se calhar não era exactamente o que estavas a pensar.
    Já agora como IDE usa o quanta.
    Re:tanta coisa que poderia ser, e que tal... (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 23-08-01 1:15 GMT (#3)
    Pois faz, mas não serve.
    Até poderia utilizar a PHP GTK para o GUI, mas o codigo seria interpretado, e quero gerar executaveis/binarios.
    :)
    Re:tanta coisa que poderia ser, e que tal... (Pontos:2)
    por Cyclops em 23-08-01 10:45 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Glade, libglade, c (ou c++)
    Delphi!! (Pontos:2, Esclarecedor)
    por lfrodrigues em 23-08-01 1:22 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Ora bem eu trabalho em delphi a pra i uns 3 anos, e em vb a 2, sem duvida aconcelho o delphi visto q e muito mais robusto e poderoso que o vb e tens ainda a possibilidade de compilar o codigo em linux. O vb tem a desvantegem de ser mais lento e de ser dependente do ambiente runtime(que existe em todas as versoes do windows w98++ por omisao) o problema e q devido ao facto de estar tao dependente das dll se varia de uma versao para outra no sistema pode gerar erros dificeis de descobrir(eu ja sofri disso).

    Em relacao a conpatibiliadade com kylix ela ainda e um bocado limitada, so podes usar compunentes standard(e nao todos) e alguns de base de dados, os de internet sao tambem compativeis(so de referrir q os componetes de net e de Base de dados so fazem parte da versao client/server). Nota: a compatibiliadade em o delphi e kylix e um bocado limitada nas versoes anteriores a 6 o codigo do delphi6 compila quase de certeza em kylix, basta q la existam os componentes utilizados.

    o Kylix utiliza a biblioteca Qt v1.xx(corrijam-me se tiver errrado).

    Em suma: Aconcelho-te o delphi porque sem duvida e a melhor ferramenta RAD no mercado neste momento, e alem disso exitem potes de sites na net com componetes de documentacao.

    Flames now Please...

    _LR_
    --------
    _LR_

    Eu faria ... (Pontos:1)
    por Jcarlos em 23-08-01 9:05 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    A parte de interface em Delphi e tudo o resto em C++ ...
    Re:Eu faria ... (Pontos:2)
    por joaobranco em 23-08-01 15:18 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Para ter um interface tipo "forms" na consola tens diversas opções.

    Podes optar por uma aplicação baixo nivel, que manipule directamente o cursor, etc. Para isso é conveniente usar uma biblioteca de baixo nivel, como a curses.

    Se queres fazer um desenvolvimento de mais alto nível (utilização de forms verdadeiros, etc.) podes optar por diversas linguagens interpretadas, que fazem uso da biblioteca Tk (Tcl/Tk, Perl/Tk ou Python/Tk inter). Estou a sugerir usar Tk porque ele permite criar um interface quer para modo texto quer para X facilmente.

    JB

    A resposta é simples (Pontos:3, Informativo)
    por jneves em 23-08-01 9:41 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    Aquela em que te sentires mais confortável. Se a minha experiência ensinou-me uma coisa, mais importante que a linguagem escolhida é o programador, se é bom ou mau. Para qualquer trabalho é mais útil utilizar um linguagem que já conheças e tenhas usado, do que perder tempo a fazer debugging numa linguagem/ambiente completamente novo.
    x=Python (Pontos:3, Interessante)
    por mvalente em 23-08-01 13:58 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Usa Python e wxWindows (ou, melhor dizendo, wxPython ).

    Se for imprescindivel uma ferramenta WYSIWIG/RAD visual (tipo Visual whatever, ie. mouse engineering) tens o wxDesigner , o wxWorkshop , o Boa Constructor ou quiçá o Visual Python (plugin para o Visual Studio).

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:x=Python (Pontos:0, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 23-08-01 14:26 GMT (#15)
    Pois, mas o Python sofre do mesmo problema que o PHP. É interpretado, e quero gerar executaveis que não sejam dependentes de muitas coisas externas [no máximo um sgdb ou db]. Assim ao distribuir o programa teria também de ser distribuido o interpretador, ou dizer ao utilizador para fazer download do mesmo.
    Infelizmente, e não é por mim, isso não é uma opção.
    Não, não tem de ser RAD ...
    :)
    Re:x=Python (Pontos:3, Interessante)
    por mvalente em 23-08-01 15:25 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    O Python nao é interpretado. Como no Java ou no VB é gerado bytecode que depois é executado por um runtime. Não é a mesma coisa que shell programming, esse sim interpretado. Mas percebo o que queres dizer.

    Dá uma olhada em Creating Distributions with Installer e em Standalone Python Programs .

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:x=Python (Pontos:3, Esclarecedor)
    por joaobranco em 23-08-01 15:28 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Pois, mas o Python sofre do mesmo problema que o PHP. É interpretado, e quero gerar executaveis que não sejam dependentes de muitas coisas externas [no máximo um sgdb ou db].

    Nota que desenvolvendo em Delphi ou Kylix tens sempre de distribuir/instalar um runtime aquando da instalação do teu programa. No win32 com o Delphi tens o InstallShield (Express) para facilitar um bocado o teu trabalho, no Linux que eu saiba não existe nada já desenvolvido para isso.

    No linux, a tua aplicação vai depender do Qt (ou seja, de preferencia é conveniente que o KDE esteja instalado na máquina onde vais correr), e de uma biblioteca dinâmica de rotinas da Borland (não me lembro do nome). As distribuições Linux que conheço (mesmo as mais actuais) não fornecem essa biblioteca, pelo que terá de ser distribuída com a aplicação... Ah e se queres usar bases de dados, é conveniente criares um script de criação das tuas tabelas, etc...

    Perante isto, não me parece que a opção pelo Delphi ou por Python vá ser demasiado diferente em termos de mecanismo de instalação / dependencia de software. A escolha deve fazer-se em termos do software com que te sentes mais à vontade, porque um instalador vais ter sempre de fazer/utilizar (infelizmente esta ultima opção é realmente mais fácil apenas em Windows).

    JB

    Re:x=Python (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 23-08-01 15:51 GMT (#19)
    *
    Perante isto, não me parece que a opção pelo Delphi ou por Python vá ser demasiado diferente em termos de mecanismo de instalação / dependencia de software. A escolha deve fazer-se em termos do software com que te sentes mais à vontade, porque um instalador vais ter sempre de fazer/utilizar (infelizmente esta ultima opção é realmente mais fácil apenas em Windows).
    *

    Sim, mas um utilizador regular de Linux terá mais facilidades em fazer essas instalações.
    É diferente de teres de explicar a um utilizador de Windows que precisa da lib x porque a lib y é dependente dela para conseguir por a trabalhar a lib z e que sem a lib y e o parser h o programa não funciona. O utilizador não quer saber disto. Quer o programa a funcionar, e se começa a dar muito trabalho, desiste.

    Re:x=Python (Pontos:1)
    por lfrodrigues em 23-08-01 15:55 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    a k considerar q o delphi nao tem runtime enviroment como o vb, o delphi utiliza as funcoes da api do windows. Em linux presiza do qt para os graficos, tambem era de esperar que usase alguma biblioteca grafica qt, gtk, motfi, etc nao estavam a espera que os developers do delphi criassem uma biblioteca grafica de raiz.
    --------
    _LR_
    Re:x=Python (Pontos:3, Esclarecedor)
    por mvalente em 23-08-01 16:08 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Em linux presiza

    É dificil dar 2 erros numa palavra só mas tu conseguiste. É precisa.

    Nao leves a mal, nao é querer implicar explicitamente contigo. Mas a quantidade de erros que proliferam aqui no Gildot é inadmissivel. Para mim é sinal de mau programador: quem dá erros de ortografia é garantido que vai dar erros de sintaxe e de semantica ao programar. E não há pachorra para programadores "trial and error". Os erros ortograficos sao um sintoma de um "abandalhanco" generalizado na sociedade e na juventude portuguesa mas que não é admissivel numa comunidade de cientistas, engenheiros, programadores ou estudantes das mesmas areas. Sao pessoas que têm a obrigacao da EXACTIDÃO, da CERTEZA e da CORRECCAO.

    alem da harmonia universal - nitche

    Está tudo explicado. Deixa de ler Nietzsche e as outras merdas relativistas e vais ver que passas a ter uma perspectiva mais objectiva da vida e da linguagem (verbal ou de programacao).

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:x=Python (Pontos:1)
    por slug em 23-08-01 17:02 GMT (#24)
    (Utilizador Info)
    apoiado. deviam implementar um "ISPELL -dportuguese" além do "Antever" aqui no Gildot.
    Por vezes desisto de seguir uma thread só pelo facto de em cada frase encontrar 2 ou 3 erros inadmissíveis...e o pior é que depois vou dar os mesmos erros de tanta asneira que se vê... e não me refiro só ao gildot...é em newsgroups, banners, jornais, etc!
    insert a coin and try again... (Pontos:2)
    por bgravato em 23-08-01 17:47 GMT (#26)
    (Utilizador Info)

    Até aqui nas páginas do gildot existem vários erros ortográficos, já tentei chamar à atenção dos editores mas parece que fui ignorado...
    Ainda não deve ser desta que vão ligar a isto, mas já diz o povão... água mole em pedra dura...

    Um exemplo disso está na página de informação de utilizador:

    Esta é a sua página de Informação de Utilizador. Existem milhares, mas esta é sua. Provávelmente, não está muito interessado em si e gostaria de clicar nos links "Editar Informação de Utilizador" e "Personalizar Página" no topo desta página para que possa personalizar gildot, mudar a sua password, or apenas passar o tempo a clicar.

    Cumprimentos,
    Bruno Gravato.


    Re:insert a coin and try again... (Pontos:1)
    por urgan em 24-08-01 0:15 GMT (#28)
    (Utilizador Info)
    Estranho, uma vez dei com erro na página de "comentário enviado", mandei um mail para gildotcontact@gildot.org e tive resposta no dia seguinte.
    Re:x=Python (Pontos:2)
    por bgravato em 23-08-01 17:53 GMT (#27)
    (Utilizador Info)

    Deixa de ler Nietzsche e as outras merdas relativistas

    Se calhar o problema não é ler Nietzsche... Talvez seja mais o facto de não ler nada mesmo, se lesse Nietzsche (ou outro autor qualquer) até era capaz de lhe fazer bem.

    Depois quando já tiver acertado com a parte da ortografia e passar para a semântica, sintaxe, e afins, então aí talvez seja boa ideia ser mais selectivo... (por exemplo se quiser aprender a fazer uma boa pontuação talvez não seja boa ideia começar por ler Saramago...)

    Cumprimentos,
    Bruno Gravato.


    Re:Para que cadeira ? (Pontos:0, Informativo)
    por Anonimo Cobarde em 23-08-01 1:21 GMT (#4)
    São dois projectos, e não são para nenhuma cadeira de nenhum curso. Não sou estudante universitário.
    A razão pela qual faço estes projectos é para aprender a trabalhar com novas tecnologias, metodos e linguagens. Estes projectos são para me iniciar no XML, no networking/tcp-ip e no desenvolvimento de Interfaces Gráficas de Utilizador. Pelo caminho, e ao implementa-los quero aproveitar para aprender uma linguagem nova.
    :)
    Re:então e ... ? (Pontos:0, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 23-08-01 11:31 GMT (#10)
    Se os projectos correrem bem, a 'comunidade' ganha 2 novas aplicações para linux.
    As aplicações não vão ser 100% open source, mas algumas partes cujo codigo seja de mais interesse serão publicadas em GPL (ou outra licença open source).
    E TU, que dás à comunidade?
    :)
    Re:então e ... ? (Pontos:3, Interessante)
    por joaobranco em 23-08-01 12:59 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Se pretenderes fazer código GPL (e não noutra licensa open source), o Kylix é gratuito para ti. Vê em Kylix Open Edition.

    Relacionado com isto, se o código que pretendes fazer em Delphi 6 não for comercial, também podes usar a versão Delphi Personal. De qualquer forma mesmo se não for esse o caso, podes sempre comprar as versões comerciais depois de teres feito o desenvolvimento nas versões gratuitas.

    A possibilidade de desenvolver simultaneamente para Win32 e Linux é verdadeira (tenho feito desenvolvimento simultâneo para ambas as plataformas no último mês), desde que:

    • Uses o CLX em vez do VCL (são duas hierarquias de objectos muito semelhantes, embora o CLX seja ligeiramente menos completa)
    • Tenhas cuidado de verificar se não estás a usar caracteristicas que dependem da implementação. Por exemplo, não sei se existem SGBDs (para além do Interbase) que funcionem simultaneamente na versão Linux e Win32.

    JB

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]