gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
FreeBSD VS Linux / Win2K / Solaris
Contribuído por mvalente em 19-08-01 16:42
do departamento tuning,-car-audio-&-aillerons
Free BSD nmarques escreve "Segundo este artigo que vinha publicado na SysAdmin Mag e na LinuxToday, são comparados resultados sobre qual o mais rapido sistema operativo entre FreeBSD, Linux, Solaris e Windows 2K, para o efeito foram realizados vários testes, assim como debatido o ponto de um FreeBSD out-of-the-box e uma instalação tuned-up... Nota que os restantes não levaram qualquer tipo de tuning apenas o FreeBSD com 17 patches na Kernel. "

Petição sobre BeOS | Melhor browser para linux  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • nmarques
  • artigo
  • SysAdmin Mag
  • LinuxToday
  • Mais acerca Free BSD
  • Também por mvalente
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Solaris é bom. (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Confidencial Souce em 19-08-01 20:28 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://www.zdnet.pt
    Trabalhamos com servidores solaris que nunca nos deram problemas, são seguros e estáveis. Também temos o RedHat a correr o último kernel e devidamente actualizado que até hoje nunca nos causou dores de cabeça. Penso que estes dois sistemas são praticamente idênticos no que diz respeito à estabilidade que é tão necessária em serviços tão delicados.


    "I don't even know the lady and she calls me a son of a bitch! I DON'T NEED THIS SHIT"

    Re:Solaris é bom. (Pontos:1)
    por pls em 19-08-01 20:34 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Bingo!

    E se tivesses servidores a correr FreeBSD e OpenBSD provávelmente terias com eles uma experiência semelhante...

    Todos são sistema capazes e é mais uma questão de preferências dos administradotes pelas "pequenas diferenças" que uma questão de performance.

    Recordo na Esoterica o "linux" ser celindrado pelo "solaris" como servidor de proxy (a correr o squid) mas eram kernels (linux) já bastante antigos e desde essa altura o linux já corrigiu muitos problemas. O "solaris" e os *BSD contam óbviamente com a hipotética vantagem de terem mais tempo de testes no terreno, por outro lado o linux conta com ter mais servidores a serem testados... :-)
    Re:Solaris é bom. (Pontos:1, Redundante)
    por Gamito em 19-08-01 20:47 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Atendendo a que és jornalista (ou pelo menos escreves num órgão de comuncação social) e só por isso, vai este aparte sem nenhuma má intenção:
    Os advérbios de modo (todas as palavras terminadas em "mente") nunca, mas mesmo nunca levam qualquer tipo de acento.

    Assim, é "provavelmente" e não "provávelmente" e "obviamente" e não "óbviamente".

    No flames, please.

    Mário Gamito
    educação, ensino
    Spellchecker (Pontos:1)
    por Castanheiro em 19-08-01 22:33 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/users/fdc10056
    Já agora.....
    "Recordo na Esoterica o "linux" ser celindrado pelo "solaris" como servidor de proxy (a correr o squid)"

    Não é "celindrado" mas sim cilindrado.

    Os admins do gildot têm q implementar um spellchecker automático para os comentários submetidos :-)
    Re:Spellchecker (Pontos:2)
    por nmarques em 19-08-01 22:44 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    buahhahahahha...

    Já agora é Esotérica e não Esoterica...

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:Spellchecker (Pontos:1)
    por pls em 19-08-01 23:46 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Hugh...

    Give me a break. Estou a escreve no telemovel. Não estou com particular cuidado (ou melhor, com nenhum) com a ortografia.

    E não sou jornalista. Sou administrador de sistemas. Quando estou a escrever (ou a comentar) para a SIC dou mais atenção aos textos, aqui na gildot não estou a trabalhar... E era "Esoterica" sem acento... :-)
    Re:Spellchecker (Pontos:2)
    por TarHai em 20-08-01 1:54 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Sendu eu um dos prinssipais infratores ortograficus, nao resisto a dizer que toda a jente se deve esforssar para escrever bem em todas as ocazioes.


    ---
    Re:Spellchecker (Pontos:2)
    por jmce em 20-08-01 3:11 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/
    Mmmmm... No caso do nome da empresa, acho que era mesmo Esoterica, sem acento. Ou não?
    Re:Spellchecker (Pontos:2)
    por grumbler em 20-08-01 7:58 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Já agora é Esotérica e não Esoterica..

    Essa guerra já é velha. A notação oficial da empresa era Esoterica e não Esotérica.

    --
    What, Me Worry?

    Re:Solaris é bom. (Pontos:1)
    por daniel em 20-08-01 7:58 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Gamito, o pessoal mais velho (?) ainda anda no "antigamente" (este advérbio felizmente nao suscita dúvidas :-).

    É que até há uns (bons) anos, eles eram de facto acentuados (fica a nota "histórica") e há muita boa gente a não fazer "upgrades" - pessoalmente (já vou com 25 aninhos), soube disto na (muito boa) escola primária.

    (talk about off-topic!)

    Abraços,

    Daniel Fonseca
    Re:Solaris é bom. (Pontos:1)
    por Confidencial Souce em 20-08-01 18:59 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://www.zdnet.pt
    eheheh...reparei nesse aparte mas como sou também jornalista, achei por bem não dizer nada. É que..parece mal ;-)
    "I don't even know the lady and she calls me a son of a bitch! I DON'T NEED THIS SHIT"
    Re:Solaris é bom. (Pontos:1)
    por Confidencial Souce em 20-08-01 19:00 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.zdnet.pt
    aparte=pormenore...ufa...safei-me...LOL
    "I don't even know the lady and she calls me a son of a bitch! I DON'T NEED THIS SHIT"
    LOL (Pontos:1)
    por Confidencial Souce em 20-08-01 19:00 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://www.zdnet.pt
    Grrrrrrr...diabo de teclas...Pormenor...irrra!!!
    "I don't even know the lady and she calls me a son of a bitch! I DON'T NEED THIS SHIT"
    Re:Solaris é bom. (Pontos:2)
    por grumbler em 20-08-01 8:01 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    Recordo na Esoterica o "linux" ser celindrado pelo "solaris" como servidor de proxy (a correr o squid) mas eram kernels (linux) já bastante antigos

    Bem, pelo que tenho visto a stack de TCP/IP do Solaris (e já agora do FreeBSD) é melhorzinha que a de Linux, embora esta ultima tenha vindo a melhorar bastante.

    Quanto aos proxies, mesmo na altura existiam features no Solaris como o journaling filesystem que só surgiram para Linux passado algum tempo. Já para não falar que na altura o suporte de RAID em software era claramente inferior (mais uma vez, algo que felizmente melhorou radicalmente)

    --
    What, Me Worry?

    Como eu detesto estes benchmarks... (Pontos:4, Interessante)
    por pls em 19-08-01 20:28 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    Administro sistemas em Linux, FreeBSD e OpenBSD, e confesso que este tipo de testes não me dizem nada.

    Segundo este teste:

  • a "criar ler e escrever 10.000 ficheiros" o Solaris e o FreeBSD (sendo que o "untuned" é mais rápido que "tuned"? A questão óbvia é o "sentido da afinação", que óbviamente depende da aplicação para a qual o servidor é utilizado...) são muito mais rápidos que o Linux. Isto diz-me zilch (nada, niente, relativamente a qualquer aplicação que me ocorra fora de um ambiente de testes). Qual raio é o objectivo de criar "10.000" ficheiros, escrever e ler neles qualquer coisa, em contra-relógio?? Não é muito mais importante para aplicações reais estudar algoritmos de cache de disco (dos ficheiros acedidos com maior frequência) e afins?

  • Como classificar o teste de receber "mais emails vindos de computadores a correr o mailengine, muito depressa"? Estamos a testar o servidor mais apto para receber spam? Ao fim de uns 6 anos a administrar mail (com a Esoterica como baptismo de fogo) eu diria que o teste é completamente estupido até para se ser o campeão de receber spam. Existe sempre um "bottleneck" chamado "Internet" que assegura "delays" que vão permitir ao mais lento dos sistemas operativos em teste receber o mail. Os problemas de performance não são a receber mail (mesmo que muito, mesmo para mais de 15.000 mailboxes, a ritmos do "mundo real"). É muito mais importante como se comporta o stack de tcp-ip nas situações de relay, dns checks, etc. Enfim, uma palhaçada de teste...

    Curiosamente faço umas duas vezes por ano comparações de sistemas... meto dois servidores a servir o mesmo numero de pedidos de um site real (fnac.pt por exemplo) e verifico como se comportam, como reagem a load averages elevados, etc. A minha opinião é que os sistemas (que utilizo; a minha experiência com o Solaris é muito limitada) são perfeitamente funcionais e equivalentes; todos necessitam de algum "fine tunning" de acordo com a função que vão exercer, quer a nível do sistema operativo quer das aplicações de servidor... e depois é mais uma questão de preferência pessoal dos administradores de sistemas que qualquer outra coisa.

    Para os mais curiosos a fnac.pt corre em OpenBSD, não por uma questão da performance ser melhor, que não é; tanto o FreeBSD como o Linux aguentam mais carga (basta suportarem SMP, que o OpenBSD não suporta) para o mesmo numero de clientes on-line, mas sim pelo suporte a criptografia que é excelente (suportado por tudo o que é placa de encriptação e com excelentes drivers) e por ser o sistema em que deposito maior confiança a nível de segurança.

    Os benchmarks podem ser interessantes e de alguma utilizade, mas ou se reduz a elementos simples os factores testados e susceptíveis de serem equacionados no ambito de uma qualquer tarefa a que um administrador se proponha, ou são fogo de vista... resultam na velha discussão do "meu e melhor que o teu" que é uma completa perda de energia...
  • Re:Como eu detesto estes benchmarks... (Pontos:3, Interessante)
    por higuita em 20-08-01 2:52 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025
    8)

    apoiado

    estes testes fazem-me lembrar os testes das placas graficas 3D... nao importa muito a qualidade grafica, os problemas, o comportamento geral, o que interessa e' que a placa X tem 120FPS e a Y tem *apenas* 100FPS... (logo a X e' *muito* melhor!!!)

    claro que no fundo tudo que seja acima dos 30FPS (pronto, 60FPs para dar margem de manobra) e' inutil

    mas a net esta' cheio de teste estupidos, em condicoes idiotas com o unico proposito de provar que "o meu e' maior que o teu"

    como tudo, o que interessa e' a qualidade, a relacao preco/performance, a seguranca e a utilizacao que se vai dar

    Higuita
    Re:Como eu detesto estes benchmarks... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 20-08-01 8:28 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Ahem...

    Isto é offtopic, claro, mas... em matéria de placas 3D, a questão não é entre 120 e 100 fps, mas sim em jogos futuros, mais pesados.

    Exemplo: sem dúvida não é muito relevante o facto de a GF3 dar 150 fps no Quake 3, mas o facto de ser a única placa a dar mais de 30 fps no Aquanox (que ainda não saiu) já significa algo...

    Não, não tenho uma. Vou aguentar a GF2 mais uns meses. :)


    "Mount up, you dogs! It is time for the hordes of General Fang to strike terror to those who were foolish enough to survive my missile attack!"
    Re:Como eu detesto estes benchmarks...OFFTOPIC (Pontos:2)
    por higuita em 21-08-01 0:24 GMT (#25)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025
    como tu dizes, ainda nao saiu...

    eu compro coisas para o que uso agora, nao para o que vou usar daqui a 1 ano...
    de que serve dar 30fps em algo que nao uso(ou posso usar)!!
    para isso compro algo que de pelo menos 60fps no que uso e que tenha uma boa relacao preco/velocidade...
    se e' uma Kyro ou uma ati radeon pouco importa, funciona bem para o que quero...

    daqui a um ano poderei trocar se a que tiver tiver mesmo mal para o que quero (o que raramente acontece, na pior das hipoteses reduz-se a tralha agora que ja' se comeca a notar muito menos as diferencas)
    nao te esquecas que se alguma empresa lanca algo que precise uma placa de 80contos para funcionar vai a falencia depressa
    para que dar 80contos se para o que se precisa pode-ser ter o mesmo por 30contos e daqui a um(dois, tres) ano(s) compra-se o modelo da altura bastante melhor por um preco muito mais baixo

    para 800x600 16bits qualquer placa do mercado chega, para 1024x756x32 quase todas chegam
    para os casos mais dificeis, brinca-se com as configuracoes...

    eu gosto expecialmente daqueles que compram sempre o topo de gama, mal ele sai...
    compram sempre algo que nao vao usar sequer a 70% e quando poderiam comecar a usar a 100% compram a seguinte para voltar aos 70%

    para quem jogou wolf3D muito tempo a para ai 10fps sabe o que sao os minimos e o que e' superfulo
    (ou melhor, para quem jogou bons jogos em texto ou no spectrum sabe que muitos jogos agora sao apenas
    grafismo bonito sem conteudo)


    Higuita
    Re:Como eu detesto estes benchmarks...OFFTOPIC (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 21-08-01 9:18 GMT (#26)
    (Utilizador Info)
    Tens toda a razão. Comprar sempre o topo de gama logo que ele sai não é muito bom economicamente, e não se ganha realmente assim tanto com isso.

    Por outro lado, 10 fps num jogo de acção é realmente insuportável. :)


    "Mount up, you dogs! It is time for the hordes of General Fang to strike terror to those who were foolish enough to survive my missile attack!"
    Re:Como eu detesto estes benchmarks...OFFTOPIC (Pontos:1)
    por higuita em 22-08-01 3:58 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025
    8)

    sim, mas quem jogou um jogo inteiro assim sabe que com um pouco mais (17-22fps??) qualquer jogo fica bem... claro que perfeito seria acima de 30, mas 20 ja' e' muito bem jogavel sem nos perdermos a paciencia ou ficarmos com dores de cabeca

    Higuita
    Re:Como eu detesto estes benchmarks... (Pontos:2)
    por mvalente em 20-08-01 17:54 GMT (#19)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    a "criar ler e escrever 10.000 ficheiros" o Solaris e o FreeBSD são muito mais rápidos que o Linux. Isto diz-me zilch (nada, niente, relativamente a qualquer aplicação que me ocorra fora de um ambiente de testes). Qual raio é o objectivo de criar "10.000" ficheiros, escrever e ler neles qualquer coisa, em contra-relógio??

    Pelos vistos a tua experiencia a gerir o servidor de news da Esoterica foi curta ou nao foi a suficiente ;-) Qualquer servidor de news a receber um fullfeed vive deste benchmark. E o Linux, feito o respectivo tuning, tb pode fazer tanto ou mais que os outros referidos.

    Para mais informações e limitações de cada OS, ler o chamado C10K problem

    Como classificar o teste de receber "mais emails vindos de computadores a correr o mailengine, muito depressa"? Estamos a testar o servidor mais apto para receber spam? Ao fim de uns 6 anos a administrar mail (com a Esoterica como baptismo de fogo) eu diria que o teste é completamente estupido até para se ser o campeão de receber spam. Existe sempre um "bottleneck" chamado "Internet" que assegura "delays" que vão permitir ao mais lento dos sistemas operativos em teste receber o mail.

    Bzzzt, wrong. Do not pass Go, do not collect the 200 Euros. Mais uma vez parece que a experiencia na Esoterica nao serviu para nada. Um servidor de email num medium-to-large ISP pode estar a receber simultaneamente milhares de mensagens. Se estiver a receber tambem (se ninguem teve a inteligencia de ter um SMTP inbound e outro outbound) entao nem se fala.

    Recomenda-se a leitura do link anterior.

    Se calhar estes "equivocos" têm a ver com facto de ser fisicamente impossivel teres estado 6 anos na Esoterica. Eu que fundei aquela merda só lá estive 4 :-). E da data de fundação (Fev 95) até à transformação em Via (inicio de 2000) só vão 5 anos...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Re:Como eu detesto estes benchmarks... (Pontos:1)
    por pls em 20-08-01 23:09 GMT (#24)
    (Utilizador Info) http://pls.mrnet.pt
    a "criar ler e escrever 10.000 ficheiros" o Solaris e o FreeBSD são muito mais rápidos que o Linux. Isto diz-me zilch (nada, niente, relativamente a qualquer aplicação que me ocorra fora de um ambiente de testes). Qual raio é o objectivo de criar "10.000" ficheiros, escrever e ler neles qualquer coisa, em contra-relógio??

    Pelos vistos a tua experiencia a gerir o servidor de news da Esoterica foi curta ou nao foi a suficiente ;-) Qualquer servidor de news a receber um fullfeed vive deste benchmark. E o Linux, feito o respectivo tuning, tb pode fazer tanto ou mais que os outros referidos.

    Nem por isso... há mais envolvido na actividade de um servidor de news que escrever os ficheiros no disco. Este "benchmark" é mede uma parcela do que se passaria na realidade. Mesmo as capacidades e limitações do "file system" variam consideravelmente com o a configuração que se faça, qual o file system que se utiliza, controladores e discos que se utilizam. Este teste não avalia rigorosamente nenhum desses "pequenos detalhes".

    O que não está de todo relacionado com o Linux ser ou não capaz, tanto como o solaris ou o freebsd, de executar a tarefa... O que eu disse é que não é relevante aparecer "melhor ou pior que os outros neste benchmark" para se julgar a viabilidade de aplicações no "mundo real".


    Bzzzt, wrong. Do not pass Go, do not collect the 200 Euros. Mais uma vez parece que a experiencia na Esoterica nao serviu para nada. Um servidor de email num medium-to-large ISP pode estar a receber simultaneamente milhares de mensagens. Se estiver a receber tambem (se ninguem teve a inteligencia de ter um SMTP inbound e outro outbound) entao nem se fala.

    Please... no pico da actividade do servidor, que foi quando o "spam" se tornou um factor interessante, era perfeitamente possível ler os logs com o tail... duas mensagens por segundo? Três ou quatro? Ya, sim, tinha uns picos de 5 ou seis...

    A esoterica era um "small to medium" nesse caso. E novamente, também no caso do mail há N outros factores que são fundamentais para a performance do servidor (nomeadamente a relação com o DNS e as regras de processamento de mail). Não é, de todo, um bom exemplo para testes meter um "dumper" de smtp a debitar lixo, todo vindo do mesmo ip, o que tende a não ser o que se passa no mundo real.


    Se calhar estes "equivocos" têm a ver com facto de ser fisicamente impossivel teres estado 6 anos na Esoterica. Eu que fundei aquela merda só lá estive 4 :-). E da data de fundação (Fev 95) até à transformação em Via (inicio de 2000) só vão 5 anos...

    Err... eu disse que a experiência de administrar servidores (unix anyway) começou lá... não disse que acabou lá. Administrar sistemas é o que eu faço todos os dias. E não devo ser dos administradores mais inexperientes que estão no mercado :-)

    Em laboratório e no mundo real os resultados são substancialmente diferentes. Estes benchmarks são irrelevantes e a comparação não diz "nestum" sobre como os sistemas operativos comparados se comportam no terreno.

    Relativamente à experiência na esoterica; tive bons mentores! Quanto a não ter sido "suficiente" ou eventualmente "demasiado curta"; haverá outras oportunidades. Na memória está a imagem de andar aos papeis a aprender debaixo de fogo. Com o "bat book" numa mão e o telefone na outra. Foi divertido e irracional qb.


    Re:Como eu detesto estes benchmarks... (Pontos:2)
    por mvalente em 21-08-01 10:29 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    há mais envolvido na actividade de um servidor de news que escrever os ficheiros no disco.Este teste não avalia rigorosamente nenhum desses "pequenos detalhes".

    Tais como ? E qual o seu peso final na overall performance ?

    Parafraseando um dos links que te referi "there's enough CPU power, most server's performance is I/O bound". Portanto, o teste em causa avalia o "principal detalhe". Aproveita e lê o artigo " A Scalable News Architecture on a Single Spool para perceberes porque é que é o principal detalhe.

    Please... no pico da actividade do servidor, que foi quando o "spam" se tornou um factor interessante, era perfeitamente possível ler os logs com o tail... duas mensagens por segundo? Três ou quatro? Ya, sim, tinha uns picos de 5 ou seis... A esoterica era um "small to medium" nesse caso.

    Não, a Esoterica era um "micro to small" :-)

    Mas o facto de conseguires ler os logs e teres 4 ou 5 msgs por segundo não é equivalente a teres 4 ou 5 ficheiros abertos e escritos por segundo.

    Volto a repetir que neste momento o principal factor na performance de sistemas/servidores Internet é a estrategia de I/O (e nomeadamente a performance do filesystem). Um 486 com uma placa Ethernet de 100 Mbits consegue servir files suficientes para entupir uma linha T3 (45Mbps). Aconselha-se a leitura dos papers Highly Scalable Electronic Mail Service Using Open Systems e Design and Implementation of Highly Scalable E-mail Systems .

    eu disse que a experiência de administrar servidores (unix anyway) começou lá... não disse que acabou lá.

    Mesmo assim, pelas minhas contas, não totaliza 6 anos. Unix anyway ;-)...

    Em laboratório e no mundo real os resultados são substancialmente diferentes. Estes benchmarks são irrelevantes e a comparação não diz "nestum" sobre como os sistemas operativos comparados se comportam no terreno.

    Estás enganado.

    Relativamente à experiência na esoterica; tive bons mentores!

    Listen to them :-)

    Na memória está a imagem de andar aos papeis a aprender debaixo de fogo.

    Its the best way. Its the only way. Use the source Luke...

    Cumprimentos

    Mario Valente

    Comparação entre FreeBSD untuned e tuned (Pontos:1)
    por Ricardo Dias Marques em 20-08-01 17:15 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Boas,

    No site da Daemonnews.org, existe agora um artigo que mostra os efeitos de tuning para melhorar a performance de um sistema que corra FreeBSD

    O artigo chama-se, como talvez fosse de esperar, The Effects of Tuning a FreeBSD Box for High Performance

    A performance foi comparada a 3 níveis:

    • Acessos a servidor web. A performance melhorou entre 18 a 29 vezes, face à versão "out-of-the-box"
    • Performance do sistema de ficheiros, medido pelo postmark A performance melhorou entre 40% e 860%
    • Testes de envio de mail, usando o postfix. A performance foi medida através do postal, e melhorou entre 40% e 650%

      Em jeito de conclusão, deixo aqui a conclusão do próprio artigo:

      In conclusion, we can see that a default FreeBSD installation, while optimized for safety and integrity, is not optimized for maximum performance as a dedicated network server. Particularly in cases of serving many simultaneous connections, reliably supporting large numbers of processes, and filesystem performance, one needs to take steps to improve the performance of the system over the default configuration. The gains that can be realized from this are great, often at least doubling the performance of the system.
      Em qualquer dos casos, é sempre bom lembrar que a performance, medida em termos de velocidade, não deve ser o único critério na escolha de um sistema operativo.

    Um abraço a todos, Ricardo
    Re:Comparação entre FreeBSD untuned e tuned (Pontos:2)
    por mvalente em 20-08-01 21:21 GMT (#23)
    (Utilizador Info) http://www.ruido-visual.pt/
    Bem já agora, para as comparações não ficarem desviadas por sistemas tuned e não-tuned, ficam os entusiastas Linux a saber que também podem kitar o seu OS preferido.

    Cumprimentos

    Mario Valente

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]