gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
KDE 3.0 em Janeiro do próximo ano
Contribuído por BladeRunner em 25-07-01 0:07
do departamento beyond-the-speed-of-light
KDE Segundo este anúncio do release coordinator do KDE, a versão 3 está prevista para Janeiro de 2002.
Ao que parece, o KDE 3 ~ KDE 2.x + QT 3, com as vantagens daí inerentes, mas também algumas (outras) desvantagens.
Aqui há uma discussão interessante sobre o assunto.

PT Corta Circuitos à Maxitel | Free Dmitry Sklyarov !  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • este anúncio
  • Aqui
  • Mais acerca KDE
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    estão a esperad do que ? (Pontos:2)
    por MavicX em 25-07-01 10:13 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Na page pode-se se lêr :

    "If you would like to be the release dude for KDE 3.0, now is a good time to step forward :-) "


    Força! (Pontos:2)
    por CrLf em 25-07-01 13:15 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Realmente aqueles tipos não dormem mesmo! Seja como for acho boa ideia partir já para o KDE3/QT3 uma vez que as distribuições se estão a preparar para quebrar a compatibilidade binária com o gcc 3.0 (e depois com o 3.1) porque não quebrar tudo de uma vez?

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think my men can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    Re:Força! (Pontos:2)
    por Strange em 25-07-01 14:20 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.yi.org/

    Porque não se trata de quebrar compatibilidade binária mas compatibilidade a nível de código fonte, não?

    O gcc criará compatibilidade binária (mais a nível de C++), mas não será necessário alterar uma linha sequer de código (a não ser que não siga estritamente os padrões ANSI). Já com o KDE3 tal deverá ser necessário uma vez que o Qt 3 muda um pouco a API (mas também poderá manter a compatilibidade com versões anteriores).

    Ou seja, todas as aplicações actuais poderão ter que ser mudadas, e uma vez que as mudanças deverão ser radicais, isso não será assim tão fácil de fazer e perderemos algumas aplicações enquanto que outras demorarão algum tempo até estarem disponíveis.

    Mas penso que pelo menos a Qt ou o KDE permitirá usar a API da Qtv2, sem prejuízo quer das novas aplicações quer das já existentes.

    hugs
    Strange

    Re:Força! (Pontos:2)
    por CrLf em 27-07-01 3:01 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    O problema principal está mesmo na compatibilidade binária porque a nível de source o QT3 não será assim tão diferente e não será dificil fazer o porting dos programas (já do KDE1/QT1.4x para o KDE2/QT2.x não era difícil). O pessoal do KDE estava com dúvidas em dar este passo porque isto iria significar uma vida curta para o KDE2, mas por causa da questão da compatibilidade binária decidiram quebrar tudo de uma vez só e o mais rápido possível para o KDE3 ter um tempo de vida mais longo.

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think my men can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    Boa sorte, malta do KDE! - tradução para Português (Pontos:2, Informativo)
    por zebebado em 26-07-01 0:03 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    O que desejo, desde já, é que a transição do KDE 2.x para a geração 3.x traga tantas surpresas agradáveis como do 1.x para o 2.x. Foi, sem dúvida, um grande salto qualitativo para o ambiente gráfico em questão.

    Outra questão que se prende com o KDE, e que já referi num tópico anterior, é a questão da tradução do mesmo para o nosso Português! As aplicações têm tido, sempre que possível, a sua interface actualizada em termos de traduções; contudo, a documentação de muitas delas mantém-se à mesma sem versão traduzida. É pena, porque quebra a coerência. Por outro lado, não tem sido possível adiantar muito nesta questão, dado que a equipa até há alguns dias atrás eram só duas pessoas (já foi maior há coisa de um ano, entretanto muitos deixaram o projecto; recebemos há pouco tempo propostas de outras pessoas, das quais agradecemos desde já a oferta de ajuda).

    As aplicações do KDE são muitas e duas pessoas não conseguem dar conta do recado, principalmente quando são estudantes finalistas!

    A tradução de documentação, até há uns tempos atrás, era um processo relativamente aborrecido de manter actualizado, contudo o KDE 2.2 anuncia mudanças que o facilitam.

    Para quem queira saber mais informações sobre a equipa de traduções, pode consultar o site de traduções do KDE para Português em http://kde.poli.org. Se quiserem propor o vosso auxílio, contactem-nos em kde@poli.org.

    Contamos convosco para tornar o KDE ainda mais acessível aos 'end-users'.

    A Equipa de Traduções do KDE para Português

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]