gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Ordenado de Programador
Contribuído por BladeRunner em 24-07-01 17:44
do departamento quem-dá-mais?
Verdinhas lfrodrigues escreve "Eu tinha curiosidade em saber quando e' que ganha um programador de hoje em dia.
À hora ou ao mês.
Obrigado.
_LR_ "

Votação Electrónica | PT Corta Circuitos à Maxitel  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • lfrodrigues
  • Mais acerca Verdinhas
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Well... (Pontos:1)
    por techn0id em 24-07-01 18:06 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Por enquanto nao posso falar por experiencia propria.. no entanto acho ke se pode fazer uma ideia do estado de coisas actualmente. E claro que ha' pelo gildot varias pessoas que podem e irao certamente responder de uma maneira mais acertada a esta pergunta, por conhecimento de causa.

    Uma coisa acho ke e' certa: um programador realmente qualificado e' actualmente disputado a peso de ouro. E acho ke como em tudo, os ordenados variam muito. Ja' vi pessoal a sair da Universidade para estagiar e a tirar >200 cts como primeiro salario.. numa boa hipotese, sei de casos para cima e para baixo. Dai' para a frente (e para cima) penso que em media talvez uns 500 contos. (estarei a dizer uma grande asneira?) Depende tudo da empresa e dos projectos em que trabalha. E claro, das aptidoes do programador. Com engenho e alguma - muita - sorte, ha' hipotese de ordenados ja' na casa dos milhares, penso eu (de que).

    // techn0id

    PS - UE allez allez :)
    Re:Well... antigamente era lindo (Pontos:1)
    por techn0id em 24-07-01 20:14 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Eu tambem nao falei em 500 contos liquidos...
    Re:Well... (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 24-07-01 23:55 GMT (#21)
    Eras da Maxitel nao ? :-)
    programador? ordenado? enfim... (Pontos:1)
    por buckley em 24-07-01 18:21 GMT (#3)
    (Utilizador Info) www.buckley.f2s.com
    e vão três alunos da UE :)
    well. já que se põe esta pergunta também gostaria de fazer outras, se alguém estvier disposto a responder E tenha conhecimento da matéria!

    Quais são as perspectivas de um jovem que acaba o curso de Engenharia Informática? É tudo tão "pink" como parece cá de baixo? Há REALMENTE empresas a contratar Administradores de Sistemas, em Portugal, como nós os concebemos ao longo do curso?

    E, além do ordenado, os programadores em Portugal que tipo de pessoas são? Pessoas licenciadas e com o curso acabado ou pessoas que aprenderam por elas e, tecnicamente, não passam de curiosos?

    Mais perguntas têm a ver com as condições e horários. São os programadores, que, como na giria se diz, "trabalham de noite e dormem de dia" ou também seguem horários das 9 às 17?

    Obrigado,

    (props 2: lfrodrigues && techn0id)


    "All you base are belong to us!"
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:1)
    por BipBip em 24-07-01 18:55 GMT (#4)
    (Utilizador Info) Http://BipBip.XpTo.OrG
    Pessoas licenciadas e com o curso acabado ou pessoas que aprenderam por elas e, tecnicamente, não passam de curiosos?

    well .. a minha maneira de pensar é que uma pessoa lincenciada pode ser mto burra ou mto esperta, tal como uma pessoa que aprende por gosto ... sendo isto verdade para mim .... eu decidi não ir para a univ e sim dedicar-me com gosto na área do desenvolvimento e sysadmin .... e claro ... sou mto curioso .... ou esperas que um gajo que vai para a univ aprender pascal, c, etc e coisas do género vai ficar um "pró" na matéria de devel e que se não ser curioso vai ganhar a vida, só com o que aprendeu na univ. sim ... as empresas hoje em dia não querem um licenciado, querem sim pessoal que gostam de fazer o que fazem, gostam de aprender e acima de tudo têm algo na cabeça ... pois não basta apenas saber desenvolver ... mas sim ter ideias para desenvolver ... well ... é like os designers ... têm que saber trabalhar com os progs, MAS tb têm que ter ideias decentes.

    no que diz respeito a horários ... gosto mto do que estou a fazer, aliás todos os meus colegas o praticam +/- ....

    entro por volta das 10 mais tardar 11:30 e a saida é qnd estou farto de trabalhar (normalmente não antes das 8 horas de work) ou por vezes ás tantas da matina ... básicamente depende do trabalho / projectos na file de espera.

    Hugs prócês
    ----

    Do not phear them, phear me because i'm lame. ~:o)=
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:1)
    por K` em 24-07-01 20:09 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://www.terravista.pt/nazare/4099/
    Ver se arranjo um work desses (desses tipo horario , liberdade de fazer as coisas nao consoante horario , mas , consoante work) daki a uns anos ( 7 , ou 8 .. eheh , kidding )
    Por agora , estou no 1 ano ( passei pro segundo ) de engenharia informatica.
    Estou a aprender c , e basicamente , acho aquilo .... basico . Por acaso nao me importava de passar a minha vida a fazer programas de c , e para prazer total .... administrar redes de sistemas unix :)
    Meu Segundo maior medo : Desemprego
    Meu Maior medo : Visual Basic ... windoze ... blah ...
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:3, Interessante)
    por Gamito em 24-07-01 20:37 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    Em Portugal ainda há muito o hábito de se ligar forçosamente a Licenciatura X ao mesmo trabalho X e discute-se muito que a Licenciatura Alfa na Universidade Beta é melhor do que a Gama na Universidade Delta... quando o que interessa é a massa cinzenta.

    Em qualquer país evoluído, é normal ver-se uma pessoa com formação superior a trabalhar noutra área... até mesmo a dar aulas dessa outra área, como é natural um professor por exemplo de Física convidar um colega de História para dar uma aula se o tema tiver qualquer coisa a ver com a história da Física.

    Enfim...
    Sou finalista da Licenciatura em Ensino de Física e Química e estou nela por minha exclusiva vontade.
    Gosto de Física (principalmente) e de ensino e temas relacionados com ambos.
    Espero vir a conseguir conjugar os três (Linux, Física e Ensino).

    Entretanto... sou gestor de uma rede com servidores Linux e programador (php/perl/MySQL).
    Como vês, a minha Licenciatura não tem nada a ver com o assunto.

    Isto tudo, só para te dizer... que o curso não é tudo.

    É preciso é ser-se o melhor possível naquilo que se faz, estar sempre disposto a aprender com quem sabe mais do que nós e passar muitas horas a bater com a pinha nos livros e no monitor de modo a mereceres a confiança de quem te vier a empregar.
    Vai aprendendo por ti, que nas Licenciaturas, não se ensina (quase) nada que sirva *directamente* para a vida prática.

    Se no final dela tiveres aprendido... a aprender, então sim, valeu a pena e de certeza que não vais acabar a progamar em... VB.
    Seja ela qual fôr a tua Licenciatura.



    Mário Gamito
    educação, ensino
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:1)
    por tfp em 24-07-01 21:29 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    xi... nas licenciaturas não se aprende nada ????

    não te metas nisso! continua a repetir isso mentalmente várias vezes por dia até te convenceres a ti próprio disso...

    sem ofensa... não amues...


    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:2)
    por Gamito em 24-07-01 21:36 GMT (#15)
    (Utilizador Info)
    Não é exactamente não se aprende nada.

    O que eu queria dizer é que uma Licenciatura serve basicamente para se aprender a... aprender.
    E quem conseguir isso... já se pode dar por feliz :-)

    Na minha opinião é isso que é essencial: ficar-se com as ferramentas necessárias para que quando se nos depare um problema saibamos não de antemão como o resolver, mas como procurar a informação relevante para a sua resolução e digerir essa mesma informação.

    Já agora...
    Atenta na bibliografia utilizada em qualquer Licenciatura e diz-me se são livros avançados nas respectivas áreas.

    Mário Gamito
    educação, ensino
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:2)
    por MacLeod em 24-07-01 21:42 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    O que eu queria dizer é que uma Licenciatura serve basicamente para se aprender a... aprender.

    Ó Mário, eu agora diria que nem todas as licenciaturas são cursos de Física ;)

    Quanto à questão da bibliografia, não diria nos 2 primeiros anos, mas agora no 4º e 5º (e por vezes até no terceiro) existem no meu curso livros avançados nas suas áreas. Aliás, até há certas cadeiras mais avançadas que não têm livros na bibliografia, só artigos (recentes) de jornais científicos.

    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:2)
    por Gamito em 24-07-01 23:37 GMT (#20)
    (Utilizador Info)
    Aliás, até há certas cadeiras mais avançadas que não têm livros na bibliografia, só artigos (recentes) de jornais científicos

    Certo...
    Também tive cadeiras pedagógicas em que por a investigação ser muito recente, o estudo era feito por artigos de revistas internacionais da especialidade e por papers.
    Mas isso são excepções.

    O que se aprende de matéria propriamente dita na Universidade, é o bê-á-bá das coisas.

    Mário Gamito
    educação, ensino
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:2)
    por MavicX em 25-07-01 10:11 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    Hummm para que é que achas que existem os mestrados, pos-graduações e os doutoramentos. Se quiseres aprender algo especifico não é numa licenciatura principalmente em areas como a quimica e fisica em que o "state of the art" anda muito longe do basico. Provavelmente tems de estudar quase metade de uma vida para fazeres alguma contribuição em fisica ou quimica com interesse.

    Na area de informatica não é bem assim tems putos que não percebem nada disto ( em termos academicos e de estudo ) e que fazem alguma coisa. Só para pensar em dois exemplos o Bill Gates e o Linus que eram ambos estudantes universitários quando deram o seu contributo. Não estou a ver um gaijo com menos de um doutoramento e anos de investigação a dar contributos validos em fisica ou quimica.

    Sem falar da matemática onde não há uma novas teorias á muitos anos (mesmo decadas) tirando a area da estatistica. A informatica é ainda uma criança que tem muito de desenvolver mesmo.
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:1)
    por BlueNote em 25-07-01 17:23 GMT (#31)
    (Utilizador Info)
    Sim, mas não é verdade que uma pessoa com dotes médios consiga ser programador profissional (ou mesmo admin) aprendendo de forma autodidacta. Aquilo que aprende na licenciatura não é só aprender a aprender, mas também técnicas, recursos e "a razão de ser" de coisas a que por si só não teria hipótese. A não ser que seja um génio, mas isso não é para todos...
    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 26-07-01 10:33 GMT (#36)
    Sim, mas não é verdade que uma pessoa com dotes médios consiga ser programador profissional (ou mesmo admin) aprendendo de forma autodidacta. Aquilo que aprende na licenciatura não é só aprender a aprender, mas também técnicas, recursos e "a razão de ser" de coisas a que por si só não teria hipótese.

    Estás muito enganado, pois bastantes programadores profissionais não têm formação a nivel de licenciatura ou qualquer tipo de formação superior na área de informatica.

    Muito do que se aprende na universidade são coisas que não vão ser usadas 'cá fora'. Muita da matéria de matemática e fisica lecionada num curso de engenharia nunca vai ser usada 'cá fora'. A maioria do pessoal não vai fazer investigação, nem programação de jogos, nem desenvolvimento de software de tratamento de imagem/video (que são áreas onde as materias de matematica e fisica são altamente aplicadas).
    Alguns dos profissionais até são formados em áreas "paralelas" (gestão, eng. fisica, matematica, etc). Outros têm formação ao nivel de 12º ou cursos tecnicos/tecnologicos/profissionais.

    Para a área de administração ainda pior. O que interessa mesmo nessa área é teres bastante prática com os sistemas operativos que adminas e seres responsavel e cuidadoso com os aspectos diversos (configurações seguras, instalação de correcções para bugs, boa manutenção das máquinas, etc), além do conhecimento das ferramentas que te possam ajudar durante o trabalho.

    Basta ver que até nos anuncios de emprego que pedem uma licenciatura a maioria das vezes é pedido 1/2/3 anos de experiência na área, ou com as ferramentas usadas.

    As universidades não são donas do conhecimento. Ele não está lá fechado. É só saber procurar.

    Zeka 2001

    Re:programador? ordenado? enfim... (Pontos:2)
    por grumbler em 26-07-01 7:22 GMT (#34)
    (Utilizador Info)
    Há REALMENTE empresas a contratar Administradores de Sistemas, em Portugal, como nós os concebemos ao longo do curso?

    Bem, tenho a sensação que a imagem que sai cá para fora é que os cursos de informática são demasiado voltados para a programação e a parte de administração de sistemas é muito dada ao de leve. Ora como muitos já devem ter reparado na parte de administração de sistemas a experiencia é um factor bastante relevante (bem, não só ai mas na grande maioria dos anuncios de emprego com alguma responsabilidade é normal ver pedidos com 1 a 2 anos de experiencia), e na grande maioria dos anuncios de emprego dessa area nem sequer vem mencionado a necessidade de se ter uma licenciatura. A nivel de networking idem idem aspas aspas.
    Se estivermos então a falar de DBA's então a situação é bem pior, pois existe ainda menos gente com experiencia nessa área.

    --
    What, Me Worry?

    Ordenado=$000,00 (Pontos:2)
    por GdoL em 24-07-01 19:29 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://www.gazetadolinux.com
    Neste momento só faço FREE SOFTWARE e OPEN SOFTWARE FOR FREE...

    visite a Gazeta do Linux.com

    eBoX:email

    Re:Ordenado=$000,00 (Pontos:2)
    por Strange em 25-07-01 14:41 GMT (#28)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.yi.org/

    "Will code for food or beer!" :)

    hugs
    Strange

    Re:Ordenado=$000,00 (Pontos:2)
    por GdoL em 25-07-01 14:49 GMT (#29)
    (Utilizador Info) http://www.gazetadolinux.com
    "will Code for food, books and rent!. possible relocation all over the world". Will Accept offers!

    visite a Gazeta do Linux.com

    eBoX:email

    depende (Pontos:0, Engraçado)
    por Anonimo Cobarde em 24-07-01 19:47 GMT (#8)
    Depende de muita coisa. Da área onde trabalha, da experiência que tem, etc.
    Criou-se a ideia na população que em informática todos ganham bem, e que se ganham 400 e 500 mil escudos mensais liquidos a programar ou a administrar sistemas, mas esses ordenados não são os das massas.
    A maioria dos programadores tem ordenados entre os 200 e os 350 mil escudos (valores liquidos) mensais.
    Conheço casos em ambos os extremos, e conheço programadores que ganham mensalmente menos de 200 mil liquidos (ordenado full time). Se tivesse de fazer uma média apostava nos 250 mil mensais liquidos.
    A área de desenvolvimento para a internet é a que actualmente tem mais oferta de cargos para programadores, mas é uma área onde os ordenados não são muito elevados, porque existem muitos programadores das tecnologias mais usadas.

    Para ganhar bem é preciso ter alguma experiência, e dominar tecnologias que sejam pouco generalizadas. Vou falar da minha área (web). Quem programa ASP tá em posição de ganhar menos do que quem programa PHP e estes ainda ganham menos do que quem programa Perl. A tecnologia para web que actualmente melhor paga é o Zope, simplesmente porque não existem muitos experts em Zope/DTML/Python.
    Da mesma forma que noutras áreas um programador de Java ou C++ ganha melhor que um programador de Visual Basic: existem mais programadores de VB, logo os ordenados são mais baixos.

    Mas na área de informatica, para se ganhar muito bem, tem-se a hipotese consultadoria ou ainda a gestão de projectos, que pelo que tenho visto são em geral as mais rentaveis.
    Os programadores freelancer também custuman ganhar muito bem (já me falaram em casos de 10 mil escudos por hora).

    Não se ganha mal, ganha-se mediamente. Algumas pessoas ganham boas maquias, mas isso é em todo o lado.

    Zeka 2001

    Re:depende (Pontos:2, Informativo)
    por dnloreto em 24-07-01 21:41 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Mas na área de informatica, para se ganhar muito bem, tem-se a hipotese consultadoria (...)

    Desculpa se me rebolo a rir... Só para desmistificar. Se entras para a consultadoria, prepara-te para tirar durante o primeiro ano menos de 200cts liquidos (depende da consultora e pode ir de 150 a 180 liquidos).

    Ao fim de um ano (ano e picos) passas a receber 200cts liquidos (mais uns trocos, talvez).

    Só ao fim de uns 3 anos estás a ganhar mais de 300 líquidos.

    A grande vantagem das consultoras é que precisam de muita "carne para canhão", pelo que aceitam pessoal de qualquer área universitária. Além disso, dão muita formação e são excelentes para (ao fim de uns 2 anos) teres currículo para ires ganhar quase o dobro para outro sítio.

    Quanto a horários... Tens as consultoras nacionais com horários mais porreiros (9/18 com alguma flexibilidade em cerca de 2 horas) e as consultoras multinacionais, com horários piores (9/20 com flexibilidade apenas para sair mais tarde... eheeh). Claro que em ambas, se o trabalho não estiver feito, trabalhas mais. Se for preciso, trabalhas fins-de-semana. E se pensas que vais receber horas extraordinárias, pensa em te mudares para o funcionarismo público.

    Posto isto... Trabalho não falta por aí. Agora não pensem que compram um porsche ao fim de um par de anos...

    Cumprimentos
    forall x,y $(x) > $(y) ==> W(x) > W(y) (Pontos:2, Interessante)
    por toze em 24-07-01 21:49 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://mega.ist.utl.pt/~tozevv

    Para os que percebem menos de lógica: para ganhar dinheiro é preciso trabalhar. E exigir o $ na medida da quantidade e qualidade do trabalho efectuado e nas competências do trabalhador.

    Segundo a teoria económica (Não se deixem enganar que sou de Engª Informática...) a compensação baseia-se na seguinte fórmula:

    S=w0 + bQ

    Onde S é o salário, w0 a parte fixa, Q a quantidade produzida (com a qualidade desejada!) e b a sensibilidade do salário ao desempenho. Quanto maior for b face a w0 mais terá de se esforçar o empregado para ganhar mais salário.

    O factor que diferencia a quantidade produzida de uma pessoa para outra é a sua competência nas tarefas que desempenha.

    No entanto, ao contrário do que é crença na Informática, não é por se trabalhar mais horas, ou a horas espatafúrdias, que se produz mais. Isto é verdade na informática e nas profissões ligadas à economia do conhecimento. Segundo estudos recentes um programador rende mais se trabalhar das 9 as 6 e tiver tempo para os miúdos, para a mulher e para os COPOS do que se trabalhar 14h por dia em directas consecutivas!

    NOTA: Claro que tudo o que foi referido só se aplica a actividades lícitas de ganhar dinheiro por conta de outrém :-)


    Tó-Zé 'Senador'
    Ordenados (Pontos:1)
    por lfrodrigues em 24-07-01 23:55 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Certo ganha-se 200cts +- numa empresa de consultadoria. E então um programador que trabalhe para a Micr$osft(Deus me livre...), oracle, etc??
    Re:Ordenados (Pontos:1)
    por buckley em 25-07-01 12:09 GMT (#26)
    (Utilizador Info) www.buckley.f2s.com
    provavelmente muito... mas quer queiramos quer não, as pessoas que vão trabalhar para esse tipo de empresas são talvez os melhores e mais qualificados... Já me tinha questionado antes (e aliás, já tinha discutido isso contigo (pois é, somos todos colegas ;) ) ) sobre se fosse realmente bom e tivesse uma boa proposta na micro$oft se aceitaria... e acho que, no fundo, aceitaria, querendo deixar o máximo da hipócrisia para trás...

    Há em Castelo Branco um eng. amigo que trabalha para a Micro$oft Portugal no departamento de debug pós-translation e ele ganha cerca de 600 cts liquidos por isso!

    Fica bem, e, como o techn0id dizia

    UE ALLEZ, ALLEZ!!!
    "All you base are belong to us!"
    Re:Ordenados (Pontos:2)
    por Strange em 25-07-01 14:40 GMT (#27)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.yi.org/

    "Há em Castelo Branco um eng. amigo que trabalha para a Micro$oft Portugal no departamento de debug pós-translation e ele ganha cerca de 600 cts liquidos por isso!"

    Se o trabalho dele é adicionar bugs na tradução do inglês para um português não-muito-correcto, então merece os 600c. Caso contrário....

    Quer dizer, uma pessoa é destacada para detectar erros causados pela tradução de um programa, e para além de não descobrir os erros já existentes (também, tal não lhe é pedido), consegue não descobrir os muitos erros introduzidos pela tradução!! (Se não ser ele a adcioná-los...)

    As versões de programas Microsoft para o português são famosas pelos bugs adicionais! Quer dizer, o Office 2K português funciona melhor no Win98 original en_US que no pt_PT...

    hugs
    Strange

    Re:Ordenados (Pontos:1)
    por BuBbA em 26-07-01 10:03 GMT (#35)
    (Utilizador Info) http://www.BuBix.net
    Se não ser ele a adcioná-los... Esperemos que não sejas colega do tipo da Microsoft PT, senão é que estamos tramados!
    Re:Ordenados (Pontos:2)
    por Strange em 26-07-01 13:40 GMT (#37)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.yi.org/

    BAH!

    Eu não sou tradutor nem escritor de manuais, sou programador!

    Além disso, todos erram de vez em quando... Se gostas de analisar os textos para encontrar os erros para depois criticares, então diverte-te! Podes é preferir um site brasileiro, lá sempre é mais fácil encontrá-los...

    hugs
    Strange

    Re:Nem todos ganham a mesma coisa (Pontos:1)
    por HiTek DeVil em 26-07-01 6:36 GMT (#33)
    (Utilizador Info)
    e eu a pensar que o dia das mentiras era só no dia 1 de abril... nao explicam....

    Dica: fora de portugal ganha-se mais, mas com o que disseste ai, só se fores patrão... ou isso ou trabalhas no vale do silicone (lol... silicon valley), mas mesmo aí quem ganha mais são as imobiliárias, que cobram fortunas por uma vivendazinha... :P

    (eu vou-te explicar uma coisa, fora de portugal nem em tudo se ganha mais... tenho um prof universitário que na minha faculdade ganha 29 contos hora, numa particular ganha 35 e ainda noutra particular ganha outros 35 por hora... fazendo as contas, ele ganha acima dos 3000 contos/mes... nice hein? e isto não é mentira, e é em portugal... mas para chegares a prof. universitário, não assistente, mesmo prof catedrático, é preciso muito não é?!?!?)


    HiTek DeVil

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]