gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Os erros da FSF
Contribuído por ajc em 13-07-01 11:53
do departamento good-ole-flamefest
GNU pyro escreve "Um artigo no osOpinion proõe que a FSF deve acabar. Porquê? Porque está a prejudicar o software livre ao repetir o erro de tomar partido contra um projecto 100% livre e de sucesso a favor de um nado-morto. Desta vez é o apoio a mais um macaco quando existem pilhas de projectos alternativos, mais, mais, mais ou menos livres com o mesmo objectivo. Curiosamente, com uma press release que contém pérolas de doublethink maravilhosas como "Miguel de Icaza, who has led GNU's GNOME desktop environment to great success". "

software livre fica sempre de fora | Faleceu um dos maiores entusiastas de Linux em pt  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Red Hat
  • artigo no osOpinion
  • FSF
  • projecto 100% livre e de sucesso
  • nado-morto
  • mais um macaco
  • mais
  • mais
  • mais
  • menos
  • press release
  • doublethink
  • Mais acerca GNU
  • Também por ajc
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Resumindo (Pontos:3, Interessante)
    por jneves em 13-07-01 12:24 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    Este artigo diz que:
  • KDE é bom.
  • GNOME é mau.
  • .NET é redundante.
  • FSF fez asneira.
  • Não vou entrar na guerra KDE vs GNOME, mas não aceito como pressuposto de nenhuma discussão que um é, sem quaisquer dúvidas, superior ao outro.

    Quanto ao .NET ser redundante, concordo inteiramente. O problema é que vai ser mais fácil e mais barato de implementar do que qualquer um dos sistemas concorrentes (que por acaso só conheço um, o J2EE - não confundir com Java, estamos a falar de arquitectura de sistema, não de software e linguagens - o facto de o J2EE só ser implemenntado em JAVA é mais um dos erros da Sun, mas isso é um problema deles).

    Um dois problemas da arquitectura .Net obriga todas as empresas que o usam a usa o serviço Passport, ou seja, obrigam as empresas a oferecerem à Microsoft os dados dos seus clientes. O objectivo do dotGNU é evitar esta situação.

    Quanto à FSF ter feito asneira, relembro que o objectivo da FSF é construir o projecto GNU, ou seja, uma plataforma completamente livre. Não é por o autor do artigo não saber distinguir desktop de web services que a FSF passou a fazer uma asneira. São coisas diferentes. Tammbém não é por o Miguel de Icaza trabalhar no GNOME que tudo o que ele faça seja para o GNOME. Segundo este raciocínio, o GNOME deve ser um driver para linux/Sparc, uma vez que ele era o mantainer do port de linux para Sparc antes do GNOME aparecer.


    Re:Resumindo (Pontos:2)
    por pyro em 13-07-01 14:38 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Claro. Além das linguagens que compilam para a própria JVM que neste momento são dezenas (eu sei que está fora de moda ler os textos a que se responde, mas um dos links do artigo acima tem um lista impressionante).
    GNOME: As partes são melhores do que o todo (Pontos:2)
    por CrLf em 13-07-01 12:40 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Apesar de não ser um utilizador do GNOME e ser um fã incondicional do KDE, não concordo com o autor do artigo quando deita abaixo o GTK+. O GTK+ é um dos melhores toolkits para GUIs (juntamente com o QT), é fácil de aprender e bastante poderoso, além de que é em C, a minha linguagem favorita. CORBA também tem as suas vantagens. O problema do GNOME não é a tecnologia em que é baseado, é a maneira como é desenvolvido, práticamente sem integração nenhuma. Isso reflecte-se em mim na maneira como eu encaro a programação para o GNOME: seria capaz de utilizar vários dos componentes do GNOME numa aplicação (libXML, ORBit, GTK+, ...) mas fazer uma aplicação para GNOME própriamente dito é algo que não me motiva minimamente.

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think my men can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    artigo de ... opinião (Pontos:2)
    por chbm em 13-07-01 13:19 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    "a modern desktop written in C using GTK on top of a bloated protocol like
    CORBA? -- but that it's a massive and unneeded duplication of effort."

    humm ... o KDE não usa CORBA também ? na realidade o *MICO* que o Gnome abandonou por ser uma pequena megalomania ? (quem já tentou compilar o MICO sabe o que isto quer dizer)

    "Some say a six-month gap exists between KDE and GNOME."

    Isto é totalmente falso! O Gnome está cerca de 1 ano e meio atrás do KDE. Qualquer pessoa que conhece a história do KDE e Gnome sabe isso.

    Nem vale a pena ler mais. Qualquer pessoa que não seja totalmente ignorante sabe que o dia em que o Stallman disser "vá lá meus amigos do kde, vocês passaram 3 anos a ignorar o GPL *que utilizaram*, ainda agora não mostram uma grande compreensão dos termos da licença, mas eu estou com voçês!" é o dia em que podemos internal o RMS :)

    Será o mocinho do osopinion estava à espera de ser confundido com o JwZ ?
    Re:artigo de ... opinião (Pontos:2)
    por pyro em 13-07-01 14:29 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    humm ... o KDE não usa CORBA também ?

    Não, não usa. Já o abandonou há muito tempo. Usa um protocolo minimalista sobre a libICE do X11. O GNOME também há-de chegar lá, como chegou ao arts.

    O Gnome está cerca de 1 ano e meio atrás do KDE.

    Nisto tenho que concordar contigo. 1 ano e meio e a aumentar! :-)

    vá lá meus amigos do kde, vocês passaram 3 anos a ignorar o GPL

    Passaram 3 anos a ignorar o GPL... *clic*
    Passaram 3 anos a ignorar o GPL... *clic*
    Passaram 3 anos a ignorar o GPL... *clic*
    Passaram 3 anos a ignorar o GPL... *clic*
    Passaram 3 anos a ignorar o GPL... *clic*
    Passaram 3 anos a ignorar o GPL... *clic*
    Passaram 3 anos a ignorar o GPL... *clic*

    Não se arranja um disco novo? :-)

    Se somos pragmáticos admitindo apoiar a MS na .NET apenas para tentar salvar a Ximian da merecida falência depois do afundanço do GNOME, porque não reconhecer que o resultado também pragmático do erro do pessoal do KDE com as licenças, ao contrário deste sempre bem intencionado, foi que o Qt é hoje GPL?

    Re:artigo de ... opinião (Pontos:2)
    por chbm em 13-07-01 18:57 GMT (#20)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    > Não, não usa. Já o abandonou há muito tempo. Usa um protocolo minimalista sobre a libICE do X11. O GNOME também há-de chegar lá, como chegou ao arts.

    humm .. a última vez que falei com um developer de kde corba era o grande próximo passo e o mico era um espectaculo. mas também diga-se que já foi à um montão de tempo

    >Nisto tenho que concordar contigo. 1 ano e meio e a aumentar! :-)

    a aumentar em que sentido ? :)

    Re:artigo de ... opinião (Pontos:2)
    por chbm em 13-07-01 19:04 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    Ah o DCOP :)

    "However, after a year of attempting to make heavy use of CORBA in KDE, we have realized that it is a bit slow and memory intensive for simple use."

    Se calhar por usarem o MICO ?? Que o Gnome abandonou por ser lento e usar memória à barda ?
    Mas afinal, era C++ e por isso o KDE acreditava que o melhor ORB que havia. :)
    Asneiradas (Pontos:1)
    por mlopes em 13-07-01 13:24 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    A FSF é como o nome indica uma fundação, e não obriga ninguém a seguir as ideias deles, se a FSF existe é porque quem desenvolve acha que faz sentido lançar o software sob as licenças que eles defendem, se a FSF desaparecer que seja porque a seleção natural o causou, e não porque um menino qq que pensa que sabe mais que os outros acha que isso deve acontecer.
    Os inimigos passam a amigos (Pontos:2, Interessante)
    por ambs em 13-07-01 13:47 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.parasita.org
    Antigamente passavamos o tempo a dizer mal da Microsoft. Agora, começam a discutir entre Software Linux. Primeiro foi o emacs/vi e chegou-se à conclusão que um utilizador que use um deles de forma eficiente, é tão rápido como outro qualquer... agora vamos discutir KDE/Gnome... do meu ponto de vista, deviam unir esforcos e optar pelo melhor de ambos os lados. Quem nao usa o Gimp, o gnumeric ou o nautilus? Quem não usa, também aplicações para o KDE como Kword? Em vez de dizer mal uns dos outros, trabalhem com o que gostam e apoiem-no!
    -------------------------------------- Estes romanos são doidos...
    Gnome e KDE e GPL (Pontos:3, Interessante)
    por TarHai em 13-07-01 14:22 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Gnome foi a melhor coisa que aconteceu ao KDE. O projecto surgio porque a FSF/RedHat nao estavam para correr o risco do ambiente grafico do linux ser um refem dos malvados donos do QT. O resultado foi que o QT agora tem um leque de licencas capaz de satisfazer todos os gostos e ambos o KDE e Gnome tiram partido de uma competicao saudavel.

    Sempre que leio coisas destas a dizer que a FSF e demasiado radical e intrasigente, dou um deconto substancial.

    Mais vale ser intransigente agora que ser agarrado pelos 70m473s mais tarde por causa de problemas de licencas. Qualquer licenca mais ou menos dubia tem o potencial de se tornar no calcanhar de aquiles de um projecto onde ja se investiram anos de desenvolvimento voluntario.

    Tendo em conta a qualidade e competitividade do software GPL face ao software proprietario, estes riscos nao sao de maneira nenhuma para subestimar.

    ---
    Teenagers inconscientes... (Pontos:3, Esclarecedor)
    por jmce em 13-07-01 14:32 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    O autor queixa-se de falta de perspectiva técnica por parte da FSF e eu queixo-me de falta de perspectiva (num sentido mais geral) por parte do autor. Isto faz-me lembrar de quando o Ransom Love da Caldera teve o descaramento de dizer "we gave the Linux community more than Stallman with his libraries", como se a contribuição do Stallman e da FSF tivesse sido meia dúzia de bibliotecas rascas ou mesmo puramente software, e não uma parte crucial da base sobre a Caldera alicercou o seu negócio. Em vez de refutar com sucesso a imagem de "parasitismo" de que se queixava, a resposta de Ransom Love acaba por reforçar essa imagem.

    Concorde-se ou não com preferências técnicas expressas pela FSF (ou por vezes preferências baseadas no respeito por certos princípios mais do na qualidade de paradigmas técnicos), a GPL não condiciona as escolhas técnicas de quem a usa nos seus produtos. O mais importante da FSF é a visão e a atitude e os actos que foram tão cruciais para a tal comunidade na qual o Ransom Love se vem agora auto-afirmar como oh-tão-importante. No meio de todo o tipo de assaltos e visões superficiais e facilistas de recém-chegados, puros oportunistas ou novo-ricos a surfar a onda "open-source" (sem qualquer problema em ceder a compromissos de conveniência), Stallman e a FSF têm persistido em não deixar corromper uma visão do software livre cuja importância se vem tornado cada vez mais clara à medida que o tempo passa, e de forma alguma ficou obsoleta e descartável como periodicamente (e de forma tão querida à agenda da Microsoft, por exemplo) se insinua.

    Que se critique de forma fundamentada questões técnicas e opções de apoio tomadas pela FSF é respeitável. Mas vir de ânimo leve dizer (nem que seja para captar audiências) que "a FSF deve morrer" é uma promoção imberbe do suícidio colectivo.

    Re:Teenagers inconscientes... (Pontos:2)
    por pyro em 13-07-01 14:49 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Concordo plenamente com a importância da GPL, sobretudo face às alternativas mais leves ESRianas que admite aberrações como a BSD como coisa boa.

    Também me parece que a apologia da extinção da FSF neste artigo é mais uma figura de estilo que outra coisa: Hei, para quê napalm quando "extinção da FSF" incendei muito melhor? :-)

    O que me parece interessante é a recorrência de relações estranhas entre a FSF e os interesses económicos do Miguel de Icaza. Se fosse uma vez, achava que era a excentricidade do Stallman. Mas sistematicamente?

    Desde quando a FSF faz comunicadas deste tipo a publicitar vaporware? Apenas para os projectos do Miguel: o Gnome e agora esta aberração do Mono! E isto quando há milhares de projectos grass roots, tecnicamente mais meritórios, indubitavelmente mais livres, mas sobretudo que *existem*de*facto* que nunca merecem publicidade deste tipo! Aliás, merecem ataques!

    Como compreender isto? E como aceitar?

    Re:Teenagers inconscientes... (Pontos:2)
    por jneves em 13-07-01 15:36 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    Raramente a FSF fez comunicações à imprensa por qualquer tipo de software que não tenham sido eles, ou alguém pago por eles, a desenvolver. A única excepção de que me lembro chama-se GIMP.

    Segundo, o Miguel é considerado pelo RMS como um tipo de confiança, ou seja, que compreende a noção de software livre, as suas implicações e consequências. As provas dadas por ele justificam o apoio que lhe é prestado quer pela capacidade técnica (Linux para Sparc, GNOME e uma data de outros projectos mais pequenos), quer pelas posições "políticas" assumidas.

    Re:Teenagers inconscientes... (Pontos:2)
    por pyro em 13-07-01 15:51 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Essa apologia do "uma mão lava a outra" não beneficia a FSF como a entidade depositária dos valores de liberdade que o jmce acima descreve.

    Como se sentirá o desgraçado que anda há meses a fazer uma versão livre do C# sem que nunca lhe tenham feito esta publicidade?

    Isto é VERGONHOSO!

    Re:Teenagers inconscientes... (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 13-07-01 17:30 GMT (#18)
    > O que me parece interessante é a recorrência de
    > relações estranhas entre a FSF e os interesses
    > económicos do Miguel de Icaza. Se fosse uma vez,
    > achava que era a excentricidade do Stallman. Mas
    > sistematicamente

    Este mail do Stallman na mailing-list do Freedevelopers deve acalmar as tuas preocupações:


    From rms@gnu.org Thu Jul 12 14:45:43 2001
    To: FreeDevelopers@topica.com
    Subject: Re: Digest for FreeDevelopers@topica.com, issue 264
    Date: Thu, 12 Jul 2001 02:41:08 -0600 (MDT)

    I used to think that Ximian was a free software company, but their
    latest press release sure doesn't look that way.


    Infelizmente os arquivos desta mailing-list só estão on-line até Dezembro e não posso colocar aqui o URL.

    --
    Ruben


    Re:Teenagers inconscientes... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 13-07-01 17:54 GMT (#19)
    (Utilizador Info)

    Concordo plenamente com a importância da GPL, sobretudo face às alternativas mais leves ESRianas que admite aberrações como a BSD como coisa boa

    A BSD License não é uma "aberração". É tão ou mais livre que a GPL. Eu prefiro a GPL porque não deixa a MS "chular" o trabalho dos outros, mas, essencialmente, não há nada de errado com a BSD, e a própria FSF recomendou que o Ogg Vorbis fosse BSD-licensed por alguma razão.


    "Ford, you're turning into a penguin. Stop it." - Arthur Dent

    Será um problema de ciumes (Pontos:2)
    por fog em 13-07-01 16:24 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://www.fog.nu/
    Mas qual é o problema do pessoal do KDE em a FSF apoiar o GNOME, estão com *ciumes* ? Vocês não tem o grande apoio da mãezinha Trolltech ? Também nunca vi a Trolltech apoiar o GNOME e não é por isso que os GNOME hackers ficam com ciumes ;)
    Re:Será um problema de ciumes (Pontos:2)
    por pyro em 13-07-01 16:41 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    Não compares a Trolltech à FSF, mas quando muito a Trolltech à Ximian.

    A FSF era suposto ser uma entidade independente de apoio ao ao software livre em geral e como tal não regular os seus actos pelos interesses de uma empresa em particular. Sobretudo, contra outros projectos igualmente (ou mesmo mais) livres.

    Já agora, mesmo a comparação da Trolltech com a Ximian é injusta, já que a Trolltech não é dona do código do KDE, não vende KDE nem presta serviços relacionados com o KDE.

    Re:Será um problema de ciumes (Pontos:2)
    por fog em 13-07-01 17:07 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.fog.nu/
    >já que a Trolltech não é dona do código do KDE

    A Ximian é dona de algum código do GNOME?

    Que eu saiba todo o código desevolvido pela Ximian é GPL (sabes aquela licença criada pela FSF) que te permite pegares no código deles e desenvolver um novo branch, ou até outra aplicação com um nome diferente (convém é não lhe dar um nome de uma aplicação da Adobe ;)
    Só uma curiosidade (Pontos:2)
    por CrLf em 13-07-01 20:10 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Será que há por aí alguém a desenvolver uma versão de C# que corra sobre a JVM, tal como o Jython, etc? Não deixaria de ser um projecto interessante, e também teria a vantagem de poder utilizar classes feitas noutras linguagens directamente (linguagens que geram código para a JVM, claro), tal como o .NYET.

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think my men can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]