gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Wine: bom ou mau?
Contribuído por Xmal em 19-06-01 7:50
do departamento um-pouco-de-cada-vez-só-faz-bem
Wine CrLf escreve "Este artigo no osopinion fala-nos acerca das vantagens que o Wine pode trazer ao Linux enquanto SO para desktop permitindo que os produtores de software não tenham de gastar rios de dinheiro portando os seus programas para Linux. O que é que acham? O Wine pode realmente ser uma vantagem ou, por outro lado, é uma desculpa para não se fazer programas realmente (ou fácilmente) portáveis para Linux?
(Eu acho que o Linux é a diferença, não um esforço para alcançar o Windows, e que o Wine é um potencial calcanhar de Aquiles. Lutar no desktop usando as regras ditadas pela Microsoft é já ter perdido à partida.) "

gcc 3.0 is out | A verdade sempre vem ao de cima!  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • CrLf
  • artigo
  • osopinion
  • Mais acerca Wine
  • Também por Xmal
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Portabilidade (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Strange em 19-06-01 9:49 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://strange.nsk.yi.org/

    Quanto a mim, não penso que o WINE seja uma desculpa para não se fazerem programas realmen/facilmente portáveis, pois a API Win32 é fundamentalmente diferente da POSIX, como pode alguém fazer um programa para uma API portável para a outra sem usar qualquer outra API que esconde as outras?

    Além disso, o código actual já é um investimento grande por parte das empresas, e se o puderem usar sem mínimas alterações, melhor para elas, pois poupam recursos, melhor para nós, pois elas podem concentrar os seus esforços a melhorar apenas uma versão do seu código, e também por mais barato ficar o produto final.

    e que o Wine é um potencial calcanhar de Aquiles. Lutar no desktop usando as regras ditadas pela Microsoft é já ter perdido à partida.)

    Outros chamar-lhe-ão de feature ou mais-valia, pois prova a abertura de filosofia do Linux, prova que nesta comunidade há esforços em até ajudar código windows a correr em GNU/Linux, (ao mesmo estilo do iCBS e de em *BSD tb suportarem binários Linux).

    Em relação à luta pelas regras ditadas pela Microsoft, é uma luta a nível da API e não do Look&Feel ou whatever. Além disso, quem perde é a Microsoft, pois o windows perde a exclusividade de inúmeras aplicações (se algumas dessas aplicações se deveriam manter apenas pelo windows é outra história). Assim, a Microsoft perde a vantagem que tem, que criou o seu sucesso.

    hugs
    Strange

    Re:Portabilidade (Pontos:2)
    por CrLf em 19-06-01 22:38 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Quanto a mim, não penso que o WINE seja uma desculpa para não se fazerem programas realmen/facilmente portáveis(...)

    É uma desculpa! Há por aí muitos programas com versões nativas para ambas as plataformas e depois há aberrações como o Corel Photopaint que reclamam com grande alarido ser "Linux native" e depois usam o Wine por baixo....nice!

    (...)pois a API Win32 é fundamentalmente diferente da POSIX, como pode alguém fazer um programa para uma API portável para a outra sem usar qualquer outra API que esconde as outras(...)

    Sempre podem fazer os programas em QT...
    Uma das regras fundamentais da programação é encapsulação e o código OS dependent que existe na esmagadora maioria das aplicações é mínimo, custa assim tanto seguir as regras da boa programação e enfiá-lo num sítio onde possa ser facilmente substituído?

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think my men can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    WINE IS GOOD! (Pontos:1)
    por monge em 19-06-01 16:55 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://go.to/monk
    Eu, do meu ponto de vista, concordo.

    Talvez por ter o gosto/mania de SOs "abertos", que se dao bem com os outros, etc.

    A meu ver, o WINE nao substitui o windos (e' um emulador de uma API, logo e' mais lento), mas pode substituir ter que sair do Linux :(, ter de ir ao windos :(, porque precisamos de um prog que so' ha' mesmo em Win. Nao vejo mal nenhum e nao tou a ver isso prejudicar o Linux... :)

    Cumps.


    It doesn't matter who made it... It matters who got the idea (monk)
    Re:WINE IS GOOD! (Pontos:2)
    por Cyclops em 19-06-01 18:49 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Nao prejudica o kernel Linux nem nada parecido. Contudo, nao e um bom incentivo a liberdade do software, e nao incentiva o desenvolvimento de software livre.
    Beneficia, de uma forma muito superficial, os end-users, dado que a primeira vista dispoeem de aplicacoes que antes so tinham em windows.

    Por que razao e um beneficio superficial? Primeiro, porque as aplicacoes terao uma performance sempre potencialmente inferior do que a correr em windows, depois e muito complicado que o wine consiga ser tao perfeito que tudo corra bem, ou seja, para alem de menos performance, a probabilidade de alguma coisa nao funcionar naquela precisa altura em que seria essencial... e grande. Desta forma, o utilizador final sai na realidade prejudicado.

    Contudo, nao deixa de ser uma aplicacao interessante correr aplicacoes antigas, ainda funcionais, que as empresas nao so nao libertam o codigo fonte, como tambem nao investem mais nelas, dai que nem para outros sistemas se deem ao trabalho de converter.

    No entanto, a melhor filosofia ainda e de criar versoes livres do software (Gnumeric, AbiWord, Gnucash, e muitas mais!).

    Hugs, Cyclops
    WINE IS EVIL! (NOT BAD) (Pontos:2)
    por CrLf em 19-06-01 22:26 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://students.fct.unl.pt/~cer09566
    Jovem, eu não digo que o WINE não é bom para correr um ou outro programa Windows ocasionalmente! Digo é que transformar o Linux num substituto clone do Windows é uma má ideia. O Windows é mau mas é muito melhor do que o Linux a correr Win32. O Linux é fazer as coisas de maneira diferente não um seguidismo Microsoft. Devemos deixar clara essa discordância.

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think my men can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"
    Re:WINE IS EVIL! (NOT BAD) (Pontos:1)
    por monge em 19-06-01 23:47 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://go.to/monk
    Errrr....

    Nao dissemos o mesmo???

    Ja o Cyclops disse que eu estava completamente enganado e depois disse o mesmo que eu...

    Se calhar enganaram-se um bocado por causa do titulo, mas estava a usar o trocadilho... ou seja, WINE IS REALLY GOOD (especialmente se for tinto!).

    OK! Bottom-line:
    1. O WINE e' fixe para nao ter de ir ao Windows!
    2. O WINE e' fixe para as software-houses testarem se os seus programas em Win32 teem mercado no Linux (respondendo ao Cyclops).
    3. Obviamente, o bom mesmo e' haver as aplicacoes em Linux, para nao ter de usar o WINE. Mas isto, de vez em quando, la' acontece.
    4. O WINE com carne de porco 'a alentejana e' o delirio!

    Cumps.


    It doesn't matter who made it... It matters who got the idea (monk)
    Ideia básica do WINE (Pontos:1)
    por taf em 19-06-01 23:55 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Se o linux não pode ir ao desktop , então o desktop que venha até ao linux . Esta é a ideia básica do WINE . Como tal acho-a uma ideia brilhante . até porque há software que pelas mais diversas rezões não pode portado para linux

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]