gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Microsoft ataca outra vez...
Contribuído por vaf em 01-06-01 23:00
do departamento não-têm-cura
Microsoft CrLf escreve "A Microsoft realmente não pára de fazer declarações bombásticas, desta vez foi o seu CEO (Steve Ballmer) que nos brindou com algumas declarações verdadeiramente (não) novas acerca dos perigos do Opensource e do Linux, ao qual chamou um cancro(!).
[vaf: continua, para quem quiser rir.]

Deixo-vos com um recorte verdadeiramente hilariante:

(...)Open source is not available to commercial companies. The way the license is written, if you use any open-source software, you have to make the rest of your software open source. If the government wants to put something in the public domain, it should. Linux is not in the public domain. Linux is a cancer that attaches itself in an intellectual property sense to everything it touches. That's the way that the license works.(...)

Isso queriam eles poder agarrar no código do Linux e fechá-lo algures dentro do Windows!

Microsoft: Do you want some FUD today?

Entrevista completa aqui. "

MandrakeSoft lança distribuição Linux para Itanium | Site ao Fundo!  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • aqui
  • CrLf
  • Mais acerca Microsoft
  • Também por vaf
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    E a resposta do ESR... (Pontos:3, Informativo)
    por Cyclops em 02-06-01 0:28 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    ... aqui!

    From: "Eric S. Raymond"
    Subject: Microsoft and the Big Lie
    Date: Fri, 1 Jun 2001 16:47:38 -0400
    Organization: Eric Conspiracy Secret Labs

    A senior Microsoft executive is telling lies in public. In other startling news, the sky is blue and water has been seen flowing downhill.
    o uso de open source em aplicações closed source (Pontos:2, Interessante)
    por bgravato em 02-06-01 2:17 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    Tanto quanto percebi, não se pode usar código que seja open source em projectos closed source com fins comerciais (pelo menos segundo algumas licenças como a GPL acho que é assim).

    Mas há uma coisa que me faz um pouco de confusão nisto tudo... Vamos supôr que eu pego num bocado de código de uma aplicação open source e o uso numa aplicação minha, que por sua vez é closed source, e comercializo essa minha aplicação... Estou a fazer algo ilegal não é? Mas a minha dúvida é... se a minha aplicação é closed source ninguém tem acesso ao seu código... logo como é que podem saber que eu estou a usar código open source na minha aplicação?

    Alguém que me esclarece esta dúvida "existencial" por favor :-)

    Cumprimentos,
    Bruno Gravato.

    Crime Perfeito ... :-) (Pontos:1)
    por SlickFox em 02-06-01 7:00 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    Em relação às primeiras considerações (que código open-source tem que dar origem a open-source) penso que tens razão (pelo menos GLP, não conheço outras licenças bem).

    Quanto à dúvida existêncial isso é daquelas coisas que, se a tua aplicação tiver algum peso no mercado, acaba sempre por se descobrir ...

    p.ex.: se cometeres um crime "perfeito" (sem testemunhas, etc) tens grandes possibilidades de não ser castigado, mas não deixas de cometer um crime ...

    Slick
    Re:Crime Perfeito ... :-) (Pontos:1, Despropositado)
    por Cyclops em 02-06-01 9:33 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    E pela honra da familia deverias cometer sepuko imediatamente, sob pena de a desonrares eternamente, que passara a ser apedrejada onde quer que seja, pela ingnomia dos teus desonrados actos que lhe trouxeram a inapagavel vergonha!
    Re:o uso de open source em aplicações closed sourc (Pontos:3, Esclarecedor)
    por jneves em 02-06-01 7:23 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    A tua aplicação pode ser proprietária, mas é mais que provável que o seu mercado seja comum ao do produto de software livre. Assim, basta alguém chamar a atenção do autor para ele verificar se usas o código dele ou não (existem sempre comportamentos "inesperados" ou não documentados que um programa tem que o seu autor facilmente testa e identifica).
    Re:o uso de open source em aplicações closed sourc (Pontos:1)
    por L0ngshot em 02-06-01 7:49 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    João,
    Penso que os comportamentos inesperados são indicações uteis, mas não se pode contar nelas para detectar se alguém roubou código de outra pessoa, porque podem ou não aparecer (são inesperados ).

    Sem a source do programa "ladrão" descobrir se houve ou não roubo será muito dificil. Sobretudo se se pretende fazer prova em tribunal.
    Posso estar enganado, mas a famosa DMCA é capaz de proibir este genero de coisas...
    Re:o uso de open source em aplicações closed (Pontos:3, Esclarecedor)
    por ajc em 02-06-01 8:07 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Já houve um caso em que era necessário ver o código fonte para saber quem tinha razão.
    A Caldera comprou o DRDOS e processou a Microsoft, por esta ter introduzido código que impedia o Win3.1 de funcionar sobre DRDOS. A única maneira de provar isso era ver o código fonte do Win. E foi isso que aconteceu. o juiz orndenou à M$ que mostrasse o código a uma comissão de peritos. A M$ acabou por pagar 160 milhões de dólares à Caldera.

    Em suma, quando chega a tribunal não é preciso fazer reverse-enginnering. Basta convencer o juiz que é necessário inspeccionar o código.

    Re:o uso de open source em aplicações closed (Pontos:2)
    por MavicX em 02-06-01 16:40 GMT (#14)
    (Utilizador Info)
    E mais ainda, em que tribunal é julgado ? o codigo não tem fronteiras e o caso caldera vs Microsoft só foi possivel devido a ambas as empresas terem sede nos estates.
    Re:o uso de open source em aplicações closed (Pontos:0, Esclarecedor)
    por Anonimo Cobarde em 02-06-01 19:42 GMT (#16)
    Já ouviste falar da FSF?
    Re:o uso de open source em aplicações closed sourc (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Cyclops em 02-06-01 9:29 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    Primeiro, podes perfeitamente usar codigo livre em projectos nao livre. Basta que o projecto nao livre nao corra no mesmo espaco que o projecto livre, isto e, nao podes associa-lo a bibliotecas GPL, nem usar codigo dentro do software nao livre.
    Contudo, se o teu projecto nao livre fizer um fork & exec para um programa livre, podes faze-lo a vontade.

    Segundo, ha maneiras de detectar o codigo livre... tudo depende de quanto investiste em o esconder (senao talvez o comando strings possa o encontrar)... ou entao mesmo o strace. Se for detectavel que chama exactamente as mesmas system calls da mesma forma... ha motivo de suspeita suficiente para poder fazer uma denuncia (em portugal seria a uma entidade como a PJ).

    Cumprimentos, Cyke
    Re:o uso de open source em aplicações closed sourc (Pontos:2)
    por grumbler em 02-06-01 9:33 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    não se pode usar código que seja open source em projectos closed source com fins comerciais

    Não sendo um perito na GPL, não posso confirmar se é de facto assim ou não. No entanto, partindo do principio que tal é verdade, isso parece-me uma "GOOD THING"(tm).. aliás, não só me parece uma boa ideia, como me parece lógico que se eu usar o código desenvolvido por uma pessoa tenha que dar algo em troca, Ora se essa pessoa diponibilizou o código em GPL. era porque queria que toda a gente benefecia-se desse mesmo código (atenção que a GPL não proibe que se venda os programas, apenas força que se distribua o código em conjunto com os mesmos programas),e como tal a minha maneira de retribuir é disponibilizar o código que eu alterei baseado no código anterior.

    Tendo em conta que actualmente estamos a assistiar a uma mudança do paradigma relativamente ao software, em que o mesmo está a deixar de ser encarado como um produto per se onde se ganha o dinheiro e passa a ser encarado como algo sobre o qual se irá prestar um serviço (e empresas como a RedHat, a VALinux e todas a pioneiras no open source já perceberam isso há muito) o facto do software ser closed source acaba por ser cada vez menos algo importante. Ganha quem prestar o melhor serviço. E se calhar é disso que a Microsoft tem medo :-)

    --
    What, Me Worry?

    Re:o uso de open source em aplicações closed sourc (Pontos:1)
    por peyote em 02-06-01 9:48 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    há pouco tempo houve uma discussão sobre isso no sítio do costume...


    peyote

    ---
    'God is as real as I am', the old man said. I was relieved since I knew Santa wouldn't lie to me...
    e a assoft .. (Pontos:2)
    por buffer em 02-06-01 12:48 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.coders-pt.org
    Se não me engano, quando registas uma aplicação na Assoft, tens de entregar o seu source ..

    Ou seja, caso haja algum problema, e se essa aplicação comercial que contém codigo GPLed estiver registada na Assoft, deverá ser possivél requerer a alguem que faça essa verificação ..

    -- what was my problem with man You ask? No.. I ask you what was man's problem with me..
    O que realmente se passa (Pontos:5, Interessante)
    por jneves em 02-06-01 7:45 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://silvaneves.org/
    A Microsoft, até hoje, tem conseguido lidar com qualquer concorrente, ou comprando-o (Great Plains), ou desenvolvendo um esforço concorrente que o ultrapassa (Quicken), ou licenciando a sua tecnologia (Symantec).

    Infelizmente, para eles, o aparecimento do software livre não foi acidental. Pelo contrário, foi bem pensado e não só não usa as mesmas regras do mercado de software proprietário, como foi criado em oposição a ele.

    O problema da Microsoft é que não podem usar a tecnologia, sem se porem no 2º lugar da corrida, com o software livre a liderar. Para eles o software livre é o maior pesadelo existente: não conseguem manter os utilizadores presos às soluções Microsoft apenas modificando formatos de ficheiros ou tácticas de "embrace and extend".

    Na práctica o software livre muda o centro de poder do fornecedor pelo cliente. É isto que assusta a Microsoft.

    Para mais esclarecimentos e contexto recomendo a leitura do discurso que Richard Stallman fez na Universidade de Nova Iorque. É longo mas vale a pena. Para quem preferir versões resumidas, pode visitar a página da FSF Europa.

    E lembrem-se, como dizia Ghandi:

    Primeiro ignoram-nos,
    depois, riem-se de nós,
    depois, atacam-nos,
    e, no fim, ganhamos.


    :^) (Pontos:1)
    por TarHai em 02-06-01 17:35 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.dilbert.com
    Um cancro e causado pela multiplicacao incontrolada de celulas. O linux esta a multiplicar-se incontroladamente?

    A comparacao win X linux sob o ponto de vista ecologico nao deixa de ter piada. Este artigo ja e antigo e ja foi debatido, mas ainda continua a ter piada:

    http://www.muq.org/~cynbe/rants/lastdino.htm


    ---

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]