gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
O Linux e o Desktop
Contribuído por BladeRunner em 22-05-01 0:35
do departamento sim-ou-não?
Linux Eis um artigo muito pertinente que à luz da morte do Eazel, defende que o Linux para Desktop morreu também.
Há que dar a mão à palmatória e dizer que o autor não deixa de ter razão nalguns pontos, quando afirma por exemplo:
"But as it stands Linux on the desktop is not an entity that is usable by the average PC user when it comes to accomplishing their daily work."
"end users don't use the environment, they use applications."
"The lack of usable software tools is really what will doom Linux on the desktop."
"(...) most Linux desktop tools -- like KOffice, like Evolution, like AbiWord -- aren't really usable in their present release."
"Let's face it: at the present time there's nothing under Linux that works as well as Microsoft Office. Period."

kernel 2.6 | Premio Nobel  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • um artigo
  • Mais acerca Linux
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Ainda nem nasceu: (Pontos:1, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 22-05-01 2:28 GMT (#1)
    O desktop-linux é apenas um embrião, que ainda nem sequer nasceu, quanto mais morrer.

    Daqui a mais um ou 2 anos, vamos ver.

    Neste momento o KDE já está um produto maduro e o Gnome segue-lhe os passos com alguns meses de atrazo.

    A seguir hão de ver os offices e os mails, etc. Na verdade, neste momento o kmail e o konquerer até já estão bastante utilizáveis.

    Só estenho que não falem no staroffice que é pesado ao carregar mas depois funciona bastante bem.

    Jornalistas e nomes (Pontos:3, Interessante)
    por jmce em 22-05-01 3:34 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    Jornalistas. Todos os anos devem sair vários artigos destes por mês, de jornalistas para quem desktop==MS Office. Pessoalmente, acho refrescante saber que nada sob Linux trabalha "tão bem" como o Microsoft Office... Se há coisa que não interessa é imitar os piores defeitos.

    Este é o tipo de jornalista que diria há uns anos, mais simplesmente, "o Linux está morto". Veja-se como ele diz que "either the professionals take over and the movement evolves, or the movement recedes". Vê empresas interessadas em lucro rápido a ir-se embora e pensa imediatamente que o resto dos interessados no desenvolvimento são um bando de amadores que nunca vai conseguir fazer nada.

    Pelo contrário, talvez não se perca nada. Muitas das ferramentas mais sólidas, usáveis e originais que tenho visto e usado não foram as desenvolvidas debaixo de pressão comercial.

    Re:Jornalistas e nomes (Pontos:2, Interessante)
    por higuita em 22-05-01 14:18 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025
    a tua frase de que para os jornalista desktop=M$ office e' 110% verdade...

    quando eu comecei a trabalhar com jornalistas tentei trocar o M$ office pelo staroffice em varios computadores (eles apenas usam o word, e o powerpoint para umas coisinhas e mais nada), mas o pessoal comecou logo a queixar-se de que nao funcionava, de que faltavam coisas...

    ora esta' claro que os menus sao ligeiramente diferentes, as coisas nao funcionam exactamente da mesma forma mas eles nem o tentavam usar porque estao habituados ao M$ office e se sai fora dos seus conhecimentos e' porque o problema esta' no programa, nao neles 8)

    apenas um deles ainda usou o staroffice durante muito tempo, os outro foram logo pedir-me para mudar de volta para o M$ office e so' pararam quando o tiveram

    acabei por desistir e por concluir que para fazer algo assim apenas seria possivel com o total apoio da direccao (dando o exemplo, dando ordens para se eliminar os M$ offices em todo os computadores e premios para quem mudasse para o staroffice, alem de umas pequenas aulas de formacao, mais para ensinar as mudancas cosmeticas pois praticamente nao usam as funcoes mais avancadas)

    de referir que nem o works eles aceitaram, tem que ser mesmo o M$ word completo 8)

    e claro que depois tambem ha' os problemas de uns querem em portugues, outros em ingles, por norma temos o office97, mas uns querem o office2000 (trazendo problemas depois ao enviar documentos para os office97)

    basicamente, o pessoal hoje em dia pensa que sabe usar computadores, mas apenas sabe usar o M$ office e e' muito resistente para passar para algo diferente que os vai fazer sentir que essa realidade logo qualquer desculpa e' boa para apontar o dedo...
    sao poucos os qe teem a mente aberta para receber novas ideias

    para finalizar uma curiosidade, o staroffice demonstrou ser mais robusto que o M$ office, pois o jornalista que o usou mais tempo (uns 4 meses) raramente se queixava de problemas

    Higuita
    Fait divers: Olá, Microsoft! (?) (Pontos:1)
    por jmce em 23-05-01 1:13 GMT (#11)
    (Utilizador Info) http://jmce.artenumerica.org/

    Começando em 12:36:51 de 22 de Maio, alguém através do 131.107.3.86 (tide86.microsoft.com) e alguns endereços próximos (proxies?) gastou uns 2 minutos acedendo a páginas pessoais minhas, partindo desta página, supostamente seguindo o link no comentário acima. Terá sido pelo leve elogio ao Office? Infelizmente aquilo está ainda praticamente vazio: desta vez perderam pouco tempo e não encontraram lá indícios ilustrativos da minha verdadeira estima pela MS. Sorry, folks. Stay tuned... :-)

    PS: Então jovens, não largam o NT 5.0? As licenças do 2000 estão caras?

    PPS: Gostam mesmo de ler o Gildot ou isto não passa para vocês de um fastidioso trabalho de casa?

    power users (Pontos:0, Redundante)
    por BlueNote em 22-05-01 9:26 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    >Let's face it: at the present time there's
    >nothing under Linux that works as well as
    >Microsoft Office. Period."
    Claro que isto é de certeza uma frase de alguém (a julgar pela experiência que tenho de contacto de helpdesk) cujos conhecimentos de informática são tão vastos que não sabem como se usa a agenda do outlook ou que o excel pode fazer contas, não é preciso calcular os valores lado numa calculadora antes de os escrever na tabela... enfim...
    Re:power users (Pontos:2)
    por Gamito em 22-05-01 11:23 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Viva!

    Não é esse tipo de pessoas que costumam escrever no LinuxPlanet

    Mário Gamito
    educação, ensino
    Re:power users (Pontos:1)
    por hardcoded em 23-05-01 7:56 GMT (#12)
    (Utilizador Info)

    Sou novo nisto, mas acho que quem escreveu o artigo não conhecia os cantos à casa.

    E o StarOffice?

    Pois é, não trabalha tão bem sobre o Linux como o Microsoft Office - trabalha MELHOR!!!

    Dizer que algumas ferramentas ainda não estão completas é uma coisa.

    Dizer que nada trabalha tão bem como o MS Office é ir longe demais. Ponto.


    Banhada Eazel (Pontos:1, Lança-chamas)
    por nmarques em 22-05-01 11:11 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://nmarques.xpto.org
    Yeaps, maravilhas que o homem diz, mais valia ele dizer que a Eazel era o Salvador que ia trazer ao Desktop tudo o que o utilizador queria... Basicamente o Nautilus é uma boa porcaria, o GMC é de longe superior... Coisas lindas gastam demasiado recursos... Enfim... No comments, ele tem razao em algumas coisas, basta ver o seguinte, um funcionario de uma empresa tem que trabalhar com o que lhe dao, se lhes der um StarOffice ou se adaptam ou cedem o lugar a outro... Quem nao se adapta desaparece!

    --------------------------------------------
    If there is such a thing as too much power...
    I've not discovered it...
    Re:Banhada Eazel (Pontos:3, Esclarecedor)
    por Gamito em 22-05-01 11:25 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Ora aí é que elas batem.
    Compatibilidade com formatos Office.

    Eu próprio tenho que utilizar M$ Office no trabalho.
    Se me passam os documentos todos assim, o que é que eu vou dizer às pessoas?
    Que não aceito?

    É triste, mas é verdade.

    Mário Gamito
    educação, ensino
    Re:Banhada Eazel (Pontos:2, Informativo)
    por mlopes em 22-05-01 17:04 GMT (#9)
    (Utilizador Info)
    Acho que as compatibilidades de formatos não são o maior problema, eu utilizo há cerca de 1 ano e meio Linux no trabalho, em dual-booting com o Windows. Desde o inicio deste ano, data em que mudei de computador, tenho só o Linux instalado, e uma partição que supostamente iria levar o Windows quando fosse necessário, já se passaram 5 meses e ainda não instalei e provávelmente não vou instalar o Windows, todos os ficheiros de M$Office que precisei de abrir, abri-os com facilidade utilizando aplicações disponiveis para Linux.
    Re:Banhada Eazel (Pontos:1)
    por dbf em 22-05-01 23:12 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    Bem,
    Com o staroffice talvez seja assim, mas com gnumerics e afins, a coisa muda substancialmente.
    Por mim, que poucas folhas de cálculo tenho de
    abrir, e não recebo aqueles .xls todos formatados
    com Vb a mistura, tudo ok, também muito raramente
    levanto o win$, alias passo semanas que só mexo
    em windows nos pc's de pessoas com quem trabalho, agora uma coisa te digo, se tirasse o M$ Excel ao pessoal do Dep. Financeiro, matavam-me...
    E já nem coloco a questão de habituação da pessoa
    a trabalhar com outro programa (staroffice por ex.), a questão penso que vai um bocado mais longe pois o M$ Excel é usado por se calhar 90% das pessoas, e fazem aqueles graficos, input boxes em vb e vais tentar abrir aquilo com o staroffice como já tentei muitas vezes fazê-lo e népias..Abrir até abre, mas depois uma parte da folha de Calculo simplesmente não aparece...
    Infelizmente é isto que tenho visto, mas também penso que já se teve muito mais longe de atingir niveis aceitaveis de compatibilidade, para que as pessoas possam optar por outros programas além do Office.
    Agora se a compatibilidade é bom ou não, sinceramente não sou ninguém para julgar isso, pessoalmente não gostava muito de ver código VB a
    correr em Linux, acho que realmente mesmo em win$ existem alternativas bem melhores, mas que em termos de produtividade que o office com todos os seus defeitos é produtivo, isso é, basta olhares por exemplo para os pims.
    Bem mas isso já era outra discussão...

    Um Abraço
    Nuno

    Re:Banhada Eazel (Pontos:4, Esclarecedor)
    por Cyclops em 22-05-01 11:34 GMT (#7)
    (Utilizador Info)
    Nao acho que o nautilus seja uma boa porcaria, a menos que o teu padrao de comparacao seja pura e simplesmente a leveza.

    Na minha maquina (que ja se pode considerar ultrapassada) de 730Mhz, o nautilus e ferpeitamente utilizavel, e nao e nada que nao tivesse ja visto mais lento num windows ou mac (granted, com muito menos cpu power).

    Dizer que o nautilus esta bloated, talvez seja um bocado falar de desconhecedor... ora vejamos com o nautilus 1.0.3:

    803 rms 9 0 15436 13M 7728 S 0.0 7.2 0:59 nautilus

    Ou seja, o nautilus ocupa 15436kbytes na memoria, dos quais 7728 sao partilhados (com o resto do gnome, gtk+, libxml, etc...) O que sobra cerca de 8 megas por justificar. Tendo em conta que alguns applets ocupam um mega, ou mais, e tendo em conta a diferenca de funcionalidade do nautilus, nao achas que dizer que e uma porcaria e um pouco demais?

    Ja agora, em que e que o GMC e de longe superior, para utulizacao de um desktop em linux? Sempre foi uma coisa pesada e muito incompleto comparado com o KFM inicial!

    E podes tirar a maior parte das "paneleiradas" lindas do nautilus, ganhando (MUITO) em velocidade, e ainda assim e bonito.

    Ja agora, eu acompanho o desenvolvimento de aplicacoes de desktop pq me interesso que o linux seja acessivel a pessoas nao tecnicas, e estas aplicacoes de desktop sao muito boas para isso. Agora nao acho que se deva tambem chegar ao ponto de convencer as pessoas que la porque se sabe fazer point and click no nautilus, konqueror ou outra treta qq que ja se pode administrar servidores linux de responsabilidade! :)

    Cumprimentos, Cyke

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]