gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Pergunta de algibeira
Contribuído por BladeRunner em 21-05-01 19:23
do departamento oi-mêu-érrmão
Brasil Há um aspecto que sempre me impressionou aqui no Gildot, que é a quantidade de cybernautas brasileiros que por aqui pululam.
A pergunta que eu lhes quero fazer é: porquê?
O que vos faz cá vir em tão grande quantidade, quando o vosso país é tão populoso?
Não há desse lado do Atlântico sítios deste género para falar sobre Linux?
Não acredito que seja isso.
Já em tempos tive uma página pessoal dedicada à fotografia e perto de 20% dos hits e mais de metade dos mails vinham do Brasil.
Satisfaçam-me a minha (e penso que de outros) curiosidade.

Linux toma de assalto Hollywood | kernel 2.6  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Mais acerca Brasil
  • Também por BladeRunner
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Duh! (Pontos:0, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 21-05-01 19:52 GMT (#1)
    Respondeste-te a ti mesmo.
    O que vos faz cá vir em tão grande quantidade, quando o vosso país é tão populoso?
    Se a % de brasileiros relacionados com linux que acede ao gildot fosse a mesma que a de portugueses, acho que teriam que fazer uns quantos upgrades ao hardware :-)
    Consulta os números de acesso à internet, e os números de utilização de linux no Brasil para perceberes que se trata duma dimensão bem superior à portuguesa, o que leva a que alguns se interessem por sites em Portugal.
    Há bastantes sites brasileiros relacionados com linux, e encontra-se uma grande variedade de revistas relacionadas com linux nas bancas (Geek, outras - camaradas brazucas, deem links por favor),

    João Pedro Gonçalves
    zip.net - www.sapo.pt
    Well Manoel... (Pontos:2, Informativo)
    por CRPilger em 21-05-01 20:17 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://www.charles.pilger.net
    > Há um aspecto que sempre me impressionou aqui no Gildot, que é a quantidade
    > de cybernautas brasileiros que por aqui pululam.
    >
    > A pergunta que eu lhes quero fazer é: porquê? O que vos faz cá vir em
    > tão grande quantidade, quando o vosso país é tão populoso?


    Bem, não posso falar pelos outros, mas para mim é interessante saber o que acontece em relação a software livre em países que falam português e espanhol. Assim sendo, o Gildot é, junto com o PTnix, uma fonte de consulta obrigatória no que se refere a Portugal.

    > Não há desse lado do Atlântico sítios deste género
    > para falar sobre Linux?

    Olha, tem um monte. Aí vai uma listinha "básica": > Não acredito que seja isso.
    > Já em tempos tive uma página pessoal dedicada à fotografia e perto de 20%
    > dos hits e mais de metade dos mails vinham do Brasil. Satisfaçam-me a
    > minha (e penso que de outros) curiosidade.

    Olha, por mim tanto faz se a página está em Portugal, em Angola ou nos Açores... Se estiver em português é material tão válido quanto uma página feita no Brasil. E acredito que para a maior parte dos brasileiros acontece a mesma coisa.
    Re:Well Manoel... (Pontos:1)
    por faustino em 21-05-01 22:13 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Ena somos pequeninos mas sabem que existimos.
              Viva os Açores!!


    Até são poucos... (Pontos:3, Informativo)
    por ajc em 21-05-01 20:41 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    O Gildot sempre esteve aberto aos leitores brasileiros, afinal até temos um editor brasileiro, que é o Rildo Pragana, embora ele esteja AWOL há mais de um ano :).

    Há vários sites Linux no Brasil que têm links para nós, por exemplo o Linux in Brazil, que é um dos maiores pontos de referrals para o Gildot (3 x mais do que a página do Plug ou o próprio AEIOU, 10x mais que o Poli ou o Gul), A Gazeta do Linux, Linux Place, o pontoBR, etc... Além disso há sempre os motores de pesquisa que vão trazendo bastante gente.

    Aliás chega a ser impressionante a facilidade com que estes sites, sem pedir contrapartidas, incluem links para o Gildot.

    Aqui em .pt é bastante diferente. O falecido PinguimNews nunca teve nenhum link para cá. O PTNix não tem.

    Consultando a nossa base de dados verifico que há 40 inscritos cujo e-mail acaba em .br, o que equivale a cerca de 5% do total.

    Só vejo vantagens em receber cá os brasileiros que gostem das mesmas coisas que nós gostamos. Talevz esteja na altura de arranjar mais um editor brasileiro :) ...

    Re:Até são poucos... (Pontos:1)
    por DrBrain em 22-05-01 17:55 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    Viva,

    foi seguindo os referers que tomei conhecimento que algo se deveria estar a passar no Gildot relativamente à PTnix...tal o numero de acessos vindos do Gildot! ;)

    Bom, então é assim:

    1- A PTnix surgiu numa altura em que eu pessoalmente achava que o Gildot estava um pouco em baixo, a atravessar uma fase dificil, com muitas discussões sem sentido onde as pessoas mais se ofendiam do que falavam realmente das coisas. Então pq não criar um outro site e tentar manter as ofensas fora? Sim eu sei que é dificil, e por um lado se vivemos numa democracia o site não deverá censurar as opiniões das pessoas, mas sejamos realistas, acho que tentar manter um nivel decente acaba por não ser censura.
    Obviamente que foi apenas uma fase do Gildot, mas continuei a tentar manter a PTnix, e de momento é o que faço juntamente com ALGUNS moderadores. (Aproveitei para mandar a boca aos perguiçosos)

    2- Não pretendo que o Gildot seja visto como um concorrente pois na minha opinião julgo haver espaço para todos. Logicamente que de vez em quando aparecem noticias parecidas ou ate mesmo iguais pq algumas pessoas postam nos dois sites, mas que podemos fazer? Acho uma estupidez andarmos a ver se esta e aquela noticia ja foi publicada neste e naquele site nacional.

    3- O .com não foi escolhido com o intuito de ser comercial. Tudo bem que os dominios podem e deveriam ser vistos por esse ponto de vista, mas como todos nós sabemos as coisas nem sempre funcionam desse modo. Até mesmo o Gildot, se tivesse uma oferta de sei la, uns 20 mil contos *gz*, se calhar até um .org parecia um .com! ;)

    4- A PTnix já teve link para o Gildot e para mais alguns sites nacionais, mas sim, tal como o NeVerMind escreveu, havido alguma rotação daqueles que não nos fazem qualquer tipo referência.

    Acho que tanto o Gildot.org como a PTnix.com, a Unsecurity.org, o coders.ws, a cidadela.org, a bubix.net, entre outros, não me recordo de todos, foram criados e são mantidos por pessoas que realmente gostam de tecnologia, internet, segurança, open-source, etc, e não estão à espera que alguém lhes pague por isso. Pois se assim fosse acho que todos nós já tinhamos fechado as portas à muito tempo e não gastávamos dinheiro ao fim do mês para ter um servidor.

    E com o que escrevi aqui já tinha feitos uns 4 ou 5 posts na PTnix. ;)

    Um abraço,

    DrBrain
    .com (Pontos:2)
    por ajc em 21-05-01 22:20 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Pois é, não me importava nada de ter um link para o ptnix no Gildot, mas há um problema... Temos evitado ter links para sites com fins lucrativos. No caso do ptnix não há nada que me faça pensar que o destino final não seja comercial.

    Isto não é uma regra absoluta e poderá ser revisto no futuro, mas é essa a explicação.

    Re:.com (Pontos:2, Interessante)
    por js em 22-05-01 2:03 GMT (#9)
    (Utilizador Info)

    Hmmm.... Numa vista de olhos rápida à página da personalização, encontrei a amazon.com, o yahoo, os funnies (userfriendly, dilbert, etc)...

    Na minha opinião os "fins lucrativos" (ou a sua ausência) são uma coisa completamente irrelevante. As coisas são boas ou más por si, não por terem ou não fins lucrativos. Detesto a expressão "fins não lucrativos" e a sua corte de significados implícitos tipo "o dinheiro é Maldade e Pecado mas nós somos Puros pois nada temos a ver com ele"...

    Há ainda outro significado implícito, que considero dos piores (e se calhar um dos mais lusos): Tendemos a penalizar as instituições com fins lucrativos porque no fundo temos é inveja. É o conceito básico "se eles ganham eu também quero ganhar". Este "conceito" está obviamente ausente quando da apreciação de coisas com fins não lucrativos: Como eles não ganham, não temos nada para cobiçar. Em termos de desenvolvimento, penalizar as coisas com fins lucrativos por esse facto apenas é uma atitude destrutiva e perfeitamente miserabilista. Não gostamos de quem ganha dinheiro, quando aparece alguém a dizer que o quer ganhar tentamos evitar que o ganhe, etc.. É, verdadeiramente, cultivar a pobreza e a miséria. Para cúmulo, tenho impressão que nós, lusos, condenamos mais depressa os lusos com fins lucrativos do que os estrangeiros com fins lucrativos. Ou seja, é ainda mais mesquinho: não gostamos de ter gente rica por perto, mas se for lá longe já não interessa... devia ser ao contrário: Deviamos elogiar o mais possível a riqueza próxima de nós, ao invés de a combater o mais possível!

    Por acaso estes significados implícitos exercem um efeito bastante perverso na Sociedade. É ver a proliferação de "instituições sem fins lucrativos" (humanitárias, por exemplo) que há para aí. Como muito bem escreveu João César das Neves (leitura obrigatória no Diário de Notícias de todas as segundas-feiras), o problema dessas instituições "sem fins lucrativos" é que as pessoas que trabalham nelas têm fins lucrativos. O "sem fins lucrativos" tornou-se em poeira para os olhos, e a malta enfia os olhos no pó qu'é um disparate... e o Governo subsidia, pois então, já viram o mal que parecia recusar apoio (em géneros ou em e$pécie) a tão angélicas instituições?

    Claro que nada disto significa que devam ser aceites ou recusados links para X ou Y. Significa apenas que em minha opinião os (alegados) fins não lucrativos não devem influenciar a decisão.

    Re:.com (Pontos:1)
    por MrVi em 22-05-01 11:48 GMT (#10)
    (Utilizador Info) http://nuno.eth.pt/

    Nao posso concordar mais contigo! De facto, ja tive para escrever um texto identico ao teu para o usar em certas situacoes apropriadas.

    E' muito frequente aqui no gildot falar-se duma marca ou empresa estrangeira que lançou nao sei o que^ novo e ninguem diz nada.. Mas se a noticia for duma empresa portuguesa que lançou uma treta qualquer todos lhe caem em cima.

    Toda a gente sabe que e' um optimo negocio formar uma associacao sem fins lucrativos!
    --------- Nuno Loureiro
    Re:.com (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 22-05-01 12:58 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Boas..
    Não sendo o fundador do projecto PTnix, mas conhecendo pessoalmente tal pessoa e estando eu envolvido no projecto de certa forma, acho que tenho conhecimentos para dar uma resposta fundamentada sobre o assunto.
    O PTnix nao tem um link para o Gildot, mas ja teve durante bastante tempo, o seu retiro deve-se essencialmente porque pretendemos um site dinâmico e portanto existe uma certa rotatividade nos links, quero eu dizer que muito possivelmente o link para o Gildot irá voltar. Já o Gildot nunca teve link para o PTnix. Espero sinceramente que a razao para tal, seja essa que apontaste, "dos fins lucrativos" e nada mais, pois acho que o gildot com uma "certa" competividade em .PT tem muito a ganhar. Nao acredito que a PTnix tenha tirado visitante aos gildot, mas que esses visitantes agora passaram a visitar dois sites do genero em Portugal, como é o meu caso, e claro, as comparaçoes veêm naturalmente, o que faz com que o gildot envolua nos seus aspectos menos positivos o mesmo se passando com o PTnix
    Em relaçao aos fins lucrativos, nao percebo onde tiraste essa conclusao, pessoalmente nunca tive contrapartidas do projecto, e o fundador (DrBrain) deve ter é fins prejudicativos, +/- iguais aos do Gildot desde que saiu da uminho.
    Re:.com (Pontos:1)
    por NeVErMinD em 22-05-01 13:10 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    Peço desculpa, submeti o post antes de tempo, queria so salientar o ".com" Nao sei o porque do domain estar em .com , mas decerto nada tem haver com fins comerciais, secalhar o DrBrain á 1 ano ja sabia que os .org vinham a mudar de politica ;)
    Re: (Pontos:2)
    por joao em 21-05-01 23:56 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.nonio.com
    Se exceptuarmos o teu post até gerou uma discussão interessante. Aliás, os posts do BladeRunner geram quase sempre discussões interessantes. Não são do género "pessoal vejam este link" e isso é óptimo. Não estou a ver qual é o problema.

    ----
    joao
    nonio.com - ciência, tecnologia e cultura

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]