gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
TV interactiva - quem se mexe??
Contribuído por chbm em 23-02-01 11:21
do departamento MSTV-(beta-06)
Televisão Alguém escreve: "É engraçado: ando de volta da TV interactiva, já visitei o que há por esse mundo fora pois ando a pensar desenvolver conteúdos para isso - e esta manhã fiquei espantadíssimo: Portugal está na frente desta tecnologia!!
Li na Valor e fui ver: a Recortes tem uma versão de TV interactiva a funcionar. Não é uma demo: tem as notícias que eles dão no site web e apesar de ainda não tewr assim muitos conteúdos distingue-se do que já vi por esse mundo fora por... ter alguma coisa mais do que uma simples página a assinalar presença.
url: página (mas só se vê bem com o WebTV Viewer). "

FSF Europa em fase de lançamento | GeForce3 (só para Mac)  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • página
  • Mais acerca Televisão
  • Também por chbm
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    a pagina e' feita com PHP. (Pontos:1)
    por drdude em 23-02-01 11:35 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    .
    Re:a pagina e' feita com PHP. (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 23-02-01 15:37 GMT (#4)
    Qual é a surpresa? TODA a Recortes é feita em PHP... surpresa seria se eles usassem agora outra coisa qualquer.
    Re:a pagina e' feita com PHP. (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 24-02-01 3:14 GMT (#15)
    :)
    A frente nesta tecnologia??? (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 23-02-01 12:50 GMT (#2)
    Isto quer dizer que fomos os primeiros patos a cair na esparrela da MS :)

    A MS andou a comprar participações em várias empresas do tipo da TV Cabo, pela Europa fora para ver se conseguia forçar a tecnologia deles. Todos os tém mandado passear ... todos não. A irredutivel aldeia Portuguesa aceitou-os de braços abertos e vamos ser os primeiros patos^H^H^H^H^Hinovadores a usar esta maravilhosa tecnologia ...
    Re:A frente nesta tecnologia??? (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 23-02-01 15:35 GMT (#3)
    "Vamos ser os primeiros patos" -> jovem, trabalhas na TV Cabo e estás descontente com isso? Muda-te para o desemprego! Ganhas menos, mas não tens de acordar todos os dias com essa amargura de vida...

    Já agora, de quanto é a participação da M$ na TV Cabo? Engraçado, nem sabia que tinham uma... Ah, e de passagem contas (tu tás nesse mercado, deves saber) que participações comprou a M$ na Europa, em empresas "do tipo" da tua??

    Re:A frente nesta tecnologia??? (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 23-02-01 19:05 GMT (#7)
    Quem é que te disse que eu trabalhava na TV Cabo? Eu quando disse "vamos", referia-me a nós, Portugueses.

    Já agora, de quanto é a participação da M$ na TV Cabo? Engraçado, nem sabia que tinham uma... Ah, e de passagem contas (tu tás nesse mercado, deves saber) que participações comprou a M$ na Europa, em empresas "do tipo" da tua??

    Sim, eu já reparei que que não sabes grande coisa. A coisa que sabes fazer é mesmo dizer asneiras. A MS tém cerca de 9% da TV Cabo, e eu não tenho nada a ver com a TV Cabo, não trabalho na TV Cabo nem quero lá trabalhar. Tenho mais que fazer do que andar a educar-te, se queres saber em quantas empresas "do tipo" da TV Cabo a MS comprou participações, vai procurar essa informação tú próprio, se conseguires.

    Só para te dar uma pista, ainda hà cerca de um mes, uma TV Cabo da Holanda (não me lembro do nome), do qual a MS detém 10%, mandou a MS às urtigas, e foi utilizar uma tecnologia concorrente dessa. A noticia até saiu na digito.pt.
    vê-se? (Pontos:1)
    por BuBbA em 23-02-01 17:59 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.BuBix.net
    "mas só se vê bem com o WebTV Viewer"

    Eu nao vejo nem bem nem mal, aparece-me uma pagina em branco (com o fundo preto, note-se).

    Re:vê-se? (Pontos:2)
    por Cyclops em 24-02-01 19:57 GMT (#18)
    (Utilizador Info)
    Isso e pura e simplesmente porque a pagina esta tecnicamente MAL feita.
    Ora tenta ver /main.php.
    Se a pagina e feita ha mao, entao nao ha desculpas para nao ser uma pagina bem feita! ;)
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:2, Interessante)
    por Devils_Advocate em 23-02-01 18:14 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    O lançamento do programa de TVDI Content Solutions Providers foi feito ontem na FIL para parceiros da TVcabo e Microsoft, entre outros.
    Eu estive lá, e agradou-me o que vi. As emissões exprimentais já começaram há algum tempo, e o serviço a sério deve surgir até junho.

    A SetTopBox apresentada era, penso eu a versão mais avançada, que inclui disco duro para gravação de video,etc...

    Para quem não conhece ainda o sistema, básicamente funciona tudo como na Web, com HTML,CSS's,Javascript, etc ... Qualquer pessoa pode fazer um site para WebTV desde que chute cá para fora HTML compatível. A Microsoft não está a usar nada de proprietário nesta área, está tudo a ser feito conforme os diversos standards nesta área. As maiores dificuldades são a nível de design gráfico e paginação. Um televisor é muito diferente de um monitor, as fontes terão que ser muito maiores e esqueçam os fundos brancos ou claros e textos compridos, e algumas cores que ficam mesmo mal... De resto, é bem mais simples do que fazer sites para wap que usam WML em vez de HTML.

    Os problemas da plataforma ser toda em Microsoft devem surgir em termos não de sites para webTV mas sites que interagem com a emissão de Televisão. Por exemplo, está a passar um anuncio a um automóvel e o sistema detecta a situação e coloca um pequeno botão no ecrã de TV onde as pessoas podem clickar e seguir então para uma página dum site webTV para marcar um test-drive ou outra coisa qq. Mas claro que essa situação não nos vai afectar a nós, nunca teremos $$$ para ter espaço publicitário ou outro na TV, a não ser que o nosso site seja referido de passagem no 2001 :-) hehehe

    Quanto ao facto de ser tudo da Microsoft, olha, eles andam a fazer pela vida, e talvez graças a isso vamos estar na linha da frente daqui a 3 ou 4 meses ...
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:1)
    por BladeRunner em 23-02-01 19:08 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://www.gildot.org
    "Quanto ao facto de ser tudo da Microsoft, olha, eles andam a fazer pela vida, e talvez graças a isso vamos estar na linha da frente daqui a 3 ou 4 meses ..."

    Tu deves ser mesmo advogado do diabo :P

    BladeRunner
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:2)
    por chbm em 23-02-01 19:36 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    > Quanto ao facto de ser tudo da Microsoft, olha, eles andam a fazer pela vida, e talvez graças a isso vamos estar na linha da frente daqui a 3 ou 4 meses ...

    Linha essa, que os dois maiores operadores de cabo da Europa recusaram. A ver vamos.
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 23-02-01 19:45 GMT (#10)
    Concordo com a opinião de quem gostou da settop box deles. Apesar de ser o + pró-Linux possivel, tenho que admitir que desta vez a M$ fez um bom trabalho (custa-me dizer isto :-| Agora duvido é do sucesso comercial das "caixinhas". Para o povão interacção é mudar de canal!
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:1)
    por Devils_Advocate em 23-02-01 20:56 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    O mérito ou desmérito das SetTopBox's é mais da Octal (Pararede? ou Novabase?) que as está a construir com a colaboração duma empresa americana.

    O papel positivo da MS neste processo foi de terem encarado Portugal como um bom laboratório e terem apostado imenso na colaboração com a TVCabo (e muito $$$). Se as coisas correrem bem, a MS utilizará esta experiência como case-study, e a esse nível as empresas portuguesas que façam coisas originais por cá poderão obter bastante visibilidade internacional.

    Recordo que tudo isto é um mundo novo, onde se vão inventar novos conceitos e entretenimento, novas formas de publicidade,etc ... e como em tudo o que é novo, há que aproveitar o eventual avanço nesta matéria.
    Eu por exemplo estive hoje a falar com um cliente a propôr-lhe fazermos em breve uma experiência de publicidade intercativa. Se as coisas correrem bem, será a primeira filial dessa multinacional a fazer qq coisa desse género no Mundo. Com tudo o que isso implica em termos de notoriedade para o meu cliente, quer dentro da multinacional, quer para fora.
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:2)
    por chbm em 26-02-01 11:35 GMT (#22)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    Para quem não se lembra, a Octal é a mesma empresa que nos deu a Pcbit-D :)
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:1)
    por Devils_Advocate em 23-02-01 21:47 GMT (#12)
    (Utilizador Info)
    >Linha essa, que os dois maiores operadores de
    >cabo da Europa recusaram. A ver vamos.


    Não me admirou nada. O atraso da Microsoft em entregar as aplicações à UPC se calhar foi apenas uma desculpa. Ao contrário do que se pensa, os ultimos anos tem sido dificies para a Microsoft em se associar a grandes empresas, devido aos erros que cometeu no passado e à má fama que tem. Na área dos telemóveis terá sido uma solução as grandes marcas terem avançado para o WML por exemplo??? Não tinha feito mais sentido uma solução como esta da WebTV baseada em HTML adaptado ? (Curiosamente, tenho um Nokia 7110, e nunca tive um telemóvel que crashasse tanto ... felizmente que o acordo nos móveis da MS foi com a Ericsson, senão podia imaginar o que se diria por aí...:-)

    A UPC entregou tudo à Liberate, mas penso que fizeram uma má opção pois a Microsoft tem todo o know-how da WebTV (a empresa que a MS comprou nos EU há 4 anos), que é sem dúvida a empresa mais avançada e com mais experiência nesta área. De qq forma, quer a MS, quer a Liberate pertencem ao consórcio que define estas normas, a ATVEF, e penso que não assistiremos aqui a coisas muito incompativeis entre si ou aos erros que eu acho que estão a ser feitos nos telemóveis. Espero que daqui a 2 anos tenhamos tudo a funcionar com a mesma linguagem HTML para todos os dispositivos (UMTS /TVDT / TVDI / WEB/etc...)

    Quanto a Portugal, não somos um país assim tão rico nem a PT é assim tão grande para termos dito que não à Microsoft. Até porque ao que eu sei mais ninguem se mostrou muito interessado neste cantinho ...

    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:1)
    por jmce em 24-02-01 0:05 GMT (#13)
    (Utilizador Info)
    "Termos dito"? Quem? Portugal? PT=Portugal?

    Mais do que pobres de dinheiro, talvez sejamos de espirito, para dizermos sim `a MS... e ainda nos orgulharmos como se a coisa fosse um sucesso nacional.
    Re: TV interactiva - quem se mexe?? (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 25-02-01 18:15 GMT (#20)
    Não se trata de dizer "sim" à Microsoft, mas a uma tecnologia.

    Quando optámos por arrancar para a TV interactiva, o que se arranjou foi... a tecnologia (é forçado chamar "tecnologia" a um código HTML com mais umas tags, mas pronto) WebTV.

    Tem a virtude (?) de ser aberta, contra por exemplo a da Sky, que é fechada. Ok, já há 5 milhões de assinantes da Sky interactiva... que levam com os produtos Sky, os anúncios Sky, e pagam tudo à Sky. Eu não posso fazer conteúdos para a Sky a menos que aceite que eles fiquem com o meu lucro... :(

    A linha da frente (Pontos:1)
    por jmce em 24-02-01 1:32 GMT (#14)
    (Utilizador Info)

    Cuidem-se se o MS-caixote tiver instabilidades. Como vai ser quando o Sr. Fagundes e a Dona Aurora, que nunca usaram Windows e portanto não são MS-compatíveis (isto é, treinados para aceitar como natural a falha sistemática de sistemas), habituados a enfrentar avarias de TV prái uma vez em cada 6 anos, começarem a ter de aturar falhas em cascata? Não vão dizer que a "porcaria da caixa nova", ali ao lado do gravador de vídeo com as horas a piscar, está (por acaso, o termo correcto) *avariada*?

    Fascinante, seguir links de anúncios para poder ver mais publicidade. O sonho de uma vida inteira finalmente realizado. Há ministros que vão ver coisas assim e chamam-lhes "novas tecnologias". Quanto mais penso na TV, mais gosto da Internet, onde outras coisas que faziam lembrar a TV, como o "push", também estiveram na "linha da frente". Para seguir penhasco abaixo.

    Falando de WebTV: a página da Recortes que não se consegue ver é um exemplo do tal HTML "compatível"? O que é "HTML compativel"? Conheco HTML. A palavra "compativel", vinda da Microsoft e respectivos advogados do diabo, ouço-a mais no contexto de "compatível com desvios e extensões MS", e não vejo razões para crer que alguma coisa mudará nesse campo. A mesma compatibilidade que mesmo antes do Windows fazia os donos de PCs dizerem aos de Macs que os Macs não eram "compatíveis", com ponto final a seguir.

    Quanto às dificuldades de design gráfico e paginação, talvez quem "optimizou" menos precise agora menos de despessimizar. Os outros talvez façam bem em se compatibilizar com o HTML... ou então contratar mais uma equipa para fazer a n-ésima versão diferente dos mesmos serviços.

    A TV até é um suporte interessante. A realidade do que a nossa civilização fez dela é que é sórdida. Sendo as coisas como são, a última coisa que quero ver nos momentos em que me disponho a ficar esparramado a olhar para um televisor são links para mais anúncios ou para "informação útil" adicional que certamente será hiper-patrocinada a ponto de apenas 30% do écran de baixa resolução ter o que queríamos consultar, quando num computador perto tenho a Internet, de preferência não filtrada por uma parceria PT-MS. Livrem-se de ejacular links "úteis" por cima do Casablanca, caso contrário faço uso da interactividade tão sofisticada, acessível e querida mesmo aos donos de gravadores de vídeo com horas a piscar: usar o telecomando para fugir (traduzindo em termos que compreendam, "para vos baixar o share").

    Isto se aderisse à tecnologia e pusesse o sofá na linha da frente. Prefiro ficar umas linhas mais atrás. Vê-se melhor e o pescoço agradece.

    Re:A linha da frente (Pontos:1)
    por Devils_Advocate em 24-02-01 9:20 GMT (#16)
    (Utilizador Info)
    >Como vai ser quando o Sr. Fagundes e a Dona Aurora

    A família Fagundes provavelmente não vão comprar a caixa

    >Há ministros que vão ver coisas assim e chamam-lhes "novas tecnologias"

    Eu mesmo disse no tal encontro que provavelmente vão tornar toda a emissão de TV como uma shopTV opcional.

    >O que é "HTML compativel"?

    Eu quando falava em compatibilidade não me estava a referir ao facto de tú poderes ver as páginas no netscape, mas pelo facto de tú facilmente adaptares o conteudo do Gildot para este suporte sem grandes crises, sem tecnologias proprietárias e sem teres que perder tempo a aprender mais uma linguagem

    >A TV até é um suporte interessante. A realidade do que a nossa civilização fez dela é que é sórdida.

    Contra isso não podes lutar. Mas tornar a TV mais "inteligente" não é certamente um mau passo. Quem faz a TV ser o que é somos nós com o uso que lhe damos. Não é dificil de advinhar que as aplicações mais populares serão as votações para o Survivor na própria Televisão ou fazer uma pergunta à Caras Lindas sobre o fracasso do seu casamento. Mas como disse, a culpa disso não é o meio ou a tecnologia. Antes pelo contrário, para todos os efeitos as pessoas terão pela frente um dispositivo que não os prende à passividade forçada no sofá.

    Como disse mais atrás, depende um pouco de todos nós inventarmos coisas novas e interessantes para este meio. E se te deres mesmo ao trabalho de pensar, vais ver que existem muitas coisas interessantes que podem ser feitas. Será uma atitude bem mais útil para o modelo de sociedade que te desilude do que assistires ao Casablanca amargurado com o telelixo que te rodeia.

    Voltando um pouco mais atrás, fizeste bem em lembrar a PT. Pessoalmente preocupa-me mil vezes mais a PT nesta caixinha do que a MS. Quando se liga a STB a aplicação que surge é de facto um TVBrowser da MS (embora não pareça), mas os conteudos que lá vão estar em destaques são certamente os da PT. Isso é que é preocupante, não o browser em si.
    Re:A linha da frente (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 25-02-01 18:08 GMT (#19)
    Voltando um pouco mais atrás, fizeste bem em lembrar a PT. Pessoalmente preocupa-me mil vezes mais a PT nesta caixinha do que a MS. Quando se liga a STB a aplicação que surge é de facto um TVBrowser da MS (embora não pareça), mas os conteudos que lá vão estar em destaques são certamente os da PT. Isso é que é preocupante, não o browser em si.

    A ver vamos. Não que duvide de ti (aliás, partilho desse temor pela posição de abuso da PT, evidenciada no passado remoto e próximo), mas ainda não vi nada saído deles (ou comprado por eles).

    Acresce que sou o autor de boa parte da recortes.tv aqui em discussão.

    Recortes que não é da PT, não é sequer participada da PT nem se afigura no horizonte vir a ser.

    Chama-me tontaço (não serás nem o primeiro nem o último) mas quero continuar a acreditar, como nos tempos em que começou a web e íamos no html 1.0 e só havia páginas feitas por carolas, a PT ainda não tinha começado a explorar o filão), quero continuar a acreditar até prova em contrário que a "sociedade civil" vai liderar esta nova revolução.

    Sim, não me restam dúvidas que é uma revolução.

    As compatibilidades entre sistemas (não há uniformidade, como bem se explicita nesta thread) não evitam a revolução.

    Também coexistem NTSC e PAL, em várias variantes, e não é por isso que não há televisão e VCR.

    Durante um período de tempo coexistiram BETA e VHS, até um deles morrer por questões de mercado.

    Pouco importa neste caso se a Microsoft está nesta altura mais adiantada nalgumas coisas. Abona em favor dessa empresa, que tem muito de mau mas também teve alguma coisa de bom (foi devido a um sonho de Gates que temos um PC em casa, em vez de mainframes alugados à hora).

    Resta aos outros mexerem-se - como aconteceu nos servidores, olhai como a quota da MS baixa, baixa, baixa... e a de Linux(es) sobe, sobe, sobe...

    Paulo Querido

    Re:A linha da frente (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 05-03-01 10:26 GMT (#24)
    "Resta aos outros mexerem-se - como aconteceu nos servidores, olhai como a quota da MS baixa, baixa, baixa... e a de Linux(es) sobe, sobe, sobe... " Isto não é verdade!! a MS subiu 20% e o Linux 24% mas subir 24% numa base "pequena" não é o mesmo que 20% numa base substancialmente maior... Eu diria que estão ambos a subir...
    Re:A linha da frente (Pontos:2)
    por chbm em 26-02-01 11:32 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    >A família Fagundes provavelmente não vão comprar a caixa

    Mas a ideia geral da coisa não é a família Fagundes comprar a caixa ? Se o publico alvo do caixote são pessoas como eu e tu muito provávelemente vai ser um fracasso ...

    >Eu quando falava em compatibilidade não me estava a referir ao facto de tú poderes ver as páginas no netscape, [...]

    Disses-te especificamente que era HTML, CSS, JS, tudo coisas *standard*. Agora dá uma olhadela no recortes.tv e por favor diz-me que não tem nada a ver com o que estavas a falar (ie, o http://recortes.tv/main.html tem mais ou menos a mesma relação com HTML que um caixote de sabão cima de 4 rodas tem com um um carro). Ou este é o fabuloso HTML stantard, como publicado pelo W3 ?
    Re:A linha da frente (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 27-02-01 19:02 GMT (#23)
    1. Instabilidade

    A MS não se preocupa com isso nem se tem de preocupar. A culpa vai cair toda em cima da TVCabo. Foi o que aconteceu com os ISP que tiveram de fazer de "Microsoft Support" quando as versões de IE 3/4 crashavam frequentemente.

    2. Visibilidade

    WebTV ? mas quem é que vai estar a ler texto na televisão tipo Teletexto com meia dúzia de linhas. Sim, que o resto do ecran vão ser botões ou publicidade. Só poderá servir para dar info sobre o programa como a MTV por vezes dá sobre os seus videos.

    3. Vantagens

    Ainda não vi o que ganho com a webtv para ter/pagar esse serviço. Não sou fanático anti-M$ - acho o excel muito fixe :)

    Couch potato (Pontos:1)
    por CrLf em 24-02-01 17:30 GMT (#17)
    (Utilizador Info)
    Pode soar a Velho do Restelo mas para mim forçar a excessiva interactividade da TV é mais uma forma de impingir aos consumidores aquilo que eles não pedem, não digo que seja mau ou que não se deva fazer mas falo por mim quando digo que quando vejo televisão não me apetece minimamente mexer mais do carregar nas teclas do comando para mudar de canal ou alterar o volume do som.
    Mas não deixa de ser interessante ter links para as notícias durante o telejornal, não se pode é querer transformar a televisão no substituto do computador porque as condições não têm sequer comparação, quantas centenas de milhares de TVs de 37cm há por aí?
    Bottom line: o computador como principal meio de interactividade ou de acesso à Internet não vai morrer tão cedo nem vai ser substituido por qualquer outro meio, vai sim ser complementado.
    IMHO é claro!

    -- Carlos Rodrigues

    - "I think my men can handle one little penguin!"
    - "No, Mr. Gates, your men are already dead!"

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]