gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Argumentos para convencer seu chefe
Contribuído por ajc em 14-12-00 9:44
do departamento pode-ser-útil
Linux michele escreve "Muitos entusiastas do Linux trabalham em empresas que utilizam apenas software proprietário. Se este é o seu caso, e você ainda não conseguiu convencer seu chefe das vantagens do Linux, seguem algumas dicas para alcançar seu objetivo. Leia aqui como persuadir seu chefe e convencê-lo a implantar o Linux! "

O maior supercomputador Linux do mundo | PHP Virus  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • michele
  • aqui
  • Mais acerca Linux
  • Também por ajc
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Que sugestoes ? (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 14-12-00 10:14 GMT (#1)

        Alguem consegue tirar alguma coisa do artigo ?
        Eu nao consegui perceber quais sao estas sugestoes... a unica coisa que consegui tirar foi umas dicas de como convencer um patrao de um pais do 3o mundo...

    O artigo é uma boa ideia... (Pontos:2)
    por Dehumanizer em 14-12-00 10:52 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    ... mas, a meu ver, fala mais do problema do que da solução. Sim, já lidei com um "chefe" assim. Sim, saí pouco depois.

    Para quê trabalhar para uma empresa em que o "management" é obviamente "brain dead"? Será que há assim tão poucas empresas por onde escolher?

    É óbvio que ninguém chega a uma empresa e convence toda a gente a mudar para Linux. Mesmo nas empresas mais "iluminadas" onde estive, os comerciais usavam Windows, e os designers Windows ou Mac. Mas acho essencial haver a possibilidade de escolher... se no meu primeiro dia de trabalho me dissessem que tinha de usar Windows porque é a "company policy", acho que não iria ter SEGUNDO dia de trabalho... Digo o mesmo em relação, por exemplo, a usar obrigatoriamente gravata... é óbvio que me recuso, mas compreendo que em certas funções seja um requerimento...

    De certa forma até compreendo a uniformidade de sistemas operativos / ambientes de trabalho, no caso dos utilizadores não-técnicos, porque o contrário é um pesadelo para o "helpdesk" interno. Mas não tentem extender a homogeneidade forçada a quem sabe o que está a fazer e NÃO chateia o "helpdesk", por favor!

    Anyway, acho que já estou a divagar um pouco. :) O artigo referia-se a convencer a empresa inteira a usar Linux, o que acho tão errado como todos serem forçados a usar Windows. To each his own. Claro que se eu for o sysadmin da empresa e quiser usar Linux ou BSD no servidor de proxy, http, firewall, etc. e o "big boss" não quiser porque ainda ontem o "engravatado" da Microsoft lhe garantiu que o Windows é mais rápido/estável/seguro, e que o Linux é uma brincadeira de uns putos comunistas... é tempo de mudar de empresa. Recuso-me a trabalhar para atrasados mentais.


    "Nada é tão grande que não possa ser comido." - Garfield
    Re:O artigo é uma boa ideia... (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 14-12-00 12:22 GMT (#3)
    Com tanta esquisitice acerca do sítio onde trabalhas espero que o fundo de desemprego te agrade! Há muito mais coisas envolvidas nas decisões das empresas do que muitos nerds pensam, quer seja em relação às gravatas, ao software utilizado ou a qq outra coisa... E se não forem capazes de perceber que a empresa não é só o softwarezinho deles(na maior parte das vezes isso até é o menos), mais vale mesmo irem para o fundo de desemprego.
    Re:O artigo é uma boa ideia... (Pontos:1)
    por Dehumanizer em 14-12-00 15:19 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Ooooo, acho que alguém está irritado.

    "Há muito mais coisas envolvidas nas decisões das empresas do que muitos nerds pensam,"

    Sem dúvida que sim. Mas as decisões técnicas devem ser tomadas por técnicos, não por administradores ou por comerciais. E não me venham com baboseiras de "status quo" ou coisas parecidas.

    "quer seja em relação às gravatas"

    Para que é que serve uma gravata? Para nada... e no entanto é exigida em imensos postos de trabalho. No entanto, isso não invalida que ela não sirva realmente para nada... É um daqueles fenómenos sociais que não tem lugar nos dias de hoje e já devia ter desaparecido há muito tempo.

    "a empresa não é só o softwarezinho deles"

    Isso quer dizer o quê? Já tive um chefe (dos tais tipo "pointy-haired boss") que dizia frases filosóficas tipo "vocês estão aqui para trabalhar, não para pensar". Foi a tal empresa onde fiquei pouco tempo. E desde aí que prometi a mim mesmo nunca mais aceitar trabalhar com idiotas. De qq maneira, a questão é esta: a empresa é técnica ou não? Se trabalhar numa empresa relacionada com IT, sem dúvida que o "softwarezinho" é importante... Se trabalhar numa empresa não técnica - o que nunca fiz - o que é que eu estaria lá a fazer? Digitar documentos no MS Word? No, thanks, acho que posso fazer um pouco mais que isso. Ser o sysadmin? Talvez, mas aí acho bem que seja eu a decidir o que é que uso e o que a empresa usa nos servidores (como disse, não vou "mexer" no que cada um usa na sua secretária)... se não confiam em mim para tomar essas decisões, então porque é que me contrataram? E se é uma decisão política e não técnica, acho que sem dúvida não pertenço ali.

    De qualquer maneira, em resposta à questão principal do teu post, pareces ser um apoiante de uma empresa "tipo Dilbert", em que todos andam descontentes, o chefe é completamente incompetente, mas ninguém faz nada a respeito, e não passa pela cabeça de ninguém mudar para algo melhor. Tu lá sabes. Talvez até sejas um dos "chefes"... ou estejas apenas convencido de que as coisas são assim mesmo, e que não há nada a fazer a respeito. Não sei. Assim sendo, é natural que um post como o meu te incomode ou confunda...

    Se assim é, paciência. Não posso fazer nada a respeito.

    Ah, e se queres dizer alguma coisa, regista-te. Porque é que será que há uma relação entre posts ofensivos como o teu ("espero que o fundo de desemprego te agrade") e o "por Anonimo Cobarde" no início do post?

    "Nada é tão grande que não possa ser comido." - Garfield

    Re:O artigo é uma boa ideia... (Pontos:1)
    por grumpy bulgarian em 14-12-00 17:27 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Para que é que serve uma gravata? Para nada... e no entanto é exigida em imensos postos de trabalho. No entanto, isso não invalida que ela não sirva realmente para nada... [...]

    citando do "Manual do Bom Dehumanizer": a gravata originalmente servia para limpar o sangue da faca depois de cortares o pescoço a alguem. repara que se fores dextro, puxares a gravata para frente com a mão esquerda e limpares o sangue da faca com a direita, encontras o típico padrão de riscas diagonais.

    fonte: Expresso, Vidas, nº 124125


    Grumpy B)

    Re:O artigo é uma boa ideia... (Pontos:1, Interessante)
    por Anonimo Cobarde em 14-12-00 15:46 GMT (#5)
    Talvez ainda não tenhas pensado que em alguns sectores económicos o software pode fazer muita diferença. Gestão, Auditoria, Controlo de Qualidade... e por aí fora... pensa nos custos que os milhões de erros e restarts que se fazem a uma máquina com software microsoft implicam.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]