gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Linux, Sun, Mentiras e Video
Contribuído por Xmal em 11-12-00 18:35
do departamento Sparc-stations
Unix leitao informa que "Embora compreenda que o Gildot e' maioritariamente visitado por fans do Linux, ultimamente tenho visto um incremento alarmante de opinioes um pouco "inflamadas" e quase injustas perante quase tudo que nao seja Linux. Um dos ataques mais comuns tem sido 'a Sun e tudo o que e' Sun, inclusive ao Java. Gostaria de escrever algumas linhas para explicar porque acho isto injusto, e porque o nao se deve fazer.

DISCLAIMER: nao trabalho e nunca trabalhei para a Sun. Pelo contrario, tenho relacoes muito proximas com um competidor directo da Sun/iPlanet (Zeus)

Para comecar gostaria de exclarecer algo que para alguns iniciados ao Linux (ou utilizadores de longa data mas que nao conheceram versoes comerciais de *NIX) nao e' evidente:

O Linux nao e' nada de novo. E' apenas mais um "UNIX like" que se tornou muito utilizado por uma combinacao de factores: merito proprio e sorte.

Pessoas que passaram pela fase em que a maioria dos UNIXes corriam em hardware nao Intel (com excepcao do XENIX da M$ -- sim, Microsoft e mais alguns) lembrar-se-ao que antes dos BSD's e do Linux correrem em Intel basicamente existiam 3 grandes visoes do UNIX:

  • A Sun e o SunOS (que mais tarde se transformou no Solaris)
  • A Santa Cruz Operation (SCO), que na altura tinha o trademark do UNIX e vendia o SysV como o conhecemos hoje
  • A Digital que insistia que o VMS e' que era a serio e o ULTRIX (o Unix da Digital antes de haver o Digital UNIX, que agora se chama Tru64) que era a brincar.
Apenas muito mais tarde (e depois de quase todas as variantes de BSD que andam ai) e' que surgiu o Linux, que aproveitou algumas boas ideias (e outras mas) para fazer um sistema operativo acessivel que corria em Intel (de i386 para cima).

Antes disto, a Sun ja' tinha contribuido com coisas extremamente importantes que contribuiram para um avanco extremamente importante em termos de sistemas operativos.

Como alguns exemplos, a Sun foi em 1982 um dos primeiros impulsionadores do TCP/IP fora do ambiente academico e R&D da ARPANET -- 8(!!) anos antes da M$ ter uma stack TCP/IP e 10 anos antes do Linux existir. A Sun foi tambem a propulsora do RPC e NFS. O RPC foi a base para quase todas as tecnologias similares (COM, DCOM, CORBA, etc.) e foi o primeiro API que permitiu a construcao de sistemas distribuidos como os conhecemos hoje. Ainda hoje em dia o RPC e' dos API's mais utilizados tanto no mundo UNIX como no Microsoft.

A Sun e outros como a Digital e a HP tiveram tambem um grande impacto na forma como os sistemas operativos sao desenhados hoje em dia pois foram dos primeiros "vendors" de sistemas operativos a suportar SMP e o conceito de "threads" fora do mundo dos Minicomputadores e da IBM. Como exemplo, o Solaris foi o primeiro SO comercial a suportar POSIX Threads, e ainda hoje em dia e' dos poucos "vendors" que documentou quase integralmente a forma como as implementa no SO (vao 'a SunWorld e leiam os artigos do Jim Mauro).

A Sun contribuiu tambem com o famoso Java, que embora muita gente nao goste foi um dos grandes impulsionadores do lado comercial da Internet (como nota, eu nem gosto muito do Java como modelo de programacao).

Como conclusao, acho que os fans de Linux estao a cometer um erro ao virarem-se contra a Sun so' porque esta nunca levou o Linux a serio. A Sun tem uma boa razao para isso -- tem o Solaris, que e' um competidor do Linux. Apesar disto, a Sun contribui mais para o UNIX e os "Open Systems" do que provavelmente qualquer outra empresa comercial, e certamente mais que o Linux. Por isso, nao batam mais no homem mas pelo contrario tentem aprender um pouco das coisas boas que a Sun (e outros UNIXes comerciais trouxeram) ao Linux.

Para acabar vou apenas deixar algumas sugestoes de leitura que com alguma sorte vao trazer algumas luz sobre a Sun, o Linux e outras versoes de UNIX:

"

Páginas dinâmicas em PHP e os Motores de busca | Intel anuncia transistores de 30 nanometros  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • Intel
  • Zeus
  • Sun
  • RPC e NFS
  • POSIX Threads
  • SunWorld
  • A Brief History of UNIX
  • UNIX History
  • Sun's History
  • The early years of Java
  • Sun
  • Java
  • Mais acerca Unix
  • Também por Xmal
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    A história está imcompleta (Pontos:2, Interessante)
    por joaobranco em 11-12-00 19:14 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Porque faz uma visão do UNIX apenas a partir do ponto de vista dos "comerciais". Antes do aparecimento do SunOS (uma versão originalmente do BSD, que depois levou muito de System V até chegar ao Solaris) já corria muito UNIX por debaixo das pontes.

    E se é verdade que a Sun foi uma divulgadora do Unix (ou melhor, da sua versão de UNIX) também não deixa de ser verdade que sempre viu o seu negócio principalmente como um de hardware (e durante bastante tempo os seus sistemas eram de facto melhores em hardware que qualquer PC - foi a época de ouro das Workstations, que aparentemente só a Sun é que ainda não percebeu que já acabou).

    Quanto aos problemas da Sun com a comunidade free software/open-source não tem nada a ver com o facto dela não apoiar o Linux, têm mais a ver com o facto da Sun considerar que a sua propriedade intelectual e o seu controlo sobre TUDO o que produz são apenas dela (OK) enquanto diz que é uma verdadeira contribuidora para o open-source, na frente de todos os outros (not OK).

    Se a Sun quer ser verdadeiramente aberta, porque é que não abre a source do Solaris (free use não é a mesma coisa que open source) e stardardiza o Java? Se não quer, tudo bem, mas então não tente aparecer publicamente como aquilo que não é. A realidade é que a Sun é simplesmente (como a Oracle ou a Microsoft) uma gigante da Informática, e como tal está aqui para fazer dinheiro. Não tenho quaisquer problemas com isso. Simplesmente, como estratégia comercial está a distorcer os significados de aberto e open source, o que é muito mais discutivel (e na minha opinião, errado).

    JB

    (Que usa Suns há mais de 14 anos)
    Re:A história está imcompleta (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 11-12-00 20:56 GMT (#3)
    sic "A realidade é que a Sun é simplesmente (como a Oracle ou a Microsoft) uma gigante da Informática, e como tal está aqui para fazer dinheiro", qual é a empresa, de informática ou não, não está no mercado para fazer dinheiro?

    São esses os objectivos das empresas, são elas que sustentam muitos dos impulsionadores do open source. Não podemos ser utópicos e tudo o que mexe tem de ser opensource.
    A questão é se o trabalho que elas produzem é importante para o desenvolvimento dos sistemas de informação.
    Re:A história está imcompleta (Pontos:1)
    por Dehumanizer em 11-12-00 21:27 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    Não leste bem o post dele. O problema não é a Sun querer fazer dinheiro, mas sim querer fazer dinheiro *mas* fingirem-se idealistas.


    "Nada é tão grande que não possa ser comido." - Garfield
    Re:A história está imcompleta (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 11-12-00 23:18 GMT (#6)

    O problema real não está em eles quererem fazer dinheiro, de facto... Mas sim na quantidade absurda de dinheiro que eles querem fazer a vender hardware (muito bom, sim, mas que não justifica de todo o preço) e software (medíocre, que, fora alguns bocadinhos seleccionados do Solaris, de certeza absoluta que não justifica o preço), acompanhados de Professional Services em que o "Professional" é só Marketing...

    Há aqui gente que é concerteza muito nova para saber estas coisas, mas lembro-me constantemente de, quando saiu a primeira versão do Solaris, haver cartazes no IST e no INESC a parodiar a campanha da Sun, e que diziam "Downgrade to Solaris".

    Era em parte o choque da transição BSD -> SysV, mas era muito mais o facto de aqueles idiotas nem um servidor de X incluirem... ;)

    Pouco depois, um amigo meu teve o (des)prazer de tentar trabalhar com o compilador "oficial" deles (que custava e custa uma verdadeira fortuna), e, passados três meses, desistir e passar a contribuir patches para o gcc... :)

    Enfim. Ah - eu trabalho com material deles... buéréré dele. Mas trocava tudo por uns Compaqzitos com FreeBSD, na hora.


    Soma mais esta (Pontos:1)
    por higuita em 11-12-00 19:38 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://raff.fe.up.pt/~eq92025
    que empresa compraria outra, para tomar posse de um software e depois liberta-lo em open-source (GPL e tudo, nao uma "pseudo-open-source")

    estou a falar o staroffice.

    claro que traz agua no bico, para retirar mercado a' microsoft, mas qual a empresa que nao faz tudo para ter lucro... as empresas de linux nao fogem a regra...

    existe demasiada "religiao" em muitos users de linux...
    o linux e' optimo, mas como disse o gildotiano anterior, ele deve muitas coisas a outras empresas/unix... ate' mesmo ao windows, que se nao fosse tao mau, o linux era quase desconhecido 8)


    Higuita
    Re:Soma mais esta (Pontos:1)
    por Dehumanizer em 11-12-00 21:39 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    ele deve muitas coisas a outras empresas/unix... ate' mesmo ao windows, que se nao fosse tao mau, o linux era quase desconhecido 8)

    Isso é o mesmo que dizer que é preciso que continue a haver crime, senão os polícias perdem o emprego... :)

    Penso que é injusto (e estúpido) que o Linux seja considerado uma "revolução" mas ninguém fale dos BSDs, por exemplo, mas qualquer destes SOs é isso mesmo - um SO - e não uma mera alternativa ao Windows, que precise que este seja "tão mau" (e é) para alcançar algum sucesso.

    "Nada é tão grande que não possa ser comido." - Garfield

    Re:Soma mais esta (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 13-12-00 3:55 GMT (#12)
    Isso é o mesmo que dizer que é preciso que continue a haver crime, senão os polícias perdem o emprego... :)

    8)
    podem sempre ajudar os turistas e organizar o transito ;)

    Penso que é injusto (e estúpido) que o Linux seja considerado uma "revolução" mas ninguém fale dos BSDs,

    por isso mesmo "disse" aquilo... se o windows nao fosse tao mau, o linux tinha a mesma fama que o *BSD..
    ambos sao muito bons, cada um optimo para coisas particulares, mas muito crescimento do linux deveu-se a migracao de recursos do windows para o linux...
    basta ver... quantos de nos deixaram de fazer pequenos e grandes programas no windows e agora diverte-se no linux?!
    se o windows fosse realmente bom, poucos iriam repartir o tempo por 2 sistemas diferentes e incompativeis (isto e': windows a correr linux 8)
    alem de uma parte nao estaria no linux, mas sim nos *BSD

    ser bom nao e' garantia de sucesso... ve o caso do OS/2

    agora, claro que nao me esqueco que o linux tambem e' famoso por muito merito proprio e da sua comunidade (entre muitos, tambem nos ;)

    trabalho! (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 11-12-00 23:56 GMT (#7)
    Esta merda dá mto trabalho a ler!
    Re:trabalho! (Pontos:1)
    por leitao em 12-12-00 9:49 GMT (#8)
    (Utilizador Info)
    vou escrever uma versao reduzida so' para o teu cerebro:

    "A S..."


    -- "Why waste negative entropy on comments, when you could use the same entropy to create bugs instead?" -- Steve Elias
    Re:trabalho! (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 12-12-00 10:21 GMT (#9)
    ROTFL!
    Fanatismos!!! (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 12-12-00 18:16 GMT (#10)
    Enfim, gostei de ver uma voz moderadora no meio de tanto fanatismo... Certamente todas as empresas que optam por slowlaris teem as suas razoes para o fazer, ou precisam de facturas grandes para aliviar cargas fiscais, ou existe alguem que off-side recebe um cheque que supostamente nao deveria, ou teem uma pessoa com "visão" á frente... Eu sou pago para trabalhar e apresentar resultados, é obvio que adoraria faze-lo a minha maneira e numa plaforma que me agradasse, mas se tal nao acontece sigo as imposiçoes da empresa, pq ?? sim pq em minha casa na minha maquina mando eu, na empresa se preferem que as aplicaçoes corram em java, entao sao apresentadas em java, até pq as vezes uma soluaçao em java se torna mais rapida do que um programa em C/C++, pq se algo corre mal, em java o debugging é muito mais rapido... Tudo depende dos fins a que se destina... o mesmo se pode dizer do Hardware, por exemplo uma Sun tem uns I/Os extremamente rapidos... Eu trabalhei com HP e HP/UX como SO... nao me queixo de muito, em casa é um redhat 6.1 e um windows 98se... nao vivo sem o Windows pq existem uns joguitos que nao existem para *NIX, red alert 2 e Return to Zork, para nao mencionar o Baldur´s Gate... Eu prefiro nao entrar em guerras santas e simplesmente apresentar a minha opinião... Cada outro dos nossos colegas que participa no Gildot pode pensar e dizer o que pensa... normalmente tb aqueles que dizem que o linux supera tudo, estão redondamente enganados... vejam um *BSD ;) ou do ponto de vista de utilizador um MAC... Já agora o pior produto comercial de sempre "baseado" em linux é o Corel... E no entanto ninguem comenta essa aberraçao que existe no mercado!... Quase qualquer empresa de software tem os melhores produtos para Windows... e algum software que corre em Linux (ex: websphere) além de feio corre baseado em rips ao Wine... O unico software que actualmente vi para Linux com qualidade para rivalizar software de Windows resume-se ao StarOffice (Sun), IBM Visual Age for JAVA (IBM) e GIMP (GNU). Felicidades para todos e esqueçamos as guerras santas...
    PARABENS !!!! (Pontos:0)
    por Anonimo Cobarde em 12-12-00 18:35 GMT (#11)
    Aqui esta um comentario em que eu concordo 100%. Lights

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]