gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
A morte do projecto Monterey
Contribuído por jmce em 19-08-00 11:49
do departamento RIP
IBM "O futuro, dizem os analistas, pertence ao Monterey, o Unix de 64 bits a ser desenvolvido pela IBM e pela SCO". Isto era dito há exactamente um ano num artigo na CNET onde se profetizava a desgraça do Tru64 Unix e dos processadores Alpha. Ora bem, o futuro chegou e a IBM enterra o projecto Monterey [obituários na ZDNet e no Slashdot], preferindo agora dedicar-se a um novo AIX integrado com Linux e com algumas das tecnologias antes destinadas ao Monterey. Segundo um dos comentários no Slashdot, o desinteresse pelo Monterey poderia ser um sintoma de problemas com o desenvolvimento do processador Itanium.

Uma visita aos comentários no Slashdot em Abril do ano passado relembra como tantas vezes os fóruns como o Slashdot são melhores indicadores do que as profecias dos analistas. De facto o fim de mais uma grande tentativa de criação de um "Unix unificado" entre grandes companhias não devia surpreender, tendo em conta o que aconteceu com, por exemplo:

Todos projectos promovidos por gigantes da indústria, todos mortos. E enquanto estes nasciam e morriam, um sistema com começo humilde no computador de um "miúdo" finlandês e numa fundação com fins supostamente utópicos crescia e espalhava-se por todo o mundo até ter o impacto que conhecemos hoje. Azar para os analistas.

É por isto (e lembrando-me também do Common Desktop Environment) que alguns grandes ajuntamentos empresariais em torno de software livre, nomeadamente agora a GNOME Foundation, não me parecem garantir automaticamente futuros risonhos.

EDA freeware para Un*x | site sobre ciência e tecnologia  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Linux
  • gildot
  • ZDNet
  • comentários no Slashdot
  • Open Software Foundation
  • ACE initiative
  • Projecto Gemini
  • GNOME Foundation
  • Monterey
  • artigo na CNET
  • Tru64 Unix
  • na ZDNet
  • no Slashdot
  • um dos comentários no Slashdot
  • Mais acerca IBM
  • Também por jmce
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Uma explicação mais simples (Pontos:1)
    por jneves em 19-08-00 17:26 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    A IBM é, desde há uns poucos anos para cá, uma empresa de serviços, e já não lhe interessa tanto que plataforma usa, mas o que essa plataforma é capaz de fazer, e os últimos desenvolvimentos do linux asseguram-lhe o nível de escalabilidade que desejava. Quanto à SCO foi comprada recentemente pela Caldera. Porque é que me parece óbvio que apesar de avançado (o Monterey foi o segundo sistema operativo a correr no Itanium) este fim era previsível ?
    Ciclos (Pontos:1)
    por mechwarrior em 21-08-00 10:49 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    O que parece e que ciclicamente ha alguem que vem profetizar o fim de uma qualquer arquitectura 64 bits.
    Nao quero com isto dizer que a historia apresentada esta incorrecta, de forma alguma, so que ja perdi a conta as vezes que os ALPHAs (por exemplo) foram descontados como obsoletos e nao suportados.
    IMHO continuam a ser a plataforma de eleicao, pela filosofia, pela performance, senao pelo bang-for-your-buck. Se houvesse mais informacao naquela camada de gestao que nao tira a proverbial cabeca do **, talvez fosse mais facil as plataformas que se distinguem pelo merito singrar, ao contrario do same-old-same-old.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]