gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
A internet mais feminista ???
Contribuído por pjn em 03-04-00 12:14
do departamento Women-Domination
News Vitor Domingos escreve "De acordo com este artigo página , a internet anda mais feminista. "A T-shirt slogan captured the jaunty mood of Feminist Expo 2000 this weekend: ``Power tools are a girl's best friend.'' For many in the women's movement, the power tool of choice is the Internet." Ja nao basta o rolo da massa e as panelas, agora temos tambem a internet como uma arma de arremesso ;) Isto esta a dar so em "ela". "www.womencount.org, and one firm listed a handful of woman-centered URLs: ShesGotItTogether.com, shesgotnetwork.com, shesgotmoney.com and shesgotbaby.com. For those who want to see a woman president, there was the White House Project site, www.thewhitehouseproject.org" e ainda "The power tools on the T-shirt? A drill, a router, a chain saw, a circular saw, a jig saw and an orbital sander"

E por acaso tive a ver os editores do gildot e reparei que existe uma "sofia" que pelo que eu tenho visto, nao publica muitos posts. Sera que nao e receptiva a este tipo de coisas ? "

Relógio de Ponto via impressão digital | Veridicto da MS sai hoje  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • Vitor Domingos
  • página
  • www.womencount.org
  • ShesGotItTogether.com
  • shesgotnetwork.com
  • shesgotmoney.com
  • shesgotbaby.com
  • www.thewhitehouseproject.org
  • Mais acerca News
  • Também por pjn
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Moderação (Pontos:1, Lança-chamas)
    por pyro em 03-04-00 13:14 GMT (#1)
    (Utilizador Info)
    Estou a ver que estão com vontade de testar a eficácia da moderação... :-)
    Re:Moderação (Pontos:2)
    por chbm em 03-04-00 14:01 GMT (#2)
    (Utilizador Info) http://chbm.nu/
    Pq ? Será que há assim tantas geeks e nerds a ler a gil. para dar uma flamewar ? :)
    Até agora ainda nenhuma se inscreveu na linuxchix ;)
    Re:Moderação (Pontos:1)
    por Vitor Domingos em 03-04-00 14:10 GMT (#3)
    (Utilizador Info)
    ehehheeh "Elas andem ai...." www.woman.org www.womanrights.org ;) Agora flames.. flames duvido que exista. Mas e um bom tema de discussao a participacao das mulheres na internet e no irc ;) bem como a utilizacao de bandwith da parte delas, para os downloads mais atrevidos.
    Re:Moderação (Pontos:1, Esclarecedor)
    por KUIKY em 03-04-00 17:04 GMT (#4)
    (Utilizador Info)
    ÓÓÓÓÓ! Queres brinca tu :P Bem, eu até admito que a intuição das mulheres é o resultado de anos sem pensar, mas...Quem já viu uma mulher casar com um idiota só pq tem as pernas bonitas???? Agora a falar de coisas sérias, parece-me a mim que esses "movimentos" aparecem qd "alguem" tem necessidade de provar que "é melhor que". Sejam eles machistas ou feministas são de certa forma extremistas (salvo algumas excepções!). Sempre foi mais saudável aproveitar o que ambas as partes têm de bom. E se têm de bom!!!! De qualquer modo é sempre engraçado dar umas voltas por esses ULR's, aparece cada uma... Bem vistas as coisas, se "por detrás de um grande homem está sempre uma mulher"... :PP Sinto-me muito feliz por não ser homem, se fosse tinha que casar com uma mulher (eheheh). Nunca se esqueçam é de que enquanto uma mulher chora estuda novos estratagemas. Fiquem Bem. Cármen Arez
    Re:Moderação (Pontos:1)
    por LO em 04-04-00 9:29 GMT (#5)
    (Utilizador Info)
    Boçes tambem! Esta aqui uma pessoa a ler o Gildot descansada e e' obrigada a intervir. Bem, nao sou a 1a. ;)

    Entao alem dos habituais tambem temos de estar em Linuxchix's? Sem tirar o valor que alguns destes sitios tem (e outros, nem por isso) uma pessoa tambem tem de trabalhar, ne'???:))) (ja' basta tropeçar em viewers do Calvin&Hobbes no meio do repositorio de software do Gnome... e sim, tambem ha' do UserFriendly)

    Agora a serio, o que e' mais frequente encontrar nas tais "paginas para mulheres" e': ou versoes online das revistas femininas (desde Maria's, Elle's ate' "revistas" uteis para o dia-a-dia) ou paginas feministas muitas vezes a tender para o extremismo. Mas tambem se encontra paginas cujo conteudo, embora focando um tema feminino, nao se limita a um publico feminino (dou como exemplo um dos links no artigo para o problema da mutilacao genital feminina que, apesar de poder trazer a morte e ser proibido constitui uma tradicao em alguns paises africanos). E outras onde mulher representa apenas a comunidade (que em vez de "mulheres" podia ser "portugueses") e que tem um certo interesse comum (ex: linux, criar filhos,...).

    Mas como diz a KUIKY, temos e' de aproveitar o que ha' de melhor nos dois mundos e, acrescento, evitar classificar porque muitas vezes nao faz sentido. E, sinceramente, acho desnecessario colocar o "/a" ou "he/she" sempre que se refere ao utilizador/programador/whatever, o que se esta' a tornar cada vez mais frequente nos artigos que leio.

    Nota: Achei graça ao boneco na linuxchix da versao feminina de "geek"; nada como o estereotipo masculino!:)

    Paula

    Re:Moderação (Pontos:1)
    por Xmal em 04-04-00 10:27 GMT (#6)
    (Utilizador Info) http://gsd.di.uminho.pt/cbm
    Ora, aqui está um dos motivos porque tenho orgulho em ser português. Apesar de haver muitos machos latinos por cá, as nossas portuguesas são das moças mais equilibradas que conheco. Apesar de em certos meios haver problemas sexistas graves como o assédio (não algum saudável piropo, mas chantagem profissional), é importante evitar extremismos que só levam ao ridículo.

    Por exemplos, há uns dias estava a escrever um artigo em Inglês com uns colegas, e surgiu-nos a dúvida com o famoso uso de "he" para referir um utilizador genérico. Acabou por ficar mesmo "he", com o risco de se apanhar algum reviewer a implicar com isso. Pessoalmente quando escrevo "he" ou "Humanidade" é obvio que estou a pensar no indefinido e não num colectivo de machos a transpirar testosterona (arrg, deus nos livre).

    Por outro lado, quando vejo artigos cheios de "she" fico sempre a pensar que no fundo há ali algum machismo ou má vontade empacotada. Faz-me lembrar o uso de palavras mais "political correct" para referir raças humanas, que por vezes soam mais racistas do que era suposto.

    Tal como no consumo do alcool, nada como os brandos costumes e a sensatez q.b.

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]