gildot

Topo
Sobre
FAQ
Tópicos
Autores
Preferências
Artigos
Sondagens
Propor artigo


8/3
gildicas
9/30
jobs
10/9
perguntas
10/25
press

 
Massachusetts adopta OpenDocument/OASIS
Contribuído por AsHeS em 05-09-05 14:38
do departamento world domination
News 4Gr escreve "Indiscutível a importância de formatos abertos no sector público, é o estado de Massachusetts o primeiro a forçar o uso dos mesmos. Em causa está o formato OpenDocument, um schema XML elaborado pela OASIS que é direccionado às suites de produtividade. Dos que adoptaram o formato contam-se casos como OpenOffice.org, StarOffice ou IBM Workplace .
Esta decisão implica, por conseguinte, cortar com a suite da Microsoft, o Office. O plano de abandono do Office deverá começar a 1 de Janeiro de 2007 e será gradual. Mais uma vitória! "

5 razões para NÃO usar Linux | Menores podem instalar software?  >

 

gildot Login
Login:

Password:

Referências
  • 4Gr
  • é o estado de Massachusetts o primeiro a forçar o uso dos mesmos
  • Mais acerca News
  • Também por AsHeS
  • Esta discussão foi arquivada. Não se pode acrescentar nenhum comentário.
    Ao todos quantos Estados? (Pontos:2)
    por blacksheep em 05-09-05 15:15 GMT (#1)
    (Utilizador Info) http://rpmcruz.planetaclix.pt/
    Boa! Ao todo quantos Estados dos EUA é que forçam o uso de formatos abertos?
    O da Califórnia também usa, não é? Portanto já conto dois. :)

    Acho particularmente interessante quando vejo os EUA a aderirem a sistemas abertos, pois lá é o lar de grandes como a Microsoft, que se recusam a cooperar com o resto do mercado.

    Religion, the only confort left in a world splited by religion. (The Daily Show)
    Re:Ao todos quantos Estados? (Pontos:2)
    por fhc em 06-09-05 18:29 GMT (#19)
    (Utilizador Info)

    A marcha de mil quilómetros inicia-se com o primeiro passo.

    Livro vermelho de citações de Mao Tsé-Tung


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Hum... (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 05-09-05 15:21 GMT (#2)
    (Utilizador Info)
    A zealotice é um fenómeno fantástico, patente na forma como se escreve. Porque carga de água é que isso implica cortar com a Office Suite ? Implica cortar com a Office Suite actual. Até 2007 ainda falta um ano e 3 meses, tempo mais do que suficiente para a MS adoptar isso. Se tem interesse ou não, está para ser visto.

    Será uma "vitória", quando a migração estiver completa. Até lá, não passa de "plans", tal como começa esse artigo :) Tal como muitos outros plans que por aí andam...

    P.S.: O artigo que saiu no /. sobre Office vs OpenOffice tinha comentários bastante "interessantes". Dá para ver o grande avanço que o OpenOffice tem sobre o Office... cof cof cof :)

    Re:Hum... (Pontos:3, Informativo)
    por [Cliff] em 05-09-05 16:03 GMT (#4)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Por acaso também segui essa thread com bastante interesse e deixa-me adiantar-te que algumas das falhas apontadas ao OpenOffice não são falhas do programa, são problemas de quem ou não usa de facto as funcionalidades que lá estão ou não se deu ao trabalho de ler o documento de help para ver como fazer.

    Para além do mais, a situação de Massachussets tem muito mais a ver com formatos abertos (que um PR da Microsoft anunciou que o Office *nunca* iria suportar) que com o OpenOffice.org em si.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Hum... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 05-09-05 22:05 GMT (#6)
    (Utilizador Info)
    Achas que as pessoas que o OpenOffice quer conquistar vão ler o Help ? Eh eh eh eh ! Eu já fiz a experiência com várias pessoas, e ninguém gostou daquilo. Os únicos que "gostaram", são aqueles que não querem pagar pelo software e nao querem ter problemas legais. Que remédio o deles...

    No mundo dos negócios, o que é verdade hoje, foi mentira ontem, e será diferente amanhã ;)

    The Mozilla team obviously disagrees with you, since they do try to hide unresolved security problems, at least until (as in this case) the beans get spille

    Re:Hum... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 06-09-05 9:22 GMT (#7)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Oh Toni, se essas pessoas não vão ler o Help, também não vão fazer nada de complicado pelo que não vão precisar de o lêr.

    Se o OOo fosse o Windows MerdiaPlayer, certamente não seria necessário qualquer documento de Ajuda. Mas não é. Se queres executar tarefas complexas, tens de aprender a fazer tarefas complexas.

    Se não há vontade, é um idiota.

    Para terminar, ninguém gosta do OpenOffice.org. Felizmente!

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Hum... (Pontos:0)
    por mrmv em 06-09-05 10:02 GMT (#8)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Se não há vontade, é um idiota.

    Percebo a tua afirmação, mas ela é tipica de um developer... tipicamente não percebem muito bem os problemas dos outros ;o)

    Não são as pessoas que pedem tarefas complexas... elas querem é coisas simples e esse tem de ser o caminho do software, tornar simples as coisas complexas, e se reparares, está a demorar, mas o caminho tem sido esse... e vai continuar

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 06-09-05 10:52 GMT (#9)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Se uma tarefa complexa é feita de forma simples, não é complexa... ou é? geez

    Uma tarefa complexa implica N interacções e tomadas de decisão por parte do utilizador.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Hum... (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 06-09-05 13:18 GMT (#11)
    (Utilizador Info)
    Filosofia Unix: Partir tarefas complexas em tarefas simples ;)
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por fhc em 06-09-05 18:32 GMT (#20)
    (Utilizador Info)

    Diz-me como vais numa aplicação monolítica fazer uma linha de comando que faça praticamente tudo e mais um par de botas... oops, emacs.

    Desculpem a interrupção.

    Francisco Colaço


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:Hum... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 06-09-05 21:44 GMT (#22)
    (Utilizador Info)
    Pipe ? Não foi para isso que o criaram ? :)

    The Mozilla team obviously disagrees with you, since they do try to hide unresolved security problems, at least until (as in this case) the beans get spille
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por fhc em 07-09-05 17:41 GMT (#24)
    (Utilizador Info)

    ... dentro de uma aplicação monolítica...

    Já agora, a razão para esperarem até 2006 tem a ver com a expiração dos contratos Microshite.


    Quem não faz, ensina; quem não faz nem ensina, faz metodologia. Quem não faz nem ensina nem faz metodologia, faz futurologia.

    Re:Hum... (Pontos:0)
    por tonidosimpostos em 07-09-05 22:08 GMT (#25)
    (Utilizador Info)
    De Munique ? Tem mais a ver com mais um piloto ;) Parece que a coisa afinal nao é assim tao linear...

    The Mozilla team obviously disagrees with you, since they do try to hide unresolved security problems, at least until (as in this case) the beans get spille
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por JohnnyBigodes em 07-09-05 1:14 GMT (#23)
    (Utilizador Info)
    Onde é que arranjaste o módulo das botas? :)
    Re:Hum... (Pontos:0)
    por mrmv em 06-09-05 13:38 GMT (#12)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Uma tarefa complexa implica N interacções e tomadas de decisão por parte do utilizador.

    and...

    Existe sempre uma forma de dar a volta a esse "problema"...

    Open your mind, think out of the box, espero que não sejam resquícios do Java ;o)

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 06-09-05 14:02 GMT (#13)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    A partir do momento em que tornas uma tarefa complexa simples de executar, essa tarefa deixa de ser considerada complexa.

    Se ao 3o post ainda não percebes isto, não temos muito mais a dizer um ao outro.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Hum... (Pontos:0)
    por mrmv em 06-09-05 14:38 GMT (#14)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    A partir do momento em que tornas uma tarefa complexa simples de executar, essa tarefa deixa de ser considerada complexa.

    Mais ou menos, a tarefa pode continuar a ser complexa, tu podes é esconder muita da complexidade, simplificando-a para uma utilização simples, e mais restritiva, e até deixar a complexidade exposta para quem dela necessitar...

    Se ainda te for dificil perceber, então não sei como explicar-te...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 06-09-05 14:51 GMT (#15)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Pois, estamos a falar a partir de pontos de vista diferentes: eu do utilizador, tu... só tu sabes :-)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Hum... (Pontos:0)
    por mrmv em 06-09-05 15:25 GMT (#16)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Humm, da forma como pensas o utilizador és tu, dessa forma nunca perceberás a necessidade de simplificar, normalmente pensas, simplificar para quê, isto é tão simples...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 06-09-05 15:43 GMT (#17)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Um dia destes ainda tens de me dizer de onde me conheces ou o meu trabalho para poderes afirmar esse tipo de coisas :-)

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Hum... (Pontos:0)
    por mrmv em 06-09-05 18:09 GMT (#18)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    É só das nossas conversas... tu apresentas muitos padrões de determinado tipo de perfil ;o)

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Hum... (Pontos:2)
    por [Cliff] em 06-09-05 19:24 GMT (#21)
    (Utilizador Info) http://www.yimports.com/~cpinto
    Pois fica sabendo que no topo das minhas preocupações anda sempre a facilidade de execução das tarefas.

    A partir do momento em que eu como programador não exijo ao utilizador que tome mais de uma decisão para executar uma determinada tarefa, acabei de tornar uma tarefa complexa numa tarefa simples de decisão fácil.

    No entanto, existem tarefas que não podem ser simplificadas e é aqui que entra a formação e a auto-ajuda. Por exemplo, se no Word eu (o utilizador nabo que sou de Word) quiser criar um formulário que guarda as respostas numa base de dados, jamais esta será considerada uma tarefa simples ou passível de ser simplificada nos mesmos termos em que se considera simples a alteração da fonte de um parágrafo.

    Podes meter-lhe os wizards ou templates que quiseres, no entanto já envolve passos e tomadas de decisão que devem ser considerados difíceis para um utilizador sem conhecimentos avançados da aplicação. E como é que se consegue esse conhecimento avançado? Formação ou leitura da documentação, caso contrário não era avançado.

    Existe e irá sempre existir a utilização avançada ou complexa de um programa que foge aos padrões de utilização do mesmo e por muito intuitiva que possa ser a execução dessa tarefa com recurso a artifícios, não considero que seja por isso fácil. Se consideras fácil, estás a pensar inside the box e a pensar que os ditos artifícios que criaste são suficientes para simplificar o processo.

    ---
    Este espaço pode ser seu...
    Re:Hum... (Pontos:0)
    por mrmv em 07-09-05 22:15 GMT (#26)
    (Utilizador Info) http://spaces.msn.com/members/shadeofwindows
    Podes meter-lhe os wizards ou templates que quiseres, no entanto já envolve passos e tomadas de decisão que devem ser considerados difíceis para um utilizador sem conhecimentos avançados da aplicação.

    A funcinalidade pode ser avançada, mas nada te impede de com ajuda lhe dês uma entrada rápida que o ajude a ser rapidamente produtivo e a sentir que deve então sim explorar a funcionalidade para fazer coisas mais adaptadas à suas necessidades. O que acontece é que a maioria prefere documentar tudo muito bem e deixar a funcionalidade avançada para quem queira ler e explorar, dessa forma esquece 80% das pessoas não vai utilizar, ninguém investe o seu tempo a este nível sem provas rápidas de resultados, essa é a forma mais simples de convencer alguém...

    My son is now an "entrepreneur." That's what you're called when you don't have a job.
    Ted Turner
    Re:Hum... (Pontos:1)
    por BugMeNot.com em 06-09-05 13:17 GMT (#10)
    (Utilizador Info)
    A massa crítica do Windows, do Office, e de outra qualquer aplicação massivamente bem sucedida, está no facto de fazerem de forma não complicada (ou não muito) aquilo que precisam. É so veres o paralelo para outro tipo de produtos.

    Eu gosto de tarefas complexas, mas isso sou eu. A maioria das pessoas quando lhe colocas uma tarefa complexa foge como o diabo da cruz. É so sentares-te numa reparticao de finanças e reparares.


    tudo o mesmo (Pontos:2, Interessante)
    por radaway em 05-09-05 15:22 GMT (#3)
    (Utilizador Info) http://radaway.no-ip.com
    "OpenOffice.org, StarOffice ou IBM Workplace"

    Estamos a falar da mesma coisa com aspectos diferentes. Mais valia dizeres só openoffice.

    Dito isto, acho muito bem e não implica cortar com a suíte da Microsoft, implica que a Microsoft tem de suportar este formato de documento se quiser continuar a ver o seu office ser utilizado naquele estado. O que não me admira que aconteça se mais estados e países ganharem juízo e fizerem o mesmo.

    O Windows tem um problema de design, é como umas calças com a breguilha na parte de trás, por muitos cintos que metam nunca ficam seguras. - radaway
    Re:tudo o mesmo (Pontos:2)
    por 4Gr em 05-09-05 18:50 GMT (#5)
    (Utilizador Info) http://www.fe.up.pt/~ei02069
    implica que a Microsoft tem de suportar este formato de documento se quiser continuar a ver o seu office ser utilizado naquele estado

    O inferno há-de gelar antes da Microsoft adoptar um formato aberto que não possa aplicar os 3 E's (embrace, extend and extinguish).

    Dominus vobiscum

     

     

    [ Topo | Sugerir artigo | Artigos anteriores | Sondagens passadas | FAQ | Editores | Preferências | Contacto ]